Página 1 dos resultados de 1251 itens digitais encontrados em 0.005 segundos

Fendas na cultura: a produção de tecnologias de participação socioculturais em Terapia Ocupacional; Cracks in culture: production of technologies of socio-cultural participation in occupational therapy

Barbosa, Naiada Dubard
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/03/2010 Português
Relevância na Pesquisa
66.8%
Essa pesquisa estuda o desenvolvimento de novas tecnologias de participação sociocultural da população atendida em Terapia Ocupacional. O foco da pesquisa esteve no processo de acompanhar os sujeitos e grupos vinculados ao Programa Permanente Composições Artísticas e Terapia Ocupacional (PACTO), projeto didático-assistencial do Laboratório de Estudos e Pesquisa Arte e Corpo em Terapia Ocupacional ligado ao Departamento de Fonoaudiologia, Fisioterapia e Terapia Ocupacional da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Num território híbrido de encontro entre a Terapia Ocupacional e os campos da Cultura, da Arte e da Cidadania, as questões de pesquisa foram, principalmente: como auxiliar e agenciar o trânsito e a circulação das pessoas e de suas produções realizadas em terapia ocupacional, com os espaços de produção artística e com os espaços de cultura, no contexto sociocultural da cidade de São Paulo na atualidade? Que tecnologias socioculturais favorecem essa participação? Amparados pela perspectiva do pensamento complexo e pelo viés cultural, buscou-se trabalhar num eixo transversal de análise, que parte das experiências artísticoculturais contemporâneas, vinculadas às produções éticas...

Vamos brincar? Do ingresso da criança com deficiência física na terapia ocupacional à facilitação da participação social; Lets play? From the ingress of physically disabled children in the occupational therapy to facilitation of social participation

Takatori, Marisa
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 25/03/2010 Português
Relevância na Pesquisa
66.84%
Esse trabalho considera o brincar como uma área para os acontecimentos e experiências criativas da pessoa onde seu gesto genuíno pode se evidenciar. Utilizou a compreensão do brincar de D. W. Winnicott (1896-1971), como uma área intermediária de experiência e de relaxamento para o indivíduo engajado na tarefa humana de manter as realidades interna e externa separadas e inter-relacionadas. O brincar, compreendido como uma atividade cotidiana espontânea, compartilhada, criativa e que tem um fim em si mesma, é campo para os procedimentos do terapeuta ocupacional e, para aquelas crianças que não brincam ou têm dificuldades nessa atividade, um dos objetivos do processo terapêutico. Considerou não ser possível separar as atividades brincar do desenvolvimento e investimentos de ordem física, cognitiva, social e psíquica, se o terapeuta quiser proporcionar uma experiência à criança em que ela possa se desenvolver em sua totalidade e a partir de um percurso singular. Os objetivo foram apresentar e refletir sobre uma forma de compreender o brincar no processo de terapia ocupacional com crianças que têm deficiência física, na qual o brincar é, muitas vezes, um dos objetivos desse processo e, sempre, área na qual acontecimentos saudáveis...

Entre atos e ações : imprimindo subjetividade à escrita sobre a clínica da terapia ocupacional com a criança chamada autista; Between acts and actions : printting subjectivity to the write about the occupational therapy clinic with the autistic child

Magalhães, Ana Cláudia Reis de
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
66.8%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Psicologia, 2012.; O que a clínica da Terapia Ocupacional tem a dizer (ou a escrever) sobre a criança autista? Este trabalho objetivou repensar a prática da Terapia Ocupacional com esta criança à luz de considerações teóricas e conceitos da psicanálise. Duas questões direcionaram o percurso da reflexão e da escrita: em que momento fazer valer a voz da especialidade Terapia Ocupacional na clínica interdisciplinar, institucional e pública à criança autista? A Terapia Ocupacional, atravessada por conceitos e noções da psicanálise como sujeito, pulsão, transferência e estatuto do Outro propõe intervenções possíveis a criança autista sem que seja entendida como uma aplicação da psicanálise? Acredita-se que a escolha do referencial teórico da psicanálise para sustentar a prática e a escrita deste trabalho resultou em novo lugar que sustenta a suposição de sujeito à clínica da Terapia Ocupacional com a criança autista. Este caminho de reflexão foi conduzido por revisões bibliográficas de teorias da prática de Terapia Ocupacional e por leituras de autores da psicanálise como Freud, Lacan, Dolto, Winnicott e colaboradores contemporâneos que abordam especificamente a clínica com crianças autistas. O objetivo não foi aprofundar nas teorias e conceitos propostos por estes autores...

