Página 2 dos resultados de 7591 itens digitais encontrados em 0.007 segundos

A influência da Fisioterapia na prevenção da queda do idoso

Mesquita, Eva de Matos
Fonte: [s.n.] Publicador: [s.n.]
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em //2011 Português
Relevância na Pesquisa
36.9%
Trabalho apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Licenciada em Fisioterapia.; Objectivo: Determinar a influência da Fisioterapia na prevenção da queda do idoso. Metodologia: Pesquisa computorizada nas bases de dados Pubmed/Medline, B-on, para identificar estudos randomizados controlados que avaliassem várias intervenções da fisioterapia na prevenção da queda do idoso. Resultados: Nesta revisão foram incluídos 12 artigos envolvendo 863 pacientes, com classificação 6,75 metodológica na escala de PEDro. Os estudos que foram incluídos nesta revisão, 3 relataram a intervenção da fisioterapia no equilíbrio; 3 avaliaram o efeito da fisioterapia quando integrando a flexibilidade num programa de exercícios para prevenção da queda; 3 avaliaram a influência da fisioterapia quando incluindo a dupla tarefa na prevenção da queda do idoso e 3 estudaram como a fisioterapia deve utilizar o exercício físico na prevenção da queda do idoso. Conclusões: A fisioterapia parece ter um papel importante na prevenção da queda do idoso utilizando programas de exercícios que incluem o treino de equilíbrio, a flexibilidade, a dupla tarefa e o exercício físico. Assim, o recurso à dupla tarefa no idoso é inovador...

Análise das atitudes dos enfermeiros face ao idoso, com vista à tomada de decisão: o caso do distrito de Bragança

Rodrigues, Sandra Fátima Gomes Barreira
Fonte: Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior de Tecnologia e Gestão Publicador: Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior de Tecnologia e Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
36.9%
Em Portugal, à semelhança das sociedades desenvolvidas, verifica-se um envelhecimento crescente da população, prevendo-se um acréscimo considerável de pessoas com idade superior a 65 anos. Envelhecer implica para a maioria dos idosos perdas importantes, e consequentemente mais intervenções especializadas de cuidados de saúde. Compreender o envelhecimento como um processo dinâmico, conduz a uma mudança de atitude em relação ao idoso e permite ao enfermeiro assumir um papel inovador e relevante no cuidar. A temática das atitudes é importante, pois dá conta da relação directa dos comportamentos adoptados pelos enfermeiros para com as pessoas idosas. As atitudes são entendidas como disposições favoráveis ou desfavoráveis face a objectos, pessoas ou acontecimentos, salientando ainda que as atitudes face ao trabalho ou à organização têm efeitos na prestação de serviços, na qualidade de vida e influencia a concretização dos objectivos pessoais e empresariais. Ao pretender analisar as atitudes dos enfermeiros que exercem funções no distrito de Bragança face ao idoso, objectivo da presente investigação, realizou-se um estudo de observação, analítico, transversal e do tipo quantitativo tendo-se aplicado um inquérito por questionário utilizando a escala AKPI (Atitudes de Kogan para com as Pessoas Idosas). Dos principais resultados destaca-se que os enfermeiros mais jovens têm menos tempo na categoria...

O cuidador do idoso com insuficiência renal crônica em diálise peritoneal ambulatorial contínua; The caregiver of elderly patients with chronic renal insufficiency receiving continuous ambulatory peritoneal dialysis.

