Página 12 dos resultados de 12165 itens digitais encontrados em 0.053 segundos

Efeitos da radiação gama do Cobalto-60 em frutos de pequi (Caryocar brasiliense Camb.); Effects of gamma radiation from Cobalt-60 on pequi fruits (Caryocar brasiliense Camb.)

Santos, Márcio Ramatiz Lima dos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 04/07/2008 Português
Relevância na Pesquisa
26.843682%
O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos da radiação gama do Cobalto-60 nas características pós-colheita de frutos de pequi (Caryocar brasiliense Camb.). O cerrado brasileiro e o segundo maior bioma das Américas e concentra grande variedade de espécies vegetais e animais. Muitos frutos, ainda desconhecidos da maioria dos brasileiros, começam a ser revelados e têm atraído a atenção de muitos pesquisadores devido as suas características nutricionais, entre eles está o pequi. Os frutos obtidos no Estado de Goiás foram selecionados, lavados e procedeu-se a retirada da casca (descarte) para se obter o endocarpo comestível (caroço). Os caroços foram pesados, separados em lotes de 150 g, embalados em filme de polietileno biorientado, etiquetados e submetidos à radiação gama nas doses 0,0, 0,4 0,6 e 1,0 kGy, no irradiador multipropósito do IPEN/USP. As amostras foram analisadas quanto aos parâmetros físicos (perda de peso, textura, cor) e químicos (pH, acidez titulável, sólidos solúveis totais, °Brix, relação SST/ATT, extrato etéreo, cinzas, umidade, proteína, fibra alimentar, carotenóides totais e atividade antioxidante). A perda de umidade foi proporcional à dose de radiação aplicada, sendo a maior perda (22...

Indução de tolerância de frutos às injúrias de frio: aspectos fisiológicos e bioquímicos; Induction of fruit tolerance to chilling injury: physiological and biochemical aspects

Sestari, Ivan
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 09/04/2010 Português
Relevância na Pesquisa
26.843682%
Experimentos foram conduzidos com o propósito de investigar as respostas fisiológicas e bioquímicas associadas à indução de tolerância de frutos às injúrias de frio, e o envolvimento do etileno e do sistema antioxidante de defesa neste processo. Para isso, bananas Nanicão e limas ácidas Tahiti foram submetidas a tratamentos que estimularam a síntese ou bloquearam a ação do etileno e a tratamentos térmicos. No primeiro e terceiro experimentos, os frutos foram condicionados a 37°C por 10 horas, ou imersos em água a 45°C por 15 minutos ou a 53°C por 2 minutos, antes do armazenamento a 1°C (lima ácida) ou 6°C (banana). No segundo experimento, limas ácidas foram imersas em soluções contendo 1,0mM de metil jasmonato ou metil salicilato ou expostas a 1000nL L-1 de 1-MCP, antes do armazenamento a 1°C (controle). No quarto experimento, bananas foram expostas ou não (controle) a 1000nL L-1 de 1-MCP antes do armazenamento a 6°C. A temperatura e o tempo de exposição dos frutos aos tratamentos com calor influenciaram diretamente a geração e o acúmulo de radicais livres nos tecidos, o que repercutiu em diferente indução de tolerância à baixa temperatura. A aplicação de tratamentos térmicos moderados reduziu a sensibilidade dos tecidos ao etileno...

Contribuições ao manejo sustentável dos frutos de Euterpe edulis Martius : estrutura populacional, consumo de frutos, variáveis de habitat e conhecimento ecológico local no sul do Brasil

Troian, Letícia Casarotto
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
26.858916%
A conservação da biodiversidade da Floresta Atlântica está cada vez mais relacionada com sistemas de manejo sustentável que combinem viabilidade econômica e conservação. Porém, muitos aspectos da autoecologia das espécies foco de manejo, fundamentais para o êxito do uso sustentável, ainda são desconhecidos. Aliado ao conhecimento acadêmico, o conhecimento ecológico local (CEL) apresentase como ferramenta fundamental no processo de elaboração de estratégias de manejo. Assim, pela demanda de informações para potencializar o uso sustentável da palmeira juçara (Euterpe edulis Martius), através do uso dos frutos por comunidades locais, o presente trabalho objetivou (a) avaliar aspectos da estrutura populacional de E. edulis, (b) estimar a quantidade de frutos consumida pela fauna sobre o chão da floresta e sua relação com variáveis de hábitat, e (c) levantar informações sobre a espécie e o consumo pela fauna através do CEL, relacionando-as com características sócioeconômicas de agricultores locais e dados científicos. O trabalho foi realizado em quatro fragmentos florestais de Mata Atlântica no litoral norte do Rio Grande do Sul, município de Maquiné. Ao todo foram 58 unidades amostrais (UA) de 100 m²...

