Página 1 dos resultados de 82 itens digitais encontrados em 0.028 segundos

Capacidade funcional em indivíduos com lesão de medula espinhal; Functional ability in individuals with spinal cord injury; Capacidad funcional en individuos con lesión en la médula espinal

RABEH, Soraia Assad Nasbine; CALIRI, Maria Helena Larcher
Fonte: Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo Publicador: Escola Paulista de Enfermagem, Universidade Federal de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
76.52%
OBJETIVOS: Investigar características de indivíduos com lesão de medula espinhal atendidos em hospitais públicos de Ribeirão Preto - São Paulo, e avaliar a independência funcional segundo nível de lesão, tempo pós-lesão e reabilitação. MÉTODOS: Estudo de observação transversal realizado de janeiro de 2003 a julho 2006 abrangendo 22 pacientes atendidos nesses hospitais, com avaliação da capacidade funcional pela escala Medida de Independência Funcional (MIF). RESULTADOS: Dos 22 pacientes que sobreviveram após saída hospitalar, 91% eram homens, com idade de 30 a 39 anos (36,4%). A etiologia principal da referida lesão foi acidente de trânsito (50%) e 11 pacientes (50%), tiveram lesão cervical, 10 (45,5%) lesão torácica e um lesão lombar. Nos indivíduos com lesão cervical os escores na MIF total e motora foram menores implicando em menor capacidade funcional. Observou-se aumento dos escores da MIF com o aumento do tempo pós-lesão, independente da participação em programa de reabilitação. CONCLUSÕES: Os resultados apontam aspectos essenciais para a proposição de programa de reabilitação para esta população no contexto estudado.; OBJECTIVES: To investigate the characteristics of individuals with spinal cord injury being treated in public hospitals...

Social Representations of the Wheelchair for People with Spinal Cord Injury; Representações sociais da cadeira de rodas para a pessoa com lesão da medula espinhal; Representaciones sociales de la silla de ruedas para la persona con lesión de la médula espinal

COSTA, Viviane de Souza Pinho; MELO, Marcia Regina Antonietto Costa; GARANHANI, Mara Lúcia; FUJISAWA, Dirce Shizuko
Fonte: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo Publicador: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
76.52%
In seeking to understand the social representation of the use of the wheelchair through the analysis of interviews with ten people who have suffered spinal cord injury, the construction of five representations was elaborated. The phenomenon experienced regarding the wheelchair provided a route of meanings and symbologies: essential equipment, after the person perceive the inability to walk; a symbol of disability when the person experienced functional dependence; means of locomotion and transport after the rescue of their potential functional; becoming an integral part or all of their body and, finally, the concept of autonomy on four wheels by adjusting to their new ability to walk emerges. The wheelchair as an extension of the modified body for spinal cord injury, returns them the right of locomotion, presents them not only with autonomy for various acts of life, but also restores their dignity, so essential to human life.; Na busca por compreender a representação social do uso da cadeira de rodas, através da análise de entrevistas com dez pessoas que sofreram lesão da medula espinhal, elaborou-se a construção de cinco representações. O fenômeno vivenciado sobre a cadeira de rodas possibilitou uma trajetória de significados e simbologias: equipamento indispensável...

Efeitos do tempo de descompressão após trauma medular na recuperação neurológica em ratos Wistar; Effects of decompression time after spinal cord injury on neurologic recovery in Wistar rats