Ribeiro, Daniele Favaro
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/09/2008 Português
Relevância na Pesquisa
36.9%
O idoso com insuficiência renal crônica terminal (IRCT) em tratamento de Diálise peritoneal ambulatorial contínua (DPAC) requer maior atenção da família frente às dificuldades decorrentes. Assim, este estudo tem como objetivos: caracterizar os idosos com diagnóstico de IRCT em tratamento de DPAC, atendidos em uma Unidade Nefrológica de um Hospital Escola do interior paulista, bem como seus respectivos cuidadores familiares, e descrever o processo de cuidar desses idosos. Trata-se de um estudo de caráter qualitativo em que se utilizou como técnica de coleta de dados a história oral temática. Foi adotada a análise temática dos dados segundo Minayo. Participaram do estudo nove cuidadores familiares de idosos com IRCT em tratamento de DPAC. A coleta de dados foi realizada no domicílio dos cuidadores, no período de agosto de 2007 a janeiro de 2008. Quanto à caracterização dos idosos, 55,6% eram homens; média de idade de 70 anos; 88,9% eram casados; 88,9% aposentados e 55,6% recebiam 1 salário mínimo (SM); o tempo em que permaneceram recebendo cuidados foi em média 2,4 anos e todos eram dependentes de outra pessoa para realizar a troca de bolsa de diálise. Em relação aos cuidadores, 88,9% eram mulheres, 77,8% casados...

O idoso vivendo com HIV/AIDS: a sexualidade, as vulnerabilidades e os enfrentamentos na atenção básica; The elderly living with HIV/Aids: sexuality, vulnerability and challenges in primary health care

Alencar, Rúbia de Aguiar
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 02/10/2012 Português
Relevância na Pesquisa
36.9%
O estudo teve como objetivo analisar as vulnerabilidades e os enfrentamentos dos idosos vivendo com HIV/Aids na atenção básica de saúde. Para realização da pesquisa, utilizou-se a abordagem qualitativa, tendo como referencial teórico a abordagem psicossocial e emancipatória, segundo o conceito de vulnerabilidade baseada nos direitos humanos. O estudo foi realizado no município de Botucatu, em todas as unidades de saúde que adotam a Estratégia Saúde da Família e no Hospital-dia HIV/Aids, da Faculdade de Medicina de Botucatu da Universidade Estadual Paulista. Participaram do estudo 11 idosos vivendo com HIV que descobriram a doença após os 60 anos, 12 médicos e 11 enfermeiros que atuam na Estratégia Saúde da Família. Os dados foram obtidos por meio de entrevistas semiestruturadas analisadas de acordo com o referencial da Análise de Conteúdo de Bardin, mais especificamente, a Análise Temática. Buscando entender as razões que levaram os idosos a estarem em situação vulnerável à infecção pelo HIV, foram adotadas para análise as seguintes categorias: vulnerabilidade individual, vulnerabilidade social e vulnerabilidade programática. Foram encontradas como categorias empíricas: - Infecção e formas de contágio do HIV; - Enfrentando a soro positividade: o cotidiano dos idosos vivendo com HIV; - Acesso do idoso aos serviços de saúde x solicitação da sorologia para HIV; - Marcos da relação entre o profissional de saúde e o idoso; - Planejamento...

A percepção de qualidade de vida do idoso avaliada por si próprio e pelo cuidador; The perception of older adults’ quality of life assessed by themselves and their caregiver

Trentini, Clarissa Marceli; Chachamovich, Eduardo; Figueiredo, Michelle; Hirakata, Vania Naomi; Fleck, Marcelo Pio de Almeida
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.9%
O objetivo deste estudo foi investigar a relação entre a percepção de qualidade de vida (QV) do idoso por ele próprio e por seu cuidador. Assim, 27 pares de idosos-e-cuidadores foram avaliados. Os idosos foram convidados a responder sobre condições sociodemográficas, QV (WHOQOL-100) e sintomatologia depressiva (BDI). Os cuidadores responderam os mesmos itens com relação a sua própria pessoa e também o WHOQOL- 100 adaptado. Os dados mostraram uma tendência de o cuidador apresentar pior percepção de QV do idoso do que o próprio idoso cuidado. Apesar disso, observou-se concordância nos resultados de QV percebidos pelo idoso e na opinião do cuidador sobre a QV do idoso nos domínios físico, nível de independência, meio ambiente e espiritualidade/religião. A intensidade de depressão do idoso exerceu forte influência tanto na sua própria percepção de QV quanto na percepção do cuidador.; The objective of this study was to look into the relationship between the older adult’s quality of life (QoL) perception and the perception of the same QoL in the caregiver’s opinion. Therefore, 27 pairs of old adults-caregivers were assessed. Elders were asked to answer questions on socio-demographic conditions, QoL (WHOQOL-100)...

