Página 10 dos resultados de 253 itens digitais encontrados em 0.015 segundos

O papel da cafeína na prevenção das demências : bases neurofisiológicas, evidências atuais e perspetivas futuras

Couto, Alexandra Oscarina Pereira
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /05/2013 Português
Relevância na Pesquisa
26.04%
A demência é uma síndrome, de natureza progressiva e crónica, que afeta funções corticais superiores como a memória, o pensamento, o comportamento e a capacidade de realizar as atividades da vida diária, sendo a forma mais comum de demência a associada à doença de Alzheimer. No contexto atual de transição demográfica e epidemiológica, a demência, e em particular a doença de Alzheimer, é um crescente problema de saúde pública devido ao envelhecimento populacional e à ausência de tratamento curativo. A etiologia complexa e multifatorial da doença torna a terapêutica um desafio e demonstra a importância das estratégias preventivas. Há um interesse crescente da comunidade científica em agentes que protejam ou, pelo menos, adiem o declínio da função cognitiva. Recentemente, o potencial benefício do consumo de cafeína no funcionamento cerebral a longo prazo tem sido alvo de estudo. Este interesse resultou da convergência de conclusões de estudos epidemiológicos e de investigação básica em modelos animais. A cafeína é um antagonista não seletivo dos recetores da adenosina, diminuindo assim o tónus adenosinérgico e alterando diversas funções cerebrais como o sono, cognição, aprendizagem e memória. Pretende-se com esta monografia realizar uma revisão crítica da literatura científica e reunir as últimas evidências acerca do papel da cafeína na prevenção das demências. Para tal foi efetuada uma pesquisa eletrónica em bases de dados de Medicina Baseada na Evidência...

Conceitos básicos sobre envelhecimento

Universidade Aberta do SUS da Universidade Federal do Maranhão - UNA-SUS/UFMA
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Tipo: Texto Formato: Recurso textual no formato PDF contendo 25 páginas.
Português
Relevância na Pesquisa
26.04%
O texto é componente do Curso de Especialização em Saúde da Pessoa Idosa da UNA-SUS/UFMA (unidade 03, do módulo 01) e aborda conceitos básicos, essenciais para o entendimento do processo de envelhecimento do ser humano, bem como tópicos que necessitam de uma abordagem multidisciplinar, sendo eles: transição demográfica e epidemiológica; envelhecimento ativo; concepções acerca do envelhecimento; envelhecimento biológico e indicadores de saúde na velhice; Ministério da Saúde

A família como foco na atenção básica à saúde

Chapadeiro, Cibele Alves; Andrade, Helga Yuri Silva Okano; Araújo, Maria Rizoneide Negreiros de
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Tipo: Texto Formato: Texto ilustrado. 100 páginas. 22x27cm.
Português
Relevância na Pesquisa
26.04%
Abordar a questão família como centro da Atenção Primária à Saúde é uma situação prioritária, especialmente se a colocamos na estratégia de reorganização do sistema de saúde. É necessário, também, conhecer as configurações dessa família, seus arranjos, seus contextos, seu processo social de trabalho e vivência, sua cultura de características bem peculiares, nesse nosso tempo de diversidade e de transição demográfica e epidemiológica. Enfim, compreender a família como unidade de produção social. Este módulo inicia com a abordagem das políticas públicas na área, seguindo-se a história, configurações, conceito, funções e os estágios no ciclo de vida da família.; Ministério da Saúde; Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social - BNDES

A família como foco na atenção básica à saúde

Chapadeiro, Cibele Alves; Andrade, Helga Yuri Silva Okano; Araújo, Maria Rizoneide Negreiros de
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Tipo: Backup de Moodle Formato: Backup moodle da disciplina optativa "A família como foco na atenção básica à saúde " do curso de Especialização Estratégia Saúde da Família (2014), contendo materiais em formato PDF e na linguagem html, além de áudio e slide
Português
Relevância na Pesquisa
26.04%
Este material compõe a disciplina optativa "A família como foco da atenção básica à saúde" do Curso de Especialização Estratégia Saúde da Família (2014). Esta disciplina visa abordar a questão família como centro da Atenção Primária à Saúde como uma uma situação prioritária, especialmente se a colocamos na estratégia de reorganização do sistema de saúde. É necessário, também, conhecer as configurações dessa família, seus arranjos, seus contextos, seu processo social de trabalho e vivência, sua cultura de características bem peculiares, nesse nosso tempo de diversidade e de transição demográfica e epidemiológica. Enfim, compreender a família como unidade de produção social. Este módulo está dividido em 5 seções: A família como foco das políticas públicas; 2- A família como organização social; 3 - Estágios do ciclo de vida; 4- Ferramentas de abordagem familiar; 5- Para se trabalhar com famílias; Ministério da Saúde

