Página 1 dos resultados de 17 itens digitais encontrados em 0.006 segundos

Sobre formação e prática de professores de matemática: estudo a partir de relatos de professores, década de 1960, João Pessoa (PB)

Macena, Marta Maria Maurício
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 369 f. : il., fots., mapas
Português
Relevância na Pesquisa
66.2%
Pós-graduação em Educação Matemática - IGCE; Segundo os procedimentos metodológicos da História Oral (temática), partimos de depoimentos de professores de Matemática do ensino secundário, atuantes nas cercanias da década de 1960 na cidade de João Pessoa (PB), quanto ao ensino de Matemática. Os depoentes trouxeram à tona a Campanha de Aperfeiçoamento e Difusão do Ensino Secundário (CADES), os exames de suficiência ao exercício do magistério nos cursos secundários, o Movimento da Matemática Moderna (MMM), os Centros de Ensino de Ciências criados por todo Brasil, a atuação da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (SUDENE) no âmbito educacional, bem como várias faces na formação de professores. A questão da educação nordestina, assim como em outras regiões, aparece entrecortada, sempre em meio a aspectos sociais, econômicos e políticos impossíveis de serem negligenciados, e ainda que muitos estudos já tenham sido feitos a esse respeito, a temática parece estar distante do esgotamento. O Nordeste é um palco de contradições significativas; According to the methodological procedures given by Oral History, in this essay some depoiments of Math teachers was collected and interpreted in order to understand...

A ajuda externa para a educação brasileira na produção do mito do desenvolvimento da USAID ao BIRD

Francis Mary Guimarães Nogueira
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 10/03/1998 Português
Relevância na Pesquisa
45.9%
Este trabalho demonstrou que as relações de vínculo entre as ajudas econômicofinanceiras para o desenvolvimento brasileiro e a ajuda financeira para o financiamento da educação escolar, dos anos 50 aos anos 90, pautou-se pela mediação da assistência ou cooperação técnica, originariamente compreendida pelos Organismos Internacionais Bilaterais e Multilaterais, como a "melhoria sanitária, comunicações ou educação" e tecnologia. Esses procedimentos incrementariam o processo de industrialização brasileira que, de acordo com a acepção internacional e nacional da época, seria o caminho inexorável para o desenvolvimento econômico. Essa nova conformação internacional se constituirá em uma rede de instituições bilaterais, onde a USAID será sua principal coordenadora no âmbito da difusão dos acordos econômico-financeiros e dos acordos para a educação brasileira. Em solo doméstico essas relações econômico-financeiras emanadas das ajudas externas para o desenvolvimento vão financiar distintos projetos e/ou programas no âmbito da economia e da educação escolar. Tais projetos irão ser coordenados em nível nacional por instituições como o Escritório do Governo Brasileiro para a Cooperação Técnica...

Desenvolvimento e subdesenvolvimento segundo Celso Furtado: influência no debate sobre a questão regional brasileira

Ribeiro, Carine Pereira
Fonte: Florianópolis Publicador: Florianópolis
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 130 f.
Português
Relevância na Pesquisa
46.24%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Sócio-Econômico. Economia.; Este trabalho procura analisar a atualidade do pensamento de Celso Furtado sobre o binômio desenvolvimento-subdesenvolvimento e, com base nisso, discernir os termos do debate “furtadiano” sobre a problemática do desenvolvimento regional, procurando extrair elementos que ajudem a pensar sobre o Brasil no limiar do século XXI. O estudo envolve fundamentalmente pesquisa bibliográfica em obras essenciais do autor em questão. Primeiramente, apresentam-se os alicerces teóricos da discussão sobre o sentido do termo desenvolvimento no pós II Guerra Mundial, situando o pensamento de Furtado. Depois focaliza-se o binômio desenvolvimento-subdesenvolvimento no Brasil, privilegiando a questão dos seus determinantes na ótica de Furtado. Em seguida, apontam-se as concepções sobre a questão regional brasileira, considerando as suas características e seus desdobramentos no que concerne a reflexão sobre a questão regional do Nordeste. Esse movimento torna oportunas algumas observações sobre a importância das atividades da Superintendência de Desenvolvimento Regional do Nordeste (SUDENE), no curso dos seus 50 anos de história...

