Página 4 dos resultados de 253 itens digitais encontrados em 0.003 segundos

El boom migratorio en España

Domingo i Valls, Andreu
Fonte: Edições Universidade Fernando Pessoa Publicador: Edições Universidade Fernando Pessoa
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2007 Português
Relevância na Pesquisa
26.04%
O crescimento da imigração em Espanha tem sido notório desde o início dos anos noventa do século XX, num processo paralelo ao que se verificou noutros países do Sul da Europa, e deve ser avaliado considerando-se o estado da população que é consequente da Segunda Transição Demográfica: por diminuir em cada ano o número de nascimentos e por aumentar a esperança média de vida. A imigração é entendida como uma oportunidade ao desenvolvimento do País, impondo a necessária integração dos seus protagonistas, de forma a impedir o racismo e a xenofobia. The growth of immigration in Spain has been well-known since the beginning of the nineties of XX century, in a parallel process what it was verified in other countries of the South of the Europe, and must be evaluated considering the state of the population that is consequent of the Second Demographic Transition: for the break number births in each year and for increasing the average hope of life. Immigration is understood as a chance to the development of the Country, imposing the necessary integration of its protagonists, form to hinder racism and the xenophobia.

Cuidado da família ao idoso portador de doença crônica: análise do conceito na perspectiva da família; Family care to the elderly with chronic disease: concept analysis from the family's perspective.

Carreira, Lígia
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 20/10/2006 Português
Relevância na Pesquisa
26.22%
O envelhecimento populacional vem sendo alvo de atenção no Brasil, uma vez que está ocorrendo um aumento significativo do número de idosos na população. Observa-se que juntamente com essa transição demográfica, ocorre a transição epidemiológica. A preocupação com doenças infecto-contagiosas perde lugar para a alta prevalência das doenças crônicas não-transmissíveis, e a população idosa é a mais acometida por essas doenças. Nesta situação, a família desempenha um papel fundamental na manutenção e controle da doença de seus membros, pois cabe a ela arcar com a continuidade do cuidado ao indivíduo no seu processo de viver. Assim, o estudo tem como objetivo construir um modelo conceitual de cuidado familiar ao idoso com condição crônica, com base nos significados construídos nas interações sociais, identificando, deste modo, como a família vivencia o processo de cuidar do idoso com condição crônica e interpretando os significados do cuidado familiar à este idoso. Utilizou-se como referencial metodológico a Teoria Fundamentada nos Dados e o referencial teórico do Interacionismo Simbólico. Participaram da pesquisa oito famílias de idosos com doença crônica não-transmissível. As famílias foram selecionadas a partir da Equipe de Saúde da Família 15 do município de Maringá-PR...

Contribuições das práticas alimentares e inatividade física para o excesso de peso infantil

Rinaldi, Ana Elisa M.; Pereira, Avany Fernandes; Macedo, Célia Sperandeo; Mota, João Felipe; Burini, Roberto Carlos
Fonte: Sociedade de Pediatria de São Paulo Publicador: Sociedade de Pediatria de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 271-277
Português
Relevância na Pesquisa
26.22%
OBJETIVO: Revisar estudos que abordam as práticas alimentares atuais e o padrão de atividade física como contribuintes do excesso de peso na infância. FONTES DE DADOS: Ovid Journals, Highwire e SciELO, com seleção de artigos originais e de revisão nos últimos dez anos (1997 a 2007), na língua portuguesa e inglesa. SÍNTESE DE DADOS: O acompanhamento do estado nutricional de crianças permite diagnosticar seu estado de saúde atual, bem como predizer parcialmente seu prognóstico na vida adulta. A prevalência de obesidade infantil, no Brasil, apresenta aumento progressivo em todas as classes sociais e sua freqüência varia entre cinco a 18%, dependendo da região estudada. A associação da transição epidemiológica, demográfica e comportamental e a alteração do hábito alimentar são apontadas como fatores causais do aumento progressivo da obesidade infantil. Práticas alimentares caracterizadas por elevado teor de lipídios, sacarose e sódio e por reduzido consumo de cereais integrais, frutas e hortaliças associadas à inatividade física decorrente do uso de computadores, jogos eletrônicos e televisores influenciam parte considerável de crianças. Este estilo de vida reflete os hábitos familiares e pode ser influenciado pelo ambiente escolar no qual a criança está inserida. CONCLUSÕES: Os dados sugerem influência considerável dos fatores ambientais...

