Página 1 dos resultados de 268 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

Efeito do agonista PPAR LYSO-7 sobre a instalação e cicatrização de úlceras gástricas induzidas em camundongos; Effect of PPAR agonist LYSO-7 on installation and healing of gastric ulcers induced in mice.

Santin, José Roberto
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 20/12/2013 Português
Relevância na Pesquisa
47.26%
A úlcera gástrica é uma doença crônica, de alta prevalência, e a eficácia dos tratamentos farmacológicos disponíveis é limitada pela alta incidência de efeitos adversos. Neste trabalho é mostrado o mecanismo de ação terapêutica e os efeitos toxicológicos da molécula indol-tiazolidínica LYSO-7 em diferentes modelos experimentais de úlcera gástrica. Camundongos Swiss machos foram tratados com veículo, LYSO-7 (5, 25 ou 50 mg/kg, v.o.) ou bezafibrato (25 ou 50 mg/kg, v.o.) 1 hora antes da administração oral de Et/HCl (60%/0,03 M) ou indometacina (100 mg/kg). Em outro conjunto de ensaios, animais foram pré-tratados com GW9962, um antagonista PPARγ (2 mg/kg, i.p.); anticorpo anti-granulócito (50 µL, i.p.), ou L-NAME (70 mg/kg, i.p) 1 hora antes dos tratamentos com veículo ou LYSO-7. Uma hora após administração da solução de Et/HCl, os neutrófilos foram quantificados no sangue e medula óssea, a rede microcirculatória gástrica foi estudada em in situ, utilizando a técnica de microscopia intravital; o tecido gástrico foi utilizado para quantificar a percentagem de área lesada, atividade da MPO, a expressão gênica e proteica de PPARγ, expressão proteica de iNOS e eNOS, e a atividade das enzimas catalase...

Avaliação dos fatores de risco de mortalidade no tratamento cirúrgico das úlceras gástrica e duodenal perfuradas; Evaluation of risk factors for mortality in the surgical treatment of perforated duodenal and gastric ulcers.

Rocha, Paulo Evangelista da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2003 Português
Relevância na Pesquisa
47.34%
Motivação: A introdução do medicamento antagonista H2, e a descoberta do papel do Helicobacter pylori, na patogênese da úlcera péptica, diminuiu a indicação cirúrgica da doença ulcerosa. Todavia, a incidência de perfuração na doença ulcerosa tem se mantido constante, e o tratamento cirúrgico é a conduta mais indicada. A mortalidade nesta circunstância continua expressiva. Objetivo: Este trabalho teve como objetivo analisar possíveis fatores de risco de mortalidade no tratamento da úlcera gastroduodenal perfurada tratada com cirurgia. Casuística e métodos: Foram estudados 311 pacientes (268 do sexo masculino e 43 do sexo feminino), sendo 242 portadores de úlcera duodenal e 69 de úlcera gástrica, no período de janeiro de 1997 a dezembro de 2000. Ocorreram 35 óbitos (11,25%). Analisaram-se os seguintes fatores: idade, sexo, tabagismo, etilismo, doença ulcerosa prévia, uso de antiinflamatório, pneumoperitônio, doenças concomitantes, choque na admissão, tempo de perfuração, peritonite, tipo de cirurgia e local de perfuração. Os fatores de risco de mortalidade nos dois tipos de úlcera foram comparados descritivamente utilizando-se o odds ratio, os percentuais de mortalidade, o teste de Zelen e análise de regressão logística univariada e multivariada. Destaca-se que a maioria do pacientes foi submetida ao tratamento cirúrgico não definitivo...

Expressão de genes relacionados ao ciclo celular e proteção da mucosa gástrica em metaplasia intestinal e ulcera gástrica em comparação com câncer gástrico

