Página 15 dos resultados de 588 itens digitais encontrados em 0.005 segundos

Avaliação do comportamento competitivo de raízes de ervilha (Pisum sativum) cv. Mikado; Evaluation of the roots competitive behavior of pea (Pisum sativum) cv. Mikado

Macedo, Francynês da Conceição Oliveira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 10/06/2011 Português
Relevância na Pesquisa
17.594836%
A Neurobiologia Vegetal é um recente ramo das ciências vegetais que objetiva esclarecer os complexos padrões de comportamento vegetal, no que se refere à percepção, processamento, armazenamento e transmissão de sinais na planta e entre plantas. A detecção de vizinhos, é uma capacidade que implica em auto reconhecimento, uma vez que um organismo só terá sucesso em interações competitivas se for capaz de auto/não-auto discriminação. Assim, objetivou-se com este trabalho verificar se raízes de ervilha (Pisum sativum) cv. Mikado apresentam crescimento diferenciado quando na presença de raízes da mesma planta, e de raízes de outras plantas, mas pertencentes ao mesmo genótipo, para que se possa averiguar sua capacidade de auto/não-auto discriminação. Além disso, avaliou-se também o crescimento da parte aérea para observar em que grau a presença de plantas vizinhas pode influenciar o desenvolvimento vegetativo de plantas de ervilha. Quatro dias após a germinação, plântulas de Pisum sativum cv. Mikado tiveram a raiz principal cortada 5 mm abaixo do hipocótilo. Passados sete dias, foram retiradas as raízes secundárias, deixando-se apenas duas raízes, de igual tamanho, por planta (split-root). Plantas com duas raízes iguais foram replantadas...

Incidência da varíola, causada por Asperisporium caricae, em folhas de mamoeiros submetidos ao manejo orgânico, em diferentes ambientes de cultivo

Martelleto, Luiz Aurélio Peres; Ribeiro, Raul de Lucena Duarte; Carmo, Margarida Goréte Ferreira do; Sudo-Martelleto, Mariluci; Goes, Antonio de
Fonte: Grupo Paulista de Fitopatologia Publicador: Grupo Paulista de Fitopatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 288-292
Português
Relevância na Pesquisa
17.887766%
Mudas de mamoeiro da cultivar Baixinho de Santa Amália foram transplantadas para covas de 40x60x40 cm, em áreas de três estruturas contíguas: (a) estufa sombreada (cobertura de plástico), (b) estufa sombreada + sombrite (cobertura adicional de sombrite com 30% de sombreamento sobre o plástico) e (c) telado (cobertura exclusiva de sombrite 30%). Ao lado de tais estruturas foi implantada uma área de cultivo de mamoeiro em ambiente natural. Os tratos culturais aplicados foram os condizentes às normas técnicas vigentes na agricultura orgânica. As irrigações foram procedidas com mangueira plástica, evitando-se molhar folhas e frutos. Aos 45 dias pós-transplantio e, subseqüentemente, a intervalos mensais, as plantas foram inspecionadas em relação à incidência de lesões foliares causada pelo fungo Asperisporium caricae. Para efeito de análise estatística, após o teste de homogeneidade das variâncias, foram consideradas quatro repetições por ambiente (tratamento), com seis plantas úteis por parcela. O modelo de quantificação da doença indicou efeito altamente significativo dos ambientes protegidos, estufa e estufa sombreada, quanto à incidência de sintomas, em comparação com ambientes de telado e em área natural de cultivo. Durante os 12 meses de avaliações foi constatada alta correlação entre incidência da doença e pluviosidade e umidade relativa do ar. As estruturas cobertas com plástico demonstraram alto potencial de controle de A. caricae...