O perfil do cuidador familiar e suas necessidades com relação aos cuidados prestados ao idoso com dependência em uma estratégia de saúde da família

Henz, Rita de Cássia
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.9%
O presente estudo foi realizado no PSF São Gabriel, Porto Alegre (RS) e teve como objetivos identificar o perfil do cuidador familiar de idoso dependente quanto às variáveis sócio-demográficas, condições de saúde, questões relacionadas ao cuidado prestado e verificar suas necessidades de educação com relação a estes cuidados prestados nas atividades de vida diária. Foi um estudo transversal, exploratório de levantamento com abordagem quantitativa. Os dados foram coletados através de instrumento estruturado, em entrevistas domiciliares, sendo analisados e gerenciados através do banco de dados SPSS for Windows versão 18.0. Teve aprovação do Comitê de Ética da Secretaria de Saúde de Porto Alegre.A maioria dos cuidadores eram mulheres, filhas, entre 51 a 70 anos, que moravam junto com o idoso, com autopercepção de saúde bom ou regular e eram portadoras de doenças crônicas como HAS e doenças cardíacas. Os idosos dependentes eram na maioria mulheres, viúvas, com HAS ou seqüelas de AVC, na faixa etária entre 85 a 90 anos. O cuidador presta auxilio há mais de 5 anos, de modo permanente, recebendo auxilio de outros familiares como filhos e cônjuge. O cuidador auxilia o idoso no banho, alimentação, vestir-se...

A natureza do processo de conforto do doente idoso o crónico em contexto hospitalar : construção de uma teoria explicativa : projecto integrado de vivência e cuidado do auto-cuidado

Ribeiro, Patrícia Cruz Pontifice Luisa Valente
Fonte: Universidade Católica Portuguesa Publicador: Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em /10/2012 Português
Relevância na Pesquisa
36.9%
O aumento da expectativa de vida, com as suas vulnerabilidades, constitui um fenómeno real impondo à sociedade um grande desafio e exigindo o investimento no conhecimento científico, para que se dê uma resposta individualizada, com mais qualidade e humanidade, às necessidades de saúde específicas das pessoas idosas. Não só o cuidado às pessoas idosas emerge como uma área específica e complexa da maior relevância para a Enfermagem, como o Conforto, como necessidade humana particular e um estado relativo à vivência do idoso, se constitui alvo de atenção e de intervenção do Cuidar de Enfermagem, sendo um óptimo indicador da qualidade dos cuidados de saúde. Procuramos compreender a natureza do processo de conforto do doente idoso crónico hospitalizado, no contexto cultural de um serviço de medicina, identificando as especificidades deste processo – na sua relação com os diferentes factores em presença e condicionantes contextuais subjacentes à sua construção e desenvolvimento, identificando as necessidades de conforto, as situações de cuidados que permitem a utilização do conceito e os papéis dos vários actores na processo de construção do mesmo, com a finalidade de elaborar uma explicação/construção teórica sobre a natureza deste mesmo processo. Parte-se da questão de investigação: Como é a natureza do processo de conforto do doente idoso crónico hospitalizado no contexto cultural de um serviço de Medicina? Quais as suas especificidades? Para compreensão da cultura confortadora da enfermagem geriátrica utilizou-se uma abordagem qualitativa com recurso ao método etnográfico recorrendo-se à observação participante...

