Página 1 dos resultados de 8554 itens digitais encontrados em 0.028 segundos

Fatores relacionados ao autocuidado de pessoas com diabetes tipo 2 no serviço de urgência do Hospital Regional Mérida, Yucatán, México; Factors related to self-care of people with type 2 diabetes in a hospital emergency room in Merida, Yucatan, Mexico

Romero Baquedano, Irasema
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 20/03/2008 Português
Relevância na Pesquisa
66.09%
Estudo correlacional que teve como objetivo analisar os fatores relacionados ao autocuidado de pessoas com diabetes tipo 2. Participaram 252 pessoas que ingressaram no Serviço de Urgência do Hospital Regional Mérida ISSSTE, em 2006. Utilizaram-se seis instrumentos de coleta de dados: um formulário e um questionário contendo as variáveis sociodemográficas, clínicas e laboratoriais; uma escala de medida de capacidade de autocuidado; três questionários, ou seja, medida de adesão ao tratamento medicamentoso, dietético e de atividade física. Os dados foram obtidos mediante consulta ao prontuário e no domicilio por meio de entrevista dirigida. Para a analise utilizou-se o programa estatistico SPSS, versão 12.0, estatística descritiva univariada, bivariada e correlação. Os resultados mostram predomínio de mulheres (51,8%), a idade média é de 62,88 ± 11,18 anos; casados (81,7%), do lar e aposentados (27,9 e 25,5%), respectivamente; escolaridade média de 9,16 ± 3,94 anos; católicos (65,7%); família nuclear (59%), apoio familiar (84,8%). O peso médio é de 71,39 ± 10,59Kg; altura de 1,51 ± 0,07m; IMC de 31,46 ± 5,41Kg/m2, circunferência abdominal de 113 ± 17,59cm. Pressão arterial sistólica de 126,95 ± 14,26mmHg e diastólica de 83...

Avaliação da capacidade de cuidadores de lactentes com Seqüência de Robin; Assessment of self-care capacity of infant caretakers with Robin Sequence

Mondini, Cleide Carolina da Silva Demoro
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 11/12/2008 Português
Relevância na Pesquisa
66.18%
Objetivos: Utilizando-se o referencial Teórico do autocuidado de Dorothea Orem o estudo tem como objetivo: avaliar a capacidade de autocuidado do agente de autocuidado (AAC) de lactentes com Seqüência de Robin isolada (SRI), quanto à manipulação e o tempo que o AAC levou para adquirir a capacidade de cuidados com a intubação nasofaríngea (INF); sonda nasogastrica (SNG) e técnicas facilitadoras da alimentação (TFA). Modelo: Estudo prospectivo. Método: A pesquisa foi desenvolvida na Seção de Terapia Semi-Intensiva denominada Unidade de Cuidados Especiais (UCE) do Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais da Universidade de São Paulo USP/Bauru. A amostra constituiu-se de 31 agentes de autocuidado (mães) com seus lactentes com SRI internados na UCE. Após elaboração e validação de um instrumento de coleta de dados, baseado na Teoria de Autocuidado de Dorothea Orem, o instrumento foi aplicado ao agente de autocuidado (AAC), em dois momentos distintos. O primeiro durante o período de internação após treinamento oferecido pelo enfermeiro quanto às ações de cuidados com o lactente e, o segundo, antes do lactente receber alta hospitalar a fim de verificar a capacidade do AAC para realizar os cuidados em seu domicilio. Resultados: Com relação às variáveis básicas do agente de autocuidado tais como: idade do agente de autocuidado obtivemos um total de (70...