Classificação de tomate-cereja em função do tamanho e peso dos frutos

Fernandes, Carolina; Corá, José Eduardo; Braz, Leila T.
Fonte: Associação Brasileira de Horticultura Publicador: Associação Brasileira de Horticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 275-278
Português
Relevância na Pesquisa
26.843682%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); O objetivo deste trabalho foi propor classes de tamanho e peso para frutos de tomate-cereja. O experimento foi conduzido em Jaboticabal, São Paulo. Foram utilizados frutos da cultivar Sindy, provenientes de 60 plantas cultivadas em casa-de-vegetação. Para classificação dos frutos, desenvolveu-se um método no qual foram utilizadas cinco caixas plásticas sobrepostas. Quatro caixas tiveram suas bases perfuradas, com orifícios de diâmetro igual a 20; 25; 30 e 35 mm. As quatro caixas foram sobrepostas, adicionando-se uma quinta caixa, sem orifícios, utilizada sob as demais, para coletar os frutos que passassem pelos orifícios das caixas superiores. Os frutos retidos em cada uma das caixas foram contados e pesados. Com esses dados, calculou-se o peso médio dos frutos para cada classe de tamanho. A freqüência de frutos em cada classe variou ao longo do período de colheita. A porcentagem de frutos produzidos durante o período de colheita para as diferentes classes foi de 5% para gigante, 22% para grande, 42% para médio, 20% para pequeno e 11% para descarte. Os valores de peso (P) e diâmetro (D) dos frutos correlacionaram-se linearmente, seguindo equação ajustada (P = 1...

Qualidade fisiológica de sementes de pepino cv. pérola, em função da idade e do tempo de repouso pós-colheita dos frutos

Barbedo, Claudio José; Nakagawa, João; Barbedo, Adeliana Saes Coelho; Zanin, Antonio Celso Wagner
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 905-913
Português
Relevância na Pesquisa
26.843682%
This work was carried out at the Fazenda Experimental Lageado, at Botucatu, SP, to evaluate the physiological quality of cucumber (Cucumis sativus L.), seeds harvested at different fruit maturity stages and post-harvest resting periods. Fruits of cultivar Pérola were harvested at 6 ages (20, 25, 30, 35, 40 and 45 days after anthesis) and they were stored at room temperature for 0, 5, 10 or 15 days before seed extraction. After this, seeds were fermented for 2 days, washed and dried. External visual characteristics of fruits and seeds were observed at harvest. Seed quality was evaluated as for moisture, dry matter content, dimensions, germination, and vigour. Results showed that seed germination and vigour increased in fruits aging from 20 to 40 days. Post-harvest periods improved seed quality of 20-day old fruits not reaching the seed quality levels observed in 40 or 45-day old fruits, without post-harvest resting period. Seeds from fruits at 25, 30 and 35 days of age, with 10 or 15 days of post-harvest resting period reached the same quality levels of seeds from fruits with 40-45 days old.; No presente trabalho buscou-se verificar os efeitos da idade e do tempo de repouso pós-colheita dos frutos de pepino (Cucumis sativus L.), cultivar Pérola...

Dieta de Turdus leucomelas (Aves: Turdidae) em uma área urbanizada, com ênfase no consumo de frutos

