Página 22 dos resultados de 11940 itens digitais encontrados em 0.011 segundos

as dúvidas da sustentabilidade e os media

cupeto, carlos
Fonte: Forúm Soria 21 Publicador: Forúm Soria 21
Tipo: Aula
Português
Relevância na Pesquisa
36.65377%
Qual a responsabilidade dos media na consciencialização e na educação dos cidadãos para atitudes e comportamentos sustentáveis? Nas questões de sustentabilidade (e de cidadania) deverá existir alguma obrigatoriedade de prestar serviço público, por parte de todos os meios e não apenas dos meios de comunicação estatais? Como monitorizo e avalio a ação dos media na sustentabilidade? Pelo número de notícias? Pelo número de pessoas tocadas por essas notícias? Qual o verdadeiro peso dos media na grande difusão da informação no mundo de hoje? Como identificar a ação que os media apresentam sobre a sustentabilidade e mapear os efeitos mediáticos que daí se decorrem? Como se mede e avalia este efeito? Como identificar os fatores críticos que modelam e afetam, em cada um, a mudança de atitude? http://www.porto21worldforum.org/#!homee/csgq

Avaliação da sustentabilidade agro-silvo-pastoril num povoamento de sobreiro: caso de estudo: Herdade dos Leitões

Lopes, Filipa Vieira da Silva Pereira
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
36.65377%
Os principais objectivos deste trabalho foram avaliar a sustentabilidade do sistema montado, recorrendo à caracterização dendrométrica dos povoamentos florestais, e definir as zonas onde sustentabilidade florestal encontra-se comprometida. Foi executado um inventário florestal para recolha de informação dendrométrica e caracterizar a utilização do sub-coberto, a regeneração natural e o estrato arbustivo. A avaliação da sustentabilidade foi feita através da análise da regeneração (frequências relativas, densidades e delimitação das zonas sem regeneração de Quercus suber), da utilização de um modelo para estimar a produção de cortiça, da definição do potencial produtivo actual e do cenário evolutivo, da análise económica com recurso ao Valor Actual Líquido (VAL) e da utilização do modelo Corkfits para avaliar a evolução do crescimento do povoamento no futuro e determinar as acções de gestão mais adequadas. Com base nos resultados, foram propostas várias medidas de gestão para o favorecimento do estrato arbóreo; Assessing the agro-silvo-pastoral sustainability of a cork oak stand. Case of study: “Herdade dos Leitões” ABSTRACT: The main objectives of this work were to evaluate the sustainability of the montado system...

Ecossistema montado: um modelo de sustentabilidade

Potes, José de Mira Vilas Boas
Fonte: Instituto Politécnico de Santarém Publicador: Instituto Politécnico de Santarém
Tipo: Outros
Publicado em /12/2010 Português
Relevância na Pesquisa
36.65377%
Trabalho apresentado ao Instituto Politécnico de Santarém para atribuição do título de Especialista no área da agro-silvo-pastorícia e realizado no âmbito do artº 5º b) do D.L. nº 206/2009 de 31/08/09 para apresentação, apreciação crítica e discussão de um trabalho de natureza profissional, preferencialmente sobre um trabalho ou obra constante do currículo profissional apresentado pelo candidato.; A vulgarização do termo sustentabilidade induziu-nos na opção de iniciar este trabalho com uma abordagem à definição de sustentabilidade, pretendendo-se de forma objectiva apresentar uma ideia clara do conceito, aplicável aos sistemas de agricultura e que permita estabelecer padrões fundamentados em resultados obtidos e divulgados. Procede-se de seguida à caracterização do ecossistema Montado, evidenciando a integração de múltiplos sub-sistemas, que necessariamente terão que manter um equilíbrio para que as respectivas interacções não comprometam o funcionamento do ecossistema. A multidiversidade e a multifuncionalidade são patentes na descrição dos diversos sistemas de produção e identificados os respectivos produtos. Entrando na análise ao ecossistema começa-se pelos aspectos técnicos, destacando-se o papel que dois projectos de experimentação tiveram na concretização de diversos estudos desenvolvidos ao longo de oito anos. Através de um delineamento experimental que permitiu estudar a evolução da pastagem sujeita a um processo de melhoramento...