Independência funcional e capacidade para o autocuidado de pacientes em tratamento hemodialítico; Functional independence and self-care ability of patients undergoing hemodialysis treatment

Oller, Graziella Allana Serra Alves de Oliveira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/07/2012 Português
Relevância na Pesquisa
66.12%
Introdução: A Doença Renal Crônica (DRC) está associada à alta morbidade e mortalidade, com aumento progressivo nas populações mundiais. A DRC e o tratamento hemodialítico podem desencadear mudanças no estilo de vida dos pacientes como alterações em seu cotidiano, na capacidade para desempenhar atividades do seu dia a dia e no autocuidado. Objetivos: Caracterizar os pacientes atendidos nos serviços de hemodiálise de uma cidade do interior paulista quanto aos aspectos sociodemográficos, econômicos e clínicos; descrever a independência funcional utilizando o instrumento de Medida de Independência Funcional (MIF); descrever a capacidade de autocuidado utilizando a escala para avaliar as capacidades de autocuidado (ASA-A); verificar a associação da independência funcional e da capacidade do autocuidado com as variáveis sociodemográficas e clínicas e verificar correlação entre a independência funcional e a capacidade de autocuidado. Material e Método: Foi realizado um estudo transversal, populacional e descritivo com abordagem quantitativa nos três serviços de diálise do município de São José do Rio Preto-SP, nos quais foram entrevistados 214 pacientes com 18 anos ou mais de idade, residentes nesse município...

Educação para o autocuidado de estomizados intestinais no domicílio: do planejamento à avaliação de resultados; Education for self-care of the intestinal ostomy patient at home: from planning to evaluation results

Silva, Janaina da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 06/09/2013 Português
Relevância na Pesquisa
66.14%
Trata-se de um estudo de abordagem qualitativa, que teve como objetivos descrever as características socioculturais, familiares, domiciliares e capacidade para o autocuidado de estomizados cadastrados na Secretaria de Saúde de uma cidade do interior paulista; avaliar a condição clínica do estomizado em relação à estomia e os equipamentos utilizados; e planejar, implementar e avaliar a educação em saúde sobre o autocuidado de estomizados intestinais, com a estratégia do Método do Arco, fundamentado na Pedagogia da Problematização. Utilizou-se o referencial teórico da Pedagogia da Problematização e o método etnográfico para o desenvolvimento do estudo com pacientes cadastrados na Secretaria de Saúde para aquisição de equipamentos coletores para estomia intestinal e urinária, em uma cidade paulista, com participação em três etapas distintas do estudo. Na primeira etapa do estudo foi realizada a avaliação domiciliária, o uso de equipamentos coletores e a capacidade para o autocuidado, cujos dados foram coletados no domicílio com instrumento de avaliação do domicílio e observação participante, com participação de 52 pessoas com estomia intestinal e urinária, durante os meses de setembro e outubro de 2012. Nesta etapa...

Capacidade para o Autocuidado de Idosos em Atendimento Ambulatorial; Self-Care Ability of Elderly Patients in Outpatient Care

Benedetti, Natalia Minto Godinho
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 10/03/2014 Português
Relevância na Pesquisa
66.12%
Com o processo de transição demográfica vem ocorrendo o crescimento da população idosa e, consequentemente, mudanças no perfil epidemiológico, caracterizado pela alta prevalência das doenças crônicas não transmissíveis, que podem comprometer o desempenho para as atividades cotidianas, especialmente, a capacidade para o autocuidado, gerando prejuízos para a autonomia e dependência, fatores que refletem negativamente em todos os âmbitos da vida do idoso. Assim, os objetivos deste estudo foram: caracterizar os idosos em atendimento ambulatorial, segundo variáveis sociodemográficas, arranjo e suporte familiar; identificar a capacidade cognitiva; identificar a capacidade para o autocuidado e verificar a associação entre a capacidade para o autocuidado e as variáveis sociodemograficas e cognição. Trata-se de um estudo quantitativo, descritivo, transversal e exploratório. Realizado com idosos atendidos em dois Ambulatórios de Geriatria, de um Hospital Geral Terciário, do interior paulista. Para a coleta de dados utilizou-se o Mini Exame do estado Mental, a Classificação de Idosos quanto a Capacidade para o Autocuidado e uma ficha de dados complementares. Participaram do estudo 117 idosos; média de idade 79...