A saúde bucal do idoso brasileiro: revisão sistemática sobre o quadro epidemiológico e acesso aos serviços de saúde bucal

Moreira, Rafael da Silveira; Nico, Lucélia Silva; Tomita, Nilce Emy; Ruiz, Tânia
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 1665-1675
Português
Relevância na Pesquisa
26.22%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); O envelhecimento populacional, evento concomitante à queda da taxa de fecundidade, alterou significativamente a estrutura da pirâmide etária brasileira. Paralelamente à transição demográfica, a transição epidemiológica vem alterando os padrões de morbimortalidade, sem que haja, no entanto, adequada oferta de atenção à saúde para esse grupo populacional. Por meio de busca em bases de dados, objetivou-se realizar uma revisão sistemática da literatura, no período de 1986 a 2004, sobre os problemas bucais mais prevalentes entre os idosos brasileiros e conhecer os principais obstáculos no acesso aos serviços de saúde. Os valores médios do índice CPO-D encontrados nos artigos pesquisados foram de 25 a 31. Verificou-se grande porcentagem de indivíduos edêntulos. As principais barreiras quanto ao acesso aos serviços odontológicos foram a baixa escolaridade, a baixa renda e a escassa oferta de serviços públicos de atenção à saúde bucal. Diante desses fatores, a saúde bucal do idoso brasileiro encontra-se em situação precária, com elevados índices de edentulismo, refletindo a ineficácia historicamente presente nos serviços públicos de atenção odontológica...

História demográfica de Itajaí: uma população em transição 1866-1930 /

Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 185 f.| mapas, tabs. +
Português
Relevância na Pesquisa
26.26%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas.

A saúde bucal do idoso brasileiro: revisão sistemática sobre o quadro epidemiológico e acesso aos serviços de saúde bucal

Moreira,Rafael da Silveira; Nico,Lucélia Silva; Tomita,Nilce Emy; Ruiz,Tânia
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2005 Português
Relevância na Pesquisa
26.22%
O envelhecimento populacional, evento concomitante à queda da taxa de fecundidade, alterou significativamente a estrutura da pirâmide etária brasileira. Paralelamente à transição demográfica, a transição epidemiológica vem alterando os padrões de morbimortalidade, sem que haja, no entanto, adequada oferta de atenção à saúde para esse grupo populacional. Por meio de busca em bases de dados, objetivou-se realizar uma revisão sistemática da literatura, no período de 1986 a 2004, sobre os problemas bucais mais prevalentes entre os idosos brasileiros e conhecer os principais obstáculos no acesso aos serviços de saúde. Os valores médios do índice CPO-D encontrados nos artigos pesquisados foram de 25 a 31. Verificou-se grande porcentagem de indivíduos edêntulos. As principais barreiras quanto ao acesso aos serviços odontológicos foram a baixa escolaridade, a baixa renda e a escassa oferta de serviços públicos de atenção à saúde bucal. Diante desses fatores, a saúde bucal do idoso brasileiro encontra-se em situação precária, com elevados índices de edentulismo, refletindo a ineficácia historicamente presente nos serviços públicos de atenção odontológica, limitado a extrações em série e serviços de urgência...

Contribuições das práticas alimentares e inatividade física para o excesso de peso infantil

Rinaldi,Ana Elisa M.; Pereira,Avany Fernandes; Macedo,Célia Sperandeo; Mota,João Felipe; Burini,Roberto Carlos
Fonte: Sociedade de Pediatria de São Paulo Publicador: Sociedade de Pediatria de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2008 Português
Relevância na Pesquisa
26.22%
OBJETIVO: Revisar estudos que abordam as práticas alimentares atuais e o padrão de atividade física como contribuintes do excesso de peso na infância. FONTES DE DADOS: Ovid Journals, Highwire e SciELO, com seleção de artigos originais e de revisão nos últimos dez anos (1997 a 2007), na língua portuguesa e inglesa. SÍNTESE DE DADOS: O acompanhamento do estado nutricional de crianças permite diagnosticar seu estado de saúde atual, bem como predizer parcialmente seu prognóstico na vida adulta. A prevalência de obesidade infantil, no Brasil, apresenta aumento progressivo em todas as classes sociais e sua freqüência varia entre cinco a 18%, dependendo da região estudada. A associação da transição epidemiológica, demográfica e comportamental e a alteração do hábito alimentar são apontadas como fatores causais do aumento progressivo da obesidade infantil. Práticas alimentares caracterizadas por elevado teor de lipídios, sacarose e sódio e por reduzido consumo de cereais integrais, frutas e hortaliças associadas à inatividade física decorrente do uso de computadores, jogos eletrônicos e televisores influenciam parte considerável de crianças. Este estilo de vida reflete os hábitos familiares e pode ser influenciado pelo ambiente escolar no qual a criança está inserida. CONCLUSÕES: Os dados sugerem influência considerável dos fatores ambientais...

