Página 1 dos resultados de 143 itens digitais encontrados em 0.002 segundos

A sinonímia na terminologia do Direito do Trabalho e do Processo Trabalhista: uma análise no texto sentença judicial; The synonymy in terminology of Labor Law and Labor Suit Domains: an analysis innthe text of judicial decisions

Gaudêncio, Thiago Carvalho
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 02/03/2012 Português
Relevância na Pesquisa
46.65%
Esta pesquisa reconhece a existência de sinonímia e quase-sinonímia na terminologia jurídica, mais especificamente nos ramos do Direito do Trabalho e do Processo Trabalhista, analisa morfológica e semântica-discursivamente as variações denominativas utilizadas pelos magistrados, bem como evidencia que essas variações, no discurso jurídico, tendem a dificultar a comunicação entre os especialistas da área e o usuário comum.O tema se justifica, na medida em que alguns autores, no domínio da Semântica e da Lexicologia, julgam desejável, nos discursos especializados, a eliminação de várias denominações para uma mesma noção, porém outros estudiosos discordam dessa postura e apontam que a sinonímia é presença incontestável em linguagens de especialidade. Discutem-se, assim, dentre outras, as teorias de Barbosa, Alves, Araújo, Faulstich, Ullmann, Bloomfield, Lopes, Geckeler, Lyons, Wuster, Boulanger, Auger, Cabré, Dubuc, Duque-Picard acerca do fenômeno linguístico em análise, como também conceitos e critérios de base para seu reconhecimento. Discutem-se, ainda, tipologias da sinonímia que podem ser aplicados à Terminologia, ainda que formulados no âmbito da Linguística, pois concebe-se que esta ciência não é desvinculada daquela. Demonstram-se termos da área do Direito que estão ou não em relação sinonímica...

Uma proposta de tradução da terminologia jurídica do Ancien Régime presente na peça Les Plaideurs de Jean Racine; A translation proposal of the legal Ancien Régime's terminology in Jean Racine's play Les Plaideurs

Bortolato, Carolina Poppi
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 16/09/2013 Português
Relevância na Pesquisa
46.57%
Os estudos voltados à tradução têm se expandido sobremaneira nos últimos anos, bem como o interesse dos estudiosos pela convergência de diferentes áreas com as quais a tradução dialoga em suas múltiplas interfaces entre elas a Tradução Especializada, a Tradução Literária, a Terminologia, a Terminologia Diacrônica e a Linguística de Corpus. Diante dessa profusão de pontos de vista, o presente estudo foi conduzido de modo a estabelecer um diálogo muito próximo entre a tradição dos estudos tradutórios de Terminologia em textos especializados e os recentes estudos tradutórios de Terminologia em textos não-técnicos (ZAVAGLIA et al., 2010). Defendemos, nesta pesquisa, com base no aporte teórico proposto pela TCT de Cabré (1999) e pela Etno-terminologia de Barbosa (2006), que a livre circulação de termos das áreas de especialidade em textos não-especializados, a exemplo da literatura, não é recente, o que, segundo nosso entendimento, demanda uma documentação terminológica por parte do tradutor leigo prévia ao ato tradutório. Utilizando como corpus de estudo a peça de teatro francesa Les Plaideurs de Jean Racine de 1668, ainda sem tradução para o português do Brasil, conduzimos este trabalho seguindo um roteiro que se inicia com a coleta de candidatos a termos jurídicos relacionados ao Ancien Régime presentes na peça auxiliados pelas técnicas da Linguística de Corpus (BERBER SARDINHA...

Categorização conceitual da informação jurídica; Conceptual categorization of legal information

Palácio, Fabiana Gulin Longhi
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/09/2013 Português
Relevância na Pesquisa
36.46%
A informação e o acesso a ela agregam valor ao processo de desenvolvimento científico e tecnológico gerando conhecimentos que produzem mais informações e, consequentemente, mais conhecimento, estabelecendo-se um ciclo que proporciona uma interação entre os saberes. Organizar a informação e estabelecer procedimentos para a categorização conceitual, na elaboração de linguagens documentárias utilizadas para a sua representação, possibilitam ao usuário o acesso a respostas para solucionar questões pertinentes à sua pesquisa. Delimitamos a área do Direito como domínio a ser trabalhado com o objetivo de identificar princípios para a categorização conceitual da informação jurídica que contribuam para elaborar instrumentos de representação e controle terminológico, ou seja, elaborar linguagens documentárias mais eficientes para a indexação da sua produção documental e que preservem o contexto em que o termo jurídico é empregado. O referencial teórico utilizado para a definição do termo "categorização", o qual inclui autores como Aristóteles, Kant, Wittgenstein e Rosch, aliado à Teoria do Conceito de Dahlberg e à Teoria Comunicativa da Terminologia de Cabré, assim como a análise de linguagens documentárias utilizadas para a indexação no âmbito do Direito...

