Página 1 dos resultados de 27 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

O planeamento da gravidez e a projecção da grávida através do desenho

Coelho, Eva Dias
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2009 Português
Relevância na Pesquisa
26.22%
Tese de mestrado, Psicologia (Psicologia Clínica e da Saúde - Núcleo de Psicologia Clínica Dinâmica), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação, 2009; Na presente investigação procedeu-se ao estudo do planeamento da gravidez e da projecção da grávida através do desenho, como instrumento projectivo. Foram definidos como objectivos principais: I) Explorar a importância da representação criada pela mãe, sobre o seu bebé, no decorrer do período gestacional, aprofundando as particularidades psicológicas associadas aos domínios do bebé fantasmático, do bebé imaginário e do bebé real; II) Comparar o tipo de planeamento da gravidez com o tipo de representação que as mães constroem acerca do bebé; III) Analisar se a representação psíquica que as grávidas têm do seu bebé influencia a forma como desenham a gravidez. Participaram no estudo 39 grávidas primíparas, entre o 7º e o 9º mês gestacional, com idades compreendidas entre os 25 e os 40 anos, divididas em grupos distintos, através do tipo de planeamento de gravidez (GP vs. GNP). Construiu-se um Questionário Sócio-Demográfico, referente a dados sócio-demográficos, obstetrícios, anamnésicos e do contexto gravídico. Solicitou-se às grávidas que desenhassem a sua gravidez. Aplicou-se um questionário complementar ao desenho...

Estratégias de Elaboração da Ansiedade nas Respostas Sequências de Cenas na Prova Projectiva para Crianças “Era uma vez...”

Pires, Rute; Fagulha, Teresa
Fonte: Sociedade Portuguesa de Psicologia Publicador: Sociedade Portuguesa de Psicologia
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2004 Português
Relevância na Pesquisa
26.22%
Procedeu-se à validação de quatro modalidades de elaboração da ansiedade identificadas nas sequências de cenas organizadas para dar continuidade às histórias dos cartões da Prova "Era uma vez...". Definiu-se uma modalidade que traduz o não reconhecimento da ansiedade – Negação – e três modalidades em que este afecto é reconhecido: a Estratégia Adaptativa Operacional e a Estratégia com Equilibração Emocional correspondem a duas formas adaptativas, mas distintas, de elaborar a ansiedade; a Impossibilidade traduz o insucesso na elaboração adaptativa da ansiedade. Procedeu-se à descrição das modalidades mais utilizadas em cada cartão da prova e ao estudo da sua evolução, dos 6 aos 10 anos, numa amostra de 100 crianças sem perturbação emocional identificada. A hipótese de que, com o desenvolvimento, a frequência de utilização das estratégias adaptativas aumenta e as frequências de utilização da Impossibilidade e da Negação diminuem, foi confirmada. Procedeu-se à descrição destas modalidades numa amostra de 30 crianças, dos 6 aos 10 anos, com perturbação emocional identificada. Previa-se que estas crianças utilizassem um maior número de estratégias Negação e Impossibilidade, em relação às crianças sem perturbação emocional identificada e...

Elaboração da ansiedade nas respostas à prova "Era uma vez..." em crianças da Casa da Praia

Ribeiro, Ana Filipa Gomes Paiva
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 Português
Relevância na Pesquisa
26.22%
Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia Clínica e da Saúde - Núcleo de Psicologia Clínica Dinâmica), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2011; A Prova Projectiva “Era uma vez...” (Fagulha, 1992/2007) tem sido usada na avaliação de crianças com problemas psicológicos. Porém, ainda há poucos estudos empíricos caracterizando as respostas destas crianças. O presente estudo visa: 1) Caracterizar o padrão de respostas a esta Prova numa amostra de crianças com dificuldades de aprendizagem decorrentes de problemas emocionais, relacionando-o com o padrão da amostra de aferição da Prova; 2) Caracterizar as Estratégias de Elaboração da Ansiedade utilizadas pela amostra comparando-as com uma amostra de crianças sem problemas psicológicos identificados (Pires, 2001). Participaram no estudo, 126 crianças de ambos os sexos, com idades compreendidas entre os 6 e 11 anos, que frequentavam uma instituição (Casa da Praia) onde beneficiavam de apoio pedagógico-terapêutico. Foi usada a Prova Projectiva “Era uma vez...” (Fagulha, 1992/2007) na sua versão de sete cartões-estímulo. Os resultados mostram que, face a uma amostra de comparação (amostra de aferição da prova “Era uma vez...”)...

