Página 15 dos resultados de 12165 itens digitais encontrados em 0.006 segundos

Propriedades nutricionais e medicinais de frutos e pedúnculos de Prunus avium L. (Cerejeira)

Bastos, Claudete António André
Fonte: Instituto Politécnico de Bragança Publicador: Instituto Politécnico de Bragança
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
26.804243%
Prunus avium L. (cereja doce) é um dos frutos de clima temperado mais popular, sendo altamente apreciado pelos consumidores e extensamente estudado pela comunidade científica. Ao contrário dos frutos que têm sido amplamente estudados, nada se sabe sobre a composição química e propriedades bioativas dos pedúnculos de P. avium, apesar do uso na medicina tradicional de infusões e decocções preparadas a partir dessas partes. Portanto, o objetivo deste estudo foi caracterizar frutos e pedúnculos de cereja doce quanto à sua composição nutricional, fitoquímicos individuais e propriedades bioativas. Foram estabelecidos os perfis cromatográficos em açúcares, ácidos orgânicos, ácidos gordos, tocoferóis e compostos fenólicos. Todas as preparações (extratos metanol/água 80:20 v/v, infusões e decocções) obtidas utilizando pedúnculos revelaram maior potencial antioxidante do que o extrato metanol/água obtido a partir dos frutos, o que certamente está relacionado com a maior concentração de compostos fenólicos (ácidos fenólicos e flavonoides) encontrada nos pedúnculos, em comparação com os frutos. O extrato metanol/água obtido a partir dos frutos foi o único a revelar potencial antitumoral, com especificidade para a linha celular humana HCT-15 (carcinoma do cólon) (GI50~74 g/mL). Este resultado pode estar relacionado com a presença de antocianinas...

Padrões geográficos das síndromes de dispersão e características dos frutos de espécies arbustivo-arbóreas em comunidades vegetais da Mata Atlântica; Geographic patterns of the fruit traits from Atlantic forest: environmental and ecological relationships of the dispersal modes

Campassi, Flavia
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 02/08/2006 Português
Relevância na Pesquisa
26.804243%
Frutos com sementes que são dispersas por vertebrados são muito freqüentes em florestas tropicais. Porém há uma grande variação na proporção de frutos zoocóricos quando se comparam diferentes comunidades. A Mata Atlântica deve possuir entre suas espécies, semelhante proporção de dispersão biótica com outras comunidades de floresta tropical mas deve apresentar diferenças entre as comunidades que a compõe caso sejam consideradas suas diferenças vegetacionais. No primeiro capítulo desta dissertação as síndromes de dispersão de sementes de espécies arbustivo-arbóreas foram quantificadas de forma geral para o domínio da Mata Atlântica e suas comunidades foram comparadas entre os três tipos de vegetações florestais que a compõe. As florestas ombrófila, estacional semidecidual e estacional decidual também foram comparadas quanto a variáveis relacionadas aos frutos zoocóricos como o tipo de dispersor (aves, mamíferos ou misto), tamanho do diásporo (diâmetro e comprimento) e cor do fruto. Para isso foram compiladas informações para mais de 2000 espécies de plantas, pertencentes a 188 comunidades no domínio da Mata Atlântica. As florestas que compões seu domínio diferem entre si. As comunidades da floresta ombrófila...

Produtividade e qualidade de híbridos de tomate (Solanum lycopersicum L.) dos segmentos Santa Cruz e Italiano em função do raleio de frutos, em ambiente protegido; Yield and qualitative characterization of tomato (Solanum lycopersicum L.) hybrids of Santa Cruz and Italian types in function of fruit thinning under greenhouse environmental conditions