Adaptação transcultural e validação da Self-Care of Heart Failure Index versão 6.2 para uso no Brasil

Ávila, Christiane Wahast
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
66.18%
Estudos ao longo dos últimos anos têm enfatizado a importância da educação sobre o autocuidado na insuficiência cardíaca (IC), assim como a avaliação da efetividade de sua implementação por meio de instrumentos validados. Pesquisadores americanos desenvolveram uma escala denominada Self-Care of Heart Failure Index version 6.2 (SCHFI v 6.2) que permite a avaliação do autocuidado nas etapas de manutenção, manejo e confiança possibilitando identificar em que etapa o autocuidado está prejudicado. No Brasil, não existem escalas validadas que avaliem o autocuidado em pacientes com IC contemplando essas etapas. Este estudo teve como objetivo adaptar transculturalmente e validar a versão em português da SCHFI v 6.2. Realizou-se um estudo metodológico desenvolvido no Ambulatório de Insuficiência Cardíaca do Hospital de Clínicas de Porto Alegre. A SCHFI v 6.2 apresenta 22 itens divididos em três subescalas (Manutenção do Autocuidado, Manejo do Autocuidado e Confiança do Autocuidado) que podem ser aplicadas separadamente, com escores máximos de 100 pontos (escores acima de 70 pontos indicam um autocuidado adequado). A versão adaptada e validada para o Brasil foi denominada de Escala de Autocuidado para Pacientes com Insuficiência Cardíaca (EAC-IC).As propriedades psicométricas testadas foram a validade de face e de conteúdo (comitê de juízes)...

Cross-cultural adaptation and validation of the European Heart Failure Self-care Behavior Scale for brazilian portuguese; Adaptação transcultural e validação da European Heart Failure Self-care Behavior Scale para o português do Brasil; Adaptación transcultural y validación de la European Heart Failure Self-care Behavior Scale para el portugués de Brasil

Feijó, Maria Karolina Echer Ferreira; Ávila, Christiane Wahast; Souza, Emiliane Nogueira de; Jaarsma, Tiny; Silva, Eneida Rejane Rabelo da
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
66.13%
Objetivo: adaptar e validar a European Heart Failure Self-Care Behavior Scale para uso na lingua portuguesa do Brasil. Metodos: o processo de adaptacao cultural (traducao, sintese, retrotraducao, revisao por comite de especialistas e pre-teste) e validacao (validade de face, de conteudo e fidedignidade) foi realizado de acordo com a literatura. A European Heart Failure Self-Care Behavior Scale avalia os componentes-chave para o autocuidado: reconhecimento dos sinais e sintomas de descompensacao da insuficiencia cardiaca (IC) e a tomada de decisao na ocorrencia desses sintomas. E composta por 12 questoes (variando de 12-60, baixos escores indicam melhor autocuidado). Resultados: foram incluidos 124 pacientes com IC com idade de 62,3}12 anos. A consistencia interna das questoes apresentou um alfa de Cronbach de 0,70 e a reprodutibilidade avaliada pelo coeficiente de correlacao intraclasse foi de 0,87. Conclusao: a validade de face, de conteudo, a consistencia interna e a reprodutibilidade conferiram validade e fidedignidade ao instrumento para uso no Brasil.; Objetivo: Adaptar y validar European Heart Failure Self-Care Behavior Scale para uso en lengua portuguesa de Brasil. Metodos: El proceso de adaptacion cultural (traduccion, sintesis...