Saúde do idoso

Chaimowicz, Flávio
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Publicado em // Português
Relevância na Pesquisa
26.22%
O módulo Saúde do Idoso contém textos complementares cuidadosamente selecionados para permitir que o profissional de saúde aprofunde seus conhecimentos, na medida em que os problemas forem surgindo. Descreve as principais características da transição demográfica brasileira, seus determinantes e consequências, e discuti as características da transição epidemiológica, suas peculiaridades no Brasil e sua relação com o envelhecimento da população. Os fóruns deste módulo abordam temas inquietantes da Saúde do Idoso e têm como objetivo abrir o espaço para a discussão e troca de experiências entre alunos e tutores.

Rede de atenção : saúde do idoso

Chaimowicz, Flávio
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Publicado em // Português
Relevância na Pesquisa
26.22%
Este material compõe a disciplina optativa " Rede de atenção: saúde do idoso" do Curso de Especialização Estratégia Saúde da Família (2014). Esta disciplina descreve as principais características da transição demográfica brasileira, seus determinantes e consequências, e discuti as características da transição epidemiológica, suas peculiaridades no Brasil e sua relação com o envelhecimento da população. Os fóruns desta disciplina abordam temas inquietantes da Saúde do Idoso e têm como objetivo abrir o espaço para a discussão e troca de experiências entre alunos e tutores. Este módulo esta dividido em 2 seções: 1 - Envelhecimento populacional e saúde dos idosos; 2- Abordagem dos problemas clínicos dos idosos

A velhice nas propagandas do Ministério da Saúde: subjetividades e representações de idosos nos filmes das campanhas de vacinação

Gomes, Viviane Cristina Maia
Fonte: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Comunicação (FIC); Faculdade de Informação e Comunicação - FIC (RG) Publicador: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Comunicação (FIC); Faculdade de Informação e Comunicação - FIC (RG)
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
26.26%
El crecimiento demográfico de la población mundial há puesto la vejez y el envejecimiento en la agenda social. En Brasil – donde se ha producido una inversión de la pirámide de edades , con el rápido aumento de la población anciana y una disminución en el crecimiento de otros grupos de edad – el mundo académico, los medios de comunicación, el gobierno y la sociedad civil comezaron a discutir las consecuencias de la transición demográfica. Considerado como un problema social en el discurso contemporáneo de la gerontología, envejecimiento lleva estereotipos en diferentes contextos históricos y culturales. Asociado a los aspectos negativos como la soledad, la miseria, el deterioro físico e intelectual, los ancianos lleva los estigmas perpetuado a lo largo de la historia. Sin embargo, es evidente que ha habido un intento de reinventar la vejez y asociarla con los aspectos más positivos. Es la redefinición de la vejez. Junto con este movimiento también es un intento de mostrar que el éxito logrado después de la jubilación, por tanto, exlusiva como la persona se cuida durante toda la vida – es la idea de la privatización del envejecimiento. Los medios de comunicación también parece adoptar estos dos discursos. A partir de este contexto...

Desenvolvimento sustentável na América Latina e no Caribe: seguimento da agendas das Nações Unidas para o desenvolvimento pós-2015 e Rio+20

Fonte: CEPAL Publicador: CEPAL
Português
Relevância na Pesquisa
26.22%
Incluye bibliografía; Publicado como apoyo a la Conferencia sobre el Desarrollo Sostenible en América Latina y el Caribe: Seguimiento de la Agenda para el Desarrollo post-2015 y Río+20 (7-9 marzo 2013 : Bogotá); Neste informe se apresenta os avanços e brechas para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio na América Latina e no Caribe como ponto de partida para refletir sobre uma agenda ambiciosa de desenvolvimento sustentável para as próximas décadas. Em uma região de renda média, os limites de uma agenda de desenvolvimento centrada no crescimento econômico e na redução da pobreza monetária se analisam num contexto regional marcado pela desigualdade, a transição demográfica, a alta urbanização, a crescente insegurança e a vulnerabilidade frente à degradação do meio ambiente, a mudança climática e os desastres naturais. Para transitar a um modelo de desenvolvimento sustentável se propõe a mudança estrutural como caminho, as políticas públicas como instrumento e uma perspectiva de direitos que promova a igualdade e a sustentabilidade como valores subjacentes e como horizonte. A governança global para o desenvolvimento sustentável deve ser construída de modo que permita essa transição. O documento conclui com sete mensagens centrais para contribuir para a discussão sobre a agenda para o desenvolvimento pós-2015.