Equações volumétricas e produção de madeira em plantios mistos visando à restauração da floresta estacional semidecidual

Ré, Danilo Scorzoni
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: ix, 57 f. : il. color, grafs., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
17.89935%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Ciência Florestal - FCA; A concentração de dióxido de carbono (CO2) da atmosfera vem aumentando desde 1750 com o advento da Revolução Industrial. Este aumento considerável, devido às atividades antrópicas, poderá alterar o cenário atual dos problemas fitossanitários em algumas décadas. O presente estudo teve como objetivo avaliar o efeito do aumento da concentração de CO2 do ar sobre a ferrugem do eucalipto, causada pelo fungo Puccinia psidii, em mudas de dois clones de eucalipto: um híbrido de Eucalyptus urophylla x E. camaldulensis (VM 01) e a espécie E. urophylla (MN 463), e ainda o efeito do CO2 sobre o desenvolvimento das plantas. Foram realizados experimentos em sala climatizada com as concentrações de 390, 405, 520 e 700 μmol mol-1 e em estufas de topo aberto (“Open top chambers”, OTCs), em campo. Nos experimentos em OTCs, foram avaliados três tratamentos: controle sem estufa e sem injeção de CO2 (concentração média de 399 μmol mol-1), controle com estufa sem injeção de CO2 (concentração média de 412 μmol mol-1) e estufa com injeção de CO2 (concentração média de 508 μmol mol-1). A inoculação foi realizada via pulverização de ambas as faces das folhas com suspensão de 2 x 104 urediniósporos mL-1 de P. psidii...

Efeito do co2 sobre a qualidade nutricional, ferrugem e fusariose da alfafa

Santos, Michelli De Souza dos
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: viii, 55 f. : il. color., grafs., tabs
Português
Relevância na Pesquisa
17.771543%
Pós-graduação em Agronomia (Proteção de Plantas) - FCA; The atmospheric CO2 concentration, the main gas responsible for intensifying the greenhouse effect, has increased significantly in recent decades. Alfalfa is important forage that can have its characteristics altered by increased atmospheric CO2 concentration, facilitating the occurrence of diseases and enhancing the emission of greenhouse gases after its ingestion by animals. Given this scenario, the objective of this study was to assess the impact of increased CO2 concentration in the air on alfalfa diseases, plant growth and chemical composition. Assays were performed in the field with direct seeding of alfalfa seed cultivar Creole in open top chambers (OTC), adopting the trial randomized block design with three replications. The treatments were: control without OTC, with the concentration of 390 μmol mol-1 of CO2; OTC without CO2 injection with 400 μmol mol-1 of CO2; and OTC injected CO2 with target concentration of 500 μmol mol-1. In the shoots, analyzes were performed to determine dry matter, ash, organic matter, nitrogen in neutral detergent fiber (NDF-N), nitrogen in acid detergent fiber (ADF-N), crude protein and lignin and foliar analysis. In addition to these measures of plant height...

Influencia de fungos micorrizicos arbusculares, sistemas de cultivo e parametros pos-colheita na concentração de esteviosideos e desenvolvimento de Stevia rebaudiana (BERT.) Bertoni; Influence of arbuscular mycorrhizal fungi, cultivation systems and postharvest parameters in the concentration of steviosides and development of Stevia Rebaudiana (BERT.) Bertoni

Edilberto Princi Portugal
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 20/12/2006 Português
Relevância na Pesquisa
17.682168%
A Stevia rebaudiana, um arbusto que tem na produção de esteviosídeos seu principal produto de interesse, foi objeto deste trabalho. Considerando sua cadeia produtiva, existem lacunas que necessitam pesquisas, tanto no aspecto agronômico, como o emprego de espécies fúngicas micorrízicas, quanto procedimentos pós-colheita, dos quais a secagem é um dos fatores. O presente trabalho teve como objetivos, identificar uma espécie de fungo micorrízico arbuscular eficiente e sua relação com o desenvolvimento e concentração de esteviosídeos em plantas de estévia, cultivadas em campo, hidroponia e aeroponia, selecionar substrato adequado para o desenvolvimento da colonização micorrízica, avaliar sistemas de secagem no teor de esteviosídeos e determinar as isotermas de sorção da estévia. Para seleção de fungo micorrízico foram testadas sete espécies, sendo cinco de um banco de culturas e duas isoladas da própria cultura da estévia. O ensaio foi conduzido em casa de vegetação em vasos com solo esterilizado e cinco repetições. Foram determinados a massa seca total da parte aérea e de folhas, teor e quantidade acumulada de esteviosídeos nas folhas e colonização micorrízica. Para seleção de substratos, foram testados nove produtos comerciais...