Duarte, Márcia Cristina
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 175 f. : il.
Português
Relevância na Pesquisa
57.23%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Genética - IBILCE; A carcinogênese gástrica apresenta um modelo de múltiplas etapas, que pode iniciar a partir de uma gastrite crônica, frequentemente associada à infecção pela bactéria Helicobacter pylori, e progredir para atrofia gástrica, metaplasia intestinal, displasia e câncer gástrico. Outra via, trata do surgimento do câncer gástrico a partir de um sítio de úlcera péptica benigna. Há relatos de algumas alterações genéticas bem estabelecidas nos estágios iniciais e avançados da carcinogênese gástrica, mas em lesões benignas precursoras como a metaplasia intestinal e a úlcera gástrica, relativamente pouco é conhecido. Deste modo, estudos genéticos destas lesões poderão fornecer informações importantes sobre os eventos iniciais da carcinogênese do estômago e contribuir para estratégias de diagnóstico precoce e prevenção. A partir de dados da literatura foram selecionados genes envolvidos com a carcinogênese do estômago como TERT, COX-2, NOS2, HGF, MET, KRAS, TFF1 e CLDN18, que atuam na manutenção dos telômeros, processos celulares e proteção da mucosa gástrica. Diante do exposto, este trabalho teve por objetivos avaliar mudanças de expressão gênica e protéica destes genes selecionados...

Avaliação da atividade antioxidante de Qualea parviflora sobre a doença inflamatória intestinal e a úlcera gástrica induzidas em roedores

Mazzolin, Lucilene Patrícia
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 60 f.
Português
Relevância na Pesquisa
56.88%
Pós-graduação em Biologia Geral e Aplicada - IBB; As principais espécies reativas de oxigênio e nitrogênio são os radicais superóxido e hidroxila, o peróxido de hidrogênio e o peroxinitrito. Todos estes agentes, apesar de participarem de vários eventos biológicos importantes causam efeitos deletérios. Mecanismos naturais de combate destas espécies reativas incluem um eficiente sistema enzimático contando com a superóxido dismutase, a catalase, a glutationa peroxidase e redutase, além de compostos não enzimáticos que reagem diretamente com os agentes oxidantes como glutationa reduzida, a-tocoferol, ascorbato, B-caroteno e diversos compostos fenólicos derivados de plantas. O desequilíbrio entre a ação do sistema de defesa antioxidante e a força pró oxidativa caracteriza o estresse oxidativo cujos alvos são as macromoléculas celulares. Dessa forma a manutenção do equilíbrio entre o sistema antioxidante e pró-oxidativo têm grande importância em processos fisiológicos bem como em muitos processos patológicos como a doença inflamatória intestinal e a úlcera péptica. Embora a fisiopatologia exata destas doenças permaneça incerta sabe-se que se trata de processos multifatoriais onde o excesso de produção de espécies reativas ou a redução nos mecanismos antioxidantes estão envolvidos na iniciação ou na cronicidade da doença. Os desafios da ciência incluem a compreensão destes eventos de modo que se possibilitem intervenções terapêuticas mais eficazes. Neste contexto...

Dieta rica em fontes de fibras alimentares : efeitos sobre a mucosa gastrointestinal ulcerada de ratos

Luciana Di Pietro Magri
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 22/03/2004 Português
Relevância na Pesquisa
47.37%
Estudos têm relacionado o consumo de fibra alimentar, principalmente na forma solúvel, com o aumento da capacidade protetora das mucosas gástrica e duodenal. A polpa de laranja (PL), goma guar (GG) e a mistura (100:40) polpa de laranja/goma guar (PLG) foram utilizadas como fonte de fibras, e caracterizadas física e físicoquimicamente, apresentando as seguintes características: fibra total (82,6%, 71,1 % e 76,1%, respectivamente); GG apresentou predominância da fração solúvel (75%), enquanto PL e PLG apresentaram 32,2% e 32,6% de fração insolúvel, respectivamente. Os efeitos antiulcerogênicos da PL, da GG e da mistura PLG foram verificados em experimentos agudos de úlcera gástrica por etanol, indometacina, ligadura do piloro, e na úlcera crônica por ácido acético, além do modelo de úlcera duodenal por cisteamina. Também investigou-se o efeito da PL, GG e PLG na determinação de muco aderido à mucosa gástrica, na síntese de prostaglandina e sobre as concentrações plasmáticas de gastrina e somatostatina. As fontes de fibras foram fornecidas: 1) por gavagem, em dose simples de 160 mg/Kg (tratamento agudo) diluída em salina, anteriormente ao agente indutor de úlcera; 2) incluídas na dieta (20%) em detrimento ao amido...