NETTO, César de César; GAIA, Leonardo Franco Pinheiro; SATTIN, Alexandre Adorno; CRISTANTE, Alexandre Fogaça; MARCON, Raphael Martus; BARROS FILHO, Tarcísio Eloy Pessoa de; OLIVEIRA, Reginaldo Perilo; ROCHA, Ivan Dias; DIAS, Arthur Roncon; OMORI, Clar
Fonte: Atha Comunicação & Editora Publicador: Atha Comunicação & Editora
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
76.26%
OBJETIVO: Lesões traumáticas da medula espinal são frequentemente observadas no ambiente hospitalar de politraumatismos e cursam com grande morbi-mortalidade além de grandes custos psico-sociais e de saúde publica. Até os dias de hoje o tratamento destas lesões permanece controverso, sendo que diversos estudos na literatura compararam resultados do tratamento conservador e do tratamento cirúrgico imediato, precoce e tardio. O objetivo deste estudo é comparar a intervenção cirúrgica com descompressão imediata em relação à descompressão realizada após 1 hora de compressão medular. MÉTODOS: Acreditando no melhor resultado do tratamento cirúrgico este estudo realiza comparação experimental do tipo caso-controle, com análise histo-patológica e funcional, dos resultados no tratamento cirúrgico por laminectomia posterior, imediata e após 1 hora de compressão, em 25 ratos da raça Wistar. RESULTADOS: Respostas quanto à função e grau de déficit neurológico foram melhores nos ratos tratados por descompressão cirúrgica imediata em relação aos tratados após 1 hora de lesão (p=0,036). CONCLUSÃO: Quanto mais precoce a descompressão espinal nas lesões medulares traumáticas agudas, melhores seriam os resultados finais em relação à função e presença de déficit neurológico.; OBJECTIVE: Traumatic spinal Cord injuries are common in patients with high-energy trauma...

O trauma raquimedular; The spinal cord injury; El trauma raquimedular

DEL BEL, Elaine A; SILVA, Célia A da; MLADINIC, Miranda
Fonte: Sociedade Brasileira de Coluna Publicador: Sociedade Brasileira de Coluna
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
76.63%
A medula espinhal dos mamíferos adultos não permite a regeneração de axônios. Por razões ainda desconhecidas, as fibras neurais falham em cruzar o sítio da lesão, como se não houvesse crescimento, desde a primeira tentativa. Quais mecanismos poderiam explicar a perda da capacidade de regeneração? As cicatrizes formadas pelas células da glia seriam uma consequência da falha na regeneração ou a causa? Diversas linhas de evidência sugerem que a regeneração da medula espinhal seria impedida no sistema nervoso central pela ação de fatores locais no sítio da lesão, e que o sistema nervoso central não-lesado é um meio permissivo para o crescimento axonal, na direção de alvos específicos. Uma vez que os axônios são induzidos adequadamente a cruzar a lesão com o auxílio de implantes, fármacos ou células indiferenciadas, as fibras em regeneração podem encontrar a via específica e estabelecer conexões corretas. O que ainda não se sabe é que combinação de moléculas induz/inibe o potencial de regeneração do tecido e que mecanismos permitem aos neurônios formarem conexões específicas com os alvos com os quais são programados a fazer.; The adult mammal spinal cord does not allow axons regeneration. For unknown reasons...

Estudo da recuperação da função locomotora e histomorfométrica da lesão medular em ratos: efeitos da metilprednisolona e do gangliosídeo G(M1); Locomotor function recovering and histomorphometric study of spinal cord injury in the rat: effects of methylprednisolone and ganglioside G(M1)

Carvalho, Marcio Oliveira Penna de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 11/02/2008 Português
Relevância na Pesquisa
86.29%
A metilprednisolona (MP) e o gangliosídeo GM-1 são drogas de uso clínico estabelecido para o tratamento da lesão medular em humanos, embora sua eficácia e seus mecanismos de ação ainda não sejam totalmente entendidos. O objetivo do presente trabalho foi avaliar os resultados da recuperação da função locomotora e comparar com as alterações histomorfométricas da medula de ratos com lesão medular medicados com MP; GM-1 e sua associação. A lesão medular foi produzida pelo sistema New York University® em 24 ratos Wistar, divididos em quatro grupos: controle (n=6), MP (n=6), GM1 (n=6) e MP+GM1 (n=6). A avaliação da recuperação da função locomotora dos ratos foi realizada utilizando-se a escala de BBB no 2º, 7º e 14º dias após lesão medular e sacrificados no 14º dia para análise histológica e morfométrica de área total, área preservada e percentual de área preservada. Concluímos que a MP e sua associação com o GM-1 mostraram-se eficazes na recuperação da função locomotora e que todos os ratos medicados demonstraram melhora no percentual de área preservada superior ao grupo controle. Os Grupos MP e GM1 foram superiores na preservação de substância branca e o GM-1 demonstrou efeitos benéficos na preservação de substância cinzenta no centro da lesão. A substância cinzenta demonstrou ser mais suscetível à lesão que a substância branca e não houve correlação entre os achados histológicos e a recuperação da função locomotora.; The methylprednisolone and the GM-1 ganglioside are drugs with established clinical usage for the treatment of spinal cord injury in human; however its efficiency and its active mechanisms are not completely understood yet. The objective of the present paper has been to evaluate the results from the neurological function recovering and to compare these with the histomorphometric alterations in rats with spinal cord injury...

