Página 11 dos resultados de 12165 itens digitais encontrados em 0.011 segundos

Caracterização fitoquímica de folhas e frutos de Arbutus unedo L.

Oliveira, Ivo
Fonte: Instituto Politécnica de Bragança, Escola Superior Agrária Publicador: Instituto Politécnica de Bragança, Escola Superior Agrária
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
26.858916%
O medronheiro (Arbutus unedo L.) é um arbusto nativo da região mediterrânica, estando distribuído por todo o território nacional. Na medicina tradicional, diversas partes da planta têm sido usadas, nomeadamente as folhas, frutos, casca e raízes, no tratamento de uma grande diversidade de doenças. Acresce ainda o interesse social, ecológico e económico desta planta, sendo os seus frutos usados para a confecção de compotas e geleias, bem como no fabrico de aguardente de medronho. Apesar de todas estas características, o medronheiro tem vindo lentamente a desaparecer, sendo de importância procurar meios para a sua valorização. Assim, este trabalho pretende contribuir para essa valorização, caracterizando diversas propriedades de diferentes partes deste arbusto. Nas folhas, procedeu-se à avaliação da actividade antioxidante, usando três métodos distintos (Efeito bloqueador de radicais de 2,2-defenil-1-picril-hidrazilo (DPPH), poder redutor sobre o complexo Fe (III)/ferricianeto e efeito sequestrante de radicais superóxido) e quantificação dos fenóis totais, usando quatro tipos diferentes de extracção. Os extractos etanólicos apresentaram os melhores resultados nos métodos do DPPH e poder redutor (valores de EC50 de 232...

Características anatômicas e físico-químicas de frutos de macieira (Malus domestica Borkh.) e sua relação com a lenticelose; Anatomical and physico-chemical characteristics of fruits of apple trees (Malus domestica Borkh.) and their relations to lenticel breakdown

Tessmer, Magda Andréia
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/01/2010 Português
Relevância na Pesquisa
26.883376%
A presente proposta teve como objetivo avaliar aspectos anatômicos e físico-químicos em frutos de macieiras (Malus domestica Borkh.), Gala e Galaxy, cultivadas em três diferentes altitudes, buscando correlacioná-las ao distúrbio fisiológico, conhecido por lenticelose (lenticel breakdown), caracterizado pelo escurecimento das lenticelas e ocorrência de depressões de coloração parda ao redor destas estruturas. Os frutos maduros foram colhidos na safra 2008-09, em pomares comerciais localizados em cada uma das três áreas produtoras: Vacaria (RS), Fraiburgo (SC) e São Joaquim (SC), localizadas a 971, 1.048 e 1.353 m de altitude, respectivamente. As avaliações foram realizadas nos frutos maduros recém-colhidos e durante o armazenamento, quando os frutos foram submetidos a duas condições distintas: refrigeração (0ºC e 90% UR) e atmosfera controlada (1,5% O2; 2,5% CO2; 0ºC e 90% UR). Os frutos foram avaliados anatomicamente na colheita e durante o armazenamento quando detectado algum distúrbio fisiológico relacionado às lenticelas. A superfície dos frutos maduros de macieiras Gala e Galaxy, recém-coletados nas três localidades e ao final do armazenamento nas condições estudadas, foram analisadas ao microscópio eletrônico de varredura a fim de comparar a deposição das ceras epicuticulares. Adicionalmente os frutos foram avaliados em intervalos de 30 dias...

Variação morfológica e química dos frutos na escolha dos animais frugívoros da Mata Atlântica

