Página 5 dos resultados de 225 itens digitais encontrados em 0.047 segundos

Salário mínimo, desigualdade e informalidade; Minimum wage, inequality and informality

Komatsu, Bruno Kawaoka
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 02/12/2013 Português
Relevância na Pesquisa
75.89%
O mercado de trabalho brasileiro tem apresentado nos últimos anos tendências que chamam a atenção e que suscitam questões diversas do ponto de vista da literatura econômica. A partir de 2004, aliada à redução da taxa de desemprego (que cai à metade em menos de uma década), o salário mínimo apresenta crescimento real de quase dois terços do seu valor, a desigualdade salarial é sensivelmente reduzida, ao mesmo tempo em que a taxa de formalidade alcança níveis muito elevados. A partir desse pano de fundo, o presente trabalho pretende examinar duas questões centrais. A primeira delas seria sobre os efeitos do aumento do salário mínimo sobre a desigualdade salarial. Utilizamos uma metodologia de densidades contrafactuais com dados da Pesquisa Mensal de Emprego (PME) de 2004 e 2011 para avaliar os efeitos da variação do salário mínimo, do aumento da formalização, das características pessoais e das condições de oferta e demanda do mercado de trabalho sobre as mudanças das densidades salariais. Como resultados anteriores da literatura, as estimativas indicam que o primeiro fator exerce efeitos expressivos no sentido de reduzir a dispersão salarial da densidade como um todo e em especial na calda inferior. Eles são robustos à inversão da ordem de decomposição e se mantêm relevantes entre as mulheres. Os efeitos da formalização se mantêm com a inversão da ordem somente entre os homens e são maiores...

Do lixo à mercadoria, do trabalho  ao desgaste: estudo do processo de trabalho e suas implicações na saúde de catadores de materiais recicláveis; From trash to merchandise, from work to health weathering: a study of the work process and its implications on the health of recyclable waste collectors

Galon, Tanyse
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 31/03/2015 Português
Relevância na Pesquisa
85.73%
O trabalho dos catadores de materiais recicláveis, embora promova ganhos ambientais à sociedade e econômicos à cadeia de reciclagem, está inserido no contexto de informalidade e invisibilidade social. Esses trabalhadores conferem ao lixo o caráter de nova mercadoria com valor de troca, porém sofrem o processo de desgaste da saúde. Este estudo teve como objetivo compreender o processo de trabalho e suas implicações na saúde de catadores de materiais recicláveis, por meio da participação ativa dos próprios trabalhadores. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, desenvolvida com um grupo de catadores autônomos da cidade de Ribeirão Preto - SP, que vendem seus materiais para uma empresa de comércio de recicláveis. A coleta de dados foi desenvolvida entre maio e dezembro de 2013 por meio das seguintes etapas: 1. Observação do trabalho dos catadores durante o processo de venda dos materiais na empresa, com registro dos dados em diário de campo; 2. Entrevistas individuais e semi-estruturadas com 23 catadores, selecionados por meio da amostragem por saturação teórica; 3. Aplicação do método Fotovoz com a participação de dez catadores, visando compreender o cotidiano de trabalho e as circunstâncias que poderiam levá-los ao desgaste da saúde. Nesta etapa...

Santa Rosa de Lima – SC: uma discussão sobre opções em termos de desenvolvimento em nível territorial

Macedo, Diego Branco
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 86 f.
Português
Relevância na Pesquisa
85.71%
TCC (Graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro Socioeconômico. Curso de Graduação em Ciências Econômicas.; Santa Rosa de Lima é um município catarinense tipicamente rural localizado nas Encostas da Serra Geral. Nas últimas décadas emergiu no município a atuação no setor agropecuário a partir de técnicas agroecológicas, o que transcendeu, mais tarde, ao beneficiamento desses produtos e a prestação de serviços naquele contexto de agroecologia, notadamente a partir de propriedades de agricultura familiar. A experiência mostra-se válida para o debate sobre as opções capazes de conduzir o desenvolvimento socioeconômico em nível territorial, configurando uma questão de pesquisa sintetizada como “Qual o significado da opção agroecológica e da diversificação de atividades em escala de propriedades rural, em Santa Rosa de Lima, e qual o papel desempenado nesse processo pelas principais instituições com presença na área da agroecologia?” Tal questão buscou ser respondida por um estudo monográfico, cujo objetivo geral visa “avaliar o desenvolvimento recente de Santa Rosa de Lima, o uso da causa agroecológica e a diversificação de atividades como estratégia de atuação de propriedades de agricultores familiares”. Para tanto...

