Página 5 dos resultados de 588 itens digitais encontrados em 0.005 segundos

Produção de mudas cítricas em viveiro: uso de substrato alternativo e inoculação com Xylella fastidiosa.; Production of citrus seedlings in nursery: use of alternative substratum and inoculation with Xylella fastidiosa.

Cabrera, Ronaldo Alberto Duenhas
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/05/2004 Português
Relevância na Pesquisa
27.540928%
Substratos alternativos têm sido usados para promover um melhor estabelecimento de plantas em viveiros, de forma a assegurar que plantas sadias sejam transferidas ao campo. No caso do Citrus spp. Esta preocupação é real pela possibilidade do campo poder apresentar um histórico de doenças na área, tal como a Clorose Variegada do Citros causada pela Xylella fastidiosa (X.f.). Este estudo avaliou a adição de vermicomposto a um substrato comercial e o desenvolvimento de plântulas de quatro variedades de citros inoculadas ou não com X.f. em condições de casa-de-vegetação, por um período de 450 dias. Medidas biométricas do crescimento da planta e o uso de indicadores do balanço nutricional usando o programa DRIS - Diagnosis and Recommendation Integrated System foram aplicadas em plantas de 9 meses de idade. As variáveis estudadas foram: substrato vermicomposto (100%, 50%, 0%) , variedade (Baia, Pêra, Natal e Escape) e inoculação (com ou sem X.f.) em um total de 24 tratamentos (variedade x substrato x inoculação), com seis repetições. Quanto ao desenvolvimento das plantas, avaliou-se o diâmetro do caule, a altura da planta, a produção de biomassas das raízes e partes aéreas, a taxa de infecção natural por fungos micorrízicos naturais do solo...

Relações hídricas e frutificação de plantas cítricas jovens com redução de área molhada do solo; Water relations and fruit load of young citrus plants in reduced wetted area of the soil

Vellame, Lucas Melo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 16/12/2010 Português
Relevância na Pesquisa
27.540928%
A citricultura é um setor de grande importância para o país na geração de divisas, formação de renda e capital. Um dos fatores críticos no sucesso de um sistema de irrigação localizada é a definição em projeto da fração de área molhada no solo. Face às dificuldades técnicas encontradas nesse tipo de estudo, até o presente, inexistem na literatura científica trabalhos confiáveis que estabeleçam os valores ótimos de fração de área molhada no solo para as diferentes culturas e condições edafoclimáticas. Esse trabalho teve como objetivo principal avaliar o efeito do molhamento parcial do solo para plantas jovens de laranja Valência sob porta-enxerto de citrumelo Swingle e limão Cravo em dois tipos de solo. Os objetivos secundários foram: a) Avaliar o método da sonda de dissipação térmica na estimativa da transpiração em laranja Valência e b) Estabelecer as relações entre a transpiração das plantas, sem restrição de área de solo, molhado e a demanda atmosférica. O experimento foi conduzido em estufa nas dependências do Departamento de Engenharia de Biossistemas da ESALQ/USP. Foi testado o molhamento de 12,5% da área do solo. Mudas de laranja foram plantadas em caixas de 500 L internamente divididas em compartimentos. Determinou-se simultaneamente a transpiração de todas as plantas através de sondas de dissipação térmica...

Potencial de emissão de metano em lavouras de arroz irrigado; Methane emission potential in flooded rice fields

Agostinetto, Dirceu; Fleck, Nilson Gilberto; Rizzardi, Mauro Antonio; Balbinot Júnior, Alvadi Antonio
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
27.610498%
Nos últimos anos, grande atenção tem sido dirigida aos problemas potenciais ocasionáveis pelo “efeito estufa”. O homem, através da atividade industrial, consumo de combustíveis fósseis, destruição de florestas e da adoção de certas práticas agrícolas, é o principal responsável pelo fenômeno. Os principais gases que causam o efeito estufa são dióxido de carbono (CO2), metano (CH4), óxido nitroso (N2O) e clorofluorcarbonos (CFCs). O metano destaca-se dentre eles pela quantidade produzida e pela atividade na absorção do calor atmosférico. As principais fontes produtoras de metano são solos naturalmente alagados ou cultivados sob inundação, os quais respondem por aproximadamente 40% do total de metano emitido; destes, 37% são emitidos a partir do arroz cultivado sob inundação. Neste contexto, a presente revisão de literatura tem como objetivos descrever os processos que governam a produção e a emissão de metano, bem como discutir práticas de manejo e características da cultura que afetam a emissão do gás Do total de metano originado em lavouras de arroz durante a estação de crescimento, entre 60 e 90% dá-se através das plantas de arroz. Embora o metano não seja o principal responsável pelo efeito estufa e a orizicultura não represente a maior fonte produtora de metano...

