Página 5 dos resultados de 2678 itens digitais encontrados em 0.085 segundos

Desenvolvimento, crescimento econômico e o capital social do Estado de São Paulo.; Economic development, growth, and the social capital in São Paulo state.

Pavarina, Paula Regina de Jesus Pinsetta
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 12/01/2004 Português
Relevância na Pesquisa
65.99%
Este trabalho tem o objetivo de analisar o estoque de capital social disponível nos municípios do estado de São Paulo, segundo o referencial teórico e a metodologia propostos por Robert Putnam. São descritos, inicialmente, alguns elementos representativos do capital social nos municípios paulistas, utilizando-se aproximações para representar o associativismo, o civismo e a confiança entre os membros das comunidades. A vida associativa reflete-se na presença de organizações e entidades que contribuem para a socialização dos indivíduos. O civismo pode ser verificado na participação eleitoral e nos meios de comunicação em massa. Na ausência de variável que melhor represente a confiabilidade, é utilizada a criminalidade como uma aproximação da falta de confiança. Por meio da análise fatorial, com base no método de componentes principais, foram obtidos seis fatores indicativos do capital social no estado de São Paulo que explicam 58,5% da variância total das 22 variáveis consideradas. O primeiro fator relaciona-se a organizações associativistas urbanas, cuja participação é voluntária mas depende da afiliação dos seus membros. Estão presentes também os meios de comunicação e o percentual de votos em legenda...

Capital empresarial: um estudo de caso para o agronegócio; Entrepreneurial capital: a case study for agribusiness

Leite, Sheila Cristina Ferreira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 10/06/2008 Português
Relevância na Pesquisa
75.7%
As discussões econômicas em geral não incluem os empresários, entretanto, este agente é de suma importância para o crescimento e desenvolvimento econômico. Com a aceleração do processo de globalização tende-se a aumentar a demanda por empresários em detrimento da demanda por funcionários. Este trabalho tem como objetivo identificar a existência de um conjunto de características que expliquem o gosto e/ou a intenção de ser empresário versus funcionário entre estudantes que iniciam e terminam seu curso em nível superior. Identifica-se através de um estudo de caso se a educação em nível superior estimula ou não na formação do desejo e da intenção de se tornar empresário. As escolas que compõem o estudo de caso são a Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz"- ESALQ e outra escola identificada neste trabalho como PRI. Os dados do trabalho são de fonte primária e foram coletados por meio de 493 questionários aplicados válidos aos estudantes ingressantes e formandos de ambas as escolas. Considerando-se que gosto e intenção são variáveis dependentes e que a primeira estimula a segunda, o questionário foi construído de forma que gosto e intenção sejam variáveis-chave para se entender a formação do estoque de empresários. Definiu-se que os alunos pertencem a três perfis ocupacionais excludentes: funcionário da iniciativa privada...

Ensaios sobre desenvolvimento econômico: uma abordagem neo-schumpeteriana aplicada à economia brasileira; Essays on economic development: a neo-schumpeterian approach applied to the Brazilian economy

Coelho, Daniel de Souza
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 13/12/2010 Português
Relevância na Pesquisa
65.97%
A análise de contabilidade do crescimento aplicada ao Brasil, no período de 1950 a 2007, indica que o crescimento brasileiro não é explicado de forma satisfatória pelas teorias que tratam o progresso técnico como exógeno. Usando o modelo neo-schumpeteriano, explorou-se o papel da competição de mercado no crescimento da produtividade e do esforço inovativo das firmas usando as bases de dados da PAEP/SEADE e da PIA/IBGE. A importância do tamanho da firma nessas análises estimulou a investigação da relação entre o tamanho da firma e sua taxa de crescimento, explorada usando a base de dados da RAIS elaborada pelo IPEA, e o papel das grandes empresas internacionalizadas e do investimento direto estrangeiro, na perspectiva macro e micro, para o crescimento econômico brasileiro. Os principais resultados são a presença de uma correlação entre o crescimento da produtividade e uma medida de competição na forma de parábola côncava e que a ameaça de entrada não foi um fator significativo na segunda metade da década de 1990 para o crescimento da produtividade; apesar da evidência de correlação positiva entre a probabilidade de inovar e o crescimento da produtividade com tamanho, o crescimento do pessoal ocupado pelas firmas industriais brasileiras tendeu a ser maior nas firmas menores no curto prazo...

