Página 1 dos resultados de 324 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

Estado nutricional e ingestão alimentar numa população de idosos institucionalizados|

Marques, Filipa dos Santos Cunha e
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
36.37%
O processo de envelhecimento acarreta muitas alterações (fisiológicas, sociais e psicológicas) que interferem directamente com a ingestão alimentar e estado nutricional dos idosos. Objectivos: O principal objectivo deste estudo foi avaliar o estado nutricional e a ingestão alimentar de um grupo de idosos institucionalizados. Para além da caracterização da amostra do ponto de vista do estado nutricional e da ingestão alimentar, pretendeu-se analisar a relação entre estes dois parâmetros e ainda determinar alguns factores que possam interferir com os mesmos. Métodos: O estudo foi desenvolvido num lar de idosos, sendo a amostra composta por 128 indivíduos. Desenvolveu-se um inquérito (composto por: uma parte de identificação, uma parte de avaliação antropométrica, uma parte de avaliação clínica e bioquímica, e o registo alimentar), que incluía o Mini-Nutritional Assessment (MNA). A avaliação do estado nutricional foi obtida a partir da recolha de dados antropométricos (peso, altura, distância do joelho ao calcanhar, Índice de Massa Corporal (IMC), perímetro do braço e da perna), da aplicação do questionário Mini Nutritional Assessment (MNA), e da recolha de dados bioquímicos (glicemia, colesterol total...

Densidade energética da dieta e risco cardiovascular: estudo de base populacional no município de São Paulo - estudo ISA-Capital; Diet energy density and cardiovascular risk: population-based survey of São Paulo - ISA-Capital study

Peralta, Aline Mendes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 07/02/2014 Português
Relevância na Pesquisa
36.41%
Introdução: As doenças cardiovasculares são a principal causa de morte no Brasil. Um dos principais contribuintes para as doenças cardiovasculares é a obesidade, que se apresenta em ascensão no Brasil. A densidade energética da dieta (DED) poderia ser um possível instrumento auxiliar na prevenção do ganho de peso e na avaliação da qualidade geral da dieta, com critérios de cálculo independentes dos hábitos alimentares e procedimento de cálculo mais simples que indicadores de qualidade da dieta. Objetivo: analisar a associação da DED com o risco cardiovascular e averiguar a relação entre DED e índice de qualidade da dieta, em adultos e idosos do município de São Paulo. Métodos: Utilizaram-se dados de participantes do estudo transversal de base populacional denominado Inquérito de Saúde de São Paulo (ISA-Capital - 2008/2009): 357 indivíduos (30 a 74 anos), na análise entre DED e risco cardiovascular, e 941 indivíduos (20 anos ou mais), entre DED e indicador de qualidade da dieta. O recordatório de 24h replicado foi utilizado para aferir o consumo alimentar. A ingestão habitual de alimentos e nutrientes e DED foi estimada pelo Multiple Source Method. A DED foi determinada pelo método foods only, o qual exclui todos alimentos ingeridos na forma de bebidas; a qualidade da dieta...

Comparação entre método funcional com avaliação subjetiva global, antropometria, inquérito alimentar e análise bioquímica na estimativa do estado nutricional de pacientes com doenças de Crohn em remissão clínica

Bin, Céres Maltz
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.58%
A Doença de Crohn (DC) pode levar à desnutrição protéico-calórica (DPC) devido ao comprometimento das funções digestivas e absortivas do intestino delgado, associadas à influência de tabus alimentares. O diagnóstico de DPC em estágios iniciais pode ter impacto favorável no controle da DC. Os objetivos deste estudo foram os de estudar os diferentes métodos de avaliação nutricional em pacientes portadores da DC e correlacioná-los às características da doença. Participaram do estudo 75 pacientes do Serviço de Gastroenterologia do Hospital de Clínicas de Porto Alegre, 37 do sexo masculino e 38 do sexo feminino, com média de idade de 38,2 anos (DP=13,3), em remissão (IADC <150) por mais de 3 meses, e que não estavam recebendo nutrição enteral ou parenteral. A avaliação nutricional foi realizada através de índice de massa corporal (IMC), prega cutânea do tríceps (PCT), circunferência do braço (CB), circunferência muscular do braço (CMB), avaliação subjetiva global (ASG), força do aperto da mão não dominante (FAM) e inquérito alimentar. Comparando os diferentes métodos de avaliação nutricional, 37,3% dos pacientes encontravam-se desnutridos pela PCT, 26,7% pela CB, 29,3% pela CMB, 18,7% pela ASG...