Diferenças de género na elaboração da ansiedade e do prazer nas respostas à prova "Era uma vez..."

Monteiro, Eduardo Ferrão
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
26.22%
Tese de mestrado, Psicologia (Secção de Psicologia Clínica e da Saúde - Núcleo de Psicologia Clínica Dinâmica), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia, 2013; A prova “Era Uma Vez…” (Fagulha, 1992) é uma prova projetiva de contar histórias para crianças entre os 5 e os 11 anos, que descreve a forma como elas elaboram as emoções de ansiedade e de prazer. A tarefa pedida à criança é que selecione e organize um conjunto de cenas para completar histórias em formato de banda desenhada, que retratam situações ansiogénicas e prazerosas do quotidiano de uma personagem com quem se identifica. O presente estudo propõe-se a descrever, pela primeira vez, as respostas à prova dadas pelos dois géneros separadamente, comparando-as e identificando possíveis diferenças entre si na sua evolução com a idade. Foi utilizada uma amostra de respostas de 400 crianças para análise da categoria da cena escolhida e sua posição na sequência organizada pela criança (Fagulha, 1992), e também da Estratégia de Elaboração Emocional (Pires, 2001). Foram encontradas diferenças de género, consoante a idade e a situação ansiogénica e de prazer. Globalmente, os resultados podem sugerir que na elaboração das emoções de ansiedade e prazer os rapazes tendem mais à experiência fantasiosa...

A consulta no setting odontopediátrico: A percepção subjectiva do medo

Reis, Fátima; Dias, Maria do Rosário; Leal, Isabel Pereira
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2008 Português
Relevância na Pesquisa
26.22%
As investigações recentes sugerem que a percepção subjectiva da crianças da sua visita ao dentista pode ter um impacto mais determinante em termos do medo/angústia face à consulta odontopediátrica, do que o tipo de tratamento recebido ou a patologia dentária subjacente. As técnicas projectivas revelam-se úteis para uma melhor compreensão do medo e angústias da criança face ao tratamento dentário, uma vez que permitem o acesso a informação dificilmente disponibilizada de outra forma de avaliação. O estudo aqui apresentado tem como objectivos avaliar: o medo dentário da criança e o comportamento manifestado durante a consulta. Assim, 166 crianças em idade escolar (5-12 anos) foram avaliadas após a consulta no dentista. Utilizou-se o teste Children’s Dental Fear Picture (CDFP, Klingberg & Hwang, 1994). Foram identificados três perfis de crianças, designados por “com medo”, “sem medo” ou “ambíguo”. Analisou-se também a relação com a idade e o número de consultas anteriores no dentista. Constata-se que medo dentário e comportamento durante a consulta necessitam ser abordados como entidades diferentes. O estudo realizado aponta para a necessidade da criação de instrumentos lúdico-pedagógicos no setting de consulta com a criança.

Para um racional bioniano de interpretação dos dados projectivos

Delgado, Luís Manuel Romano
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2008 Português
Relevância na Pesquisa
26.22%
Com o presente artigo o autor procura enriquecer a compreensão e pratica da metodologia projectiva, especialmente do Thematic Apperception Test, através de uma aproximação dinâmica utilizando, pela primeira vez, o aparelho conceptual de W. Bion e afastando-se do modelo psicanalítico clássico, isto é, da metodologia freudiana e do modelo estrutural edipiano. São utilizados os seguintes conceitos bionianos: transformações psíquicas, identificação projectiva na relação continente/conteúdo, tolerância/intolerância à frustração.O artigo termina abordando o problema, nas técnicas projectivas, da relação entre percepção e pensamento assim como uma nova compreensão do “processo-TAT”.

