Página 1 dos resultados de 1506 itens digitais encontrados em 0.008 segundos

Acidentes de trânsito no Brasil: um atlas de sua distribuição; Traffic accidents in Brazil: an atlas of its distribution

MELLO JORGE, Maria Helena Prado de; KOIZUMI, Maria Sumie
Fonte: São Paulo Publicador: São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
66.49%
O Atlas foi concebido para colocar à disposição do usuário os dados disponíveis sobre acidentes de trânsito no Brasil, já trabalhados sob forma de indicadores e apresentados predominantemente como mapas, gráficos, quadros e tabelas. Neste artigo, são apresentados os principais resultados obtidos, bem como, algumas conclusões, considerações, ponderações e possíveis explicações quanto aos problemas e questões relacionadas a este importante agravo à saúde; The Atlas was designed to enable the user to easily access the data available on traffic accidents in Brazil. The information has already been classified as indicators, which are predominantly presented as maps, graphs, diagrams, and tables. This article presents the main results obtained, as well as a number of conclusions, considerations, reflections and possible explanations regarding problems and issues related to this major increase in health hazards

Impacto de um projeto de prevenção de acidente de trânsito em um município do interior do Brasil; Impact of a traffic accidents prevention program in Brazilian country-side city.

Salvarani, Cármine Porcelli
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 15/12/2006 Português
Relevância na Pesquisa
66.83%
Os acidentes de trânsito constituem a principal causa de morte nas primeiras décadas de vida e respondem por 1,2 milhões de óbitos e 50 milhões de feridos, por ano, em todo mundo. O Traumatismo cranioencefálico (TCE) é a principal causa de morte e invalidez por estes acidentes, além de acarretar uma grande demanda de recursos para tratamento e reabilitação de pacientes. Anualmente, 60.000 pessoas perdem suas vidas e 180.000 se tornam inválidas nas ruas e estradas brasileiras, constituindo um grave problema sócio-econômico e de saúde pública. Quase 6 bilhões de reais anuais são gastos no país com as vítimas de acidente de trânsito. Maringá, município de médio porte e aglomerado urbano com uma população de 320.000 habitantes, é pólo regional do noroeste paranaense e 3ª cidade do estado. A violência do seu trânsito urbano resulta em índices elevados de acidentes, como a maioria dos municípios brasileiros. Em 1995, a Sociedade Brasileira de Neurocirurgia (SBN) lançou o programa educativo de prevenção de acidentes de trânsito “Pense Bem”, adaptado para a realidade brasileira, a partir do modelo americano “Think First”. O presente trabalho consistiu na implantação do um programa de prevenção de acidentes de trânsito...

Espacialização dos acidentes de trânsito em Uberlândia (MG): técnicas de geoprocessamento como instrumento de análise - 2000 a 2004; Spacialization of the traffic accidents in Uberlândia (MG): geoprocessing techniques as analysis instrument - 2000 a 2004

Bernardino, Andrea Rispoli
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 03/05/2007 Português
Relevância na Pesquisa
66.9%
Os números de ocorrências em acidentes de trânsito são assustadores. Avalia-se que o custo dos acidentes aproxime de 1% do PIB em países pobres e 2% nas nações desenvolvidas. Em termos globais, são gastos U$ 518 bilhões anuais. No Brasil, estudos apontam que houve uma queda de 20 mil vítimas fatais de acidentes de trânsito, de 1987 para 1998, apresentando, atualmente, em torno de 30 mil mortes/ano no trânsito. Essa redução pode ser em parte justificada pelo Código de Trânsito Brasileiro, que entrou em vigor em 22 de janeiro de 1998. Considerado como um desafio pelos órgãos gestores do planejamento urbano viário, a redução das ocorrências de acidentes de trânsito torna-se um tema discutido, incessantemente, na administração pública. Diante dessa leitura urbana, este estudo propõe conhecer as características dos acidentes de trânsito ocorridos na área urbana da cidade de Uberlândia entre os anos de 2000 e 2004, bem como espacializar as vias, os trechos e os cruzamentos com maior número de acidentes, com o intuito de identificá-los por meio de técnicas disponíveis em BRASIL (2002) e Gold (1998), que, adaptadas ao banco de dados disponíveis pela SETTRAN, determinaram quais são as vias, os trechos e os cruzamentos críticos. Por meio desses procedimentos...