Atividade antioxidante de Byrsonima crassa Nied. e Byrsonima fagifolia Nied. em modelos de indução de ulcera gastrica; Antioxidant activity of Byrsonima crassa Nied. and Byrsonima fagifolia Nied. in induced gastric lesions experimental models

Fabiana de Oliveira Pimentel
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 21/08/2006 Português
Relevância na Pesquisa
67.28%
A úlcera péptica afeta cerca de 10% da população ocidental. Estudos relatam a participação de espécies reativas do oxigênio (EROs) na etiologia e patofisiologia das doenças humanas; como o processo inflamatório, infecção viral, doenças auto-imunes, doenças gastrointestinais e na úlcera gástrica. Alterações bioquímicas são constatadas durante a formação da úlcera, indicando que os radicais livres estão envolvidos com o processo ulceroso. Na úlcera por etanol ocorre formação de edema, liberação de substâncias vasoativas, infiltração de células inflamatórias e aumento da permeabilidade da mucosa. Há uma maior formação de EROs a partir das células inflamatórias, devido a alterações na cadeia respiratória ou a atividade da xantina oxidase, utilizando acetaldeído como substrato. Na úlcera gástrica por de isquemia e reperfusão, a liberação de EROs é relatada como um evento patológico central, sendo a mesma por si só capaz de provocar lesões no tecido gástrico; entretanto, é após a reperfusão que ocorrem os principais eventos lesivos. Neste trabalho foi avaliada a possível atividade antioxidante da fração acetato de etila (FAc) de Byrsonima crassa e Byrsonima fagifolia em úlcera induzida por etanol e por isquemia e reperfusão em ratos machos Wistar. Sob nossas condições experimentais...

Efeitos de derivados de colageno e de um isolado proteico de soro de leite bovino na inibição de lesões ulcerativas gastricas e tumorigenese, in vitro e in vivo; Effect of collagen derivates and bocine whey protein isolate in inhibition of gastric ulcerative lesions and tumorigenesis, in vitro e in vivo

Georgia Alvares de Castro
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 09/11/2007 Português
Relevância na Pesquisa
47.13%
O principal objetivo deste projeto foi avaliar as propriedades fisiológicas potenciais de hidrolisados de colágeno (HC) e de um isolado protéico de soro de leite bovino (WPI) em relação aos efeitos anti-ulcerativo e anti-tumoral em roedores. O projeto apresenta uma parte tecnológica que envolve a produção do WPI e hidrolisados de colágeno (Gelita) com diferentes distribuições de massa molecular. Para obter as frações protéicas utilizadas neste estudo, responsáveis por estes atributos, uma caracterização foi conduzida por fracionamento através de microfiltração utilizando tecnologia de membranas e sistema FPLC por cromatografia de permeação em gel e de fase reversa. Estas tecnologias foram utilizadas para obtenção dos hidrolisados de colágeno com diferentes massas moleculares e do isolado protéico de soro de leite (WPI), para possibilitar a caracterização química e avaliações bioquímica/ fisiológica em suas atividades anti-úlcera e anti-tumoral. Os produtos elaborados a partir desta tecnologia de fracionamento foram caracterizados de acordo com o grau de hidrólise, composição de aminoácidos, massa molecular e número de peptídios, utilizando metodologias estabelecidas. Hidrolisados de colágeno bovino e suíno apresentaram características diferentes quanto ao grau de amidação e teor de amônio total...

Atividade antiulcerogenica de um concentrado de soro de leite bovino em modelos experimentais com ratos