Leitura documentária das fontes de informação jurídica; -

Silva, Andréia Gonçalves
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 16/12/2008 Português
Relevância na Pesquisa
46.71%
As fontes de informação jurídica são representadas pela doutrina, legislação e jurisprudência. Na literatura da Biblioteconomia e Ciência da Informação não há trabalhos que sistematizem o ato da leitura documentária dessas fontes. Partindo deste pressuposto a presente pesquisa projetou os seguintes objetivos: fornecer subsídios que auxiliem os bibliotecários no acesso e compreensão dos conceitos que permeiam a ciência jurídica; detalhar as características das fontes de informação jurídica, e desenvolver modelo estratégico de leitura técnica da fonte de informação jurisprudencial. Inicialmente, exploraram-se aspectos cognitivos que influenciam o ato de ler. Posteriormente, demonstrou-se a importância da Terminologia e da Lingüística Documentária ao oferecem instrumentos que auxiliam o bibliotecário no conhecimento da terminologia e compreensão das definições da área do Direito, a primeira produzindo a compilação dos termos; a segunda, estruturando e sistematizando os campos conceituais nas áreas de especialidade. Finalizando essa etapa exibiram-se conceitos da indexação e das linguagens documentárias. Prosseguindo com a pesquisa apresentaram-se definições da Ciência do Direito, destacando a estrutura textual dos acórdãos...

Para o reconhecimento da especificidade do termo jurídico

Maciel, Anna Maria Becker
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.78%
Este trabalho defende de que a idéia que critérios lingüísticos e pragmáticos contribuem para o reconhecimento da especificidade do termo jurídico. Desse modo, parte do princípio que a identificação de uma terminologia está vinculada ao reconhecimento da natureza e dos propósitos daqueles que a utilizam em uma dada área de conhecimento, o que, na área jurídica, se torna evidente na expressão da normatividade da lei. A pesquisa utiliza como referencial teórico as concepções de base da Teoria Comunicativa da Terminologia, da Teoria dos Atos de Fala, aportes da Teoria Semiótica do Texto no âmbito jurídico, bem como fundamentos gerais da ciência jurídica. O corpus de estudo, a partir do qual se demonstra a validade da idéia defendida, é formado por textos legislativos. A Constituição Brasileira de 1988 foi escolhida como campo preferencial de pesquisa e é examinado como objeto da comunicação que se estabelece entre o destinador e o destinatário no âmbito do universo sócio-cultural da área jurídica. Descrevem-se os mecanismos que tecem a rede modal que estrutura esse tipo de texto, considerando-se que a enunciação da norma constitucional configura um ato de fala jurídico. Esse ato de fala é analisado na manifestação de normas de três categorias: programáticas...

Estratégias tradutórias em Tratados Internacionais franco-brasileiros: terminologia jurídica em foco

Loguercio, Sandra Dias
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
56.81%
Este trabalho visa, num estudo exploratório dos Tratados Internacionais assinados entre Brasil e França, analisar o tratamento dado à terminologia e a forma como esta se constitui em um contexto que envolve regulamentação jurídica e bilingüismo. Partimos do princípio que a terminologia dos tratados está estreitamente relacionada às estratégias de tradução adotadas pelas respectivas comunidades envolvidas, fazendo dela nossa porta de entrada para a reflexão da tradução de textos especializados. Realizamos assim, com base em pressupostos de Terminologia que consideram a dimensão textual e comunicativa da linguagem especializada e em pressupostos de Tradução que vêem o texto traduzido como produto de uma determinada situação comunicativa, sócio-culturalmente determinada, uma análise contrastiva dos tratados. A partir dessa análise, em que verificamos a interferência do processo tradutório na constituição da terminologia das leis, evidenciam-se também nas duas culturas certas preferências quanto às estratégias tradutórias e, conseqüentemente, o caráter singular da produção tradutória.