A influência da actividade física na qualidade de vida do idoso

Silva, Paulo José Pereira; Moreira, Maria Helena Encarnação, orient.
Fonte: Instituto Politécnico de Viseu, Escola Superior de Saúde de Viseu Publicador: Instituto Politécnico de Viseu, Escola Superior de Saúde de Viseu
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 Português
Relevância na Pesquisa
36.9%
Perante o cenário de um envelhecimento populacional e do aumento do número de idosos dependentes, características cada vez mais marcantes da sociedade contemporânea, convêm destacar que alcançado o objectivo do aumento da esperança média de vida, o desafio actual é conseguir “dar mais vida aos anos”, ou seja maior longevidade mas com qualidade de vida. Atendendo a esse objectivo importa efectivamente perceber o papel da actividade física no retardar/ atenuar dos efeitos do envelhecimento, e na influência que exerce sobre a qualidade de vida do idoso, principalmente nos aspectos relacionados com a saúde e bem-estar físico, psíquico e social. Decorrente desta problemática, surgiu a principal questão de investigação deste estudo - Qual a influência da actividade física na qualidade de vida do idoso a viver de forma autónoma na comunidade, no concelho de Viseu? Para responder a esta questão estabeleceram-se dois objectivos principais para este estudo: Caracterizar a população de idosos em estudo, relativamente a algumas variáveis sócio-demográficas, à sua actividade física habitual e à sua qualidade de vida relacionada com a saúde (QVRS). Verificar a existência de relações entre as variáveis (sócio-demográficas - nível de actividade física habitual – prática desportiva)...

A instituição asilar segundo o cuidador familiar do idoso

Mazza,Márcia Maria Porto Rossetto; Lefèvre,Fernando
Fonte: Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo.; Associação Paulista de Saúde Pública. Publicador: Faculdade de Saúde Pública, Universidade de São Paulo.; Associação Paulista de Saúde Pública.
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2004 Português
Relevância na Pesquisa
36.9%
Este artigo se propõe a descrever as representações sociais de um grupo de cuidadores familiares de idosos sobre o asilo ou a casa de repouso em que eles vivem. O universo da pesquisa abrangeu 17 cuidadores familiares, circunscritos na área de abrangência do Centro de Saúde Escola Geraldo Paula Souza da Faculdade de Saúde Pública da USP e participantes do "Projeto Capacidade," (Programa de Assistência ao Idoso no Domicílio, fundamentado num Sistema de Vigilância à Incapacidade Funcional e Dependência). A Metodologia de Pesquisa utilizada foi a qualitativa, e a estratégia metodológica para a análise das entrevistas foi a do Discurso do Sujeito Coletivo (DSC). As representações extraídas dos discursos foram: a família cuida melhor, pois ela impede que o idoso fique deprimido; a família lança mão da institucionalização quando não possui um familiar para cuidar do idoso, e quando o idoso está muito dependente, necessitando de cuidados especiais. A institucionalização é entendida como maléfica, pois provocaria a morte do idoso, não sendo aceita nem pelo idoso nem pelo cuidador. Para muitos desses cuidadores a institucionalização é rejeitada, mas para outros configura uma possibilidade caso o cuidado, por alguma razão...

Descricao da atuacao do farmaceutico em equipe multiprofissional com enfase no cuidado ao idoso hospitalizado

Pinto,Isabela Vaz Leite; Castro,Mariza dos Santos; Reis,Adriano Max Moreira
Fonte: Universidade do Estado do Rio Janeiro Publicador: Universidade do Estado do Rio Janeiro
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2013 Português
Relevância na Pesquisa
36.9%
OBJETIVOS: Descrever a atuação do farmacêutico numa equipe multiprofissional, com ênfase no cuidado ao idoso hospitalizado, e intervenções farmacêuticas realizadas durante o seguimento farmacoterapêutico dos indivíduos atendidos. MÉTODOS: Estudo descritivo, exploratório, retrospectivo. A amostra englobou 24 pacientes com idade >60anos, atendidos pelo farmacêutico da equipe multiprofissional de cuidado ao idoso do Hospital Risoleta Tolentino Neves, Belo Horizonte, MG. A farmacoterapia foi analisada em relação ao número de medicamentos; indicação; dose; posologia; aspectos biofarmacêuticos relacionados à via de administração oral ou enteral; estabilidade; incompatibilidade e via de medicamentos parenterais; interações medicamentosas; efetividade e segurança. Verificou-se também a adequação dos medicamentos para idosos, segundo os critérios de Beers. Os medicamentos com atividade anticolinérgica foram identificados segundo Rudolph et al. e Chew et al. As informações foram registradas em instrumento de coleta de dados e a análise estatística descritiva foi realizada em SPSS 10.0. RESULTADOS: Houve diminuição na utilização de medicamentos potencialmente inapropriados para idosos...

