Página 1 dos resultados de 770 itens digitais encontrados em 0.005 segundos

A formação do técnico e do tecnólogo no Curso de Viticultura e Enologia do Centro Federal de Educação Tecnológica de Bento Gonçalves - RS e a educação profissional : um estudo de caso

Colao, Magda Maria
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.23%
Estudei a formação do técnico e do tecnólogo em viticultura e enologia, em nível médio e superior, respectivamente, do CEFET-BG/RS, partindo da tese, surgida das experiências diretas com o objeto de estudo e das pesquisas e literatura em geral, realizadas sobre a educação profissional, que os ensinamentos, práticas, e formação em geral concretizados na escola não eram os esperados, relativamente, como satisfatórios, pelas empresas. Meu estudo, de natureza qualitativa, dialética materialista, Estudo de Caso, partiu da análise do concreto sensível para descobrir a “prioridade ontológica” desse processo de formação dos técnicos e tecnólogos. Detectado o currículo como essa realidade prioritária, busquei sua origem e desenvolvimento contraditório, mostrados no trabalho. Em seguida, com os fenômenos materiais em estudo, apoiada na categoria de totalidade, destaquei suas ligações e relações. Determinei a população e a amostra e decidi realizar a reunião das informações empregando a entrevista semi-estruturada, a observação semidirigida, o grupo de discussão e análise de documentos. A descrição, interpretação, explicação e compreensão das informações a realizei em dois momentos. Um, de natureza empírica...

A diversificação de atividades agrícolas na agricultura familiar do município de Sertão Santana, RS, a partir do Programa Municipal de Incentivo à Viticultura

Schäffer, Clair Junior de Oliveira
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.07%
A diversificação de atividades agrícolas possui um importante papel junto à agricultura familiar. Assim, este trabalho pretende através de um estudo de caso do município de Sertão Santana, RS, que se caracteriza pela economia de agricultura familiar, analisar o papel da diversificação de atividades agrícolas para a sustentabilidade dos agricultores familiares. Através de um roteiro de entrevista semi-estruturada, foram entrevistados uma amostragem de agricultores familiares, que fazem parte da Associação de Produtores de Uva de Sertão Santana – APRUSS e incentivados à diversificação a partir do Programa Municipal de Incentivo a Viticultura, no município de Sertão Santana, com a intenção de conhecer melhor o perfil sócio-economico dos agricultores familiares, suas motivações, seus entraves e perspectivas para adoção da diversificação de atividades agrícolas nas unidades de produção. Como resultados destacam-se a busca pelos agricultores familiares do município pela diversificação de atividades agrícola, que contemplem a manutenção das famílias no campo e um desenvolvimento sustentável nos aspectos econômicos, sociais e ambientais.; The diversification of agricultural activities possesses an important paper next to familiar agriculture. So...

A viticultura duriense e o vinho do Porto na época contemporânea : notas para um programa de pesquisa

Pereira, Gaspar Martins
Fonte: Porto : Universidade do Porto. Faculdade de Letras. GEHVID-Grupo de Estudos de História da Viticultura Duriense e do Vinho do Porto Publicador: Porto : Universidade do Porto. Faculdade de Letras. GEHVID-Grupo de Estudos de História da Viticultura Duriense e do Vinho do Porto
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
37.07%

Do vinho de Deus ao vinho dos Homens : o vinho, os mosteiros e o Entre Douro e Minho

Marques, Gonçalo Nuno Ramos Maia
Fonte: Porto : [Edição do Autor] Publicador: Porto : [Edição do Autor]
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
27.07%
O presente trabalho procura demonstrar o papel desenvolvido pelas Ordens Religiosas- com um destaque particular para os Beneditinos, mas também Agostinhos e Monges-Cavaleiros de São João do Hospital - na promoção da viticultura e da vinificação no Entre Douro e Minho, desde o final da Idade Media aos séculos de "Antigo Regime". No seu capítulo introdutório, faz-se um levantamento exaustivo de alguns dados, apoiados em literatura especializada, relativos ao conhecimento da Província de Entre Douro e Minho e das origens da viticultura nesta região setentrional do território português. Já no segundo capítulo, são apresentados alguns dados relativos a preços e unidades de medida do vinho, salvaguardando as devidas variações na longa duração. Segue-se uma análise dos circuitos comerciais, perspetivando os principais mercados difusores e consumidores do vinho minhoto. No quarto capítulo tecem-se algumas considerações sobre o lugar das Ordens Religiosas no desenvolvimento da actividade agronómica, mormente enquadrada no campo da vitivinicultura. O quinto capítulo consubstancia o núcleo essencial de trabalho analítico da dissertação. Aqui se desenvolvem as características particulares de cada uma das casas monásticas analisadas...