O reconhecimento da terminologia do direito previdenciário no texto sentença jurídica previdenciária

Müller, Alexandra Feldekircher
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.71%
Este trabalho tem por objetivo identificar a terminologia do Direito Previdenciário (DP) das Sentenças Jurídicas Previdenciárias (SJP) do Juizado Especial Federal (JEF), bem como estabelecer critérios para o reconhecimento dos termos exclusivos do Direito Previdenciário, visando a produção de um futuro glossário da área. Delimitamos nossa investigação a unidades lexicais de valor especializado, em 113 Sentenças Jurídicas Previdenciárias (SJP), que constituem nosso córpus de estudo. A investigação parte dos pressupostos da existência de um problema comunicativo e de um problema terminológico para, a partir dessas constatações, centrarmos os esforços no reconhecimento da terminologia do DP e em como apresentá-la a um usuário não especialista. Tomamos como aporte teórico os princípios da Teoria Comunicativa da Terminologia (TCT) (CABRÉ, 1993, 1999, 2005). Valemo-nos também dos apontamentos teóricos sobre texto especializado de Ciapuscio e Hoffmann, uma vez que o texto especializado conforma-se como o habitat dos termos. Para chegar aos nossos objetivos, partimos do estudo da área de especialidade do Direito Previdenciário, seus domínios e competências, aprofundando o estudo da estrutura e linguagem da SJP...

Terminologia da Carta Rogatória em português, inglês e alemão

Lima, Mariana Isabel Nunes Duarte
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
36.46%
A tradução jurídica constitui uma das maiores partes do mercado de trabalho de tradutores profissionais por todo o mundo. A globalização da informação e dos serviços jurídicos, a abertura dos mercados nacionais e o aparecimento de organizações internacionais têm vindo a destacar ainda mais a importância da tradução jurídica na atualidade e a crescente responsabilidade dos tradutores jurídicos. O objetivo deste projeto é a construção de uma base de dados terminológica que contém os termos e as fraseologias que são recorrentemente mais utilizados na redação de uma Carta Rogatória. Sendo a Carta Rogatória um dos géneros textuais mais requisitados aos tradutores, maioritariamente da sua língua nativa para uma língua estrangeira, este projeto aparece como uma forma de prover uma ferramenta preciosa para tradutores que trabalhem com o par de línguas inglês-alemão.; Legal translation is one of the largest sectors of the market place for professional translators worldwide. The globalization of information and the resort to international legal services, along with the opening of national markets and the appearance of international organizations have highlighted the importance of legal translation nowadays and the growing responsibility upon legal translators. The purpose of this project is the compilation of a term base...

Análise, estudo comparativo e tradução de fraseologias de contratos

Duarte, Sara Isabel Leal
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
36.51%
A tradução jurídica tem ganho um espaço cada vez mais significativo no universo da tradução. Assim, é cada vez mais urgente que sejam criados recursos e ferramentas apropriados que auxiliem o processo de tradução de terminologia jurídica e que melhorem as metodologias atuais de tradução. O presente projeto tem o intuito de refletir sobre algumas questões da tradução jurídica, e mais especificamente de contratos, com o objetivo de construir uma base de fraseologias típicas de contratos para que seja disponibilizada e possa assistir a tradução deste tipo de documentos.; Legal translation has enhanced its relevance within the translation field and, therefore, it becomes increasingly imperative to create resources and tools that are appropriate and that can help the translation process of legal terminology, in this way also improving current translation methodologies. This project aims to address some of the issues regarding legal translation, namely the translation of contracts, in order to create a phraseology database for contracts that can be provided to translators to assist them in the translation of this type of document.; Mestrado em Tradução Especializada

Argumentação Jurídica : Teoria e Prática

Fetzner, Néli Luiza Cavalieri
Fonte: Freitas Bastos Publicador: Freitas Bastos
Tipo: Livro Formato: 51854 bytes; application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
46.33%
Divulgação dos SUMÁRIOS das obras recentemente incorporadas ao acervo da Biblioteca Ministro Oscar Saraiva do STJ. Em respeito à lei de Direitos Autorais, não disponibilizamos a obra na íntegra. Localização: 340.12 A694jt Código de barras: STJ00066823; Este livro objetiva fornecer informações básicas sobre a teoria e prática da argumentação jurídica para o efetivo aprimoramento da capacidade de persuasão do operador do direito, voltando-se, pois, seu estudo ao trabalho jurídico, dando maior ênfase ã parte prática. Com a apresentação de um estudo teórico e prático direcionado, conciso, sem abandonar, portanto, a preocupação com a linguagem clara e o estilo didático e fluente, assim como os exemplos de casos concretos vários, que facilitam a assimilação da parte teórica e ajudam a materializá-la, propiciando maior fluência escrita por parte do produtor de texto. Após a leitura do livro, temos certeza de que esta motivará o operador do direito a uma prática constante das técnicas argumentativas, melhorando o seu desempenho, com a aquisição significativa de elementos de convencimento em seu discurso oral e escrito, proporcionando-lhe, assim, maior desenvoltura para redigir e argumentar, qualquer que seja a situação em que o profissional se encontre...