A Família no Contexto da Atenção Primária à Saúde

Correia, Adelia Delfina da Motta S.; Gastaud, Ana Lucia Gomes da S.; Silva, André Luiz da Motta; Zárate, Cibele Bonfim de Rezende; Miranda, Daniel Estevão de; Andrade, Helga Yuri Silva Okano; Machado, Jacinta de Fátima P.; Geniole, Leika Aparecida Ish
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Formato: Material Multimídia em HTML, encapsulado em um arquivo ZIP. Para visualizar, extrair e abrir arquivo capa.html
Português
Relevância na Pesquisa
26.04%
A produção do módulo realiza-se de forma compartilhada entre quatro instituições − a Universidade Federal de Minas Gerais, a Universidade Federal do Triângulo Mineiro, a Universidade Federal do Mato Grosso do Sul e a Fundação Osvaldo Cruz – FIOCRUZ Cerrado Pantanal. Os autores, ligados diretamente às instituições de educação superior ou ao serviço de saúde, trazem suas experiências profissionais e docentes de modo a fazer desse caderno de estudo uma segura orientação para a prática das equipes de Saúde da Família. Abordar a questão família, como centro da Atenção Primária à Saúde, é uma situação prioritária, especialmente se a colocamos na estratégia de reorganização do sistema de saúde nacional. Assim, neste módulo, vamos utilizar o conceito de família, oficialmente proposto pelo Sistema de Informação da Atenção Básica (SIAB). A partir dessa definição, é necessário também conhecer as configurações dessa família − seus arranjos, seus contextos, seu processo social de trabalho e vivência, sua cultura, que toma características bem peculiares nesse nosso tempo de diversidade e transição demográfica e epidemiológica. Enfim, compreender a família como unidade de produção social. Este módulo começa com as políticas públicas...

Papel do profissional de saúde da família na saúde do idoso

Reibnitz Júnior, Calvino; Tognoli, Heitor; Santos, Evanguelia Kotzias Atherino
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Formato: Vídeo em cores com áudio. Vídeo 1 do módulo 8 que compõe o Curso de Especialização em Saúde da Família.
Português
Relevância na Pesquisa
26.04%
Este vídeo aborda a dinâmica da transição demográfica no Brasil, os aspectos relacionados ao envelhecimento e as responsabilidades e desafios do cuidado à saúde do idoso apresentada aos profissionais da Estratégia Saúde da Família, na busca de promover um envelhecimento saudável. Vídeo 1 do módulo 8 que compõe o Curso de Especialização em Saúde da Família.; 1.0; Ministério da Saúdes/OPAS/OMS

A Pensão por morte no âmbito do regime geral de previdência social : tendências e perspectivas; Survivor benefits within the scope of the brazilian general social insurance scheme : tendencies and perspectives; La Pensión de sobrevivientes en el marco del régimen general de previsión social : tendencias y perspectivas; Les Prestations de survivant dans le cadre du regime general d’assurance sociale : tendances et perpectives