Qualidade de vida e sustentabilidade: um estudo exploratório no Centro de Informação e Apoio ao Consumidor - Aveiro

Camposana, Alírio
Fonte: Repositório Comum de Portugal Publicador: Repositório Comum de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
36.65377%
Dissertação de Mestrado em Comportamento do Consumo; O presente trabalho perspetiva uma alteração estratégica comunicacional no Centro de Informação e Apoio ao Consumidor da Câmara Municipal de Aveiro, objetivando uma melhoria da qualidade de vida dos cidadãos do município, através da inclusão nessa estratégia comunicacional de pressupostos sustentáveis. Visa, em última análise, e como atitude legitimadora, constituir uma ferramenta de contributo na alteração do paradigma de gestão da Câmara Municipal de Aveiro mediante a adoção do modelo de relatório de sustentabilidade Global Reporting Initiative. A investigação quantitativa concluiu que os aveirenses percecionam, genericamente, a sua vida com qualidade. Os indicadores mais fortes são a proximidade de equipamentos de saúde, a família, a profissão, a estabilidade financeira, o ambiente e as atividades desportivas. Ênfase na valorização da vida em comunidade e valores espirituais. Deve haver sustentabilidade nos projetos municipais e emissão de relatórios respetivos. Conclui‐se que as edilidades não são percebidas como manifestando preocupações com as questões da sustentabilidade. O Serviço de Informação e Apoio ao Consumidor da Câmara de Aveiro é fortemente percebido como parceiro no contributo comunicacional para a qualidade de vida.

Logística e sustentabilidade ambiental

Rico, Paulo José da Conceição
Fonte: Instituto Politécnico de Setúbal. escola Superior de Ciências Empresariais Publicador: Instituto Politécnico de Setúbal. escola Superior de Ciências Empresariais
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /02/2015 Português
Relevância na Pesquisa
36.65377%
Dissertação apresentada para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Ciências Empresariais; Atualmente, vivemos num mundo tecnológico, globalizado, onde as vantagens competitivas de cada empresa são cada vez mais ameaçadas por uma crescente competitividade a nível dos mercados concorrenciais onde essas empresas operam. Assistimos diariamente a uma crescente industrialização da sociedade, que se caracteriza por um aumento massivo da população a nível mundial e ao consequente aumento da quantidade de produtos e serviços necessários para satisfazer as necessidades dessa mesma população. Assiste-se também ao aumento das trocas comerciais a nível mundial, o que implica uma constante movimentação de matérias primas, subsidiarias e produtos acabados, tudo isto para que o cliente final possa estar plenamente satisfeito com a qualidade, preço e acesso ao produto/serviço em questão. Contudo, este aumento da industrialização trouxe-nos também muitos problemas, sendo um dos mais importantes o relacionado com as questões ambientais. Vivemos tempos em que assistimos a uma preocupação crescente em preservar o meio ambiente, tentando conjugar o crescimento sustentável com a tão necessária produção de bens e serviços...

A Sustentabilidade do Turismo em Ilhas de Pequena Dimensão: O Caso dos Açores

Moniz, Ana Isabel Arruda; Hill, Maria Manuela Magalhães; Silva, João Albino Matos da
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2010 Português
Relevância na Pesquisa
36.65377%
Esta investigação aborda o quadro teórico conceptual e metodológico relativo à sustentabilidade do turismo, apresentando as origens do conceito de turismo sustentável, as propostas para a sua definição, a evolução ocorrida na interpretação e os grandes tipos de abordagens à operacionalização do turismo sustentável, numa perspectiva de planeamento e de gestão estratégica de um destino turístico. No âmbito da investigação empírica, sugere-se e aplica-se um modelo de operacionalização da sustentabilidade do turismo ao caso dos Açores. Este modelo assenta na análise dos stakeholders, fundamentada na teoria dos stakeholders, amplamente divulgada e debatida na literatura da Gestão. Neste estudo foram analisadas e comparadas as percepções de três grupos de stakeholders em relação à sustentabilidade do turismo na Região: empresários do subsector do alojamento turístico, turistas e residentes. O propósito da investigação empírica foi ilustrar o contributo desta abordagem que advoga o envolvimento de todos os stakeholders para a formulação de metas holísticas para o planeamento, a gestão e o marketing de um destino turístico.