Benavides Guzmán, Marcela
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 47 f. : il., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
26.843682%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Pós-graduação em Ciências Biológicas (Zoologia) - IBRC; Resumen: Entre las aves frugívoras más comunes en ambientes alterados, incluso áreas urbanas en todo el mundo, están las mirlas del género Turdus (Turdidae). La mirla ventriblanca (Turdus leucomelas) es abundante en la región sudeste de Brasil, inclusive en centros urbanos. Aunque existe información general sobre la dieta de T. leucomelas, no hay estudios detallados que permitan evaluar si existen diferencias entre los sexos o individuos en la dieta. Así, esta investigación desarrollada en la Universidad Estatal Paulista “Júlio de Mesquita Filho” campus Bela Vista, describió cuantitativamente la dieta de esta especie respondiendo las preguntas: 1) hay diferencia intersexual en el sustrato y estrato de forrajeo y en la proporción de frutos e invertebrados consumidos en el periodo reproductivo y no reproductivo?, 2) cuáles especies de frutos son consumidos y en qué cantidades?, 3) cómo es el traslape de la dieta de frutos entre los sexos?, 4) hay variación individual intersexual en la dieta de frutos?, y 5) el grado de variación intersexual cambia con el período (reproductivo x no reproductivo)? Para responder estas preguntas fueron hechas observaciones directas sobre los individuos encontrados a lo largo de transectos recorridos desde agosto de 2012 hasta septiembre de 2013...

Estudos morfologicos e ecologicos de especies de Lonchaeidae (Diptera) em frutos de Rubiaceae, Myrtaceae, Roseae e Fabaceae; Morphological and ecological studies of Lonchaeidae (Dipter: Tephritoidea) in fuits of Rubiaceae, Rosaceae and Fabaceae

Kelsen Ferreira Freitas
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 16/12/2008 Português
Relevância na Pesquisa
26.843682%
O Brasil apresenta ótimas condições climáticas para se tornar um dos maiores produtores de frutas tropicais do mundo. Apesar da importância brasileira na produção mundial de frutas, sua participação no mercado internacional ainda é baixa, especialmente, em razão da existência de barreiras comerciais, criação e certificação de zonas livres de pragas. As moscas-das-frutas (Diptera: Tephritidae e Lonchaeidae) são pragas de culturas de nêspera, goiaba e café ocasionando grandes prejuízos com o apodrecimento e a queda prematura dos frutos. A ingá é muito utilizada em zonas rurais e urbanas, servindo de reservatório natural dos lonqueídeos, os quais podem atacar frutos comerciais. Assim, os lonqueídeos e seus parasitóides (Hymenoptera) foram coletados para observar o desenvolvimento das larvas e dos adultos e suas relações ecológicas em cada espécie de fruto. Também foram realizados estudos morfológicos das espécies de lonqueídeos envolvidas, com ênfase na caracterização das fases imaturas correlacionadas com as características morfológicas dos adultos, mediante a coleta dos frutos em Campinas e Monte Alegre do Sul (estado de São Paulo), de acordo com a época de frutificação. Segundo os resultados dos estudos ecológicos...

Fundamentos da produção e consumo de frutos em populações naturais de Euterpe edulis Martius

Silva, Juliano Zago da
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 262 p.| il., grafs., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
26.858916%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Recursos Genéticos Vegetais, Florianópolis, 2011; Este trabalho teve como objetivo estudar a produção de frutos de Euterpe edulis e o consumo dos mesmos pela fauna em populações naturais da espécie, visando a manutenção da dinâmica da regeneração natural e das interações com a fauna. Ficou evidenciada a importância de E. edulis como fonte de alimento, pois seus frutos podem estar disponíveis em 10 meses do ano. O número médio de inflorescências produzidos por matriz foi de 2,21, destas: 1,55 chegaram a fase de flor feminina; 1,30 chegaram a fase de fruto imaturo e somente 0,98 amadureceram. Neste contexto, 55,7% das inflorescências "abortaram" até a fase de fruto maduro. À medida que as matrizes crescem em diâmetro, aumentam o número de inflorescências e infrutescências emitidas/planta, bem como, com o número de frutos maduros formados por infrutescência. Os estudos sobre a regeneração foram conduzidos em diferentes estádios sucessionais, tendo como foco: os efeitos da densidade de plântulas e a distância da matriz mais próxima e a relação entre a evolução do número de plântulas e matrizes. Os resultados obtidos...