Mortalidade por homicídios, acidentes de transporte e suicídios no município de Belo Horizonte e região metropolitana, em série histórica de 1980-2000; Mortality from Homicides, Traffic Accidents and Suicides in Belo Horizonte and the Metropolitan region, in a historical time series from 1980 - 2000

Villela, Lenice de Castro Mendes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 16/02/2005 Português
Relevância na Pesquisa
66.84%
Objetivo: Estudar o perfil epidemiológico da mortalidade por Homicídios, Acidentes de Transporte e Suicídios no município de Belo Horizonte e Região Metropolitana, na série histórica de 1980 a 2000. Métodos: O estudo apresenta um desenho ecológico, do tipo série histórica. Os indicadores de mortalidade foram os coeficientes específicos por sexo, idade e gerais padronizados; a mortalidade proporcional; a razão de mortalidade segundo sexo e idade e os incrementos / decrementos percentuais. A população utilizada como padrão foi a de 1980. Os óbitos por Homicídios, Acidentes de Transporte e Suicídios e as estimativas populacionais, segundo o ano calendário, sexo, idade e município de residência foram extraídos da base de dados do DATASUS. No período entre 1980 e 1995, os óbitos foram codificados, segundo a IX Classificação Internacional de Doenças - CID 9ª Revisão, e, a partir de 1996, segundo a CID - 10ª Revisão. A análise de tendência temporal foi desenvolvida no software SPSS para Windows, utilizando-se a técnica de regressão linear simples, com nível de significância (? < 0,05). Resultados: Nas duas regiões geográficas, os indicadores de mortalidade apresentaram maior magnitude para o sexo masculino. A razão de coeficientes específicos de mortalidade apresentou maior magnitude nas faixas etárias entre 20 e 49 anos. Os coeficientes específicos de mortalidade por Homicídios apresentaram maior magnitude na região Metropolitana e os Suicídios e Acidentes de Transporte...

Sazonalidade, efemérides e a mortalidade por doença coronariana, AVC, insuficiência cardíaca, acidente de transporte, suicídio e homicídio na cidade de São Paulo, 1996 a 2009; Seasonality, ephemerides and mortality from coronary heart disease, stroke, heart failure, traffic accidents, suicide and homicide in the city of São Paulo

Bando, Daniel Hideki
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 07/05/2012 Português
Relevância na Pesquisa
66.6%
INTRODUÇÃO: O presente estudo teve como objetivo principal avaliar o impacto dos feriados do Natal e Ano Novo na mortalidade por doença coronariana, AVC, insuficiência cardíaca, acidente de transporte, suicídio e homicídio na cidade de São Paulo, 1996 a 2009. Os objetivos secundários foram investigar outras efemérides, como carnaval, copa do mundo e rebaixamento de times paulistas (Corinthians e Palmeiras), ataque do PCC no ano de 2006. Além disso, foram investigadas associações entre variáveis ambientais, culturais com a mortalidade, como sazonalidade, dia da semana, atributos do clima e poluentes atmosféricos. MÉTODOS: Estudo ecológico e retrospectivo. Os dados diários de mortalidade foram obtidos pelo PRO-AIM. O estudo realizou três tipos de análise: (1) comparação de médias; (2) tendência; (3) regressão linear. Análise de variância (ANOVA) com teste post hoc de Bonferroni foi utilizada para comparar a média de mortes entre as estações do ano e entre os dias da semana. O nível de significância adotado foi de 0,05. No caso das efemérides, foi utilizado o mesmo teste (ANOVA) para comparar com a média de mortes da data controle. A análise de tendência foi realizada pelo programa joinpoint regression. Foi considerada a média de mortes por semana epidemiológica ao longo do ano (53 semanas) bem como os dias próximos ao Natal e Ano novo. O objetivo dessa análise foi identificar alguma alteração das mortes no período do Natal e Ano novo. Para a análise da associação entre mortalidade e variáveis ambientais...

