Página 3 dos resultados de 12165 itens digitais encontrados em 0.010 segundos
Resultados filtrados por Publicador: Associação Portuguesa de Horticultura

Avaliação da actividade antioxidante de frutos secos

Delgado, Teresa; Pereira, J.A.; Ramalhosa, Elsa
Fonte: Associação Portuguesa de Horticultura Publicador: Associação Portuguesa de Horticultura
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Português
Relevância na Pesquisa
36.74557%
A ingestão de frutos secos pode trazer inúmeros benefícios à saúde humana devido à presença de compostos antioxidantes. Dessa forma, no presente trabalho pretendeu-se avaliar a actividade antioxidante de vários frutos secos, designadamente, avelãs, nozes, amêndoas e pinhões, adquiridos numa grande superfície da região e sujeitos a uma extracção com acetona 80% (v/v) durante 24 horas. Nas diferentes amostras foi avaliado o teor em fenóis totais através do método do Folin-Ciocalteau e a actividade antioxidante através dos métodos do efeito bloqueador dos radicais livres de DPPH e do Poder Redutor. Em termos gerais, as amêndoas e os pinhões foram os frutos secos que apresentaram os menores teores de fenóis totais, 7,0+1,5 e 6,9+1,2 mg GAE/g extracto, respectivamente, ao contrário das nozes, nas quais foi determinado um teor de fenóis totais cerca de 38 vezes superior aos anteriores (268+32 mg GAE/gextracto). Foram também as nozes que apresentaram maior actividade antioxidante, tanto em termos de poder redutor (EC50 = 0,091+0,015 mgextracto/mL) como de actividade bloqueadora de radicais livres, designadamente do radical DPPH (EC50 = 0,060+0,011 mgextracto/mL). Tendo em consideração os resultados obtidos em ambos os ensaios da actividade antioxidante...