Desenvolvimento sócio-econômico, infraestrutura de transportes e inovação: um estudo econométrico espacial dos efeitos de spillover nos estados brasileiros; Socio-economic development, transportation infrastructure and innovation: a spatial econometric study of the spillover effects in the brazilian states

Moralles, Herick Fernando
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 13/11/2012 Português
Relevância na Pesquisa
65.98%
Ao longo das últimas décadas, um número cada vez maior de pesquisadores tem argumentado que simples índices como crescimento do PIB ou exportações são insuficientes para descrever o bem estar da população de um país. Contudo, apesar de estudos recentes adicionarem variáveis como desigualdade de renda, infraestrutura e inovação tecnológica às análises, a maioria dos autores falham na consideração de aspectos espaciais, tais quais os efeitos de vizinhança para estratégias governamentais de infraestrutura e desenvolvimento sócio-econômico. Nesse sentido, o presente trabalho tem como principal objetivo analisar a relação entre crescimento econômico, infraestrutura de transportes, gastos em inovação tecnológica e desenvolvimento sócio-econômico nos estados federativos brasileiros e seus efeitos de spillover (difusão), por meio de técnicas de econometria espacial. Os principais resultados demonstram a infraestrutura rodoviária como maior promotor de spillovers positivos para crescimento e desenvolvimento. Quanto à inovação, os resultados indicaram spillovers negativos, tanto para crescimento como para desenvolvimento, sendo significante somente para desenvolvimento.; Over the past decades, an increasing number of researchers have argued that simple indices such as GDP growth and exports are insufficient to describe the welfare of a country. However...

Modelos de crescimento e a teoria do desenvolvimento econômico; Growth models and the theory of economic development

Mantega, Guido
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Trabalho em Andamento
Português
Relevância na Pesquisa
65.94%
A teoria econômica recoloca, na atualidade, o tema do crescimento econômico após um longo período dedicado aos problemas de estabilização e equilíbrio fiscal. Na falta de um novo sistema conceitual, os modelos de crescimento estão buscando as categorias centrais de análise nos modelos teóricos do passado, particularmente na teoria do desenvolvimento econômico. Nesse sentido, são retomados conceitos como rendimentos crescentes, big push, economias de escala, que foram desenvolvidos por autores como Allyn Young, P. Rosenstein-Rodan, Ragnar Nurkse e outros expoentes da teoria do desenvolvimento dos anos 50. Nesta pesquisa, pretendo reconstituir os principais modelos de crescimento arquitetados por esses autores, analisar sua influência sobre o Modelo Brasileiro de Desenvolvimento e verificar de que forma essas categorias econômicas estão sendo recuperadas pelos novos modelos de crescimento da atualidade.; After a long period dedicated to stabilization and fiscal equilibrium, the economic theory returns its focus to the economic growth. As there is a lack for new conceptual system, the growth models are searching for central categories analyses from the past theory models, specifically in the theory of the economic development. In this sense...

O crescimento econômico escandinavo : uma seleção da literatura de crescimento e o caso dos paises escandinavos com foco em recursos humanos

Migliori Neto, Gabriel
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Português
Relevância na Pesquisa
65.97%
Este trabalho tem como objetivo estudar, a partir de uma base teórica sólida levantada sobre o processo de crescimento econômico, o caso dos países escandinavos ¿ Suécia, Noruega e Dinamarca, com destaque para o papel exercido pelos recursos naturais. Ele deseja responder à indagação se os recursos naturais tiveram realmente efeito significativo, e positivo, no desenvolvimento sustentado escandinavo. Ao concentrar a análise na evolução histórica da estrutura produtiva escandinava, através de uma metodologia híbrida quantitativa e qualitativa, que busca traçar uma sequência lógica de raciocínio, as conclusões do trabalho respondem de maneira bastante positiva à indagação anterior. Os recursos naturais foram uma alavanca muito importante no processo de crescimento econômico dos países escandinavos, atuando através de duas vias, uma direta e outra indireta. Na primeira delas, presente na Suécia, parte da renda gerada pela exploração direta dos recursos foi investida, gradativamente, em segmentos de maior valor agregado, adjacentes aos recursos naturais. Na via indireta, onde enquadram-se Dinamarca e Noruega, parte da renda gerada pela elevada competitividade em recursos naturais, presente durante décadas...