O perfil nutricional do doente com epilepsia: comparação com outras patologias neurológicas : Trabalho de Investigação : The nutritional profile of the patient with epilepsy: comparison with other neurological disorders

Dias, Marta Maria da Rocha
Fonte: Porto : edição de autor Publicador: Porto : edição de autor
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 2 vols.(tese + relatório); 30 cm
Português
Relevância na Pesquisa
36.41%
Resumo da tese:Introdução: Em todas as patologias neurológicas a alimentação é determinante da qualidade de vida do doente. Os doentes com Epilepsia apresentam alterações do seu perfil nutricional, que se traduzem num mau estado nutricional, em parte devido à terapêutica farmacológica instituída. Nas restantes patologias neurológicas também se podem verificar alterações do estado nutricional dos doentes devido aos tratamentos administrados, bem como da patologia per si. São aplicadas diferentes abordagens nutricionais, específicas para cada patologia, como adjuvante de outros tratamentos, permitindo a obtenção de um peso mais adequado e melhoria da saúde em geral do doente. Os objectivos deste estudo foram estabelecer o perfil nutricional dos doentes com Epilepsia, comparar e determinar as diferenças do estado nutricional dos indivíduos com Epilepsia relativamente aos doentes com outras patologias neurológicas, bem como verificar se a intervenção nutricional se manifesta na manutenção de um peso mais saudável. Métodos: Os indivíduos foram divididos em dois grupos. Num deles foram incluídos todos os doentes com Epilepsia e no outro grupo os doentes com as restantes patologias neurológicas. Os doentes de ambos os grupos foram submetidos a uma avaliação clínica e nutricional. A intervenção nutricional consistiu na elaboração de um plano alimentar/aconselhamento alimentar de acordo com o tratamento nutricional mais adequado a cada doente. Para a análise estatística recorreu-se ao programa informático SPSS 14.0 para o Windows. Resultados: Os doentes com Epilepsia apresentaram um mau estado nutricional...

Avaliação nutricional na doença hepática crónica em idade pediátrica : trabalho de investigação : nutritional assessment in children with chronic liver disease

Mota, Ana Margarida das Neves
Fonte: Porto : edição de autor Publicador: Porto : edição de autor
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 2 vols.(tese + relatório); 30 cm
Português
Relevância na Pesquisa
36.59%
Resumo da tese: A desnutrição é muito frequente em doentes hepáticos, constituindo um dos principais problemas em crianças com doença hepática crónica. Um estado nutricional deficitário induz sempre um aumento da taxa de morbilidade e mortalidade. Este trabalho teve como objectivo determinar o estado nutricional de crianças com doença hepática crónica, através de avaliação antropométrica, bioquímica e nutricional. Foram estudadas 20 crianças e adolescentes, com idades compreendidas entre os 3 e 15 anos, portadores de doença hepática crónica. O estado nutricional foi determinado através dos percentis de peso, estatura e índice de massa corporal, do perímetro braquial e da albumina sérica. Os valores da albumina foram registados e comparados com os valores de referência. Realizámos o inquérito das 24 horas anteriores para avaliar a ingestão de macronutrientes e calcular o valor energético total diário. Através da análise dos resultados obtidos, verificámos que 30% dos doentes se encontravam abaixo do ponto de corte considerado para risco nutricional, tendo em consideração o peso em função da idade, 55% considerando a estatura para a idade e 35% para o perímetro braquial. Analisando isoladamente o IMC...