Caroline Filla Rosaneli
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 28/05/2002 Português
Relevância na Pesquisa
47.3%
As proteínas do soro de leite têm sido utilizadas na prevenção e/ou tratamento de patologias por apresentar atividade imunomodulatória,ação antibacteriana e antiviral, ação anticancerígena, efeito positivo no combate às infecções e processos inflamatórios, promoção da síntese de glutationa, além de efeito citoprotetor da mucosa. Os objetivos deste trabalho foram investigar o possível efeito do concentrado de soro de leite bovino (CSL) na proteção da mucosa gástrica nos modelos de úlcera gástrica induzida por indometacina, etanol, estresse por imobilização e frio e por reserpina. No modelo de úlcera induzida por indometacina e etanol os animais receberam tratamento agudo, repetitivo e subcrônico, e nos modelos por estresse por imobilização e frio e por reserpina, tratamento agudo e repetitivo. Para determinar o mecanismo específico de ação do CSL na citoproteção gástrica utilizou-se N-etilmaleimida (NEM), um alquilante dos grupamentos sulfidríla e sulfoximina de butionina (BSO), um bloqueador da enzima y-glutamilcisteína-sintetase que participa da síntese. da glutationa, ambos no modelo de úlcera induzida por etanoL A participação do CSL na citoproteção gástrica foi demonstrada nos modelos de úlcera induzida por indometacina e etanoL A utilização do NEM revelou que o CSL tem importante participação nos efeitos protetores da mucosa gástrica através de grupamentos sulfidríla. Os experimentos realizados com BSO demonstraram que o CSL participa da síntese da glutationa que está envolvida neste processo antiulcerogênico. Nos modelos de úlcera induzida por estresse por imobilização e frio e por reserpina o CSL parece não ter participação na proteção gástrica. Nestes casos...

Analise dos mecanismos antioxidantes na atividade antiulcerogenica de Anacardium humile St. Hil. (Anacardiaceae); Analysis of antioxidants mechanisms in the antiulcerogenic activity of Anacardium humile St. Hil. (Anacardiaceae)

Ana Cristina Alves de Almeida
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 18/02/2010 Português
Relevância na Pesquisa
47.25%
Anacardium humile, popularmente conhecida como cajuzinho-do-cerrado, é utilizada na medicina tradicional para o tratamento de diversas inflamações. Extratos e frações de suas folhas apresentam compostos fenólicos e significativa atividade anti-úlcera. Nesse trabalho, avaliou-se possíveis mecanismos antioxidantes na gastroproteção conferida pela fração acetato de etila das folhas de A. humile (AHFAc). AHFAc é rica em compostos fenólicos, há mais de 30% de fenólicos solúveis nessa fração, segundo resultados do ensaio de Folin-Ciocalteu. AHFAc apresenta atividade redutora em ensaio de redução de 1,1-difenil-1-picril-hidrazila (DPPH), o que representa ação sequestradora de radicais livres em potencial. Foram registrados o perfil cromatográfico de AHFAc, em cromatografia líquida de alta eficiência e o espectro de massas com ionização por electrospray, que indicam a presença de ácido gálico e/ou derivados, quercetina, kaempferol e amentoflavona (um biflavonóide).A atividade farmacológica de AHFAc foi analisada em modelos de indução de úlcera gástrica por isquemia e reperfusão e por etanol absoluto. Ratos Unib: WH foram tratados com o veículo Tween 80® 12% (10 ml.kg-1) ou AHFAc (25, 50 e 100 mg.kg-1) e submetidos à isquemia (30 minutos) e reperfusão (60 minutos) do estômago ou à administração de 1 ml de etanol absoluto. Um grupo SHAM foi formado por animais não tratados...

Atividades antiulcerogênica gástrica e antiinflamatória intestinal de Albarema cochliacarpos; Antiiulcerogenic gastric and anti-inflammatory intestinal activities of Albarema cochliacarpos

Maria Silene da Silva
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 25/03/2010 Português
Relevância na Pesquisa
57.24%
Abarema cochliacarpos (Gomes) Barneby & Grimes, pertencente à família Mimosaceae, é conhecida popularmente como barbatimão por comunidades tradicionais do Nordeste do Brasil, que utilizam sua casca no tratamento da úlcera gástrica e inflamação, entre outros usos. Neste trabalho, inicialmente realizou-se a triagem da atividade antiulcerogênica de extratos e frações, utilizando-se o modelo de úlcera gástrica induzida por etanol absoluto em ratos. A fração butanólica do extrato metanolico, na dose de 150mg/kg, foi selecionada por ser a mais efetiva, a qual foi utilizada para o estudo dos mecanismos de ação antiulcerogênico em modelos de muco aderido e ligadura do piloro. Essa fração foi testada em modelo de atividade antiinflamatória intestinal em ratos. A toxicidade aguda de AC foi avaliada em camundongos Swiss (na dose de 5000 mg/kg) não tendo sido observados sintomas ou sinais de toxicidade. AC 150mg/kg foi sempre administrada oralmente aos animais, exceto no modelo de ligadura do piloro, no qual a via intraduodenal foi empregada. A fração foi capaz de aumentar significativamente o muco aderido, e alterar parâmetros bioquímicos da secreção ácida gástrica, produzindo redução do volume gástrico e aumento do pH...