Ansiliero, Graziela; Costanzi, Rogério Nagamine; Pereira, Eduardo da Silva
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Planejamento e Políticas Públicas (PPP) - Artigos
Português
Relevância na Pesquisa
26.04%
O Regime Geral de Previdência Social (RGPS) é marcado por uma necessidade de financiamento persistente, situação que tende a ser agravada pelos já quase palpáveis efeitos da chamada transição demográfica, que retirará do Brasil o rótulo de “país jovem” e trará novos desafios para a sustentabilidade de seu sistema de proteção previdenciária. Haja vista que o país já compromete parcela importante – e, comparativamente à média registrada internacionalmente, desproporcional –de seu produto interno bruto (PIB) com o pagamento de benefícios no âmbito do RGPS, a composição da despesa previdenciária tem ocupado papel central no debate que circunda o tema. Entre os itens mais debatidos, está justamente o dispêndio crescente com o pagamento de pensão por morte (PPM), benefício que isoladamente responde por aproximadamente 28% do estoque de benefícios e 22% da despesa total do RGPS. Os dados analisados neste artigo sugerem que a legislação previdenciária brasileira, em contraste com o que se observa na ampla maioria dos países, possui regras injustificadamente frágeis para a concessão e a manutenção desta espécie de benefício, e tem, assim, contribuído para o aumento no nível da despesa previdenciária. Mudanças nestas regras poderiam produzir efeitos de curto prazo não mais que residuais nas finanças do RGPS...

O Perfil da força de trabalho brasileira : trajetórias e perspectivas

Nonato, Fernanda J. A. P.; Pereira, Rafael H. Moraes; Nascimento, Paulo A. Meyer M.; Araújo, Thiago Costa
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Mercado de trabalho: conjuntura e análise - Artigos
Português
Relevância na Pesquisa
26.04%
A quantidade da força de trabalho disponível num país depende de três fatores: o tamanho da sua população residente; a estrutura etária dessa população, que indica a quantidade de adultos; e a disposição ao emprego dessa população dado o nível dos salários pagos, que é indicada pela taxa de participação. Este trabalho discute esses três fatores que têm contribuído de maneira decisiva para as mudanças observadas no perfil da oferta de força de trabalho brasileira ao longo dos últimos 30 anos e analisa algumas de suas implicações para as próximas décadas. Busca apontar como cada uma dessas três macrotendências tem contribuído, separadamente, para as mudanças no perfil da oferta de força de trabalho brasileira e suas perspectivas. Apresenta conclusões que apontam algumas transformações gerais que se espera ocorrer no mercado de trabalho do país durante as próximas décadas.; p. 29-41 : il.

Balanço intergeracional : o caso brasileiro

Malvar, Regina Villela; Kotlikoff, Laurence J.
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Pesquisa e Planejamento Econômico (PPE) - Artigos
Português
Relevância na Pesquisa
26.04%
O trabalho apresenta a metodologia do balanço intergeracional e estima o impacto da atual política fiscal e de políticas alternativas sobre o montante que as gerações presentes e futuras têm a expectativa de pagar ao governo e receber dele. A aplicação do balanço intergeracional para o caso brasileiro sugere que o atual rumo da política fiscal, associada à transição demográfica, impõe uma elevada carga tributária líquida sobre gerações futuras. Calcula-se o aumento nos tributos ou a redução nos gastos governamentais e nas despesas de transferências necessários para eliminar o desequilíbrio intergeracional. Além disso, afere-se como mudanças no padrão demográfico, na composição dos benefícios da previdência social ou na estrutura tributária afetam a carga tributária líquida a ser imposta sobre diferentes gerações.; p. 493-518

A Escolaridade das crianças brasileiras durante a transição demográfica : aumento no tamanho da coorte versus diminuição no tamanho da família

Lam, David; Marteleto, Letícia
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Pesquisa e Planejamento Econômico (PPE) - Artigos
Português
Relevância na Pesquisa
26.04%
Neste trabalho avaliamos o impacto das mudanças na estrutura etária e no tamanho da família na matrícula escolar de jovens nas três últimas décadas. Durante esse período, os jovens brasileiros passaram a viver em famílias menores e em coortes maiores e o nível médio de escolaridade dos jovens aumentou. Até a década de 1990 a população em idade escolar cresceu de maneira significativa, resultando em grande pressão sobre o sistema educacional. Recentemente, a desaceleração do crescimento populacional e a diminuição da população em idade escolar podem ter contribuído para a melhora dos indicadores educacionais. Utilizando dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) de 1977 a 1999 e do Censo Demográfico de 1970 a 2000, avaliamos os efeitos do tamanho da família, crescimento da coorte e escolaridade dos pais na matrícula escolar. Esses fatores são importantes e na direção esperada, sendo que, combinados, explicam grande parte do aumento da matrícula. Parte do efeito positivo causado pela diminuição do tamanho da família na matrícula foi compensada pelo efeito negativo do aumento do tamanho da população em idade escolar.; p. 319-342 : il.

