Página 4 dos resultados de 142 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

Conservação pós-colheita de melões inteiros e minimamente processados

Morgado, Cristiane Maria Ascari
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: ix, 127 p.
Português
Relevância na Pesquisa
16.56501%
Pós-graduação em Agronomia (Produção Vegetal) - FCAV; This work aimed to determine the influence of refrigeration and controlled atmosphere on quality and postharvest conservation of whole and minimally processed net melons ‘Louis’. Furthermore, the effect of heat treatment associated with the use of active modified atmosphere was evaluated in the conservation of ‘Charentais’ melons minimally processed. In the first experiment, ‘Louis’ melons were stored at 3 °C, 6 ºC, 9 ºC and 22 ºC, 80% RH, to establish the best storage temperature. In the second experiment, the fruits were stored at 6 °C (80% RH) under controlled atmosphere in concentrations of 2%, 7%, 12% and 21% O2, to determine the appropriate concentration of O2 for their conservation. In the third experiment, the melons were stored in controlled atmosphere with 5%, 10%, 15% and 20% CO2 combined with 2% O2, at 6 ºC and 80% RH. In the fourth experiment, the melons were stored under controlled atmosphere (2% O2 and 20% CO2), 6 ºC. The minimal processing was made twice, the first being the fruit immediately upon arrival to the laboratory and the second after 14 days of storage under controlled atmosphere. The fruits and minimally processed products were analyzed for color and firmness...

Purificação e estudos bioquímicos de exo-poligalacturonase (pectinase) produzida pelo fungo termofílico Rhizomucor pusillus, em cultivo submerso e aplicação na extração de sucos de frutas e hidrólise enzimática do bagaço de cana-de-açúcar

Trindade, Lucas Vinícius
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 56 f. : il., gráfs. tabs. color.
Português
Relevância na Pesquisa
16.56501%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Microbiologia - IBILCE; Pectinases are a group of enzymes capable of degrading pectic polysaccharides (pec-tin). These enzymes are used in the industry for production of fruit juices, wines, tex-tiles, paper, tea, oils, etc. This study aimed to produce, purify and characterize an exo-poligacturonase (exo-PG - EC 3.2.1.67) from the thermophilic fungus Rhizomucor pu-sillus. The enzyme was produced by submerged cultivation and purified by chromatog-raphy and salting out. This has proved to be the most appropriate using 95 % ammoni-um sulfate, and with this technique it was possible to obtain the enzyme almost free of contaminants and with a yield of approximately 74 %. A subsequent step of hydropho-bic interaction chromatography is able to remove the remaining contaminants. The pure enzyme has molecular mass around 43.5-47 kDa, optimum pH of 4.0, optimum tem-perature of 61 °C, is stable at a pH range between 3.5 and 6.5, presents thermal stability from 30 to 60 °C and is activated in the presence Ca2+. The isoelectric point of the exo-PG is 6.2 and thermodynamic studies have shown that it is a thermophilic enzyme...

Troca ionica entre pectinatos de aluminio com diferentes graus de metilação, obtidos por hidrolise enzimatica, e os ions de Fe(III), Zn, Cu(II), Mn(II) e Ca em solução aquosa