Propagação rápida de Manihot esculenta (Crantz), e reação de acessos de mandioca a Xanthomonas axonopodis pv.manihotis

Aquiles, Kleiton Rodrigues
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
17.682168%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, 2014.; As raízes da mandioca são componente cotidiano da refeição de milhões de pessoas no mundo em vários países, devido a grande capacidade de armazenamento de amido em suas raízes. Porém, alguns fatores são limitantes como o baixo índice de multiplicação da cultura e suscetibilidade a bacteriose Xanthomonas axonopodis pv. manihotis (Xam) em condições climáticas favoráveis ao desenvolvimento da doença. Os objetivos deste trabalho foram testar a capacidade de produção de mudas de mandioca utilizando manivas com diferentes idades de estacas pelo método de propagação rápida e avaliar a agressividade de três isolados de Xam provenientes de três regiões geográficas distintas do Brasil em genótipos de mandioca de mesa em condições de casa de vegetação. Os experimentos foram realizados na Estação Experimental de Biologia da Universidade de Brasília em uma estufa do tipo glasshouse. No experimento de propagação rápida, foram escolhidas no campo plantas vigorosas e sadias da variedade Americana BGMC 1246, para a retirada de pequenos fragmentos da rama dos seguimentos basal, intermediário e apical. As ramas foram cortadas em minimanivas com aproximadamente 6 cm de comprimento com duas gemas cada uma. Três minimanivas foram plantadas em vasos plásticos de 2L...

Utilização de sistemas de aquecimento por ar e por água quente em estufas localizadas em zonas Mediterrânicas

Afonso, Joana; Baptista, Fátima; Fitas da Cruz, Vasco; Garcia, José Luís
Fonte: Revista de Ciências Agrárias Publicador: Revista de Ciências Agrárias
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
17.854558%
Um dos principais objectivos da produção em estufa é a obtenção de plantas, em quantidade e qualidade, que de outro modo não seria possível devido às condições adversas do meio exterior. No entanto, de modo a obter no interior da estufa as condições de temperatura e humidade adequadas é normalmente necessário recorrer a técnicas de condicionamento ambiental, como sejam, a ventilação e o aquecimento. Neste trabalho pretendeu-se estudar a influência de diferentes sistemas de aquecimento, por ar quente e por água quente, nas condições de ambiência no interior de uma estufa localizada numa zona Mediterrânica continental. Além disso, pretendeu-se também comparar o efeito destes sistemas de aquecimento na ocorrência de condensação. Este é um aspecto de grande importância já que a condensação pode ser um factor favorável à proliferação de determinadas doenças criptogâmicas, responsáveis por avultadas perdas de produção. O trabalho experimental foi realizado numa estufa localizada em Madrid na Escola Técnica Superior de Engenheiros Agrónomos. A estufa era multitúnel tendo o tecto a forma elipsoidal. A área da estufa era 132 m2 e o material de cobertura metacrilato com 3 mm de espessura. O sistema de ventilação consistia em aberturas contínuas laterais e zenitais. Esta estufa estava equipada com dois sistemas de aquecimento...

Ecophysiological responses of olive (Olea europaea L.) to restricted water availability: limitations, damages and drought resistance mechanisms.

Bacelar, Eunice Luís Vieira Areal
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
17.594836%
Tese de Doutoramento em Engenharia Biológica; O stresse hídrico é o factor que mais limita a produção vegetal à escala mundial, reduzindo significativamente os lucros da actividade agrícola. Do ponto de vista ecofisiológico, designa-se por stresse hídrico qualquer limitação ao funcionamento óptimo das plantas imposta por uma insuficiente disponibilidade de água. As respostas das plantas à falta de água são complexas, envolvendo uma série de adaptações/aclimatações e efeitos nefastos, ou ambos. Por outro lado, à secura do solo associa-se uma forte evaporação causada pela secura do ar, elevada temperatura e elevados níveis de radiação durante o período estival, pelo que é frequente classificar este efeito conjunto de stresse estival. A oliveira (Olea europaea L.) é uma árvore de folhagem persistente, crescimento lento e grande longevidade. Conta-se entre as poucas plantas cultivadas de origem mediterrânea e a sua difusão é muito antiga. Julga-se que foi domesticada por volta de 3000−4000 anos antes de Cristo na Ásia Menor e a partir daí foi introduzida no Norte de África, Península Ibérica e resto do Sul da Europa pelas civilizações que sucessivamente ocuparam a região mediterrânica. Nos últimos 500 anos foi levada para as Américas...