Estudo da variabilidade anual e intra-anual da precipitação na região Nordeste do Brasil

Silva,Vicente de Paulo Rodrigues da; Pereira,Emerson Ricardo Rodrigues; Almeida,Rafaela Silveira Rodrigues
Fonte: Sociedade Brasileira de Meteorologia Publicador: Sociedade Brasileira de Meteorologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/2012 Português
Relevância na Pesquisa
66%
Este trabalho analisou as séries temporais de precipitação e do número de dias de chuva na região Nordeste do Brasil com o propósito de identificar as áreas mais susceptíveis às estiagens mais prolongadas. Os dados utilizados neste estudo foram obtidos da Agência Nacional de Águas (ANA) e da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (SUDENE), para o período de 1935 a 2000. Foram construídos mapas do coeficiente de variação e do número de dias chuvosos para os períodos anual, seco e chuvoso. Os resultados deste trabalho permitiram concluir que os valores dos coeficientes de variação da precipitação e do número de dias chuvosos no semiárido são maiores do que no litoral, agreste e noroeste da região Nordeste do Brasil. Os maiores valores de coeficiente de variação são associados aos menores valores de precipitação e do número de dias chuvosos. A variabilidade da precipitação é maior no período seco do que no período chuvoso. A alta variabilidade da precipitação e do número de dias de chuva são fatores limitantes na agricultura de sequeiro nas microrregiões localizadas nas áreas semiáridas do Nordeste do Brasil.

Caracterização climatológica da severidade de secas do Estado do Ceará - Brasil

Barra,Tarcisio da S.; Costa,José M. N. da; Rao,Tantravahi V. R.; Sediyama,Gilberto C.; Ferreira,Williams P. M.; Dantas Neto,Francisco S.
Fonte: Departamento de Engenharia Agrícola - UFCG Publicador: Departamento de Engenharia Agrícola - UFCG
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2002 Português
Relevância na Pesquisa
45.83%
O objetivo deste trabalho foi caracterizar as secas do Estado do Ceará, com base no índice de severidade de seca de Palmer. Foram utilizadas séries históricas de dados pluviométricos e de temperatura do ar de 21 localidades desse Estado, fornecidas, respectivamente, pela Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste - SUDENE, e pela Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos - FUNCEME. Foi constatado a ocorrência de secas com diferentes graus de severidade, no Estado do Ceará, sendo as secas moderadas e severas as mais freqüentes.

A Constituição de 1988 e o desenvolvimento regional no Brasil

Bercovici, Gilberto
Fonte: Superior Tribunal de Justiça do Brasil Publicador: Superior Tribunal de Justiça do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
56.04%
Estuda a Sudene e o federalismo brasileiro, a ditadura militar e a redução da política de desenvolvimento regional aos incentivos fiscais e os avanços e recuos sob a Constituição de 1988.

Variação espacial da precipitação e temperatura do ar no Submédio São Francisco.

MOURA, M. S. B. de; SÁ, I. I. S.; SILVA, T. G. F. da; GALVÍNCIO, J. D.; RIBEIRO, J. G.
Fonte: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE METEOROLOGIA, 14., 2006, Florianópolis. Anais... Florianópolis: SBMET, 2006. Publicador: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE METEOROLOGIA, 14., 2006, Florianópolis. Anais... Florianópolis: SBMET, 2006.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: 1 CD-ROM.
Português
Relevância na Pesquisa
75.83%
O objetivo deste trabalho foi estudar a variabilidade espacial dos totais mensais médios de precipitação e da média da temperatura do ar na região do Submédio São Francisco, considerando a sua grande importância para a agricultura, especialmente para o cultivo irrigado de fruteiras, principal atividade econômica da região. Para isso, foram utilizados dados médios dos postos de precipitação obtidos junto a Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (SUDENE) para a área de estudo. Utilizou-se a proposta de Cavalcanti & Silva (1994) para estimar a temperatura do ar média mensal. Os resultados mostraram que a precipitação sobre a Bacia é em torno de 700 mm anuais, com grande irregularidade de distribuição durante o ano. Com relação a temperatura média anual, observou-se variações de 20,7 a 26,8oC, sendo que no entorno de Petroli-PE e Juazeiro-BA, foram observadas as temperaturas mais elevadas durante todo ano.; 2006

Ciclos econômicos recentes e perspectivas para a região do submédio Vale do São Francisco com ênfase na fruticultura irrigada