The southern brazilian grassland biome : soil carbon stocks, fluxes of greenhouse gases and some options for mitigation; Campos do sul do Brasil : estoques de carbono no solo, fluxos de gases de efeito estufa e algumas opções para mitigação

Pillar, Valerio de Patta; Tornquist, Carlos Gustavo; Bayer, Cimelio
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
27.610498%
Os campos do sul do Brasil são ecossistemas naturais com alta diversidade e têm sido há séculos importantes para a atividade pastoril e para outros importantes serviços ambientais. Este trabalho aponta os principais fatores que controlam os processos ecossistêmicos, revisa e discute os dados disponíveis sobre os estoques de carbono no solo e as emissões de gases de efeito estufa dos solos, e sugere oportunidades de mitigação das mudanças climáticas. A pesquisa sobre as emissões de carbono e gases de efeito estufa nos campos do sul do Brasil é recente e os resultados são ainda fragmentados. Os dados disponíveis indicam que os ecossistemas campestres naturais manejados adequadamente contêm estoques importantes de carbono orgânico no solo e, portanto, sua conservação é relevante para a mitigação das mudanças climáticas. Além disso, esses ecossistemas apresentam uma grande e rápida perda de carbono orgânico do solo quando convertidos para lavouras com preparo convencional do solo. No entanto, nas áreas já convertidas, há potencial para mitigar as emissões de gases de efeito estufa por meio de sistemas de cultivo usando plantio direto e rotações de culturas baseadas em plantas de cobertura de solo. O efeito está relacionado principalmente ao potencial desses sistemas de cultivo para acumular matéria orgânica do solo em taxas que superam o aumento das emissões de óxido nitroso. O uso de modelos com esses resultados associados aos sistemas de informação geográfica poderá gerar estimativas regionais de balanço de carbono.; The southern Brazilian grassland biome contains highly diverse natural ecosystems that have been used for centuries for grazing livestock and that also provide other important environmental services. Here we outline the main factors controlling ecosystem processes...

Efeito de pontas e volumes de pulverização na deposição de calda na cultura do milho e em plantas daninhas

Terra, Marcelo Alves
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 69 f. : il. color., grafs., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
27.5723%
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Agronomia (Agricultura) - FCA; O objetivo deste trabalho foi avaliar a deposição proporcionada por diferentes pontas e volumes de calda de pulverização sobre a cultura do milho e duas espécies de plantas daninhas presentes na linha e entrelinha da cultura em duas épocas de aplicação. O estudo em campo foi conduzido na Faculdade de Ciências Agronômica - FCA/UNESP, campus de Botucatu/SP, e as análises laboratoriais foram realizadas no Núcleo de Pesquisas Avançadas em Matologia / FCA. O milho foi semeado em espaçamento de 0,8 m, com 7 plantas/m. Sementes de Euphorbia heterophylla e Brachiaria plantaginea, foram semeadas e em média obteve-se 222,1 e 164,3 plantas/mø, respectivamente. Os tratamentos foram constituídos de duas pontas (DG 11002VS, TX08) e dois volumes de pulverização (100 e 200 Lha-1). Aos 13 dias após a germinação do milho realizou a primeira aplicação, pulverizando uma calda com corante alimentício azul brilhante FDC-1, a uma concentração de 3000 ppm. Para tal, foi utilizado um pulverizador costal pressurizado a CO2 com pressão constante de 30 l/polø, equipado com uma barra de pulverização com quatro bicos. Após a aplicação...