A sustentabilidade das finanças públicas das regiões autónomas portuguesas

Borges, Luís Francisco Martins de Medeiros
Fonte: Universidade dos Açores Publicador: Universidade dos Açores
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 04/09/2014 Português
Relevância na Pesquisa
36.65377%
Dissertação de Mestrado em Ciências Económicas e Empresariais; O presente estudo procura avaliar a sustentabilidade das finanças públicas das Regiões Autónomas Portuguesas (RAP), abordando o seu nível de endividamento, responsabilidades futuras e, face a cenários estimados, ponderar a construção de estratégias que possam manter o rumo do equilíbrio financeiro das contas públicas das Regiões Autónomas. O estudo utiliza dados das Contas da Região, Pareceres do Tribunal de Contas e Serviços Regional e Nacional de Estatística para construir, por um lado, um Modelo baseado no indicador do hiato primário do período, de análise retrospetiva, e por outro, com base no mesmo indicador, efetuar uma projeção no sentido de avaliar a sustentabilidade, para o período 2012 a 2032. Procedeu-se, também, empregando uma análise econométrica, à avaliação do impacto das revisões à Lei de Finanças Regionais. Em termos genéricos, conclui-se que a Região Autónoma dos Açores evidencia condições de sustentabilidade, face ao atual nível de endividamento. Em circunstâncias diferentes, encontra-se a Região Autónoma da Madeira, já que a análise efetuada revelou que o atual nível da dívida apenas é sustentável no cenário otimista...

Estratégias Empreendedoras e a Sustentabilidade Local: A Região do Vale do Sousa

Duarte, Nelson Jorge Ribeiro
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
36.65377%
Tese de Doutoramento em Gestão; Introdução: A questão do empreendededorismo tem vindo a ser debatida no campo científico há já algum tempo, no entanto, é difícil analisar o empreendedorismo de forma isolada. Embora na literatura se encontrem estudos individuais sobre o empreendedorismo, a estratégia, as empresas, ou o desenvolvimento, as acções levadas a cabo num destes factores, influenciam os restantes. Problema: Prende-se com a análise do empreendedorismo estratégico nas empresas do Vale do Sousa e com a sua relação com a sustentabilidade local. Todos os conceitos referidos anteriormente estão amplamente estudados e analisados, mas normalmente este estudo é efectuado de forma individual, quase assumindo a condição ceteris paribus. Uma vez que estes factores se encontram interligados devem ser analisados como um todo. Objectivos: Desenvolver um estudo dos conceitos identificados, procurando identificar as relações que se estabelecem entre si. Qual o papel das empresas, nomeadamente as pequenas, no desenvolvimento? É a gestão das empresas praticada de uma forma empreendedora? De que forma está o empreendedorismo presente na estratégia empresarial? E será que as empresas mais empreendedoras são as que mais contribuem para a sustentabilidade local...

Da dependência e vulnerabilidade à sustentabilidade e autonomia do terceiro setor: o caso do Concelho de Santa Marta de Penaguião

Amaral, Nuno
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
36.65377%
Dissertação de Mestrado em Serviço Social: Território e Desenvolvimento; O setor da sociedade civil em Portugal abraça organizações prestadoras de serviços que suplementam ou complementam os serviços públicos em diversas áreas da sociedade. Contraditoriamente, para um setor que emerge com tão elevadas esperanças a respeito das suas qualidades e do seu potencial de intervenção, o terceiro setor parece não estar preparado para assumir, de forma autónoma e sustentável, essa função, apresentando uma fraca capacidade de continuidade e sustentabilidade, o que origina a fraqueza de todo o setor. Desta forma, este estudo procurou caraterizar e analisar as ações de gestão de cinco organizações do terceiro setor que intervêm na área da ação social no concelho de Santa Marta de Penaguião, no âmbito da sustentabilidade. Em função do objetivo proposto para a investigação, optámos pela análise qualitativa, a fim de alcançar uma melhor compreensão dos processos envolvidos no objeto a ser investigado. O estudo envolveu dados descritivos sobre organizações, pessoas, lugares e as formas de interação entre o pesquisador com o objeto em análise. Procurou compreender os fenómenos de acordo com a vivência e visão dos atores...