Saúde do idoso

Chaimowicz, Flávio
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Tipo: Texto Formato: 172p. ilustrado
Português
Relevância na Pesquisa
26.22%
O módulo Saúde do Idoso contém textos complementares cuidadosamente selecionados para permitir que o profissional de saúde aprofunde seus conhecimentos, na medida em que os problemas forem surgindo. Descreve as principais características da transição demográfica brasileira, seus determinantes e consequências, e discuti as características da transição epidemiológica, suas peculiaridades no Brasil e sua relação com o envelhecimento da população. Os fóruns deste módulo abordam temas inquietantes da Saúde do Idoso e têm como objetivo abrir o espaço para a discussão e troca de experiências entre alunos e tutores.; Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social - BNDES

Rede de atenção : saúde do idoso

Chaimowicz, Flávio
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Tipo: Backup de Moodle Formato: Backup moodle da disciplina optativa "Rede de atenção: saúde do adulto" do curso de Especialização Estratégia Saúde da Família, contendo materiais em formato PDF e na linguagem html, além de áudio e slides.
Português
Relevância na Pesquisa
26.22%
Este material compõe a disciplina optativa " Rede de atenção: saúde do idoso" do Curso de Especialização Estratégia Saúde da Família (2014). Esta disciplina descreve as principais características da transição demográfica brasileira, seus determinantes e consequências, e discuti as características da transição epidemiológica, suas peculiaridades no Brasil e sua relação com o envelhecimento da população. Os fóruns desta disciplina abordam temas inquietantes da Saúde do Idoso e têm como objetivo abrir o espaço para a discussão e troca de experiências entre alunos e tutores. Este módulo esta dividido em 2 seções: 1 - Envelhecimento populacional e saúde dos idosos; 2- Abordagem dos problemas clínicos dos idosos; 2014/2; Ministério da Saúde

Da cidade pedestre à metrópole do automóvel: uma aproximação à relação entre forma urbana e mobilidade espacial em Lisboa (1950-2001)

Nunes, J. P. S.
Fonte: DINÂMIA'CET Publicador: DINÂMIA'CET
Tipo: Trabalho em Andamento
Publicado em /12/2009 Português
Relevância na Pesquisa
26.22%
DINÂMIA'CET, Dezembro de 2009.; Nas últimas três décadas, as cidades europeias têm vindo a evidenciar um novo padrão de mobilidade espacial no qual a deslocação em automóvel assume um peso preponderante. Esta mudança tem sido entendida enquanto «transição urbana» (Wiel, 1999) – um processo que à maneira da transição demográfica traça a longa passagem da cidade pedestre à grande cidade ou metrópole onde o uso do automóvel é predominante. Esta tendência internacional encontra tradução na cidade de Lisboa e nos seus concelhos limítrofes. Os dados do Censos 2001 estabelecem que neste território a maioria das deslocações casa-trabalho realizadas por indivíduos activos tinha o automóvel como principal modo de deslocação. Com o objectivo compreender e explicar como é que este padrão de mobilidade se estabeleceu no território metropolitano de Lisboa, neste texto realiza-se uma aproximação ao fenómeno – a passagem de uma cidade pedestre a uma metrópole do automóvel – a partir da relação entre forma urbana e mobilidade espacial.