"Cabeça vazia, oficina do diabo": concepções populares do termo ocupação e a terapia ocupacional

Constantinidis,Teresinha Cid
Fonte: Associação Brasileira de Psicologia Social Publicador: Associação Brasileira de Psicologia Social
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2012 Português
Relevância na Pesquisa
66.76%
A proposta deste estudo é discutir os significados do termo ocupação e as implicações na terapia ocupacional, na perspectiva de futuros profissionais da área, utilizando-se como referência fundamentos da Teoria de Representações Sociais. Para atingir tais objetivos, foi realizada pesquisa qualitativa, utilizando como instrumento o grupo focal, com o provérbio "cabeça vazia, oficina do diabo" como provocador da discussão. Participaram da pesquisa 26 alunos de graduação de Terapia Ocupacional.Os dados, analisados através de análise do discurso, apontaram regularidades discursivas que delinearam três categorias: (1) ócio, tempo livre, (2) valores associados à ocupação e (3) ocupação e a terapia ocupacional. Para os estudantes, esse termo foi valorado positivamente quando associado ao provérbio, porém, rejeitado quando associado à terapia ocupacional. A rejeição da associação do termo à profissão afasta a terapia ocupacional do domínio público, do senso comum e busca sua demarcação no discurso científico.

Percepções de profissionais de enfermagem sobre intervenções de Terapia Ocupacional em Saúde Mental em hospital universitário

Tedesco,Solange; Cítero,Vanessa de Albuquerque; Nogueira-Martins,Maria Cezira Fantini; Nogueira-Martins,Luiz Antonio
Fonte: Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo Publicador: Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2011 Português
Relevância na Pesquisa
66.79%
OBJETIVO: Conhecer as percepções de profissionais de enfermagem sobre intervenções grupais de Terapia Ocupacional em Saúde Mental realizadas com pacientes internados em um hospital universitário. MÉTODOS: Estudo de abordagem qualitativa do tipo descrito. As anotações das coordenadoras dos grupos de Terapia Ocupacional foram analisadas em relação às entrevistas abertas junto a n enfermeiras e n técnicos de enfermagem que participaram das intervenções grupais de Terapia Ocupacional pelo período de dois anos. As respostas foram submetidas à análise do Discurso do Sujeito Coletivo (DSC). RESULTADOS: Foram identificadas quatro ideias centrais do DSC: a Terapia Ocupacional como favorecedora do cuidado integrado, valorizando o sujeito e sua experiência; a terapia ocupacional como processo de ajuda e cuidado para a própria equipe; o grupo de Terapia Ocupacional como espaço de ressonância e facilitação no manejo com o paciente em razão da percepção de aspectos relacionais. CONCLUSÃO: As estratégias foram percebidas, quer como promotoras da reorganização da situação vivida pelo paciente na internação, quer como oportunidades de ensino e apoio para a equipe de enfermagem.

A terapia ocupacional na sociedade capitalista e sua inserção profissional nas políticas sociais no Brasil; The occupational therapy in the capitalistic society and its professional insertion in the social policies in Brazil

Bezerra, Waldez Cavalcante
Fonte: Universidade Federal de Alagoas; BR; Serviço Social; Programa de Pós-Graduação em Serviço Social; UFAL Publicador: Universidade Federal de Alagoas; BR; Serviço Social; Programa de Pós-Graduação em Serviço Social; UFAL
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
66.82%
This paper has as object of study the Occupational Therapy profession in its relations with the work category and the social public politics. The research aimed, in general, to analyze the insertion of the occupational therapist in the social division of work, as a salaried professional, and its relation to the capitalist State. To do so, it was necessary to analyze the foundations of the division of work and the process of wage in the professions within the capitalist society; understanding the foundations of the State and its role in managing social conflicts, through the addition of professionals for executing social politics; as well as reflecting over the process of building and developing of Occupational Therapy as a profession in the context of changing in work and social politics. For the developing of the investigation, bibliographic and documental research were made, having as basis the Marxian and Marxist referential in order to reflect about the object in an ontological perspective. In the literature of Occupational Therapy, it was possible to identify different ways of analyzing and conceiving the historical foundations of the profession, being possible to categorize this production in: endogenist and historical-critical. Aiming to strengthen the historical-critical field...