A pessoa com tuberculose e o cuidado de si; Person with tuberculosis and self care

Lopes, Rayssa Horacio
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Enfermagem; Assistência à Saúde Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Enfermagem; Assistência à Saúde
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
66.14%
Tuberculosis is a serious disease with high incidence and prevalence, and in many countries a priority public health problem, with persisting high epidemiological significance. Seeing the person with tuberculosis it is important to observe his/her self care, as well as the difficulties intertwined in this process, since it can be directly impacting the health/disease process. The aim of this study was to analyze the self care of people with tuberculosis. Descriptive study with qualitative approach, conducted in West Sanitary District of the city of Natal, RN. Data collection occurred through a semi-structured interview guided by questions concerning sociodemographic and about the disease, treatment, and self care, between the months of July to September 2012 and met the ethical precepts of research with human beings. To analyze the results we used the technique of thematic content analysis of Laurence Bardin, through the prism of the theoretical-philosophical self care discussed by Michel Foucault. From the analysis emerged two categories, the first being, Meaning of tuberculosis, with subcategories: tuberculosis as sadness and unhappiness and tuberculosis as a normal issue, and the second, Beware yourself to tuberculosis, which had subcategories: self care as attention to the health care of oneself as satisfaction of basic needs and difficulties to self care. Tuberculosis represents for some people...

Self-care practices of adults with poorly controlled Diabetes Mellitus in Malaysia.

Tan, Ming Yeong
Fonte: Universidade de Adelaide Publicador: Universidade de Adelaide
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2009 Português
Relevância na Pesquisa
66.14%
This doctoral portfolio presents two separate but related research study reports on ‘self-care practices of adults with poorly controlled diabetes in Malaysia’. It is comprised of five sections. Section one which is the introduction begins with a general discussion on diabetes mellitus (henceforth referred to as diabetes), a common, growing, serious and costly health problem. The importance of self-care in the management of diabetes and its many disabling long-term complications are emphasised. This is followed by a specific discussion of diabetes in Malaysia - its prevalence, the quality of care, cost and the need for research to uncover new information to improve the care provided to Malaysians with diabetes. Section two is the report on the first research study that investigates the four cornerstones of diabetes self-care practices, namely: dietary intakes, medication adherence, physical activity and self-monitoring of blood glucose in Malaysian adults with poorly controlled diabetes. It also explores the factors that influence these self-care practices. Section three is the report on the second research study that assessed the efficacy of an out-patient diabetes educational program based on a self-efficacy theoretical approach to improve firstly...

The meaning of self-care for people with chronic illness

Kralik, D.; Price, K.; Telford, K.
Fonte: Wiley-Blackwell Publishing Ltd Publicador: Wiley-Blackwell Publishing Ltd
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2010 Português
Relevância na Pesquisa
66.13%
Aim.  To reveal the meaning of self-care as described by men and women living with chronic conditions. Background.  Chronic illness self-care and self-management are terms that have been used interchangeably in the literature. Self-care in the context of chronic illness has received some research attention, but remains an under-explored concept. Methods.  Conversation data were gathered using longitudinal email groups facilitated by the first author over a 21-month period between 2003–2005, with 42 men and women living with chronic illness. Results.  Self-care is a process of adaptation in response to learning about oneself and about ways to live well with illness. Developing capacity to self care impacted significantly on the way participants experienced illness, their view of themselves and of their future. Conclusions.  People living with chronic illness describe the process of self-care as transformational in terms of feelings about their selves and reclaiming a sense of order. It enables them to move forward with a sense of the future. The primary health care principle of holistic assessment, taking account of the wider context of people’s lives, is of heightened importance when educating about self-care. Relevance to clinical practice.  Health care workers can assist people by acknowledging that chronic illness self-care is a process that gradually evolves and is borne out of listening to the person’s priorities and finding ways for strategies to fit harmoniously alongside those priorities.; Debbie Kralik...