Pegada de água associada à produção do vinho verde branco

Pina, Leandro Adélcio Batista de
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
27.34%
A pegada da água (PA) de um produto é a soma de toda a água consumida ao longo do ciclo de vida do produto. O cálculo da PA de produtos agro-industriais é importante porque eles são amplamente conhecidos como tendo uma pegada significativa sobre os recursos hídricos. A PA é dividida em três componentes: verde, azul e cinzenta. A PA verde refere-se ao consumo dos recursos de água verde (água da chuva armazenada no solo como humidade do solo). A PA azul refere-se ao consumo dos recursos de água azul (água superficial e subterrânea) ao longo da cadeia de abastecimento do produto. O ‘consumo’ refere-se à perda de água do corpo de água subterrânea/superficial disponível numa área hidrográfica, que acontece quando a água evapora, regressa a outra bacia hidrográfica ou ao mar, ou é incorporada no produto. A PA cinzenta refere-se à poluição e é definida como o volume de água doce necessário para diluir a carga poluente com base nos padrões de qualidade de água existentes. O objectivo deste estudo foi calcular a PA do vinho verde branco e identificar as principais fontes de consumo de água. A PA é calculada para as actividades realizadas durante o processo de viticultura e de produção de vinho. Os dados referentes ao ano 2009...

Sustainable viticulture in Bairrada appellation: vineyard and harvest year effects on grapes oenological potential; Viticultura sustentável na Região Demarcada da Bairrada: os efeitos da vinha e do ano de colheita no potencial enológico das uvas

Petronilho, Sílvia Lancha
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
37.07%
The sustainable viticulture of a region passes, among other aspects, for maximizing the varieties potential minimizing subsequent interventions during winemaking, which should contribute to the production of quality wines maintaining their typicity and rationalizing costs. The detailed knowledge of each Appellation specificities, namely vineyard parcel (soil type and topographical peculiarities) and harvest climatic conditions is crucial for sustainability in this sector. Thus, in line with this current trend, the starting point for the development of this PhD thesis was to evaluate the oenological potential of different varieties cultivated throughout Bairrada Appellation (Portugal). During maturation several changes in grape varieties occur, namely berries become sweeter, less acidic, and they develop flavour, aroma and colour properties. The development of these characteristics is essential to define grapes oenological potential, i.e. to estimate the possibility of their usage to produce specific wines. A three years sampling plan was designed to evaluate the effect of harvest year and parcel characteristics on V. vinifera cv. Arinto, Bical, Sauvignon Blanc, Baga, Castelão, Touriga Nacional, and Sousão grapes composition. For each variety...

Viticultural zoning in Europe: climate scenarios and adaptation measures

Fraga, Helder José Chaves
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
27.42%
Tese de Doutoramento em Ciências Agronómicas e Florestais; A vitivinicultura é fortemente influenciada pelos elementos climáticos, sendo altamente vulnerável às alterações climáticas. Nas mais famosas regiões vitivinícolas da Europa, estabelecer o papel do clima no desenvolvimento da videira, atributos qualitativos e produção de vinho, adquire uma importância fundamental para a sustentabilidade económica e social do setor. Este fator é de particular interesse em algumas regiões com climas tipicamente Mediterrânicos, como é o caso Portugal, dada a variabilidade climática existente e as alterações projetadas para o futuro. No presente estudo, a atual zonagem bioclimática na Europa é analisada através do cálculo de índices vitivinícolas especializados, utilizando uma base de dados observacional. Através de um conjunto de modelos climáticos, as projeções futuras e incertezas associadas são posteriormente avaliadas à escala regional. Os índices bioclimáticos permitem sinalizar as zonas com melhor aptidão para o cultivo da vinha na Europa, e também inferir sobre a qualidade do vinho, o risco de contaminação por doenças e pragas, bem como a avaliação das necessidades hídricas da videira em cada região. De notar que muitas regiões do sul da Europa apresentam atualmente uma elevada acumulação térmica e moderados níveis de secura...