Filogeografia e história populacional de Lycalopex vetulus (Carnivora, Canidae), incluindo sua hibridação com L. gymnocercus

Garcez, Fabricio Silva
Fonte: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre Publicador: Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul; Porto Alegre
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
26.04%
A raposinha-do-campo (Lycalopex vetulus) é o menor dos canídeos brasileiros sendo endêmica do bioma Cerrado, porém podendo ser encontrada também em áreas de transição adjacentes. Estudos recentes investigaram as relações filogenéticas entre as espécies do gênero Lycalopex e indicaram que L. vetulus é a espécie mais basal deste grupo, cuja diversificação ocorreu há apenas 1 milhão de anos. Além disso, obtiveram evidências que sugerem a ocorrência de um potencial processo de hibridação entre L. vetulus e L. gymnocercus em uma zona de contato recém-formada. Usando dados de microssatélites e DNA mitocondrial, investigamos a influência dos processos históricos nos padrões de estrutura populacional de L. vetulus, bem como a ocorrência de hibridação entre esta espécie e L. gymnocercus. Com este objetivo, foram obtidas amostras de tecido e sangue provenientes de animais que representam a maior parte da distribuição de L. vetulus (n = 61), bem como amostras de L. gymnocercus (n = 30) oriundas da zona de contato entre ambas as espécies e áreas adjacentes. Nossos resultados mostraram altos níveis de diversidade genética para L. vetulus (diversidade haplotípica: Hd = 0,98 e heterozigosidade esperada: He = 0...

Integração social ou novas relações entre Estado e sociedade no Brasil

Smith, Roberto; Oliveira, Aécio Alves de
Fonte: Universidade de São Paulo. Instituto de Estudos Avançados Publicador: Universidade de São Paulo. Instituto de Estudos Avançados
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/08/1995 Português
Relevância na Pesquisa
26.04%
Este artigo tem como ponto de partida a constatação de dois fenômenos atuais: a transição demográfica e o padrão crítico da distribuição de renda do Brasil. O argumento central nele contido situa o fortalecimento, ou não, das relações entre o Estado e a sociedade civil, num contexto em que a globalização passa a impor distintas diretrizes políticas no tratamento da questão social. Ao abordar a questão da integração social e territorial, num quadro caracterizado pela excludência social, a tese básica é a dé que a dimensão social deve estar inserida no conjunto das macropolíticas do país, principalmente as de establização. Enquanto a questão estiver afeta apenas às políticas compensatórias dará margem a falsos argumentos de descaminhos entre meios e fins, com elevados custos de ineficácia. Nesse sentido, apresentar-se-á neste trabalho algumas formas de encaminhamento na direção da construção democrática, envolvendo as relações entre Estado e sociedade. Como alternativa ao projeto de inserção competitiva, atualmente em andamento, propõe-se a abertura da economia com base em um projeto nacional, no qual as ações públicas sejam democraticamente definidas. Isso significa a eliminação de privilégios das elites e a abertura de canais efetivos com movimento social organizado...

Os próximos 100 anos: uma previsão para o século XXI George Friedman (Autor), Gabriel Zide Neto (Tradução) Best Business, Rio de Janeiro, 2009

Albuquerque, Edu Silvestre de
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Geografia Humana. Universidade de São Paulo. Publicador: Programa de Pós-Graduação em Geografia Humana. Universidade de São Paulo.
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 30/04/2010 Português
Relevância na Pesquisa
26.04%
De que forma o sistema internacional absorverá a transição demográfica e as novas tecnologias do século XXI? Os Estados Unidos encontrarão novos desafiantes globais? Qual será a posição do Brasil na nova ordem internacional? A CIA – Central de Inteligência Americana – gasta algumas boas dezenas de milhões de dólares para encomendar a especialistas a elaboração de cenários para o sistema internacional nas próximas décadas, cujo resultado pode ser apreciado consultando a edição brasileira de O Relatório da CIA: como será o mundo em 2020, publicado pela Ediouro em 2006.

