Página 5 dos resultados de 12165 itens digitais encontrados em 0.022 segundos

Avaliação físico-química e tecnológica da fração saponosídica dos frutos de ilex paraguariensis A. St. Hil. : potencialidade como adjuvante espumógeno; Physico-chemical and technologycal avaliation of the saponins of Ilex paraguariensis A. St. Hil. fruits : potential adjuvant foaming

Canto, Gizele Scotti do
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.649038%
As saponinas são tensoativos naturais, caracterizadas principalmente por sua atividade espumógena. Ilex paraguariensis A. St. Hil, conhecida como "erva-mate", é uma espécie vegetal rica em saponinas e de importância econômica e cultural para este Estado. Estudos anteriores demonstraram que os frutos imaturos de I. paraguariensis, uma parte do vegetal sem valor comercial, apresenta teores mais elevados de saponinas que as folhas da erva-mate. O objetivo deste trabalho foi avaliar a potencialidade das saponinas dos frutos imaturos de I. paraguariensis como adjuvante espumógeno, sob o ponto de vista físico-químico e tecnológico, bem como a avaliação do potencial de irritação dérmica. Para isso, foram empregados um extrato bruto liofilizado (EXL) obtido por turbólise na proporção de 1:10 droga-solvente em etanol:água (40:60 v/v) como líquido extrator e dois produtos purificados ricos em saponinas, denominados Fr.7090 e P6, obtidos por um processo de fracionamento em fase sólida e eluição com metanol-água (método I) e por um processo de complexação com polímero polivinílico por contato direto (método II), respectivamente. Para a caracterização do perfil das saponinas e monitoramento de processos, foi desenvolvida uma metodologia analítica por CLAE em fase reversa C18...

Caracterização física e química de frutos de mamey

Nascimento, Vivian Elias; Martins, Antonio Baldo Geraldo; Hojo, Ronaldo Hissayuki
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 953-957
Português
Relevância na Pesquisa
36.649038%
O mamey (Pouteria sapota) é originário do México e América Central, sendo comum em Cuba, Norte da América do Sul e nas Índias Ocidentais. Porém somente após sua introdução na Flórida passou a ser mais conhecido e procurado, principalmente pelos latino-americanos. Para diversas fruteiras, a distinção entre variedades pode ser realizada com base em características dos frutos, permitindo a diferenciação dessas plantas. Diante disso, realizou-se o presente trabalho, verificando a possibilidade da distinção de plantas de mamey pertencentes à coleção do Banco Ativo de Germoplama, da FCAV, Câmpus de Jaboticabal-SP, através de características físicas e químicas dos frutos. Foram avaliadas: massa (g), comprimento (cm), diâmetro (cm), rendimento de polpa (%), acidez titulável (AT), sólidos solúveis (SS), ácido ascórbico (AA), pH e relação sólidos solúveis/acidez titulável de frutos de treze plantas de mamey. Com base nos resultados obtidos, pode-se concluir que existem diferenças significativas para todas as variáveis avaliadas entre as diferentes plantas de mamey, possibilitando a seleção de matrizes promissoras, para implantação de pomares comerciais.; The mamey sapota (Pouteria sapota) is original from Mexico and Central America...

Avaliação da qualidade em frutos oleaginosos sujeitos a diferentes processos de transformação

Opinião, Ana Isabel Braz
Fonte: Universidade Nova de Lisboa Publicador: Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /09/2014 Português
Relevância na Pesquisa
36.70401%
A qualidade de um produto alimentar e respectivas características são fundamentais para a sua aceitação no mercado. Os consumidores representam o destinatário final dos produtos alimentares e, com tal, a sua saúde pode ser comprometida seriamente, em função da segurança alimentar do produto, e a aceitação do produto pelo consumidor pode ser comprometida se o produto não respeita as características de qualidade associadas ao mesmo. Este trabalho teve como principal objectivo a avaliação da qualidade de diferentes tipos de frutos oleaginosos ao longo do seu armazenamento, especificamente, aos 45, 75 e 105 dias após o seu processamento e acondicionamento. Foram estudados quatro tipos de frutos oleaginosos: o amendoim e a castanha de caju (fritos) e o miolo de pevide de abóbora e pevide de abóbora com casca (torrados). Como objectivo do estudo, avaliou-se também a qualidade das amostras após a abertura das embalagens, de forma a poder dar indicações no rótulo ao consumidor, como por exemplo, a indicação do prazo de validade destes produtos após a abertura das embalagens. Durante este período de avaliação as amostras foram analisadas no dia de abertura das embalagens, e após 15 e 30 dias desta data. A avaliação de cada uma das matrizes foi feita com recurso a diferentes tipos de testes: avaliação sensorial...