Shirahige, Fernando Hoshino
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 21/07/2009 Português
Relevância na Pesquisa
26.804243%
Os objetivos do trabalho foram determinar o efeito do raleio de frutos sobre o rendimento e seus componentes e caracterizar qualitativamente os frutos de híbridos de tomate dos segmentos Santa Cruz e Italiano de crescimento indeterminado, cultivados em ambiente protegido, visando ao consumo in natura. Utilizaram-se 12 cultivares de tomate de mesa, sendo seis híbridos experimentais e seis testemunhas comerciais. Usou-se delineamento em blocos completos ao acaso, com parcelas divididas, com 12 tratamentos e três repetições. As parcelas foram representadas pelas cultivares e as subparcelas pelo efeito de raleio, avaliando-se plantas com e sem raleio de frutos. Avaliaram-se a produção total (PT), comercial (PC) e de frutos nãocomercializáveis (PR), massa média do fruto (MM), número de frutos por planta (FP), número de frutos por inflorescência (FI), número de lóculos por fruto (LC), comprimento (CM), largura (LR) e relação entre comprimento e largura do fruto (CM/LR), tamanho da cicatriz peduncular (CP) e espessura da parede do fruto (EP). Para as análises qualitativas dos frutos, foram avaliados o teor de sólidos solúveis (SS), acidez titulável (AT), teor de ácido ascórbico (AA), pH, relação entre SS e AT (SS/AT) e teor de licopeno (LI). Nas condições em que o presente trabalho foi realizado e baseado nos resultados obtidos...

Manejo de Euterpe edulis Mart. para produção de polpa de fruta: subsídios à conservação da biodiversidade e fortalecimento comunitário; Management of Euterpe edulis Mart. for fruit pulp production: subsidies to biodiversity conservation and community empowerment

Souza, Saulo Eduardo Xavier Franco de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 03/12/2014 Português
Relevância na Pesquisa
26.804243%
A juçara (Euterpe edulis Mart.) é uma palmeira importante ecologicamente e considerada fonte de produtos valiosos culturalmente e economicamente. Há mais de duas décadas tem sido considerada ameaçada de extinção pelo corte de palmito, e atualmente surge uma nova oportunidade para reduzir sua vulnerabilidade por meio da valorização de seus frutos. Nesta pesquisa investigamos se o manejo de juçara para produção de polpa de frutos pode funcionar como catalisador da conservação da biodiversidade e da melhoria dos meios de vida das populações humanas locais. Algumas questões foram elaboradas e organizadas em quatro eixos convergentes a questão central: (I) Quais os principais aspectos socioeconômicos e práticas de manejo de E. edulis para produção de polpa nas áreas de estudo? Qual o potencial da atividade para o fortalecimento local e conservação da espécie? (II) Como varia a composição e a estrutura florestal ao longo de gradientes de manejo e altitude? Quais as espécies vegetais nativas mais valorizadas por estas comunidades locais? (III) Como a produção e a colheita de frutos variam através de diferentes sistemas de manejo ao longo dos anos? Quais os principais fatores que explicam essa variação? (IV) De que maneira o manejo de frutos de juçara afeta sua dinâmica populacional? Qual a taxa máxima sustentável de remoção de frutos? Quais as estratégias de manejo sustentável recomendada para diferentes condições? Para isso...

BIORREGULADORES NA MORFOLOGIA E NA PRODUTIVIDADE DE FRUTOS DE TOMATEIRO CULTIVAR ÂNGELA GIGANTE

MARTINS, MARIA BERNARDETE GONÇALVES; CAMARGO E CASTRO, PAULO ROBERTO DE
Fonte: Instituto Agronômico de Campinas Publicador: Instituto Agronômico de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 237-248
Português
Relevância na Pesquisa
26.804243%
O presente trabalho teve como finalidade observar aspectos morfológicos dos frutos de tomateiro, Lycopersicon esculentum Mill. cv. Ângela Gigante, submetidos à ação de biorreguladores, com ou sem adubação adicional, e determinar as possíveis alterações na produtividade. Foram desenvolvidos, em casa de vegetação, em épocas distintas, dois ensaios. As mudas foram selecionadas e transplantadas para vasos com capacidade de 12 L de terra, contendo uma mistura de solo argiloso, areia, matéria orgânica e uma adubação mineral complementar de N, P, K. No segundo ensaio, após o transplante das mudas, além da adubação mineral complementar de N, P, K, efetuaram-se adubações adicionais (fertirrigação). em ambos os ensaios, quando as plantas atingiram quatro folhas definitivas, realizaram-se as pulverizações com GA3 50 mg/L; NAA 100 mg/L; CCC 1.500 mg/L e SADH 3.000 mg/L. Realizaram-se, nos dois ensaios, quatro coletas de frutos maduros por planta. de modo geral, para o primeiro, o tratamento com CCC mostrou tendência em aumentar o número e a massa total de frutos por planta em relação à testemunha e aos demais tratamentos, enquanto o tratamento com NAA obteve efeito contrário. O ensaio com fertirrigação adicional não provocou alterações significativas na produção de frutos; no entanto...