Percepção dos estudantes sobre o idoso e seus direitos: o caso da saúde

Moreira,Rodrigo Silva Paredes; Alves,Maria do Socorro Costa Feitosa; Silva,Antonia Oliveira
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2009 Português
Relevância na Pesquisa
36.93%
Trata-se de um estudo retrospectivo que tem os objetivos de verificar a percepção dos estudantes universitários sobre o idoso e seus direitos, e averiguar o conhecimento acerca dos direitos do idoso. Participaram deste estudo 63 estudantes de diferentes curso (ambos os sexos), no âmbito acadêmico. Utilizou-se para coleta de informações uma entrevista semi-estruturada centrada em questões pertinentes aos direitos do idoso e ser idoso. Os dados foram analisados com a técnica de análise de conteúdo temática. Os resultados são apresentados em categorias e são interpretados amparados na Constituição Federal, Código Civil Brasileiro e Política Nacional do Idoso, em particular, os direitos à saúde. Os resultados apontaram percepções negativas dos estudantes acerca do idoso e pouco conhecimento sobre os direitos do idoso, em particular os mais amplos, como: receber medicação especial, ser atendido nos hospitais prioritariamente, não sofrer constrangimentos nos serviços públicos de saúde, direito integral a saúde, entre outros.

Avalia????o multidimensional do idoso por enfermeiros brasileiros: uma revis??o integrativa

Santos, Silvana Sidney Costa; Cavalheiro, Beatriz de Carvalho; Silva, B??rbara Tarouco da; Barlem, Edison Luiz Devos; Felicianni, Ariane Minussi; Valcarenghi, Rafaela Viviam
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande Publicador: Universidade Federal do Rio Grande
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
36.9%
A avalia????o multidimensional do idoso ocorre quando se investiga: condi????es individuais, funcional, cognitiva, afetiva, familiares, sociais, utiliza????o de redes de suporte. Foi objetivo deste estudo verificar o conhecimento produzido por enfermeiros, em peri??dicos brasileiros indexados na base de dados SCOPUS, sobre a avalia????o multidimensional do idoso, no per??odo de 2005 a 2009. Revis??o integrativa realizada no segundo semestre de 2009. Na coleta dos dados seguiram-se as etapas: estabelecimento de crit??rios de inclus??o, escolha de descritores, elabora????o de instrumento de coleta de dados, localiza????o das fontes, aplica????o do instrumento de coleta de dados nos artigos que atenderam aos crit??rios de inclus??o. A an??lise ocorreu por leitura anal??tica, considerando: os textos, tem??ticas, interpreta????o e s??ntese. Foram encontrados 102 artigos, 92, sobre Temas Diversos, relacionados ?? Gerontogeriatria/Cuidado ao idoso e dez, acerca da Avalia????o Multidimensional do Idoso. O enfoque da avalia????o multidimensional foi mais verificado na utiliza????o da avalia????o funcional, tendo o ??ndice de Katz como o instrumento mais usado e sendo mais presente nos idosos domiciliados e atendidos por unidades de Estrat??gia de Sa??de da Fam??lia...

