Página 1 dos resultados de 16621 itens digitais encontrados em 0.019 segundos
Resultados filtrados por Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp

Avaliação de diferentes tratamentos termicos e condições de em balagem sobre a vida-de-prateleira do leite fluido com enfase no julgamento de defeitos de sabor.; Evaluation of different thermal treatment and package conditions about fluid milk shelf life emphasinzing the judgement off flavor defects.

Georgiana Savia Brito Aires
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 26/07/2007 Português
Relevância na Pesquisa
36.84%
Em busca de melhoria de qualidade para atender um consumidor cada vez mais exigente, a indústria procura, através de tecnologias eficientes e menos onerosas aumentar a vida-de-prateleira do leite. Como exemplo dessas tecnologias podemos incluir qualidade da matéria-prima, tratamentos térmicos, controle de temperatura de estocagem e sistemas de embalagem. A vida útil do leite poderá ser aumentada por essas condições operacionais, pois elas são capazes de eliminar e/ou suprimir o crescimento de alguns grupos de microrganismos. Com este objetivo, esta pesquisa buscou avaliar os efeitos de diferentes binômios de tratamento térmico do leite, material de embalagem, procedimento de sanitização de embalagem e ambiente de envase do produto. Para tanto, 3 tratamentos térmicos foram aplicados (74ºC/15s, 96ºC/13s e 138ºC/2s). Os leites obtidos foram envasados em garrafas de polietielno de alta densidade (PEAD) sanitizadas com ácido peracético a 0,1%/15min e garrafas não sanitizadas, bem como em saquinhos de polietileno de baixa densidade (PEBD) sanitizados com radiação ultravioleta (254nm). O leite pasteurizado foi envasado em saquinho na sala limpa e em planta de processamento. Os leites processados foram avaliados físico-química...

Efeito do tempo de armazenamento do leite cru e da temperatura de esticagem do leite pasteurizado sobre sua vida de prateleira.; Effects of raw milk storage time and pasteurized milk storage temperature on milk shelflife.

Gustavo Braga Sanvido
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/07/2007 Português
Relevância na Pesquisa
36.86%
O objetivo do trabalho foi avaliar o efeito do tempo de armazenamento do leite cru e da temperatura de estocagem do leite pasteurizado sobre sua qualidade físicoquímica, microbiológica e vida de prateleira. Para cada experimento utilizouse 150 litros de leite cru que foram divididos em 3 latões de 50 litros armazenados por 0, 4 ou 7 dias a 5 ± 1ºC antes da pasteurização. Durante o armazenamento refrigerado, amostras de leite cru foram avaliadas quando a presença de resíduos de antibióticos, contagem de células somáticas, pH, acidez, densidade, extrato seco total, gordura, nitrogênio total e solúvel em pH 4,6 e em TCA 24%, coliformes a 3035 ºC e a 45ºC e a contagem dos seguintes microorganismos: aeróbios mesófilos, psicrotróficos, Pseudomonas spp., termodúricos mesófilos e psicrotróficos, esporos mesófilos e psicrotróficos. Após o período de armazenamento refrigerado o leite foi pasteurizado (7275 ºC/1520 segundos), refrigerado (5±1ºC) e envasado em embalagens plásticas de polietileno, as quais foram divididas em dois lotes e estocadas a 5±1ºC ou a 10±1ºC. Durante o armazenamento refrigerado amostras dos leites pasteurizados foram avaliadas para as mesmas características, excetuandose contagem de células somáticas e a presença de resíduos de antibióticos e incluindose os testes de eficiência de pasteurização (peroxidase e fosfatase) e a pesquisa de Salmonela spp. O final da vida de prateleira do leite pasteurizado foi estabelecido como sendo o primeiro dia em que as amostras apresentassem contagem total de microorganismos mesófilos aeróbios superior a 8 x 10 4 UFC/mL. O experimento completo foi repetido três vezes e o delineamento experimental utilizado foi o Splitsplitplot com três fatores. Durante o armazenamento refrigerado do leite cru observouse o aumento significativo da proteólise...