Avaliação da gastroproteção do óleo essencial do Protium heptaphyllum March (Burceraceae) bem como os possíveis mecanismos de ação envolvidos em modelos de úlcera gástrica em ratos = : Evaluation of gastroprotection essential oil Protium heptaphyllum March (Burceraceae) and the possible mechanisms involved on experimental gastric ulcer models in rats; Evaluation of gastroprotection essential oil Protium heptaphyllum March (Burceraceae) and the possible mechanisms involved on experimental gastric ulcer models in rats

Deborah de Arantes e Oliveira Valim Araujo
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 29/08/2012 Português
Relevância na Pesquisa
47.28%
Protium heptaphyllum March (Burseraceae), conhecido como almécega ou breu branco, é uma planta medicinal abundante na região Amazônica. Seu exudato resinoso in natura é um conceituado remédio popular com ação anti-inflamatória, antiulcerogênica, analgésica e cicatrizante. O gênero Protium compreende cerca de 135 espécies, estima-se que a maioria das espécies da família Burseraceae pertençam a este gênero, tendo como principal característica sua capacidade em exsudar resinas aromáticas voláteis, usadas como curativo de feridas, tratamento de dor de dente, antisséptico, analgésico e distúrbios gastrointestinais. O objetivo deste trabalho, foi avaliar o potencial gastroprotetor do óleo essencial comercial do Protium heptaphyllum March (Burseraceae) (BB), bem como os possíveis mecanismos de ação envolvidos, através de modelos de úlcera gástrica em ratos Unib:WH. A análise de cromatografia gasosa-espectrometria de massa (CG-EM) do BB indicou a presença de três monoterpenos majoritários: ?-pineno (40%), p-mentha-1.4(8)-dieno (12%) e ?-phellandreno (10%). Foram realizados diferentes modelos experimentais de úlcera gástrica que, com base em suas respectivas especificações, foram incluídos dois grupos controles...

Utilização de gastroscopia no despiste da EGUS / SUGE (Equine Gastric Ulcer Syndrome / Síndrome de Úlcera Gástrica Equina)

Simões, Joana de Sousa Azevedo
Fonte: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária Publicador: Universidade Técnica de Lisboa. Faculdade de Medicina Veterinária
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em 30/05/2011 Português
Relevância na Pesquisa
67.24%
Dissertação de Mestrado Integrado em Medicina Veterinária; A Síndrome de Úlcera Gástrica Equina (SUGE) tem recebido nas últimas décadas uma atenção crescente, devido à sua elevada prevalência, e às suas repercussões económicas e no bem-estar dos animais. Pensa-se que a SUGE terá uma etiologia multifactorial, envolvendo vários factores de risco que predispõem à lesão da mucosa ao alterarem a acidez gástrica, a concentração de ácidos gordos voláteis ou o aporte sanguíneo. São considerados factores de risco a intensidade e regime de exercício físico, a dieta, a estabulação permanente, a terapêutica com anti-inflamatórios não esteroides e o stress. A bactéria Helicobacter pylori não foi isolada até à data em equinos, embora tenha sido descoberta outra espécie enterohepática – Helicobacter equorum. Contudo, foi identificado ADN tipo-Helicobacter em vários cavalos com ulceração gástrica. A gastroscopia é o único método de diagnóstico definitivo in vivo disponível e as úlceras são frequentemente achados gastroscópicos em animais assintomáticos, já que os sinais clínicos são normalmente inespecíficos e ligeiros. Este trabalho teve como objectivo avaliar a presença da SUGE num grupo de 12 cavalos Puro Sangue Lusitanos (PSL) por meio de gastroscopia...