Pol??tica de Sa??de do Idoso: iniciativas identificadas no munic??pio de Rio Grande/RS

Tier, Cenir Gon??alves; Bulhosa, Michele Salum; Soares, Maria Cristina Flores; Santos, Silvana Sidney Costa; Baisch, Ana Luiza Muccillo; Cestari, Maria Elizabeth
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande Publicador: Universidade Federal do Rio Grande
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
36.93%
Pesquisa explorat??ria e descritiva/reflexiva, com dados secund??rios obtidos por meio de informa????es sobre a popula????o idosa e identifica????o de iniciativas desenvolvidas com idosos. O objetivo foi conhecer a implementa????o da Pol??tica Nacional de Sa??de do Idoso (PNSI)emRio Grande-RS. Os dados foram omparadoscomo estabelecido pela Portaria 1.395/99, que normatiza a PNSI, sendo identificados: na ??rea de Promo????o da Sa??de e Manuten????o da Capacidade Funcional, a vacina????o contra a influenza e t??tano, o N??cleo Universit??rio da Terceira Idade, os Grupos de Conviv??ncia e outras iniciativas do Programa de Apoio ao Idoso; na ??rea de Assist??ncia ??s Necessidades de Sa??de do Idoso o atendimento domiciliar pelo Programa de Sa??de da Fam??lia; na ??rea de Apoio ao Desenvolvimento de Cuidados Informais o Grupo de Ajuda M??tua para familiares de idosos portadores de Doen??a de Alzheimer; na ??rea de Apoio a Estudos e Pesquisas o Grupo de Estudo e Pesquisa em Enfermagem Gerontogeri??trica; na ??rea de capacita????o de recursos humanos especializados as disciplinas espec??ficas sobre a sa??de do idoso (gradua????o e mestrado em Enfermagem da FURG) e o curso de sensibiliza????o ao cuidado ao idoso. Verificou-se que as a????es existem...

Constru????o e testagem cl??nica de instrumento de coleta de dados para o idoso internado em um hospital universit??rio

Lopes, Fernanda Lucas
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande Publicador: Universidade Federal do Rio Grande
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
36.9%
Disserta????o(mestrado) - Universidade Federal do Rio Grande, Programa de P??s-Gradua????o em Enfermagem, Escola de Enfermagem, 2006.; Estudo do tipo metodol??gico que teve como objetivos: construir um instrumento para coleta de dados a ser utilizado no atendimento ao idoso internado no HU/FURG; realizar, com enfermeiras assistenciais e docentes, da gerontologia e ??reas afins, a valida????o do conte??do do instrumento constru??do; testar, junto aos idosos internados na Unidade de Cl??nica M??dia do HU/FURG, o instrumento desenvolvido para verifica????o de sua operacionalidade. Ancorado na Teoria das Necessidades Humanas B??sicas de Horta e desenvolveu-se em tr??s fases: 1) constru????o do instrumento; 2) valida????o do conte??do do instrumento; 3) testagem cl??nica com idosos. Na primeira fase foi realizada a revis??o de literatura, visando ?? defini????o das 36 Necessidades Humanas B??sicas e ?? identifica????o dos sinais e sintomas dessas necessidades quando se encontram afetadas no idoso. A constru????o da vers??o inicial do instrumento foi guiada pela lista das necessidades mais afetadas no idoso, que levaram ?? identifica????o de 525 sinais e sintomas, que foram ordenados em uma escala do tipo Likert. A segunda fase da pesquisa foi realizada em duas etapas: primeira...

Ações do cuidado à saúde bucal do idoso

Martini, Jussara Gue; Mello, Ana Lúcia Schaefer Ferreira de; Xavier, André Junqueira; Botelho, Lúcio José; Massignam, Fernando Mendes
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Publicado em // Português
Relevância na Pesquisa
36.9%
Tópico 1 – Abordagem inicial ao idoso, à família e ao contexto de vida O tópico aborda a necessidade de comunicação qualificada entre equipes de AB e as famílias com diferentes enfoques profissionais, contribuindo para a melhoria da qualidade de vida. Apresenta as atitudes a serem evitadas na atenção qualificada, as mudanças esperadas com o envelhecimento, as possíveis ações preventivas e as de promoção de saúde e os princípios a serem observados pelo profissionais de saúde. Tópico 2 – Orientações sobre o cuidado à saúde bucal aos cuidadores de idos e membros da equipe de saúde O tópico ressalta a importância do trabalho interdisciplinar e apresenta: os pontos básicos dos procedimentos e os materiais necessários para a execução da escovação dental; cremes dentais fluoretados e outras substâncias, proteção labial, higiene de próteses removíveis, limpeza mecânica e química. Tópico 3 – Cuidados com a saúde bucal do idoso com a capacidade funcional comprometida O tópico apresenta as orientações a serem dadas ao cuidador/familiar sobre os cuidados com saúde bucal do idoso com comprometimento da capacidade funcional: problemas mais frequentes, próteses, frequência da higiene, normas de biossegurança...