Efeito da radioterapia na profilaxia da ossificação heterotópica em pacientes com lesão medular traumática; The effect of radiotherapy on the prophylaxis of heterotopic ossification in patients with spinal cord injury

Castro, Anita Weigand de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 12/01/2009 Português
Relevância na Pesquisa
76.01%
O objetivo deste trabalho foi estudar o efeito da radioterapia na profilaxia da ossificação heterotópica (OH) em pacientes com lesão medular traumática. Foram estudados 19 pacientes (15 homens e quatro mulheres), média de idade de 30,4 ± 10,8 anos (19 a 58 anos), com lesão medular traumática. A causa mais freqüente da lesão medular foi acidente de trânsito (42,1%), seguida por queda (26,3%), ferimento por projétil de arma de fogo (21%), mergulho (5,3%) e queda de objeto sobre as costas (5,3%). Dez pacientes eram tetraplégicos (52,6%) e nove (47,4%) eram paraplégicos. Apresentavam lesão medular completa (Frankel A) 14 pacientes (73,7%) e cinco pacientes (25,3%) tinham lesão incompleta (Frankel B). Todos os pacientes incluídos no estudo realizaram cintilografia óssea inicial até um mês após o traumatismo raquimedular e apresentaram diagnóstico negativo para OH. Os pacientes foram divididos em dois grupos: nove pacientes receberam radioterapia em dose única de 8 Gy nos quadris (Grupo Estudo) e 10 pacientes compuseram o Grupo Controle. Após seis meses de seguimento clínico e radiológico, um paciente do Grupo Estudo (11%) e cinco pacientes do Grupo Controle (50%) apresentaram OH. A distribuição da freqüência do desenvolvimento da OH nos dois grupos não mostrou diferença estatística significante...

Análise da participação da medula espinal na síndrome das pernas inquietas e nos movimentos periódicos dos membros; Analysis of the participation of spinal cord in restless legs syndrome

Telles, Susana Cristina Lerosa
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 10/12/2009 Português
Relevância na Pesquisa
96.34%
INTRODUÇÃO: Os Movimentos Periódicos dos Membros (PLM) são movimentos repetitivos, estereotipados, que ocorrem principalmente nos membros inferiores e associam-se freqüentemente à Síndrome das Pernas Inquietas (SPI), na qual os pacientes relatam necessidade de mover os membros, geralmente associada a desconforto que pode ser exacerbado com a inatividade e piora no fim da tarde ou à noite. PLM são relatados em pacientes com lesão medular, indicando um componente medular da desordem. Neste trabalho, PLM e SPI são analisados em pacientes com lesão medular. MÉTODOS: Neste estudo observacional realizado entre novembro de 2007 e novembro de 2008, comparou-se achados polissonográficos, Escala de Sonolência de Epworth, Questionário de Síndrome das Pernas Inquietas, entre 2 grupos de indivíduos com idade de 18 a 40 anos, sem outros distúrbios de sono: Grupo Controle (GC) e Grupo Lesão Medular (LM). RESULTADOS: LM contou com 9 homens e GC tinha 8 homens e 8 mulheres. Não houve diferença significativa entre as idades de cada grupo: LM com 28 ±7,382 anos e CG com 24,38 ± 4,031 anos. O grupo LM caracterizou-se por 3 lesões cervicais ASIA A, 5 lesões torácicas A e 1 lesão torácica B avaliados através da avaliação American Spinal Cord Injury Association ASIA...