Soroprevalência de anticorpos contra o antígeno CagA do Helicobacter pylori em pacientes com úlcera gástrica na região Norte do Brasil

Martins,Luisa Caricio; Corvelo,Tereza Cristina de Oliveira; Oti,Henrique Takeshi; Barile,Katarine Antônia dos Santos
Fonte: Sociedade Brasileira de Medicina Tropical - SBMT Publicador: Sociedade Brasileira de Medicina Tropical - SBMT
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2002 Português
Relevância na Pesquisa
67%
O Helicobacter pylori é um agente patogênico largamente distribuído no mundo, estando envolvido no desenvolvimento de várias doenças gastrointestinais. Atualmente a infecção pela cepa virulenta (CagA+) do H. pylori é considerado um dos principais fatores etiológicos para o desenvolvimento de ulcerações gástricas. Baseado nessa informação, investigamos a soroprevalência das cepas virulentas entre os pacientes com úlcera gástrica da nossa região, utilizando testes sorológicos para detecção de anticorpos contra o H. pylori e a proteína CagA. Sendo observado que 82% (45/55) dos pacientes estavam infectados pela cepa virulenta, entre esses 89% (40/45) apresentaram grau de inflamação aumentado na mucosa gástrica, com denso infiltrado de leucócitos no tecido, o que provavelmente favoreceu a formação das ulcerações gástricas.

Caracterização da atividade gastroprotetora e cicratizante gástrica da Camellia sinensis(L.) Kuntze em ratas

Borato, Débora Gasparin
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: 107f. : il. algumas color., tabs., grafs.; application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
47.14%
Orientadora : Profª. Drª. Cristiane Hatsuko Baggio; Co-orientadora : Profª Drª Maria Fernanda de Paula Werner; Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Farmacologia. Defesa: Curitiba, 30/09/2014; Inclui referências; Resumo: A Camellia sinensis (L.) Kuntze é uma espécie de planta cujas folhas são utilizadas amplamente na obtenção de infusões popularmente conhecidas como "chás". Considerando-se que diversas propriedades terapêuticas desta planta têm sido demonstradas, e que há uma grande necessidade do desenvolvimento de medicamentos anti-ulcerosos mais efetivos, este estudo teve como objetivo avaliar a atividade gastroprotetora e cicatrizante gástrica do extrato hidroalcoólico de folhas do chá verde (EHCV) e chá preto (EHCP), e dos mecanismos de ação envolvidos. O tratamento intraperitoneal dos animais com o EHCV e o EHCP protegeu a mucosa gástrica contra lesões agudas induzidas por etanol e, quando administrados por via oral, reduziu as lesões induzidas por indometacina, com a participação de fatores citoprotetores como a glutationa reduzida (GSH) e muco gástrico. No modelo de úlcera crônica induzida por ácido acético, a administração oral de EHCV e EHCP foi capaz de reduzir a área da úlcera gástrica...

Ação da 'alfa'-lactalbumina e seus hidrolisados na inibição da ulcera gastrica induzida por diferentes agentes.; Actionof the 'alfa'-lactalbumin and its hydrolysates on the inhibition of the induced gastric ulcer for different agents.

Leonice Fatima Hoger Mezzaroba
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/06/2005 Português
Relevância na Pesquisa
57.39%
A a-lactalbumina tem sido recentemente associada com redução de estresse, imunomodulação, atividade antimicrobiana após proteólise, propriedade anticancer e atividade antiulcerogênica. Os objetivos deste trabalho foram definir uma metodologia para a obtenção da a-lactalbumina e da b-lactoglobulina a partir de um concentrado de proteínas de soro de leite bovino e investigar a atividade antiulcerogênica da a-lactalbumina (produzida em laboratório e uma preparação comercial), da a-lactalbumina comercial hidrolisada e duas frações de seu hidrolisado (F1 < 1kDa e F2 > 1kDa) na proteção da mucosa gástrica em modelos de úlcera induzida por indomentacina e etanol absoluto em ratos, bem como, avançar na investigação das vias metabólicas de ação protetora. Para o isolamento da a-lactalbumina e da b-lactoglobulina a partir do concentrado de soro de leite bovino utilizou-se o sistema FPLC da Pharmacia e coluna de troca aniônica (resina Q Sepharose fast flow), e a fração correspondente a a- lactalbumina foi em seguida purificada por exclusão molecular utilizando-se a resina Sephacryl S-200. A b-lactoglobulina foi facilmente isolada por cromatografia de troca iônica apresentando-se quase homogênea e com um rendimento de 82%; para a a-lactalbumina...