A Sustentabilidade Financeira e a Gestão do Risco de Crédito no Microcrédito : O Scoring como uma alternativa com valor para a gestão do risco de crédito : uma experiência para Portugal

Silva, Francisco Leal Gonçalves Barbosa da
Fonte: Instituto Superior de Economia e Gestão Publicador: Instituto Superior de Economia e Gestão
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /09/2011 Português
Relevância na Pesquisa
36.65377%
Mestrado em Finanças; O Microcrédito é um fenómeno crescente no Mundo desde os seus primeiros passos na índia e Bangladesh na década de 1970. Afirmou-se como uma alternativa eficaz no combate à pobreza e à exclusão social. No entanto, os seus méritos terão sido de certa forma sobrevalorizados à custa de uma menor preocupação com a eficiência e sustentabilidade financeira. Sugerimos que a sustentabilidade financeira é uma condição sine qua non para promover a capacidade das instituições de Microcrédito servirem mais e mais pobres populações. Dado oseu impacto na sustentabilidade financeira, a gestão do risco de crédito é um factor chave para o sucesso de uma instituição de Microcrédito. Assim, existem alguns mecanismos interessantes, alguns dos quais muito inovadores, que as instituições de Microcrédito encontraram para lidar com o risco de crédito. Um desses mecanismos, já em utilização massiva no crédito convencional, é o Scoring. Acreditamos que a utilização de Scoring no Microcrédito, mesmo tendo em conta os seus custos e pressupostos, pode ser um importante passo para o futuro da indústria, uma vez que promove uma gestão de risco de crédito mais precisa e eficiente e, desse modo, contribui decisivamente para um modelo de negócio mais sustentável.

A sustentabilidade financeira do sistema de pensões da segurança social portuguesa

Vaz, Tiago Miguel Ramalho
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 Português
Relevância na Pesquisa
36.65377%
Trabalho de Projecto, Mestrado em Economia e Políticas Públicas/ JEL Classification: H55; J26; Enquanto conquista civilizacional, o Welfare Sate permitiu às populações ocidentais atingir condições de vida nunca antes alcançadas. Assente nos Pilares da Saúde e da Segurança Social, o Estado do Bem-Estar prosperou nos trinta gloriosos anos do Capitalismo. Todavia, a sua lógica de funcionamento revelou-se acertada em contextos demográficos e económicos específicos, como os do período citado. Surgem os problemas quando a estabilidade no ritmo de crescimento daquelas dimensões “enfraquece”. Neste trabalho de projecto aprofunda-se a crise do Welfare State, focando a análise no Pilar da Segurança Social, mais precisamente na sua função de Protecção Social na Velhice. Tendo o Sistema Público de Pensões Português enquanto Estudo de Caso, pretende-se responder à seguinte questão: Como Garantir a Sustentabilidade Financeira do Esquema Público de Pensões? Inerente à mesma, existem dois grandes objectivos: identificar em que medida está garantida a citada sustentabilidade do Sistema; e apresentar sugestões de reforço do seu equilíbrio financeiro. Segundo o Modelo de Previsão desenvolvido...