La terapia ocupacional y el aprendizaje creativo: una contribución hacia un nuevo modelo educativo

Marcos Cancelo, Pablo
Fonte: Universidade da Corunha Publicador: Universidade da Corunha
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Português
Relevância na Pesquisa
66.84%
Traballo fin de grao (UDC.FCS). Terapia ocupacional. Curso 2013/2014.; [Resumen] Introducción: La educación pública es un elemento fundamental para el desarrollo de las personas. Sin embargo, son muchos los colectivos que demandan un cambio en los sistemas educativos vigentes. Cambios no basados en los intereses políticos y económicos, sino que promuevan un desarrollo integral de la persona. La Terapia Ocupacional puede colaborar en un desarrollo más participativo, creativo y holístico de los alumnos y, en última instancia, en un cambio de modelo educativo con la introducción de la ocupación en las escuelas e institutos. Hipótesis: Un cambio en los modelos educativos actuales fomentará el desarrollo holístico y creativo de las personas. La Terapia Ocupacional puede colaborar con dicho desarrollo mediante la actividad significativa. Objetivos: Promover una integración progresiva del terapeuta en la educación pública española y, de esta forma, contribuir al desarrollo holístico y ocupacional de los estudiantes. Metodología: Partiendo del supuesto de que los profesionales no podrán colaborar sin una integración previa de la Terapia Ocupacional en el ámbito educativo, el presente estudio desarrollará una propuesta en una escuela pública para promover la introducción progresiva de la disciplina. Se trata de un proyecto con metodología mixta donde se promoverá un juego más creativo y social de los alumnos tras la introducción...

Terapia ocupacional centrada en la familia: intervención en el domicilio de jóvenes con parálisis cerebral y patologías afines

Vidal Martínez, Ángela
Fonte: Universidade da Corunha Publicador: Universidade da Corunha
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Português
Relevância na Pesquisa
66.78%
Traballo fin de grao (UDC.FCS). Terapia ocupacional. Curso 2013/2014.; [Resumen] Objetivos: conocer la visión de la familia de jóvenes con parálisis cerebral y patologías afines, en relación con su desempeño ocupacional en el domicilio, y de acuerdo a ello, establecer sesiones de Terapia Ocupacional, basadas en la colaboración conjunta entre la familia, el joven y la investigadora. Metodología: Investigación cualitativa enmarcada en la investigación acción participativa. La investigación se ha desarrollado en los domicilios de los participantes, complementando los servicios de Terapia Ocupacional ofertados en el centro de Educación Especial al que acuden. Se han utilizado entrevistas semiestructuradas y no estructuradas individuales, observación no participante, observación participante y un cuaderno de campo para la recogida de información. Se realiza una intervención durante el desarrollo del estudio. Resultados: Tras el análisis y la reflexión de la información obtenida, emergen diferentes categorías de significado: “interacción familiar”, “feedback domicilio-centro de Educación Especial”, “cansancio/desmotivación de los padres”, “motivación en los jóvenes”, “sobreprotección familiar”...

Significados del concepto de ocupación en las prácticas de tratamiento para adolescentes infractores de la Ley N° 20.084 y el consumo problemático de sustancias ilícitas desde la perspectiva de la Terapia Ocupacional en programas SENDA pertenecientes a la red de salud del Servicio Metropolitano Sur.

Cáceres Riquelme, Claudia Carolina
Fonte: Universidad Andrés Bello Publicador: Universidad Andrés Bello
Tipo: Tesis
Português
Relevância na Pesquisa
76.62%
Tesis (Terapeuta Ocupacional); Esta investigación emplea información de los Estudios Nacionales de Drogas. La autora agradece al Servicio Nacional para la Prevención y Rehabilitación del Consumo de Drogas y Alcohol (SENDA), que depende administrativamente del Ministerio del Interior y Seguridad Pública de Chile, por haberle permitido disponer de la base de datos. Todos los resultados obtenidos en la investigación son de responsabilidad de la autora y en nada comprometen a dicha institución. La presente investigación tuvo como objetivo analizar desde el Enfoque Psicosocial, el significado del concepto de Ocupación (teórico-práctico) en las prácticas de tratamiento para adolescentes infractores de la Ley Nº 20.084 y el consumo problemático de sustancias ilícitas desde la perspectiva de la Terapia Ocupacional, específicamente, de él/la Terapeuta Ocupacional (en adelante T.O. para ambos, de acuerdo al contexto en la tesis) en los programas de SENDA pertenecientes al servicio de salud metropolitano sur. Para ello, el marco teórico incluye los siguientes temas: el tema A, es el Enfoque Psicosocial, como una perspectiva que amplia su mirada hacia una problemática social, como lo son: el consumo de sustancias ilícitas y el delito; en el tema B se aborda...