Avaliação clínica e cinemática da função manual de pessoas com tetraplegia com a utilização de EENM e sistema híbrido : Clinical and kinematic analysis of the hand function of persons with tetraplegic using NMES and hybrid system; Clinical and kinematic analysis of the hand function of persons with tetraplegic using NMES and hybrid system

Vanessa Maria de Vargas Ferreira
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 12/06/2012 Português
Relevância na Pesquisa
76.01%
Pacientes com lesão medular cervical apresentam disfunção dos membros superiores com grande perda de funcionalidade. A eletroestimulação neuromuscular (EENM) é considerada uma ferramenta importante para a reabilitação desses pacientes. O presente estudo tem como objetivo avaliar a função de pacientes tetraplégicos na tarefa mimética de beber e comparar com a utilização de EENM e um sistema híbrido (órtese dinâmica e EENM) para membros superiores, por meio de análise clínica e cinemática. Participaram desta pesquisa 14 pacientes com tetraplegia com nível motor entre C4 a C7 e 5 voluntários saudáveis. Foram aplicadas escalas clínicas para definir o nível de acometimento neurológico e funcional do paciente (AIS e MIF) e foi realizada avaliação cinemática da tarefa mimética de beber, sendo que os pacientes realizaram a atividade em 3 situações: movimento livre, com EENM e com o sistema híbrido. As variáveis cinemáticas utilizadas foram: tempo do movimento, razão do pico de velocidade máxima, índice de curvatura, trajetória do esterno, distância punho-esterno e abertura da mão. Também foi computado o número de acertos para a realização da tarefa. Os resultados indicam que pacientes que realizam a preensão por tenodese possuem maior independência funcional pela MIF (p=0...

Variabilidade de frequência cardíaca em indivíduos tetraplégicos ativos praticantes de rugby em cadeira de rodas; Heart rate variability in quadriplegic individuals players of wheelchair rugby

Luiz Gustavo Teixeira Fabrício dos Santos
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 10/02/2014 Português
Relevância na Pesquisa
76.2%
Em decorrência da lesão da medula espinhal nível cervical, os indivíduos apresentam bradicardia alterando o balanço autonômico em relação ao sistema cardiovascular, comprometendo a modulação da pressão arterial, resistência periférica, frequência e débito cardíaco. Sendo assim, o presente estudo teve por objetivo mensurar a variabilidade de frequência cardíaca em indivíduos com lesão da medula espinhal. O grupo avaliado foi composto por indivíduos do sexo masculino, tetraplégicos completos e incompletos com idades entre 26 e 39 anos e tempo médio de lesão de 10,38±8,34 anos e com carga horária de treino igual ou superior a 20 horas/semanais. A avaliação da variabilidade da frequência cardíaca ocorreu nos momentos pré e pós a execução de um exercício submáximo incremental em ciclo ergômetro de braços. Para o registro da Variabilidade de Frequência Cardíaca optou-se pela posição sentada, durante um período de 20 minutos em cadeira de passeio para os dois momentos. Os intervalos R-R foram registrados e transferidos para um notebook utilizando o software Polar Pro Trainer® e analisados através do software Kubios® para a análise das variáveis no domínio do tempo e da frequência. Observando valores referentes às variáveis...

Mecanismos envolvidos no aumento do risco cardiovascular em indivíduos portadores de lesão da medula espinhal = : Mechanismos involved in the increased cardiovascular risk in individual with spinal cord injury; Mechanismos involved in the increased cardiovascular risk in individual with spinal cord injury

Layde Rosane Paim
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 18/06/2014 Português
Relevância na Pesquisa
86.16%
Estudos prévios mostram que indivíduos com lesão crônica na medula espinhal (LM) apresentam maior risco cardiovascular em comparação com indivíduos fisicamente normais. O presente estudo investigou a relação entre os níveis plasmáticos da lipoproteína de baixa densidade oxidada (LDLox), as metaloproteinases de matriz (MMP) e seus inibidores teciduais (TIMPs) e o remodelamento vascular em pacientes com LM, e o papel da atividade física nesta relação. Foram estudados 42 homens com LM (≥ 2 anos), [18 sedentários (S-LM) e 24 fisicamente ativos (A-LM)] e 16 homens fisicamente saudáveis por meio de análise clínica, antropométrica, laboratorial e de espessura íntima-média da carótida (EIM). Todos os participantes estudados eram normotensos, não diabéticos, não fumantes e normolipêmicos. As concentrações plasmáticas de LDLox, MMP-2, MMP-8, MMP-9, TIMP-1 e TIMP-2 foram determinados por ensaio imunoenzimático (ELISA). Os resultados mostraram que a EIM da carótida, razão EIM/diâmetro e as concentrações de LDLox dos A-LM e dos indivíduos fisicamente normais não foram diferentes estatisticamente. Por outro lado, indivíduos com S-LM apresentaram maior EIM, razão EIM/diâmetro e concentrações aumentados de LDLox em comparação com A-LM (p<0...