Fenologia, produção e qualidade de frutos de mirtilo

Antunes,Luis Eduardo Corrêa; Gonçalves,Emerson Dias; Ristow,Nara Cristina; Carpenedo,Silvia; Trevisan,Renato
Fonte: Embrapa Informação Tecnológica; Pesquisa Agropecuária Brasileira Publicador: Embrapa Informação Tecnológica; Pesquisa Agropecuária Brasileira
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2008 Português
Relevância na Pesquisa
36.70401%
O objetivo deste trabalho foi avaliar o comportamento fenológico, a produtividade e a qualidade de oito cultivares de mirtilo do grupo rabbiteye (Bluegem, Bluebelle, Powderblue, Florida, Delite, Briteblue, Climax e Woodard), na região de Pelotas, RS. O trabalho foi realizado durante os ciclos produtivos de 2003/2004, 2004/2005 e 2005/2006. As plantas foram dispostas no pomar em blocos varietais aleatórios, com 16 plantas por cultivar, no total de quatro linhas, com duas cultivares por linha. Para a análise das características dos frutos, a média de cada ano de avaliação foi considerada como uma repetição. Foram observadas as datas de início e fim da floração, início e final de colheita, massa, diâmetro longitudinal dos frutos, número de frutos por planta, teor de sólidos solúveis totais, produção média por planta e produtividade estimada por hectare. Não houve diferença entre as cultivares avaliadas quanto às características massa, diâmetro médio de frutos e teores de sólidos solúveis totais. Na região de Pelotas, há viabilidade técnica para o cultivo de mirtilo, cujas cultivares Bluebelle, Briteblue e Bluegem são as mais produtivas.

Características físicas e químicas dos frutos do cambucizeiro (Campomanesia phaea)

Vallilo,Maria Isabel; Garbelotti,Maria Lima; Oliveira,Elisabeth de; Lamardo,Leda Conceição Antonia
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2005 Português
Relevância na Pesquisa
36.70401%
Frutos de Campomanesia phaea (Myrtaceae) são muito procurados pela população rural para preparo de sucos, sorvetes e bebidas alcoólicas. Para avaliar as características físicas, o potencial nutricional e o seu aproveitamento na indústria de alimentos, frutos nos seus diversos estádios de amadurecimento foram coletados em abril de 2003 no Parque Estadual da Serra do Mar, Núcleo Caraguatatuba-SP. Os dados do diâmetro longitudinal (DL) e transversal (DT) e a relação entre eles mostram que os frutos têm forma levemente achatada (DL/DT < 1); a polpa mostrou-se suculenta, com sabor acre e odor cítrico, com alto teor de umidade (88,80%) e pH igual a 2,91. Foram detectados elevados teores de fibras alimentares (4,00%), quando comparado a outras espécies popularmente conhecidas, da mesma família botânica. Foram obtidos valores baixos de proteína (0,44%), carboidratos totais (5,00%), lipídios (1,53%) e valores razoáveis de ácido ascórbico (33,37 mg 100 g-1). Entre os elementos inorgânicos determinados (13), destacaram-se: sódio (171,50 mg kg-1), potássio (622,65 mg kg-1), fósforo (123,69 mg kg-1), magnésio (42,08 mg kg-1) e cálcio (61,26 mg kg-1). Embora a composição química dos frutos mostrou ser semelhante à de outras espécies da família Myrtacease...