Cazetta, Eliana
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 107 f. : il.
Português
Relevância na Pesquisa
26.872007%
Pós-graduação em Ciências Biológicas (Biologia Vegetal) - IBRC; As características dos frutos como morfologia e química têm sido tradicionalmente explicadas como resultado da seleção dos dispersores de sementes. Mas a importância dos frugívoros em moldar as características dos frutos tem sido recentemente questionada sob diferentes perspectivas. Alguns estudos sugerem que outras interações podem simultaneamente atuar sobre a evolução das características dos frutos. Muitos organismos atuam como predadores de sementes e seus efeitos precisam ser considerados. Desta maneira, as plantas enfrentam um dilema evolutivo entre atração aos legítimos dispersores de sementes e defesa contra predadores e patógenos. Neste estudo, primeiramente nós avaliamos as características dos frutos relacionadas com atração e defesa em uma ampla amostra de frutos da Mata Atlântica, da Ilha do Cardoso, São Paulo, Brasil. Posteriormente, nós testamos como algumas características específicas influenciam o consumo pelas aves frugívoras. Nós observamos que as características morfológicas e químicas dos frutos apresentam sinal filogenético e em geral padrões independentes de co-variação. Ao contrário, as cores e os contrates dos frutos não apresentam sinal filogenético e frutos mais saturados são ricos em lipídeos e energia mas pobres em carboidratos. Portanto...

Produtos de efeitos fisiológicos no desenvolvimento de plantas de tomate ‘giuliana’, na produção e pós-colheita de frutos

Ramos, Anamaria Ribeiro Pereira
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: ix, 147 f. : il. color. , gráfs, tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
26.872007%
Pós-graduação em Agronomia (Horticultura) - FCA; O projeto teve como objetivo avaliar o efeito da aplicação de estrobilurinas, boscalida e bioestimulante no desenvolvimento de tomateiro e na conservação pré e pós-colheita de frutos de tomate (Solanum lycopersicum L.) híbrido Giuliana, em ambiente protegido. O trabalho foi dividido em 2 experimentos (2009 e 2010) nos quais foram avaliados os efeitos das diferentes substâncias no desenvolvimento, produção e pós-colheita. O delineamento experimental para os dois experimentos foi de blocos casualizados, com 7 tratamentos e 4 repetições. Os tratamentos estudados foram: testemunha; piraclostrobina; boscalida; piraclostrobina + boscalida; IBA + GA3 + cinetina; GA4+7 + bezilaminopurina (BAP) e extrato vegetal. O efeito dos tratamentos no desenvolvimento de plantas (experimento de 2009) foi avaliado pelo conteúdo de clorofila (spad), avaliações de trocas gasosas, acúmulo de carboidratos ao longo do ciclo (folhas, caule e frutos), número de frutos/planta, massa de frutos, classificação dos frutos, diâmetro e comprimento dos frutos e produtividade por planta. No experimento de 2010 foram avaliadas as medidas de trocas gasosas, conteúdo de clorofila (spad), número de frutos/planta...

Avaliação do uso de quitosana e de fumigação para o controle de podridões em frutos da macieira (Malus domestica Borkh.) causadas por Penicillium expansum e Botrytis cinerea

Canaver, Bruno Sacconi
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: xxviii, 122 p.| grafs., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
26.872007%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia, Florianópolis, 2010; Perdas substanciais de producao sao registradas em pos-colheita de macieira causadas principalmente pelos fungos Penicillium expansum e Botrytis cinerea. Os metodos usuais de controle envolvem a imersao de frutos em solucoes fungicidas e o uso da frigorificacao. Na busca por metodos alternativos, o objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos da quitosana e do vapor de acidos de cadeia curta, in vivo e in vitro, sobre os fungos P. expansum e B. cinerea. Nos ensaios in vivo, os frutos de macieira foram inoculados com uma suspensao de esporos de P. expansum ou B. cinerea antes (efeito curativo) ou apos (efeito preventivo) a imersao em suspensao de quitosana ou nas suas formulacoes. Os frutos tratados foram armazenados, no escuro, a 25+1C, sob alta umidade relativa, e avaliados periodicamente quanto a incidencia e a severidade das podridoes. Nos ensaios in vitro, avaliou-se o efeito de quitosana sobre a formacao de colonias de P. expansum, o crescimento micelial e a esporulacao de B. cinerea, bem como a germinacao de esporos e o comprimento do tubo germinativo de ambos. Os resultados indicaram que a imersao dos frutos de macieira em suspensoes de quitosana a 0...