Moral dilemmas and health practices; Dilemas morales y practicas de salud; Dilemas morais e praticas de saude

Guimaraes, Reinaldo
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/2013 Português
Relevância na Pesquisa
26.26%
Discute-se a emergência de dilemas morais nas práticas de saúde, tendo em vista a acelerada transição demográfica nos países em desenvolvimento e os crescentes custos dos sistemas públicos de saúde. São focalizadas duas dimensões do cuidado à saúde que têm ocupado um lugar importante na geração desses dilemas: a tensão entre as estratégias comerciais que contornam o mercado de produtos de saúde e a expansão do acesso a esses produtos, por um lado, e o aumento da importância das tecnociências nas práticas de cuidado à saúde, por outro. Em conclusão, é discutida a importância da arbitragem política, social e jurídica na codificação ética desses dilemas e o papel do Estado Democrático de Direito nessa arbitragem.; El texto discute la emergencia de dilemas morales en las prácticas de salud, teniendo en cuenta la acelerada transición demográfica en los países en desarrollo y los crecientes costos de los sistemas públicos de salud. Se hace énfasis en dos dimensiones del cuidado de la salud que han ocupado un lugar importante en la generación de tales dilemas. La tensión entre las estrategias comerciales que contornan el mercado de productos de salud y la expansión del acceso a dichos productos, por un lado...

Capacidade para o trabalho entre trabalhadores de enfermagem do pronto-socorro de um hospital universitário; Habilidad para el trabajo entre trabajadores de enfermería del puesto de socorro de un hospital universitario; Work ability among nursing workers at the emergency service of a university hospital

Duran, Erika Christiane Marocco; Cocco, Maria Inês Monteiro
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/02/2004 Português
Relevância na Pesquisa
26.26%
A transição demográfica e epidemiológica vivenciada no país propiciará, dentro de alguns anos, uma posição mundial de destaque em relação à população idosa. A necessidade de adequação econômica e as conseqüentes alterações na previdência nacional levam à permanência dos trabalhadores no mercado de trabalho por maior período de tempo, influenciando, assim, sua capacidade funcional. O objetivo deste estudo foi avaliar a capacidade para o trabalho entre trabalhadores de enfermagem do Pronto-Socorro de um Hospital Universitário. Participaram do estudo 54 trabalhadores (40 mulheres e 14 homens), com idades entre 23 e 53 anos (média de 37,3 anos). Utilizou-se o Índice de Capacidade para o Trabalho - ICT, instrumento desenvolvido na Finlândia, que apresentou valor médio 42,0. As doenças mais referidas com diagnóstico médico foram: doença músculo-esquelética, cardiovascular, respiratória e neurológica. Salienta-se que a promoção da saúde no trabalho é um dos aspectos fundamentais na manutenção da capacidade para o trabalho.; La transición demográfica y epidemiológica vivida en el país propiciará dentro de algunos años, una posición mundial de destaque con relación a la población mayor. La necesidad de adecuación económica y las consecuentes alteraciones en la presidencia nacional lleva a la permanencia de los trabajadores en el mercado de trabajo por un mayor período de tiempo...

Doctoral education in nursing in Brazil; La educación del doctorado en enfermería en Brasil; Educação do doutorado em enfermagem no Brasil

Rodrigues, Rosalina Aparecida Partezani; Erdmann, Alacoque Lorenzini; Silva, Isília Aparecida; Fernandes, Josicélia Dumet; Araújo, Thelma Leite; Vianna, Lucila Amaral Carneiro; Santos, Rosangela da Silva; Lopes, Marta Júlia Marques
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf; application/pdf; application/pdf
Publicado em 01/08/2008 Português
Relevância na Pesquisa
26.26%
This study aimed to present the trajectory of doctoral education in nursing in Brazil from 1981 to 2004. A descriptive and analytical study was carried out, using documents available at the Brazilian Federal Agency for Support and Evaluation of Graduate Education, a body responsible for the recognition, evaluation and coordination of graduate studies in Brazil. Data analysis revealed that there are 13 doctoral courses in nursing, most of which are concentrated in the Southeast (69.2%), and that teaching and scientific production have been influenced by demographic and epidemiological transitions and by historical, social and political movements. Knowledge production is related to Nursing Care, Health Management and Practices and Theoretical Foundations of Care. Doctoral programs have prepared leaders in the fields of education, research and public policy development, in health institutions as well as in public policies, health institutions and governmental entities.; El objetivo de este trabajo fue presentar la trayectoria de la educación del doctorado en Enfermería en Brasil de 1981 a 2004. Se trata de un estudio descriptivo y analítico que utilizó datos documentados por la Coordinación de Perfeccionamiento de Nivel Superior (CAPES/MEC)...