Mercado de Trabalho em Massinga: entre a acumulação e a informalidade

Farré, Albert
Fonte: IESE Publicador: IESE
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em //2012 Português
Relevância na Pesquisa
85.73%
O controlo da força de trabalho tem sido um factor importante nas transformações sociais acontecidas na África austral, principalmente desde o início das diferentes explorações mineiras nos planaltos sulafricanos, na metade do século XIX. No caso do sul de Moçambique, também as plantações de cana de azucar do Natal a partir de 1860 levaram a muitos habitantes das redondezas da baía de Maputo, de boa ou má vontade, ao trabalho assalariado.

Subcontratação e informalidade na construção civil, no Brasil e na França

Costa,Luciano Rodrigues
Fonte: Universidade Federal da Bahia - Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas - Centro de Recursos Humanos Publicador: Universidade Federal da Bahia - Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas - Centro de Recursos Humanos
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2011 Português
Relevância na Pesquisa
85.91%
Este artigo apresenta uma análise comparativa do mercado de trabalho do setor da Construção Civil, no Brasil e na França, em um contexto de flexibilização. Fruto de pesquisas de campo em canteiros de obras, nesses dois países, o texto aborda especificidades da informalidade dos contratos de trabalho no setor, que vêm produzindo uma transferência das ilegalidades das grandes para as pequenas empresas. No caso Francês, mediante as agências de temporários. No Brasil, através das pequenas empresas clandestinas, denominadas "gatas". Enfatizam-se a percepção dos trabalhadores frente às ilegalidades e suas estratégias para se manter no mercado. No caso Francês, ressalta-se o trabalho de imigrantes clandestinos ou portadores de títulos de estadia precários, viabilizados pelas agências de temporários. No Brasil, percebe-se que o setor sempre se organizou com base na informalidade e busca, aos poucos, fidelizar os trabalhadores, ainda que se mantenha predominante o trabalho informal.

Representações do trabalho informal e dos riscos à saúde entre trabalhadoras domésticas e trabalhadores da construção civil

Iriart,Jorge Alberto Bernstein; Oliveira,Roberval Passos de; Xavier,Shirlei da Silva; Costa,Alane Mendara da Silva; Araújo,Gustavo Ribeiro de; Santana,Vilma Sousa
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2008 Português
Relevância na Pesquisa
85.71%
Nas últimas décadas, o mercado de trabalho no Brasil tem apresentado um aumento de trabalhadores não registrados. Trabalhadores informais, além de remunerações abaixo do mínimo legal, não contam com seguridade social, e medidas de prevenção de riscos. Este estudo teve por objetivo a análise das representações e percepções sobre a informalidade do contrato de trabalho e dos riscos à saúde entre trabalhadores informais acidentados. A pesquisa foi qualitativa, baseada em entrevistas em profundidade realizadas com dezessete trabalhadores, nove trabalhadoras domésticas e oito operários da construção civil. Observou-se que os trabalhadores reconhecem a importância do trabalho formal, principalmente pela garantia dos direitos trabalhistas, apontando a desvalorização simbólica do trabalho informal com repercussão em sua auto-estima. Ambos os grupos tenderam a minimizar os riscos de acidentes de trabalho, e não associaram o trabalho informal a maior risco de acidentes ou doenças. Identificou-se a necessidade sentida de formalização dos vínculos de trabalho pelos trabalhadores. Os resultados do estudo demonstram a necessidade de maior divulgação e discussão dos direitos trabalhistas e da construção de políticas públicas que contemplem a segurança e saúde destes trabalhadores.