Controle de moscas-das-frutas (diptera: tephritidae) em cultivo orgânico de ameixa pelo ensacamento dos frutos com diferentes materiais

Hernandes,José Luiz; Blain,Gabriel Constantino; Pedro Júnior,Mário José
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2013 Português
Relevância na Pesquisa
36.70401%
Considerando a importância das moscas-das-frutas para a fruticultura e a importância da fruticultura de caroço para o Estado de São Paulo, foi instalado experimento em cultivo comercial no município de Jundiaí-SP, com o objetivo de avaliar a eficiência do ensacamento de ameixas em cultivo orgânico. Os tratamentos utilizados foram: testemunha (sem proteção), sacolas de papel branco impermeável, sacolas de tecido não tecido (TNT) branco, de diferentes dimensões, e sacolas de polipropileno microperfuradas transparentes. O ensacamento dos frutos foi efetuado em 30-09-2011, quando eles apresentavam cerca de um a dois centímetros de diâmetro, em pomar que não recebeu nenhum tratamento fitossanitário para controle de moscas. A colheita dos frutos foi realizada em 30-12-2011, e os frutos avaliados em relação à coloração e à perda pelo ataque de moscas, na colheita e na pós-colheita. Todos os tratamentos avaliados controlaram a mosca-das-frutas, destacando-se o TNT, com apenas 4% de infestação dos frutos, podendo-se concluir ser este material eficiente para redução de perdas, podendo viabilizar o cultivo orgânico da ameixa.

Influência do repouso pós-colheita de frutos na qualidade fisiológica de sementes de mamão

Martins,Gabriela Neves; Silva,Roberto Ferreira da; Pereira,Messias Gonzaga; Araújo,Eduardo Fontes; Posse,Sheila Cristina Prucoli
Fonte: Associação Brasileira de Tecnologia de Sementes Publicador: Associação Brasileira de Tecnologia de Sementes
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2006 Português
Relevância na Pesquisa
36.70401%
Para avaliar a influência do repouso pós-colheita de frutos de mamão, sobre as alterações na qualidade fisiológica das sementes, este trabalho foi conduzido no Laboratório de Fitotecnia no Setor de Produção e Tecnologia de Sementes da Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro, em Campos dos Goytacazes-RJ. As sementes dos genótipos Solo e Formosa provenientes de frutos hermafroditas, foram colhidos no estádio de maturação II (1/4 fruto maduro). A extração das sementes foi realizada logo após a colheita, e também 10 dias após o repouso dos frutos em ambientes com temperaturas de 10 e de 25ºC. As sementes foram analisadas quanto à percentual de germinação e ao vigor pelos testes de primeira contagem, índice de velocidade de germinação, comprimento da plântula e teste de frio. Os resultados evidenciaram que o repouso dos frutos de mamão por 10 dias em temperatura de 25ºC aumentou a germinação e melhorou o potencial fisiológico das sementes de ambos os genótipos.

Morfometria de frutos e sementes e germinação de carobinha (Jacaranda decurrens subsp. symmetrifoliolata Farias & Proença), após o armazenamento

Sangalli,A; Vieira,M.C; Scalon,S.P.Q.; Zárate,N.A.H.; Silva,C.B.; Ribeiro,I.S.
Fonte: Sociedade Brasileira de Plantas Medicinais Publicador: Sociedade Brasileira de Plantas Medicinais
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2012 Português
Relevância na Pesquisa
36.70401%
O trabalho teve como objetivos avaliar a morfometria dos frutos e sementes de carobinha (Jacaranda decurrens subsp. symmetrifoliolata) e o efeito de temperaturas na germinação de sementes armazenadas em ambiente sem controle de temperatura e umidade relativa. O estudo foi realizado no Laboratório de Sementes da UFGD, Dourados, MS. Em amostra de 120 frutos e de 550 sementes foi determinado: o comprimento, a largura, a espessura, o número de sementes por fruto, e a massa dos frutos. A germinação foi estudada após três períodos de armazenamento das sementes (120, 480 e 720 dias) a temperatura ambiente e sob quatro temperaturas de germinação: três constantes (18, 25 e 30ºC) com luz contínua e sob condição de tempera alternada, 20-30ºC, com fotoperíodo de 12 horas. O delineamento experimental foi inteiramente ao acaso, em arranjo fatorial 3 x 4, com quatro repetições. As variações nas medidas de frutos e sementes representam indício da alta variabilidade genética populacional. As sementes armazenadas por 120 dias e submetidas à germinação na temperatura de 25ºC resultaram em 69,4% de germinação e índice de velocidade de germinação - IVG, de 0,983. Sob temperaturas de germinação de 30ºC, constante, e de 20-30ºC...