Meio ambiente e desenvolvimento no discurso do jornalismo de economia : a questão energética no jornal Valor Econômico

Dalla Vecchia, Veridiana
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
65.94%
Esta pesquisa trata da relação entre o meio ambiente e os conceitos de crescimento e desenvolvimento no jornalismo de economia, com o objetivo de identificar como esses assuntos são abordados. Para construir o trabalho, foi analisado o jornal Valor Econômico, por ser a principal publicação diária de economia do país, e escolhida a questão energética como foco da análise. Na parte teórica do trabalho é apresentado um resgate histórico do pensamento econômico a fim de buscar entender como se chegou ao atual paradigma desta ciência. São usados autores como Leff, Caporal e Costabeber, Latouche e Georgescu-Roegen para traçar um panorama do pensamento ecológico ligado à economia. Para analisar os conceitos de desenvolvimento e crescimento, são utilizadas as teorias de Giddens, Sen e Furtado. As considerações de Berger e Luckmann e Park são empregadas para explicar que este trabalho entende o jornalismo como forma de conhecimento e construção da realidade. Também há referências às teorias de Charaudeau e Foucault sobre a verdade e o discurso jornalístico. O estudo do material coletado foi feito por meio da teoria da Análise do Discurso, por meio da qual foram examinadas 419 sequências discursivas presentes em 130 textos. No exame do corpus...

Gastos públicos e desenvolvimento humano nos estados do Brasil

Sousa, Rossana Guerra de
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
Português
Relevância na Pesquisa
66%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Universidade Federal da Paraíba, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Programa Multiinstitucional e Inter-Regional de Pós-Graduação em Ciências Contábeis, 2014.; Sob o cenário das mudanças promovidas na condução das políticas públicas no Brasil a partir da Constituição de 1988, este estudo teve como objetivo identificar quais as influências das alterações ocorridas nas estruturas de composição dos gastos públicos dos governos estaduais do Brasil sobre o desenvolvimento humano local. O exame foi conduzido através da análise dos gastos dos governos estaduais e dos indicadores de desenvolvimento humano local, no período pós-constitucional, entre os anos de 1988 e 2011. Operacionalmente, os gastos públicos dos estados foram categorizados por sua natureza em Índices de Gastos (IG), composto do gasto social (s), mínimo (m) e econômico (e), seguindo metodologia proposta por Rezende (1997). O desenvolvimento humano foi mensurado incorporando o conceito proposto por Sen (1999), através da criação de um Índice de Desenvolvimento Humano (DH) composto por indicadores de saúde, educação e renda. Para verificar a natureza das relações entre as variáveis, foi concebido um modelo teórico de caráter contábil-social...

Reestruturaçăo capitalista e mundo do trabalho nas telecomunicaçőes brasileiras : a firma-rede e as novas configuraçőes do trabalho no Serviço Telefônico Fixo Comutado no Estado de Săo Paulo /

Santos, Verlane Aragăo
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Formato: manuscripttext
Português
Relevância na Pesquisa
75.69%
Orientadora: Liana Maria da Frota Carleial; Co-orientador: Walter Tadahiro Shima; Inclui apęndice; Inclui bibliografia e anexos; Área de concentraçăo: Desenvolvimento Econômico