Caracterização e processamento de mapuitã, os frutos da palmeira jerivá (Syagrus romanzoffiana Cham)

Goudel, Flora
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 115 p.| il., tabs., garfs.
Português
Relevância na Pesquisa
26.872007%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias. Programa de Pós-Graduação em Agroecossistemas; O jerivá (Syagrus romanzoffiana) é uma palmeira nativa do Brasil, abundante na paisagem do meio rural e amplamente utilizada no paisagismo urbano. Possui frutos comestíveis com polpa carnosa e doce, bastante produtiva e alimento tradicional da dieta guarani, consumido também na forma de bebida. Apesar deste contexto existem poucos estudos sobre a espécie. Esta pesquisa tem como objetivo investigar o potencial da palmeira jerivá para alimentação humana e como componente de agroflorestas através do processamento dos seus frutos e sementes. Para tanto o trabalho está dividido em três partes. Na primeira os frutos colhidos com uso de escada foram caracterizados através de medições biométricas de 400 frutos, de 8 cachos, e a germinação das sementes avaliada quanto ao efeito de tratamentos para superação da dormência e da secagem parcial. Na segunda parte quantificou-se a frutificação de 11 cachos, o percentual de frutos maduros por cacho e desenvolveu-se um método de extração da bebida baseado no conhecimento tradicional guarani e em adaptações da tecnologia de extração industrial de açaí...

Prevalência, fatores associados e barreiras ao consumo de peixes e frutos do mar em escolares do munícipio de Florianópolis - SC

Silva, Adriana de Mello
Fonte: Florianópolis Publicador: Florianópolis
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 169 p.| il., grafs., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
26.883376%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde. Programa de Pós-Graduação em Nutrição; Devido às recomendações nutricionais que incentivam o consumo de peixes e frutos do mar e a importância da inclusão destes alimentos na alimentação escolar foram realizados dois estudos sobre o tema. Objetivos: estimar a prevalência e os fatores associados ao consumo de peixes e frutos do mar em escolares de Florianópolis. O objetivo secundário foi investigar as opiniões das cozinheiras da rede municipal de ensino fundamental sobre a aceitação dos peixes e frutos do mar entre os escolares, definindo as barreiras para a sua utilização no Programa Municipal de Alimentação Escolar de Florianópolis. Métodos: para a investigação da prevalência e fatores associados ao consumo de peixes e frutos do mar foi realizado estudo transversal com amostra probabilística de 2826 escolares (sete a 14 anos). Análises de regressão logística multivariada foram conduzidas para avaliar a associação entre o consumo de peixes e frutos do mar (variável desfecho) com fatores sociodemográficos (variáveis independentes). Os resultados foram expressos como razão de chance. Participaram da coleta de dados para a investigação qualitativa das opiniões sobre a aceitação desses alimentos entre os escolares...

Frutos do Cerrado como sítios de criação de drosofilídeos (Insecta, Diptera) : Brosimum gaudichaudii (Moraceae), Byrsonima verbascifolia (Malphighiaceae) e Caryocar brasiliense (Caryocaraceae)

Figueiredo, Roberta Rocha de
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
26.872007%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Ecologia, Programa de Pós-Graduação em Ecologia, 2007.; Os drosofilídeos são consumidores de microorganismos que se desenvolvem em fungos, folhas, galhos, raízes, seiva, flores e principalmente em frutos (nas regiões tropicais). Essas moscas utilizam estes substratos para alimentação e postura de ovos, (sítios de criação). No Brasil, estas investigações iniciaram-se na década de 50, mas os sítios de criação são ainda pouco conhecidos em ambientes naturais, pois a maioria das coletas utiliza iscas artificiais. O objetivo deste estudo foi investigar as guildas de drosofilídeos associadas aos frutos de três espécies vegetais comumente encontradas no bioma. As guildas foram comparadas ao longo do processo de decomposição e em habitats com diferentes graus de preservação. Para tanto, o tempo de decomposição dos frutos foi controlado e os frutos (supostamente colonizados por larvas de drosofilídeos) foram levados ao laboratório para acompanhamento do processo de emergência. Dentre os 4332 drosofilídeos que emergiram 18% foram espécies introduzidas na região Neotropical. Dentre os frutos estudados, os pequis (Caryocar brasiliense...