Viticultura de precisão: utilização da detecção remota no estudo da variabilidade espacial do vigor, produção e qualidade, castas Syrah e Touriga Franca

Sereno, Pedro Miguel Valério Marques
Fonte: Universidade Técnica de Lisboa Publicador: Universidade Técnica de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2009 Português
Relevância na Pesquisa
37.07%
Mestrado em Viticultura e Enologia - Instituto Superior de Agronomia / Universidade do Porto; In order to evaluate the possibilities of using remote sensing in the identification and management of spatial variability of a vineyard, we present the results of a test of precision viticulture installed in two plots was one of Touriga Franca and other caste Syrah, located in the northern region of the Tagus. Based on data of vegetation index NDVI (normalized difference vegetation index) obtained by digital aerial photography on a flight out to the painter, and agronomic data collected from a sample of vines were obtained linares regressions between NDVI values and the values of leaf area, weight of pruning wood, production, weight and quality of the grapes must. The results showed that significant differences in terms of the parameters of the canopy, yield, vigor and quality of wines made between classes and grapes varieties. Segmentation allowed to obtain significantly higher values in the probable alcohol, total acidity, anthocyanins, color intensity and total phenols of the grape harvest in the class of lower NDVI, corresponding to the lowest force of vines.

Progressos na viticultura brasileira

Camargo,Umberto Almeida; Tonietto,Jorge; Hoffmann,Alexandre
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2011 Português
Relevância na Pesquisa
27.34%
A viticultura brasileira nasceu com a chegada dos colonizadores portugueses, tornando-se uma atividade comercial a partir do início do século XX. Houve absoluto predomínio do cultivo de uvas americanas até meados do século XX, quando se iniciou o plantio de videiras europeias. Até a década de 1960, a viticultura brasileira ficou limitada às regiões Sul e Sudeste. A partir daí, a uva alastrou-se como alternativa econômica em diversas regiões tropicais do País e ganhou nova dimensão nas zonas temperadas de cultivo. Atualmente, a área vitícola brasileira situa-se ao redor de 83.700 ha, com uma produção anual oscilando entre 1.300.000 e 1.400.000 toneladas. Destacam-se, pelo volume de produção, os Estados do Rio Grande do Sul, São Paulo, Pernambuco, Paraná, Bahia, Santa Catarina e Minas Gerais. A grande maioria das uvas e seus derivados são consumidos no mercado interno. O suco de uva concentrado e a uva de mesa são os principais produtos de exportação. A diversidade é a marca da viticultura brasileira: são diferentes condições ambientais, variados sistemas de cultivo e recursos genéticos com ampla variabilidade. Neste trabalho, é traçado o perfil da viticultura brasileira e são apresentados os principais avanços tecnológicos obtidos nas últimas décadas. Entre outros tópicos...

Progressos na viticultura brasileira.

CAMARGO, U. A.; TONIETTO, J.; HOFFMANN, A.
Fonte: Revista Brasileira de Fruticultura, Jaboticabal, v. 33, p. 144-149, out. 2011. Publicador: Revista Brasileira de Fruticultura, Jaboticabal, v. 33, p. 144-149, out. 2011.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
37.42%
A viticultura brasileira nasceu com a chegada dos colonizadores portugueses, tornando-se uma atividade comercial a partir do início do século XX. Houve absoluto predomínio do cultivo de uvas americanas até meados do século XX, quando se iniciou o plantio de videiras europeias. Até a década de 1960, a viticultura brasileira ficou limitada às regiões Sul e Sudeste. A partir daí, a uva alastrou-se como alternativa econômica em diversas regiões tropicais do País e ganhou nova dimensão nas zonas temperadas de cultivo. Atualmente, a área vitícola brasileira situa-se ao redor de 83.700 ha, com uma produção anual oscilando entre 1.300.000 e 1.400.000 toneladas. Destacam-se, pelo volume de produção, os Estados do Rio Grande do Sul, São Paulo, Pernambuco, Paraná, Bahia, Santa Catarina e Minas Gerais. A grande maioria das uvas e seus derivados são consumidos no mercado interno. O suco de uva concentrado e a uva de mesa são os principais produtos de exportação. A diversidade é a marca da viticultura brasileira: são diferentes condições ambientais, variados sistemas de cultivo e recursos genéticos com ampla variabilidade. Neste trabalho, é traçado o perfil da viticultura brasileira e são apresentados os principais avanços tecnológicos obtidos nas últimas décadas. Entre outros tópicos...