Equilíbrios múltiplos e os clubes de convergência de renda per capita

Porto Junior, Amauri Souza
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Teses e Dissertações Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
75.69%
Resumo: Esse trabalho considera a hipótese da existência de equilíbrios múltiplos na relação entre crescimento e acumulação de capital físico e humano, que implicam na existência de clubes de convergência de níveis de renda. Existe uma grande probabilidade de permanência no clube através do tempo e uma baixíssima probabilidade de mudança de clubes no período 1970-2008. Estimamos um modelo multinomial logístico da probabilidade de transição entre clubes mostrando os efeitos marginais da acumulação dos dois tipos de capital na transição entre o grupo de países com renda baixa para aquele de renda média e finalmente do de renda média para o de renda alta. Dos resultados obtidos, conclui-se que a acumulação de capital físico desempenha papel fundamental na probabilidade de migração do grupo inferior para o grupo intermediário e que a dinâmica de transição do grupo intermediário para o grupo superior é favorecida pela acumulação de capital humano.

Impactos da abertura comercial na especializaçao das exportaçoes brasileiras : uma análise para a década de 90

Rissete, Nicia Pereira de Araujo
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: vii, 76f. : grafs., tabs.; application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
65.97%
Orientador: José Gabriel Porcile Meirelles; Dissertaçao (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciencias Sociais Aplicadas, Programa de Pós-Graduaçao em Desenvolvimento Econômico. Defesa: Curitiba, 2003; Inclui bibliografia; Resumo: Este trabalho tem como objetivo estudar os vínculos entre comércio e crescimento no Brasil nos anos noventa. Primeiramente analisa-se a importância da tecnologia e da demanda internacional como fatores determinantes na inserção internacional, por meio de três visões: da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal), dos evolucionistas e de modelos de crescimento keynesianos com restrição no balanço de pagamentos. Em seguida estuda-se o caso brasileiro, como se deu o processo de abertura econômica e quais foram os seus impactos no padrão e especialização das exportações. Utiliza-se como fonte de dados o programa CAN da Cepal, e dados do Instituto de Estudos para o Desenvolvimento Industrial (Iedi) referentes à intensidade tecnológica. Para comprovar a hipótese levantada na seção teórica, a saber, que especialização e crescimento estão associados, realiza-se um teste econométrico. Verifica-se que os impactos da abertura foram positivos, embora não tão significativos como o esperado...

O que é preciso para crescer?

Dantas, Fernando
Fonte: FGV Crescimento e Desenvolvimento Publicador: FGV Crescimento e Desenvolvimento
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
75.64%
Novo centro de pesquisa sobre desenvolvimento da FGV tem como foco educação e eficiência. Políticas industriais serão questionadas.; Ferreira, Pedro Cavalcanti; Issler, João Victor

O desenvolvimento econômico brasileiro no pós-guerra

Ferreira, Pedro Cavalcanti; Veloso, Fernando A. (Fernando Augusto)
Fonte: FGV Crescimento e Desenvolvimento Publicador: FGV Crescimento e Desenvolvimento
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
75.69%

A dinâmica da mudança estrutural : uma abordagem pasinettiana do desenvolvimento econômico

Costa Junior, Leopoldo
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
Português
Relevância na Pesquisa
65.93%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Administração, Economia, Contabilidade e Ciência da Informação e Documentação, Departamento de Economia, 2009.; Mudança estrutural e desemprego parecem ser características do processo de desenvolvimento econômico. O objetivo dessa tese é estudar a dinâmica da mudança estrutural usando a noção de setor verticalmente integrado e o modelo de produção com trabalho apenas de Pasinetti (1973, 1981, 1988, 1993). No Capítulo I, “Introdução”, apresentamos o objetivo da tese e a relevância de se usar um modelo multi-setorial de crescimento com taxas de crescimento e comportamento diferenciados tanto dos setores quanto das famílias para lidar com a questão do desenvolvimento econômico e com a mudança estrutural que o caracteriza. A questão do consumo sempre foi negligenciada em modelos de inspiração sraffiana, muito mais preocupados com o lado da produção ao contrário de outras escolas keynesianas. No Capítulo II, fazemos uma extensão ao modelo pasinettiano para contemplar diferentes perfis de consumo e entender como a heterogeneidade das famílias contribui para explicar a mudança estrutural. Verificamos que essa heterogeneidade se mostrou importante para a explicar a necessidade da emergência de instituições...