Ecofisiologia da cerejeira (Prunus avium L.),composição fenólica e actividade antioxidante dos frutos

Gonçalves, Berta Maria de Carvalho
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
26.883376%
Tese de Doutoramento em Engenharia Biológica e Ambiental; No contexto da fruticultura moderna, a cerejeira (Prunus avium L.) tem uma elevada importância económica, havendo, por isso, a preocupação especial de formar árvores produtoras de cerejas com elevada qualidade, mas com porte mais ananicante devido aos elevados custos da mão-de-obra na colheita e noutras práticas culturais do pomar. Assim, a expansão e a exploração rentável desta cultura implicam a aquisição de conhecimentos, entre outros, nos domínios da ecofisiologia das novas combinações cultivar/porta-enxerto e das características físico-químicas dos frutos. Para isso, traçaram-se três objectivos principais: (1) Estudar a ecofisiologia da cerejeira em 15 combinações cultivar/porta-enxerto, ao nível das características morfo-anatómicas, bioquímicas e fisiológicas de árvores ananicantes versus árvores vigorosas; (2) Estudar o efeito da cultivar, do estado de maturação, do ano e da conservação pós-colheita na qualidade sensorial e nutricional da cereja, através de análises físico-químicas (principalmente de compostos fenólicos); (3) Avaliar o potencial antioxidante dos extractos de cereja, à colheita e depois da conservação. Os estudos no âmbito deste trabalho incidiram sobre quatro cultivares de cerejeira...

Desenvolvimento dos frutos nas espécies selvagens de amendoim (Arachis spp.)

Conagin,Cândida H. T. Mendes
Fonte: Instituto Agronômico de Campinas Publicador: Instituto Agronômico de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/1959 Português
Relevância na Pesquisa
26.872007%
As espécies selvagens de amendoim apresentam frutos completamente diferentes dos frutos do amendoim cultivado (Arachis hypogaea L.). Nesta espécie os frutos têm duas a cinco sementes justapostas dentro de uma única loja; externamente são observadas constrições na casca do fruto as quais em alguns casos se acentuam não chegando, entretanto, a produzir unia separação entre as sementes. Nas espécies selvagens os frutos apresentam duas sementes apenas, completamente separadas uma da outra por uma constrição muito profunda ou mesmo por um istmo de comprimento variável. Para êsses frutos foi adotada a denominação de "frutos catenados" e o estudo de seu desenvolvimento foi feito nas espécies Arachis monticola Krapovickas et Rigoni e A. villosa Benth. var. correntina Burk. O ovário, unilocular, tem normalmente dois óvulos. A futura separação das duas sementes se origina num tecido intercalar que se forma em ovários ainda jovens e que separa em duas a cavidade inicial única. Êste tecido tem a estrutura de um "peg" e, como êle, desidrata-se durante o processo de amadurecimento do fruto, tomando-se sêco e quebradiço; por essa razão, ao colhêr os frutos, a maioria dêles se apresenta unisseminado. Em 50% dos casos os óvulos se desenvolvem igualmente...

Características anatômicas e físico-químicas de frutos de macieira (Malus domestica Borkh.) e sua relação com a lenticelose.

