Página 1 dos resultados de 2 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

Orfandade adulta: vivências de luto antecipatório junto a genitor com câncer em progressão; Adult orphanhood: experiences of anticipatory grief with parents suffering from advanced cancer

Scoz, Maria Carolina Pedroso
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 23/11/2012 Português
Relevância na Pesquisa
26.35%
O presente estudo teve por objetivo compreender as vivências emocionais de filhos adultos de genitor (pai ou mãe) acometido por câncer em progressão. Sabe-se que o câncer atualmente é uma das principais causas de morte na vida adulta e que, a despeito dos avanços diagnósticos e terapêuticos, alguns tipos de câncer têm aumentado em incidência ou permanecem entre aqueles cuja letalidade é alta. A gravidade da doença, somada a maior expectativa de vida da população em diversos países, impõe a filhos adultos a experiência de acompanharem o processo de agravamento que culmina na morte do genitor. Diante desse fato, a literatura científica situada no campo do luto tem se voltado para esse grupo, que, segundo alguns autores, ainda é negligenciado, sob a alegação de que a maturidade favorece naturalmente um melhor enfrentamento de perdas e que, por isso, pesquisas acadêmicas e serviços de saúde devem zelar apenas pelas necessidades de crianças e adolescentes confrontados com o luto filial. Outro fator que contribui com a desatenção à situação de filhos adultos de genitor com câncer avançado é a causa da morte, já que, não se tratando de morte acidental, violenta ou súbita, aparenta menor poder de impactar psiquicamente o enlutado. O que desafia essas noções é o incremento de livros autobiográficos e/ou de autoajuda que...

Measurement of adult mortality in populations affected by AIDS: an assessment of the orphanhood method

Timaeus, Ian M; Nunn, A.J
Fonte: Health Transition Centre, National Centre for Epidemiology and Population Health, The Australian National Universityhttp://nceph.anu.edu.au/htc/pdfs/Timaeus2.pdf Publicador: Health Transition Centre, National Centre for Epidemiology and Population Health, The Australian National Universityhttp://nceph.anu.edu.au/htc/pdfs/Timaeus2.pdf
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 79892 bytes; application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
56.7%
This paper demonstrates that orphanhood data can be used to estimate adult women’s mortality in populations experiencing an epidemic of AIDS. It develops both a correction for selection bias in reports of orphanhood and a revised procedure for estimating life table survivorship for use in populations with significant AIDS mortality. These new methods yield mortality estimates for a Ugandan population that are consistent with those obtained by prospective surveillance. Countries that lack effective death registration systems should ask about the survival of mothers in the census and surveys in order to monitor the effect of the AIDS epidemic on mortality.; no