Remessas dos trabalhadores emigrantes e impactos econômicos : evidências para Cabo Verde

Tavares, Paulino Varela
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
65.93%
O processo de desenvolvimento da economia cabo-verdiana, historicamente, sofre com as restrições estruturais endógenas, tais como, condições naturais, já que o país é constituído por territórios insulares, chuvas irregulares e produção agrícola reduzida, restringidas condições financeiras do estado e do setor privado para investimentos em projetos estruturais de longo prazo, ausência de riquezas, exceto sol, vento e pessoas, e, por fim, a precária capacidade interna para investimento na infra-estrutura e setores estratégicos, tais como, o turismo, a energia, a agricultura, a pesca, o transporte, a educação, entre outras. Apesar dessas restrições, Cabo Verde vem apresentando, desde 1990, alguns avanços econômicos, sociais e institucionais, se comparada com a maioria das economias do continente africano. Existem, no âmbito oficial, várias explicações para esse desempenho. Mas, nesta tese procuramos problematizar o desempenho da economia, a partir do setor da emigração, mais especificamente, a relação entre as Remessas dos Trabalhadores Emigrantes (RTE) e o crescimento econômico do país. Concluímos que as RTE além contribuírem para o crescimento e desenvolvimento da economia cabo-verdiana, em geral...

O desenvolvimento econômico da Venezuela, 1950/2006

Souza, Romina Batista de Lucena de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
65.99%
O objetivo desta tese é avaliar a contribuição do petróleo no desenvolvimento econômico da Venezuela, entre 1950/2006. Investiga-se por que uma economia rica em petróleo ainda não conseguiu industrializar-se. Seguindo os diferentes períodos governamentais, examinam-se a contribuição das políticas macroeconômicas sobre o desenvolvimento e a questão da doença holandesa e do capitalismo rentístico. Segundo a teoria da base econômica, as regiões crescem em torno de uma base exportadora, exercendo efeitos de encadeamento sobre o setor de mercado interno. A exportação de petróleo impulsiona a economia venezuelana ao comprar insumos e gerar rendas. A intervenção do governo transformou a Venezuela em um dos maiores exportadores de petróleo, cabendo à estatal PDVSA a extração, refino e exportação de petróleo. Contudo, o desenvolvimento da indústria venezuelana ficou prejudicado pelo capitalismo rentístico, paternalismo e populismos governamentais. A renda petrolífera acomodou as classes dirigentes e inibiu a formação do empresariado. Já a doença holandesa parece descartada pela tendência à desvalorização cambial e pela relação positiva entre crescimento das exportações e crescimento do PIB. Reduções dos preços internacionais do petróleo...

Financial development, growth and equity in Brazil; Texto para Discussão (TD) 1118: Financial development, growth and equity in Brazil; Desenvolvimento financeiro, crescimento e equidade no Brasil

Pinheiro, Armando Castelar; Bonelli, Regis
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
Português
Relevância na Pesquisa
65.97%
Os mercados financeiros são um importante instrumento para acelerar o crescimento e a produtividade devido ao seu papel na mobilização de poupanças, seleção e monitoramento de projetos de investimento, diversificação de riscos, e pelo fato de permitirem que o investimento e a produção sejam efetuados segundo a escala e duração mais produtivos. O desenvolvimento desses mercados é uma das áreas em que as reformas estruturais mais avançaram na América Latina desde o começo das reformas nos anos 1990, mas não no Brasil. O trabalho em epígrafe estuda as inter-relações entre desenvolvimento financeiro, crescimento econômico e equidade utilizando a experiência brasileira recente como exemplo, mas com a finalidade de contribuir para uma discussão mais ampla acerca do papel dos mercados financeiros na promoção do desenvolvimento econômico na América Latina. A análise avalia: a) os aspectos comuns entre o crescimento do Brasil e da América Latina no que diz respeito ao ritmo e às fontes de crescimento desde os anos 1990; b) mudanças na intermediação financeira na região, enfatizando o papel do setor público na absorção de poupança privada; c) as interfaces entre crescimento e desenvolvimento do setor financeiro; d) o tema do acesso aos serviços financeiros...