Negócios nanicos, garantias e acesso a crédito

Neri,Marcelo Côrtes; Giovanini,Fabiano da Silva
Fonte: Instituto de Economa da Universidade Federal do Rio de Janeiro Publicador: Instituto de Economa da Universidade Federal do Rio de Janeiro
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2005 Português
Relevância na Pesquisa
85.72%
O trabalho realiza uma análise empírica dos determinates do uso de crédito a partir de amostra de 50 mil empresas formais e informais por conta própria ou empregadoras até cinco empregados a partir da Pesquisa Economia Informal Urbana (ECINF) do IBGE. O objetivo é contribuir para o desenvolvimento do crédito produtivo popular no Brasil. O mercado de microcrédito se revela incipiente: apenas 13,7% dos nanonegócios apresentavam dívida pendente, a concentração dos estoques de dívida entre os 10% mais altos valores neste segmento é de 98,5% contra 60,8% do faturamento e 59,4% do lucro. Complementarmente, 7% dos nanonegócios obtiveram acesso a crédito nos três meses anteriores à pesquisa. Apresentamos o padrão de correlações do uso do crédito produtivo popular com outras variáveis, baseadas em um modelo logístico rodado a partir dos microdados da ECINF. Constatamos que alguns elementos do capital social como participação em cooperativas, indicadores de formalidade e posse de equipamentos apresentam correlação significativa com o acesso a crédito. Em geral, os resultados são consistentes com a importância atribuída na literatura a garantias reais e alternativas na obtenção de fontes de financiamento.

Os diferentes contratos de trabalho entre trabalhadores qualificados brasileiros

Azevedo,Marcia Carvalho de; Tonelli,Maria José
Fonte: Universidade Presbiteriana Mackenzie Publicador: Universidade Presbiteriana Mackenzie
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2014 Português
Relevância na Pesquisa
85.82%
Ao longo das últimas décadas, as relações de trabalho têm se modificado de forma contínua na direção de contratos mais flexíveis vis-à-vis relações de trabalho mais estáveis e de longo prazo. Essas transformações também têm atingido o mercado de trabalho brasileiro, ainda que este tenha características distintas das economias mais desenvolvidas. No Brasil, as relações de trabalho sempre tiveram um forte componente de flexibilidade, uma vez que o emprego formal e o informal são igualmente importantes na economia do país. Apesar da informalidade presente no cenário brasileiro, trabalhadores qualificados brasileiros mantiveram vínculos de trabalho estáveis, com contratos CLT, ao longo da segunda metade do século passado. Entretanto, esse panorama tem sido modificado nas últimas décadas. Apesar da constatação dessas mudanças no mercado de trabalho, pesquisas que investigam a disseminação de diferentes tipos de contrato de trabalho no mercado brasileiro são escassas. Dados referentes a profissionais qualificados são ainda mais raros. Tendo esse cenário como pano de fundo, esta pesquisa tem como objetivo identificar os diferentes tipos de contrato de trabalho existentes entre trabalhadores qualificados no Brasil. Para isso...

Qualidade dos empregos e a carcinicultura marinha nos laboratórios da praia de Barreta/RN

Okino, Michelle Yumi Felipe
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Administração; Políticas e Gestão Públicas; Gestão Organizacional Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Administração; Políticas e Gestão Públicas; Gestão Organizacional
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
85.71%
To present research had for objective to study the quality of the employment in the maturation Laboratories and larviculture of the Beach of Barreta/RN, adopting for so much the criteria used by Reinecke(1999) to characterize a quality employment: surrender, benefits non salary, regularity and work reliability and of the wage, contractual status, social protection, work day, intensity of the work, risk of accidents and of occupational diseases, involvement in linked decisions to the section work, possibility for the development of professional qualifications. Of the exam of the data it was verified that the generated employments are considered employments of good quality. However, this result should be analyzed to the light of a context of extreme informality and of precarization of the work. Therefore, the results should be relativized. He/she/you imports to retain that one of the limitations of the study resides in the impossibility of generalizing the data for the whole section of the sea carcinicultura. In spite of that fact, he/she is considered that the objectives of the research were assisted fully and that the characterization of the profile of the employment generated by the section of the shrimpculture it is extremely important for the drawing of public politics gone back to foment this activity.; A presente pesquisa teve por objetivo estudar a qualidade do emprego nos laboratórios de maturação e larvicultura da Praia de Barreta/RN...

Do acesso clássico à comercialização: especificidades do mercado imobiliário informal na área especial de interesse social de Mãe Luiza, Natal/ RN.