Status atual da pesquisa de viticultura de precisão no Rio Grande do Sul: primeiros resultados da UP Uva para Vinho.

MIELE, A.; FLORES, C. A.; FILIPPINI ALBA, J. M.
Fonte: In: INAMASU, R. Y.; NAIME, J. de M.; RESENDE, A. V. de; BASSOI, L. H.; BERNARDI, A. C. de C. (Ed.). Agricultura de precisão: um novo olhar. São Carlos: Embrapa Instrumentação, 2011. Publicador: In: INAMASU, R. Y.; NAIME, J. de M.; RESENDE, A. V. de; BASSOI, L. H.; BERNARDI, A. C. de C. (Ed.). Agricultura de precisão: um novo olhar. São Carlos: Embrapa Instrumentação, 2011.
Tipo: Capítulo em livro técnico-científico (ALICE) Formato: p. 267-272.
Português
Relevância na Pesquisa
37.23%
Tecnologias relacionadas à viticultura de precisão (VP) ainda não estão sendo contempladas pelo setor primário para aumentar a competitividade do vinho brasileiro em relação ao importado. Para sanar essa lacuna, está-se conduzindo esta pesquisa utilizando várias tecnologias de VP num vinhedo do cv. Merlot, clone 347. As atividades realizadas durante o ciclo vegetativo de 2010/2011 foram relacionadas à determinação das coordenadas da UP Uva para Vinho, georreferenciamento das videiras que formam os vinhedos, determinação dos perfis dos solos, análises de amostras de solos, NDVI, CE do solo, clorofila das folhas, análise de minerais dos pecíolos, composição físico-química do mosto da uva, elaboração de vinho em pequena escala e vigor da planta. Os dados ainda estão sendo espacializados, entretanto na UP Uva para Vinho foram determinadas três classes taxonômicas de solo (Argissolos, Cambissolos e Neossolos), as quais compõem 10 unidades de mapeamento. Além disso, a Análise de Componentes Principais discriminou as classes taxonômicas e as unidades de mapeamento em função das variáveis relacionadas à composição do mosto da uva e à composição mineral dos pecíolos das folhas.; 2011

Modelagem espacial do solo para apoio à viticultura de precisão: Vale dos Vinhedos, Serra Gaúcha, Rio Grande do Sul, Brasil.

FILIPPINI ALBA, J. M.; FLORES, C. A.; MIELE, A.
Fonte: Revista Brasileira de Viticultura e Enologia, Bento Gonçalves, n. 4, p. 8-17, 2012. Publicador: Revista Brasileira de Viticultura e Enologia, Bento Gonçalves, n. 4, p. 8-17, 2012.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
47.34%
Tecnologias de agricultura de precisão (AP) ainda são pouco contempladas pelo setor primário para aumentar a qualidade e competitividade do vinho brasileiro. A AP possui uma forte vinculação com as geotecnologias, o que possibilita a análise da variabilidade espacial a baixo custo. Por isso, neste artigo apresentam-se diversas geotecnologias aplicadas à viticultura de precisão num vinhedo do cv. Merlot, clone 347, localizado em Bento Gonçalves, RS. As atividades de pesquisa desenvolvidas foram: (1) mapeamento detalhado dos solos; (2) elaboração do modelo digital de elevação (estação total); (3) malha regular de amostras superficiais de solos (20 cm); (4) processamento dos dados conforme métodos estatísticos e de modelagem com sistemas de informação geográfica (SIG). Os dados sugerem variabilidade espacial significativa para vários atributos, com boa correlação com as classes taxonômicas de solo em nível de ordem (Argissolos, Cambissolos e Neossolos). A modelagem SIG mostrou potencialidade para a integração dos níveis de informação relacionados aos atributos do solo e definição de zonas de manejo. A classe de aptidão ?Preferencial? ocupou aproximadamente 50% do vinhedo, cobrindo praticamente o total dos Cambissolos (CXve 2 e CXve 3) e parcialmente os Neossolos (RRh 3 e RRh 4). Destaca-se a necessidade de ajustar o modelo sob o ponto de vista dos critérios de integração e estratégia SIG.; 2012