Adição de dioxido de carbono ao leite cru : efeito sobre a qualidade e vida de prateleira do leite UHT; Carbon dioxide addition to raw milk : effect on the quality and shelf-life of UHT milk

Priscila Cristina Bizam Vianna
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 23/04/2010 Português
Relevância na Pesquisa
36.83%
O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da adição de dióxido de carbono (CO2) sobre a qualidade dos leites cru e UHT. Inicialmente, o leite cru adicionado ou não de CO2 foi armazenado em garrafas de vidro a 4 e 7ºC e amostras foram avaliadas diariamente quanto à contagem padrão em placas, psicrotróficos e Pseudomonas spp. e a cada dois dias quanto à concentração de CO2, proteólise e lipólise, até que a contagem padrão em placas atingisse 7,5x105 ufc/mL. O delineamento experimental utilizado foi o de sub-sub-parcelas divididas e os resultados foram avaliados por análise de variância multivariada, pelo teste de médias de Tukey (p<0,05) e através do modelo matemático de Gompertz. A contagem padrão aumentou ao longo do tempo para todos os tratamentos e o tempo de conservação foi de 14 dias para o leite armazenado a 4ºC adicionado de CO2 e de 5 dias para o armazenado a 7ºC não adicionado de CO2. Independente da temperatura de armazenamento, a adição de CO2 estendeu o tempo de fase lag e de geração dos micro-organismos psicrotróficos e reduziu sua taxa de crescimento. O leite adicionado de CO2 apresentou menor proteólise e lipólise quando comparado ao não adicionado devido ao menor desenvolvimento de psicrotróficos. Com base nesses resultados...

Efeito da adição de CO2 ao leite cru sobre as características do leite UHT armazenado a diferentes temperaturas; Effect of carbon dioxide addition to raw milk on the characteristics of UHT milk stored at different temperatures

Maria Elisabete Fernandes Dias
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/12/2011 Português
Relevância na Pesquisa
36.83%
O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da adição de CO2 ao leite cru sobre as características do leite UHT obtido por injeção direta de vapor e armazenamento a 25ºC, 35ºC e 45ºC por 180 dias. O leite cru (250 litros) foi dividido em duas porções que foram armazenadas em tanques de expansão a 4?1ºC por seis dias. Uma porção foi adicionada de CO2 grau alimentício até que o pH do leite atingisse 6,20, enquanto a outra serviu de controle. O leite cru foi avaliado quanto ao pH, acidez, prova do álcool, composição físico-química, proteólise, lipólise, cor e concentração de CO2 após a injeção. Para caracterização microbiológica, o leite cru foi avaliado quanto à contagem padrão em placas e de micro-organismos psicrotróficos no dia da recepção e após seis dias de armazenamento refrigerado. As amostras foram submetidas ao tratamento UHT por injeção direta de vapor (143ºC/4s), envasadas em embalagens tetra brik asseptic de 125 ml e armazenadas em BOD a 25, 35 e 45 ºC por 180 dias. No dia seguinte, as amostras foram avaliadas quanto as mesmas características do leite cru, além da prova do álcool, viscosidade, sedimentação, eletroforese, peptídeos por HPLC e esterilidade comercial. Após 1...

Avaliação da lactação em mães de recem-nascido pre-termo com peso de nascimento inferior a 1.250 gramas segundo diferentes metodos de ordenha : manual, com bomba manual ou com bomba eletrica; Randomized controlled trial to compare three methods of breast milk expression between mothers of preterm infants

Monica Aparecida Pessoto
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 16/02/2009 Português
Relevância na Pesquisa
36.83%
O presente estudo teve como objetivos avaliar a quantidade de leite ordenhado pelas mães de RN pré-termo com peso de nascimento inferior a 1.250 gramas no 5º dia e nas primeiras cinco semanas após o parto, segundo três tipos de ordenha: manual, com bomba manual ou com bomba elétrica automática; avaliar o volume de leite ordenhado por essas mães no 5º dia e na 5ª semana após o parto segundo variáveis de ordenha, maternas e neonatais; analisar a concentração de sódio, potássio, proteína, conteúdo energético, acidez Dornic, presença de off-flavor e sujidade nas amostras de leite ordenhadas no 5º, 7º, 14º, 21º; 28º e 35º dia após o parto, segundo o tipo de ordenha; e descrever as complicações mamárias. Foi realizados estudo de intervenção, randomizado, não cego, com 44 mães de recém-nascido pré-termo, com peso de nascimento inferior a 1.250gramas, que foram alocadas aleatoriamente em três grupos: 1- ordenha manual; 2 - bomba manual Medela®, modelo Carícia; 3 - bomba de ordenha elétrica Medela®, modelo Lactina Select. Todas as participantes receberam orientação individual e por escrito sobre cuidados de higiene, técnica de ordenha, armazenamento e transporte do leite ordenhado. Todo material necessário para a ordenha e transporte do leite foi fornecido às mães. Todo leite ordenhado foi mensurado...