Sabino Santiago Galvão, Alberto; de Farias Costa, Écio (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
Português
Relevância na Pesquisa
65.85%
Este trabalho propôs apresentar os ciclos econômicos recentes predominantes na região do Submédio Vale do São Francisco, com ênfase na fruticultura irrigada. Como marco legal para efeito de investigação, foi considerado a criação da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (SUDENE), no final dos anos de 1950. O estudo também investiga o momento atual, onde se observa o predomínio de uma exploração frutícola tecnificada, em grande parte com culturas permanentes e voltadas, em parcela considerável para o mercado exportador. Aborda algumas projeções para o futuro, fundamentadas em alternativas econômicas já incipientes na região, iniciando com uma revisão bibliográfica com foco na fruticultura mundial e brasileira, mostrando, principalmente, a fraca participação do Brasil nas exportações mundiais de frutas frescas, mesmo estando posicionado como o terceiro maior produtor mundial de frutas. Em seguida, apresenta a ascensão e decadência de duas culturas de ciclo produtivo curto, predominantes entre os anos de 1970 e 1990, o tomate e o melão. Discorre sobre o agronegócio da uva e da manga no Brasil e na Região alvo, apresentando seu crescimento, suas dificuldades atuais e prováveis perspectivas, e...

Análise de projetos de desenvolvimento na Re- gião Nordeste do Brasil : a experiência do Sistema FINOR nos anos de 1962 a 2001

Canel, Lautemyr Xavier Cavalcanti
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
35.98%
Esta tese tem por finalidade avaliar as práticas de análise de projetos de desenvolvimento do Sistema Finor (Fundo de Investimentos do Nordeste), em seus critérios de seleção e análise de pleitos, no período de 1962 até o ano de 2001. Depois da exposição do histórico do incentivo, e da própria experiência da Sudene (Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste), foi executada uma análise dos critérios de seleção dos projetos que abrangeu desde o "34-18", passando pelo Finor debêntures, até o fechamento do incentivo para novos projetos, no ano de 2001. Foram feitas aplicações de modelos não-paramétricos e paramétricos na seleção e análise de projetos de desenvolvimento como sugestões de aplicação ao sistema. Um dos empregos contou com o DEA Data Envelopment Analysis e o outro envolveu a investigação do custo de oportunidade, dos projetos Finor, com o auxílio de modelos de regressão (método dos mínimos quadrados) e de indicadores financeiros. Diante das amplas demandas apresentadas o órgão teve dificuldade de superálas, isto se configurou nos problemas de operação, os desafios políticos e a necessidade de avanços técnicos do incentivo Finor

Sistema de incentivos fiscais para as Regiões Norte e Nordeste após a transformação da Sudam e da Sudene em Ada e Adene

Carvalho, Cristiano Viveiros de; Brasileiro, Verônica Maria Miranda
Fonte: Câmara dos Deputados, Consultoria Legislativa Publicador: Câmara dos Deputados, Consultoria Legislativa
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
66.24%
Consultoria Legislativa - Área XX - Redação e Discurso Parlamentar - Área XI - Meio Ambiente e Direito Ambiental, Organização Territorial, Desenvolvimento Urbano e Regional.

Diário da Constituinte [gravação de vídeo] : [programa n. 193 C]

Fonte: Radiobrás Publicador: Radiobrás
Tipo: Vídeo Formato: 04:57 min.; wmv
Português
Relevância na Pesquisa
36.07%
A situação do Nordeste e o drama da população que convive com a seca, o analfabetismo e a fome. Deputados e Senadores da Assembleia Nacional Constituinte (ANC) opinam sobre o tema. O Deputado Antônio Mariz (PMDB-PB) informa que o principal problema é o subdesenvolvimento nordestino, o fato da região ter sido marginalizada e mantida fora dos fluxos normais do crescimento econômico do país. No Agreste Nordestino todos os planos da SUDENE (Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste) previam a abertura de poços para aguar as pastagens, mas foram construídos apenas nas terras dos coronéis. Outro projeto da SUDENE que não deu certo foi o de produzir alimentos na zona úmida, em todo o vale do Rio São Francisco. O Senador Mansueto de Lavor (PMDB-PE) considera que as causas das crises do Nordeste tem origem no modelo de sociedade implantado na região, com a predominância das oligarquias que associam poder político e poder econômico. Dados sobre analfabetismo, subnutrição e distribuição de renda. O Deputado Raimundo Bezerra (PMDB-CE) afirma que há necessidade de diferenciar o Nordeste das demais regiões ricas para que as desigualdades desapareçam. A falta de terras e a seca tornou nômade o povo nordestino. O Deputado Agassiz de Almeida (PMDB-PB) esclarece que o processo de imigração do homem nordestino gera inchaço dos grandes centros urbanos e que é preciso ter uma política de fixação desse homem ao seu universo e as suas tradições. A Deputada Wilma Maia (PDS-RN) afirma que o Nordeste precisa de uma reforma agrária.; Subtítulo fornecido pelo catalogador.; Fundo da Assembleia Nacional Constituinte 1987/88 - Câmara dos Deputados...