Carlos Ramon Franco
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/1996 Português
Relevância na Pesquisa
16.56501%
Pectinatos de alumínio sólidos (PAI) com vários grau de metilação (GM), obtidos através de demetilação enzimática com pectinesterase de origem vegetal, foram submetidos a um processo de troca iônica, em solução aquosa a 298 K, com os íons metálicos M =Fe(III), Mn(II), Cu(II), Zn(lI) e Ca, que pode ser representada pela equação : P-AI(OH)2(s) + M(OH)i(aq) = PM(OH)i(s) + AI(OH)2(aq) onde P representa o sítio ativo das pectinas e seu entorno molecular e M(OH)i as espécies hidrolisadas Fe(OH)2, Cu(OH), Mn(OH), Zn(OH) e Ca(OH). Determinou-se as constantes de equilíbrio estequiométricos para todos os íons, e comparando-as com aquelas obtidas em um trabalho anterior, da troca iônica dos pectinatos de alumínio com diferentes graus de metilação obtidos por hidrólise alcalina com os mesmos íons já mencionados anteriormente, pode-se estabelecer uma ordem de preferência em ambos os casos: Da Hidrólise alcalina ( 95,99 ): Fe(III) > AI > Cu(II) > Zn > Mn(II) ~ Ca Da Hidrólise enzimática: Fe(III) > AI > Cu(II) > Mn(II) > Zn ~ Ca Observou-se um efeito cooperativo no processo de troca iônica em todos os casos, exceto para os íons de Zn e Ca na hidrólise enzimática que apresentam inversão de comportamento ( efeito competitivo ). Através dos valores das constantes de equilíbrio tentou-se justificar as diferenças de comportamentos ( força de ligação...

Alterações morfologicas e bioquimicas induzidas por hidrolisados de quitina em celulas de Saccharum officinarum L. E Citrus aurantium L. cultivadas em suspensão

Maria Izabel Gallão
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 10/04/2000 Português
Relevância na Pesquisa
16.56501%
As células vegetais possuem a capacidade de responder a fatores bióticos e abióticos. Os mecanismos de defesa dessas células incluem a produção de fitoalexinas, lignina e proteases. Nesses processos existe a participação de várias enzimas, dentre elas as peroxidases (EC 1.11.1.7), que participam de inúmeros processos metabólicos e a fenilalaninamonialiase, PAL (EC 4.3.1.5). Além das alterações bioquímicas que podem ser avaliadas quando as células vegetais entram em contanto com um eliciador, pode-se também avaliar as alterações morfológicas dessas células. Devido a importância do estudo do mecanismo de defesa das células vegetais, foram utilizadas no presente trabalho células de Saccharum officinarum (cana-de-açúcar) e de Citrus aurantium (laranja) cultivadas em suspensão e submetidas ao hidrolisado de quitina. Para serem avaliadas as respostas dessas células frente aos tratamentos, foram medidas as atividades das peroxidases do meio e da PAL no interior do citoplasma. Paralelamente, foram realizadas análises citoquímicas e ultraestruturais dos materiais nos diferentes tempos de incubação utilizados. Nas células de laranja as atividades da PAL e das peroxidases tiveram seu maior aumento após 3 horas de eliciação. Nessa espécie as peroxidases básicas foram induzidas preferencialmente pelos hidrolisados de quitina. As alterações de parede celular foram identificadas através da coloração com o azul de toluidina (AT)...

Formação e deposição da parede celular em sementes de cafe durante o desenvolvimento da semente; Cell wall formation and deposition in coffee seeds development

Clovis Oliveira Silva
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 31/08/2006 Português
Relevância na Pesquisa
16.56501%
No presente trabalho são efetuadas comparações entre a composição dos polissacarídeos de parede celular de grãos verdes de café colhidos de variedades diferentes de Coffea arabica e C. canephoraem que os frutos foram colhidosem umestágio específico de maturação (somente frutos avermelhados) com grãos verdes de cafés denominados conilon e arábica que são diretamente utilizados como matéria prima para a produção de café solúvel. Observou-se que no caso dos grãos colhidos em um estágio específico, as diferenças entre os conteúdos de pectinas e hemicelulosessão mínimas, enquanto para os grãos utilizados na indústria há maior rendimento de polissacarídeos (hemiceluloses) como um todo e há também uma diferença entre conilon e arábica. Umavez que se sabe que esta composição varia ao longo do processo de desenvolvimento do fruto, especula-se que o modo de colheita, que para no café colhido no campo inclui certa parcela de grãos verdes juntamente com frutos maduros, possa influenciar na composição final dos polissacarídeos nas sementes de café; In the present work, comparisons. among the composition of cell wall polysaccharides of green coffee seeds were made with material collected from varieties of Coffea arabica and Coffea canephora in which fruits were harvested at the same developmental stage (red fruits) with green coffee beans from two varieties (arabica and conilon) used as raw material for production of soluble coffee. We observed that for seeds collected from red fruits...