Influência da maturação dos frutos na emergência e crescimento inicial de Copernicia hospita Mart. - Arecaceae

Pereira,Diego de Sousa; Sousa,José Edilson Silva; Pereira,Magnum de Sousa; Gonçalves,Nayara Roberto; Bezerra,Antonio Marcos Esmeraldo
Fonte: Universidade Federal do Ceará Publicador: Universidade Federal do Ceará
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2014 Português
Relevância na Pesquisa
36.70401%
Objetivou-se nessa pesquisa avaliar a influência da maturação dos frutos na qualidade fisiológica das sementes e crescimento inicial de Copernicia hospita. Os tratamentos foram arranjados em um fatorial 2 x 3 x 2 com quatro repetições, os fatores foram constituídos por duas colorações de frutos (verde-amarelados e escuros), três tipos de propágulos (fruto íntegro, fruto despolpado e semente), e embebição (sem e com) por cinco dias, dispostos em um delineamento inteiramente casualisado. As variáveis de observação foram: porcentagem, velocidade e tempo médio de emergência, altura da planta, diâmetro do coleto, massa seca da parte aérea e do sistema radicular. Frutos de coloração escura, independentemente do tipo de propágulo, e frutos verdes amarelados despolpados, com ou sem embebição, mostram-se superiores com uma maior porcentagem de emergência, índice de velocidade e menor tempo médio de emergência. A embebição dos propágulos proporciona incrementos na massa seca da parte aérea, das raízes e no diâmetro do coleto.

Fenologia, produção e qualidade de frutos de mirtilo.

ANTUNES, L.E.C.; GONÇALVES, E.D.; RISTOW, N.C.; CARPENEDO, S.; TREVISAN, R.
Fonte: Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasilia, DF, v. 43, n.8, p.1011-1015, ago. 2008. Publicador: Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasilia, DF, v. 43, n.8, p.1011-1015, ago. 2008.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
36.70401%
O objetivo deste trabalho foi avaliar o comportamento fenológico, a produtividade e a qualidade de oito cultivares de mirtilo do grupo rabbiteye (Bluegem, Bluebelle, Powderblue, Florida, Delite, Briteblue, Climax e Woodard), na região de Pelotas, RS. O trabalho foi realizado durante os ciclos produtivos de 2003/2004, 2004/2005 e 2005/2006. As plantas foram dispostas no pomar em blocos varietais aleatórios, com 16 plantas por cultivar, no total de quatro linhas, com duas cultivares por linha. Para a análise das características dos frutos, a média de cada ano de avaliação foi considerada como uma repetição. Foram observadas as datas de início e fim da floração, início e final de colheita, massa, diâmetro longitudinal dos frutos, número de frutos por planta, teor de sólidos solúveis totais, produção média por planta e produtividade estimada por hectare. Não houve diferença entre as cultivares avaliadas quanto às características massa, diâmetro médio de frutos e teores de sólidos solúveis totais. Na região de Pelotas, há viabilidade técnica para o cultivo de mirtilo, cujas cultivares Bluebelle, Briteblue e Bluegem são as mais produtivas.; 2008

Fenólicos totais e capacidade antioxidante in vitro de polpas de frutos tropicais; Total phenolics and antioxidant capacity "in vitro" of tropical fruit pulps