Estágios de colheita e repouso pós-colheita dos frutos na qualidade de sementes de mamoneira

Silva, Líbia Belisário da
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: viii, 56 f. : il. color., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
26.804243%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Pós-graduação em Agronomia (Agricultura) - FCA; O presente trabalho teve como objetivo avaliar o efeito dos estágios de colheita e do repouso pós-colheita dos frutos na qualidade de sementes de mamoneira (Ricinus communis L.) cultivar AL Guarany 2002. Foram avaliadas 9 épocas de colheita dos racemos, dos 30 até 142 dias após a antese (DAA), em intervalos de 14 dias e quatro condições de repouso: sem e com repouso de sete dias de sementes extraídas (nuas), de frutos e de frutos presos ao racemo. Foram avaliados a massa fresca dos frutos, as dimensões e a cor de frutos e sementes; o teor de água, matéria seca, germinação e vigor das sementes (primeira contagem de germinação, porcentagem de plântulas vigorosas, emergência de plântulas em areia, índice de velocidade de emergência e condutividade elétrica). O estágio de colheita e o repouso póscolheita afetaram a qualidade das sementes de mamoneira. Sementes com máxima qualidade fisiológica e matéria seca foram obtidas de frutos colhidos aos 86 DAA. A colheita pode ser realizada até os 128 DAA sem redução da germinação, mas com prejuízos devido à queda dos frutos, dispersão das sementes aos 100 DAA e reduções do vigor. O repouso das sementes nuas permitiu a antecipação da colheita para 72 DAA sem prejuízos à germinação e matéria seca...

Determinação de compostos bioativos e avaliação da atividade antioxidante das diferentes frações dos frutos de juçara (Euterpe edulis Mart.) cultivados no Estado de Santa Catarina

Borges, Graciele da Silva Campelo
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 165 p.| il., grafs., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
26.804243%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Ciência dos Alimentos, Florianópolis, 2013.; A juçara ou "jussara" é um fruto arredondado de coloração violáceo-púrpuro, oriundos daspalmeiras (Euterpe edulisM.) a espécie é encontrada na Mata Atlântica, desde o sul da Bahia até o Norte do Rio Grande do Sul. No Estado de Santa Catarina, a palmeira Euterpe edulisM. é popularmente conhecida como palmiteiro juçara jiçara, ou ripa. este caracteriza-se por produzir um palmito de excelente qualidade e com alto valor econômico. Entretanto,nos últimos anos a exploração inadequada daespécie vem causousua extinção.A exploração dos frutos de juçara e a comercialização como bebida, polpa ou ainda frutos tornou-seuma forma de conciliar proteção ambientalda espécie com valorização econômica. O presente trabalho teve como propósito avaliar os compostos bioativos presentes emfrutos de juçara(Euterpe edulisMart.)utilizando métodos rápidos de preparo de amostra e separação de compostos como acromatografia líquida de ultra eficiência eavaliar a atividade antioxidante dos frutos in vivoe in vitrocorrelacionandocom seus compostos bioativos, além de avaliar a influência do estágio de maturação dos frutos cultivados em regiões distintas...

Estudo da fisiologia pós-colheita de frutos da Palmeira Gerivá (Syagrus romanzoffiana (Cham.) Glassman.)