Analise da composição da madeira de Caesalpinia echinata Lam. (pau-brasil) : subsidios para o entendimento de sua estrutura e resistencia a organismos xilofagos; Wood composition analysis of Caesalpinia echinata Lam. (Brazilwood) : subsidies to understanding its structure and xilophagous organisms

Claudia Alves da Silva
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 26/02/2007 Português
Relevância na Pesquisa
16.56501%
Neste trabalho, a madeira de Caesalpinia echinata Lam. (pau-brasil) oriunda da Reserva Biológica da Estação Experimental de Moji-Guaçu (SP) foi analisada quanto ao teor e composição de extrativos, lignina, polissacarídeos de parede celular e resistência a organismos xilófagos e comparada com as madeiras de Anadenathera macrocarpa (Benth.) Brenae (angico-preto), Eucalyptus grandis Hill ex Maiden (eucalipto) e Pinus elliottii (Warm.) Engelm (pinus). Os extrativos obtidos em etanol foram encontrados em maior teor no cerne de C. echinata quando comparado às demais madeiras. A análise dos extrativos quanto ao teor e composição de ciclitóis revelou que o alburno de C. echinata e os cernes de E. grandis e A. macrocarpa apresentaram os maiores conteúdos desses açúcares, com predomínio de pinitol em C. echinata e A. macrocarpa. Nos ensaios de laboratório com cupins-de-madeira-seca foi observado que o cerne de C. echinata sofreu o menor desgaste, ocasionando maior mortalidade desses insetos, possivelmente devido às substâncias tóxicas presentes nos extrativos. Nos ensaios com os fungos causadores de podridões, o cerne de C. echinata sofreu perda de massa inferior a 3%, sendo similar àquele de A. macrocarpa, conhecido por sua alta resistência...

Microfiltraçao de suco de tamarindo (Tamarindus indica L.) por membrana polimerica : efeito do tratamento enzimatico, da velocidade tangencial e da pressao transmembrana; Microfiltration of tamarind (Tamarindus indica L.) juice by polymeri membrane : effects of enzymatic treatment, crossflow velocity and transmembrane pressure

Anna Paula Watanabe
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/10/2007 Português
Relevância na Pesquisa
16.56501%
A aplicação do processo de microfiltração para clarificação de certos sucos de frutas tem demonstrado resultados economicamente viáveis. Inúmeros sucos de frutas típicas do Brasil ainda não foram testados neste tipo de processo, visando a sua clarificação. Suco de tamarindo (Tamarindus indica L.) reconstituído na proporção de 1 de polpa para 3 de água foi microfiltrado a 35ºC, em membrana tubular de polipropileno de diâmetro médio de poro de 0,2 ?m, variando-se as condições de pressão transmembrana, velocidade de escoamento e utilizando ou não um pré-tratamento enzimático da polpa. Foram observados fluxos finais de permeado de 70 a 115 kg/m2h. O aumento da pressão transmembrana aumentou o fouling, mas resultou em altos valores de fluxo de permeação, tanto iniciais quanto finais. Alta pressão associada ao uso de enzima pectinolítica na concentração de 100 ppm apresentou o melhor resultado de fluxo final, a um fator de concentração igual a dois e, conseqüentemente, no menor tempo de processamento. O aumento da velocidade de escoamento e uso de baixas pressões melhorou o fluxo de modo geral, e o uso concomitante de enzima, melhorou ainda mais o fluxo. Ao usar alta velocidade e alta pressão, o fluxo foi elevado no processamento em que não foi feito o tratamento enzimático. Entretanto...