O método Rorschach: Do adolescente ao risco, do risco ao adolescente

Albano, Carla Alexandra Mourão
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2005 Português
Relevância na Pesquisa
26.22%
Dissertação de Mestrado em Psicopatologia e Psicologia Clínica; Este trabalho de investigação dedicou-se especialmente ao apuramento dos processos psicológicos que insinuam o funcionamento intra- e inter- psíquico do sujeito adolescente por meio do Método Rorschach (objectivo geral), em função de um objectivo específico: a compreensão dos processos psicológicos implicados nas expressões do Risco no processo de desenvolvimento adolescente, nos protocolos Rorschach, tendo-se exigido, para o efeito, a reunião de um conjunto de procedimentos dotados de especificidade conceptual e metodológica. Motivo pelo qual se definiu o sujeito psicológico enquanto objecto de estudo, dada a sintonização com as lógicas relativas à Psicologia Clínica. Neste sentido, constituiu-se: 1. um Referencial Teórico, resenha conceptual de autores, centrados no Processo de Desenvolvimento Adolescente, salientando-se aqueles que maior solidez exprimiram, abrindo caminho à sua reunião, numa composição unificada e dinâmica, que congregou um Olhar significado sobre o processo de desenvolvimento adolescente, processo de criatividade, transformação e consolidação, no e para o crescimento e o desenvolvimento do sujeito; 2. um alargado Conceito de Risco...

O papel do psicólogo num estudo sobre respostas emocionais e hormonais ao stress psicológico durante a indução de um estado alterado de consciência

Barbosa, Lourdes Aparecida Mota
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2005 Português
Relevância na Pesquisa
26.22%
Dissertação de Mestrado em Psicossomática; Tendo em atenção o problema: Que tipos de respostas emocionais (psicológicas e hormonais) podem surgir durante a indução de um Estado Alterado de Consciência? - , foi escolhido para esta dissertação de mestrado, um caso ilustrativo de um estudo realizado no âmbito de um projecto de investigação sobre respostas hormonais e neurofisiológicas a situações ou acontecimentos vivenciados (eventualmente stressantes), durante estados alterados de consciência, fossem estes comprovadamente reais ou imaginários. Os objectivos deste trabalho em concreto (tese de mestrado), foram definidos da seguinte forma: > Estudo da personalidade pela entrevista e aplicação da prova projectiva Rorschach; > Estudo e descrição das respostas emocionais em estado alterado de consciência; > Relacionar os dados da entrevista, da prova projectiva e das respostas emocionais e a sua associação de uma forma geral com as respostas endócrinas; > Estudar a ocorrência de alguma modificação da patologia ou de comportamentos negativos apresentados na entrevista inicial e na indução do estado alterado de consciência; > Avaliação geral do caso. Não se pretendeu fazer uma avaliação psicoterapêutica do estado modificado de consciência induzido. Os resultados obtidos forarn interessantes. Assim...

Diário de ATL: Relação terapêutica na latência

Costa, Carla Maria Souto Mendes da
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2008 Português
Relevância na Pesquisa
26.22%
Dissertação de Mestrado em Psicossomática; O presente trabalho tem como objectivo analisar as mudanças produzidas pela experiência actual de uma nova relação terapêutica com um novo objecto desenvolvimental no período da latência. Em nosso entender, a internalização de uma relação sanígena e desenvolutiva com desmantelamento da relação patológica e patogénica na nova relação real com um novo objecto desenvolvimental será promotora de saúde mental. Através deste trabalho de investigação-acção, baseado na observação e intervenção em contexto natural, da análise das histórias contadas através do CAT-H, e do Desenho Livre, do estudo da relação destas crianças com os outros significativos, pretendemos mostrar que somos o que a relação com os outros de nós fez, produto da substância própria com a qualidade das relações que vivemos, e que a transformação dos padrões de relacionamento interpessoal é possível através da mudança dos padrões rígidos e mal-adaptatívos promovidos por uma nova e sanígena relação. A nova relação com um diferente objecto desenvolvimental, com um objecto responsivo e empático muda o estilo relacional quebrando a transgeracionalidade, mudando a vida relacional do sujeito...