Pinheiro, Gabriel Fornazari Pires
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 55 f.
Português
Relevância na Pesquisa
26.804243%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Ciências Agrárias. Curso de Agronomia.; O jerivá (Syagrus romanzoffiana (Cham.) Glassman) é uma palmeira nativa do Brasil, abundante na paisagem do meio rural e amplamente utilizada no paisagismo urbano. Possui frutos comestíveis com polpa carnosa e doce, bastante produtiva e alimento tradicional da dieta guarani, consumido também em forma de bebida. Apesar deste contexto existem poucos estudos sobre a espécie. Esta pesquisa tem como objetivo investigar o potencial dos processos de maturação e a respiração pós-colheita dos frutos da palmeira jerivá. Para tanto o trabalho está dividido em três partes. Na primeira os frutos colhidos foram classificados em cinco níveis de cor do epicarpo e armazenados em ambiente climatizado até a completa mudança de cor. Na segunda, os frutos classificados em cinco níveis de cor passaram por leituras diárias em analisador de gases infravermelho (IRGA) durante cinco dias. Na terceira parte o processo de colheita gradual dos frutos em cachos na pós-colheita foi avaliado. As características físicas como massa dos frutos, massa da polpa, matéria seca e características químicas como SST, ATT, e Vit.C foram avaliadas na primeira e terceira partes do trabalho. Os frutos climatizados apresentaram mudança de cor do epicarpo...

Ecologia populacional e extrativismo de frutos de Caryocar brasiliense Camb. no cerrado no norte de Minas Gerais

Oliveira, Washington Luis de
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
26.804243%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Departamento de Ecologia, Programa de Pós-Graduação em Ecologia, 2009.; Apesar do grande interesse no uso de produtos florestais não madeireiros (PFNM), os efeitos do extrativismo sobre as espécies exploradas são pouco conhecidos. Informações sobre aspectos ecológicos, sociais e econômicos dos PFNM, são essenciais para determinar o potencial para o extrativismo sustentável, que seja rentável, a partir de um sistema manejado. O estudo teve como objetivo caracterizar a ecologia populacional e aspectos etnobotânicos do pequi (Caryocar brasiliense Camb.), uma árvore com ampla distribuição pelo bioma Cerrado, com frutos que constituem um importante recurso alimentar para comunidades rurais. A demografia de uma população de C. brasiliense foi estudada no Cerrado sentido restrito, em uma área conhecida localmente como Chapada do Areião, onde ocorre o extrativismo de frutos para produção de óleo. A atividade extrativista e a cadeia produtiva dos frutos de pequi foram caracterizadas na Comunidade Água Boa 2, no Município de Rio Pardo de Minas, Região Norte de Minas Gerais. As taxas de recrutamento, crescimento e sobrevivência dos indivíduos...

Amostragem aleatória de ramos como técnica para quantificar a produção de frutos Caryocar brasiliense camp. (caryocaraceae); Randomized branch sampling as a method for quantify the production of fruits of caryocar brasiliense camb. (caryocaraceae)

Borges, Lívia Marques
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
26.804243%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Tecnologia, Departamento de Engenharia Florestal, 2009.; O pequi é uma espécie típica do bioma Cerrado, cujo fruto é um importante produto florestal não madeireiro - PFNM. No entanto, o extrativismo dos frutos é feito, em geral, sem planos de manejo ou informações precisas sobre a produção. Este estudo foi realizado em uma área de cerrado sensu stricto, localizada na Reserva Ecológica e Experimental da Universidade de Brasília, Distrito Federal, com o objetivo de verificar a eficiência da amostragem aleatória de ramos para quantificar a produção de frutos de Caryocar brasiliense Camb. (pequi), visando o manejo sustentável da espécie. Para este estudo, a área selecionada foi inventariada, sendo amostradas 10 parcelas de 20x50 m distribuídas aleatoriamente no local. Em cada parcela, foram identificados botanicamente todos os indivíduos lenhosos arbóreo-arbustivos com Db (diâmetro da base tomado a 30 centímetros do solo) igual ou superior a 5 cm. O inventário permitiu conhecer a composição florística e a estrutura da vegetação onde foram selecionados indivíduos de pequi para aplicação da amostragem aleatória de ramos. Após o inventário...