TESSMER, M. A.
Fonte: 2009. Publicador: 2009.
Tipo: Teses/dissertações (ALICE) Formato: 76 f.
Português
Relevância na Pesquisa
26.883376%
A presente proposta teve como objetivo avaliar aspectos anatômicos e físico-químicos em frutos de macieiras (Malus domestica Borkh.), Gala e Galaxy, cultivadas em três diferentes altitudes, buscando correlacioná-las ao distúrbio fisiológico, conhecido por lenticelose (lenticel breakdown), caracterizado pelo escurecimento das lenticelas e ocorrência de depressões de coloração parda ao redor destas estruturas. Os frutos maduros foram colhidos na safra 2008-09, em pomares comerciais localizados em cada uma das três áreas produtoras: Vacaria (RS), Fraiburgo (SC) e São Joaquim (SC), localizadas a 971, 1.048 e 1.353 m de altitude, respectivamente. As avaliações foram realizadas nos frutos maduros recém-colhidos e durante o armazenamento, quando os frutos foram submetidos a duas condições distintas: refrigeração (0ºC e 90% UR) e atmosfera controlada (1,5% O2; 2,5% CO2; 0ºC e 90% UR). Os frutos foram avaliados anatomicamente na colheita e durante o armazenamento quando detectado algum distúrbio fisiológico relacionado às lenticelas. A superfície dos frutos maduros de macieiras Gala e Galaxy, recém-coletados nas três localidades e ao final do armazenamento nas condições estudadas, foram analisadas ao microscópio eletrônico de varredura a fim de comparar a deposição das ceras epicuticulares. Adicionalmente os frutos foram avaliados em intervalos de 30 dias...

Taxa de coversão de flores em frutos e época de produção de acessos de bacurizeiro na microrregião de Belém, PA.

CARVALHO, J. E. U. de; NASCIMENTO, W. M. O. do.
Fonte: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE RECURSOS GENÉTICOS, 2., 2012, Belém, PA. Anais... Brasília, DF: Sociedade Brasileira de Recursos Genéticos, 2012. Publicador: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE RECURSOS GENÉTICOS, 2., 2012, Belém, PA. Anais... Brasília, DF: Sociedade Brasileira de Recursos Genéticos, 2012.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: 1 CD-ROM.
Português
Relevância na Pesquisa
26.872007%
Foram determinadas as taxas de conversão de flores em frutos maduros e de fecundação, e caracterizada a época de produção de frutos de cinco acessos do Banco de Germoplasma de Bacurizeiro da Embrapa Amazônia Oriental, estabelecido em Belém, PA. As flores quando abertas, foram polinizadas manualmente, pela manhã, deixando-as, após a polinização, sem nenhuma proteção, portanto, em condições de serem visitadas por agentes polinizadores. A quase totalidade das flores de todos os clones foi polinizada, deixando-se, apenas pequena proporção, entre 1,0% e 2,5%, sem polinização assistida. No cálculo da taxa de conversão de flores em frutos consideraram-se somente os frutos que completaram maturação, enquanto que para a taxa de fecundação foram considerados, além desses frutos, todos os que abortaram a partir de 30 dias da polinização. O número de frutos produzidos foi computado mensalmente, expressando-se os resultados em termos de porcentagem de frutos produzidos em cada mês em relação ao total de frutos produzidos durante o ano. Os resultados obtidos evidenciaram que a taxa de conversão de flores em frutos apresentou variações acentuadas entre os acessos com valores entre 0,5% (CPATU 115-4) e 5,3% (Flor branca). Variações de grande magnitude também foram observadas entre plantas de um mesmo acesso. A taxa de fecundação foi baixa...

Comportamento fisiológico e bioquímico de frutos da Pitangueira (Eugenia Uniflora L.): características de interesse para o consumo humano.

Celli, Giovana Bonat
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Teses e Dissertações Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
26.872007%
Resumo: A melhor caracterização dos atributos fisiológicos e bioquímicos de frutos da pitangueira deverá aumentar significativamente o apelo comercial destes frutos. A determinação do perfil de flavonóides durante o desenvolvimento de frutos da pitangueira é extremamente importante para a indústria de alimentos já que permite prever o melhor estádio de colheita e o processamento dos frutos para garantir que o produto comercial contenha quantidades consideráveis destes compostos funcionais. Os objetivos deste estudo foram caracterizar o perfil de flavonóides durante os estádios de desenvolvimento de frutos de uas variedades de pitangueira (vermelha e roxa) e o comportamento fisiológico de frutos tratados com etileno e seus inibidores. Frutos no estádio verde apresentaram a maior atividade antioxidante, medida como atividade sequestradora de DPPH• (17,18 e 18,13 mmol equivalentes de Trolox/100 g de fruto seco para as variedades vermelha e roxa, respectivamente), e também o maior conteúdo de fenólicos totais (4,14 e 5,18 g de equivalentes de ácido ferúlico/100 g de fruto seco para as variedades vermelha e roxa, respectivamente). O uso de espectrometria de massas permitiu a identificação de cianidina 3-O-glucosídeo...