Dinâmica temporal e espacial da begomovirose causada por Tomato yellow vein streak virus em tomateiro na região de Campinas-SP

Della Vecchia,Marilia Gabriela Salveti; Rosa,Daniel Dias; Bergamin Filho,Armando; Amorim,Lilian; Rezende,Jorge Alberto Marques; Ribeiro,Ailton
Fonte: Grupo Paulista de Fitopatologia Publicador: Grupo Paulista de Fitopatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2007 Português
Relevância na Pesquisa
17.875814%
O objetivo desse trabalho foi caracterizar os padrões temporal e espacial do Tomato yellow vein streak virus (ToYVSV) em tomatais cultivados em condições de campo, no município de Sumaré, e de estufa plástica, na região de Elias Fausto, Estado de São Paulo. No ensaio de campo, plantado com a variedade Alambra, foram avaliadas 4.032 plantas, distribuídas em oito blocos. Em oito estufas plásticas, com plantios escalonados da variedade Ikram, foram avaliadas 6.016 plantas. As avaliações foram feitas com base nos sintomas característicos induzidos por esse vírus. A confirmação da identidade do vírus foi feita por meio da análise da seqüência de nucleotídeos de parte do DNA-A viral (genes AV1 e AC3). No ensaio em condições de campo, a incidência da doença evoluiu lentamente, desde um mínimo de 0,002 (proporção de plantas sintomáticas) até um máximo de 0,0497. Mesmo assim, foi possível constatar um efeito de borda, pois a incidência média de plantas doentes nos blocos situados nos bordos da área foi 2,1 vezes maior do que naqueles internos. O progresso da incidência da doença foi linear, o que indica que novas infecções foram devidas principalmente a um influxo constante de vetores virulíferos de fora para dentro da área avaliada. Nos plantios em estufas plásticas...

Incidência da varíola, causada por Asperisporium caricae, em folhas de mamoeiros submetidos ao manejo orgânico, em diferentes ambientes de cultivo

Martelleto,Luiz Aurélio Peres; Ribeiro,Raul de Lucena Duarte; Carmo,Margarida Goréte Ferreira do; Sudo-Martelleto,Mariluci; Goes,Antonio de
Fonte: Grupo Paulista de Fitopatologia Publicador: Grupo Paulista de Fitopatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2009 Português
Relevância na Pesquisa
17.887766%
Mudas de mamoeiro da cultivar Baixinho de Santa Amália foram transplantadas para covas de 40x60x40 cm, em áreas de três estruturas contíguas: (a) estufa sombreada (cobertura de plástico), (b) estufa sombreada + sombrite (cobertura adicional de sombrite com 30% de sombreamento sobre o plástico) e (c) telado (cobertura exclusiva de sombrite 30%). Ao lado de tais estruturas foi implantada uma área de cultivo de mamoeiro em ambiente natural. Os tratos culturais aplicados foram os condizentes às normas técnicas vigentes na agricultura orgânica. As irrigações foram procedidas com mangueira plástica, evitando-se molhar folhas e frutos. Aos 45 dias pós-transplantio e, subseqüentemente, a intervalos mensais, as plantas foram inspecionadas em relação à incidência de lesões foliares causada pelo fungo Asperisporium caricae. Para efeito de análise estatística, após o teste de homogeneidade das variâncias, foram consideradas quatro repetições por ambiente (tratamento), com seis plantas úteis por parcela. O modelo de quantificação da doença indicou efeito altamente significativo dos ambientes protegidos, estufa e estufa sombreada, quanto à incidência de sintomas, em comparação com ambientes de telado e em área natural de cultivo. Durante os 12 meses de avaliações foi constatada alta correlação entre incidência da doença e pluviosidade e umidade relativa do ar. As estruturas cobertas com plástico demonstraram alto potencial de controle de A. caricae...