Desempenho agronômico e reação à virose do endurecimento dos frutos de progênies de maracujazeiro-azedo no Distrito Federal

Mello, Rodrigo Marques de
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
26.804243%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, 2009.; A cultura do maracujá é uma das mais importantes dentre as fruteiras cultivadas no Brasil, apesar de apresentar sérios problemas fitossanitários. O presente trabalho teve como objetivo avaliar a produtividade e a reação de genótipos de maracujazeiro-azedo à virose do endurecimento dos frutos, causada pelo Cowpea aphid-borne mosaic vírus (CABMV), no Distrito Federal. Os experimentos foram realizados na Fazenda Água Lima, para a avaliação da produtividade e reação a virose causada pelo CABMV, e na Estação Experimental da Biologia, para a avaliação das progênies, em casa de vegetação, quanto à incidência e severidade ao CABMV em mudas. O experimento conduzido na Fazenda Água Limpa teve o seguinte delineamento experimental: blocos casualizados, com 14 tratamentos (os genótipos) e quatro repetições, sendo a parcela útil constituída por oito plantas. Os genótipos estudados foram: PCF2, EC-RAM, AR01, AR02, MAR20#36, MAR20#46, AP1, FP01, FB200, RC3, GA2, MAR20#03, MAR20#23 e MAR20#09. Realizaram-se 50 colheitas em que foram determinados os seguintes parâmetros: produtividade (kg/ha), massa média dos frutos (g); classificação dos frutos em cinco classes (primeira...

Modelagem e simulação do processo de secagem dos frutos de aroeira-vermelha (Schinus terebinthifolius Raddi); Modeling and simulation of the drying process of Brazilian pepper tree fruits (Schinus terebinthifolius Raddi)

Bruno Guzzo da Silva
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/05/2013 Português
Relevância na Pesquisa
26.825723%
A pimenta-rosa, produzida a partir dos frutos da aroeira-vermelha (Schinus terebinthifolius Raddi), é um dos mais sofisticados condimentos da culinária internacional e que vem apresentando um aumento na sua demanda. No entanto, na literatura encontram-se poucos estudos sobre o seu processamento, em que a secagem é uma etapa indispensável e que ainda é realizada de forma empírica. Nas empresas beneficiadoras, a etapa de secagem tem por finalidade aumentar a vida de prateleira do produto, além de agregar valor aos frutos da aroeira-vermelha. Neste contexto, este trabalho teve por objetivo realizar investigações no processo de secagem de frutos de aroeira-vermelha, focando principalmente no estudo de modelos matemáticos para a simulação do processo. As amostras de frutos de aroeira-vermelha, utilizadas nos ensaios de caracterização e secagem, foram classificadas manualmente e reumidificadas artificialmente. Para a caracterização do sistema particulado, os seguintes parâmetros foram determinados: teor de umidade em base seca; diâmetro médio e massa específica aparente dos frutos; e massa específica e porosidade do leito de frutos. Também foram determinadas, através do método estático, as isotermas de dessorção de umidade dos frutos em temperaturas de 30...

Predição de "bitter pit" em maçãs 'gala' Por meio da infiltração dos frutos com magnésio

Amarante,Cassandro Vidal Talamini do; Ernani,Paulo Roberto; Steffens,Cristiano André
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2009 Português
Relevância na Pesquisa
26.825723%
O "bitter pit" é considerado um dos principais distúrbios fisiológicos pós-colheita que ocorrem em maçãs. A análise nutricional dos frutos (concentrações de Ca, Mg, K e N), normalmente utilizada na avaliação do risco de ocorrência de "bitter pit", apresenta custo elevado e tem-se mostrado pouco eficiente para este fim. Isto tem estimulado o desenvolvimento de métodos alternativos para a predição em pré-colheita do risco de ocorrência pós-colheita de "bitter pit". Este trabalho foi conduzido com o objetivo de avaliar a viabilidade de utilização do método de infiltração de maçãs 'Gala'com magnésio (Mg), na predição do risco de ocorrência de "bitter pit" durante o armazenamento refrigerado. Em adição a isto, os valores de Ca na casca e na polpa (mg kg-1 de peso fresco), relacionados aos diferentes níveis de severidade e incidência de "bitter pit", em frutos infiltrados com Mg ou armazenados em câmara fria, foram representados graficamente, com o objetivo de predizer o risco de "bitter pit" com base nas concentrações de Ca. Os frutos foram colhidos em pomar com histórico de elevada incidência de "bitter pit", em Lages (SC), na safra 2003/2004, de 20 plantas previamente marcadas aleatoriamente. Os frutos utilizados para a infiltração (30 frutos por planta) foram colhidos 20 dias antes da maturação comercial...