Qualidade de vida relacionada à saúde e retorno ao trabalho de vítimas de acidentes de trânsito; Quality of life related to health and return to work for victims of traffic accidents

Paiva, Luciana
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 26/08/2013 Português
Relevância na Pesquisa
66.7%
Os acidentes de trânsito representam um complexo problema de saúde pública. Os indivíduos com lesões e sequelas adquiridas, em decorrência deste trauma, podem ter comprometimentos no retorno ao trabalho e na saúde física e mental, os quais podem se refletir na qualidade de vida do indivíduo. Estudo de coorte longitudinal com objetivo de avaliar o retorno ao trabalho e o estado de saúde percebido das vítimas de acidente de trânsito, imediatamente após a alta hospitalar e seis meses após a hospitalização. As variáveis de interesse investigadas foram: mecanismo do trauma, ansiedade, depressão e capacidade funcional. A amostra foi composta de pacientes admitidos na Unidade de Emergência, de outubro de 2011 a outubro de 2012, vítimas de trauma moderado e grave por acidente de trânsito, que trabalhavam ou realizavam os afazeres do lar antes do trauma, maiores de 18 anos de idade e que apresentavam boas condições cognitivas. Os dados foram analisados utilizando os testes t Student para amostras pareadas, proporção e intervalo de confiança (IC) 95% correspondente, regressão linear múltipla e odds ratio bruto e ajustado. O nível de significância adotado para os testes estatísticos foi de 0,05. O grupo estudado apresentou idade média de 33 anos (Desvio-padrão = 12...

Atendimento pré-hospitalar : caracterização das ocorrências de acidente de trânsito; Pre-hospital care : characteristics of traffic accidents; Atención prehospitalaria : caracterización de las ocurrencias de accidentes de tránsito

Pereira, Waleska Antunes da Porciuncula; Lima, Maria Alice Dias da Silva
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
66.6%
Objetivo: identificar as ocorrências atendidas por um serviço de atendimento pré-hospitalar e caracterizar as decorrentes de corte acidente de trânsito em relação ao horário, dia da semana e configuração da equipe envolvida no atendimento. Métodos: estudo descritivo transversal, com análise de 6.430 ocorrências de solicitação de socorro atendidas de julho a setembro de 2003. Resultados: a incidência de trauma foi 35,2% sendo 57,9% decorrentes de acidentes de trânsito. A maioria das ocorrências aconteceu à tarde, em todos os dias da semana. A equipe de suporte básico, constituída por auxiliar ou técnico de enfermagem e motorista, foi a que mais realizou atendimentos (84,5%). A enfermeira participou em 11,2% das ocorrências, sendo 4,3% na equipe de suporte avançado e o médico em 8,3%. Conclusão: os resultados destacam o envolvimento da equipe de suporte básico no atendimento pré-hospitalar e indicam a necessidade de prevenção desses agravos e de qualificação dos trabalhadores para estruturação do trabalho baseado na interdisciplinaridade.; Objectives: to identify types of occurrence registered by a pre-hospital care unit and to characterize occurrences from traffic accidents. Methods: a descriptive cross-sectional study was used to analyze 6...