Efeito de uma intervenção nutricional em doentes de Parkinson submetidos a cirurgia de estimulação cerebral profunda : trabalho de investigação : effect of a nutritional intervention on Parkinson´s disease patients after deep brain stimulation surgery

Silva, Eduarda Filipa Matos
Fonte: Porto : edição de autor Publicador: Porto : edição de autor
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 2 vols.(tese + relatório); 30 cm
Português
Relevância na Pesquisa
36.39%
Resumo da tese: Introdução: O tratamento à base de Levodopa é o mais usado na Doença de Parkinson e a alimentação parece ter um papel importante na sua eficácia(1-3). Vários estudos indicam que com a evolução da doença há uma tendência para perder peso(4) e que com a cirurgia de estimulação cerebral profunda (DBS) surge uma tendência para aumentar de peso(5-7). Deste modo para além de ser um adjuvante à medicação, a alimentação é também importante para a manutenção de um peso saudável. Os objectivos deste estudo foram determinar as diferenças no estado nutricional provocadas pela própria DBS e verificar o efeito de uma intervenção nutricional com restrição e redistribuição proteica no estado nutricional e capacidades funcionais do doente. Métodos: Os indivíduos, todos submetidos a DBS, foram divididos em 2 grupos. Um dos grupos teve uma intervenção no pós-operatório imediato, sendo avaliado no pré, pós-cirúrgico de imediato e pós-cirúrgico tardio. O outro grupo não teve qualquer intervenção nutricional no pré ou pós-cirúrgico imediato, recebendo-a no pós-cirúrgico tardio, sendo avaliado no pós-cirúrgico tardio e numa 2ª consulta após intervenção nutricional. Os doentes foram submetidos a uma avaliação clínica e nutricional. A intervenção nutricional consistiu na elaboração de um plano alimentar estruturado e detalhado com restrição e redistribuição proteica. Para a análise estatística recorreu-se ao programa informático SPSS 14.0 para o Windows®. Resultados: Verificou-se diferenças com significado estatístico entre os grupos quanto ao IMC (p=0...

Risco Nutricional em Pessoas Idosas com Demência no Serviço de Psico-Geriatria do Hospital de Magalhães Lemos E.P.E. : Trabalho de Investigação : Nutritional Risk in Elderly People with Dementia in Magalhães Lemos, E.P.E. Hospital Psycho-Geriatric Service

Sousa, Ana Sofia Limas de
Fonte: Porto : edição de autor Publicador: Porto : edição de autor
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 2 vols.(tese + relatório); 30 cm
Português
Relevância na Pesquisa
36.54%
Resumo da tese: Introdução: A demência é uma perturbação neurológica caracterizada predominantemente por um défice clinicamente significativo na cognição, incluindo a memória. Podem surgir alterações do comportamento que conduzem a uma perda de autonomia e de capacidade para as actividades diárias, profissionais e sociais. A susceptibilidade a desenvolver um quadro demencial aumenta exponencialmente com a idade. Com o avançar da idade, o estado nutricional pode ser afectado especialmente quando à idade avançada se associa um quadro de demência, aumentando assim a vulnerabilidade à perda de peso, à ingestão alimentar deficiente e, por consequência, a Protein Energy Malnutrition (PEM), isto é, Desnutrição Proteico - Calórica. A desnutrição associada à doença conduz a um aumento das complicações clínicas subjacentes (mortalidade e morbilidade), bem como a um efeito negativo no estado físico e psicológico. Após a institucionalização, a situação tende a agravar-se. O objectivo principal da avaliação do risco nutricional em contexto geriátrico, mais especificamente no subgrupo da população geriátrica demenciada, é detectar da forma mais atempada possível os casos de risco nutricional para, dessa forma...