Modificações da parede celular de frutos do mamoeiro (Carica papaya L.) em diferentes estadios do desenvolvimento; Modifications of the cell wall of fruits of papaya (Carica papaya L.) at various stages of development

Aline Andreia Cavalari
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 28/01/2009 Português
Relevância na Pesquisa
16.56501%
A parede celular é um componente particular dos tecidos vegetais e conhecer a composição dos polissacarídeos que a constituem e suas interações é essencial para compreender a textura dos alimentos e suas alterações pós-colheita, em especial em frutos climatérios, como é caso do mamão. A parede celular esta dividida por três domínios: o primeiro é formado por celulose e hemiceluloses, o segundo domínio é formado por pectinas e o terceiro um domínio composto por proteínas. As modificações dos polímeros e suas proporções nestes respectivos domínios são resultados de ações enzimáticas, que no caso dos frutos carnosos, leva ao amaciamento da polpa. Portanto, estudar as modificações nesses polímeros através da análise dos OXG obtidos por hidrolise com celulase, é um caminho importante para entender as alterações neste polissacarídeo ao longo do desenvolvimento de frutos. O presente trabalho teve como objetivo compreender as modificações da parede celular durante o desenvolvimento do fruto do mamoeiro. Foram utilizados frutos de Carica papaya L. cv. Sunrise solo, coletados diretamente do produtor (Caliman S/A- Unhares- ES). As amostras de frutos foram colhidas em intervalos de 30 dias, sendo os estádios analisados de 30 a 150 após a antese (dpa). Os resultados demonstram queda acentuada na proporção de parede celular em relação a outros compostos...

Estudo das interações entre biopolimeros e polpas de frutas tropicais em cisalhamento estacionario e oscilatorio

Izabel Cristina Freitas
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 18/03/2002 Português
Relevância na Pesquisa
16.56501%
o comportamento reológico de guar ou xantana em polpa de maracujá foi avaliado através de testes em cisalhamento estacionário e oscilatório.Nesses experimentos,verificou-se que as curvas de escoamento desses biopolímeros foram melhores ajustadas pelo modelo de Herschel-Bulckley e que o modelo de Cross foi usado para a descrição dessas em um grande intervalo de taxa de deformação. Em sistemas de polpa de fruta, a xantana apresentou maior pseudoplasticidade e elasticidadedo que a guar. Além disto, o efeito da temperatura sobre a viscosidade aparente de guar ou xantana,em polpa de maracujá, foi descrita por uma equação tipo Arrhenius e discutida em termos de energia de ativação. Nos sistemas MaG, esta energia decresceu com o aumento da taxa de deformação. Entretanto, em amostras MaX, a energia de ativação não variou com a taxa de deformação, porém apresentou uma redução com o aumento da concentração de xantana. O modelo generalizado de Maxwell foi usado com sucesso para descrever as características viscoelásticas das amostras estudadas. A análise de variância e Teste de Tuckey foram usados para avaliar o efeito do tempo de estocagem sobre as características reológicas, fisicas e químicas de guar ou xantana em polpa de maracujá. A estocagem não apresentou efeito significativo sobre a quantidade de sólidos solúveis...

O efeito dos ions antagonicos K+ e Ca+++ e do IAA sobre as membranas da celula de Nitella cernua Braun

Antonia Lelia Guadagnuci Piccolo
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em //1968 Português
Relevância na Pesquisa
16.56501%
No presente trabalho estudou-se o efeito dos íons antagônicos K+ e Ca++ , do quelador EDTA e da auxina IAA, sobre a permeabilidade para a água das membranas citoplasmáticas. Foi escolhido como material uma espécie de alga da família das Characeas: Nitella cernua Braun. Por possuir células-gigantes, a Nitella se torna o objeto para demonstrar com facilidade, o efeito dos íons sobre a permeabilidade do plasmalema, Estudou-se o efeito dessas substâncias sobre a permeabilidade, através de dois métodos: transpiração de células isoladas e medição direta da saída de líquido de células tratadas. A. Efeito, sobre a membrana inerte. 1. O efeito do EDTA sobre a resistência mecânica da membrana externa da célula. Durante os estudos preliminares do efeito do EDTA sobre a permeabilidade do plasmalema, deparou-se com um fenômeno que inutilizou muitas experiências: quando o tempo de tratamento com EDTA é superior a 15 minutos, as células explodem; ocorre plasmoptise. A membrana celulósica arrebenta, rasgando-se em toda a sua circunferência ou se formam furos que não se repara, macroscopicamente. A plasmoptise ocorre devido a transformação do pectato de cálcio insolúvel em sal solúvel, potássico ou sódico do ácido galacturônico das pectinas...