Ações da clínica aos principais agravos à saúde bucal do idoso

Martini, Jussara Gue; Mello, Ana Lúcia Schaefer Ferreira de; Xavier, André Junqueira; Botelho, Lúcio José; Massignam, Fernando Mendes
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Publicado em // Português
Relevância na Pesquisa
36.9%
Tópico 1 – Avaliação das condições bucais do idoso O tópico ressalta a importância da atenção de toda a equipe de saúde para sinais, sintomas e alterações bucais em geral, verificando problemas próprios ao processo de envelhecimento, problemas provenientes do uso de medicação, reações adversas, xerostomia, hipossalivação, relação entre problemas bucais e sistêmicos, edentulismo, exame clínico bucal regular, manejo da boca seca. Tópico 2 – Odontologia de mínima intervenção, tratamento restaurador atraumático e arcada dental reduzida O tópico informa que a Política Nacional de Saúde Bucal (PNSB)recomenda uso de tecnologia simplificada para a assistência odontológica ao idoso, com vistas a ampliar o acesso e incluir processos de alta resolubilidade na AB, por meio de plano de tratamento individual do idoso. Apresenta as três filosofias de tratamento, em consonância com as diretrizes da PNSB na área do idoso, que possuem maior impacto e cobertura: odontologia de mínima intervenção, arcada dentária reduzida e restauração ataraumática, mostrando características e vantagens da aplicação dos mesmos. Conclui com um caso para reflexão. Conteúdo Online do módulo de Atenção integral à saúde do idoso: Ações da clínica aos principais agravos à saúde bucal do idoso. Unidade 3 do módulo 14 para dentista que compõe o Curso de Especialização Multiprofissional em Saúde da Família.

O idoso e as ações sociais em prol desse grupo etário: um estudo sobre a qualidade de vida na Terceira Idade e o Projeto Saúde e Cidadania na Melhor Idade

Aires, Betânia de França Xavier
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Administração; Políticas e Gestão Públicas; Gestão Organizacional Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Administração; Políticas e Gestão Públicas; Gestão Organizacional
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.9%
The present study regards an applied qualitative social research (descriptive) which approaches the matter between old age and Brazilian social actions performed in social projects, aiming a qualified life and citizenship for this group of age. The objective of the study is to evaluate the contribution of Project Health and Citizenship in Old Age regarding social actions from the government directed to old age individual treatment for life quality improvement. The theoretical fundamentals of this work is, in a first moment, about old age and certain existing theories about aging process, as well as the differences and perspectives that come up throughout this process. In a second moment, some reflections are developed about the relation between life quality and leisure regarding old age, with the conception and historical rescue about these questions, as well as the evidence of leisure as an instrument of well-being feasibility and a better life quality in old age. Then the study contextualizes Brazilian government treatment to old age individuals, cutting off the Constitution of Republic from 1988 and some social attitudes taken by the government in a try to reach this specific group. Finally, the study presents the Project Health and Citizenship in Old Age ...