Acidentes de trânsito fatais e sua associação com a taxa de mortalidade infantil e adolescência; Fatal traffic accidents and their association with the infant mortality rate and adolescence

Sauer, Maria Teresa Nardin; Wagner, Mario Bernardes
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
66.64%
Foi realizado um estudo ecológico, buscando verificar a possível associação entre o índice de mortos em acidentes de trânsito (IM–V) e as variáveis em estudo: a taxa de mortalidade infantil (TMI), a proporção de condutores jovens envolvidos em acidentes de trânsito com vítimas (PCJ-ATV) e a proporção de residentes jovens (PRJ), no período de 1995 a 1998, nas capitais das Unidades da Federação e Distrito Federal. Os resultados revelam que existe importante associação entre o IM-V e o indicador social taxa de mortalidade infantil (r = 0,57; p = 0,002), ou seja, quanto menos desenvolvida for uma sociedade, maior tende a ser sua mortalidade no trânsito. Quanto à PCJ-ATV não foi encontrada associação relevante entre este indicador e o IM-V (r = -0,27; p = 0,184). Entretanto, a forte associação observada entre a PRJ e IM-V (r = 0,59; p = 0,002), indica que pode existir relação entre a mortalidade no trânsito e adolescência.; This ecological study evaluates the association between fatality rates in traffic accidents (FR-V) and the study variables: infant mortality rate (IMR), proportion of young drivers involved in motor vehicle accidents (MVA) with casualties, and the proportion of young residents from 1995 to 1998 in the Brazilian State capitals and the Federal District. There was an important association between the MVA fatality rate and IMR (r = 0.57; p = 0.002)...

Vulnerabilidade social e os acidentes de trânsito em Campinas - SP; Social vulnerability and traffic accidents in Campinas - SP

Ana Carolina Soares Bertho
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 23/04/2010 Português
Relevância na Pesquisa
66.82%
Diante da redução da mortalidade por homicídios no Brasil na última década,especialmente no estado de São Paulo, as mortes por acidentes de transportes vêm ganhando importância entre as causas externas. Com a implantação do Código de Trânsito Brasileiro, que entrou em vigor em 1998, houve uma queda significativa dos óbitos, mas os acidentes ainda constituem uma grande preocupação para o Poder Público. O objetivo geral do presente estudo é contribuir para o conhecimento sobre os padrões e tendências recentes dos acidentes de trânsito no município de Campinas, verificando se, além de idade e sexo, as características relacionadas às condições sociodemográficas tornam determinados grupos populacionais mais vulneráveis frente ao risco de se ferir ou morrer em acidentes de trânsito. O trabalho parte de uma análise sobre a tendência recente da mortalidade por acidentes de trânsito na Região Metropolitana de Campinas no período 1996-2006, verificando o perfil por idade, sexo e tipo de veículo que as vítimas ocupavam. A partir de 4.171 registros em Boletins de Ocorrência de acidentes ocorridos nas vias municipais de Campinas, é feita análise mais aprofundada sobre características das vítimas e eventos...

Mobilidade cotidiana e acidentes de trânsito em Campinas-SP = : Everyday mobility and traffic accidents in Campinas-SP; Everyday mobility and traffic accidents in Campinas-SP

Ana Carolina Soares Bertho
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 09/05/2014 Português
Relevância na Pesquisa
66.8%
Os acidentes de trânsito vêm sendo estudados por pesquisadores e técnicos de diversas áreas. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), aproximadamente 1,24 milhão de pessoas morrem a cada ano vítimas de acidentes de trânsito. Em 2011, mais de 43 mil pessoas morreram em decorrência de acidentes de transporte terrestre no Brasil, o que corresponde a 22,4 óbitos por 100 mil habitantes. Muitos fatores são apontados como causas desse tipo de ocorrência: ausência de leis adequadas e/ou de fiscalização, uso de álcool por motoristas e motociclistas, uso de celular ao volante, falhas no processo de formação dos condutores, falta de atenção ou de respeito para com os demais usuários da via pública, problemas relacionados à infraestrutura ou ao funcionamento do veículo, demora ou deficiência no atendimento às vítimas. Sem negar a importância destes fatores, o objetivo deste estudo foi avaliar como a exposição ao risco de acidentes pode ser potencializada pelas condições de mobilidade dos indivíduos que, por sua vez e, em grande medida, está condicionada pela segregação espacial urbana. Para isso, a pesquisa parte de uma revisão sobre alguns conceitos e definições dados pela literatura nas áreas de geografia...