Interfer??ncia da poda de ramos prim??rios e armazenamento sobre frutos e sementes de mogango (Cucurbita pepo L.).; Interfer??ncia da poda de ramos prim??rios e armazenamento sobre frutos e sementes de mogango (Curcubita pepo L.).

MALONE, Paula Fernanda Vaz de ??vila
Fonte: Universidade Federal de Pelotas; Agronomia; Programa de P??s-Gradua????o em Agronomia; UFPel; BR Publicador: Universidade Federal de Pelotas; Agronomia; Programa de P??s-Gradua????o em Agronomia; UFPel; BR
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
26.872007%
This work comprised two experiments, the first of which aimed to assess the effect of pruning on production, fruit morphology and physiological quality of squash seeds. In the field the experiment was displayed as T1 (no pruning of primary branches) and T2 (pruning of main branches). For both experiments the female flowers were tagged 30, 35, 40 and 45 days after anthesis and their fruits harvested at each date. For each fruit age three parameters were measured: total number of fruits, morphology () and number of seeds per fruit and their dry weight. To assess seed quality the following parameters were considered: moisture, total germination, first count germination, accelerated ageing, field emergence and seed dry weight. The results showed that the initial moisture content was extremely high but decreased through the subsequent maturation stages at 40%. Pruning of primary branches did not increase the number of fruits or had any effects on the morphological quality (length, diameter, pulp thickness) of fruits and seeds (germination, field emergence and seed dry weight), since for the majority of the parameters evaluated T1 out yielded T2. The objective of the second experiment was to evaluate the influence of age and post harvest storage of fruits on the physiological quality of squash seeds. To this purpose the fruits were harvested on four different dates after anthesis: 35...

Efeito da radia????o UV-C na express??o g??nica e nas respostas bioqu??mico-fisiol??gicas em frutos de tomate (Solanum lycopersicum Mill.).; Effect of UV-C radiation on gene expression and biochemical and physiological responses in tomato fruit (Solanum lycopersicum Mill.).

TIECHER, Aline
Fonte: Universidade Federal de Pelotas; Agronomia; Programa de P??s-Gradua????o em Ci??ncia e Tecnologia Agroindustrial; UFPel; BR Publicador: Universidade Federal de Pelotas; Agronomia; Programa de P??s-Gradua????o em Ci??ncia e Tecnologia Agroindustrial; UFPel; BR
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
26.872007%
UV-C radiation is utilized in postharvest of fruits with the objective of reducing inoculum and disease incidence. However, it is possible that it acts as an abiotic stressor agent, activating defense mechanisms of plant tissues, which is characterized by the induction of secondary metabolism, especially through the synthesis of phenolics compounds and carotenoids, involved in the protection of oxidative stress. In this context, molecular changes derived from the action of UV-C radiation were evaluated in tomato, during storage (20-23??C), and its relationship with biochemical and physiological responses and with events influenced by the plant hormone ethylene. For such, the following treatments were performed: UV-C at 3,7 kJ m-2; 1-methylcyclopropene (1-MCP) at 2 ppm, and 1-MCP + UV-C. From these treatments it was observed that a reduction in fruit firmness occurred in untreated and UV-C treated fruit as maturation advanced, accompanied by the accumulation transcripts of a gene encoding the enzyme polygalacturonase (PG), indicating that UV-C treatment did not contribute for the maintenance of this quality attribute. On the other hand, 1-MCP participated in the maintenance of flesh firmness, even though PG transcript accumulation was found...