A Influência dos custos ambientais externos na produção agrícola

Grzebieluckas, Cleci
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 216 p.| il., grafs., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
27.536934%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico, Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção, Florianópolis, 2010; O objetivo geral desta pesquisa foi avaliar a influência dos custos ambientais externos na produção agrícola com o plantio de frutos nativos do Cerrado e com a pecuária leiteira. As plantas estudadas foram a mangaba (Hancornia speciosa Gomez), com quatro anos de plantio, e o murici (Byrsonima verbascifolia Rich. ex. Juss), com três anos de plantio. O estudo foi realizado em Arenópolis, estado de Goiás, a 280 km da capital Goiânia-GO. Os dados da produção de frutos e da pecuária leiteira foram obtidos por meio de entrevistas, roteiros estruturados e participação em dia de campo. Os dados dos custos externos foram obtidos com base em estudos que mediram os custos externos da agricultura em regiões de Cerrado, sendo adaptadas algumas fórmulas de cálculo. Também foi estimado o carbono das plantas frutíferas, incluído nas análises com frutos. Fizeram parte da análise os custos externos da degradação ambiental, da contaminação da água e dos gases de efeito estufa dióxido de carbono (CO2), metano (CH4) e óxido nitroso (N2O). As análises foram feitas por meio de demonstrações de resultados e fluxos de caixa...

Uso de macrófitas lemnáceas (Landoltia punctata) no polimento e valorização do efluente de suinocultura e na fixação de carbono

Mohedano, Rodrigo de Almeida
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 270 p.| il., grafs., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
27.536934%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico, Programa de Pós-Graduação em Engenharia Ambiental, Florianópolis, 2010; A suinocultura é uma das atividades mais impactantes ao meio ambiente no Estado de Santa Catarina devido ao potencial poluidor de seus dejetos. Além da contaminação direta de corpos d#água superficiais e subterrâneos, causando diversos problemas ecológicos, a decomposição destes dejetos gera uma grande quantidade de gases de efeito estufa (GEE) que atingem a atmosfera contribuindo para o fenômeno de mudanças climáticas. Levando-se em consideração as condições econômicas dos produtores rurais do Estado é de extrema importância que novas tecnologias, eficientes e de baixo custo, estejam disponíveis para contribuir com a redução dos impactos ambientais causados por essa atividade. Assim, o presente estudo teve como objetivo avaliar o potencial de macrófitas lemnáceas como uma tecnologia para o tratamento e valorização dos efluentes líquidos e gasosos da suinocultura. Estas plantas, além de apresentarem bons resultados para a redução de parâmetros de poluição, principalmente nutrientes (N e P), também produzem uma biomassa de elevado valor nutricional. Assim...

Evapotranspiração máxima do tomateiro sob estufa plástica em função de variáveis fenométricas e meteorológicas

Pivetta,Carina Rejane; Heldwein,Arno Bernardo; Tazzo,Ivonete Fátima; Maldaner,Ivan Carlos; Dalbianco,Leandro; Streck,Nereu Augusto; Machado,Rui Manuel Almeida
Fonte: Instituto Agronômico de Campinas Publicador: Instituto Agronômico de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2011 Português
Relevância na Pesquisa
27.610498%
O objetivo do trabalho foi estimar a evapotranspiração máxima (ETm) da cultura do tomateiro em estufa plástica em função da evaporação medida no evaporímetro de Piche exposto à radiação solar (Epi), com e sem a inclusão de outras variáveis meteorológicas e fenométricas pontuais de fácil mensuração, na época de primavera de 2005. Em uma estufa plástica realizaram-se medidas de ETm em lisímetros de drenagem (Epi) temperatura e déficit de pressão de vapor no ar (D), índice de área foliar (IAF), altura de plantas (AP) e número de folhas (NF). Ajustaram-se modelos para estimar a ETm com os dados dos dias pares do período de medições, selecionando-se os que tinham parâmetros angulares significativos pelo teste t a 5% de probabilidade de erro e coeficiente de determinação (R²) maior que 0,85. Os modelos foram testados com os dados dos dias ímpares da série de dados do mesmo período, por meio da análise de regressão entre os valores observados e estimados pelos modelos, considerando-se a raiz quadrada do quadrado médio do erro (RMSE) e os índices de precisão (r), concordância (d) e confiança (c). Verificou-se que é possível estimar a ETm do tomateiro com precisão aceitável (R² entre 0,87 e 0...