O giro lingüístico e a auto-compreensão da dimensão hermenêutico-pragmática da linguagem jurídica

Pedron, Flávio Quinaud
Fonte: Superior Tribunal de Justiça do Brasil Publicador: Superior Tribunal de Justiça do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
46.33%
Desenvolve uma digressão sobre a importância do giro lingüístico (linguistic turn) em suas vertentes -, pragmática e hermenêutica -, para a auto-compreensão da linguagem jurídica, o que conduz a uma crítica ao positivismo do direito moderno.

Linguagem jurídica e comunicação : avaliação da utilização da internet na divulgação das decisões do Superior Tribunal de Justiça

Ribeiro, Vander Lúcio
Fonte: Superior Tribunal de Justiça do Brasil Publicador: Superior Tribunal de Justiça do Brasil
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Português
Relevância na Pesquisa
46.24%
Trabalho de Conclusão de Curso apresentado à Faculdade Albert Einstein, em cumprimento parcial às exigências do Curso de Pós-graduação Lato Sensu em Língua Portuguesa com ênfase em Produção Textual, para obtenção do título de especialista.; O presente trabalho decorre do fato de que é consenso, entre grande parte da população brasileira, que o Poder Judiciário é um poder distante, antiquado, lento e burocrático, conforme aponta pesquisa realizada pela Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB), em 2004. Procura demonstrar, face à busca pela “inclusão jurídica” do cidadão brasileiro, a importância da comunicação digital na disponibilização, à sociedade, de informações relativas aos julgados do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Busca-se, ainda, detalhar os esforços empreendidos pelo Tribunal no sentido de dotar a instituição dos recursos necessários à efetivação de uma maior interação com o cidadão, de forma a possibilitar que o órgão atinja sua visão de futuro, que é de “ser reconhecido pela sociedade como modelo na garantia de uma justiça acessível, rápida e efetiva”.; Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Reflexões sobre terminologia jurídica bilínque de contratos: subsídios para o tradutor de contratos em inglês

Ventura, Luis Henrique Pontes
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
56.57%
Ao traduzirem contratos de uma língua para outra, os tradutores costumam confiar demasiadamente na sua intuição, o que pode induzi-los a erro, pois muitos são os falsos cognatos, os casos de polissemia e demais aspectos que podem gerar confusão. Visando evitar esses equívocos, a maioria dos tradutores de contratos costuma utilizar, como subsídio à sua tarefa, os dicionários jurídicos bilíngües, que apresentam termos em um idioma, bem como o(s) equivalente(s) em outra língua. No entanto, a utilização destes repertórios terminológicos não exime o tradutor de cometer erros ao traduzir contratos. Focados nessa situação, realizamos um estudo analítico-descritivo em parte da terminologia jurídica bilíngüe, inglês-português e português-inglês, utilizada em contratos internacionais, tendo identificado e descrito unidades que, dentro do contexto dos contratos, adquirem valor terminológico, explicando suas relações com outros termos pertencentes ao mesmo sistema, procurando solucionar alguns problemas de adequação lingüística enfrentados por um tradutor de contratos internacionais. Como fontes de nossas pesquisas, utilizamos livros jurídicos em inglês americano e português brasileiro, modelos de contratos consagrados em ambos os idiomas...