Caracterização e aplicação de enzimas de forma combinada na biopreparação de tecidos felpudos de algodão

Furlan, Franciele Regina
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 151 p.| il., grafs., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
16.56501%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico, Programa de Pós-graduação em Engenharia Química, Florianópolis, 2013; No presente trabalho investigou-se a viabilidade da utilização do pool enzimático celulase (E.C. 3.2.1.4), pectinase (E.C. 4.2.2.2) e amilase (E.C. 3.2.1.1), na biopreparação de tecidos felpudos 100% algodão. Foram determinadas as atividades enzimáticas em diferentes condições de processo, variando-se os parâmetros pH, temperatura e tempo de reação, investigando-se ainda a melhor combinação entre as enzimas, com a finalidade de remover constituintes celulósicos e não celulósicos presentes nas fibras de algodão (pectinas e amido). Avaliou-se dois processos de biopreparação, primeiramente com a adição de agentes umectante e sequestrante no início do processo e outro após a reação enzimática. Foi avaliado também o desempenho de uma celulase neutra e dos corantes reativos amarelo 145, vermelho 194 e azul 221 na etapa de tingimento, verificando a eficácia do tingimento e biopolimento simultâneos, através das análises de cor no sistema CIELab e testes de pilling e formação de pó (pilosidade). Para fins comparativos, realizou-se uma preparação alcalina convencional com as condições normalmente utilizadas nas indústrias. A comparação das propriedades dos tecidos...

Caracterização e uso da mucilagem do jaracatiá (Carica quercifolia (A. St.-Hil.) Hieron) na adsorção de papaína

Faccio, Carina
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 132 p.| il., grafs., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
16.56501%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico, Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química, Florianópolis, 2015.; Os polissacarídeos provenientes das plantas são uma fonte interessante de aditivos para diversas indústrias, principalmente para a indústria alimentícia, farmacêutica e química. A mucilagem é composta quimicamente por água, pectinas, açúcares e ácidos orgânicos. O jaracatiá [Carica quercifolia (A. St.-Hil) Hieron] pertence à família Caricaceae e ao gênero Vasconcellea, sua caracterização é importante, visto que os dados referentes à espécie são escassos na literatura. A partir deste estudo foi possível propor aplicações, contribuindo, assim, com a preservação da espécie e o aproveitamento de novas fontes vegetais (biodiversidade brasileira). Foi determinada sua composição proximal, bem como análise dos grupos funcionais, composição mono e polisssacarídica, comportamento reológico e térmico. Após a caracterização, a reticulação da mucilagem foi proposta com o intuito de obter um adsorvente para proteínas. As características da mucilagem antes e após a reticulação foram determinadas, sendo identificados os grupos funcionais antes e após a reticulação...

Anatomia de coléteres e natureza química das secreções em quatro espécies de plantas nativas do cerrado e seu papel ecológico em Himatanthus obovatus (Apocynaceae)

Leite, Raíssa Guimarães
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
16.56501%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Botânica, 2012.; As glândulas dos vegetais são classificadas conforme o tipo de substâncias que secretam. Estas estruturas são encontradas na face adaxial dos pecíolos de Himatanthus obovatus (Mull. Arg.) Woodson e Tabernaemontana solanifolia A. DC. (Apocynaceae), bem como em estípulas de Palicourea rigida Kunth e Tocoyena formosa (Cham. & Schltdl.) K. Schum. (Rubiaceae). Estas quatro espécies nativas são muito comuns no Cerrado e suas glândulas ainda não foram caracterizadas. O objetivo do presente trabalho é caracterizar as glândulas destas plantas, por meio da morfo-anatomia, inclusive microscopia eletrônica de varredura (MEV), observações ecológicas e identificar a natureza química e a ação biológica de suas secreções. Amostras das glândulas foram fixadas, desidratadas e metalizadas para análise sob MEV, onde os cristais foram analisados por espectroscopia de energia dispersiva (energy dispersive spectroscopy, EDS). A análise anatômica foi realizada mediante inclusão em parafina utilizando cortes seriados. Cortes das glândulas frescas foram obtidos em micrótomo e submetidos aos testes histoquímicos. As imagens dos cortes foram obtidas sob fotomicroscópio com sistema de captura. Observações de campo...