Disponibilidade de nitrogênio e fluxos de N2O a partir de solo sob pastagem após aplicação de herbicida

Carmo,Janaina Braga do; Andrade,Cristiano Alberto de; Cerri,Carlos Clemente; Piccolo,Marisa de Cássia
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2005 Português
Relevância na Pesquisa
27.536934%
O óxido nitroso (N2O) é um importante gás do efeito estufa, com um alto potencial de provocar o aquecimento global e de vida longa na atmosfera. Grande parte dos fluxos naturais de N2O ocorre a partir dos oceanos, enquanto o restante é resultado principalmente da contribuição de processos microbiológicos (nitrificação e desnitrificação) ocorridos em solos de regiões tropicais. A disponibilidade de N para processos metabólicos dos microrganismos pode ser um importante fator no controle das emissões de N2O nesses solos. O presente trabalho foi realizado com o objetivo de melhorar a compreensão acerca dos controles sobre os fluxos de N2O a partir de solos com pastagem na Amazônia. Foram investigados os efeitos da disponibilidade de N, C e umidade na emissão de N2O a partir do solo de uma pastagem submetida ou não a práticas para recuperação de sua produtividade. O estudo foi realizado em condições de laboratório, incubando o solo coletado nas seguintes situações: (a) Controle - solo com pastagem estabelecida em 1983 e com manejo tradicional, constituída de uma mistura de Brachiaria brinzantha e Panicum maximum, além da presença de uma variedade de plantas invasoras, e (b) Herbicida - dessecação total das plantas da pastagem estabelecida em 1983...

Utilização de Gigaspora margarita em plantas micropropagadas de bananeira em diferentes estádios de enraizamento

Lins,Gêlva Maria de Lima; Trindade,Aldo Vilar; Rocha,Hermínio Souza
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2003 Português
Relevância na Pesquisa
27.536934%
Visando a avaliar o efeito de fungos micorrízicos arbusculares (FMA) na diminuição do tempo de formação de mudas de bananeira micropropagadas, foi conduzido um experimento em estufa de aclimatação da Biofábrica CAMPO - CPA/Embrapa Mandioca e Fruticultura, Cruz das Almas, Bahia. Foram testadas plântulas em três diferentes estádios de desenvolvimento do sistema radicular, inoculadas ou não com o fungo Gigaspora margarita e cultivadas em dois diferentes substratos à base de turfa, vermiculita e esterco. A inoculação foi realizada no momento do transplantio para a estufa e as plantas, cultivadas por 55 dias, quando foram coletadas para obtenção dos dados de avaliação. O fungo Gigaspora margarita colonizou intensamente e mostrou- se benéfico para o desenvolvimento das mudas de bananeira, sendo seu efeito modulado pelo substrato de crescimento; o substrato turfa + vermiculita + 5% de esterco, quando associado à inoculação do FMA, promoveu a formação de mudas normais e sadias; o início da fase de aclimatação de mudas micropropagadas de bananeira pode ser antecipado pelo uso da inoculação com fungos micorrízicos arbusculares, em substrato adequado.