Diário da Constituinte [gravação de vídeo] : [programa n. 034]

Fonte: Radiobrás Publicador: Radiobrás
Tipo: Vídeo Formato: 05:02 min; wmv
Português
Relevância na Pesquisa
65.99%
A Subcomissão dos Direitos Políticos, dos Direitos Coletivos e Garantias da Assembleia Nacional Constituinte (ANC) recebe Rex Nazaré Alves, Presidente da Comissão de Energia Nuclear que fala sobre as contas secretas mantidas pelo Conselho de Segurança Nacional (CSN), cujos recursos são utilizados em pesquisas. Maurílio Ferreira Lima (PMDB-CE), Presidente da Subcomissão, defende o controle das contas secretas pelo Legislativo. A Subcomissão da Nacionalidade, da Soberania e das Relações Internacionais recebe Jorge Monteiro Fernandes, representante da União Brasileira de Informática Pública, que aborda a relação de reserva de mercado de informática e a soberania nacional. Paulo Macarini (PMDB-SC) defende a reserva de mercado. A Subcomissão dos Municípios e Regiões ouve representantes da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (SUDENE), da Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA), da Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia (SUDAM) e da Secretaria de Articulação com Estados e Municípios (SAREM). A Subcomissão dos Estados recebe Paulo Brossard, Ministro da Justiça, que defende maior participação dos Estados nos recursos da União. Elverlindo Renklein, representante do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE)...

SUDENE e forças sociais nordestinas: papel institucional face ao novo marco regulatório de intervenção estatal e de desenvolvimento nos anos 2000

Lima Júnior, Francisco do O’ de
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
56.3%
A retomada da questão regional na perspectiva de promoção do desenvolvimento através da coordenação e estímulo do Estado ocorrida nos anos 2000 torna inevitável o resgate da análise sobre as desigualdades e sua permanência mesmo após as tentativas no intuito de superá-las. Este trabalho objetiva estudar o papel da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste – SUDENE e as forças sociais nordestinas face ao novo marco regulatório de intervenção estatal e de desenvolvimento. O atraso nordestino, seus condicionantes e causas, as proposições indicadas, ações e movimentos contraditórios por elas ocasionados que culminam da destituição da Superintendência em 2001 são os elementos que indicam o caminho percorrido para a contextualização da rearticulação da instituição no novo marco regulatório de intervenção estatal que emerge no final do século XX. Esse marco obriga a atualização do planejamento regional ao novo padrão de acumulação capitalista centrado na flexibilização exigida pela financeirização do capital. Constatou-se, portanto, que a nova SUDENE ao balizar-se nos novos paradigmas corre o risco de novamente submeter a problemática das relações sociais ao posto de coadjuvante na promoção do desenvolvimento regional reproduzindo estrangulamentos (desemprego...

Desenvolvimento capitalista e trajetórias empresariais em Pernambuco; Capitalist development and business paths in Pernambuco

Fábio Lucas Pimentel de Oliveira
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 28/11/2014 Português
Relevância na Pesquisa
86.13%
Esta tese parte de uma visão geral da evolução capitalista no Brasil desde meados dos anos de 1950, em que se procura discutir uma concepção de desenvolvimento relacionada ao avanço das forças produtivas promovido pelo Estado e pelas Empresas Privadas (nacionais e transnacionais). Considera, no contexto de integração regional posterior à criação da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (SUDENE), uma periodização específica, segundo a qual são apontados os principais determinantes e características da estrutura produtiva e das relações de comércio estabelecidas entre o estado de Pernambuco, as demais regiões do País e o resto do mundo. Propõe um refinamento analítico, em termos de frações de capital, com o objetivo de dar ênfase à identificação das principais empresas que atuaram no Estado ao longo dos últimos cinquenta anos. Para tanto, faz-se uso de categorias como participação nas vendas, controle e origem do capital e vinculação setorial das maiores firmas. Com isso, procura-se ilustrar as frações de capital que foram surgindo, desaparecendo ou consolidando-se ao longo da trajetória estadual de desenvolvimento. No caso dos capitais de origem pernambucana, o trabalho presta-se a identificar as bases originárias de acumulação e os padrões de transfiguração que orientaram estratégias empresariais locais...