Produtividade e qualidade de tomates Santa Cruz e Italiano em função do raleio de frutos; Yield and fruit quality of Santa Cruz and Italian tomatoes depending on fruit thinning

SHIRAHIGE, Fernando H; MELO, Arlete MT de; PURQUERIO, Luis Felipe V; CARVALHO, Cássia Regina L; MELO, Paulo César T de
Fonte: Associação Brasileira de Horticultura Publicador: Associação Brasileira de Horticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
26.872007%
O manejo do tomateiro cultivado em ambiente protegido, com ênfase no raleio de frutos, pode contribuir de forma significativa para a produção de frutos de qualidade superior, expressando assim o potencial de cada cultivar. Foi avaliado o efeito do raleio de frutos na produtividade e seus componentes e em alguns atributos de qualidade de frutos de genótipos de tomateiro dos segmentos Santa Cruz e Italiano de crescimento indeterminado, visando ao consumo in natura. Avaliaram-se 12 genótipos de tomate de mesa (seis híbridos experimentais e seis cultivares) e dois modos de condução (plantas conduzidas com e sem raleio de frutos). O experimento foi com parcelas subdivididas, distribuídas em blocos completos ao acaso com três repetições. As parcelas foram representadas pelos genótipos e as subparcelas pelos modos de condução. Avaliaram-se o número de frutos por planta, produtividade comercial de frutos, produtividade de frutos não-comercializáveis, massa média do fruto, comprimento e largura do fruto, pH, teor de sólidos solúveis totais (SS), acidez titulável (AT), relação entre SS e AT, teor de ácido ascórbico e teor de licopeno. O raleio dos frutos proporcionou incremento da produtividade comercial, massa média...

Fisiologia pós-colheita de frutos das palmeiras Syagrus oleracea (mart.) Becc. e Mauritia vinifera Mart.

Santelli, Paulo
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
26.872007%
Dissertação (mestrado)-Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Botânica, 2005.; Este trabalho foi desenvolvido para ampliar o conhecimento da fisiologia e do comportamento pós-colheita dos frutos de duas espécies de palmeiras nativas na região Centro-Oeste Brasileira a Syagrus oleracea (Mart) Becc. (gueroba) e a Mauritia vinifera Mart. (buriti). Foram estudados alguns aspectos de mudanças durante o amadurecimento dos frutos e suas características tais como: a perda de peso, as alterações de cor da casca e da polpa, volumes gasosos intercelulares, a concentração interna de CO2 e de O2, a condutância do vapor d'água e a firmeza a temperatura ambiente (25ºC); bem como as evoluções de CO2 e etileno tanto à temperatura ambiente (25ºC) quanto à baixa temperatura (8ºC). Os frutos da gueroba e do buriti se mostraram sensíveis à injúria por resfriamento e quando armazenados a temperatura de 8ºC apresentaram sinais de injúria pelo frio e não amadurecem mesmo quando foram recolocados a temperatura ambiente (25ºC). Mantidos sobre umidade relativa elevada e com baixa transpiração os frutos de buriti duraram cerca de três vezes mais do que quando armazenados sob umidades mais baixas (65 a 85%). Em outros frutos já estudados nunca foi observado tamanho efeito da transpiração no amadurecimento. As escamas dos frutos do buriti se "soltam" durante o amadurecimento e injúria de frio. Isto causa grande aumento na condutividade ao vapor d'água e de outros gases da atmosfera interna do fruto. Nos frutos de buriti as curvas de concentração interna de CO2 e O2 evidenciam o afrouxamento das escamas...

Climatização de frutos de bananeiras com características de resistência à sigatoka-negra