Efeitos do Organosuper® e do ambiente protegido na formação de mudas de mamoeiro

Costa,Edilson; Leal,Paulo A. M; Mesquita,Viviane do A. G; Sassaqui,Adriano R
Fonte: Associação Brasileira de Engenharia Agrícola Publicador: Associação Brasileira de Engenharia Agrícola
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2011 Português
Relevância na Pesquisa
17.610499%
Com o objetivo de avaliar doses de composto orgânico e ambiente protegido na formação de mudas de mamoeiro, foi conduzido um experimento no período de setembro a dezembro de 2007. Utilizaram-se seis ambientes protegidos: estufa plástica com pé-direito de 2,5 m; viveiro telado com Sombrite® 50%, com pé-direito de 2,5m; viveiro telado de tela termorrefletora Aluminet® 50%, com pé-direito de 2,5m; viveiro coberto com palha de coqueiro, com pé-direito de 1,8 m; estufa plástica com pé-direito de 4,0 m, possuindo abertura zenital e tela termorrefletora 50% sob o plástico e viveiro telado de tela de sombreamento 50%, com pé-direito de 3,5 m. Foram utilizados cinco substratos com doses de 0; 7; 14; 21 e 28% de composto orgânico Organosuper® (oriundos de resíduos de frigoríficos, bagaço de cana, frutas, legumes, cereais, entre outros) misturado ao solo. Utilizou-se o delineamento em parcelas subdivididas, com dez repetições. Na estufa com pé-direito de 2,5 m, ocorreram os maiores acúmulos de biomassa seca no mamoeiro com os substratos com 0, 7 e 14% de Organosuper®; na estufa com pé-direito de 4,0 m, abertura zenital e tela termorrefletora sob o filme, ocorreram as maiores plantas, com maior número de folhas para os substratos com 7 e 14% de Organosuper®; aos 50 dias após a semeadura...

Emissão e expansão foliar em três genótipos de tomateiro (Lycopersicon esculentum Mill.)

Pivetta,Carina Rejane; Tazzo,Ivonete Fatima; Maass,Guilherme Fabiano; Streck,Nereu Augusto; Heldwein,Arno Bernardo
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2007 Português
Relevância na Pesquisa
17.682168%
O objetivo deste trabalho foi estimar o filocrono na haste principal e em hastes laterais de primeira ordem e estimar a área foliar a partir do número de folhas em três genótipos de tomateiro cultivados em estufa plástica. Um experimento foi conduzido em estufa plástica na área experimental do Departamento de Fitotecnia da Universidade Federal de Santa Maria, Santa Maria, RS. Foram utilizados três genótipos de tomate: "Kátia", "Durino" e "Emperor". O transplante das mudas com 3-4 folhas definitivas foi realizado em 31/10/2005. O delineamento experimental foi o de blocos ao acaso com quatro repetições, compostas de duas fileiras de oito plantas. Em seis plantas de cada repetição foram realizadas observações do número de folhas na haste principal e em hastes laterais de primeira ordem e em duas plantas de cada repetição foram medidos o comprimento e a largura das folhas na haste principal. O filocrono foi estimado pelo inverso do coeficiente angular da regressão linear entre o número de folhas acumuladas na haste e a soma térmica acumulada após o transplante. O filocrono da haste principal foi menor do que o filocrono das hastes laterais de primeira ordem. A área foliar do tomateiro em uma haste pode ser estimada através do número de folhas acumuladas nesta haste.

Efeito do glifosato sobre a ferrugem da soja.