A extinção da SUDENE : um marco das transformações na politica de desenvolvimento regional no Brasil; The extinguisahing of the SUDENE : a landmark of the transformations in the politics of regional development in Brazil

Fernanda Ferrario de Carvalho
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 22/02/2006 Português
Relevância na Pesquisa
46.22%
Em maio de 2001, o Governo Federal, alegando que as duas instituições de desenvolvimento regional ainda existentes no País (SUDENE e SUDAM) haviam-se transformado em verdadeiros ?antros? de corrupção, decide por suas extinções, bem como as das suas respectivas políticas de incentivos fiscais. Cria, em seu lugar, duas agências, ADENE e ADA, com dois novos fundos, agora não mais vinculados ao imposto de renda. São fundos meramente orçamentários. Com o olhar para o caso nordestino, esta tese, contrariando o argumento central do Governo Federal, o da corrupção, defende que na verdade o ato da extinção escondeu outros propósitos (políticos e de concepção da necessidade e do papel de uma instituição de desenvolvimento regional). Reflete, portanto, o descaso do próprio Governo com o desenvolvimento regional e com a redução das desigualdades. Além disso, mesmo não tendo ocorrido como uma resultante do reconhecimento do Governo Federal de que o modelo institucional e de financiamento do desenvolvimento era obsoleto ? e que, portanto, far-se-ia necessária uma transformação ?, de fato tal decisão pode ser entendida como uma mudança de concepção do próprio governo sobre a importância de uma política de desenvolvimento regional para a redução das desigualdades econômicas e sociais do País. Argumenta-se...

A saúde entre o Estado e a sociedade

Lima,Mozart Abreu
Fonte: Casa de Oswaldo Cruz, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Casa de Oswaldo Cruz, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2003 Português
Relevância na Pesquisa
45.87%
Ele testemunhou, 'de dentro', os estertores da ditadura militar brasileira, durante o governo João Baptista Figueiredo. Foi o "ministro interno" da Saúde do Brasil, nas palavras do próprio titular da pasta, Waldir Arcoverde. Respondeu, no Ministério da Saúde, por importantes mudanças, e para isso enfrentou com a verve nordestina as contínuas ameaças e pressões da chamada comunidade de informações, que à época governava o Brasil com mão de ferro. Mozart Abreu Lima foi um dos principais estrategistas da saúde pública brasileira no período de passagem da ditadura para a lenta e gradual restauração do Estado de direito. Para a cadeira de secretário geral do Ministério da Saúde levou a inteligência que o destacou na elaboração do plano diretor da Central de Medicamentos, a Ceme, e a cultura de gestão descentralizada e participativa experimentada na Superintendência para o Desenvolvimento do Nordeste, a Sudene. Embora se apresente como um homem de esquerda, não hesita em aplaudir a política industrial implantada pelos governos militares, em especial a partir da administração Geisel. Nacionalista contumaz, Mozart Abreu Lima fez história na Fiocruz, como um dos mentores da criação do Instituto Nacional de Controle de Qualidade (INCQ). Principal responsável pela extraordinária logística que viabilizou a realização dos dias nacionais de vacinação...

Desafios de uma nova política regional para o Nordeste

Silva, Alexandre Manoel Angelo da; Almeida, Mansueto
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Boletim Regional, Urbano e Ambiental - Artigos
Português
Relevância na Pesquisa
46.16%
O artigo apresenta a evolução do debate sobre desenvolvimento regional no Brasil, enfatizando que, apesar da evolução da literatura econômica na segunda metade do século XX, ainda prevalecem os instrumentos de desenvolvimento regional conhecidos nos anos 1950, baseados em benefícios fiscais para atrair novos segmentos industriais. Ademais, este artigo também fornece evidências de que as propostas de política regional decorrente da criação da “nova” Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) ainda não foram devidamente implementadas, mostrando que o maior desafio para as políticas de desenvolvimento regional não é mais a falta de diagnósticos ou de propostas, mas a simples implementação de propostas que já foram aprovadas e transformadas em lei.; p. 51-58