Population dynamics on the developed and underdeveloped countries; A dinâmica populacional dos países desenvolvidos e subdesenvolvidos

Yunes, João
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/1971 Português
Relevância na Pesquisa
26.04%
Analisam-se os principais fatôres que contribuiram para a dinâmica populacional dos países desenvolvidos e subdesenvolvidos, a política por êles adotada, bem como a aplicação da demografia em saúde pública. O ritmo de maior crescimento populacional observa-se nos países subdesenvolvidos sendo que, para o ano 2.000, a região denominada de terceiro mundo é a que apresentará o maior contingente populacional pois os países subdesenvolvidos contribuirão com 79% do total da população mundial. A primeira transição demográfica iniciou-se no século 17, na Europa, com o processo de revolução industrial enquanto que, nos países subdesenvolvidos, isto ocorreu a partir do ano de 1940, porém, com uma diferença fundamental, pois a queda de mortalidade verificada não foi acompanhada por um declínio significativo da natalidade nem da modernização de suas economias. Entre os principais fatôres que afetam a mortalidade e a fertilidade analisou-se a influência do desenvolvimento econômico e social e dos avanços no campo da medicina e da saúde pública. Está sob uma política antinatalista oficial 66% da população dos países subdesenvolvidos e os contraceptivos mais utilizados têm sido, em ordem decrescente, o dispositivo intrauterino...

Novas perspectivas na gestão do sistema de saúde da Espanha; New perspectives on the management of the Spanish national health system

Sacardo, Daniele Pompei; Fortes, Paulo Antonio de Carvalho; Tanaka, Oswaldo Yoshimi
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/03/2010 Português
Relevância na Pesquisa
26.04%
Ao longo dos últimos vinte e cinco anos, a organização do sistema de saúde na Espanha vem adotando diversas medidas que reorientaram seu gerenciamento, melhoraram sua eficiência e aprimoraram seu sistema de financiamento, resultado de profundas reformas e da introdução de novos instrumentos de gestão. Este artigo é resultado de uma análise documental que objetivou descrever a trajetória de conformação do sistema de saúde espanhol e sua organização na contemporaneidade. Apresenta alguns determinantes históricos que tornaram possíveis as reformas no setor sanitário, como a descentralização para o nível das Comunidades Autônomas, a incorporação de mecanismos de coordenação e a integração e o financiamento dos novos e distintos formatos organizativos coexistentes no país. Além disso, identifica desafios que emergem no cenário atual do Sistema Nacional de Saúde, como o fenômeno da imigração, o avançado processo de transição demográfica, a crescente demanda por melhorias na qualidade da atenção e de incorporação tecnológica. Todos esses fatores influem na sustentabilidade do sistema, o que motivou a criação de mais um espaço para estabelecimentos de consensos sobre o papel fundamental do sistema sanitário para o Estado de Bem-Estar espanhol.; During the last twenty-five years...

Violência contra idosos: uma questão nova?; Violence against aged people: a new issue?

Sanches, Ana Paula R. Amadio; Lebrão, Maria Lúcia; Duarte, Yeda Aparecida de Oliveira
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/09/2008 Português
Relevância na Pesquisa
26.04%
O envelhecimento da população mundial é um fato concreto e de conhecimento público. O Brasil inicia seu processo de transição demográfica seguindo o padrão mundial: o aumento do número de idosos com possibilidade de atingir elevadas faixas etárias, o que traz a necessidade de pesquisas nesse campo, devido à demanda apresentada por essa nova parcela da população. A questão da violência doméstica contra idosos tem se ampliado e sugere necessidade de maior campo de investigação nessa área, dado o risco suposto ao qual essa população mais idosa está submetida. O objetivo deste artigo é verificar os estudos relacionados ao tema já realizados no Brasil e em diferentes países, com enfoque epidemiológico. O trabalho apresenta diversos pontos de abordagem da violência contra idosos, considerando questões relacionadas à cultura do envelhecimento, ações de políticas públicas, atuação de equipes de saúde, definição do termo abordado, aspectos legais e éticos da violência contra o idoso. Tal estudo permite ao pesquisador analisar os diferentes aspectos que envolvem a temática, demonstrando a necessidade de pesquisas específicas direcionadas ao tema.; The world population is getting older and this is a very well known fact. The demographic transition of the Brazilian population is just beginning...