Capacidad de autocuidado de los pacientes en diálisis peritoneal: un estudio piloto en Bogotá; Self-care capability of the patients in peritoneal dialysis: a pilot study in Bogotá

Carrillo Algarra, Ana Julia; Díaz, Flor Janeth
Fonte: Murcia: servicio de publicaciones de la Universidad de Murcia Publicador: Murcia: servicio de publicaciones de la Universidad de Murcia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
66.11%
Objetivo: Medir la capacidad de autocuidado y su relación con las características sociodemográficas y clínicas en un grupo de pacientes del programa de diálisis peritoneal de acuerdo con su capacidad de autocuidado. Métodos: Estudio descriptivo prospectivo de corte transversal. Se aplicaron tres instrumentos de recolección de datos: formulario de características sociodemográficas y clínicas, test de Morisky-Green y la escala Appraisal of Self-care Agency Scale (ASA) a 87 pacientes, hombres y mujeres, mayores de 18 años en tratamiento de diálisis peritoneal, con un mes o más de permanencia en el programa. Se realizó un análisis descriptivo que incluyó frecuencias absolutas y relativas, medidas de tendencia central y de dispersión para: el test de Morisky-Green, las variables sociodemográficas y clínicas, Se hizo análisis de correspondencias múltiples, tomando como variable ilustrativa la capacidad de autocuidado, y como activas: las variables sociodemográficas y clínicas. Resultados: El 60% de los sujetos reportaron suficiente capacidad de autocuidado y el 40% deficiente capacidad de autocuidado, además se determinaron las actividades de cuidado de sí mismo, que los sujetos de estudio realizan con mayor frecuencia.; ABSTRACT Objective: To measure the self-care capability and its relation with the socio-demographic and clinical characteristics in a group of patients from the peritoneal dialysis program according to their self-care capability. Methodology: A prospective...

Capacidad de agencia de autocuidado y factores relacionados con la agencia en personas con insuficiencia cardíaca de la ciudad de Medellín (Colombia); Self-care agency ability and factors related to the agency in people with heart failure of Medellin (Colombia)

Rodríguez Gázquez, Mª de los Ángeles; Arredondo Holguín, Edith; Salamanca Acevedo, Yurany Andrea
Fonte: Murcia: servicio de publicaciones de la Universidad de Murcia Publicador: Murcia: servicio de publicaciones de la Universidad de Murcia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
66.11%
Objetivo. Explorar la asociación entre la capacidad de agencia de autocuidado con algunos factores básicos condicionantes relacionados con la agencia en personas con IC de la ciudad de Medellín (Colombia). Material y Método. Estudio de corte transversal que se llevó a cabo en una muestra por conveniencia de 266 personas con IC de dos instituciones hospitalarias de la ciudad de Medellín (Colombia) desde 2007 a 2011. Se utilizó un instrumento en el que se incluyeron variables sociodemográficas, de apoyo social y clínicas. Para la evaluación de la capacidad de agencia de autocuidado se empleó la versión de la Appraisal of Self-care Agency Scale –ASA- de Evers, validada al castellano por Gallegos. Resultados. La capacidad de agencia de autocuidado fue deficiente en el 47,0% de los participantes. Los mayores puntajes de ASA se encontraron en las personas de 50 años, en los niveles socioeconómicos más altos, en los casados, en los que tenían educación tecnológica o universitaria, los que practicaban actividades recreativas, los que tenían cualquier tipo de apoyo social, estaban en clase funcional I y en la fracción de eyección de 40%. En análisis de regresión logística mostró que la agencia de autocuidado suficiente está relacionada con la fracción de eyección...