Relação entre o estado nutricional materno e sobrepeso nas crianças brasileiras

Engstrom,Elyne M.; Anjos,Luiz A.
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/1996 Português
Relevância na Pesquisa
46.35%
Investigou-se a relação entre o estado nutricional de mães (n = 6.289) e sobrepeso nas crianças brasileiras menores de 10 anos (n = 14.914), considerando-se a influência de condições sociais num inquérito nutricional da população brasileira realizado em 1989, a Pesquisa Nacional sobre Saúde e Nutrição. O estado nutricional materno, segundo o índice de massa corporal (IMC, kg/m²), foi classificado em: baixo peso (BP; IMC < 20); peso adequado (20 £ IMC < 25) e sobrepeso (SP; IMC ³ 25). Para sobrepeso nas crianças, utilizou-se o indicador peso para estatura (P/E) ³ + 2 desvios-padrão da curva de crescimento da população americana. A prevalência de SP nas crianças foi de 4,8% e nas mães houve 15,3% de BP e 35,9% de SP. Tomando-se as mães com baixo peso como referência, as crianças com sobrepeso tiveram maior chance de ter mães também com sobrepeso (odds ratio; OR = 3,19; 95% intervalo de confiança (IC = 2,24-4,53), sendo o OR = 2,46 (IC = 1,73-3,50) para as mães com estado nutricional adequado. Sobrepeso nas crianças foi influenciado diretamente pela escolaridade materna (OR = 2,89; IC = 1,74-4,80 para mães com ³ 12 séries cursadas em referência às mães analfabetas); pela renda domiciliar per capita (OR = 3...

Indicadores das condições nutricionais na região do Polonoroeste: I. Aspectos metodológicos e características socioeconómicas

Spinelli,M.A. dos Santos; Silva,R.R. da; Albuquerque,M.C.W.; Yokoo,E.M.; Guimarães,L.V.
Fonte: Instituto de Medicina Tropical Publicador: Instituto de Medicina Tropical
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/1988 Português
Relevância na Pesquisa
46.41%
O trabalho apresenta os princípios metodológicos que nortearam a organização da Pesquisa Inquérito Nutricional no Polonoroeste. Foram incluídas, também as informações sobre as características sócio-econômicas e sanitárias das famílias estudadas em 1985 na zona urbana de Cáceres-MT. Destas 74% eram radicadas em Cáceres e 13,5% provinham de outros estados ou de outros países, sendo que 76,2% residiam em zona urbana. Quanto a categoria social e renda 52% eram urbanos e 51,0% recebia menos de 2 salários mínimos. O inquérito não atingia os 2 setores mais pobres e populosos da cidade onde as condições são piores e onde vive a maioria da população que migrou mais recentemente para Caceres.

Indicadores das condições nutricionais na região do Polonoroeste: III. Estudo clínico nutricional

Albuquerque,M.C.W.; Yokoo,E.M.; Guimarães,L.V.; Latorraca,M.Q.; Spinelli,M.A. dos Santos; Veloso,R.V.; Silva,R.A.P.R. da; Santos,S.M.C. dos
Fonte: Instituto de Medicina Tropical Publicador: Instituto de Medicina Tropical
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/1988 Português
Relevância na Pesquisa
46.55%
O estudo do exame clínico-nutricional é parte do Inquérito Nutricional, realizado no "Diagnóstico em Saúde do Polonoroeste-MT em 1983". No intuito de reconhecer a situação nutricional da população da região em estudo, o grupo do Inquérito Nutricional procedeu ao estudo do Consumo Alimentar das famílias, ao estudo dos dados antropométricos e de sinais clínico-nutricionais de crianças na faixa etária de 3 a 72 meses. Foram examinadas 585 crianças da amostra como proposta por SANCHES & CARVALHEIRO7 adaptado por MEIRELLES e SANCHES. O exame clínico-nutricional foi realizado segundo a metodologia recomendada por JELLIFFE4. Foram encontrados sinais clínicos sugestivos de carência nutricional em 6,6% das crianças; sinais de anemia em 9,7% e de bócio em 2,7%. Não foi possível definir com precisão outros quadros carenciais.