Identidade e as vicissitudes no percurso migratório

Cunha, Madalena Soares da
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2007 Português
Relevância na Pesquisa
26.22%
Dissertação de mestrado em Psicopsicopatologia e Psicologia Clinica; Este estudo aborda as alterações identitárias dos imigrantes ao longo do percurso migratório. O método, baseado nas "Narrativas da História de Vida", imprime um carácter exploratório ao estudo e visa despistar os invariantes promotores da saúde mental e os factores que favorecem a integração na sociedade receptora, mediados pelos stressores da migração. A escolha dos participantes considerou a heterogenia das características individuais dos imigrantes, os diferentes tipos e momentos do percurso migratório e incluiu também, os grupos mais representados desta população em Portugal. Os imigrantes participaram voluntariamente no estudo, tendo sido anteriormente informados do tema e dos procedimentos que iriam ser usados, entre eles, a gravação das entrevistas. A recolha das experiências migratórias foi organizada em duas entrevistas, cada uma com a duração de aproximadamente uma hora. Na primeira, a técnica utilizada foi a entrevista livre e aberta, de modo a permitir o relato espontâneo das vivências migratórias. A técnica utilizada na segunda entrevista, foi a entrevista semi-estruturada ou de guião, para esclarecer alguns pontos abordados na primeira entrevista ou suscitar viviências que os imigrantes omitiram na primeira entrevista. Com o objectivo de corroborar os dados obtidos nas entrevistas...

Um olhar sobre a dinâmica afectiva da criatividade através da prova projectiva do T. A. T.

Delgado, Luís Manuel Romano
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em //2001 Português
Relevância na Pesquisa
26.22%
Dissertação de Mestrado em Psicopatologia e Psicologia Clínica

O(s) eu(s) outro(s), ... de quem a quem ... a quem de quem ... do eu - outro ao outro eu: Estudo das características e das funções da identificação projectiva em pré-adolescentes e em adolescentes no e pelo Rorschach

Dias, Maria Paula Benevides
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2005 Português
Relevância na Pesquisa
26.22%
Dissertação de Mestrado em Psicologia Clínica e Psicopatologia; Este trabalho esboçou-se a partir da curiosidade e vontade de aprofundar o conceito de identificação projectiva. Explorar as suas diferentes e diversas conceptualizações e perceber como e de forma um sujeito utiliza a identificação projectiva, sabendo a priori que este mecanismo apresenta um carácter patológico e um carácter empático, podendo-se contudo inter-cruzar entre si, pelo especificar das combinações que assentam nas noções de relação Eu <-> Outro, Continente <-> Conteúdo, 3° Intersubjectivo, Eu/Terceiro/Outro, O nosso objectivo, neste trabalho, inscreveu-se no estudo das características e funções da identificação projectiva em pré-adolescentes e em adolescentes no e pelo Rorschach. Foi portanto uma tentativa de aproximação ao conhecimento, a partir da inter-relação entre identificação projectiva, processo adolescente entendido como processo de re-significação e re-simbolização, processo de transformação de um Corpo, de um Outro, e Rorschach enquanto situação projectiva, enquanto processo-resposta Rorschach. A partir deste continente partimos à busca de conteúdos e contextos nos quais fossem visíveis o uso da identificação projectiva...

O amor, onde mora?: Uma abordagem psicossomática da vinculação amorosa na infertilidade

Fragoso, Susana Guerreiro da Cunha
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2008 Português
Relevância na Pesquisa
26.22%
Dissertação de mestrado em Psicologia da Saúde; Esta investigação tem como objectivo o estudo da vinculação amorosa no casal infértil com causa biológica desconhecida. Os participantes serão seis - três casais, nos quais ambos os membros de cada casal se encontrem em período fértil, com diagnósticos actuais de infertilidade com causa biológica desconhecida. A recolha dos dados foi feita através da Entrevista Clínica, da TAS-20 (Escala de Alexitimia de Toronto), do TAT (Teste de Apercepção Temática), do "The Experiences in Close Relationships Revised Questionnaire — ECR-R", do "Inventário de Expectativas Conjugais", de uma Entrevista de Análise Qualitativa do Discurso e do Conteúdo (EAQDC), do Teste Projectivo de Rorschach e de situações de Role Play. A amostra foi recolhida no Hospital do Espírito Santo em Évora. Através da análise detalhada do caso. pretende-se identificar particularidades relacionais na vivência dos laços amorosos nos casais com esta problemática.