Self-care in heart failure patients

Conceição,Ana Paula da; Santos,Mariana Alvina dos; Santos,Bernardo dos; Cruz,Diná de Almeida Lopes Monteiro da
Fonte: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo Publicador: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2015 Português
Relevância na Pesquisa
66.16%
AbstractObjective: to describe self-care behavior and its associated factors in a sample of heart failure Brazilian patients.Method: descriptive cross-sectional study with non-probabilistic sample of 116 ambulatory patients undergoing heart failure treatment. Self-care was evaluated using the Self-Care of Heart Failure Index, (scores ≥70 points=appropriate self-care). Association tests were applied, considering a descriptive level of 0.05.Results: the mean age of participants was 57.7 (SD =11.3) years; 54.3% were male; the mean schooling was 5.5 (SD = 4.0) years; and 74.1% had functional class II-III. The mean scores on the subscales of the Self-Care of Heart Failure Index indicated inappropriate self-care (self-care maintenance: 53.2 (SD =14.3), selfcare management: 50.0 (SD = 20.3) and self-care confidence: 52.6 (SD=22.7)) and it was found low frequencies of participants with appropriate self-care (self-care maintenance, 6.9%), self-care management (14.7%) and self-care confidence (19%). Higher scores of the Self-Care of Heart Failure Index were associated with: reduced left ventricular ejection fraction (p=0.001), longer time of experience with the disease (p=0.05) and joint monitoring by physician and nurse (p=0.007).Conclusion: investments are needed to improve the self-care behavior and the nursing can play a relevant role in this improvement.

SELF-CARE: A CLARIFICATION OF MEANING AND EXAMINATION OF SUPPORTIVE STRATEGIES

GODFREY, Christina Maria
Fonte: Quens University Publicador: Quens University
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
66.19%
Background Considering ~9 million Canadians have one or more chronic health conditions, and >3.3 million report some level of disability, the burden of care is substantive for individuals and health system. With such conditions, self-care is essential but may pose challenges to both individuals and providers of care. As a concept, self-care is poorly understood. Further, evidence for effective self-care support is diffuse and typically studied relative to specific conditions. Objectives To investigate the concept of self-care three objectives were undertaken: 1) explore and describe the construct of self-care as understood by individuals/families, health care professionals, researchers, policy-makers; and industry; 2) produce new knowledge for health care professionals about interventions for self-care across a range of population groups; 3) develop a provisional framework to inform practice and research. Method A multi-phase enquiry was undertaken. Phase 1 Concept clarification including: 1) synthesis of qualitative evidence on the experience of self-care reported by individuals/families; 2) content analysis and definitional study of the meaning of self-care; 3) concept analysis of self-care; 4) creation of a conceptual schema encompassing these perspectives. Phase 2 Self-care Interventions: Integrative study of systematic reviews...

Self-care and HIV/aids patients: nursing care systematization

Caetano,Joselany Áfio; Pagliuca,Lorita Marlena Freitag
Fonte: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo Publicador: Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto / Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2006 Português
Relevância na Pesquisa
66.13%
This research aimed at systematizing nursing care to HIV/aids patients in view of Orem's Self-care Deficit Nursing Theory, using the convergent-care method and the Self-Care Nursing Process. Subjects were thirteen HIV/AIDS patients attended at a non-governmental organization in Fortaleza/CE, Brazil. We used interview techniques, physical examination, observation and information records, with a structured instrument, addressing requisites related to universal self-care, development and health alterations. Self-care deficits corresponded to nineteen nursing diagnoses, named according to NANDA's Taxonomy II, ten of which were based on the requisites for universal self-care, five on the requisites for self-care related to development and four on the requisites for self-care related to health deviations. In care planning, goals were established and the system and health methods were selected, prioritizing support-education actions in order to engage HIV/aids patients in self-care.

Cuidado, autocuidado e cuidado de si: uma compreensão paradigmática para o cuidado de enfermagem; Cuidado, auto cuidado y cuidado de sí: una comprensión paradigmática para el cuidado de enfermería; Care, self-care and caring for yourself: a paradigmatic understanding thought for nursing care