Efeito da mielografia no tempo de estudo por ressonância magnética de baixo campo em 69 cães na região T3-L3

Rocha, Leandro Xavier Resende
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
76%
Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária, Ciências Veterinárias; A nível neurológico, a incidência de lesões medulares é muito comum na prática veterinária, sendo a hérnia discal o diagnóstico de maior ocorrência. Na coluna vertebral, a incidência das lesões ao nível toracolombar (T3-L3) é maior que nas regiões cervical, lombar e lombossagrada, sendo reportadas percentagens de incidência que rondam os 66 a 83% das lesões medulares. Os casos incluídos, após anamnese completa seguida de exame neurológico rigoroso, efetuaram o mesmo processo de diagnóstico imagiológico que combina a radiografia de contraste (mielografia) seguida de ressonância magnética à zona suspeita determinada pela mielografia ou, noutros casos, à zona toracolombar (T3-L3) completa devido a uma mielografia inconclusiva. As ressonâncias magnéticas de baixo campo em veterinária promovem estudos que consomem muito tempo devido a longas sequências necessárias para adquirir imagens com qualidade diagnóstica. Estas unidades de diagnóstico têm um campo de imagem (FOV – field of view) máximo pequeno. Regiões anatómicas que ultrapassem este limite necessitam de estudos mais longos, repetindo as sequências necessárias ao longo da região que se pretende estudar...

Efeitos do tempo de descompressão após trauma medular na recuperação neurológica em ratos Wistar

Netto,César de César; Gaia,Leonardo Franco Pinheiro; Sattin,Alexandre Adorno; Cristante,Alexandre Fogaça; Marcon,Raphael Martus; Barros Filho,Tarcísio Eloy Pessoa de; Oliveira,Reginaldo Perilo; Rocha,Ivan Dias; Dias,Arthur Roncon; Omori,Clarissa Harum
Fonte: Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia Publicador: Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2010 Português
Relevância na Pesquisa
76.26%
OBJETIVO: Lesões traumáticas da medula espinal são frequentemente observadas no ambiente hospitalar de politraumatismos e cursam com grande morbi-mortalidade além de grandes custos psico-sociais e de saúde publica. Até os dias de hoje o tratamento destas lesões permanece controverso, sendo que diversos estudos na literatura compararam resultados do tratamento conservador e do tratamento cirúrgico imediato, precoce e tardio. O objetivo deste estudo é comparar a intervenção cirúrgica com descompressão imediata em relação à descompressão realizada após 1 hora de compressão medular. MÉTODOS: Acreditando no melhor resultado do tratamento cirúrgico este estudo realiza comparação experimental do tipo caso-controle, com análise histo-patológica e funcional, dos resultados no tratamento cirúrgico por laminectomia posterior, imediata e após 1 hora de compressão, em 25 ratos da raça Wistar. RESULTADOS: Respostas quanto à função e grau de déficit neurológico foram melhores nos ratos tratados por descompressão cirúrgica imediata em relação aos tratados após 1 hora de lesão (p=0,036). CONCLUSÃO: Quanto mais precoce a descompressão espinal nas lesões medulares traumáticas agudas, melhores seriam os resultados finais em relação à função e presença de déficit neurológico.