Identificação pré-colheita do risco de ocorrência de "bitter pit" em maçãs 'gala' por meio de infiltração com magnésio e análise dos teores de cálcio e nitrogênio nos frutos

Amarante,Cassandro Vidal Talamini do; Steffens,Cristiano André; Ernani,Paulo Roberto
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2010 Português
Relevância na Pesquisa
26.825723%
O "bitter pit" é um distúrbio fisiológico pós-colheita em maçãs, ocasionado pela deficiência de Ca e agravado pela presença de elevados níveis de Mg, N e K nos frutos. O objetivo deste trabalho foi avaliar a viabilidade prática da infiltração de maçãs 'Gala' com Mg, visando a avaliar, em pré-colheita, o risco de ocorrência de "bitter pit" durante o armazenamento refrigerado, bem como a identificar os atributos minerais do fruto associados à ocorrência do distúrbio. Em 50 talhões de pomares localizados no município de Fraiburgo-SC, foram coletadas amostras de 25 frutos / talhão, cerca de 20 dias antes do início da colheita comercial, sendo os mesmos infiltrados a vácuo com Mg e avaliados quanto à incidência (%) e severidade (manchas / fruto) de "bitter pit". Nos mesmos talhões, na maturação comercial, foram coletadas amostras de 120 frutos / talhão, sendo que 100 frutos foram armazenados em câmara fria convencional durante quatro meses (0 ± 0,5ºC e 90-95% UR), e 20 frutos foram utilizados para a análise mineral (teores de Ca, Mg, K e N). Cinco dias após a remoção da câmara fria, os frutos foram avaliados quanto à incidência (%) e severidade (manchas / fruto) de "bitter pit". Houve correlação linear altamente significativa (r² = 0...

Florescimento e frutificação em laranjeiras 'valência' com diferentes cargas de frutos e submetidas ou não à irrigação

Prado,Ana Karina de Souza; Machado,Eduardo Caruso; Medina,Camilo Lázaro; Machado,Daniela Fávero São Pedro; Mazzafera,Paulo
Fonte: Instituto Agronômico de Campinas Publicador: Instituto Agronômico de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2007 Português
Relevância na Pesquisa
26.825723%
O objetivo do presente estudo foi avaliar como a quantidade de frutos (carga pendente) em laranjeira 'Valência' em um ano afeta o teor de carboidratos em folhas, o crescimento vegetativo, o florescimento, a frutificação e a produção de frutos na safra do ano seguinte, em plantas submetidas ou não à irrigação. O experimento foi desenvolvido em duas fases. Na primeira fase do experimento, em metade das laranjeiras irrigadas e não irrigadas foram retirados todos os frutos. O experimento foi realizado em um delineamento fatorial 2 x 2 com seis repetições. Analisaram os resultados por meio de análise de variância e as médias foram comparadas pelo teste Tukey a 5%. A presença de frutos afetou o crescimento vegetativo e a intensidade de florescimento. Na segunda fase de experimento, as mesmas laranjeiras em que se retiraram os frutos tiveram maior produção. Em laranjeiras com maior produção de frutos, observou-se menor intensidade de florescimento, demonstrando que foi parcialmente inibido por eles. Nos resultados não houve evidências de que o teor de carboidratos tivesse limitado o florescimento. Não houve evidências também que a menor intensidade de florescimento foi devida à competição por carboidratos com os frutos. As baixas temperaturas do inverno foram suficientes para induzir o florescimento nas plantas irrigadas. Porém...