Atividade de Turnera diffusa Willd. e Turnera ulmifolia L. fornece suporte a indicação de flavonoides como nova fonte de moleculas farmacologicamente ativas para o tratamento de ulceras gastrointestinais

Juliano de Souza Gracioso
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 31/07/2002 Português
Relevância na Pesquisa
47.16%
T. ulmifolia e T. diffusa são plantas que pertencem à família Turnerácea encontrada em países de clima tropical e subtropical, inclusive no Brasil. Estas plantas são utilizadas na medicina popular do México, Estados Unidos, Ilhas do Caribe e Brasil para o tratamento de diversas patologias incluindo disfunções sexuais, inflamação e distúrbios gástricos e intestinais. No Brasil e na maioria destes países T. ulmifolia e T. diffusa são conhecidas popularmente como Chanana e Damiana, respectivamente. Os efeitos toxicológicos agudos dos extratos de diferentes polaridades e dos infusos obtidos a partir das partes aéreas de cada espécie foram analisados e testados em diferentes doses, e nenhuma morte ou sinal de toxicidade foi observada até a dose de 5000 mg/kg, administrada por via oral, em camundongos. Estas amostras foram também testadas em diferentes experimentos de indução de úlcera gástrica em camundongos tais como o modelo de estresse, indometacina e betanecol, HCl/etanol e ligadura do piloro além de modelos de indução de úlcera duodenal e úlcera crônica em ratos, para avaliação de seu potencial antiulcerogênico. Os extratos administrados em dose de 100 mg/kg e os infusos administrados em doses de 100...

Localização de lesões (úlceras e/ou erosões) e descamações da mucosa gástrica em potros assintomáticos da raça Quarto de Milha: estudo endoscópico; Lesions (ulcers and/or erosions) and desquamations location in the gastric mucosa from asymptomatic Quarter Horse foals: endoscopic survey

Dearo, Antonio Cezar de Oliveira; Lopes, Marco Aurélio Ferreira; Gandolfi, Waldir
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/1999 Português
Relevância na Pesquisa
56.93%
A úlcera gástrica figura como uma importante causa de desconforto abdominal em eqüinos jovens. De acordo com a localização das lesões na mucosa gástrica, a presença ou ausência de sinais clínicos e possíveis complicações resultantes de sua ocorrência, quatro síndromes clínicas são freqüentemente descritas em potros: 1) Úlceras assintomáticas ou silenciosas; 2) Úlceras sintomáticas ou ativas; 3) Úlceras perfuradas; e 4) Obstruções gástrica ou duodenal. Com o objetivo de se verificar a distribuição de lesões gástricas (úlceras e/ou erosões) e descamações do epitélio aglandular no estômago de eqüinos jovens assim como uma possível relação entre as alterações mencionadas (lesão/descamação) sessenta potros da raça Quarto de Milha não-portadores de sinais clínicos compatíveis com úlceras gástricas foram submetidos à gastroscopia. Os potros foram divididos em quatro faixas etárias de 15 animais cada uma, sendo: 1 a 30 dias, 31 a 60 dias, 61 a 90 dias e 91 a 120 dias de idade. As lesões ocorreram em ordem decrescente de freqüência nas regiões aglandular próximo ao margo plicatus ao longo da curvatura maior, aglandular próximo à cárdia ao longo da curvatura menor, fundo glandular e aglandular e antro. As descamações do epitélio aglandular ocorreram de forma similar nas regiões de fundo e margo plicatus. Não houve associação entre a ocorrência de lesões e descamações.; Gastric ulcer accounts for an important cause of abdominal discomfort in young horses. Concerning either the presence or absence of clinical signs and their variations...

Diagnóstico morfológico de Helicobacter pylori mediante citología gástrica por cepillado

Mandado Pérez,Sara; Gra Oramas,Bienvenido; González Carvajal,Miguel; Paniagua Estévez,Manuel; Piñol Nery,Felipe; Domínguez Álvarez,Carlos
Fonte: Revista Cubana de Medicina Publicador: Revista Cubana de Medicina
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2003 Português
Relevância na Pesquisa
57.05%
Se conoce que en Cuba la citología gástrica por cepillado no había sido utilizada para el diagnóstico morfológico del Helicobacter pylori. Se realizó en el Instituto de Gastroenterología, mediante endoscopia, a 625 pacientes adultos, 585 con gastritis crónica y 40 con úlcera gástrica. Se fijaron las muestras en alcohol de 95° Se probaron las coloraciones de Papanicolaou, hematoxilina y eosina, Gram, safranina y azul de metileno al 2 %. Se observaron las muestras en un microscopio óptico previamente calibrado. Se diagnosticó H. pylori en 310 gastritis crónicas y en 28 úlceras, 2 de las cuales eran malignas. Se diagnosticó H. heilmannii en un caso con úlcera gástrica negativo de H. pylori. Se eligió el azul de metileno al 2 % para la coloración.