Pesquisa de modalidades de expressão da imagem de corpo e da representação de si na prova projectiva de Zulliger e contribuições à definição de valores normativos

Horta, José Mário Marques dos Santos
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //1997 Português
Relevância na Pesquisa
26.22%
Dissertação de mestrado em Psicopatologia e Psicologia Clínica

O depois de amanhã...: Estrutura vinculativa em crianças em contexto institucional

Pereira, Alexandra Alves
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2007 Português
Relevância na Pesquisa
26.22%
Dissertação de Mestrado em Psicologia Legal

A Figura Complexa de Rey na criança com alergia

Pinto, Neuza Filipa Silva Simões
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2005 Português
Relevância na Pesquisa
26.22%
Dissertação de Mestrado em Psicossomática; Tendo por base os inúmeros estudos realizados sobre a figura complexa de Rey (forma A), esta investigação pretende explorar alguns aspectos relacionados com a problemática subjacente às crianças com diagnóstico médico de alergia, à luz e uma perspectiva psicossomática. A amostra em estudo foi recolhida na consulta de Imunoalergologia da Clínica Pediátrica Universitária do Hospital de Santa Maria, em Lisboa, mediante a análise do processo clínico de cada criança. É composta por 22 crianças, com idades compreendidas entre os seis e os nove anos de idade inclusivé, com diagnóstico médico de alergia confirmado pelos exames complementares de diagnóstico: Testes cutâneos em prick positivos e e/ou exames in vitro _ IgE total sérica e IgE específica. Este estudo trata-se de uma investigação clínica-psicossomática de carácter não experimentai já que não se pretende introduzir modificações ao longo da recolha dos dados e descritivo visando desenvolver ideias ou hipóteses sobre o modo como os factos se encontram relacionados entre si. É exploratório e transversal na medida era que possibilita a recolha de dados sobre a eventual plausibilidade do problema apenas num determinado momento. Na selecção dos instrumentos considerou-se que...

Sabedoria e envelhecimento

Rosa, Ilda Maria Alçada
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2000 Português
Relevância na Pesquisa
26.22%
Dissertação de Mestrado em Psicopatologia e Psicologia Clínica; Inexistente

A comunicação à luz de masculino-feminino em sujeitos adultos com história infantil de maus tratos: Estudo através do Rorschach

Vale, Ana Teresa de Paulos Martins do
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2005 Português
Relevância na Pesquisa
26.22%
Dissrtação de Mestrado em Psicologia Legal; Com este trabalho, procurou-se ampliar a capacidade da metodologia Rorschach de modo a que pudesse aceder a outras dimensões do funcionamento mental que não aquelas que fazem parte da abordagem clássica da prova. Consequentemente, a inscrição do trabalho faz-se no contexto da metodologia projectiva; ainda assim, no seio desta metodologia, foi rejeitada a submissão a um racional psicopatológico, buscando novos sentidos e aplicando ao Rorschach, dentro da Psicanálise, o modelo desenvolvido por W. Bion, procurando desta forma focar o funcionamento psíquico do sujeito à luz dos processos de pensamento e simbolização, mais especificamente, a dimensão da comunicação no contexto da relação ♀♂. Para isto, explorámos o modelo e delineámos procedimentos de análise a partir dele, procedimentos que orientaram a nossa análise do protocolo de Rorschach. Esta abordagem ao Rorschach vem na sequência de outros trabalhos que têm vindo a ser desenvolvidos entre nós, como por exemplo os trabalhos de Emília Marques. O carácter inovador do trabalho que agora se apresenta prende-se com a questão específica que investigámos (a comunicação) e com a aplicação desta metodologia a um objecto de estudo particular - adultos com história infantil de maus tratos. Pensando a situação de maus tratos com o recurso ao modelo bioniano...

Técnicas projectivas : nota de abertura

Moita, Victor Manuel Henriques
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //1983 Português
Relevância na Pesquisa
26.22%
Inexistente

Para um racional bioniano de interpretação dos dados projectivos

Delgado, Luís; ISPA-IU
Fonte: ISPA - Instituto Universitário Publicador: ISPA - Instituto Universitário
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em 23/11/2012 Português
Relevância na Pesquisa
26.22%
Com o presente artigo o autor procura enriquecer a compreensão e pratica da metodologia projectiva, especialmente do Thematic Apperception Test, através de uma aproximação dinâmica utilizando, pela primeira vez, o aparelho conceptual de W. Bion e afastando-se do modelo psicanalítico clássico, isto é, da metodologia freudiana e do modelo estrutural edipiano. São utilizados os seguintes conceitos bionianos: transformações psíquicas, identificação projectiva na relação continente/conteúdo, tolerância/intolerância à frustração. O artigo termina abordando o problema, nas técnicas projectivas, da relação entre percepção e pensamento assim como uma nova compreensão do “processo-TAT”.