Perfil de saúde dos trabalhadores de um Centro de Saúde-Escola; Perfil de salud de trabajadores de un Centro de Salud Escuela; Health profile of workers in a Teaching Health Center

Nascimento, Lucila Castanheira; Mendes, Iranilde José Messias
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/07/2002 Português
Relevância na Pesquisa
26.26%
O estudo buscou descrever o perfil de saúde dos trabalhadores (184) de um Centro de Saúde-Escola de Ribeirão Preto, sob a perspectiva da Promoção de Saúde, modelo epidemiológico de Blum e fatores de risco para doenças crônico-degenerativas. Foi realizado estudo descritivo utilizando-se entrevista estruturada. Concluiu-se que os trabalhadores eram predominantemente do sexo feminino, faixa etária de 35 a 39 anos e escolaridade "superior completo". Dentre os achados, constatou-se que 61,9% tinham sobrepeso e obesidade; a hipertensão foi detectada em 33,1%; 41 (22,3%) apresentaram pressão arterial acima do nível da normalidade e a obesidade mostrou-se presente em mais da metade dos indivíduos com pressão arterial alterada. Os dados possibilitaram explorar riscos autocriados para as doenças crônico-degenerativas; identificar fatores relacionados à promoção de saúde e prevenção de doenças e refletir sobre o autocuidado e auto-responsabilidade, visando à qualidade de vida que desfrutarão, em decorrência da transição demográfica e epidemiológica que vivenciamos.; El presente trabajo buscó describir el perfil de salud de un conjunto de trabajadores (184) de un Centro de Salud Escuela de Ribeirão Preto, sob la perspectiva de la Promoción de la salud...

A saúde bucal do idoso brasileiro: revisão sistemática sobre o quadro epidemiológico e acesso aos serviços de saúde bucal

Moreira,Rafael da Silveira; Nico,Lucélia Silva; Tomita,Nilce Emy; Ruiz,Tânia
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2005 Português
Relevância na Pesquisa
26.22%
O envelhecimento populacional, evento concomitante à queda da taxa de fecundidade, alterou significativamente a estrutura da pirâmide etária brasileira. Paralelamente à transição demográfica, a transição epidemiológica vem alterando os padrões de morbimortalidade, sem que haja, no entanto, adequada oferta de atenção à saúde para esse grupo populacional. Por meio de busca em bases de dados, objetivou-se realizar uma revisão sistemática da literatura, no período de 1986 a 2004, sobre os problemas bucais mais prevalentes entre os idosos brasileiros e conhecer os principais obstáculos no acesso aos serviços de saúde. Os valores médios do índice CPO-D encontrados nos artigos pesquisados foram de 25 a 31. Verificou-se grande porcentagem de indivíduos edêntulos. As principais barreiras quanto ao acesso aos serviços odontológicos foram a baixa escolaridade, a baixa renda e a escassa oferta de serviços públicos de atenção à saúde bucal. Diante desses fatores, a saúde bucal do idoso brasileiro encontra-se em situação precária, com elevados índices de edentulismo, refletindo a ineficácia historicamente presente nos serviços públicos de atenção odontológica, limitado a extrações em série e serviços de urgência...

Doenças infecciosas e parasitárias no Brasil: uma década de transição

Paes,Neir Antunes; Silva,Lenine Angelo A.
Fonte: Organización Panamericana de la Salud Publicador: Organización Panamericana de la Salud
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/1999 Português
Relevância na Pesquisa
26.22%
Em pleno período de transição epidemiológica e demográfica, também marcado pela melhoria na qualidade dos registros de óbitos no Brasil, é crucial entender o comportamento recente da mortalidade por doenças infecciosas e parasitárias neste país. Este trabalho apresenta as mudanças nos padrões de mortalidade por causas infecciosas e parasitárias para o Brasil e seus estados durante a década de 1980. Foram utilizados para tanto os dados de mortalidade provenientes do Sistema de Informações sobre Mortalidade do Ministério da Saúde, classificados de acordo com a Classificação Internacional de Doenças (nona revisão). O resultado desta análise revela mudanças nos padrões de mortalidade com acentuadas quedas nas taxas de mortalidade por doenças infecciosas e parasitárias para o Brasil (variação de 41% para homens e 44% para mulheres), em particular para os estados das regiões Norte e Nordeste. No entanto, estes estados ainda são detentores das mais elevadas taxas de mortalidade do país. Em termos de distribuição etária, as variações atingiram com maior intensidade os extremos de idade, especialmente o grupo de menores de 1 ano. Dentre as doenças infecciosas e parasitárias, o estudo observou ainda o comportamento da mortalidade por doenças infecciosas intestinais (na sua maioria classificadas como mal definidas)...