Indicadores das condições nutricionais na região do polonoroeste: IV. Inquérito alimentar em famílias de seis cidades da região do Polonoroeste, Mato Grosso, Brasil, 1983

Silva,R.R. da; Spinelli,M.A. dos Santos; Albuquerque,M.C.W.; dos Santos,S.M.C; Yokoo,E.M.
Fonte: Instituto de Medicina Tropical Publicador: Instituto de Medicina Tropical
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/1988 Português
Relevância na Pesquisa
46.3%
O trabalho se refere aos dados coletados em inquérito alimentar recordatório de 24h no Inquérito Nutricional da Pesquisa Diagnóstico em Saúde no Polonoroeste em 1983 em 6 cidades da região do Polonoroeste/MT. Como uma primeira aproximação da problemática alimentar da região, o estudo revela os alimentos mais referidos nas entrevistas que são alimentos básicos, fontes de energia, semi-industrializados e de custo mais baixo.

Consumo alimentar da população adulta segundo perfil sócio-econômico e demográfico: Projeto Bambuí

Bonomo,Élido; Caiaffa,Waleska Teixeira; César,Cibele Comini; Lopes,Aline Cristine Souza; Lima-Costa,Maria Fernanda
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2003 Português
Relevância na Pesquisa
46.31%
Foi realizado inquérito nutricional em amostra probabilística de 546 indivíduos (idade > 18 anos), residentes na cidade de Bambuí (15 mil habitantes), Minas Gerais, Brasil, utilizando-se o Questionário Semiquantitativo de Freqüência Alimentar (QSFA). A mediana de ingestão calórica entre mulheres e homens foi de 2.807 e 3.775kcal, respectivamente. Homens ingeriram quatro vezes mais álcool que mulheres e estas, mais carboidratos, fibras e ácidos graxos polinsaturados (AGP). A distribuição de proteínas (15%), carboidratos (57%) e lipídios (28%) foi adequada. As proporções médias de inadequação da participação de lipídios, ácidos graxos saturados (AGS), AGP e colesterol na energia total foram, respectivamente, 36%, 50% e 90%, sendo mais pronunciadas entre os homens. A ingestão de lipídios, AGS e AGP, entre mulheres, e de lipídios e AGS entre homens, aumentou de acordo com a renda. A ingestão de AGP e fibras e a relação AGP/AGS estavam abaixo do recomendado nos dois gêneros. A dieta apresentou proporções de inadequação diferenciais, sugerindo possíveis agregados de risco à saúde da população para doenças cardiovasculares.

Atitutes e percepções em terapia nutricional entre médicos intensivistas: um inquérito via internet

Cunha,Haroldo Falcão Ramos da; Salluh,Jorge Ibrain Figueira
Fonte: Associação de Medicina Intensiva Brasileira - AMIB Publicador: Associação de Medicina Intensiva Brasileira - AMIB
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2010 Português
Relevância na Pesquisa
36.55%
OBJETIVO: Terapia nutricional é elemento importante no cuidado ao paciente grave. Mesmo reconhecida enquanto especialidade, a existência de equipes multidisciplinares ainda é escassa nas unidades terapia intensiva. Possivelmente a aplicação de cuidados em terapia nutricional seja variada entre intensivistas. O objetivo do estudo foi descrever percepções destes especialistas sobre atitudes e práticas em terapia nutricional enteral. MÉTODOS: Elaboramos questionário em plataforma on-line. Após fase de pré-validação, o instrumento foi distribuído via eletrônica. Após 30 dias as respostas foram computadas, considerando-se apenas os formulários completos. RESULTADOS: Cento e quatorze formulários foram devolvidos, 112 foram analisados. Os respondedores concentraram-se predominantemente na região sudeste do país. Sobre a instituição do suporte enteral, a maioria das respostas reflete percepções coadunadas às orientações de sociedades de especialistas. Os respondedores percebem frequentemente a aplicação de protocolos assistenciais relativos aos cuidados nutricionais. Após o início dos cuidados nutricionais, a percepção dos respondedores sobre a participação em modificações no plano terapêutico nutricional aparenta ser menor. O auto-conhecimento sobre o tema "terapia enteral" entre os respondedores foi quantificado em 6...