Planejamento e desenvolvimento: considerações à luz de documentos do governo brasileiro entre 2003 e 2010; Planning and development: considerations in the light of documents from the Brazilian government between 2003 and 2010; Texto para Discussão (TD) 1690: Planejamento e desenvolvimento: considerações à luz de documentos do governo brasileiro entre 2003 e 2010

Gimenez, Denis Maracci; Cardoso Júnior, José Celso
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
Português
Relevância na Pesquisa
65.96%
Este estudo, realizado no âmbito do convênio entre o Ipea e a Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal), é uma síntese do trabalho de análise de documentos oficiais elaborados pelo governo brasileiro, entre 2003 e 2010, relativos ao planejamento econômico e social do país. A pesquisa partiu da seguinte constatação: depois de mais de duas décadas (1980 e 1990) de relativa estagnação econômica, o Brasil retomou certa capacidade de crescimento a partir de 2004. Tal retomada mostrou-se fundamental para a melhoria de uma série de indicadores sociais e do mercado de trabalho no período recente e, ao mesmo tempo, explicitou a necessidade da sustentação do crescimento no longo prazo para fazer frente aos desafios colocados para a construção de um país menos desigual e mais justo. Neste ambiente de retomada do crescimento econômico e explicitação de dificuldades para a sua sustentação, vários documentos foram produzidos pelo governo brasileiro entre 2003 e 2010, em seus diversos órgãos, tratando da questão do desenvolvimento e do planejamento econômico. Assim, neste trabalho, procurou-se produzir uma síntese e avaliação crítica destes documentos, buscando averiguar em que medida eles são tributários desta nova fase de crescimento...

Financial development, growth and equity in Brazil; Discussion Paper 159 : Financial development, growth and equity in Brazil; Desenvolvimento financeiro, crescimento e equidade no Brasil

Pinheiro, Armando Castelar; Bonelli, Regis
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Discussion Paper
Português
Relevância na Pesquisa
65.97%
Os mercados financeiros são um importante instrumento para acelerar o crescimento e a produtividade devido ao seu papel na mobilização de poupanças, seleção e monitoramento de projetos de investimento, diversificação de riscos, e pelo fato de permitirem que o investimento e a produção sejam efetuados segundo a escala e duração mais produtivos. O desenvolvimento desses mercados é uma das áreas em que as reformas estruturais mais avançaram na América Latina desde o começo das reformas nos anos 1990, mas não no Brasil. O trabalho em epígrafe estuda as inter-relações entre desenvolvimento financeiro, crescimento econômico e equidade utilizando a experiência brasileira recente como exemplo, mas com a finalidade de contribuir para uma discussão mais ampla acerca do papel dos mercados financeiros na promoção do desenvolvimento econômico na América Latina. A análise avalia: a) os aspectos comuns entre o crescimento do Brasil e da América Latina no que diz respeito ao ritmo e às fontes de crescimento desde os anos 1990; b) mudanças na intermediação financeira na região, enfatizando o papel do setor público na absorção de poupança privada; c) as interfaces entre crescimento e desenvolvimento do setor financeiro; d) o tema do acesso aos serviços financeiros...

Deforestation, development, and government policy in the Brazilian Amazon : an econometric analysis; Discussion Paper 69 : Deforestation, development, and government policy in the Brazilian Amazon : an econometric analysis; Desmatamento, desenvolvimento e política do governo na Amazônia brasileira : uma análise econométrica

Andersen, Lykke E.; Reis, Eustáquio J.
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Discussion Paper
Português
Relevância na Pesquisa
75.72%
Este trabalho desenvolve um modelo de desmatamento e desenvolvimento econômico na Região Amazônica. Ele baseia-se na determinação da demanda por terra agrícola, isto é, na interação entre dinâmica da população, urbanização e crescimento do mercado local, preço da terra e política governamental. O modelo utiliza um conjunto de dados que cobrem 316 municípios da Região Amazônica brasileira durante o período 1970/85.; 24 p.