SOARES, R. M.; GAZZIEROL, D. P.; MORITA, D. A. S.; CILIATO, M. L.; FLAUSINO, A. M.; SANTOS, L. C. M.
Fonte: Fitopatologia Brasileira, Brasília, DF, v. 32, p. S255 ago. 2007. Suplemento, resumo 0733. Publicador: Fitopatologia Brasileira, Brasília, DF, v. 32, p. S255 ago. 2007. Suplemento, resumo 0733.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
17.682168%
Esse trabalho teve como objetivo avaliar o efeito do herbicida glifosato, na germinação de esporos de Phakopsora pachyrhizi e no controle da ferrugem da soja, dentro de um manejo de plantas daninhas para cultivar RR, antes (preventivo) e depois (curativo) da inoculação do fungo. Para avaliar a germinação de esporos, verteu-se em placas de Petri com ágar os seguintes tratamentos: 1) Testemunha (água), 2) Difenoconazole (50 g i.a.ha-¹),3) Glifosato (Gfs) (3240 g i.a.ha-¹), 4) Gfs 1620 g i.a.ha-¹), 5) Gfs (16,2 g i.a.ha-¹). Os resultados mostraram uma ação inibitória do glifosato sobre a germinação de esporos. No ensaio preventivo, foi feita a semeadura em casa-de-vegetação livre de incidência de ferrugem e, aos 40 dias após a emergência (DAE), as plantas foram colocadas em estufa com ferrugem. No curativo, as plantas foram cultivadas desde o início na estufa com ferrugem. Os tratamentos foram: 1) Gfs 1,5 L.ha-¹ (15 DAE) + 1,0 L.ha-¹ (30 DAE); 2) Gfs 2,5 (15 DA E) + 2,5 L.ha-¹ (30 DAE); 3) Gfs 2,5 L.ha-¹ 20 DAE; 4) Gfs 5,0 L.ha-¹ 20 DAE; 5) Gfs 2,5 L.ha-¹ 30 DAE; 6) Gfs 5,0 L.ha-¹ 30 DAE; 7) Gfs 2,5 L.ha-¹ 40 DAE; 8) Gfs 5,0 L.ha-¹ 40 DAE; 9) Tebuconazole 0,5 L.ha-¹ 40 DAE; 10) Testemunha. Os resultados mostraram efeito do glifosato na primeira avaliação...

Germinação, emergência da plântula, produtividade e qualidade da fibra de Gossypium hirsutum L. CV. DP 660 sob ação de bioestimulante; Germination, seedling emergence, productivity and fiber quality of Gossypium hirsutum L. cv. DP 660 under action of biostimulants

Martus, Saul de Souza
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
17.771543%
O algodão é a fibra vegetal mais importante para o homem que o utiliza como matéria-prima na fabricação de tecidos, tendo qualidades intrínsecas inigualáveis a outras fibras. Em função disso, a viabilidade da semente tem recebido atenção especial, uma vez que sua qualidade é refletida na cultura subseqüente, em termos de uniformidade, de maior desempenho das plantas e, conseqüentemente, na maior produtividade. O objetivo deste trabalho foi quantificar os efeitos e estabelecer as concentrações adequadas do bioestimulante Stimulate® aplicado via semente e/ou foliar, nas características agronômicas de campo, de laboratório e nas características tecnológicas da pluma do algodoeiro cv DP 660. Avaliou-se também o efeito maternal nas sementes provenientes de plantas-mãe cultivadas sob efeito do mesmo bioestimulante. O experimento de campo foi conduzido na fazenda experimental de propriedade da D&PL Brasil Ltda. em Uberlândia-MG, nos meses de janeiro a julho de 2007. O delineamento utilizado foi o inteiramente casualizado, com cinco tratamentos e quatro repetições, incluindo o controle (1); 15 (2) e; 20 mL kg-1 no tratamento de sementes (3); 15 mL kg-1 no tratamento de sementes e 300 mL ha-1 em pulverização foliar (4); 20 mL kg-1 no tratamento de sementes e 300 mL ha-1 em pulverização foliar (5). Os experimentos de germinação foram conduzidos no Laboratório de Ecofisiologia Vegetal da Universidade Federal de Uberlândia...

Bases morfo-fisiológicas da resistência à seca do amendoim: um contributo

Lauriano, Joaquim Augusto
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
17.771543%
"Sem resumo feito pelo autor"; Em Angola, a "seca" é uma dura realidade com pesados reflexos sociais na agricultura e em todas actividades humanas, exigindo intervenção urgente. A seca limita a produção agrícolo-alimentar pelos seus efeitos nos processos fisiológicos, com destaque para a fotossíntese, via pela qual as plantas, primeiro elo das cadeias agrícolas e ecológicas, obtêm cerca de 95% da biomassa e praticamente 100% da bio-energia. Para além disso, impede a conveniente utilização dos solos, pois mesmo na zonas "húmidas" há a contar com a quadra (ou quadras) do "cacimbo" e com as interrupções (kiangalas) e irregularidades da estação chuvosa. Embora a diversidade de situações seja grande, da floresta densa húmida, quase equatorial, ao deserto, onde quase não chove, as paisagens, as gentes e a hidrologia mostram eloquentemente, através do território, a dureza da "seca". A própria guerra intensificando o êxodo rural para o litoral mais árido tem agravado a seca. Por seu turno a "Global Climate Change" acarretando maior irregularidade pluvial, tem vindo a trazer um contributo também negativo. O mesmo podemos dizer da desertificação pelo homem, por reduzir a capacidade de armazenamento de água do solo e a fertilidade deste...