Lima, Huda Andrade Silva de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo; Conforto no Ambiente Construído; Forma Urbana e Habitação Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo; Conforto no Ambiente Construído; Forma Urbana e Habitação
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
85.74%
This study presents research regarding affordable housing and their effects on the spatial reconfiguration of Natal/ RN, aiming to identify the specificities of the informality of urban land. This study aims to understand how informal housing market operates housing provision for the population located in popular informal settlements, through buying and selling market and rental market of residential properties irregular / illegal. This understanding will be through the neighborhood of Mãe Luisa, Special Area of Social Interest (SASI), located between neighborhoods with a population of high purchasing power and inserted into the tourist shaft of seaside of town. The characterization of informal housing market in Mãe Luiza, from buyers, sellers and renters, will help to understand how these informal transactions operate on SASI and housing provision for public policy development and implementation of housing programs and land regularization for low-income population, adequate to dynamic and reality of housing of informal areas; Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; O presente trabalho apresenta estudos referentes à habitação social e seus efeitos sobre a reconfiguração espacial de Natal/RN, visando identificar as especificidades da informalidade do solo urbano. Busca compreender como o mercado imobiliário informal opera a provisão habitacional para a população situada em assentamentos populares informais...

Flexibilidade do mercado de trabalho, proteçao aos trabalhadores e treinamento vocacional de força de trabalho: a experiência de América Latina e perspectivas (análise do caso brasileiro)

Chahad, José Paulo Zeetano
Fonte: CEPAL Publicador: CEPAL
Português
Relevância na Pesquisa
85.85%
Incluye Bibliografía; 1. Este texto procurou responder à uma questão de fundo formulada pela TR do projeto ECLAC/Brazil/Denmark: quais seriam as possibilidades de adoção do modelo dinamarquês de Flexicurity (flexibilidade com segurança) tendo em vista a realidade (e as peculiaridades) do mercado de trabalho, as características da seguridade social, com o objetivo de aumentar a proteção social dos trabalhadores brasileiros? Para tanto tomou–se como referencial analítico a estrutura do modelo dinamarquês composta de três elementos principais (denominado “triangulo dourado”): um mercado de trabalho altamente flexível através da legislação e das negociações coletivas, uma seguridade social forte, com um programa de seguro–desemprego bastante generoso e vultosos gastos compensatórios em políticas ativas voltadas para o mercado de trabalho, especialmente os recursos destinados ao vocational training.2. O diagnóstico desses elementos para o Brasil indica as condições que se seguem. O mercado de trabalho revela uma situação paradoxal: por um lado, observa–se um funcionamento bastante flexível devido a vários fatores: grande informalidade...

As coperativas de prestação de serviços e o Direito do Trabalho

MARINI, Janete Ribeiro de Campos
Fonte: Universidade Municipal de São Caetano do Sul Publicador: Universidade Municipal de São Caetano do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Português
Relevância na Pesquisa
85.72%
Um dos assuntos de preocupação atual, dentro juslaboralismo brasileiro, é a questão da chamada flexibilização do Direito do Trabalho, atingindo sua essencia tutelardo economicamente fraco, repensando os preceitos fundamentais regentes do Direito do Trabalho, para recondicioná-lo dentro de fatos novos, que não devem escapar ao seu controle disciplinar de relaçõe de interesse.O resultado da chamada flexibilização seria o crescimento avassalador do mercado informal e do desemprego, ou seja, culpa-se a interferência estatal por todas as mazelas existentes hone na sociedade, justamente neste entrave entra a Justiça do Trabalho com fulcro tutelar da realidade que nos cerca.No Brasil existem normas flexibilizadoras inseridas na Constituição Federal ,como a terceirização significando a contratação por uma empresa, de outra especializada para prestação de serviços, sendo, dentro ou fora da empresa contrante não precisa contratar empregados para realização de certas atividades que podem ser eventuais ou permanentes.Dentro da contextualidade de terceirização,encontramos a Cooperativas de Trabalho, que é parte da reestruturação produtiva e do novo regime de acumulação do capital, uma nova divisão do trabalho.A intermediação de mão-de-obra por cooperativa é um contra-senso...

PLANFOR: política compensatória para a inclusão na informalidade?

Sales, Francisco José Lima
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Educação; Educação Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Educação; Educação
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
75.99%
Study about the national politics on the professional education, under responsibility of the brazilian Work Department in 1990 years. Purposes to apprehend the results of the actions of the professional education in a basic level, offered by the National Plan of the worker qualification ( PLANFOR ), as well as the effects on the assisted exits, starting from the experience appreciated on the Plan of Qualification developed in the state of Maranhão between 1996 to 2000. It adopts a theoretical-methodological conception by an ontological nature, if being worth of categories as the one of totality and of mediation that together, makes possible the apprehension of a dialectical movement that happens among the analysis object, the professional education politics in a basic level, performed by PLANFOR and your context, the underdevelop and heterogeneous Brazilian capitalism and the consequent job market generalized precarious and informal, making possible that the reality investigated become to understood rationally. This paper uses the indirect documentation technique, instruments of the bibliographical research and documental research. This study is based on those that aren´t part of PLANFOR, qualified by professional education courses in basic level...