Terapia ocupacional como instrumento nas ações de saude mental

Maria Jose Benetton
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em //1994 Português
Relevância na Pesquisa
66.97%
A Terapia Ocupacional tem no empirismo, muitas vezes, um elemento dificultador de sua transmissão. Ela toma o que de experimentado e pronto existe no empirismo da clínica buscando a generalização de maneira a poder demonstrar tais experimentos como pressupostos para a criação e o estabelecimento de técnicas. Como se trata da aplicabilidade das intervenções da Terapia Ocupacional na área de Saúde Mental, os procedimentos clínicos analisados foram escolhidos dentro desse universo. Com tal objetivo, a autora define em primeiro lugar a profissão Terapia Ocupacional. Terapia Ocupacional é a arte de aplicar conhecimentos científicos empíricos e certas habilidades específicas decorrentes do uso de atividades, a criação de estruturas, dispositivos e processos que se utilizam para converter recursos físicos, psicológicos e sociais em formas adequadas à preservação, manutenção e tratamento em áreas como Saúde, Educação, Social e outras correlatas. Assim definida, a profissão Terapia Ocupacional adquire o caráter de método constituído por procedimentos técnicos também denominados de terapia ocupacional. A autora define no geral a população-alvo da Terapia Ocupacional como indivíduos que por fatores de ordem física e/ou psicológica e/ou social apresentam...

O Simbolo em Cassirer, Freud e Ricolur como fundamentos para a terapia ocupacional

Fabio Bruno de Carvalho
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 21/10/1996 Português
Relevância na Pesquisa
66.84%
Esse trabalho mostra uma discussão cujo objetivo é compreender o caráter científico da terapia ocupacional, a partir do conceito de símbolo. Para isso, são tomados como referência básica o símbolo em Cassirer, Freud e Ricoeur. É uma investigação epistemológica que parte de uma série de dúvidas sobre o exercício da terapia ocupacional: o que faz o terapeuta ocupacional? O que fala e do que fala o terapeuta ocupacional? As respostas para essas questões são encontradas nas teorías sobre o símbolo em Cassirer, Freud e Ricoeur, juntamente com o esforço para definir o tipo de ciência que é a terapia ocupacional. Em Cassirer o símbolo encontrado é racional, abstrato, uma representação, dirigindo a terapia ocupacional para as ciências formais. Em Freud o símbolo é empírico, psicológiCD, uma expressão. Encaminha a terapia ocupacional para as ciências empíricas. Por sua vez, o símbolo de Ricoeur é múltiplo e equívoco, fala da existência e oferece para a terapia ocupacional um caminho em direção às ciências humanas. O que resulta dísso é uma tripla fundamentação, aparentemente irreconciliáveis, e que, exatamente por ser múltipla, permite à terapia ocupacional dirigir-se a investigação da humanidade do homem...

Medio Siglo de Historias de la Terapia Ocupacional en Chile

Universidad de Chile. Escuela de Terapia Ocupacional
Fonte: Universidad de Chile, Escuela de Terapia Ocupacional Publicador: Universidad de Chile, Escuela de Terapia Ocupacional
Tipo: Libro
Português
Relevância na Pesquisa
86.66%
Este libro es el fruto de un experimento realizado con motivo del cincuentenario de la Escuela de Terapia Ocupacional de la Universidad de Chile. En mayo de 2013 una convocatoria masiva invitó a la ciudadanía a escribir relatos y poemas vinculados con la disciplina. En esta antología el lector se encontrará con ideas que luego se transformaron en páginas escritas desde lugares tan distantes como Argentina, Australia, Chile, España, República Checa y Uruguay. "Medio Siglo de Historias" recoge la selección realizada por el jurado del certamen en la que se presentan textos emotivos, creativos, apasionados, cómicos, testimoniales y sorprendentes; todos vinculados, de una u otra forma, con el quehacer de la Terapia Ocupacional.