Silva, Irene de Jesus; Oliveira, Marília de Fátima Vieira de; Silva, Sílvio Éder Dias da; Polaro, Sandra Helena Isse; Radünz, Vera; Santos, Evanguelia Kotzias Atherino dos; Santana, Mary Elizabeth de
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/09/2009 Português
Relevância na Pesquisa
66.1%
Este artigo tem como objetivo apresentar uma reflexão sobre os conceitos de cuidado, autocuidado e o cuidado de si, estabelecendo suas relações com os paradigmas da totalidade e da simultaneidade. Na primeira parte do texto, contextualiza-se o cuidado nos seus aspectos gerais; na segunda parte aborda-se o cuidado na perspectiva filosófica de Martin Heidegger; na terceira parte explora-se o autocuidado na concepção de Dorothea Orem; na quarta parte discute-se o cuidado de si preconizado por Michael Foucault; e finalmente, na quinta parte, busca-se estabelecer a relação entre os conceitos autocuidado e o cuidado de si, com os paradigmas da totalidade e da simultaneidade. O autocuidado e o cuidado de si estão atrelados ao objetivismo da totalidade, e ao subjetivismo da simultaneidade havendo, para a Enfermagem, a necessidade de se compreender esta herança paradigmática e suas implicações para o cuidado de enfermagem.; Este artículo tiene como objetivo presentar una reflexión sobre los conceptos de cuidado, auto cuidado y el cuidado de sí, estableciendo sus relaciones con los paradigmas de la totalidad y de la simultaneidad. En la primera parte del texto se contextualiza el cuidado en sus aspectos generales; en la segunda parte se aborda el cuidado en la perspectiva filosófica de Martin Heidegger; en la tercera parte se explora el auto cuidado en la concepción de Dorothea Orem; en la cuarta parte se discute el cuidado de sí preconizado por Michael Foucault...

Cross-cultural adaptation and validation of the European Heart Failure Self-care Behavior Scale for Brazilian Portuguese; Adaptación transcultural y validación de la European Heart Failure Self-care Behavior Scale para el Portugués de Brasil; Adaptação transcultural e validação da European Heart Failure Self-care Behavior Scale para o português do Brasil

Feijó, Maria Karolina; Ávila, Christiane Wahast; Souza, Emiliane Nogueira de; Jaarsma, Tiny; Rabelo, Eneida Rejane
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf; application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/10/2012 Português
Relevância na Pesquisa
66.13%
OBJECTIVE: To adapt and validate a Brazilian Portuguese version of the European Heart Failure Self-Care Behavior Scale. METHODS: The cross-cultural adaptation (translation, synthesis, back-translation, expert committee review, and pretesting) and validation (assessment of face validity, content validity, and internal consistency reliability) were carried out in accordance with the literature. The European Heart Failure Self-Care Behavior Scale assesses key components of self-care: recognition of the signs and symptoms of decompensated heart failure (HF) and decision-making when these signs and symptoms arise. It comprises 12 items (range 12-60, where lower scores indicate better self-care). RESULTS: The sample comprised 124 HF patients with a mean age of 62.3 ± 12 years. The Cronbach's Alpha internal consistency was 0.70 and the intraclass correlation coefficient for reproducibility was 0.87. CONCLUSION: Face and content validity, internal consistency and reproducibility have lended validity and reliability for the use of the instrument in Brazil.; OBJETIVO: Adaptar y validar European Heart Failure Self-Care Behavior Scale para uso en lengua portuguesa de Brasil. MÉTODOS: El proceso de adaptación cultural (traducción, síntesis...

Autocuidado e o portador do HIV/aids: sitematização da assistência de enfermagem; El autocuidado y el portador de SIDA: sistematización de la atención de enfermería; Self-care and HIV/aids patients: nursing care systematization