VIEIRA, Luanne Morais; SOUSA, Mariana Séfora Bezerra; MANCINI-FILHO, Jorge; LIMA, Alessandro de
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
36.70401%
O consumo de frutos e suas polpas tem sido muito recomendado por seu valor nutricional, alto teor de fibras, vitamina C e carotenoides. Trabalhos recentes têm apontado esses alimentos como fontes de compostos fenólicos com ação antioxidante, portanto sequestradores de radicais livres, com ação protetora contra o surgimento e/ou desenvolvimento de processos degenerativos que conduzem a doenças crônicas não transmissíveis. Devido à crescente comercialização e consumo de polpas de frutas no Brasil, especialmente na cidade de Teresina-Piauí, este trabalho selecionou um grupo de polpas de frutos de elevado consumo local para avaliação do teor de fenólicos totais e da atividade antioxidante in vitro pelo método de captura de radicais livres: DPPH (radical 1,1-diphenil-2-picrilhydrazil) e ABTS (radical 2,2'azinobis(3-ethylbenzthiazoline-6-sulfonic acid)). Os frutos selecionados foram: Acerola (Malpighia emarginata DC.), Bacuri (Platonia insignis Mart.), Cajá (Spondias mombin L.), Caju (Anacardium occidentale), Goiaba(Psidium guajava) e Tamarindo (Tamarindus indica L.). Os teores de fenólicos totais encontrados nas polpascongeladas destes frutos exibiram quantidades relevantes de polifenóis, destacando-se a polpa de acerola com 835...

Reguladores de crescimento na frutificação efetiva e qualidade de frutos partenocárpicos de atemoia 'Gefner'

Pereira,Marlon Cristian Toledo; Crane,Jonathan Henry; Nietsche,Silvia; Montas,Wanda; Santos,Márcio Adriano
Fonte: Embrapa Informação Tecnológica; Pesquisa Agropecuária Brasileira Publicador: Embrapa Informação Tecnológica; Pesquisa Agropecuária Brasileira
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2014 Português
Relevância na Pesquisa
36.70401%
O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos de reguladores de crescimento vegetal sobre a frutificação efetiva e a qualidade de frutos partenocárpicos de atemoia 'Gefner'. O experimento foi realizado em pomar de atemoia 'Gefner', em Homestead, Flórida, EUA. Utilizou-se um delineamento experimental de blocos ao acaso, com quatro tratamentos, cinco repetições e seis flores por parcela. Os tratamentos foram compostos por: T1, ácido naftaleno acético a 450 mg L-1 e ácido giberélico a 1.000 mg L-1; T2, promalina a 100 mg L-1 e ácido giberélico a 1.000 mg L-1; T3, ácido giberélico a 1.000 mg L-1; e T4, polinização artificial (testemunha). Foram avaliados a frutificação efetiva, o crescimento e a qualidade dos frutos. A aplicação dos ácidos naftaleno acético e giberélico a flores de atemoia 'Gefner' proporcionou elevada frutificação efetiva, semelhante à da polinização artificial. A aplicação do ácido giberélico, associado ou não ao ácido naftaleno ou à promalina, resulta na produção de frutos de atemoia 'Gefner' mais tardios e menores do que os oriundos da polinização artificial...

Produção e qualidade físico-química de frutos de laranjeiras 'Valência' em diferentes intensidades e frequências de poda

Santarosa,Emiliano; Koller,Otto Carlos; Casamali,Bruno; Petry,Henrique Belmonte
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2013 Português
Relevância na Pesquisa
36.70401%
A poda de frutificação em citricultura pode ser aplicada com o objetivo de controlar o crescimento vegetativo e promover a formação de novos ramos frutíferos. Neste sentido, o objetivo deste trabalho foi avaliar diferentes regimes de poda manual em pomares jovens de Laranjeiras 'Valência', cultivadas em manejo convencional. Utilizou-se um pomar com espaçamento de 5,0 x 2,5 m, implantado em 2001 no município de Montenegro-RS, Brasil. Os tratamentos, com início em 2004, foram: A - Testemunha (sem poda); B - Poda anual de 15%; C - Poda bienal de 15%; D - Poda bienal de 30%; e E - Poda trienal de 30% do volume da copa. O delineamento experimental foi de blocos ao acaso, sendo quatro repetições e quatro plantas por parcela. Foram avaliados o número de frutos, massa total e massa média de frutos nas safras de 2006, 2007 e 2008. Foram avaliados aspectos relativos à qualidade dos frutos, como teor de sólidos solúveis totais (SST), acidez total titulável (ATT) e relação SST/AT. As podas de frutificação não alteraram significativamente a produção total de três safras, nem a qualidade físico-química dos frutos, em pomares de laranjeiras 'Valência' com menos de sete anos de idade, em sistema de manejo convencional.