Synthesis and characterization of electrically conductive bacterial cellulose-polypyrrole composites using alternative synthesis methods

Sousa, Rui César Cardoso de
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
16.56501%
Dissertação de mestrado em Bioengenharia; As the era of the nanomaterials draws near, the electrically conductive polymeric materials have been receiving increasing attention towards the development of diverse applications in electronics, sensors and actuators. Among these materials, the intrinsic conductive polymers (ICPs) stand out, namely polypyrrole (PPy), an inexpensive and highly conductive ICP (up to 500 S.m-1) of facile synthesis, environmentally stability and biocompatibility. By its turn, bacterial cellulose (BC), a biopolymer with highly versatile characteristics, namely chemical purity (0% pectins and hemicelluloses), high crystallinity (95%), low density (1.25 g cm-3), high surface area (37 m2g-1) as well as excellent mechanical properties (Young’s modulus of approx. 15-35 GPa) and low-cost production, have also been drawing a lot of attention. With a combination of these material’s promising characteristics in sight, the aim of this work was to obtain electrically conductive BC-PPy composites via in situ polymerization. This was achieved by using wet chemical polymerization method. Never-dried and freeze-dried BC thin films were used as the templates for monomer deposition and polymerization. Additionally...

Application of nuclear magnetic resonance spectroscopy and vibrational spectroscopy for the characterisation of fruit products and beverages

Duarte, Iola Melissa Fernandes
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
16.56501%
O trabalho apresentado nesta tese pretendeu desenvolver e aplicar métodos espectroscópicos, em especial espectroscopia de ressonância magnética nuclear e técnicas acopladas, e também espectroscopia de infravermelho, para estudar a composição e a bioquímica de frutos e bebidas. No Capítulo I, apresenta-se o estado do conhecimento sobre a composição e bioquímica dos alimentos em análise neste trabalho, evidenciando-se os aspectos que justificam o seu estudo mais aprofundado e completo, para o qual a presente tese pretende contribuir. O Capítulo II descreve, de forma resumida, os fundamentos das técnicas analíticas utilizadas, focando nomeadamente a espectroscopia de RMN de estado líquido e de estado sólido, o acoplamento da RMN com cromatografia líquida e espectrometria de massa (HPLCRMN/ MS) e a espectroscopia de infravermelho. Os métodos de análise multivariada usados encontram-se também sumariamente descritos neste Capítulo. No Capítulo III, descreve-se a aplicação de técnicas de RMN de alta resolução para caracterizar a composição de sumo e polpa de manga. O espectro de RMN-1H do sumo (600 MHz) apresenta elevada complexidade e contém informação sobre uma vasta gama de compostos. Recorrendo a espectros bidimensionais...