Expressão da esterilidade feminina e da carpeloidia em mamoeiro sob diferentes ambientes de cultivo protegido

Martelleto,Luiz Aurélio Peres; Ribeiro,Raul de Lucena Duarte; Sudo-Martelleto,Mariluci; Vasconcellos,Marco Antônio da Silva; Pereira,Maurício Ballesteiro
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2011 Português
Relevância na Pesquisa
17.754116%
O presente estudo teve por objetivo avaliar a ocorrência de esterilidade feminina e de carpeloidia em mamoeiros hermafroditas 'Baixinho-de-Santa Amália' cultivados sob manejo orgânico, em diferentes tipos de ambiente de proteção,e conduzido com ou sem bifurcação do tronco no transcorrer das quatro estações do ano. Foram construídos três tipos de estruturas de proteção contíguas: (i) estufa (cobertura de plástico); (ii) estufa sombreada (cobertura adicional de tela 'sombrite' - 30% sobre o plástico), e (iii) telado (cobertura exclusiva de tela 'sombrite' - 30%), ao lado de uma área de ambiente natural, a pleno sol. Nestes locais, foram cultivados, dentro das normas técnicas da agricultura orgânica, mamoeiros da cv. Baixinho-de-Santa-Amália. Em metade das plantas, abrangendo todos os ambientes de cultivo, a gema apical foi incisada, logo após a sexagem, visando à bifurcação do tronco. Para efeito de análise de variância, foram considerados quatro blocos por ambiente de cultivo, tendo cada bloco três repetições relativas ao modo de condução das plantas (com e sem bifurcação do tronco). Para análise estatística, procedeu-se à "análise conjunta de experimentos", no caso, os ambientes de cultivo. Nos mamoeiros com tronco bifurcado...

Tamanho de amostra para experimentos com feijão-de-vagem em diferentes ambientes

Haesbaert,Fernando Machado; Santos,Daniel; Lúcio,Alessandro Dal’Col; Benz,Vilson; Antonello,Bruno Ioppi
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2011 Português
Relevância na Pesquisa
17.89935%
Com o objetivo de estimar o tamanho de amostra para a fitomassa fresca de vagens de feijão-de-vagem, foram realizados cinco experimentos em branco com a cultivar 'Macarrão' no outono/inverno de 2009 e na primavera/verão de 2010, em estufa, túnel e a campo. As unidades básicas (UB) foram duplas de plantas, resultando em 36UB por linha de cultivo, na estufa, e de 42UB no túnel e a campo. Para cada linha de cultivo em cada colheita e agrupamento de colheitas, estimou-se a média, a variância e o coeficiente de variação (CV%). Quando as variâncias das linhas não foram heterogêneas, utilizou-se, para o cálculo do tamanho de amostra, o CV% do experimento, quando foram heterogêneas, utilizou-se o CV% da linha em que este foi maior. Foi possível concluir que a variabilidade produtiva da fitomassa fresca de vagens aumenta em condições meteorológicas adversas e que analisar a produção total possibilita a utilização de menores tamanhos de amostra. Nessa condição, para uma semi-amplitude do intervalo de confiança da média (D%) de 10 no outono/inverno, é necessário amostrar, na linha de cultivo, 28 plantas na estufa, 21 no túnel e 26 no campo. Na primavera/verão, para um D%=10, é necessário amostrar, na linha de cultivo...