Impacto do processamento sobre as características físico-químicas, reológicas e funcionais de frutos da gabirobeira (Campomanesia xanthocarpa Berg)

Santos, Marli da Silva
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Teses e Dissertações Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
26.825723%
Resumo: A gabirobeira (Campomanesia xanthocarpa Berg) e uma planta nativa da familia Myrtaceae. O presente trabalho teve como objetivo avaliar o potencial tecnologico do fruto, por meio de producao de polpa congelada, extracao de suco, elaboracao de doce em massa, extracao de pectina a partir da polpa e oleo a partir da semente. Os frutos, provenientes de populacoes de plantas nativas, de cinco omunidades do Distrito de Itaiacoca, proximo ao municipio de Ponta Grossa (PR), foram colhidos manualmente e de forma aleatoria, em diversas posicoes e orientacoes das plantas, em media tres quilos de frutos por planta, em tres diferentes estadios de maturacao, adotando-se o criterio de cor predominante da casca. Os tres estadios de maturacao foram assim caracterizados: estadio de maturacao verde (FV), estadio iniciando a pigmentacao, meio-maduro (FIP) e maduro considerado adequado para consumo com a coloracao predominante da casca amarela/laranjada (FAL). As caracteristicas fisicas e quimicas da gabiroba foram avaliadas nos tres estadios de maturacao quantos aos parametros. pH, solidos soluveis totais (SS), acidez total titulavel (AT), croma, a*, b*, L*, angulo Hue ( ‹h) , relacao SS/AT, acucares totais e porcentual de polpa (%). Foram realizadas analises estatisticas multivariadas de agrupamento...

Características de frutos do meloeiro variando número e posição de frutos na planta

Queiroga,Roberto Cleiton F de; Puiatti,Mário; Fontes,Paulo Cezar R; Cecon,Paulo Roberto
Fonte: Associação Brasileira de Horticultura Publicador: Associação Brasileira de Horticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2009 Português
Relevância na Pesquisa
26.825723%
O trabalho foi conduzido em ambiente protegido, em área experimental da Universidade Federal de Viçosa, de 26/09/05 a 24/01/06, onde se objetivou avaliar a produtividade e a qualidade de frutos do meloeiro, variando número e posição de frutos na planta. Os tratamentos constaram de número de frutos por planta (1 e 2) e posição de fixação de frutos na planta (entre 5(0) e 8(0) nós e 15(0) e 18(0) nós). O delineamento experimental utilizado foi de blocos ao acaso no esquema fatorial 2 x 2, com 5 repetições. Utilizou-se a 'Coronado F1', variedade reticulatus do grupo Cantaloupe, cultivada em vasos plásticos de 11,5 dm³ preenchidos com fibra de coco comercial. Plantas com um fruto apresentaram maior duração do período de colheita, área foliar (AF) (5(0) - 8(0) nó), massa média de frutos (MMF), reticulação da casca (RC), espessura da polpa (EP), comprimento (CF) e diâmetro de frutos (DF), sólidos solúveis totais (SST), açúcares solúveis totais (AST), açúcares não redutores (ANR) e menor produtividade comercial (PCF). A condução com frutos fixados entre os 15(0) e 18(0) nós, comparado a frutos fixados entre os 5(0) e 8(0) nós, proporcionou maior número de dias para iniciar e terminar a colheita, AF, MMF...

Composição dos óleos essenciais de variedades de coloração de frutos de Eugenia brasiliensis Lam.; Essential oil composition of fruit colour varieties of Eugenia brasiliensis Lam.

Moreno, Paulo Roberto H.; Lima, Marcos Enoque Leite; Sobral, Marcos; Young, Maria Cláudia Marx; Cordeiro, Inês; Apel, Miriam Anders; Limberger, Renata Pereira; Henriques, Amélia Teresinha
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz Publicador: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/08/2007 Português
Relevância na Pesquisa
26.825723%
Eugenia brasiliensis Lam. is a variable species concerning fruit colour, with three recognized varieties. However, the definition of varieties is not easy for Myrtaceae species and not widely accepted. Two fruit colour varieties (purple and yellow) of E. brasiliensis had their essential oil composition analysed in order to give support to the existence of varieties for this species. Although, the major components in the leaf oil are the same monoterpenes for both varieties, alpha-pinene, beta-pinene and 1,8-cineol, the purple fruit variety accumulates more oxygenated sesquiterpenes (33.9%) than the one with yellow fruits (3.8%). The major differences occurred in purple fruits that present as major components caryophyllene oxide (22.2%) and alpha-cadinol (10.4%), not found in the leaf oil, and the yellow fruit oil presented a similar composition as observed for the leaves. These fruit colour varieties of E. brasilensis can be considered as two distinct chemotypes, since the sesquiterpene pathway is more operant in the purple variety than in the yellow one, in which monoterpenes are mainly accumulated.; A espécie Eugenia brasiliensis Lam. apresenta a coloração dos frutos variável, sendo reconhecidas três variedades. Entretanto, a definição de variedades não é fácil para espécies de Myrtaceae e também não é amplamente aceita. Duas variedades de Eugenia brasiliensis...