Consumo alimentar de frutos do cerrado, fontes de vitamina A, por moradoras de comunidades das cidades satélites do Distrito Federal

Pinto, Paula Cristina Rodrigues
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
26.858916%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Ciências da Saúde, 2006.; INTRODUÇÃO - Com base na relevância do estudo sobre frutos do Cerrado como fontes de vitamina A,o trabalho visa uma descrição do consumo alimentar desses frutos, as formas de utilizá-los como fonte alimentar, o acesso a eles e possíveis motivos culturais que impeçam seu consumo por mulheres que participaram de cursos de artesanato oferecidos em Cidades Satélites do Distrito Federal. MÉTODOS - Esta é uma análise descritiva do consumo alimentar das frutas do Cerrado pelas participantes de cursos de artesanato realizados pelo SEBRAE-DF. Foi realizado um estudo piloto para aperfeiçoar os questionários. Utilizou-se um (N = 100) questionário auto-aplicativo sobre assuntos interligados ao tema, para verificar os hábitos alimentares das pesquisadas sobre o consumo desses frutos. RESULTADOS - Dentre os frutos do Cerrado verifica-se que os mais conhecidos em ordem decrescente, são: pequi (85%), ceriguela (78%), buriti e caju (70% cada), jatobá (62%). Por outro lado, os mais desconhecidos são: perinha (94%), mama-cadela (82%), gravatá (79%) e lobeira (76%). Quanto aos motivos que levam ao consumo dos frutos do Cerrado, 61% das participantes informaram que os consomem por gostar; 13% porque fazem bem à saúde...

Produtividade e qualidade de frutos de progênies de maracujazeiro-azedo cultivados no Distrito Federal

Coimbra,Karuliny das Graças; Peixoto,José Ricardo; Sousa,Marcelo Alves de Figueiredo de; Junqueira,Nilton Tadeu Vilela
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2012 Português
Relevância na Pesquisa
26.858916%
Este trabalho teve como objetivo avaliar a produtividade e a qualidade de frutos de progênies de maracujazeiro-azedo cultivados no Distrito Federal. Foi conduzido na Fazenda Água Limpa-UnB, utilizando-se de delineamento de blocos casualizados, com 14 tratamentos (progênies), 04 repetições, sendo a parcela útil de oito plantas. As progênies avaliadas foram: Vermelhão Ingaí, EC-RAM, AR01, AR02, mar20#36, mar20#46, AP1, FP01, FB200, RC3, GA2-A1*AG, mar20#03, mar20#23 e mar20#09. As características analisadas em 75 colheitas foram: produtividade (kg/ha), massa média de frutos (g), número de frutos por hectare, coloração da casca e classificação quanto ao tamanho. Houve maior rendimento em Vermelhão Ingaí, EC-RAM e AR01. O Vermelhão Ingaí produziu a maior quantidade de frutos por hectare, estatisticamente superior aos demais. O EC-RAM obteve o maior número de frutos rosa e roxo. Todas as progênies apresentaram maior produção de frutos de cor amarela. O peso médio total variou de 83 g em mar20#36 e 128 g em EC-RAM. A maior produtividade de frutos para fins industriais foi verificado em Vermelhão Ingaí com frutos de primeira e mar20#46 com frutos 1B. Já para consumo in natura foi observado em AR02 com frutos 1A e 2 A e em AR01 com frutos 3 A.

Correlação entre a necrose de frutos associada ao Colletotrichum spp. com as características frutos por nó e produtividade entre genótipos de café arábica

Sera,Gustavo Hiroshi; Sera,Tumoru; Ito,Dhalton Shiguer; Azevedo,José Alves de; Ribeiro Filho,Claudionor; Alegre,Clayton Ribeiro
Fonte: Editora da Universidade Federal de Lavras Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2008 Português
Relevância na Pesquisa
26.858916%
O fungo Colletotrichum spp. vem sendo associado à graves perdas para a cafeicultura brasileira. Objetivou-se neste trabalho verificar a existência de relação entre a variável necrose de frutos associada ao Colletotrichum spp. ("COL") com a quantidade média de frutos por nó produtivo ("FN") e com a produção ("PRD") em genótipos de café arábica. O ensaio de campo foi realizado no IAPAR (Londrina, PR, Brasil) em dezembro de 2004 e em cafeeiros com três anos de idade. A variável "COL" foi avaliada atribuindo-se notas de 1 a 5, onde 1 representam plantas com 0 % a 5 % de frutos necrosados. "FN" foi avaliada seguindo uma escala de notas de 1 a 5, onde 1 representa plantas com 0 a 3 frutos/ nó e nota 5 com mais do que 15 frutos/ nó. A avaliação visual subjetiva da produção foi estimada em litros de frutos em estádio cereja, por planta. A correlação de Pearson foi estimada para avaliar a existência de associações entre as variáveis. Foram observadas correlações positivas e significativas a 1 % entre "COL" e "FN" e entre "COL" e "PRD". A necrose de frutos foi mais intensa em cafeeiros com mais produção e com mais frutos por nó produtivo. Sugere-se que a avaliação da resistência de campo à necrose dos frutos associada à presença de Colletotrichum spp. seja realizada em cafeeiros com alta produção e com alta quantidade de frutos por nó produtivo.