Educação Nutricional como forma de intervenção: avaliação de uma proposta para pré-escolares

Bissoli,Marcos Coelho; Lanzillotti,Haydeé Serrão
Fonte: Pontifícia Universidade Católica de Campinas Publicador: Pontifícia Universidade Católica de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/1997 Português
Relevância na Pesquisa
36.45%
Este estudo teve como objetivo avaliar uma proposta de educação nutricional para pré-escolares em uma creche comunitária. Tal proposta foi formulada a partir de um inquérito dietético, realizado em julho de 1994, que apontou baixa ingestão de calorias, cálcio e ferro por parte das crianças matriculadas na Creche Effatá, localizada no subúrbio do município do Rio de Janeiro. Esta intervenção teve um ano de duração e tem sua estratégia descrita neste trabalho. Para avaliação da proposta foram utilizados dois métodos: um qualitativo e outro quantitativo. O método qualitativo empregado foi a pesquisa participante, analisando-se trës categorias: funcionários da creche, responsáveis pelas crianças e crianças. Para a análise quantitativa optou-se pelo inquérito dietético por pesagem direta de alimentos, comparando-se os resultados com as recomendações da Food Agriculture Organization/World Health Organization. Apesar do tratamento estatístico não mostrar significância na elevação da ingestão dos nutrientes, do ponto de vista educacional, a quantidade consumida é uma questão secundária quando se está trabalhando com formação de atitudes.

Avaliação nutricional de crianças indígenas Pakaanóva (Wari'), Rondônia, Brasil

Escobar,Ana Lúcia; Santos,Ricardo Ventura; Coimbra Jr,Carlos E A
Fonte: Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira Publicador: Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2003 Português
Relevância na Pesquisa
36.4%
OBJETIVOS: apresentar os resultados de um inquérito transversal sobre o estado nutricional de crianças Pakaanóva (Wari'), povo indígena localizado em Rondônia, na Amazônia, Brasil. MÉTODOS: inquérito transversal em que foram coletadas medidas de peso/massa corporal e estatura de 131 crianças entre 2-10 anos (69 meninos e 62 meninas). Os dados foram comparados com as curvas do NCHS, tomando-se como ponto de corte -2 escores z. RESULTADOS: são muito pronunciadas as freqüências de baixa estatura (45,8%) e de massa corporal para idade (26,0%), notando-se a manutenção da proporcionalidade corporal (somente 1,6% abaixo de -2 escores z para massa corporal para estatura). Diferenças entre os sexos foram observadas somente para o indicador massa corporal para a idade, com uma maior freqüência de meninos apresentando baixo peso. CONCLUSÕES: os achados são discutidos levando-se em consideração as condições de vida dos Pakaanóva, em particular aspectos epidemiológicos e de saneamento, concluindo-se que a desnutruição é de ampla ocorrência no grupo indígena investigado.