Modelagem espacial do solo para apoio à viticultura de precisão: Vale dos Vinhedos, Serra Gaúcha, Rio Grande do Sul, Brasil.

FILIPPINI ALBA, J. M.; FLORES, C. A.; MIELE, A.
Fonte: Revista Brasileira de Viticultura e Enologia, Bento Gonçalves, v. 4, n. 4, p. 8-17, 2012. Publicador: Revista Brasileira de Viticultura e Enologia, Bento Gonçalves, v. 4, n. 4, p. 8-17, 2012.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
47.34%
Tecnologias de agricultura de precisão (AP) ainda são pouco contempladas pelo setor primário para aumentar a qualidade e competitividade do vinho brasileiro. A AP possui uma forte vinculação com as geotecnologias, o que possibilita a análise da variabilidade espacial a baixo custo. Por isso, neste artigo apresentam-se diversas geotecnologias aplicadas à viticultura de precisão num vinhedo do cv. Merlot, clone 347, localizado em Bento Gonçalves, RS. As atividades de pesquisa desenvolvidas foram: (1) mapeamento detalhado dos solos; (2) elaboração do modelo digital de elevação (estação total); (3) malha regular de amostras superficiais de solos (20 cm); (4) processamento dos dados conforme métodos estatísticos e de modelagem com sistemas de informação geográfica (SIG). Os dados sugerem variabilidade espacial significativa para vários atributos, com boa correlação com as classes taxonômicas de solo em nível de ordem (Argissolos, Cambissolos e Neossolos). A modelagem SIG mostrou potencialidade para a integração dos níveis de informação relacionados aos atributos do solo e definição de zonas de manejo. A classe de aptidão ?Preferencial? ocupou aproximadamente 50% do vinhedo, cobrindo praticamente o total dos Cambissolos (CXve 2 e CXve 3) e parcialmente os Neossolos (RRh 3 e RRh 4). Destaca-se a necessidade de ajustar o modelo sob o ponto de vista dos critérios de integração e estratégia SIG.; 2012

A expansão da viticultura no Submédio São Francisco.

ALBUQUERQUE, T. C. S. de; SOUSA, J. S. I. de; OLIVEIRA, F. Z. de.
Fonte: In: SIMPÓSIO LATINO-AMERICANO DE ENOLOGIA E VITICULTURA, 2.; JORNADA LATINO-AMERICANA DE VITICULTURA E ENILOGIA, 2.; SIMPÓSIO ANUAL DE VITICULTURA, 2., 1987, Garibaldi, RS. Anais... Porto Alegre: ABTVE, 1987. p.1-8. Publicador: In: SIMPÓSIO LATINO-AMERICANO DE ENOLOGIA E VITICULTURA, 2.; JORNADA LATINO-AMERICANA DE VITICULTURA E ENILOGIA, 2.; SIMPÓSIO ANUAL DE VITICULTURA, 2., 1987, Garibaldi, RS. Anais... Porto Alegre: ABTVE, 1987. p.1-8.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
47.48%
Trata de um historico sobre a trajetoria da expansao da viticultura no Submedio Sao Francisco. Recorrendo-se a informacoes sobre a viniviticultura madeirense, pode-se reconstituir o rol de cultivares que fundamentaram a viticultura do Vale Medio Sao Francisco, a saber: Bastardo, Boaes, Dedo de Dama, Ferraes, Galego, Malvasias (Malvasia Grossa, cujo sinonimo principal e Codega, ou ainda Malvoise a Gros Grains e Vermentino), Mascateis, Verdelho ou Couveio. Estas e outras viniferas dos tempos coloniais sao ainda, cultivadas, em latadas contiguas as moradias, em muitos lugares do vale do Sao Francisco.; 1987