Fenólicos totais e capacidade antioxidante in vitro de polpas de frutos tropicais

Vieira,Luanne Morais; Sousa,Mariana Séfora Bezerra; Mancini-Filho,Jorge; Lima,Alessandro de
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2011 Português
Relevância na Pesquisa
36.70401%
O consumo de frutos e suas polpas tem sido muito recomendado por seu valor nutricional, alto teor de fibras, vitamina C e carotenoides. Trabalhos recentes têm apontado esses alimentos como fontes de compostos fenólicos com ação antioxidante, portanto sequestradores de radicais livres, com ação protetora contra o surgimento e/ou desenvolvimento de processos degenerativos que conduzem a doenças crônicas não transmissíveis. Devido à crescente comercialização e consumo de polpas de frutas no Brasil, especialmente na cidade de Teresina-Piauí, este trabalho selecionou um grupo de polpas de frutos de elevado consumo local para avaliação do teor de fenólicos totais e da atividade antioxidante in vitro pelo método de captura de radicais livres: DPPH (radical 1,1-diphenil-2-picrilhydrazil) e ABTS (radical 2,2'azinobis(3-ethylbenzthiazoline-6-sulfonic acid)). Os frutos selecionados foram: Acerola (Malpighia emarginata DC.), Bacuri (Platonia insignis Mart.), Cajá (Spondias mombin L.), Caju (Anacardium occidentale), Goiaba(Psidium guajava) e Tamarindo (Tamarindus indica L.). Os teores de fenólicos totais encontrados nas polpascongeladas destes frutos exibiram quantidades relevantes de polifenóis, destacando-se a polpa de acerola com 835...

Produção de frutos e estolhos do morangueiro em diferentes sistemas de cultivo em ambiente protegido

Fernandes-Júnior,Flavio; Furlani,Pedro Roberto; Ribeiro,Ivan José Antunes; Carvalho,Cassia Regina Limonta
Fonte: Instituto Agronômico de Campinas Publicador: Instituto Agronômico de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2002 Português
Relevância na Pesquisa
36.70401%
Este trabalho teve por objetivo comparar a produção de frutos e de estolhos do morangueiro (Fragariaxananassa Duch.) cv. Campinas IAC-2712, em função de três sistemas de condução em ambiente protegido (solo, hidropônico-NFT e hidroponia em casca de arroz carbonizada em colunas verticais). O experimento foi realizado no período de junho de 2000 a fevereiro de 2001, na Estação Experimental de Agronomia de Jundiaí (latitude: 23:06'S, longitude: 46:55'W, altitude média: 715 m, clima Cwa), do Instituto Agronômico, seguindo-se o delineamento de parcelas subdivididas com três repetições, em casa de vegetação modelo semi-arco com abertura zenital superior. Nos dois sistemas hidropônicos foram usadas duas composições de soluções nutritivas, respectivamente, para a fase de crescimento vegetativo e para a produção de frutos. Os resultados obtidos permitiram concluir que no sistema vertical, embora as produções de frutos e de estolhos por planta tenham sido menores que nos demais sistemas estudados, há possibilidade de melhor aproveitamento interno do ambiente protegido, com reflexos positivos no aumento do rendimento por área e maior facilidade de manejo da cultura, incluindo as operações de transplante, limpeza das plantas e colheitas de frutos e remoção de estolhos. Essas vantagens também se aplicam ao sistema hidropônico-NFT mesmo não tendo apresentado diferenças de produção em relação ao cultivo convencional.

Control de Anastrepha serpentina (Wiedemann) y calidad de los frutos de zapote mamey Pouteria sapota (Jacq) Moore & Stearn tratados con aire caliente forzado