Ensayo clínico aleatorizado, controlado y abierto para determinar la eficacia y seguridad de un programa de terapia ocupacional domiciliaria en personas con accidente cerebrovascular que presentan dependencia

Sánchez Martínez, Ana María
Fonte: Universidade da Corunha Publicador: Universidade da Corunha
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
66.79%
Traballo fin de mestrado (UDC.FEP). Investigación, ordenación e avaliación de servizos sociosanitarios. Curso 2013/2014; [Resumen] El objetivo de este proyecto es analizar la eficacia y seguridad de una intervención domiciliaria de terapia ocupacional en personas con accidente cerebrovascular que presentan dependencia. Se realizará un ensayo clínico aleatorizado, controlado y abierto. Los participantes se obtendrán a través de los servicios de admisión de los Complejos Hospitalarios Universitarios de A Coruña y Ferrol. La selección se hará mediante un muestreo aleatorio simple estratificado para asignar a los pacientes al grupo de intervención o control. Se necesitarán un total de 81 personas en cada grupo. Los usuarios que participen en el grupo de intervención recibirán una sesión semanal de 50 minutos de terapia ocupacional en su domicilio durante seis meses, en las cuales se llevarán a cabo actividades de asesoramiento y entrenamiento en productos de apoyo, adaptación del hogar, entrenamiento en actividades básicas e instrumentales de la vida diaria y asesoramiento a familiares y cuidadores. Las personas que participen en el grupo control seguirán acudiendo al servicio de terapia ocupacional ofrecido por el SERGAS (Servicio Gallego de Salud). La eficacia de la intervención se medirá a través de tres cuestionarios estandarizados que se pasarán a todos los participantes del estudio al iniciar y finalizar el programa: Índice de Barthel...

Terapia ocupacional: Una disciplina para la autonomía. Prácticas y discursos de gubernamentalidad y subjetivación en torno a una ciencia emergente

Gutiérrez Monclús, Pamela Loreto
Fonte: [Barcelona] : Universitat Autònoma de Barcelona, Publicador: [Barcelona] : Universitat Autònoma de Barcelona,
Tipo: Tesis i dissertacions electròniques; info:eu-repo/semantics/doctoralThesis; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: application/pdf
Publicado em //2015 Português
Relevância na Pesquisa
66.76%
La presente investigación articula debates en torno a la intervención de la Terapia Ocupacional desarrollados desde visiones como las epistemologías feministas (Haraway, 1997/2004), los estudios sociales de la ciencia (Latour, 1992) y los estudios de discapacidad (Barton, 1998; Oliver & Barnes, 1998). La intención es hacer dialogar a los diferentes agentes (principalmente terapeutas ocupacionales y personas con diversidad funcional) acerca de las formas de gobierno (racionalidades políticas y tecnologías de gobierno) y subjetivación presentes en estas prácticas terapéuticas. El objetivo de este diálogo será problematizar y no sólo deconstruir las categorías o prácticas sociales de las que formamos parte, sino que potenciar un espacio de conocimiento colectivo que nos permita resignificar las relaciones, en un compromiso de cambiar y difractar (Haraway, 1991/1995) las estructuras de gobierno y subjetivación en base a las nociones de articulación, dignidad, interdependencia, y la dimensión político - social de la Terapia Ocupacional. Los objetivos apuntan a una reflexión conjunta en torno a la Terapia Ocupacional, con las terapeutas ocupacionales y personas con diversidad funcional3 usuarias de servicios, que permita difractar y reflexionar acerca de las formas de subjetivación y Gubernamentalidad presentes en esta disciplina en construcción a ser ciencia...