Índia em transformação: o novo crescimento econômico e as perspectivas pós-crises

Banik, Arindan; International Management Institute (Índia); Padovani, Fernando
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2014 Português
Relevância na Pesquisa
26.04%
O objetivo do artigo é sistematizar dados e informações recentes sobre a economia indiana, no sentido de caracterizar o contemporâneo modelo de crescimento indiano, aqui chamado de "novo crescimento", avaliando suas fontes, lógicas, setores e atores, bem como sua inter-relação com setores específicos da sociedade indiana, como as estruturas sociais, o Estado e o setor público, a agricultura e o mundo rural, e, ainda, sobre as dinâmicas de inserção internacional. Essa sistematização visa averiguar as condições e perspectivas de sustentabilidade econômica do modelo de crescimento em curso, considerando também os desafios imediatos colocados pela crise financeira internacional. A análise aponta para a existência de condições concretas de sustentabilidade econômica do modelo indiano, baseada na perspectiva de expansão de seus setores dinâmicos, como o setor de exportação de serviços tecnológicos e de manufaturas destinadas ao mercado interno. Evoluções paralelas relacionadas à transição demográfica, à disponibilidade interna de poupança e de investimento, ao crescimento das novas classes médias, às perspectivas de continuidade de oferta de investimentos estrangeiros e de conexão com as cadeias produtivas globais...

Crescimento e tendência de queda da acumulação de capital no Brasil

Pereima, João Basílio; UFPR
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 14/11/2012 Português
Relevância na Pesquisa
26.04%
As baixas taxas de crescimento econômico do Brasil em 2011 e 2012 e as incertezas quanto à capacidade de crescimento para os próximos anos são sintomas de restrições endógenas da economia brasileira e não apenas resultado de choques exógenos provocados pela crise mundial. As variáveis endógenas representam um conjunto de forças restritivas com impactos muito mais significativos do que o impacto negativo dos choques externos. Estas restrições provêm de mudanças estruturais que estão em curso na economia brasileira, entre as quais se destacam a aproximação rápida do fim do bônus demográfico, limites à expansão do mercado de trabalho e esgotamento da capacidade de absorção de capital (deepening of capital), entre outros fatores conjunturais. Este artigo analisa e dá destaque à três importantes variáveis que podem já estar exercendo um papel restritivo ao crescimento: bônus demográfico, mercado de trabalho e o aprofundamento do capital (deepening of capital), esta última uma ideia que remonta à Harrod Domar (1948)...

Industrialização e Transição Demográfica no Brasil

Plá, Juan Vicente Algorta; UFRGS
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 26/03/2013 Português
Relevância na Pesquisa
26.04%
O processo de indsutrialização teve consequencias sobre a demografia que apresentam projfeções para o futuro.

Transição demográfica, acumulação de capital e progresso tecnológico: desafios para o crescimento brasileiro

Pereima, João Basilio; UFPR; Porsse, Alexandre; UFPR
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 12/04/2013 Português
Relevância na Pesquisa
26.04%
Este artigo aborda os efeitos da transição demográfica sobre a capacidade de crescimento das economias e discute o caso da transição demográfica brasileira e destaca os efeitos restritivos que o fim do bônus demográfico e aumento da razão de dependência dos idosos irá impor sobre a taxa de investimento e poupança e, portanto, sobre o crescimento e compara a transição brasileira com o que ocorre no resto do mundo. O artigo faz ainda uma estimativa não paramétrica, usando método Kernel – Epanechnikov para demonstrar as relações não lineares entre razão de dependência de idosos com crescimento do PIB, taxa de investimento e taxa de poupança para uma amostra de 140 países e conclui que a partir de uma razão de dependência de idosos de 8 a taxa de crescimento começa a cair e a partir de uma razão de 12% as taxas de investimento e poupança também caem. O artigo conclui que o caso brasileiro já está muito próximo do ponto de inflexão.