Comportamiento mecánico de frutos de papaya bajo compresión axial

Vázquez García,Enrique; Mata Vázquez,Horacio; Ariza Flores,Rafael; Santamaría Basulto,Felipe; Alia Tejacal,Irán
Fonte: Instituto Nacional de Investigaciones Forestales, Agrícolas y Pecuarias Publicador: Instituto Nacional de Investigaciones Forestales, Agrícolas y Pecuarias
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2013 Português
Relevância na Pesquisa
26.825723%
Los frutos de papaya (Caricapapaya L.) son muy susceptibles a los daños mecánicos, lo que repercute en fuertes pérdidas en poscosecha. El objetivo del presente trabajo fue evaluar el comportamiento mecánico de frutos de papaya en poscosecha, para lo cual se realizaron dos experimentos en el Campo Experimental Las Huastecas, INIFAP durante los años 2011 y 2012. Las variables evaluadas fueron la fuerza y la deformación requeridas por los frutos para alcanzar el límite elástico, el punto de biocedencia y el punto de ruptura. La compresión se realizó con un Instron Universal 4460. En el primer experimento se evaluaron frutos en madurez de consumo tratados en pre-cosecha con cinco combinaciones de fertilización; los tratamiento N-P-K-Cu-Zn, N-P-K-Ca-Zn, N-P-K y N-P-K-Fe-Zn registraron mayor resistencia a la fuerza de compresión y resultaron diferentes al tratamiento N-P-K-Mn-Zn (Tukey, p≤ 0.05). En el segundo experimento se evaluaron tres cultivares en dos estados de madurez; los frutos en madurez fisiológica fueron más resistentes para alcanzar el límite elástico (414 N), con relación a los frutos en madurez de consumo (67 N), con diferencias estadísticas (Tukey, p≤ 0.05). Los frutos del híbrido PK 02 requirieron mayor fuerza para alcanzar el límite elástico (298 N)...

Caracterização biométrica de frutos e sementes de baru (Dipteryx alata Vog.) na região leste de Mato Grosso, Brasil

Zuffo,Alan M.; Andrade,Fabrício R.; Zuffo Júnior,Joacir M.
Fonte: Sociedade de Ciências Agrárias de Portugal Publicador: Sociedade de Ciências Agrárias de Portugal
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2014 Português
Relevância na Pesquisa
26.825723%
Os objetivos do estudo consistiram em caracterizar biometricamente os frutos e sementes de baru e correlacionar com parâmetros dos frutos e sementes de baru, a fim de obter informações sobre a variação das características biométricas em dois anos consecutivos. Analisaram-se 100 frutos frescos e 100 sementes de baru, provenientes de 10 árvores de baruzeiro, da região leste de Mato Grosso, quanto ao comprimento longitudinal, largura, espessura, peso fresco do fruto e da semente, volume do fruto, índice de volume das sementes. As características biométricas foram analisadas mediante distribuição de frequência, calculando-se o coeficiente de correlação de Spearman (rS) e o nível de significância através do teste t. Os frutos apresentaram três classes para os parâmetros avaliados, apresentando variações entre as classes e os anos. Para o peso fresco do fruto, verificou-se que 32% dos frutos pesavam entre 33,6 e 37,9 g, no ano de 2012, e que 36% dos frutos pesavam entre 25,1 a 29,4 g, no ano 2013. Os frutos e sementes de baru apresentaram grandes variações biométricas, principalmente em relação ao volume e peso fresco dos frutos; e do peso fresco e índice do volume das sementes. Houve diferenças significativas entre os anos...