Nutritional conditions indicators in Polonoroeste Area: I. Methodological aspects and social-economic characteristics; Indicadores das condições nutricionais na região do Polonoroeste: I. Aspectos metodológicos e características socioeconómicas

Spinelli, M.A. dos Santos; Silva, R.R. da; Albuquerque, M.C.W.; Yokoo, E.M.; Guimarães, L.V.
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Medicina Tropical de São Paulo Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Medicina Tropical de São Paulo
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/1988 Português
Relevância na Pesquisa
46.41%
O trabalho apresenta os princípios metodológicos que nortearam a organização da Pesquisa Inquérito Nutricional no Polonoroeste. Foram incluídas, também as informações sobre as características sócio-econômicas e sanitárias das famílias estudadas em 1985 na zona urbana de Cáceres-MT. Destas 74% eram radicadas em Cáceres e 13,5% provinham de outros estados ou de outros países, sendo que 76,2% residiam em zona urbana. Quanto a categoria social e renda 52% eram urbanos e 51,0% recebia menos de 2 salários mínimos. O inquérito não atingia os 2 setores mais pobres e populosos da cidade onde as condições são piores e onde vive a maioria da população que migrou mais recentemente para Caceres.; The work presents the methodological principles which lead Nutritional inquires Survey of Polonoroeste/MT organization. Were, also, included the informations about the social-economic and sanitary characteristics, of families studied in 1985, in the Cáceres/MT urban zone.

Indicadores das condições nutricionais na região do Polonoroeste: III. Estudo clínico nutricional; Nutritional status indicators in Polonoroeste Area: III - clinical nutritional study

Albuquerque, M.C.W.; Yokoo, E.M.; Guimarães, L.V.; Latorraca, M.Q.; Spinelli, M.A. dos Santos; Veloso, R.V.; Silva, R.A.P.R. da; Santos, S.M.C. dos
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Medicina Tropical de São Paulo Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Medicina Tropical de São Paulo
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/1988 Português
Relevância na Pesquisa
46.55%
O estudo do exame clínico-nutricional é parte do Inquérito Nutricional, realizado no "Diagnóstico em Saúde do Polonoroeste-MT em 1983". No intuito de reconhecer a situação nutricional da população da região em estudo, o grupo do Inquérito Nutricional procedeu ao estudo do Consumo Alimentar das famílias, ao estudo dos dados antropométricos e de sinais clínico-nutricionais de crianças na faixa etária de 3 a 72 meses. Foram examinadas 585 crianças da amostra como proposta por SANCHES & CARVALHEIRO7 adaptado por MEIRELLES e SANCHES. O exame clínico-nutricional foi realizado segundo a metodologia recomendada por JELLIFFE4. Foram encontrados sinais clínicos sugestivos de carência nutricional em 6,6% das crianças; sinais de anemia em 9,7% e de bócio em 2,7%. Não foi possível definir com precisão outros quadros carenciais.; This work is part of the clinical nutritional evaluation of the "Health Diagnostic in the Polonoroeste Survey, 1983". With the objective of evaluating the nutritional status of the population in the area of Polonoroeste a Nutritional Inquiry was done in 7 cities of the State of Mato Grosso. The inquiry included a study of alimentary habits, anthropometric studies and a clinical evaluation of the nutritional status of children between 3 and 72 months of age. We examined 585 children selected as proposed by the SANCHES & CARVALHEIRO sampling method modified by MEIRELLES and SANCHES and the clinical-nutritional evaluation was made according to JELLIEFE. Clinical evidence of proteic-energetic malnutrition was registered in 6.6% of the children...

Indicadores das condições nutricionais na região do polonoroeste: IV. Inquérito alimentar em famílias de seis cidades da região do Polonoroeste, Mato Grosso, Brasil, 1983; Nutritional conditions indicators in Polonoroeste Area: IV - Food inquiry in families in 6 cities of Polonoroeste/MT Area, 1983