Caracteriza????o da aptid??o clim??tica da regi??o da Campanha do Rio Grande do Sul para a viticultura; Characterization of the climatic aptitude of region of the Campanha region of Rio Grande do Sul for the viticulture

BRIXNER, Gabriel Franke
Fonte: Universidade Federal de Pelotas; Agricultura familiar; Programa de P??s-Gradua????o em Sistemas de Produ????o Agr??cola Familiar; UFPel; BR Publicador: Universidade Federal de Pelotas; Agricultura familiar; Programa de P??s-Gradua????o em Sistemas de Produ????o Agr??cola Familiar; UFPel; BR
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
27.23%
The climatic characterization of the producing regions with potential for vitiviniculture becomes a demand of modern viticulture. Among the new frontiers of modern viticulture it is highlighted the Campanha region located in Rio Grande do Sul, being driven for presenting soil and climatic conditions favorable for growing grapes vines. This new culture lacks studies of interference of climatic conditions in the development of the plants in the region. The dissertation aims to characterize the suitability of the climate of the region Campaign of Rio Grande do Sul for viticulture. The work was divided into three chapters, the first being a study on the estimation of the evapotranspiration by different methods and its application in the Dryness Index (DI) for the municipalities of Campanha, aiming to identify alternatives methods to the standard one (Penman-Monteith) used in the DI. In the second chapter, it was performed the climatic characterization of the region through the Geoviticulture Multicriteria Climatic Classification System, aiming to identify the thermal and hydric availability of the municipalities of the region under study. In the third chapter, it was held a study of the risk of frost and the duration of phenological subperiods of Cabernet Sauvignon in the Campanha region. In these chapters...

Viticultura, territorio y hábitat en el litoral nororiental de Hispania Citerior durante el Alto Imperio

Revilla Calvo, Víctor
Fonte: Murcia: Universidad de Murcia, Editum Publicador: Murcia: Universidad de Murcia, Editum
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.23%
El desarrollo de la viticultura en el litoral mediterráneo de Hispania Citerior, entre finales de época republicana y los primeros siglos del imperio, constituye un ámbito de estudio fundamental por su impacto sobre la evolución económica y social de la región. En las últimas décadas, las aportaciones de la investigación arqueológica han permitido profundizar en el conocimiento de esta viticultura provincial. Este avance es especialmente evidente en ámbitos específicos, como la tipología de las ánforas, la epigrafía del instrumentum o la organización de los centros artesanales. Con todo, existen importantes problemas para definir con precisión las relaciones entre estructuras de producción agrícola, propiedad rural, artesanado e intercambios.; The development of viticulture in the Mediterranean coastline of the Hispania Citerior between the end of the Republican period and the first centuries of the empire is a fundamental research field because of the impact that viticulture had on the economic and social evolution of the area. In the last decades, the contribution of archaeological research has allowed us to increase our knowledge of this provincial viticulture. The development is particularly noticeable on specific aspects such as the evolution of amphora typologies...

O modelo Inov@douro como rede de cooperação de suporte ao turismo e à viticultura na Região Demarcada do Douro

Cunha, Carlos Filipe Campos Rompante da
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
37.42%
Tese de Doutoramento em Informática; O valor da informação tem atingido um patamar que em muitos casos supera o dos recursos naturais, o que tem conduzido à introdução de práticas inovadoras nos diversos setores de atividade, aumentando a capacidade competitiva das organizações que os compõem. O processo de introdução de tecnologia no setor agrícola, que deu origem à denominada agricultura de precisão, por diversas singularidades, nas quais se destacam razões de literacia, territoriais, topográficas e culturais, demonstra-se um ambiente fértil para o desenvolvimento de soluções de base tecnológica. As diferenças que encontramos de país para país e mesmo de região para região, demonstram que não existe uma abordagem unificada no sector agrícola. A Região Demarcada do Douro (RDD), é uma das maiores singularidades ao nível mundial, no paradigma da agricultura; desde logo pela sua topografia única e pelas técnicas ancestrais de cultivo que permanecem nos dias de hoje. Esta tese propõe um modelo conceptual e tecnológico baseado na cooperação interorganizacional que pode servir a viticultura e o turismo na RDD — o modelo Inov@douro. Este materializa uma rede de cooperação e define uma abordagem para a viticultura sustentada no pilar da geração de conhecimento e da ubiquidade...