Qualidade fisiologica de sementes de pepino cv. perola, em funcao da idade e do tempo de repouso pos-colheita dos frutos.

BARBEDO, C.J.; NAKAGAWA, J.; BARBEDO, A.S.C.; ZANIN, A.C.W.
Fonte: Pesquisa Agropecuaria Brasileira, Brasilia, v.32, n.9, p.905-913, set. 1997. Publicador: Pesquisa Agropecuaria Brasileira, Brasilia, v.32, n.9, p.905-913, set. 1997.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
26.858916%
No presente trabalho buscou-se verificar os efeitos da idade e do tempo de repouso pos-colheita dos frutos de pepino (Cucumis sativus L.), cultivar Perola, sobre a qualidade de suas sementes. Colheram-se frutos com 25,30,35,40 e 45 dias de idade apos a antese, em uma cultura realizada em Botucatu, SP. Os frutos colhidos foram armazenados por periodos de 0,5,10 e 15 dias, para entao proceder-se a extracao das sementes e sua fermentacao natural por dois dias sob temperatura ambiente. Avaliou-se peso, diametro e comprimento de frutos e conteudo de frutos e conteudo de materia seca, teor de agua, dimensoes, germinacao e vigor de sementes. Realizou-se, tambem, o acompanhamento das caracteristicas visuais de frutos e sementes. Pelos resultados obtidos concluiu-se que os valores de germinacao e vigor das sementes foram crescentes dos 20 aos 40 dias de idade dos frutos. O repouso pos-colheita melhorou a qualidade fisiologica das sementes de frutos com a menor idade (20 dias), porem sem atingir a qualidade de sementes de frutos com 40 e 45 dias sem repouso. Ja no tocante a frutos com 25,30 e 35 dias de idade, o repouso pos-colheita (10 e 15 dias) melhorou a qualidade das sementes, chegando a atingir valores de germinacao e vigor tao elevados quanto os de sementes oriundas de frutos com 40 e 45 dias.; 1997

Res?duos de agrot?xicos em morangos e influ?ncia de filmes biodegrad?veis na qualidade dos frutos no armazenamento p?s-colheita; Pesticide residues in strawberries and influence of biodegradable films on fruit quality in post-harvest storage.2012.143p. Master`s Dissertation (StrictuSensuGraduate Program in Chemistry)

Guedes, Tiago de Jesus
Fonte: UFVJM Publicador: UFVJM
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
26.858916%
ABSTRACT Strawberries fruits are highly appreciated by consumers for their sensory and nutritional characteristics and for promoting benefits to human health. However, during its cultivation, indiscriminate use of pesticides in crop can make the fruits unfit for consumption. Besides, it is necessary the adoption of measures to prolong the life of the fruits after harvest. In order to characterize the quality of the fruit sold in Diamantina, Brazil, and also to propose techniques to improve the conservation of strawberries in post-harvest storage this work was conducted, and carried out in two experiments. In the first, we tried to identify and to quantify pesticide residues in fruits which were collected in seven farms in the region in three different eras. The extraction of pesticides was performed by solid-liquid matrix extraction with partition under low temperature (SLE-LTP) and the detection and quantification were performed by gas chromatography with electron capture detector. In 28.57% of the samples were not detected residues of pesticides azoxystrobin, bifenthrin, cypermethrin, chlorothalonil, chlorpyrifos, difenoconazole, endosulfan, iprodione, ?-cyhalothrin and permethrin. In 33.33% of these samples, there have been noticed residues below the maximum residue limit (MRL) established and in 38.10% of the samples...