Una aproximación a la terminología jurídica actual desde la perspectiva romanística

Salomón, Lourdes
Fonte: Universidade da Coruña Publicador: Universidade da Coruña
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
66.65%
[Resumen] En este trabajo esbozamos los principales problemas que afectan a la terminología jurídica. El lenguaje del derecho comparte con el resto de ciencias sociales muchos de sus problemas terminológicos, sin embargo, en el mundo del derecho, éstos se agravan a causa de su doble naturaleza: disciplina científica y técnica de regulación social. Entendemos que los rasgos carácterístico del lenguaje jurídico actual tienen su origen en la concepción romana del derecho. El derecho, como cualquier otra disciplina requiere de especialistas dedicados al análisis de la propia terminología, creemos que ésta sigue siendo una línea de investigación de especial interés para la romanística en el panorama jurídico europeo actual, globalizado y plurilingüe.; [Abstract] In this work I outline the main problems that affect the legal terminology. The language of the law shares with the rest of social sciences many of its terminological problems, however in the field of the law, these problems get worse because of a double nature of the law: scientific and technical discipline of social regulation. The characteristics of the current legal language have their origin in the Roman conception of the law. The law, as any other discipline...

Compreensão da terminologia legal pelas crianças dos 6 aos 13 anos

Morais, Joana Rodrigues
Fonte: [s.n.] Publicador: [s.n.]
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2015 Português
Relevância na Pesquisa
46.61%
Dissertação apresentada à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Psicologia Jurídica; A presente investigação foi realizada no âmbito do projeto de investigação intitulado “As crianças e a justiça: análise da compreensão das crianças da terminologia legal e os processos judiciais”, financiado pela FCT (PTDC/MHC-PAP/3646/2012) e por fundos europeus através do programa COMPETE. A inquirição da criança em sede de tribunal é uma prática cada vez mais habitual, devido ao aumento do número de situações em que as crianças contactam com a justiça. Diversos estudos têm realçado o facto de a linguagem utilizada durante a inquirição das crianças estar muito acima do nível de compreensão das mesmas. Neste sentido, têm surgido várias legislações que chamam à atenção para a necessidade de adaptação da linguagem à criança. Assim, de forma geral, a presente investigação pretende analisar a compreensão da terminologia legal pelas crianças. Utilizando uma metodologia mista, isto é, qualitativa e quantitativa, entrevistaram-se 322 crianças com idades compreendidas entre os 6 e os 13 anos. Constatou-se que as crianças não compreendem a maior parte da terminologia jurídica. Os resultados apontam que a compreensão dos termos legais varia em função do ano de escolaridade. Contudo...

La traducció de la terminologia legal en la pel·lícula Saving Grace

Bestué Salinas, Carmen
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html; application/pdf
Publicado em //2005 Português
Relevância na Pesquisa
56.5%
El present treball es planteja l’estudi de la traducció de la terminologia jurídica en la ficció cinematogràfica. L’anàlisi dels termes jurídics que apareixen en una pel•lícula, que no pertany al gènere del thriller judicial, permet esbrinar les diferents estratègies i tècniques que es poden emprar a l’hora de tractar aquests culturemes jurídics fora del seu àmbit natural, com seria el context especialitzat. L’elecció d’una estratègia estrangeritzant no determinarà necessariament l’opció per unes tècniques de traducció literals si aquestes no són suficients per transmetre el propòsit comunicatiu del text.; This article aims at analysing the translations given to legal terms in film fiction. The film under study cannot be categorised as a trial thriller. It allows, however, for a study of strategies and techniques which may be used in analising legal culturemes out of its natural arena, the legal context. As a conclusion, it may be said that a foreignising strategy will not necessarily lead to word-by-word translation, always provided that those are not suitable for conveying the text's communicative purpose.

El català jurídic : qüestions pendents relacionades amb la traducció i la terminologia tenint en compte la història, el marc legal i el procés de normalització del català

Bestué Salinas, Carmen; Torres Hostench, Olga
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf; text/html
Publicado em //2006 Português
Relevância na Pesquisa
56.65%
El català jurídic existeix des de l'edat mitjana. De fet va néixer com a traducció dels textos jurídics redactats en llatí. En el seu origen el català jurídic es feia servir en institucions que eren multilingües (llatí, francès, aragonès, castellà…) a on els documents jurídics i administratius es redactaven normalment en una llengua i desprès es traduïen cap a les diferents llengües reconegudes com a oficials. Així va ser durant la vigència del comtat de Barcelona, la Corona d'Aragó i també durant el regnat dels Àustries a Espanya. A banda del català jurídic com a fruit de la traducció, la terminologia jurídica en català també va tenir un gran desenvolupament quan les institucions jurídiques catalanes tenien la capacitat de legislar i administrar el dret propi de Catalunya. Per això podem afirmar que el desenvolupament del català jurídic i dela terminologia jurídica van en paral·lel al reconeixement oficial de la llengua catalana per part de les institucions polítiques de l'Estat. En aquest sentit la política de normalització lingüística seguida per la Generalitat ha afavorit l'ús del català jurídic sobretot per part de l'administració publica. Com hem vist en els últims anys s'ha estès molt l'ús del català en els organismes de l'administració publica autonòmica i se n'ha incrementat la presència en altres àmbits com ara els tribunals de justícia...