Tamanho ótimo de parcela para a cultura do feijão-vagem

Santos,Daniel; Haesbaert,Fernando Machado; Lúcio,Alessandro Dal'Col; Lindolfo,Storck; Cargnelutti Filho,Alberto
Fonte: Universidade Federal do Ceará Publicador: Universidade Federal do Ceará
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2012 Português
Relevância na Pesquisa
17.682168%
Com o objetivo de estimar o tamanho ótimo de parcela e de verificar o comportamento da precisão experimental em diferentes tamanhos de parcela e formas de considerar a produção de feijão-vagem, foram conduzidos os seguintes ensaios em branco: 1) em estufa no outono-inverno; 2) em túnel no outono-inverno; 3) em ambiente não protegido no outono-inverno; 4) em túnel na primavera-verão; e 5) em ambiente não protegido na primavera-verão. Foi mensurada a fitomassa fresca de vagens por duplas de plantas. Para as parcelas de diferentes tamanhos (X) foi estimada a variância e a sua relação com X. O tamanho ótimo de parcela foi estimado pelo método da máxima curvatura modificada, e as diferenças mínimas significativas entre médias, foram estimadas pelo método de Hatheway. Analisar a fitomassa fresca de vagens total reduz a variabilidade em experimentos com feijão-vagem e o tamanho ótimo da parcela recomendado para esta cultura é de 16 plantas para experimentos em estufa e de 12 plantas para experimentos em túneis e experimentos em ambientes não protegidos.

Growth substrates and fig nursery tree production; Substratos de crescimento e produção de mudas de figo

Şirin, Uğur; Ertan, Engin; Ertan, Birgül
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz Publicador: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2010 Português
Relevância na Pesquisa
17.887766%
O ataque de pragas e de doenças e o esgotamento do solo sempre foram grandes problemas na produçào de mudas de figo (Ficus carica L) em estufa, especialmente quando são empregados métodos tradicionais que usam solo como substrato. Por isso o uso de substratos sem solo poderia ser alternativa favorável para obtenção de mudas saudáveis de alta qualidade. Não há informação sobre o uso de substratos e seu efeito sobre a produção de mudas em estufa. No presente estudo procurou-se definir um substrato adequado para obtenção de mudas de figo e examinar os efeitos de substratos sobre características morfológicas e bioquímicas de mudas desenvolvidas em estufa tipo túnel alto. Ramas dos cultivares de figo cv. "Sarilop" (Calimyrna) foram utilizadas em três meios de cultura: perlite (100%), turfa (50%) + perlite (50%), e pó de serra fino (100%) tendo o solo como testemunha. O experimento foi desenvolvido em calhas e se estendeu desde o plantio das ramas até o ponto "uproot", por oito meses, não tendo as mudas sido transplantadas para outro meio durante a fase experimental. Para observar o efeito dos substratos sobre as plantas, algumas características morfológicas e bioquímicas foram avaliadas. O uso de turfa + perlite e de perlite como substrato em estufa tipo túnel alto aumentou o crescimento das plantas e melhorou sua qualidade.; Pest attack...

Utilização de sistemas de aquecimento por ar e por água quente em estufas localizadas em zonas mediterrânicas

Afonso,J.; Baptista,F.; Cruz,V. Fitas da; Garcia,J.L.
Fonte: Sociedade de Ciências Agrárias de Portugal Publicador: Sociedade de Ciências Agrárias de Portugal
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2007 Português
Relevância na Pesquisa
17.854558%
Um dos principais objectivos da produção em estufa é a obtenção de plantas, em quantidade e qualidade, que de outro modo não seria possível devido às condições adversas do meio exterior. No entanto, de modo a obter no interior da estufa as condições de temperatura e humidade adequadas é normalmente necessário recorrer a técnicas de condicionamento ambiental, como sejam, a ventilação e o aquecimento. Neste trabalho pretendeu-se estudar a influência de diferentes sistemas de aquecimento, por ar quente e por água quente, nas condições de ambiência no interior de uma estufa localizada numa zona Mediterrânica continental. Além disso, pretendeuse também comparar o efeito destes sistemas de aquecimento na ocorrência de condensação. Este é um aspecto de grande importância já que a condensação pode ser um factor favorável à proliferação de determinadas doenças criptogâmicas, responsáveis por avultadas perdas de produção. O trabalho experimental foi realizado numa estufa localizada em Madrid na Escola Técnica Superior de Engenheiros Agrónomos. A estufa era multitúnel tendo o tecto a forma elipsoidal. A área da estufa era 132 m ² e o material de cobertura metacrilato com 3 mm de espessura. O sistema de ventilação consistia em aberturas contínuas laterais e zenitais. Esta estufa estava equipada com dois sistemas de aquecimento...