Correlação entre a necrose de frutos associada ao Colletotrichum spp. com as características frutos por nó e produtividade entre genótipos de café arábica

Fonte: Editora da Universidade Federal de Lavras Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Português
Relevância na Pesquisa
26.858916%
O fungo Colletotrichum spp. vem sendo associado à graves perdas para a cafeicultura brasileira. Objetivou-se neste trabalho verificar a existência de relação entre a variável necrose de frutos associada ao Colletotrichum spp. ("COL") com a quantidade média de frutos por nó produtivo ("FN") e com a produção ("PRD") em genótipos de café arábica. O ensaio de campo foi realizado no IAPAR (Londrina, PR, Brasil) em dezembro de 2004 e em cafeeiros com três anos de idade. A variável "COL" foi avaliada atribuindo-se notas de 1 a 5, onde 1 representam plantas com 0 % a 5 % de frutos necrosados. "FN" foi avaliada seguindo uma escala de notas de 1 a 5, onde 1 representa plantas com 0 a 3 frutos/ nó e nota 5 com mais do que 15 frutos/ nó. A avaliação visual subjetiva da produção foi estimada em litros de frutos em estádio cereja, por planta. A correlação de Pearson foi estimada para avaliar a existência de associações entre as variáveis. Foram observadas correlações positivas e significativas a 1 % entre "COL" e "FN" e entre "COL" e "PRD". A necrose de frutos foi mais intensa em cafeeiros com mais produção e com mais frutos por nó produtivo. Sugere-se que a avaliação da resistência de campo à necrose dos frutos associada à presença de Colletotrichum spp. seja realizada em cafeeiros com alta produção e com alta quantidade de frutos por nó produtivo.

Efeito da poda, raleio de frutos e uso de fitorreguladores na produção de tangerinas (Citrus deliciosa Tenore) cv. montenegrina

Sartori,Ivar Antonio; Koller,Otto Carlos; Theisen,Sergiomar; Souza,Paulo Vitor Dutra de; Bender,Renar João; Marodin,Gilmar Arduino Bettio
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2007 Português
Relevância na Pesquisa
26.858916%
O experimento aqui relatado teve o propósito de estudar a poda de ramos, raleio de frutos e uso de fitorreguladores para diminuir a alternância de produção e melhorar a qualidade físico-química dos frutos de tangerineiras 'Montenegrina' (Citrus deliciosa Tenore). São plantas enxertadas sobre laranjeira 'Caipira'(Citrus sinensis L. Osbeck) e estão em um pomar comercial de 6 anos de idade, da empresa Panoramas Citrus, situada no município de Butiá-RS, na latitude 29º57'S e longitude 51º40'W. Neste experimento, foram realizados os seguintes tratamentos: A) Testemunha nº1: plantas com carga excessiva; B) Testemunha nº2: plantas sem carga; C) Raleio manual de 66% dos frutos em plantas com carga excessiva, em fevereiro; D) Pulverizações de plantas excessivamente carregadas, utilizando-se de 200 mg.L-1 de Ethrel (24% ethephon), em novembro; E) Poda de frutificação, em plantas excessivamente carregadas, em dezembro; F) Idem "E" acrescido de raleio manual de 33 % dos frutos, em fevereiro; G) Idem "E" acrescido de pulverização com 50 mg.L-1 de 2,4-DP (95% de 2,4 diclorofenoxipropiônico), no final da queda natural de frutos, em dezembro; H) Poda de plantas com alternância de produção, em dezembro; I) Idem "H" acrescido de pulverização com 15 mg.L-1 de ácido giberélico (10% de AG3)...

Produtividade e qualidade do melão cantaloupe, cultivado em ambiente protegido, variando o número e a posição dos frutos na planta

Queiroga,Roberto Cleiton Fernandes de; Puiatti,Mário; Fontes,Paulo Cezar Rezende; Cecon,Paulo Roberto
Fonte: Instituto Agronômico de Campinas Publicador: Instituto Agronômico de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2008 Português
Relevância na Pesquisa
26.858916%
Os frutos do meloeiro são considerados fortes drenos que alteram a distribuição de fotoassimilados entre os órgãos da planta. Objetivou-se nesse trabalho determinar a produção e a qualidade de frutos de meloeiro em ambiente protegido em função do número e da posição de fixação dos frutos na planta. O experimento foi desenvolvido em fatorial 2 x 2 em blocos ao acaso, com cinco repetições, provenientes da combinação de número de frutos por planta (1 e 2) e posição de fixação dos frutos na planta (entre 5.º e 8.° nós e entre 15.° e 18.° nós). O melão cultivar 'Torreon', do grupo Cantalupensis, foi plantado em vasos de 11,5 dm³ contendo como substrato apenas fibra de coco adubada com macro e micronutrientes. Comparado a plantas com dois frutos, nas plantas com apenas um fruto ocorreram os maiores valores de: massa dos frutos (MF), reticulação da casca (RC), comprimento, índice de formato, espessura da polpa, índice de maturação (IM), sólidos solúveis (SS), açúcares solúveis totais, açúcares não redutores. Em plantas com apenas um fruto, ocorreu redução na produtividade comercial (PC) de 21,4% em frutos fixados especificamente entre o 5.° e 8.° nós e 24,9% em frutos do 15.° e 18.° nós comparada a plantas com dois frutos. Em frutos fixados na posição do 15.° e 18.° nós ocorreram maiores MF...