Estudio del razonamiento clínico en estudiantes de terapia ocupacional

Talavera Valverde, Miguel Ángel
Fonte: Universidade da Corunha Publicador: Universidade da Corunha
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
66.93%
[Resumen] Los razonamientos son la base de la estructura profesional en cualquier disciplina. Objetivo: determinar las destrezas cognitivas implicadas en el razonamiento diagnóstico de los estudiantes durante su formación para elaborar un diagnóstico ocupacional. Metodología: enmarcamos la investigación en una metodología mixta; las herramientas de recogida de datos utilizadas fueron: resolución del caso ad hoc, entrevista en profundidad y cuaderno de campo. Participaron voluntariamente 90 estudiantes del grado de terapia ocupacional de la Universidade de A Coruña. Resultados: un 65,5% identificó problemas del desempeño, un 44,44% categorizó alguna variable responsable del problema. El 5,55% realizó análisis y síntesis de la información obtenida y profundizó en interpretar datos para elaborar un diagnóstico ocupacional. Por otro lado, no utilizaron la teoría de terapia ocupacional para documentar problemas del desempeño. Además, existió confusión en los participantes durante la evaluación y caos en el uso del razonamiento diagnóstico. Tanto el razonamiento procesal como un exiguo razonamiento condicional aparecieron en las respuestas de los participantes. Conclusión: las destrezas de razonamiento diagnóstico evolucionaron durante la formación...

XI Encontro Nacional de Docentes de Terapia Ocupacional: refletindo sobre os processos de formação acadêmica e profissional; XI National Meeting of Occupational Therapy Lectures: reflecting on the processes of academic development and professional education

Lopes, Roseli Esquerdo; Oliver, Fátima Corrêa; Malfitano, Ana Paula Serrata; Galheigo, Sandra Maria; Almeida, Marta Carvalho de
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2008 Português
Relevância na Pesquisa
66.79%
Apresenta-se a descrição e os resultados do XI Encontro Nacional de Docentes de Terapia Ocupacional, que promoveu a discussão coletiva acerca da formação profissional. Foi realizado em setembro/2008, na Universidade de São Paulo, com a temática da ampliação dos processos de formação acadêmica e profissional para a cidadania e inclusão social. Houve a reflexão e os encaminhamentos sobre a articulação e a integração do ensino de graduação com as políticas públicas de saúde, de assistência social e de educação; a atualização e a apresentação de parâmetros sobre os principais debates referentes às tecnologias sociais na profissão; a definição de algumas estratégias coletivas para se lidar com os principais problemas do campo do ensino de pós-graduação e da pesquisa na área, entre outros temas. Permanece o desafio e a necessidade de uma articulação coletiva para o encaminhamento das proposições debatidas e a continuidade dos trabalhos, a fim de que, efetivamente, dirija-se ao fortalecimento e à consolidação da terapia ocupacional no cenário de formação de recursos humanos, nos níveis de graduação e pós-graduação, bem como se possa contribuir para a 'implementação' de práticas sociais que busquem a melhora das condições de vida dos grupos populacionais para os quais a terapia ocupacional dedica sua intervenção.; This work presents the description and results of the XI National Meeting of Occupational Therapy Lectures that promoted the collective debate on professional education. The meeting took place in September 2008...

Terapia ocupacional social; Social occupational therapy

Barros, Denise Dias; Ghirardi, Maria Isabel Garcez; Lopes, Roseli Esquerdo
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2002 Português
Relevância na Pesquisa
66.83%
Trata-se de compreender a formação da terapia ocupacional social como campo de reflexão e de intervenção, definido sociologicamente a partir da atenção a grupos sociais em processos de ruptura das redes sociais de suporte. Cabe, por um lado, buscar nexos capazes de dar conta de uma terapia ocupacional que vem se constituindo fora do eixo estruturador saúde-doença. Por outro, problematizar a relação entre a terapia ocupacional, a sociedade e a cultura na qual sua ação se inscreve. É preciso delinear princípios metodológicos que permitam pensar a prática, transcendendo o momento empírico sem aprisionar a reflexão em teorias redutoras ou em modelos predefinidos, que impossibilitam a compreensão do movimento do real, da história e da vida em seu contexto. Para isto, retoma-se a história recente da terapia ocupacional, a fim de compreender a emergência da questão social na reflexão e na prática da terapia ocupacional em São Paulo, o social como contexto de intervenção do terapeuta ocupacional, os processos de desinstitucionalização, a importância das ações territoriais em terapia ocupacional e, finalmente, os conceitos que permitem definir a atenção a grupos sociais em processos de ruptura das redes sociais de suporte na prática da terapia ocupacional.; The aim of this paper is to discuss the unfolding of a new research area - seen both as a field for theoretical reflection and as a praxis of intervention: the so called 'social occupational therapy'...