Instrumentos de avaliação da sustentabilidade do turismo: Uma análise crítica

Cordeiro, Itamar José Dias e
Fonte: FCT - UNL Publicador: FCT - UNL
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2008 Português
Relevância na Pesquisa
36.65377%
Dissertação apresentada na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa para obtenção do grau de Mestre em Ordenamento do Território e Planeamento Ambiental; Considerado como o principal desafio do século XXI, o desenvolvimento sustentável é um objectivo amplamente perseguido pelas actividades económicas. Com o turismo, uma das principais actividades económicas a nível mundial, não foi diferente. É neste sentido que surgem alguns instrumentos que se dizem preparados para avaliar a sustentabilidade da actividade. Mas o que acontece se estes instrumentos não estiverem devidamente preparados para tal? É por este motivo que uma leitura crítica acerca da capacidade destes instrumentos é desejável, útil e necessária. Assim, o presente estudo buscou efectuar uma análise dos instrumentos de avaliação da sustentabilidade do turismo, identificando suas vantagens e limitações. A partir da análise de seis destes instrumentos (Sistema de indicadores de turismo sustentável, da UNWTO; o Sistema de Indicadores Estatísticos do Turismo da Macaronésia; o Core Set Indicator para o turismo sustentável, da Eurostat; o Destination Scorecard, da National Geographic; o Barómetro de Sustentabilidade do Turismo; e a Pégada Ecológica do Turismo) e de cinco categorias de análise definidas a partir dos Princípios de Bellagio...

Avaliação de emprego verde em estratégias e planos para a sustentabilidade das cidades

Pólvora, Rita Isabel de Oliveira
Fonte: Faculdade de Ciências e Tecnologia Publicador: Faculdade de Ciências e Tecnologia
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 Português
Relevância na Pesquisa
36.65377%
Dissertação apresentada na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa para obtenção do grau de Mestre em Engenharia do Ambiente, perfil de Ordenamento do Território e Impactes Ambientais; O conceito de emprego verde associa-se à emergência de resolução dos problemas de cariz ambiental, social e económico a que se assiste actualmente. O previsível aumento da população em áreas urbanas terá que conduzir necessariamente a uma mudança de paradigma dos actuais padrões de desenvolvimento da sociedade. Às cidades cabe o papel de (re)conciliar o desenvolvimento económico, ambiental e social por meio de estratégias focadas na sustentabilidade e das quais o emprego verde é uma componente importante. O trabalho aqui apresentado pretende aferir o grau de integração dos conceitos de emprego e emprego verde em instrumentos estratégicos para a sustentabilidade local, utilizando como estudo de casos as Agendas 21 Local e os PDMs e respectivas AAE. Esta investigação tem ainda como objectivo específico desenvolver um conjunto de linhas orientadoras para a avaliação de emprego verde gerado decorrente, quer de actividades económicas, quer de políticas, planos ou estratégias de escala local. Os resultados permitem concluir que o papel do emprego/emprego verde não é reflectido nas estratégias dos municípios para atingirem os objectivos de sustentabilidade a que se propõem. Por outro lado...

Sustentabilidade e bem-estar humano : duas faces da mesma moeda? : estudo exploratório do bem estar subjectivo em comunidades intencionais que vivem segundo princípios de sustentabilidade

Esteves, Marta Sofia Batista Morais
Fonte: Escola Nacional de Saúde Públçica. Universidade Nova de Lisboa Publicador: Escola Nacional de Saúde Públçica. Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 Português
Relevância na Pesquisa
36.65377%
RESUMO - Nos últimos vinte anos tem-se assistido a uma crescente consciencialização de que os nossos estilos de vida são insustentáveis aos níveis económico, social e ambiental, o que tem repercussões na nossa saúde e bem-estar. Do crescimento populacional à pobreza e inequidade geradas pelo modelo de “crescimento económico” actual, à perda de biodiversidade e disrupção dos ecossistemas naturais, ao desmesurado crescimento urbano, à poluição e acumulação de desperdícios, às alterações climáticas, ao isolamento individual e à diminuição do capital social na sociedade do consumo: a necessidade de desenvolvimento sustentável e gerador de bem-estar nunca foi tão grande e evidente. Ao longo dos últimos anos têm surgido comunidades intencionais que se organizam segundo princípios de sustentabilidade, como um fenómeno de contra-cultura – as Ecoaldeias (Ecovillages). No entanto, os benefícios para a saúde e bem-estar deste tipo de comunidades não são ainda claros, sendo a experiência de investigação nesta área escassa. O estudo aqui proposto visa conhecer, a título exploratório, os níveis de bem-estar subjectivo em comunidades intencionais que vivem segundo princípios de sustentabilidade em Portugal...