Elderly patients attended in emergency health services in Brazil: a study for victims of falls and traffic accidents

Freitas,Mariana Gonçalves de; Bonolo,Palmira de Fátima; Moraes,Edgar Nunes de; Machado,Carla Jorge
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2015 Português
Relevância na Pesquisa
66.78%
The article aims to describe the profile of elderly victims of falls and traffic accidents from the data of the Surveillance Survey of Violence and Accidents (VIVA). The VIVA Survey was conducted in the emergency health-services of the Unified Health System in the capitals of Brazil in 2011. The sample of elderly by type of accident was subjected to the two-step cluster procedure. Of the 2463 elderly persons in question, 79.8% suffered falls and 20.2% were the victims of traffic accidents. The 1812 elderly who fell were grouped together into 4 clusters: Cluster 1, in which all had disabilities; Cluster 2, all were non-white and falls took place in the home; Cluster 3, younger and active seniors; and Cluster 4, with a higher proportion of seniors 80 years old or above who were white. Among cases of traffic accidents, 446 seniors were grouped into two clusters: Cluster 1 of younger elderly, drivers or passengers; Cluster 2, with higher age seniors, mostly pedestrians. The main victims of falls were women with low schooling and unemployed; traffic accident victims were mostly younger and male. Complications were similar in victims of falls and traffic accidents. Clusters allow adoption of targeted measures of care, prevention and health promotion.

O impacto da utilização de medidores eletrônicos de velocidade na redução de acidentes de trânsito em área urbana; The use of electronic devices for enforcement of speed on the reduction of traffic accidents in urban areas

Oliveira, Marcos Pimentel de
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
66.78%
A presente dissertação de mestrado tem como objetivo avaliar a utilização dos chamados Medidores Eletrônicos de Velocidade – MEV na redução de acidentes de trânsito em área urbana, principalmente os relacionados ao excesso de velocidade. Foram avaliadas algumas interseções onde foi instalado o MEV e uma região circular de monitoramento, com raio de 500 m no entorno dessas interseções, para se verificar se os acidentes não migraram para essa região. Foi utilizada a técnica padrão proposta nos manuais do Ministério dos Transportes que tratam de avaliações antes e depois de implantação de determinada medida de redução de acidentes de tráfego. Com base na avaliação visual do número registrado de acidentes na região de monitoramento concluiu-se que não se pode afirmar que houve migração de acidentes devido à instalação do MEV. Pode-se concluir, também, que a ocorrência dos acidentes representa apenas um fenômeno aleatório e meramente estatístico e a variabilidade dos acidentes, após a instalação do MEV, ocorreu de maneira aleatória. Espera que a pesquisa forneça elementos mais precisos para as administrações municipais regularem o tráfego em área urbana. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT; This master dissertation aims to evaluate the use of Electronic Devices for Enforcement of Speed – MEV on the reduction of traffic accidents in urban area...

Estudo de localização de unidades de atendimento para os acidentes de trânsito; Study of location of units of service for traffic accidents

Mendes, Lourival Gomes
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
66.71%
Os acidentes de trânsito (AT) têm assumido números elevados, registrando uma grande quantidade de mortos, feridos (com sequelas permanentes ou temporárias) e danos materiais. O tempo é fator crucial no atendimento às vítimas de AT. Existe uma associação positiva entre a demora do resgate e a proporção de casos fatais e graves. Vários estudos têm demonstrado o relacionamento entre a redução do tempo-resposta e a correspondente redução da mortalidade. O tempo que o socorro leva para chegar até a vítima é uma das variáveis mais importantes no Atendimento Pré-hospitalar (APH). Esse espaço de tempo, conhecido como tempo-resposta, é um dos principais indicadores da eficiência do sistema. Neste contexto, o presente trabalho analisa os acidentes de trânsito com vítima ocorridos na área urbana de Uberlândia – MG, no período de 1º de janeiro a 31 de dezembro de 2007, com base nas informações geradas pelos relatórios do 5º Batalhão de Bombeiros Militar. São analisados os meses, a semana, o dia, as faixas horárias e as áreas mais críticos. Com a utilização das ferramentas do programa TransCAD, a partir da caracterização da problemática dos transportes, esse trabalho busca obter as localizações ótimas para as Unidades de Atendimento (UA) do Corpo de Bombeiros de Uberlândia...