Tolerância do Tifton 85 (Cynodon spp.) e da Brachiaria brizantha ao glyphosate

Santos,M.V.; Ferreira,F.A.; Freitas,F.C.L.; Ikeda,A.K.; Oliveira,F.L.R.; Rocha,D.C.C.; Lima,J.G.; Silva,F.N.A.; Assis,F.G.V.
Fonte: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas Publicador: Sociedade Brasileira da Ciência das Plantas Daninhas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2008 Português
Relevância na Pesquisa
27.540928%
Objetivou-se avaliar a tolerância de Tifton 85 e Brachiaria brizantha ao glyphosate e verificar o controle de B. brizantha em área de pastagem de Tifton 85 já estabelecida. O delineamento experimental foi em blocos casualizados, com quatro repetições, em que se testaram as doses: 0, 720, 1.440, 2.160 e 2.880 g ha-1 de glyphosate. Cada parcela possuía dimensões de 3,5 m de comprimento por 3,0 m de largura, totalizando 10,5 m², com área útil de 7,5 m ². A eficiência do herbicida no controle de B. brizantha e o nível de intoxicação nas plantas de Tifton 85 foram avaliados 15, 30 e 60 dias após aplicação (DAA), mediante escala de 0 a 100, em que 0 é ausência de controle e/ou intoxicação e 100, controle total ou morte das plantas. Para avaliação da produção e do potencial de rebrota das forrageiras, as plantas de ambas as espécies foram colhidas aos 300 DAA e secas em estufa. Observou-se controle acima de 90% das plantas de B. brizantha a partir das doses de 1.473,75 e 1.721,25 g ha-1 de glyphosate, aos 30 e 60 DAA, respectivamente. As porcentagens de intoxicação das plantas de Tifton 85, referente a estas doses de controle de B. brizantha, foram, respectivamente, de 24,90 e 4,13% aos 30 e 60 DAA. Além disso...

PRODUÇÃO E DISTRIBUIÇÃO DA MATÉRIA SECA DO PEPINO PARA CONSERVA EM DIFERENTES POPULAÇÕES DE PLANTAS

Schvambach,Jacques Leandro; Andriolo,Jerônimo Luiz; Heldwein,Arno Bernardo
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2002 Português
Relevância na Pesquisa
27.540928%
O trabalho teve como objetivo determinar o efeito da população de plantas na acumulação e distribuição da matéria seca entre as partes vegetativas e os frutos de plantas de pepino tipo conserva. Os experimentos foram realizados em uma estufa de polietileno, em populações de plantio de 2,00; 2,50; 3,33 e 5,00 plantas m-2 na primavera de 1999 e de 4,00; 5,00; 6,66 e 10,00 plantas m-2 no verão-outono de 2000. As plantas foram dispostas em fileiras distanciadas de um metro e tutoradas com fitas plásticas verticais. Determinou-se a evolução semanal da acumulação de matéria seca do caule, folhas e frutos. Os frutos foram colhidos diariamente e a matéria seca diária foi somada para obter o valor semanal acumulado. No primeiro experimento, houve resposta positiva da maior população tanto sobre a produção de matéria seca vegetativa como de frutos. A fração média da matéria seca total alocada para os frutos foi de 49,5%, independente da população de plantas. No segundo experimento, houve efeito significativo da maior população apenas sobre a acumulação de matéria seca do caule e a fração alocada para os frutos decresceu com o aumento da população. No primeiro experimento, o rendimento acumulado de frutos respondeu linearmente ao aumento da população de plantas. No segundo experimento...

Potencial de emissão de metano em lavouras de arroz irrigado

Agostinetto,Dirceu; Fleck,Nilson Gilberto; Rizzardi,Mauro Antonio; Balbinot Jr,Alvadi Antonio
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2002 Português
Relevância na Pesquisa
27.610498%
Nos últimos anos, grande atenção tem sido dirigida aos problemas potenciais ocasionáveis pelo "efeito estufa". O homem, através da atividade industrial, consumo de combustíveis fósseis, destruição de florestas e da adoção de certas práticas agrícolas, é o principal responsável pelo fenômeno. Os principais gases que causam o efeito estufa são dióxido de carbono (CO2), metano (CH4), óxido nitroso (N2O) e clorofluorcarbonos (CFCs). O metano destaca-se dentre eles pela quantidade produzida e pela atividade na absorção do calor atmosférico. As principais fontes produtoras de metano são solos naturalmente alagados ou cultivados sob inundação, os quais respondem por aproximadamente 40% do total de metano emitido; destes, 37% são emitidos a partir do arroz cultivado sob inundação. Neste contexto, a presente revisão de literatura tem como objetivos descrever os processos que governam a produção e a emissão de metano, bem como discutir práticas de manejo e características da cultura que afetam a emissão do gás. Do total de metano originado em lavouras de arroz durante a estação de crescimento, entre 60 e 90% dá-se através das plantas de arroz. Embora o metano não seja o principal responsável pelo efeito estufa e a orizicultura não represente a maior fonte produtora de metano...