Saúde do idoso

Chaimowicz, Flávio
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Tipo: Texto Formato: 179p.
Português
Relevância na Pesquisa
36.93%
Este material contempla a disciplina optativa " Rede de atenção: saúde do idoso" do Curso de Especialização Estratégia Saúde da Família (2014). Descreve as principais características da transição demográfica brasileira, seus determinantes e consequências, e discute as características da transição epidemiológica, suas peculiaridades no Brasil e sua relação com o envelhecimento da população. Aborda temas inquietantes da Saúde do Idoso além de permitir identificar as demandas de saúde que emerge com o novo perfil etário da população. O módulo esta dividido em duas seções: Seção 1 - Envelhecimento populacional e saúde dos idosos que abrange a transição demográfica, a transição epidemiológica, a mortalidade de idosos, a internações de idosos e a saúde e doença de idosos residentes na comunidade. - Seção 2 - Abordagem dos problemas clínicos de idosos que abrange ; iatrogenia e problemas com medicamentos; incontinência urinária; quedas e fraturas; depressão, insônia, demências e confusão mental; saúde bucal do idoso; violência contra o idosos; síndrome de imobilidade; 2 ed.; Ministério da Saúde

Aspectos criminais do Estatuto do Idoso

Brito, Wesley Nunes
Fonte: Universidade Católica de Brasília Publicador: Universidade Católica de Brasília
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: Texto
Português
Relevância na Pesquisa
36.93%
O Estatuto do Idoso foi criado para assegurar as políticas que visam ensejar situações novas, de cidadania e educativa para os integrantes da terceira idade, resguardando o que é de lei e de direito dos idosos e assegurando suas garantias sociais. Dessa forma, este trabalho tem por objetivo versar sobre os aspectos criminais do Estatuto do Idoso. Verifica-se, que a Lei nº 10.741, de 1° de outubro de 2003 (Estatuto do Idoso), veio para amparar a dignidade dos indivíduos com idade mais avançada. Os idosos, quando não desconhecem seus direitos, tem tido dificuldades de aplicar os mesmos. O objeto do presente trabalho esta direcionado ao Direito Penal, valendo ressaltar que esta obra enfoca as modificações ocorridas na nossa legislação através do Estatuto do Idoso, o conceito de idoso e de velhice bem como seus reflexos na sociedade e as modificações penais, os meios de discriminação ao idoso e as demais tipificações penais e os aspectos criminais do Estatuto do Idoso. Vale ressaltar que os delitos que tem os idosos como vítimas são de ação penal pública incondicionada, tendo caráter protetivo, ficando a cargo do Ministério Público, haja a condição de hipossuficiente da pessoa idosa.; The Elderly Statute was created to ensure policies to new situations...

Como vai o idoso brasileiro?; Texto para Discussão (TD) 681: Como vai o idoso brasileiro?

Camarano, Ana Amélia (Coordenador); Beltrão, Kaizô Iwakami; Pascom, Ana Roberta Pati; Medeiros, Marcelo; Carneiro, Isabella Gomes; Goldani, Ana Maria; Vasconcelos, Ana Maria Nogales; Chagas, Ana Maria Resende; Osório, Rafael Guerreiro
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
Português
Relevância na Pesquisa
36.93%
Este trabalho mostra como vive o idoso brasileiro hoje e busca inferir se as suas condições de vida diferem das do idoso do passado recente. Além disto, observa outros impactos do envelhecimento sobre o Estado, a sociedade e a família. Pode-se dizer que, em geral, o idoso hoje está em melhores condições de vida que a população mais jovem: ganha mais, uma parcela maior tem casa própria e contribui significativamente na renda familiar. Nas famílias cujos idosos são chefes, encontrase uma proporção expressiva de filhos morando junto. Esta situação deve ser considerada à luz das transformações por que passa a economia brasileira, levando a que os jovens estejam experienciando grandes dificuldades em relação à sua participação no mercado de trabalho. Observaram-se melhoras expressivas no nível de renda da população idosa ao longo do período estudado, quando medida pela proporção de idosos sem rendimentos. As mudanças foram bem mais expressivas entre as mulheres. Foi visto, também, que a pobreza entre os idosos está fortemente associada ao seu baixo nível educacional. Isso reflete menores oportunidades educacionais no passado, que afetaram principalmente as mulheres. Uma elevada proporção de chefes de famílias pobres é composta de mulheres. Outro fator de pobreza dessas famílias é o menor número de pessoas que trabalham...