Funcionalização de pectinas e sua aplicação na indústria alimentar

Alves, Zélia Ribeiro
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
16.56501%
Este trabalho, desenvolvido na empresa alimentar Frulact, consistiu no estudo de algumas polpas de frutos com vista à sua utilização em preparados de fruta para aplicação em iogurte. Os polissacarídeos pécticos, presentes nas polpas dos frutos, foram sujeitos a reações enzimáticas e não enzimáticas. Os tratamentos aplicados às polpas comerciais foram a adição de 1% (m/m) de CaCI2, 0,1% (m/m) da enzima pectina metil-esterase (PME) e incubação da PME na presença de CaCI2. Para as polpas comerciais, sem tratamento, foi realizado um estudo da viscosidade em função da concentração (100, 80, 60, 40 e 20%), tendo-se verificado que esta relação é exponencial com o aumento da concentração de polpa. Quando aplicados os tratamentos, verificou-se que estes apresentaram vantagens em toda a gama de frutos estudada. No estudo realizado à suspensão de pedaços de morango em várias diluições de polpa (80, 60, 40 e 20%) verificou-se também que alguns tratamentos aplicados às polpas apresentaram vantagens em relação à polpa controlo, sendo possível garantir a suspensão de pedaços com uma concentração mais baixa de polpa. As polpas de frutos obtidas por frutas frescas, morango e alperce, foram também submetidas aos mesmos tratamentos das polpas comerciais...

Caracterização do Engaço da Uva e Avaliação do seu Potencial como Matéria‐Prima Lenhocelulósica

Prozil, Sónia; Mendes, Joana; Evtuguin, Dmitry; Lopes, Luísa P. Cruz
Fonte: Instituto Politécnico de Viseu Publicador: Instituto Politécnico de Viseu
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
16.56501%
Resumo O presente estudo avalia a composição química detalhada do engaço da uva de modo a encontrar novas formas para a sua valorização. O engaço da uva é um subproduto vinícola de origem lenhocelulósica, com 30-31% de celulose, 21% de hemicelulose, 17-18% de lenhina, 15-16% de taninos e cerca de 6,0% de proteínas. A análise dos monossacarídeos mostrou que, a seguir à celulose, a xilana é o segundo polissacarídeo mais abundante no engaço (ca. 12%). A celulose foi isolada pelo método Kürscher e Hoffer e foi caracterizada por difração de raios-X (DRX). Esta análise revelou a existência de uma célula unitária típica de celulose I com um elevado grau de cristalinidade (ca. 75%). Também foi possível verificar uma elevada abundância de compostos extratáveis em água (ca. 24%), atribuídos principalmente a sais inorgânicos solúveis, taninos hidrolisáveis e pectinas. A lenhina Klason foi caracterizada por espectroscopia de infravermelho e espectroscopia de ressonância magnética tendo-se verificado tratar-se de uma lenhina do tipo HGS, com predominância de unidades guaiacilo.; Abstract The present study evaluates the detailed chemical composition of grape stalks to find new forms of recovery. Grape stalk is a by-product from winemaking process of lignocellulosic source with 30-31% cellulose...

A flora medicinal e aromática da Herdade da Ribeira Abaixo, Grândola (Estação de campo, CBA): caracterização micromorfológica e dos óleos essenciais de Lavandula Luisieri

Feijão, Maria Daniela Madelino, 1983
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 Português
Relevância na Pesquisa
16.56501%
Tese de mestrado. Biologia.(Biologia Celular e Biotecnologia). Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2011; De entre as plantas aromáticas da Flora de um montado inclui-se a família Lamiaceæ, onde encontramos o género Lavandula. A taxonomia do género Lavandula tem sofrido diversas alterações, devido à sua variabilidade morfológica e capacidade de hidridização. Com este trabalho pretendeu-se aprofundar o estudo de duas espécies, L. luisieri e L. pedunculata, realizando uma abordagem conjunta através do estudo químico dos seus óleos essenciais e de análise micromorfológica das suas flores. Os óleos essenciais de várias amostras de ambas as espécies de Lavandula colhidas em anos consecutivos foram isolados por hidrodestilação, examinados por CGL, identificados por CGL/EM e sujeitos a análise aglomerativa usando o programa NTSYS. A morfologia e distribuição do indumento de estruturas florais de ambas as espécies foram analisados usando as técnicas de MEV e MOV. Para o estudo histoquímico das duas espécies, utilizaram-se testes destinados à identificação de determinados grupos químicos, observando-se os resultados em MOV. Observou-se ainda a autofluorescência e fluorescência induzida com reagente de NEU em MOF. Os óleos essenciais das amostras de L. luisieri e L. pedunculata foram obtidos num intervalo de rendimentos de v-1% e 2% (v/ p.f.). Os monoterpenos oxigenados foram detectados em maior percentagem tanto para L. luisieri (33-57%)...