Produção de massa e acúmulo de nutrientes em crotalária júncea e milheto em estufa agrícola com solo salinizado.

PURQUERIO, L. F. V.; WUTKE, E. B.; MARIA, I. C. de; ANDRADE, C. A. de; TIVELLI, S. W.; OLIVEIRA, A. H. V.
Fonte: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIA DO SOLO, 33., 2011, Uberlândia. Solos nos biomas brasileiros: sustentabilidade e mudanças climáticas: anais. [Uberlândia]: SBCS: UFU, ICIAG, 2011. 1 CD-ROM. Publicador: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE CIÊNCIA DO SOLO, 33., 2011, Uberlândia. Solos nos biomas brasileiros: sustentabilidade e mudanças climáticas: anais. [Uberlândia]: SBCS: UFU, ICIAG, 2011. 1 CD-ROM.
Tipo: Artigo em anais de congresso (ALICE) Formato: 4 p.
Português
Relevância na Pesquisa
27.682168%
Devido ao uso de insumos sem adequado conhecimento técnico, os agricultores preocupados em garantir elevada produtividade utilizam quantidades excessivas de fertilizantes dentro de estufas agrícolas, promovendo a salinização dessas áreas e inviabilizando seu uso. A troca de local da estrutura, bem como a substituição do solo no seu interior, são opções onerosas e inviáveis para o produtor brasileiro, sendo necessário o desenvolvimento e estudo de técnicas alternativas. Realizou-se experimento em estufa agrícola de produção de hortaliças folhosas, em São Carlos, SP, de 25/11/2009 a 25/01/2010, para determinar a produção de massa e o acúmulo de nutrientes em plantas de crotalária júncea e milheto em condição de solo salinizado. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso, em esquema fatorial 3x2, com quatro repetições. Os tratamentos principais foram constituídos de crotalária júncea, milheto e pousio com crescimento de plantas infestantes (testemunha) e os secundários com e sem a aplicação de gesso. A produção de massa fresca da crotalária juncea (56,0 t ha-1) e do milheto (89,9 t ha-1), foram relevantes num período reduzido de produção (53 dias) em época de semeadura tardia. O milheto acumulou maior quantidade de macro e micronutrientes...

Uso de nitrogênio no cultivo de arroz irrigado e seus efeitos no solo, na planta e na emissão de óxido nitroso; Use of nitrogen in the cultivation of rice and its effects on soil, lant and nitrous oxide emission

CARVALHO, Glaucilene Duarte
Fonte: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Agronomia; Ciências Agrárias Publicador: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Agronomia; Ciências Agrárias
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
27.536934%
In wetland soils are countless electrochemical changes, among the most influenced by anaerobic conditions is nitrogen. The rice crop also determine changes in the process, either by the nutrient uptake or by changes in the rhizosphere. The nitrogen can guarantee high yields of rice, however, due to the inadequate use of nitrogen can have nitrous oxide, which is a greenhouse gas. In this context, the research aimed to determine the effects of nitrogen fertilizer in flooded lowland soils in soil chemistry and soil solution on the plants and the emission of nitrous oxide. The experiment was conducted in pots at Embrapa Rice and Beans. The treatments consisted of two rice genotypes (BRS Tropical and BRA 051130) and three nitrogen (0, 150 and 300 mg N kg-1 soil). The experimental design was randomized blocks with split plots. The flooding of the vessels took place on the fifteenth day after planting. The collection solution was given 1, 3, 7, 14, 28, 39, 59, 67, 102 days after flooding. The collection system consisted of a perforated plastic pipe and secured in the vessel walls, being closed at the ends. The solution was suctioned through a syringe and then analyzed on Ca, Mg, K, P, Fe, Mn, NO3 -, NH4 +, pH and Eh (directly to the pots). After the experiment was made at the soil sampling vessel...