Silva, R.R. da; Spinelli, M.A. dos Santos; Albuquerque, M.C.W.; dos Santos, S.M.C; Yokoo, E.M.
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Medicina Tropical de São Paulo Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Medicina Tropical de São Paulo
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/1988 Português
Relevância na Pesquisa
46.3%
This work refers to collected data in a 24 h - oral - recall method, from the Nutritional Inquiry of Health Diagnostic Survey in Polonoroeste area in 1983, within six cities from this area. As a first approach of the Nutritional problematic of the area, the study shows the most referred foods in the interviews, which are non industrialized basic foods, source of energy and of lower cost.; O trabalho se refere aos dados coletados em inquérito alimentar recordatório de 24h no Inquérito Nutricional da Pesquisa Diagnóstico em Saúde no Polonoroeste em 1983 em 6 cidades da região do Polonoroeste/MT. Como uma primeira aproximação da problemática alimentar da região, o estudo revela os alimentos mais referidos nas entrevistas que são alimentos básicos, fontes de energia, semi-industrializados e de custo mais baixo.

Consumo alimentar da população adulta segundo perfil sócio-econômico e demográfico: Projeto Bambuí

Bonomo,Élido; Caiaffa,Waleska Teixeira; César,Cibele Comini; Lopes,Aline Cristine Souza; Lima-Costa,Maria Fernanda
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2003 Português
Relevância na Pesquisa
46.31%
Foi realizado inquérito nutricional em amostra probabilística de 546 indivíduos (idade > 18 anos), residentes na cidade de Bambuí (15 mil habitantes), Minas Gerais, Brasil, utilizando-se o Questionário Semiquantitativo de Freqüência Alimentar (QSFA). A mediana de ingestão calórica entre mulheres e homens foi de 2.807 e 3.775kcal, respectivamente. Homens ingeriram quatro vezes mais álcool que mulheres e estas, mais carboidratos, fibras e ácidos graxos polinsaturados (AGP). A distribuição de proteínas (15%), carboidratos (57%) e lipídios (28%) foi adequada. As proporções médias de inadequação da participação de lipídios, ácidos graxos saturados (AGS), AGP e colesterol na energia total foram, respectivamente, 36%, 50% e 90%, sendo mais pronunciadas entre os homens. A ingestão de lipídios, AGS e AGP, entre mulheres, e de lipídios e AGS entre homens, aumentou de acordo com a renda. A ingestão de AGP e fibras e a relação AGP/AGS estavam abaixo do recomendado nos dois gêneros. A dieta apresentou proporções de inadequação diferenciais, sugerindo possíveis agregados de risco à saúde da população para doenças cardiovasculares.

Relação entre o estado nutricional materno e sobrepeso nas crianças brasileiras

Engstrom,Elyne M.; Anjos,Luiz A.
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/1996 Português
Relevância na Pesquisa
46.35%
Investigou-se a relação entre o estado nutricional de mães (n = 6.289) e sobrepeso nas crianças brasileiras menores de 10 anos (n = 14.914), considerando-se a influência de condições sociais num inquérito nutricional da população brasileira realizado em 1989, a Pesquisa Nacional sobre Saúde e Nutrição. O estado nutricional materno, segundo o índice de massa corporal (IMC, kg/m²), foi classificado em: baixo peso (BP; IMC < 20); peso adequado (20 £ IMC < 25) e sobrepeso (SP; IMC ³ 25). Para sobrepeso nas crianças, utilizou-se o indicador peso para estatura (P/E) ³ + 2 desvios-padrão da curva de crescimento da população americana. A prevalência de SP nas crianças foi de 4,8% e nas mães houve 15,3% de BP e 35,9% de SP. Tomando-se as mães com baixo peso como referência, as crianças com sobrepeso tiveram maior chance de ter mães também com sobrepeso (odds ratio; OR = 3,19; 95% intervalo de confiança (IC = 2,24-4,53), sendo o OR = 2,46 (IC = 1,73-3,50) para as mães com estado nutricional adequado. Sobrepeso nas crianças foi influenciado diretamente pela escolaridade materna (OR = 2,89; IC = 1,74-4,80 para mães com ³ 12 séries cursadas em referência às mães analfabetas); pela renda domiciliar per capita (OR = 3...