Estrutura produtiva e emprego industrial no Brasil dos anos 90; Production structure and industrial employment in Brazil on the 90s

Darcilene Claudio Gomes
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 03/08/2009 Português
Relevância na Pesquisa
85.82%
A década de 90 representou um momento de inflexão na trajetória da economia brasileira, especialmente no que diz respeito ao papel do Estado. De uma economia fechada com forte presença estatal, rapidamente se transitou para um modelo econômico aberto com menor participação do estado. Nesse caminho, várias reformas, de natureza fiscal e no concernente às relações do país com o exterior, foram organizadas sob o pretexto de modernizar a estrutura econômica nacional. Entretanto, o novo modelo não propiciou um crescimento em bases sustentáveis, senão apenas movimentos de stop and go. Os investimentos, insuficientes em termos de volume e definidos segundo a lógica privada do mercado, se concentraram em produtos de baixo valor agregado e muitas vezes não comercializados no exterior. E ainda, a produção doméstica tornou-se cada vez mais depende da importação de bens de capital, insumos e componentes. Nesse sentido, os rebatimentos sobre a estrutura da produção interna e contas externas comprometeu o desenvolvimento do país. A nova organização da economia brasileira repercutiu negativamente sobre a capacidade de geração de empregos e a qualidade dos postos gerados. A absorção da população ativa, ainda apresentando crescimento expressivo e mudando seu perfil (mais adulta e feminina)...

Choques de demanda agregada ou de realocação? Identificação com base na curva de Beveridge e no efeito colchão

Scaniuzzi, João Carlos; Gonzaga, Gustavo
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Pesquisa e Planejamento Econômico (PPE) - Artigos
Português
Relevância na Pesquisa
85.68%
Neste artigo, utilizamos um modelo VAR para identificar os principais determinantes da variância do erro de previsão do desemprego, informalidade e vagas na região metropolitana do Rio de Janeiro. O modelo nos permite medir a importância relativa dos choques de demanda agregada, de realocação do emprego e de participação na força de trabalho sobre essas três variáveis. Para identificação do modelo estrutural, adotamos hipóteses que buscam refletir os efeitos dos diversos choques sobre a curva de Beveridge e a curva de colchão (que relaciona desemprego e emprego informal). O modelo indica a predominância de choques de demanda agregada e, em menor grau, de choques de participação na força de trabalho, na explicação do desemprego a médio e longo prazos. Choques de realocação do emprego explicam uma proporção significativa do desemprego apenas no curto prazo.; p. 357-396 : il.

Critérios de classificação para ocupação informal: consequências para a caracterização do setor informal e para a análise de bem-estar no Brasil; Texto para Discussão (TD) 1879: Critérios de classificação para ocupação informal: consequências para a caracterização do setor informal e para a análise de bem-estar no Brasil; Classification criteria for informal occupations: implications for the informal sector characterization and analyze of welfare in Brazil

Corseuil, Carlos Henrique; Reis, Mauricio Cortez; Brito, Alessandra Scalioni
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
Português
Relevância na Pesquisa
85.81%
O objetivo deste texto é identificar a sensibilidade da caracterização do trabalhador informal a distintos critérios de classificação e mostrar como a relação entre informalidade e medidas de bem-estar dos trabalhadores varia de acordo com o critério de classificação adotado. Como contribuições à literatura, tem-se a análise desagregada para os grupos de empregados e empresários e o uso de um método recém-disponibilizado para classificar os empresários em formais ou informais, baseado na informação sobre a inclusão no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ). De forma geral, tanto a caracterização do setor informal como a relação entre informalidade e bem-estar são muito parecidas em dois dos três critérios usados; que são: i) no critério via contribuição à previdência; e ii) no critério baseado no CNPJ para empresários e na carteira de trabalho para empregados.; 30 p.