A experimentação teórico-prática do aluno de Terapia Ocupacional no campo social: uma vivência com a população em situação de rua; The theoretical-practical experimentation of an Occupational Therapy student in social field: an experience with homeless people

Lopes, Roseli Esquerdo; Palma, Ariane Machado; Reis, Tiy de Albuquerque Maranhão
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/08/2005 Português
Relevância na Pesquisa
66.77%
A questão da articulação entre teoria e prática permanece como desafio central para uma melhor graduação profissional, apesar dos quase cinqüenta anos de formação de terapeutas ocupacionais no Brasil. Nos seus diversos campos ou áreas de atuação, a formação acadêmica do terapeuta ocupacional vem se transformando, seja pelos avanços tecnológicos e de conhecimento, seja pelas políticas públicas que se estabelecem ou, ainda, pelo enorme escopo de ações de organizações não-governamentais que continuam fazendo parte da trajetória dos grupos populacionais para os quais a terapia ocupacional brasileira se volta. Por outro lado, as necessidades presentes na desigual e complexa realidade social têm demandado um profissional preparado para atuar/intervir em diferentes setores da sociedade, em situações que extrapolam os espaços desenhados pelos eixos "saúde e doença". Os estudos e debates acerca da composição das matrizes curriculares da graduação e das suas reformulações têm aberto possibilidades para a inclusão de novas áreas e/ou temáticas, através de disciplinas cujos conteúdos buscam dotar o terapeuta ocupacional de capacidades e habilidades que lhe permitam compreender, refletir, propor e implementar ações no campo social. Nessa perspectiva...

Escalas de avaliação para Terapia Ocupacional no Brasil; Evaluation scales for Occupational Therapy in Brazil

Chaves, Giseli de Fátima dos Santos; Oliveira, Alexandra Martini de; Forlenza, Orestes Vicente; Nunes, Paula Villela
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2010 Português
Relevância na Pesquisa
66.8%
A produção científica relativa às intervenções e avaliações em Terapia Ocupacional têm avançado. Instrumentos de avaliação são cada vez mais utilizados para avaliar resultados de intervenções nos Estados Unidos, Canadá, Austrália e em países da Europa. No Brasil, entretanto, instrumentos traduzidos e validados ainda são pouco utilizados e difundidos entre terapeutas ocupacionais. Diante disso, o objetivo desta revisão de literatura é conhecer os instrumentos e escalas de avaliação em Terapia Ocupacional que estão validados para língua portuguesa e disponíveis para o uso no Brasil. Para a pesquisa foi utilizada a base de dados da Biblioteca Virtual em Saúde (BVS) a partir de 1969 e trabalhos disponíveis na biblioteca do Serviço de Terapia Ocupacional do Instituto de Psiquiatria da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Apenas sete instrumentos de avaliação foram encontrados, um indicativo de que no Brasil há poucos instrumentos validados para o uso em Terapia Ocupacional. O uso de instrumentos de avaliação possibilita o estabelecimento de objetivos terapêuticos e a mensuração dos resultados obtidos em terapia, sendo muito importantes para o reconhecimento clínico e científico da Terapia Ocupacional...

Análisis del concepto 'justicia' en terapia ocupacional

Parra-Esquivel,Eliana Isabel
Fonte: Revista de la Facultad de Medicina Publicador: Revista de la Facultad de Medicina
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/2015 Português
Relevância na Pesquisa
66.79%
Antecedentes. El campo de estudio de la terapia ocupacional ha venido ampliándose debido a la necesidad de dar respuesta a las demandas sociales, específicamente las necesidades ocupacionales de las personas, comunidades y sociedades, teniendo en cuenta sus fortalezas y especialmente los aspectos que desean mejorar. En este sentido, es preciso profundizar sobre el tema de justicia en la profesión. Objetivo. Analizar el concepto "justicia" en Terapia Ocupacional en el periodo comprendido entre los años 2000 y 2014 a través de los distintos textos encontrados. Materiales y métodos. El estudio es una investigación documental en la cual se realizó una revisión de literatura y análisis de la misma, teniendo en cuenta los conceptos encontrados en los textos y su aporte teórico y práctico para la terapia ocupacional. Resultados. El concepto de justicia se ha incorporado al campo de estudio de la terapia ocupacional, encontrando las categorías justicia social y justicia ocupacional. Conclusión. Se recomienda continuar construyendo conceptualmente la justicia ocupacional a partir de la reflexión en la profesión y la experiencia dada por la aplicación de estos conceptos en terapia ocupacional.