Modificações texturais de tomates heterozigotos no loco alcobaça

VILAS BOAS,EDUARDO VALÉRIO DE BARROS; CHITARRA,ADIMILSON BOSCO; MALUF,WILSON ROBERTO; CHITARRA,MARIA ISABEL FERNANDES
Fonte: Embrapa Informação Tecnológica; Pesquisa Agropecuária Brasileira Publicador: Embrapa Informação Tecnológica; Pesquisa Agropecuária Brasileira
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/07/2000 Português
Relevância na Pesquisa
16.56501%
Foram avaliadas as modificações ocorridas durante o amadurecimento de três pares de híbridos de tomates do grupo multilocular, quase isogênicos, à exceção do loco alcobaça. O experimento foi conduzido na Universidade Federal de Lavras, em delineamento em blocos casualizados. Os pares de híbridos (Stevens x Flora Dade e Stevens x TOM-559; Piedmont x Flora Dade e Piedmont x TOM-559; NC-8276 x Flora Dade e NC-8276 x TOM-559) foram avaliados em quatro estádios de amadurecimento (breaker, rosa, vermelho-claro e vermelho), em quatro repetições. Os híbridos cujo genitor comum foi Flora Dade corresponderam ao genótipo normal (+/+), enquanto os híbridos heterozigotos alcobaça (+/alc) foram provenientes do genitor comum TOM-559. A textura não foi afetada pelo alelo alcobaça nos estádios predeterminados de amadurecimento. Já a porcentagem de solubilização das substâncias pécticas, bem como a atividade das enzimas pectinametilesterase e poligalacturonase, foram influenciadas pelo alelo alcobaça, que determinou a sua contenção. O amadurecimento dos tomates (+/+) e (+/alc) foi marcado por intenso amaciamento, acompanhado por incremento na atividade da poligalacturonase e solubilização das substâncias pécticas.

Mudanças relacionadas ao amaciamento da graviola durante a maturação pós-colheita

Lima,Maria Auxiliadora Coêlho de; Alves,Ricardo Elesbão; Filgueiras,Heloísa Almeida Cunha
Fonte: Embrapa Informação Tecnológica; Pesquisa Agropecuária Brasileira Publicador: Embrapa Informação Tecnológica; Pesquisa Agropecuária Brasileira
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2006 Português
Relevância na Pesquisa
16.56501%
Este trabalho teve por objetivo avaliar mudanças físicas, químicas e bioquímicas relacionadas ao amaciamento de graviola (Annona muricata L.) Crioula durante a maturação. Os frutos foram colhidos no estádio de maturidade fisiológica, em plantas cultivadas na Estação Experimental da Embrapa Agroindústria Tropical, em Pacajus, Ceará, armazenados a 26,3±0,6 ºC e 88±12% de umidade relativa, durante 1, 2, 3, 4 e 5 dias. Utilizou-se o delineamento experimental inteiramente casualizado, com quatro repetições. As variáveis analisadas foram: perda de massa, amido, pectina total e solúvel, e atividades das enzimas amilase, pectinametilesterase, poligalacturonase, alfa-galactosidases e beta-galactosidases. Não houve variação significativa no conteúdo de pectina solúvel. Após cinco dias, a perda de massa atingiu 5%, mas não promoveu murcha dos frutos. As reduções nos conteúdos de amido e de pectina total coincidiram com período de expressiva atividade, respectivamente, das enzimas amilase e da poligalacturonase e beta-galactosidase de parede celular. As modificações mais acentuadas no conteúdo de amido, de pectina total, na solubilização de pectinas e na atividade das enzimas amilase, pectinametilesterase, poligalacturonase e beta-galactosidase de parede celular ocorreram no período do segundo ao quarto dia após a colheita.