Hortas urbanas – contributo para a sustentabilidade. Caso de estudo: “Hortas comunitárias de Cascais”

Abreu, Ângela Maria Ribeiro da Silva Morais
Fonte: Faculdade de Ciências e Tecnologia Publicador: Faculdade de Ciências e Tecnologia
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 Português
Relevância na Pesquisa
36.65377%
Dissertação para obtenção do Grau de Mestre em Engenharia do Ambiente – Perfil Ordenamento do Território e Avaliação de Impactes Ambientais; A sustentabilidade das cidades é um dos temas de preocupação actual. A qualidade do meio urbano depende dos serviços ecológicos prestados pelos ecossistemas. Neste trabalho pretende-se avaliar o contributo das hortas urbanas para a sustentabilidade das cidades. Para tal escolheu-se como caso de estudo, o projecto “Hortas Comunitárias de Cascais” (HCC), onde se observou o potencial das hortas urbanas para a coesão social, pela evolução positiva das relações entre a população aderente. Constou-se a importância do projecto para a população pela possibilidade da prática agrícola e contacto com a natureza, bem como pelos momentos de convívio e satisfação pessoal que esta oferece. Também se observou acções mais sustentáveis por parte dos utilizadores, nomeadamente pela reciclagem dos resíduos orgânicos e uma maior consciência ambiental, dado que actualmente todos reconhecem as vantagens da AB. É importante que as hortas urbanas sejam planeadas com base no ordenamento do território e na Estrutura Ecológica Urbana (EEU), de modo a minimizar influências negativas da poluição existente nas cidades. Assim foi definido neste trabalho “Hortas Urbanas Biológicas Organizadas” (HUBO) como espaços urbanos de produção biológica de hortícolas...

Avaliação da sustentabilidade da gestão de resorts

Santo, Paulo Davide Garcia Espírito
Fonte: Faculdade de Ciências e Tecnologia Publicador: Faculdade de Ciências e Tecnologia
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2012 Português
Relevância na Pesquisa
36.65377%
Dissertação para obtenção do Grau de Mestre em Engenharia do Ambiente – Perfil Ordenamento do Território e Impactes Ambientais; O turismo é atualmente um dos sectores económicos mais importantes, quer a nível nacional, quer a nível mundial. O aumento crescente da procura por destinos turísticos em áreas sensíveis, do ponto de vista ambiental e social, gerou inúmeros impactes negativos. De forma a contrariar esta tendência e tornar o turismo um sector mais sustentável, procurou-se estudar quais os meios existentes, que assumem uma importância estratégica na transformação das práticas turísticas, como promotoras de um desenvolvimento sustentável para as comunidades locais. A certificação no turismo, permitiu às entidades responsáveis compreenderem a necessidade de preservarem o ambiente natural e traçar as diretrizes gerais a adotar pelas empresas relacionadas com o turismo, com vista a tornarem-se mais sustentáveis e a gerarem menos impactes negativos no território onde se instalam. Através da perceção que os empreendimentos turísticos de maiores dimensões, geram mais impactes no local em que se inserem, tornou-se fundamental criar uma ferramenta que permitisse aos empreendimentos de grandes dimensões perceberem em que situação se encontram em termos de sustentabilidade...

A Cidade, a vida urbana e os seus contributos para a sustentabilidade

Silva, Vânia Cristina Cruz
Fonte: Universidade Nova de Lisboa Publicador: Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /09/2014 Português
Relevância na Pesquisa
36.65377%
A globalização representa um marco nas transformações das cidades e da vida dos seus urbanitas, caraterizada pelo grande avanço tecnológico, transportes e comunicação. A dinâmica da população, a irracionalidade do consumo dos recursos, a degradação do ambiente global revela cada vez mais o alcance de níveis ambientais críticos com repercussões irreversíveis nos ecossistemas globais. Analogamente a este processo desenfreado e sem precedentes, surgem as primeiras preocupações face à iminência de um cenário assolador: o alcance dos limites ambientais. É neste contexto que novas reflexões sobre a cidade e o ambiente urbano vão surgindo, um pouco por todo o mundo, traçando estratégias inovadoras que respondam a este desafio ambiental, assegurando as necessidades das populações sem comprometer o futuro das vindouras. Neste sentido, o desenvolvimento do presente trabalho procura demonstrar como a cidade dual, “geradora” de insustentabilidade poderá contribuir para a sustentabilidade ambiental.