Analysis of traffic accidents on rural highways using Latent Class Clustering and Bayesian Networks

O??a, Juan de; L??pez Maldonado, Griselda; Mujalli, Randa Oqab; Calvo, Francisco J.
Fonte: Elsevier Publicador: Elsevier
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
66.64%
One of the principal objectives of traffic accident analyses is to identify key factors that affect the severity of an accident. However, with the presence of heterogeneity in the raw data used, the analysis of traffic accidents becomes difficult. In this paper, Latent Class Cluster (LCC) is used as a preliminary tool for segmentation of 3229 accidents on rural highways in Granada (Spain) between 2005 and 2008. Next, Bayesian Networks (BNs) are used to identify the main factors involved in accident severity for both, the entire database (EDB) and the clusters previously obtained by LCC. The results of these cluster-based analyses are compared with the results of a full-data analysis. The results show that the combined use of both techniques is very interesting as it reveals further information that would not have been obtained without prior segmentation of the data. BN inference is used to obtain the variables that best identify accidents with killed or seriously injured. Accident type and sight distance have been identify in all the cases analysed; other variables such as time, occupant involved or age are identified in EDB and only in one cluster; whereas variables vehicles involved, number of injuries, atmospheric factors, pavement markings and pavement width are identified only in one cluster.

Avaliação da presença de drogas de abuso em amostras de sangue colhidas de vítimas fatais de acidentes de trânsito na Região Metropolitana de Vitória-ES; Evaluation of the presence of drugs of abuse in blood samples collected from deceased victims due to traffic accidents in the metropolitan region of Vitória-ES

Pelição, Fabrício Souza
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 15/10/2014 Português
Relevância na Pesquisa
66.69%
Dirigir sob a influência de álcool e drogas ilícitas tem sido um tema de crescente preocupação em países desenvolvidos, contudo a pesquisa toxicológica de outras drogas, que não o álcool, em vítimas fatais de acidentes de trânsito ainda é pouco estudada. Este estudo realizou a pesquisa toxicológica de álcool e drogas ilícitas (cocaína, anfetaminas e cannabis) em 391 vítimas fatais de acidentes de trânsito atendidas pelo DML de Vitória - ES, durante os anos de 2011 e 2012. As vítimas foram compostas por 337 homens (86,2%) e 54 mulheres (13,8%), com média de idade de 37 anos (mínimo 16 e máximo 83). Amostras coletadas de motoristas representaram 59% do total de amostras (n=230), enquanto passageiros e pedestres foram responsáveis por 14% e 12%, respectivamente (n=56 e n=46). Os acidentes automobilísticos foram responsáveis por 178 mortes (46%), seguidos por acidentes motociclísticos, com 149 mortes (38%) e por atropelamentos, com 59 mortes (15%). Para a pesquisa toxicológica de drogas ilícitas em amostras de sangue total, um método analítico combinando extração em fase sólida e análise quantitativa dos analitos por GC-MS foi desenvolvido e validado. Os analitos pesquisados foram: cocaína, cocaetileno...