Seguimiento endoscópico de la úlcera gástrica en una población de riesgo intermedio de cáncer gástrico

Mañas,M. D.; Domper,A.; Albillos,A.; Hernández,A.; Carpintero,P.; Lorente,R.; López,B.; Santa,E. de la; Olmedo,J.; Rodríguez,E.
Fonte: Revista Española de Enfermedades Digestivas Publicador: Revista Española de Enfermedades Digestivas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; journal article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: text/html; application/pdf
Publicado em 01/05/2009 Português
Relevância na Pesquisa
67.24%
Objetivos: Primario: valorar la necesidad de una segunda endoscopia con estudio anatomopatológico para confirmar la curación de todas las úlceras gástricas diagnosticadas previamente mediante endoscopia, en una población de riesgo intermedio de cáncer gástrico. Secundario: correlacionar el juicio diagnóstico del endoscopista y el diagnóstico anatomopatológico. Pacientes y métodos: análisis prospectivo de todos los pacientes diagnosticados de úlcera gástrica mediante endoscopia en el Hospital General de Ciudad Real durante tres años. Se recogieron datos demográficos, clínicos, endoscópicos y anatomopatológicos de la primera y sucesivas endoscopias. Se tomaron al menos seis muestras de biopsia del nicho y se valoró la presencia de H. pylori. Resultados: se incluyeron 302 pacientes. Se diagnosticó infección por H. pylori en 173 (57%) y se documentó la toma de AINE en 113 (37%). El valor predictivo positivo y negativo para malignidad del diagnóstico endoscópico atendiendo a los pliegues, fondo y bordes del nicho fue de 34 y 97%, respectivamente. La segunda endoscopia sólo diagnosticó un paciente. Al final del seguimiento, el diagnóstico etiológico fue de 276 casos de úlcera péptica, 1 de úlcera por enfermedad de Crohn y 25 de úlcera neo-plásica (21 adenocarcinomas...

Cambios en la epidemiologia de la Úlcera Péptica y su relación con la infección con Helicobacter Pylori. Hospital Daniel Carrión 2000-2005

Montes Teves,Pedro; Salazar Ventura,Sonia; Monge Salgado,Eduardo
Fonte: Revista de Gastroenterología del Perú Publicador: Revista de Gastroenterología del Perú
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2007 Português
Relevância na Pesquisa
47.35%
INTRODUCCIÓN: La enfermedad ulcerosa péptica es una patología frecuente. En los últimos años existen reportes que han descrito cambios en su epidemiología, así como en su relación con la infección por Helicobacter pylori OBJETIVO: El objetivo principal del trabajo es describir las características epidemiológicas de la úlcera péptica en los pacientes con enfermedad ulcerosa péptica durante el periodo Enero 2000 - Diciembre 2005 en el Hospital Nacional Daniel A. Carrión. MATERIALES Y MÉTODOS: El presente trabajo es un estudio de tipo analítico trasversal. Se incluyo a todos los pacientes con diagnostico de Úlcera péptica mediante examen endoscópico durante el periodo de estudio en el Servicio de Gastroenterología del HNDAC. Se excluyo a aquellos pacientes con diagnostico concomitante de cáncer gástrico, cirugía previa o con úlceras de etiología no péptica. Se utilizo el programa estadístico SPSS 9 para el procesamiento de datos. RESULTADOS: Se reviso 10819 reportes de endoscopia, encontrándose 899 casos de ulcera péptica durante el periodo de estudio, de esta población un 67.8 % fueron de sexo masculino, la edad promedio fue de 54.03 años. La edad promedio fue mayor en los pacientes de sexo femenino (59.87 años)...