Caetano, Joselany Áfio; Pagliuca, Lorita Marlena Freitag
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/06/2006 Português
Relevância na Pesquisa
66.13%
À pesquisa tem como objetivo sistematizar a assistência de enfermagem ao portador do HIV/aids, à luz da Teoria de Enfermagem do Déficit de Autocuidado de Orem. Utilizou-se a modalidade convergenteassistencial e o Processo de Enfermagem de Autocuidado. Foram treze sujeitos, atendidos numa organização não-governamental, no município de Fortaleza/CE. Utilizou-se técnicas de entrevista, exame físico, observação e o registro de informações, com um instrumento estruturado, abordando os requisitos de autocuidado universal, os relativos ao desenvolvimento e aqueles de alterações de saúde. Os déficits de autocuidado corresponderam a dezenove diagnósticos de enfermagem, dez dos quais nos requisitos de autocuidado universal; cinco nos requisitos de desenvolvimento e quatro nos relacionados ao desvio de saúde. No planejamento da assistência, as metas e os objetivos priorizaram ações de apoio-educação com vistas ao engajamento do portador do HIV/aids no autocuidado.; La finalidad de esta investigación es sistematizar la atención de enfermería al portador de SIDA, bajo la Teoría de Enfermería del Déficit de Auto-cuidado de Orem. Se usó la modalidad convergente asistencial, a través de la operación del Proceso de Enfermería de Auto Cuidado. Los sujetos fueron trece portadores de SIDA...

Knowledge of self-care among type 2 diabetes patients in two states of Nigeria

Jackson,Idongesit L.; Adibe,Maxwell O.; Okonta,Matthew J.; Ukwe,Chinwe V.
Fonte: Pharmacy Practice (Internet) Publicador: Pharmacy Practice (Internet)
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; journal article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion Formato: text/html; application/pdf
Publicado em 01/09/2014 Português
Relevância na Pesquisa
66.1%
Objective: To assess the knowledge of self-care practices, as well as factors responsible for such knowledge among type 2 diabetes patients in two states of Nigeria. Methods: Descriptive, cross sectional survey research design was employed. The study was conducted on type 2 diabetes out-patients attending Endocrinology Clinic at the University of Uyo Teaching Hospital (UUTH) and University of Calabar Teaching Hospital (UCTH) between June 2012 and February 2013. The Diabetes Self-care Knowledge (DSCK-30) was used in evaluating knowledge of self-care practices. Socio-demographic information and respondents' opinion on the possible barrier(s) to knowledge of self-care were also obtained. Data were analysed using Microsoft Excel and SPSS version 14.0. Statistical significance for all analyses was defined as a p value less than 0.05. Results: A total of 303 out of 380 questionnaires distributed were completed and returned (response rate =79.7%). The majority of the study sample (79.5%) had 70% or more overall knowledge level about self-care. Self-care knowledge was associated with level of education (p<0.001), monthly income (p<0.001) and duration of diabetes (p=0.008). Negative attitude to disease condition was the only factor associated with knowledge (chi-square value at one degree of freedom =6.215; p=0.013). Conclusion: Diabetes self-care knowledge was generally high among the population studied. Educational status...

Guidelines to facilitate self-care among older persons in South Africa

Rabie,Tinda; Klopper,Hester C.
Fonte: Health SA Gesondheid (Online) Publicador: Health SA Gesondheid (Online)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2015 Português
Relevância na Pesquisa
66.14%
BACKGROUND: The number of older persons is growing at an alarming rate, yet the South African healthcare sector is not giving this issue the required attention. Moreover, the healthcare sector serves four-fifths of the country's population and primary healthcare (PHC) facilities are overcrowded, and thus professional nurses are prevented from providing sufficient self-care health education to older persons AIM: To develop guidelines for the three role players - the public health sector, professional nurse and older person - to facilitate self-care among older persons in South Africa DESIGN: Quantitative, descriptive, explorative and contextual research design METHODS: A literature review followed by a self-care assessment of a sample of older persons using the Appraisal of Self-care Agency (ASA-A) and Exercise of Self-care Agency (ESCA) questionnaires which led to the identification of conclusions and self-care deficits. : Based on Menon's psychological health empowerment model, and from the conclusions and self-care deficits, nine self-care guidelines were developed for the public health sector, professional nurses and older persons CONCLUSION: This is the first systematic development of guidelines to facilitate self-care among older persons in South Africa. IMPLICATIONS FOR PRACTICE: The implementation of the self-care guidelines by the public health sector...