'Brasileirinha': cultivar de abóbora (Cucurbita moschata) de frutos bicolores com valor ornamental e aptidão para consumo verde

Boiteux,Leonardo S; Nascimento,Warley Marcos; Fonseca,Maria Esther de N; Lana,Milza M; Reis,Ailton; Mendonça,José Lindorico; Lopes,José Flávio; Reifschneider,Francisco José B
Fonte: Associação Brasileira de Horticultura Publicador: Associação Brasileira de Horticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2007 Português
Relevância na Pesquisa
26.858916%
'Brasileirinha' é uma cultivar de abóbora (Cucurbita moschata) com frutos bicolores que foi desenvolvida com o objetivo de disponibilizar um produto diferenciado devido ao aspecto ornamental e a composição nutricional de seus frutos. Esta cultivar foi selecionada na geração F7, sendo obtida via cruzamentos convencionais entre um acesso de frutos bicolores, provavelmente devido à presença de um alelo do gene B, e a cultivar Mocinha (com frutos imaturos de cor verde uniforme). A característica peculiar da cultivar Brasileirinha é a produção de frutos com casca apresentando uma marcante coloração bicolor (coloração amarela na região proximal e verde na posição distal dos frutos). A polpa apresenta coloração amarela-esverdeada em frutos colhidos imaturos e, à medida que o fruto amadurece, intensifica-se uma coloração alaranjada. Beta-caroteno e luteína são os principais carotenóides presentes em frutos para consumo verde. Em frutos em completo estádio de maturação (polpa laranja intensa) verifica-se a acumulação de beta-caroteno e alfa-caroteno (precursores da vitamina A) em torno de 243 mg g-1. A cultivar Brasileirinha tem apresentado boa resistência de campo a diferentes raças de oídio (Podosphaera xanthii). Esta cultivar é preferencialmente recomendada para consumo como abobrinha verde (no estádio de fruto imaturo) e para fins ornamentais (frutos em todos os estádios). Uma opção é o uso de frutos jovens em conservas. A cultivar Brasileirinha é recomendada para plantio em todas as tradicionais regiões produtoras do país. O sistema de produção para esta cultivar tem sido o mesmo adotado para outros tipos de abóboras.

Evaluación de la calidad e incidencia de hongos en frutos refrigerados de zapote mamey (Pouteria sapota (Jacq.) H. E. Moore and Stearn

Gómez-Jaimes,Rafael; Nieto-Ángel,Daniel; Téliz-Ortiz,Daniel; Mora-Aguilera,J. Antonio; Martínez-Damián,M. Teresa; Vargas-Hernández,Mateo
Fonte: Colegio de Postgraduados Publicador: Colegio de Postgraduados
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2009 Português
Relevância na Pesquisa
26.858916%
El bajo nivel tecnológico en la producción del zapote mamey (Pouteria sapota (Jacq.) H. E. Moore and Stearn) hace necesario implementar nuevas alternativas de manejo postcosecha como las temperaturas bajas de almacenamiento, con el propósito de prolongar la vida de anaquel de los frutos y mantener su calidad. El efecto de las temperaturas de almacenamiento en la calidad se evaluó en frutos cosechados en madurez fisiológica. Los frutos fueron almacenados (7d) a temperatura ambiente (aproximadamente 25 °C) (testigo), y a 10, 13 y 15 °C por 13, 18 y 24 d. Después del almacenamiento los frutos fueron evaluados a los 0, 3 y 6 d a temperatura ambiente. La mejor temperatura de refrigeración en frutos de mamey fue 13 °C, ya los frutos mostraron firmeza, color [valor de L* (brillo), índice de saturación de color (chroma) y ángulo de tono (hue)], sólidos solubles totales (°Brix) y acidez, así como pérdida de peso en fruto, similares a las obtenidas en los frutos testigo en madurez de consumo. En los frutos almacenados a 13 °C a los 18 d hubo 10 % de pudrición, y 10 a 30 % a los 24 d. Los frutos a 15 °C entraron en senescencia después de 13 d de almacenamiento y presentaron la mayor pudrición. Los frutos expuestos a 10 °C no maduraron y no hubo cambios en firmeza...