Ariza-Flores,R.; Yahia Kazuz,E. M.; Vázquez-García,E.; Barrios-Ayala,A.; Garrido-Ramírez,E. R.; Michel-Aceves,A. C.; Otero-Sánchez,M. A.; Alia-Tejacal,I.
Fonte: Universidad Autónoma Chapingo Publicador: Universidad Autónoma Chapingo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2009 Português
Relevância na Pesquisa
36.70401%
Los objetivos de este estudio fue evaluar la efectividad de tratamientos térmicos con aire caliente forzado húmedo en el combate de la mosca de los zapotes (Anastrepha serpentina Wiedemann) "in vivo" y determinar la tolerancia a las condiciones aplicadas de frutos de zapote mamey. Los frutos no fueron dañados internamente por el tratamiento térmico cuando fueron expuestos a 43 °C·120 min-1. Los frutos alcanzaron su madurez de consumo a los ocho días a 25 °C, presentaron cambios rápidamente en color y perdieron más peso; mientras que, a 10 °C se mantuvieron con mayor firmeza, prolongaron su vida de anaquel y mostraron mayores daños en los haces vasculares. Con respecto a la mortandad de los huevos y larvas de mosca de la fruta A. serpentina, éstas fueron del 100% con la atmósfera controlada (CA) de aire caliente a 43 °C·120 min-1, igualmente los frutos no fueron dañados por la aplicación de la CA; las larvas murieron fácilmente por el calor a 40 °C·120 min-1, mientras que los huevos fueron más resistentes ya que ocurrieron larvas emergidas a 25 °C para los ocho días de almacenados.

Diversidad de frutos de los árboles del bosque tropical perennifolio de México

Ibarra-Manríquez,Guillermo; Cornejo-Tenorio,Guadalupe
Fonte: Instituto de Ecología A.C., Centro Regional del Bajío Publicador: Instituto de Ecología A.C., Centro Regional del Bajío
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2010 Português
Relevância na Pesquisa
36.70401%
Se describe la morfología del fruto (color, tipo y tamaño) de 881 especies arbóreas del bosque tropical perennifolio de México, incluidas en 338 géneros y 85 familias. De un total de 46 tipos de frutos, tres abarcan 52.7% de las especies (212, 163 y 89 con bayas, drupas y cápsulas loculicidas, respectivamente) y 10 se registraron sólo en una. Los colores de fruto más frecuentes (n = 865 especies) fueron el negro (307 especies; 35.5%), pardo (227; 26.2%) y rojo (159; 18.4%); las bayas fueron usualmente negras (66%), las drupas negras (53.9%) o rojas (39.3%) y las cápsulas loculicidas en su mayoría pardas (66.3%). El largo de los frutos del total de especies osciló entre 0.8 y 430 mm (promedio 31.7 mm) y el ancho de 1 a 145 mm (promedio 16.1 mm), con una correlación significativa entre sí (r = 0.55, p < 0.05; n = 743 especies). Las bayas, drupas y cápsulas loculicidas tuvieron una longitud promedio menor de 22 mm de largo, en tanto que las legumbres y cámaras fueron más largas (> de 100 mm). El número máximo de tipos de fruto por familia fue de siete (Rubiaceae) y 47 de éstas exhibieron sólo uno. La frecuencia de tipos de fruto para ésta categoría taxonómica mostró una relación significativa con el número de especies que incluye (r = 0.58...

Evaluación de calidad en frutos de 41 genotipos de nanche (Byrsonima crassifolia L. HBK) de Nayarit, México

Medina-Torres,Raúl; Juárez-López,Porfirio; Salazar-García,Samuel; López-Guzmán,Graciela G.; Ibarra-Sánchez,Lidia Susana; Arrieta-Ramos,Beatriz Guillermina; Martínez-Moreno,Eusebio
Fonte: Instituto Nacional de Investigaciones Forestales, Agrícolas y Pecuarias Publicador: Instituto Nacional de Investigaciones Forestales, Agrícolas y Pecuarias
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2015 Português
Relevância na Pesquisa
36.70401%
El nanche es un frutal de recolección cuyos frutos son apreciados por su sabor agridulce. El objetivo fue evaluar la calidad en frutos de 41 genotipos de nanche (Byrsonima crassifolia L. HBK) procedentes de la zona de clima cálido de Nayarit, México. Las variables de la calidad analizadas en los frutos: color, peso fresco (PFF), longitud (LF), diámetro (DF), sólidos solubles totales (°Brix), acidez titulable (porcentaje de ácido cítrico), pH de frutos. Además, se determinó el peso seco de la semilla (PSS). Se usó análisis estadístico multivariado de componentes principales para el procesamiento de datos. Tres componentes principales (CP's) explicaron 80.61% de la varianza total (VT). El CP1 contribuyó con 38.58 de la VT en donde resultaron de importancia las variables morfológicas: peso, diámetro, longitud y tamaño de fruto mientras que el CP2 representó 24.78% de la VT, donde resultaron relevantes las características químicas: porcentaje de ácido cítrico de la pulpa (AC) y pH del jugo del fruto. En el CP3 resultaron importantes los sólidos solubles totales (°Brix), y la relación °Brix/pH de la pulpa que contribuyeron con 17.25% de la varianza total. La relación °Brix/AC, más el peso, tamaño y color amarillo de la epidermis del fruto fueron los parámetros de calidad que podrían usarse como cualidades genéticas para seleccionar genotipos de nanche.