Monossialogangliosídeo transdérmico com laser no tratamento de lesão medular espinal de ratos

Souza,Fabiano Inácio de; Cristante,Alexandre Fogaça; Marcon,Raphael Martus; Ferreira,Ricardo; Santos,Gustavo Bispo dos; Barros Filho,Tarcísio Eloy Pessoa de
Fonte: Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia Publicador: Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2013 Português
Relevância na Pesquisa
86.43%
OBJETIVOS: Avaliar os efeitos de monossialogangliosídeos (GM1) administrados com laser por via transdérmica na recuperação da lesão da medula espinal de ratos. MÉTODOS: Quarenta ratos Wistar machos foram submetidos a contusão da medula espinal usando NYU Impactor. No Grupo 1, os ratos receberam 0,2 ml de solução salina diária por via intraperitoneal; no Grupo 2, GM1 foi administrada intraperitonealmente em concentração de 30 mg/kg por dia; no Grupo 3, os ratos foram tratados diariamente com o laser a baixa temperatura sobre a pele, e no Grupo 4, a sessão de laser diária também continha GM1. Todos os grupos foram tratados durante 42 dias. Os animais foram avaliados pela escala funcional de Basso, Baettie e Bresnahan (BBB) nos dias 7, 14, 21, 28, 35 e 42 após a lesão, e por histopatologia e potencial motor evocado 42 dias depois da lesão. RESULTADOS: Os animais do Grupo 4 apresentaram escores BBB mais elevados em comparação com os outros grupos. Não houve diferenças entre os grupos ou nas comparações ao longo do tempo. A avaliação histológica não mostrou diferenças, e tampouco foram encontradas diferenças significativas no potencial evocado. CONCLUSÃO: A GM1 associada ao uso de laser a baixa temperatura não mostra resultados superiores no tratamento de lesões da medula espinal de ratos. Nível de Evidência I...

Perfil funcional de atletas de basquetebol com traumatismo da medula espinal de acordo com a cif

Frez,Andersom Ricardo; Souza,Andrezza Thimoteo de; Quartiero,Cintia Raquel Bim; Ruaro,Joao Afonso
Fonte: Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte Publicador: Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2014 Português
Relevância na Pesquisa
106.33%
INTRODUÇÃO: A Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde considera os múltiplos aspectos da funcionalidade; acredita-se que essa ferramenta possa contribuir para avaliar atletas com incapacidades. OBJETIVO: Determinar o perfil funcional de jogadores de basquete em cadeira de rodas de acordo com o core set da Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde para indivíduos com traumatismo da medula espinal (TME). MÉTODOS: Foi realizado um estudo transversal com 12 atletas com TME, jogadores de basquete em cadeira de rodas. A funcionalidade foi classificada pela versão abreviada do core set para indivíduos com TME crônico, que contém 33 categorias. Estas foram consideradas válidas se apresentassem ao menos 20% dos atletas com algum grau de incapacidade (de acordo com os qualificadores da CIF). RESULTADOS: Das 33 categorias avaliadas, 31 (93,9%) foram representativas para a amostra. Apenas as categorias b710 e e340 não foram consideradas válidas. Em sete categorias todos os atletas apresentaram algum grau de comprometimento (s120, d455, d465, d530, e115, e150 e e580). Porém, os maiores comprometimentos foram observados nas categorias: s120...

O trauma raquimedular

Del Bel,Elaine A; Silva,Célia A da; Mladinic,Miranda
Fonte: Sociedade Brasileira de Coluna Publicador: Sociedade Brasileira de Coluna
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2009 Português
Relevância na Pesquisa
76.31%
A medula espinhal dos mamíferos adultos não permite a regeneração de axônios. Por razões ainda desconhecidas, as fibras neurais falham em cruzar o sítio da lesão, como se não houvesse crescimento, desde a primeira tentativa. Quais mecanismos poderiam explicar a perda da capacidade de regeneração? As cicatrizes formadas pelas células da glia seriam uma consequência da falha na regeneração ou a causa? Diversas linhas de evidência sugerem que a regeneração da medula espinhal seria impedida no sistema nervoso central pela ação de fatores locais no sítio da lesão, e que o sistema nervoso central não-lesado é um meio permissivo para o crescimento axonal, na direção de alvos específicos. Uma vez que os axônios são induzidos adequadamente a cruzar a lesão com o auxílio de implantes, fármacos ou células indiferenciadas, as fibras em regeneração podem encontrar a via específica e estabelecer conexões corretas. O que ainda não se sabe é que combinação de moléculas induz/inibe o potencial de regeneração do tecido e que mecanismos permitem aos neurônios formarem conexões específicas com os alvos com os quais são programados a fazer.