Next Generation Sequencing applied for identification of three new viruses infecting grapevine in Brazil.

FAJARDO, T. V. M.; NAGATA,T.; MELO, F. L.
Fonte: In:CONGRESSO LATINO-AMERICANO DE VITICULTURA E ENOLOGIA, 15., 2015, Bento Gonçalves, RS. p. 288. Publicador: In:CONGRESSO LATINO-AMERICANO DE VITICULTURA E ENOLOGIA, 15., 2015, Bento Gonçalves, RS. p. 288.
Tipo: Resumo em anais de congresso (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
37.07%
2015; XV Congresso Latino-Americano de Viticultura e Enologia. Bento Gonçalves-RS, 3 a 7 de Novembro de 2015

Prospecção de atividade antibacteriana em resíduos da viticultura na perspectiva da desinfecção e antissepsia aplicadas à saúde e à produção animal, bem como à agroindústria familiar; Prospecting for activity antibacterial of residues in the viticulture from the perspective of disinfection and antisepsis applied to health and livestock production, as well as the family agroindustry

Czamanski, Raquel Teresinha
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.34%
A viticultura é uma atividade de grande importância econômica para o país, destacando-se a sustentabilidade da pequena propriedade e o desenvolvimento territorial associado às atividades ligadas ao turismo. Nos últimos anos, esta atividade tem gerado emprego em grandes empreendimentos que produzem uvas de mesa e uvas para processamento. A quantidade de resíduos gerados por esta atividade, se não forem devidamente tratados, podem causar severas consequências ao meio ambiente, poluindo o solo e contaminando as fontes de água. Considerando a importância da busca de alternativas à destinação de resíduos da viticultura, com ênfase aos paradigmas de cultivo orgânico, determinou-se a atividade antibacteriana em diferentes extratos de engaço, casca e folha na perspectiva de sua aplicação como produtos desinfetantes ou antissépticos em situações-problema específicos em saúde e em produção animal, bem como em situações de agregação de valor a matéria-prima desta origem, em sistema de agroindústria familiar ou de pequeno porte. Através de Testes de Diluição em Sistema de Tubos Múltiplos obteve-se a concentração inibitória mínima e a concentração bactericida mínima, a intensidade de atividade de inibição bacteriana (IINIB/Bacteriostasia) e a intensidade de atividade de inativação bacteriana (IINAB/Bactericidia) de extratos etanólicos e hidroetanólicos de engaço...

Competitividade da viticultura regional e brasileira: uma análise setorial e comparativa com produtores mundiais; Competitiveness of regional and braziliam viticulture: a sectoral analysis with world producers

Julião, Letícia
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 08/10/2015 Português
Relevância na Pesquisa
37.07%
O setor agrícola brasileiro gera saldos positivos à balança comercial do Brasil, e a fruticultura segue no mesmo ritmo. Dentre as frutas produzidas no Brasil, a uva é uma das que mais impactam na balança comercial, tendo em vista que é amplamente exportada e importada. Este cenário só se tornou possível com a abertura de mercado na década de 90, e, assim, o Brasil pôde se tornar mais competitivo no mercado nacional e internacional. A competitividade é importante para a economia, seja de um país, de um setor ou de uma empresa. No presente trabalho, então, foi realizada uma análise setorial da competitividade da viticultura, fundamentada na produtividade, nos aspectos tecnológicos e no ambiente institucional. Para a análise regional brasileira foi utilizada a técnica de triangulação na metodologia deste trabalho: pesquisa qualitativa (entrevista com produtores das principais regiões produtoras de uva de mesa do Brasil); análise estatística por meio de Modelos Lineares Generalizados de dados secundários (preço nas regiões produtoras de uva de mesa) obtidos no banco de dados do Cepea; e análise documental (com base nas legislações, regras e outros documentos disponíveis). A partir disso foi constatado que o Vale do São Francisco (BA/PE) é a região brasileira mais competitiva...