Trabalho decente e flexibilização trabalhista no Brasil

Felício, João Antônio
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Mercado de trabalho: conjuntura e análise - Artigos
Português
Relevância na Pesquisa
85.76%
A reforma trabalhista do governo federal coloca-se na contramão das normas fundamentais da Organização Internacional do Trabalho (OIT) e dos princípios do trabalho decente consagrado na 89ª reunião da Conferência Internacional do Trabalho. Todas as medidas de flexibilização trabalhista e de direitos sociais aprovadas pelo governo federal contaram com a justificativa de que o mercado de trabalho no Brasil é muito rígido, o custo do trabalho, especialmente de admissão, é muito elevado e, em razão disso, coloca-se como obstáculo importante para sustentar o crescimento, gerar empregos, reduzir a informalidade e até elevar as exportações. Segundo a tese governamental, anunciada em 1994, a remoção desses obstáculos abriria condições para sustentar o crescimento em novas bases.; p. 5-8

Empregos e negócios informais : subsídios para políticas

Neri, Marcelo
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Mercado de trabalho: conjuntura e análise - Artigos
Português
Relevância na Pesquisa
85.84%
O problema do trabalho no Brasil não se restringe ao desemprego ou à quantidade de postos de trabalho disponíveis, mas está intimamente ligado à qualidade dos postos de trabalho ocupados e das relações empregatícias firmadas. Esse artigo apresenta como medida inicial do grau de precariedade do mercado de trabalho brasileiro a informalidade, calculada a partir da soma das parcelas de trabalhadores autônomos, dos empregados sem carteira e dos trabalhadores não-remunerados (isto é, os sem-pagamento).; p. 5-8 : il.

O CARÁTER PEDAGÓGICO DA PRODUÇÃO ASSOCIADA: ESTUDO DE CASO SOBRE O APRENDIZADO DA AUTOGESTÃO NA COOPERATIVA AUTOGESTIONÁRIA DOS TRABALHADORES DA MAMBRINI- COOPERMAMBRINI

José Eustáquio de Brito; FAE/UFMG
Fonte: Trabalho & Educação Publicador: Trabalho & Educação
Formato: application/pdf
Publicado em 29/10/2012 Português
Relevância na Pesquisa
85.68%
Este trabalho investiga os mecanismos de constituição de novos saberes sobre a gestão, que tem possibilitado aos trabalhadores da Cooperativa Autogestionária dos Trabalhadores da Mambrini - COOPERMAMBRINI a conformação de uma cultura do trabalho pautada pelos princípios e valores da autogestão. No decorrer da década de 1990, assistimos, no Brasil, a uma crescente precarização do mercado de trabalho. Os indicadores freqüentemente arrolados para confirmar esse quadro são o aumento das taxas de desemprego nas regiões metropolitanas e a incidência crescente de relações de trabalho pautadas pela informalidade.

Representações do trabalho informal e dos riscos à saúde entre trabalhadoras domésticas e trabalhadores da construção civil

Iriart,Jorge Alberto Bernstein; Oliveira,Roberval Passos de; Xavier,Shirlei da Silva; Costa,Alane Mendara da Silva; Araújo,Gustavo Ribeiro de; Santana,Vilma Sousa
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2008 Português
Relevância na Pesquisa
85.71%
Nas últimas décadas, o mercado de trabalho no Brasil tem apresentado um aumento de trabalhadores não registrados. Trabalhadores informais, além de remunerações abaixo do mínimo legal, não contam com seguridade social, e medidas de prevenção de riscos. Este estudo teve por objetivo a análise das representações e percepções sobre a informalidade do contrato de trabalho e dos riscos à saúde entre trabalhadores informais acidentados. A pesquisa foi qualitativa, baseada em entrevistas em profundidade realizadas com dezessete trabalhadores, nove trabalhadoras domésticas e oito operários da construção civil. Observou-se que os trabalhadores reconhecem a importância do trabalho formal, principalmente pela garantia dos direitos trabalhistas, apontando a desvalorização simbólica do trabalho informal com repercussão em sua auto-estima. Ambos os grupos tenderam a minimizar os riscos de acidentes de trabalho, e não associaram o trabalho informal a maior risco de acidentes ou doenças. Identificou-se a necessidade sentida de formalização dos vínculos de trabalho pelos trabalhadores. Os resultados do estudo demonstram a necessidade de maior divulgação e discussão dos direitos trabalhistas e da construção de políticas públicas que contemplem a segurança e saúde destes trabalhadores.