Panorama dos acidentes de transporte terrestre no Brasil: das internações às sequelas e ao óbito: uma contribuição para a sua vigilância; A perspective on traffic accidents in Brazil: from hospitalizations and sequelae to death a contribution to their surveillance

Andrade, Silvânia Suely Caribé de Araújo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 09/09/2015 Português
Relevância na Pesquisa
66.94%
Introdução: Os acidentes de transporte terrestre (ATT) são responsáveis por milhares de óbitos e lesões em todo o mundo. Muitas dessas lesões resultam em sequelas que comprometem a capacidade funcional das vítimas desses agravos. As internações e as sequelas representam importante impacto nos serviços de saúde e na sociedade. Entretanto, não é conhecida a prevalência das sequelas decorrentes de ATT e nem os fatores associados às mesmas. Em 2010, a Organização das Nações Unidas estabeleceu o período de 2011 a 2020 como a Década de Segurança Viária, com a meta de estabilizar ou reduzir as mortes decorrentes de ATT nos países membros. Objetivo: Descrever um panorama sobre os ATT ocorridos no Brasil, caracterizando as internações, as sequelas e os óbitos por esta causa, com vistas a contribuir para a vigilância destes agravos. Métodos: Foram realizados quatro estudos: a) estimativa do tempo de permanência e dos gastos das internações em 2013 e análise da morbidade hospitalar no triênio 2011-2013; b) uma revisão sistemática nas bases de dados eletrônicas sobre prevalência de sequelas; c) ecológico de série temporal sobre as internações por ATT com diagnóstico sugestivo de sequelas físicas de 2000 a 2013; e d) descritivo sobre mortalidade por ATT em 2013 e estimativa dos anos potenciais de vida perdidos. Resultados: Ocorreram...

Os riscos dos acidentes de trânsito na perspectiva dos moto-boys : subsídios para a promoção da saúde; Traffic accidents from the motorcycle couriers' perspective : feedback for health promotion

Veronese, Andréa Márian; Oliveira, Dora Lúcia Leidens Corrêa de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
66.73%
Esta nota resulta de uma pesquisa qualitativa realizada na cidade de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil, com o objetivo de explorar o fenômeno “risco do acidente de trânsito” na perspectiva de moto-boys. O estudo foi embasado nas teorias sociológicas sobre risco, em especial, as que enfatizam o caráter sócio-cultural dos seus significados. As informações foram coletadas por meio de grupos focais e analisadas seguindo os passos da Teoria Fundamentada nos Dados. Segundo os moto-boys, os riscos do acidente de trânsito são inerentes ao cotidiano de trabalho e produzidos por interesses pessoais e sociais, no sentido das demandas por dinheiro, velocidade e urgência. Os moto-boys tentam controlar esses riscos utilizando estratégias de autocuidado. Considerando a alta incidência de acidentes de trânsito envolvendo moto-boys em Porto Alegre, parece que tais estratégias têm sido pouco eficazes. A nota argumenta que os acidentes de trânsito envolvendo moto-boys são acidentes de trabalho e, portanto, as ações de promoção da saúde que investem na sua prevenção precisam extrapolar o grupo de indivíduos que pilotam as motocicletas, sendo dirigidas também a clientes e patrões de serviços de telentrega.; This research note is the result of a qualitative study in Porto Alegre...

Impulsividade e acidentes de trânsito; Impulsiveness and traffic accidents

Araújo, Marcus Maximilliano; Malloy-Diniz, Leandro Fernandes; Rocha, Fábio Lopes
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina. Instituto de Psiquiatria Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina. Instituto de Psiquiatria
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2009 Português
Relevância na Pesquisa
66.7%
CONTEXTO: As lesões por acidentes de trânsito são um problema de saúde pública e constituem uma das principais causa mortis de adultos jovens no mundo. OBJETIVO: Revisar resultados relevantes sobre a relação entre impulsividade e comportamentos de risco e acidentes de trânsito. MÉTODO: O levantamento bibliográfico foi realizado nas bases MedLine, LILACS, Desastres, Cochrane Lybrary, no banco de teses da CAPES e PsycINFO, compreendendo o período de 1966 a 2006. RESULTADOS: Dos 11 estudos originais encontrados ("n" de 3806 indivíduos), seis abordaram a associação entre impulsividade e comportamento de risco no trânsito e cinco trataram da impulsividade e acidentes de trânsito. A associação entre impulsividade e correr por aventura foi observada em dois estudos e a correlação entre impulsividade e infrações em três. No desfecho acidentes, três autores mostraram associação e dois não. CONCLUSÕES: A impulsividade está associada ao comportamento de risco no trânsito, correr por aventura e infrações. A associação entre impulsividade e mais envolvimento em acidentes é controversa.; BACKGROUND: Injuries due to road traffic accidents are a major public health problem as well as one of the main causes of death among young males aged 15 to 44 years. OBJECTIVES: This paper reviews the relation between impulsiveness and risk driving behavior and between impulsiveness and traffic accidents. METHODS: Bibliographic review. Sources: MedLine (1966 to 2006)...