Biometria de frutos e sementes de mangaba (Hancornia speciosa Gomes) em vegetação natural na região leste de Mato Grosso, Brasil

Gonçalves,Laissa Gabrielle Vieira; Andrade,Fabrício Ribeiro; Marimon Junior,Ben Hur; Schossler,Thiago Rodrigo; Lenza,Eddie; Marimon,Beatriz Schwantes
Fonte: Sociedade de Ciências Agrárias de Portugal Publicador: Sociedade de Ciências Agrárias de Portugal
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2013 Português
Relevância na Pesquisa
36.70401%
O presente estudo teve como objectivo caracterizar biometricamente os frutos e sementes de mangaba na região de Nova Xavantina em uma área de Cerrado. Analisou-se 120 frutos e 480 sementes quanto ao comprimento longitudinal, largura, diâmetro equatorial, massa fresca e volume do fruto, massa fresca da polpa, número de sementes por fruto, massa de sementes por fruto, comprimento longitudinal, largura, diâmetro equatorial, massa fresca da semente, índice de volume das sementes e posteriormente determinou-se o peso de mil sementes. As características biométricas foram analisadas mediante distribuição de frequência calculando-se o coeficiente de correlação de Spearman (rS) e o nível de significância através do teste t. Três classes de frutos foram registradas para os parâmetros avaliados, com grande variação entre as classes. Existe uma correlação alta e positiva entre o tamanho dos frutos e a massa da polpa e entre a massa do fruto e o peso da semente.

Comportamiento fenológico y producción de frutos de algunas especies leñosas del bosque deciduo en el asentamiento Las Peñitas, al sur del estado Aragua

Valero,José; Benezra,Miguel; Chong,Luis; Guenni,Orlando
Fonte: Instituto Nacional de Investigaciones Agricolas INIA, Maracay, Venezuela. Publicador: Instituto Nacional de Investigaciones Agricolas INIA, Maracay, Venezuela.
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2006 Português
Relevância na Pesquisa
36.70401%
Con el objeto de identificar botánicamente y caracterizar el comportamiento fenológico de algunas especies leñosas presentes en un bosque deciduo, así como medir la producción de frutos caídos al suelo en 4 especies de leguminosas, se realizaron colectas de muestras para su identificación y se llevaron observaciones de campo en forma mensual durante todo un año cronológico. Se midió también la producción total de los frutos caídos al suelo en las 4 leguminosas más importantes de la zona. Se encontraron 32 especies botánicas diferentes, predominando la familia Leuminoseae (37%), estando el resto de las especies (63%) distribuidas en 14 familias diferentes Se encontraron solo 4 especies perennifolias (Talissia olivaeformis, Acacia articulata, Caparis fexuosa y Lecythys ollaria) con periodos de floración variable entre los meses de diciembre a agosto. Hubo 12 especies con períodos de floración en la época lluviosa, 6 especies con presencia de hojas durante 6 meses o más y 6 especies con presencia de follaje menos de 6 meses, con el proceso de caducifolia muy marcado. Así mismo, 9 especies mostraron floración en la época seca. La especie Acacia macracanta mostró la mayor producción de frutos (11,8 kg/planta). El bosque deciduo evaluado mostró una gran variabilidad en cuanto a la época de ocurrencia de los distintos eventos fenológicos y una producción de frutos importantes...