Calidad postcosecha de frutos de pitahaya (Hylocereus undatus Haw.) cosechados en tres estados de madurez

Osuna Enciso,Tomás; Ibarra Zazueta,Ma. Emilia; Muy Rangel,Ma. Dolores; Valdez Torres,J. Benigno; Villarreal Romero,Manuel; Hernández Verdugo,Sergio
Fonte: Sociedad Mexicana de Fitogenética A.C. Publicador: Sociedad Mexicana de Fitogenética A.C.
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2011 Português
Relevância na Pesquisa
26.858916%
En este estudio se evaluó la calidad postcosecha de frutos de pitahaya (Hylocereus undatus Haw.) cosechados en tres estados de madurez: inicial, medio y completo, con 25-50, 50-75 y 75-100 % de color rojo en la cáscara, respectivamente. Los frutos fueron almacenados a 20 ± 2 °C. Se evaluaron características físicas y químicas durante 12 d y las fisiológicas por 8 d. La pérdida de peso al concluir el almacenamiento fue mayor (P ≤ 0.05) en frutos de madurez inicial (7.8 %) que con madurez media (6.1 %) y completa (5.6 %). El color de la cáscara varió (P ≤ 0.05) durante el almacenamiento y entre estados de madurez. Frutos con madurez media y completa concluyeron con valores de ángulo de matiz de 15.6 (rojo) y 8.6 (rojo morado), respectivamente, y los de madurez inicial con 31.7 (rojo-naranja). Firmeza, acidez titulable (AT), sólidos solubles totales (SST) y vitamina C, disminuyeron (P < 0.05) durante el almacenamiento. La firmeza se mantuvo más alta en frutos de madurez inicial. La AT disminuyó alrededor de 80 % en los frutos de los tres estados de madurez, pero fue más alta en los cosechados con madurez inicial. Los SST tuvieron un descenso significativo (P < 0.05) con valores °Brix más altos en frutos con madurez media y completa que en madurez inicial. La relación °Brix/acidez (RBA) fue similar en los primeros 4 d de almacenamiento...

Correlaciones entre la fenología reproductiva de la vegetación y variables climáticas en los altos Llanos Centrales Venezolanos

Ramírez,Nelson
Fonte: Fundación Instituto Botánico de Venezuela Dr. Tobías Lasser Publicador: Fundación Instituto Botánico de Venezuela Dr. Tobías Lasser
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2009 Português
Relevância na Pesquisa
26.858916%
La floración, producción de frutos inmaduros y de frutos maduros fueron evaluadas para 171 especies pertenecientes a 57 familias de angiospermas presentes en la vegetación de la Estación Biológica de los Llanos. El objetivo de este estudio fue establecer la correlación entre la fenología reproductiva y seis variables climáticas de acuerdo a la forma de vida, hábitat y a nivel comunitario. Los valores mensuales de precipitación y humedad relativa están positivamente correlacionados, y los valores mensuales de evaporación y temperatura están negativamente correlacionados con el número de lianas, hierbas perennes y hierbas anuales con flores, mientras que lo contrario fue encontrado para el número de árboles con flores. El número de especies con flores está negativamente correlacionado con la temperatura y la evaporación, y positivamente correlacionado con la humedad relativa y la precipitación para las áreas de transición bosque-sabana, sabana, área perturbada y para la comunidad. Los valores de insolación están negativamente correlacionados con la floración en el bosque y en la transición bosque-sabana. Sólo la precipitación está positivamente correlacionada con el número de especies con flores en el bosque. El número de especies con frutos inmaduros tiene correlación positiva con la humedad relativa para arbustos...