Fatores de exposição, experiência no trânsito e envolvimentos anteriores em acidentes de trânsito entre estudantes universitários de cursos na área da saúde, Ponta Grossa, PR, Brasil; Factors of exposure, experience in the traffic and previous involvements in traffic accidents among college students of health courses, Ponta Grossa, PR, Brazil

Labiak, Valéria Beatris; Leite, Maysa de Lima; Virgens Filho, Jorim Sousa das; Stocco, Caroliny
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/03/2008 Português
Relevância na Pesquisa
66.82%
Os tipos de vítimas mais freqüentes nos acidentes de trânsito são os jovens, principalmente os do sexo masculino. Essa alta incidência tem sido atribuída aos comportamentos próprios da idade, que poderiam levar os jovens a transgredir leis de trânsito e, conseqüentemente, provocar acidentes. Assim, este estudo teve como objetivo descrever o perfil socioeconômico e demográfico, além de caracterizar a exposição e os antecedentes em acidentes de trânsito, dos estudantes universitários de cursos na área da Saúde da Universidade Estadual de Ponta Grossa (PR), em 2005. Utilizou-se um questionário auto-respondido, de forma anônima, cuja amostra compreendeu 624 acadêmicos. As variáveis estudadas foram: características demográficas e socioeconômicas, fatores de exposição e experiência no trânsito, uso do cinto de segurança e antecedentes em acidentes de trânsito. O perfil dos estudantes caracterizou-se pela maioria do sexo feminino (66,67%), com idade entre 18 e 23 anos, morando com a família e com renda igual ou inferior a 10 salários mínimos. Quanto à idade de aprendizagem de direção, a maior freqüência no sexo masculino foi entre 15 e 17 anos e no sexo feminino, 18 anos ou mais. Encontrou-se número expressivo de relatos de aprendizagem de direção com menos de 14 anos...

Elderly patients attended in emergency health services in Brazil: a study for victims of falls and traffic accidents

Freitas,Mariana Gonçalves de; Bonolo,Palmira de Fátima; Moraes,Edgar Nunes de; Machado,Carla Jorge
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2015 Português
Relevância na Pesquisa
66.78%
The article aims to describe the profile of elderly victims of falls and traffic accidents from the data of the Surveillance Survey of Violence and Accidents (VIVA). The VIVA Survey was conducted in the emergency health-services of the Unified Health System in the capitals of Brazil in 2011. The sample of elderly by type of accident was subjected to the two-step cluster procedure. Of the 2463 elderly persons in question, 79.8% suffered falls and 20.2% were the victims of traffic accidents. The 1812 elderly who fell were grouped together into 4 clusters: Cluster 1, in which all had disabilities; Cluster 2, all were non-white and falls took place in the home; Cluster 3, younger and active seniors; and Cluster 4, with a higher proportion of seniors 80 years old or above who were white. Among cases of traffic accidents, 446 seniors were grouped into two clusters: Cluster 1 of younger elderly, drivers or passengers; Cluster 2, with higher age seniors, mostly pedestrians. The main victims of falls were women with low schooling and unemployed; traffic accident victims were mostly younger and male. Complications were similar in victims of falls and traffic accidents. Clusters allow adoption of targeted measures of care, prevention and health promotion.