Transplante de células mononucleares da medula óssea em um modelo experimental de lesão da medula espinhal

Kaminski, Elisa Lettnin
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
96.22%
O Trauma-raquimedular (TRM) é uma patologia que afeta drasticamente a qualidade de vida dos pacientes acometidos, possui uma alta incidência e ocasiona um alto custo para o governo e a sociedade. Os tratamentos existentes para o TRM são apenas de cunho paliativo, não sendo capazes de reverter o dano neurológico ocasionado pelo trauma. Em função disso, é necessário investigar novas terapias que busquem soluções mais efetivas para esses casos. Os estudos com célulastronco de medula óssea (CTMO) têm demonstrado resultados animadores, mas ainda não definitivos para aplicação clínica; assim, a ampliação dos estudos préclínicos é indispensável. Para que uma pesquisa se concretize é preciso estabelecer de um modelo de lesão in vivo, desta forma nosso primeiro passo foi este, em seguida, buscamos, não somente, comparar o transplante de células mononucleadas da medula óssea (CMMO) com controle de veículo, como também, analisar o uso de duas vias de administração celular diferentes com janelas de tempo de transplante também distintas. A identificação da melhor via de administração para células-tronco e o tempo em que estas devem ser aplicadas também é fundamental para a prática clínica. Nossos grupos experimentais de estudo estão divididos entre vias de administração diferentes (intraparenquimatosa e subaracnóidea)...

Avaliação da espasticidade e da composição corporal de indivíduos com lesão medular crônica : Spasticity and body composition assessments in individuals with chronic spinal cord injury; Spasticity and body composition assessments in individuals with chronic spinal cord injury

Eliza Regina Ferreira Braga Machado de Azevedo
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 28/07/2015 Português
Relevância na Pesquisa
86.01%
A lesão medular (LM) é uma patologia que gera inúmeras complicações, entre estas a mudança na composição corporal e a espasticidade. A alteração na composição corporal ocorre através da diminuição da massa magra e do aumento da massa gorda. Já a espasticidade ocorre em cerca de 70% dos casos e pode ser medida através do teste pendular. Um teste prático e objetivo, mas que não há na literatura uma posição padronizada para a sua realização. Portanto, a presente pesquisa tem três objetivos principais: investigar a influência de três diferentes posturas na espasticidade de indivíduos com LM; avaliar o efeito de tratamentos com estimulação elétrica neuromuscular (EENM) na espasticidade destes pacientes; avaliar a composição corporal de indivíduos com LM que praticam ou não atividade física. Para isso a pesquisa foi dividida em três etapas. Na primeira, 5 sujeitos com LM e 5 controles realizaram o teste pendular em três diferentes posturas: supino, semi-supino com 30° de flexão de tronco e sentado com 60° de flexão de tronco. Foi utilizado um eletrogoniômetro fixado na perna direita para medir os ângulos do joelho e oscilações da perna. Os resultados foram comparados entre as posturas e não houve diferença significativa entre elas. Entretanto...

Avaliação do efeito do tacrolimo e da eritropoetina na lesão medular experimental em ratos; Effects of tacrolimus and erythropoietin in experimental spinal cord lesion in rats

Coutinho, Pedro Ricardo de Mesquita
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/09/2015 Português
Relevância na Pesquisa
96.37%
Os efeitos farmacológicos da eritropoetina (EPO) e do tacrolimo (FK 506) têm sido investigados no tratamento da lesão medular, mas são escassos os trabalhos que avaliam a interação entre essas drogas. Neste estudo experimental, 60 ratos Wistar foram submetidos a lesão contusa da medula espinal produzida pelo sistema NYU Impactor. Os animais foram divididos em cinco grupos, sendo: Controle, que recebeu soro fisiológico; EPO, que recebeu eritropoetina; o EPO + FK 506 recebeu EPO associada ao tacrolimo; o FK 506 recebeu tacrolimo. Todas as drogas e o soro fisiológico foram administrados por via intraperitoneal. O grupo Sham foi submetido à lesão medular, mas não recebeu nenhuma droga. Os animais foram avaliados quanto à recuperação da função locomotora em sete diferentes momentos pelo teste de BBB no 2o, 7o, 14o, 21o, 28o, 35o e 42o dias após lesão contusa na medula espinal. No 42o dia, foi realizada avaliação eletrofisiológica dos animais que, logo após, foram sacrificados para análise dos achados histológicos da medula lesionada. Nosso projeto experimental não revelou diferenças na recuperação da função locomotora, nas análises histológica e eletrofisiológica nos animais submetidos ao tratamento farmacológico com eritropoetina e com tacrolimo...