Saes Junior, Luiz Alberto
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: 74f. : il., tabs., grafs., color.; application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
26.872007%
Orientadora : Profª. Drª. Francine Lorena Cuquel; Co-orientador : Dr. Erval Rafael Damatto Junior; Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Agronomia. Defesa: Curitiba, 10/06/2014; Inclui referências; Área de concentração: Produção vegetal; Resumo: Mundialmente a banana é o fruto de maior consumo in natura, e por isso a bananeira é cultivada em uma grande área e em diversos países no mundo todo. Bananas do subgrupo Cavendish são preferidas pelo mercado externo e do subgrupo Prata pelo brasileiro. Entretanto a produção da banana sofreu considerável declínio devido à presença de uma doença fúngica, a Sigatoka negra, que reduz a produção e afeta negativamente a qualidade dos frutos. Atualmente, um dos grandes desafios da pesquisa é a introdução de cultivares com características de cultivo desejadas, como resistência às doenças e características sensoriais semelhantes aos frutos com aceitação no mercado. O presente trabalho objetivou estudar os parâmetros adequados para a climatização dos frutos das cultivares ‘Nanicão IAC 2001’ e a ‘PA 94-01’, avaliar suas qualidades físicas e químicas e compará-las com as mesmas dos frutos padrão de comercialização. Para tanto foram desenvolvidos um experimento com a cultivar Nanicão IAC 2001 (subgrupo Cavendish)...

Produtividade e qualidade de tomates Santa Cruz e Italiano em função do raleio de frutos

Shirahige,Fernando H; Melo,Arlete MT de; Purquerio,Luis Felipe V; Carvalho,Cássia Regina L; Melo,Paulo César T de
Fonte: Associação Brasileira de Horticultura Publicador: Associação Brasileira de Horticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2010 Português
Relevância na Pesquisa
26.872007%
O manejo do tomateiro cultivado em ambiente protegido, com ênfase no raleio de frutos, pode contribuir de forma significativa para a produção de frutos de qualidade superior, expressando assim o potencial de cada cultivar. Foi avaliado o efeito do raleio de frutos na produtividade e seus componentes e em alguns atributos de qualidade de frutos de genótipos de tomateiro dos segmentos Santa Cruz e Italiano de crescimento indeterminado, visando ao consumo in natura. Avaliaram-se 12 genótipos de tomate de mesa (seis híbridos experimentais e seis cultivares) e dois modos de condução (plantas conduzidas com e sem raleio de frutos). O experimento foi com parcelas subdivididas, distribuídas em blocos completos ao acaso com três repetições. As parcelas foram representadas pelos genótipos e as subparcelas pelos modos de condução. Avaliaram-se o número de frutos por planta, produtividade comercial de frutos, produtividade de frutos não-comercializáveis, massa média do fruto, comprimento e largura do fruto, pH, teor de sólidos solúveis totais (SS), acidez titulável (AT), relação entre SS e AT, teor de ácido ascórbico e teor de licopeno. O raleio dos frutos proporcionou incremento da produtividade comercial, massa média...

Produção de etileno em frutos de ameixeira ‘Prunus domestica’ sujeitos a duas temperaturas de conservação

Rato,A.E.; Barroso,J.M.; Agulheiro,A.C.
Fonte: Sociedade de Ciências Agrárias de Portugal Publicador: Sociedade de Ciências Agrárias de Portugal
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2007 Português
Relevância na Pesquisa
26.883376%
A síntese de etileno em frutos climatéricos tem sido bastante estudada pela influência que tem na conservação dos mesmos. Por esse motivo tem-se tentado através de alterações das condições ambientais, influenciar a produção de etileno. Em muitas espécies a exposição dos frutos ao frio favorece a síntese de etileno, quando estes são transferidos para a temperatura ambiente, também a actividade enzimática da ACC sintetase aumenta rapidamente nos frutos quando da sua passagem para a temperatura ambiente. Em algumas variedades de pêras e maçãs têm-se mesmo utilizado a exposição a baixas temperaturas apenas com o objectivo de conseguir uma maturação mais homogénea e uma textura aceitável. Relativamente à ameixeira Prunus domestica L. ‘Rainha Claudia Verde’ existe pouca informação acerca da expressão dos genes que controlam a maturação, mais concretamente das enzimas ACC sintetase e ACC oxidase. Durante a maturação da ameixa ‘Rainha Claudia Verde’ observa-se um aumento na produção de etileno e na taxa de respiração, paralelamente a um decréscimo da acidez e da firmeza dos frutos. No entanto, contrariamente à maioria das espécies fruteiras, nesta variedade observa-se uma diminuição na taxa de produção de etileno quando os frutos...