Ontology as an information instrument for the legal translator

Orozco Jutorán, Mariana; Sánchez-Gijón, Pilar
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html; application/pdf
Publicado em //2006 Português
Relevância na Pesquisa
36.65%
Regardless of the speciality involved, one of the most evident difficulties in specialised translation consists of resolving terminological problems, to which end the translator often uses terminological works corresponding to the relevant field, such as databases. In this article, we present a reflection upon the shortcomings from which such works suffer, due to their very nature, where the management of legal terminology is concerned. Looking at the shortcomings identified, we propose a method of managing legal terminology, whether bilingual or multilingual, based on an ontological system, whereby it is possible to include all the concepts corresponding to both the languages and, thus, both the legal systems involved within a conceptual structure based on categories that are unrelated to any legal system. We present an example of terminological management in the form of an ontology and, chiefly, an example of the management of underlying concepts in legal texts, such as the clauses of a contract. Those examples could be combined into a single case that would permit the holistic management of the area in which the legal translator works. While terms are organised on the basis of their conceptual facet, a linguistic approach is taken thereto in a text...

Propostes lúdiques per a la didàctica de la terminologia jurídica

Torres Hostench, Olga
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em //2006 Português
Relevância na Pesquisa
66.95%
Abans de fer l'assignatura de traducció jurídica, la major part dels estudiants de traducció no estan familiaritzats amb qüestions jurídiques ni amb la terminologia jurídica en la seva llengua i cultura maternes. A més, en general senten un respecte i por desmesurats cap a l'assignatura. Per això, en un primer contacte amb l'assignatura convindria treballar amb textos que els estudiants puguin dominar per perdre la por i amb materials amens que permetin despertar-los la curiositat per saber més sobre el tema. Amb el trencament de les barreres psicològiques inicials, els estudiants podran activar actituds necessàries per a la traducció jurídica com ara la precisió, la paciència, etc. En aquest article presentarem quatre tipus d'exercicis sobre terminologia jurídica que tracten problemes diferents d'una manera lúdica. En primer lloc veurem una sèrie de cites i acudits que contenen terminologia jurídica. Aquestes cites permeten presentar terminologia en un context textual agradable per a l'estudiant. En segon lloc proposem un exercici per treballar un dels errors més habituals que cometen els estudiants de traducció jurídica: la identificació incorrecta de terminologia jurídica. En tercer lloc, proposem un exercici per treballar la polisèmia en traducció jurídica i la creativitat traductora. Per últim...

DESMISTIFICANDO A INTRADUZIBILIDADE DA TERMINOLOGIA JURÍDICA

Pimentel, Janine
Fonte: Belas Infiéis Publicador: Belas Infiéis
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 14/04/2014 Português
Relevância na Pesquisa
66.65%
A criação de recursos terminológicos multilingues, em geral, e de recursos terminológicos multilingues cobrindo a área do direito, em particular, depara-se frequentemente com o problema de ligar terminologias potencialmente anisomórficas devido a diferenças entre sistemas conceptuais, linguísticos e culturais. Esta dificuldade tem feito com que a qualidade e até mesmo a possibilidade da tradução de textos jurídicos tenha sido questionada, pois para alguns autores certos termos jurídicos são simplesmente intraduzíveis. Nesta contribuição pretende-se mostrar que a intraduzibilidade da terminologia jurídica pode ser relativizada. Para tal propõe-se uma metodologia baseada na teoria da semântica das frames (Fillmore 1977, 1982, 1985; Fillmore and Atkins 1992) para a identificação de equivalentes de termos jurídicos, nomeadamente de verbos jurídicos. Esta metodologia foi testada na compilação do JuriDico (http://olst.ling.umontreal.ca/juridico), um recurso lexical bilíngue (inglês-português) que pretende descrever a terminologia usada nos acórdãos do Supreme Court of Canada e do Supremo Tribunal de Justiça de Portugal. O objectivo principal deste dicionário, ainda em fase inicial, é a de oferecer aos tradutores os vários tipos de equivalentes terminológicos para que eles possam produzir traduções de qualidade.