Artemisia annua L.: produção de biomassa, artemisinina, rendimento e composição de óleo essencial em função de diferentes variedades e densidades de plantio

Capelin, Diogo
Fonte: Pato Branco Publicador: Pato Branco
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
27.540928%
Artemisia annua L. is a herbaceous plant native from Asia which is much used as a source of essential oil and artemisinin, a sesquiterpene lactone used as antimalarial active principle. The search in the improvement regarding the production of A. annua is intense due to the high demand for this molecule. The aim of this study was to identify the suitable planting density for a higher yield of biomass, artemisinin and essential oil, and the composition of this, and also compare the performance of three varieties of A. annua for cultivation in the Southwest region of Paraná. In order to this, an experiment was conducted in a randomized block design with four replications. Three different varieties of A. annua were used: Artemis F2, and Artemis F1 (2/39 x 5)x3M. A second experiment was conducted with Artemis F2 variety in a randomized block design with three replications. The treatments were: T1: 16.666 plants ha-1, T2: 55.555 plants ha-1, T3: 94.444 plants ha-1 and T4: 133.333 plants ha-1. The plant material of both experiments was harvested at flowering (approximately 159 days after transplantation) and dried until a constant weight in an oven with air circulation at 35 ° C. The quantification of artemisinin was performed by thin-layer chromatography and detected by densitometry. The separation and quantification of substances present in the essential oil were performed by gas chromatography with a flame ionization detector and the identification of them was performed by gas chromatography coupled to a mass spectrometer. The results were submitted to analysis of variance and Tukey's test at 5% of failure probability for qualitative variables and the regression of the analysis of variance for quantitative treatments. All the tested varieties showed an increasing production in relation to the dry mass of the aerial part...

Transpiração do tomateiro cultivado fora do solo em estufa plástica e sua relação com os elementos meteorológicos

Valandro,Josemar; Buriol,Galileo Adeli; Andriolo,Jerônimo Luiz; Heldwein,Arno Bernardo
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2007 Português
Relevância na Pesquisa
27.536934%
Neste trabalho, foram determinadas as relações da transpiração das plantas do tomateiro (Lycopersicon esculentum M.) cultivado em estufa plástica com os elementos meteorológicos. Realizaram-se três experimentos, no Campo Experimental do Departamento de Fitotecnia da Universidade Federal de Santa Maria - UFSM (RS): no outono-inverno de 1997 e nas primaveras de 1997 e de 1998. Cada planta foi cultivada num volume de aproximadamente oito litros de substrato colocado em sacola plástica. Para a determinação da transpiração diária, foi utilizado um sistema de lisímetros de drenagem, obtendo-se a transpiração pela diferença entre o volume de água irrigado e drenado. A transpiração das plantas foi correlacionada com os elementos meteorológicos radiação solar global diária e média diária da temperatura, umidade relativa e déficit de saturação do ar. Os modelos de regressão obtidos indicaram que é possível estimar a transpiração com razoável acuracidade apenas na primavera. As melhores estimativas foram obtidas com o déficit de saturação do ar em regressão simples (R² = 0,814) e em regressão múltipla com o déficit de saturação do ar e a temperatura do ar (R² = 0,881).

Posições das mudas de alface nas bandejas de poliestireno e efeitos na normalidade e homogeneidade dos erros na produção de plantas