Perfil de pacientes com lesão traumática da medula espinhal e ocorrência de úlcera de pressão em um hospital universitário; Perfil de pacientes con lesión traumática de médula espiñal y ocurrencia de úlceras por decúbito en un hospital universitario; Profile of patients with spinal cord injuries and occurrence of pressure ulcer at a university hospital

Nogueira, Paula Cristina; Caliri, Maria Helena Larcher; Haas, Vanderlei José
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/06/2006 Português
Relevância na Pesquisa
76.52%
Pacientes com lesão traumática da medula espinhal (LTME) têm risco elevado para desenvolver úlcera de pressão (UP). O estudo é retrospectivo e, pela revisão dos registros nos prontuários identificaram-se as características dos pacientes atendidos em hospital terciário e das UP. A maioria dos sujeitos era do sexo masculino, branco e 36,2% entre 21 e 30 anos de idade. A causa mais freqüente da LTME foi ferimento por arma de fogo seguida por colisão/capotamento de veículo. Houve predomínio da lesão em nível torácico seguido pelo cervical. A UP ocorreu em 20 pacientes (42,5%). Os locais de maior freqüência foram a região sacral e calcâneos. Apenas 25% dos prontuários tinham o registro da dimensão da UP, 80% apresentava o registro do aspecto e em 52,1% não havia o registro do estágio. Observa-se a necessidade de melhor registro das UP para que as intervenções utilizadas para tratamento possam ser avaliadas.; Pacientes con lesión traumática de médula espinal (LTME) tienen riesgo elevado de desarrollar úlceras de presión (UP). Este estudio retrospectivo identificó a través de la revisión de las historias clínicas en hospital nivel III, carácterísticas de pacientes atendidos y la ocurrencia de UP. La mayoría fue de sexo masculino...

Representações sociais da cadeira de rodas para a pessoa com lesão da medula espinhal; Representaciones sociales de la silla de ruedas para la persona con lesión de la médula espinal; Social Representations of the Wheelchair for People with Spinal Cord Injury

Costa, Viviane de Souza Pinho; Melo, Marcia Regina Antonietto Costa; Garanhani, Mara Lúcia; Fujisawa, Dirce Shizuko
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf; application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/08/2010 Português
Relevância na Pesquisa
76.52%
Na busca por compreender a representação social do uso da cadeira de rodas, através da análise de entrevistas com dez pessoas que sofreram lesão da medula espinhal, elaborou-se a construção de cinco representações. O fenômeno vivenciado sobre a cadeira de rodas possibilitou uma trajetória de significados e simbologias: equipamento indispensável, após a pessoa perceber a incapacidade para andar, símbolo de deficiência quando vivencia a dependência funcional; meio de locomoção e transporte após o resgate de seus potenciais funcionais, passa a integralizar parte ou todo o seu corpo e, por fim, emerge a concepção de autonomia sob quatro rodas, pela adaptação à sua nova capacidade de locomoção. A cadeira de rodas, como extensão do corpo modificado pela lesão medular, ao devolver-lhe o direito de locomoção, presenteia-o não só com a autonomia para vários atos da vida, como lhe devolve a dignidade, tão essencial à vida humana.; Buscando comprender la representación social del uso de la silla de ruedas a través del análisis de entrevistas con diez personas que sufrieron lesión de la médula espinal, elaboramos la construcción de cinco representaciones. El fenómeno experimentado sobre la silla de ruedas posibilitó una trayectoria de significados y simbologías: es un equipamiento indispensable...