O golfe no Algarve: paisagem e sustentabilidade

Silva, Ana Rodrigues da
Fonte: Universidade do Algarve Publicador: Universidade do Algarve
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 Português
Relevância na Pesquisa
36.65377%
Dissertação de mest., Arquitectura Paisagista, Faculdade de Ciências e Tecnologia, Univ. do Algarve, 2011; O principal objectivo deste estudo foi contribuir para a sustentabilidade da actividade do golfe, com um enfoque na região do Algarve. Parte-se do pressuposto que a dimensão económica da actividade está razoavelmente bem assegurada, não estando, contudo, assegurada nas dimensões da ecologia, território, e paisagem. O assunto tem grande pertinência no contexto nacional e regional, uma vez que o turismo é um dos principais sectores da economia portuguesa e o golfe é a vocação dominante do Algarve. Neste contexto, o presente estudo decorreu em duas fases. Na primeira elaborouse um breve enquadramento teórico com incidência no tema da sustentabilidade aplicada à actividade do golfe. Na segunda desenvolveu-se uma componente de aplicação prática, onde foram analisados todos os 39 campos de golfe existentes no Algarve e depois, com base num conjunto de critérios, seleccionados 13 casos de estudo. O objectivo foi avaliar o impacte destes campos na paisagem, nas suas dimensões ecológica, biofísica, cultural e cénica. Os principais impactes dos campos de golfe seleccionados ocorrem na dimensão biofísica/ecológica do sistema território-paisagem. Destes...

Turismo em ilhas: sustentabilidade e globalização

Martins, João Félix
Fonte: Universidade do Algarve. Faculdade de Economia Publicador: Universidade do Algarve. Faculdade de Economia
Tipo: Parte de Livro
Publicado em 26/10/2004 Português
Relevância na Pesquisa
36.65377%
O desenvolvimento sustentado tem sido usado e “multiabusado” desde o relatório Bruntlant de 1987, que, aliás, não se refere ao turismo no contexto da sustentabilidade. As ilhas são ecossistemas que merecem uma atenção especial devido à sua fragilidade. O turismo em ilhas, sendo opção de desenvolvimento, é do interesse dos diversos stakeholders e também um terreno fértil para a investigação teórica e aplicada. A sustentabilidade sem a competitividade é vazia, a competitividade sem a sustentabilidade é cega. Esta agenda é particularmente importante para o território continental de Portugal e para as Regiões Autónomas e insulares da Madeira e dos Açores, enquanto destinos turísticos. Há que ter em conta os interesses dos residentes e “outros públicos.”

Do rio à Serra: projecto urbanístico para a sustentabilidade da aldeia de Friúmes

Silva, Ana Flávia Andrade da
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /10/2013 Português
Relevância na Pesquisa
36.65377%
Esta dissertação de mestrado, procura desenvolver a temática da relação entre o espaço rural, o Homem e o espaço “natural”. Estes espaços, estão cada vez mais despovoados, menos aproveitados e, principalmente, menos equilibrados. As pessoas, vendo-se obrigadas a abandonar as suas casas, culturas, tradições, vivências, hábitos, em busca de empregos melhores e sustentabilidade económica, têm deixado (ao abandono) o espaço rural. Devido a este abandono, o espaço “natural”, tenta renascer de forma desequilibrada, ou é repovoado com monoculturas de árvores “exóticas” de crescimento rápido, tornando estes espaços incaracterísticos e nada favoráveis à manutenção e sobrevivência de fauna e flora autóctones. Tendo em conta estas condicionantes, foi elaborada esta dissertação, centrada no estudo da Aldeia de Friúmes, freguesia do concelho de Penacova, distrito de Coimbra. Esta aldeia está localizada entre a Serra da Atalhada e o Rio Alva, locais atractivos a nível turístico. Na Serra da Atalhada está localizado um complexo turístico de moinhos de vento. No rio encontram-se algumas praias fluviais, pouco aproveitadas, apesar do seu potencial turístico. O objectivo desta dissertação é realizar uma proposta de projecto urbanístico para a zona compreendida entre o Rio Alva...