Zanardo,Bernardo; Lúcio,Alessandro Dal'Col; Paludo,André Luiz; Santos,Daniel; Benz,Vilson
Fonte: Universidade Federal do Ceará Publicador: Universidade Federal do Ceará
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2010 Português
Relevância na Pesquisa
27.536934%
A qualidade de um experimento pode ser descrita por intermédio de estatísticas, sendo o erro experimental um dos parâmetros de avaliação dessa qualidade. O objetivo do trabalho foi verificar a interferência de diferentes posições de mudas de alface em bandeja de poliestireno sobre a normalidade e homogeneidade dos erros em experimentos realizados em estufa plástica e em campo. Foram conduzidos seis experimentos no Departamento de Fitotecnia da Universidade Federal de Santa Maria, sendo três no verão (2006-2007) e três no outono-inverno (2007) com a cultura da alface, cultivar Vera. Os tratamentos foram 12 diferentes posições das mudas na bandeja de produção. As variáveis analisadas na produção de mudas e após o transplante aos ambientes foram a fitomassa fresca e seca da parte aérea e raiz e fitomassa fresca e seca da parte aérea, respectivamente. Foram testadas as normalidade e homogeneidade dos erros sendo comparadas às médias de cada tratamento. Há atendimento da homogeneidade e normalidade dos erros para as fitomassas fresca da parte aérea e de raiz de alface nos experimentos com diferentes posições de mudas na bandeja de produção, nos diferentes ambientes e estações sazonais de cultivo. Para a fitomassa seca da parte aérea não há atendimento da homogeneidade e/ou normalidade dos erros nos experimentos no verão...

Tamanho e forma de parcelas para a cultura da abóbora italiana cultivada em estufa plástica; Size and form of plots for the culture of the Italian pumpkin in plastic greenhouse

Mello, Rodrigo Machado; Dal'Col Lúcio, Alessandro; Storck, Lindolfo; Lorentz, Leandro Homrich; Carpes, Ricardo Howes; Boligon, Alexandra Augusti
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz Publicador: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2004 Português
Relevância na Pesquisa
27.536934%
Na experimentação é de fundamental importância o controle de qualidade, fazendo com que o erro experimental apresente-se em níveis aceitáveis e, uma das formas desse controle, é a definição do tamanho e forma ótimos de parcela, no planejamento experimental. Determinou-se o tamanho e a forma ideais de parcela, para a cultura da abóbora italiana, em experimentos realizados sob ambientes protegidos, avaliando-se o rendimento acumulado da fitomassa dos frutos. Foram conduzidos dois experimentos em estufa plástica, modelo arco pampeano, durante o ano de 2001, em duas épocas de cultivo, um na estação sazonal verão-outono e outro na estação sazonal inverno-primavera. Os experimentos foram constituídos de oito fileiras de 20m de comprimento, sendo que, em cada uma delas, foram alocadas 20 plantas. As estimativas do tamanho e da forma de parcela foram obtidas pelos métodos da máxima curvatura, da comparação das variâncias e de Hatheway. As estimativas do tamanho e da forma da parcela variaram conforme a estação sazonal e o tamanho e a forma ideais, segundo os métodos da máxima curvatura e de Hatheway, para as estações sazonais verão-outono e inverno-primavera, foram de oito (quatro no comprimento e duas na largura) e quatro plantas (duas no comprimento e duas na largura)...

USO DE INDICADORES DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA EM PLANTAS DE PRODUÇÃO DE AMÔNIA

Flávio Viana Tavares; UFF; Luciane Pimentel Costa Monteiro; Universidade Federal Fluminense
Fonte: ENGEVISTA Publicador: ENGEVISTA
Tipo: Artigo Avaliado por Pares Formato: application/download
Publicado em 27/12/2013 Português
Relevância na Pesquisa
27.536934%
O objetivo deste trabalho é apresentar uma ferramenta para a avaliação da eficiência energética em plantas de Amônia através de indicadores chave de desempenho (KPI). O acompanhamento do consumo de insumos na indústria pode levar a reduções nas emissões de gases do efeito estufa (GEE) atrelado a ganhos de eficiência energética nas operações industriais. Ações de monitoramento contínuo focado na gestão por indicadores de desempenho relacionados a dados de emissões e ao consumo de recursos naturais poderão auxiliar em uma intervenção direta e eficaz e ser um gerador de ações de melhorias nos processos produtivos e/ou em condutas operacionais. Estas informações quando disponibilizadas para as equipes de operação, em conjunto com ações de gerenciamento voltadas para a melhoria contínua poderão propiciar ganhos de eficiência energética, redução nas emissões de gases do efeito estufa e tornar os processos produtivos mais lucrativos.