Página 5 dos resultados de 7591 itens digitais encontrados em 0.008 segundos

O impacto que o idoso dependente tem na família

Araújo, Bruna Raquel Gomes
Fonte: [s.n.] Publicador: [s.n.]
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em //2007 Português
Relevância na Pesquisa
36.82%
Trabalho apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Licenciado em Enfermagem.; A população idosa tem vindo a aumentar nos últimos anos, não só em Portugal, mas também em todo o mundo. Este facto deve-se ao melhor acesso aos cuidados de saúde, à melhoria das condições de vida que, consequentemente, leva a um aumento da esperança média de vida. Mas estes dados não seriam problemáticos se não fossem aliados à diminuição da taxa de natalidade, o que, a longo prazo, será um grave problema político, pois serão muitos os idosos na reforma e poucas as pessoas no activo.Infelizmente, com o aumento da população idosa, aumenta também o número destes que se tornam completamente dependentes, sendo a família o primeiro recurso. Mediante esta situação, a família depara-se com uma crise que lhe alterará profundamente toda uma dinâmica familiar. Tendo por base estes pressupostos, surgiu o presente estudo de investigação com o tema "O impacto que o idoso dependente tem na família". Visa-se, assim, conhecer o impacto que o idoso dependente provoca na família, desde as alterações que este sofre, as necessidades e dificuldades que sente e ainda as estratégias que utiliza para ultrapassar estas situações. Tomando em conta o presente trabalho monográfico...

Representação mental do idoso acerca da morte e do envelhecimento

Silva, Maria de Fátima Alves da
Fonte: [s.n.] Publicador: [s.n.]
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Publicado em //2011 Português
Relevância na Pesquisa
36.82%
Trabalho apresentado à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Licenciada em Enfermagem; O envelhecimento em Portugal tem vindo a aumentar pela base da pirâmide etária, com a diminuição da população jovem e o crescimento da população idosa. Porem, este acentuado aumento conduz a um maior custo nos serviços de saúde, assim como, a um maior pensamento sobre a morte. Considerando que o envelhecimento faz parte do ciclo de vida humano, o medo que apresentam da morte não pode constituir uma impossibilidade para impedir viver de forma saudável, autónoma e independente, durante o ciclo de vida. Este trabalho, cujo tema é, “Representação Mental do Idoso acerca da Morte e do Envelhecimento”, tem como objectivos, conhecer a representação mental da morte na perspectiva do idoso; conhecer a percepção do idoso acerca do seu processo do envelhecimento; identificar os processos de envelhecimento individual nos diferentes domínios; e conhecer as vivências do idoso acerca da morte. Neste âmbito, optamos por um estudo de carácter qualitativo, e realizamos a colheita de dados através de uma entrevista aberta numa amostra de 6 Idosos, sendo 3 residentes num lar e 3 a frequentar um centro de dia...

Avaliação dos recursos sociais e risco de desnutrição do idoso em domicílio

Ribeiro, Maria Isabel; Fernandes, Andreia Filipa Fidalgo; Gonçalves, Liliana; Paçô, Maria Teresa Lavandeira de Araújo Pimenta; Araújo, Rita; Martins, Susana
Fonte: Instituto Politécnico de Bragança Publicador: Instituto Politécnico de Bragança
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Português
Relevância na Pesquisa
36.82%
No final do século passado e no início do presente a nutrição é reconhecida como a base da esperança média de vida emergindo a relação nutrição e envelhecimento como uma questão de saúde pública. Evidências epidemiológicas apontam para o facto do risco de inúmeras patologias associadas ao envelhecimento poder ser minimizado por uma intervenção adequada ao nível dos estilos de vida, nomeadamente, alimentação/nutrição, atividade física, entre outros. Os aspetos sociais como a pobreza, o isolamento social, entre outros, influenciam a ingestão alimentar e, consequentemente, o estado nutricional. Foram objetivos desta investigação identificar situações de desnutrição, avaliar os recursos sociais do idoso e verificar se existiam diferenças estatisticamente significativas entre os nutridos e os desnutridos no que diz respeito aos recursos sociais acessíveis ao idoso. Para esse efeito, recolheu-se uma amostra acidental, constituída por 109 elementos, de um total de 487 idosos, com 75 anos ou mais a residir, no domicílio, no concelho de Alfandega da Fé, distrito de Bragança. Na recolha de dados, que decorreu de novembro a dezembro de 2012, foram utilizados dois questionários, o Mini Nutritional Assessment (MNA) desenvolvido pela Nestlé Nutrition Institute (2006) e a Escala de Recursos Sociais (OARS) desenvolvida pela Duke University Center (1978). Do total de participantes...

Importância do envolvimento das instituições e da família no processo de institucionalização do idoso

Moura, Sandra Cristina Mendo; Brás, Manuel; Anes, Eugénia
Fonte: Instituto Politécnico de Castelo Branco Publicador: Instituto Politécnico de Castelo Branco
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Português
Relevância na Pesquisa
36.82%
Introdução: O aumento relativo e absoluto do número de pessoas idosas, característico da nova realidade demográfica que se evidenciou a partir do último século, surge em paralelo com alterações nos padrões de mortalidade e morbilidade. Daqui resultam várias problemáticas, associadas à progressiva dependência das pessoas idosas. As sociedades não estão a preparar os seus cidadãos para o processo de envelhecimento e nem para oferecer qualidade de vida aos seus idosos, o que deixa como ultima instância os lares de idosos (Santos, 1994). Nesta perspectiva o idoso institucionalizado, necessita de atenção e de aproximação à família para ter um equilíbrio harmonioso e de entreajuda. Ao sentir-se isolado e privado da sua auto identificação, de objectos pessoais e de escolhas incapaz de fazer, torna-se urgente que a família e a instituição preencham este vazio e o ajudem a recuperar o seu bem-estar. Objectivo: Esta investigação procurou: •caracterizar a população idosa residente, •identificar o apoio da família na perspectiva do idoso, •identificar o apoio da instituição na perspectiva do idoso, Método: Optamos por um estudo exploratório, descritivo e transversal, recorrendo ao método quantitativo. A presente investigação foi realizada numa instituição do nordeste transmontano...

Asma no idoso: diagnóstico, classificação e tratamento

Batista, Vasco de Andrade Borges
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
36.82%
Introdução A Asma Brônquica é uma doença inflamatória crónica das vias aéreas, de etiologia multifactorial, com incidência e prevalência crescentes a nível mundial, o que se traduz num impacto sócio-económico significativo e consequentes taxas de morbi-mortalidade em franco crescimento. Tradicionalmente, esta patologia afecta maioritariamente crianças e jovens mas é possível diagnosticar a doença também na idade adulta, incluindo na terceira idade. A sua história natural é característica, apresentando episódios de exacerbação intercalados por períodos de remissão cuja duração é variável. Objectivo É propósito deste trabalho rever a literatura científica mais actual e avalizada relativa à Asma Brônquica no idoso, com análise detalhada das características particulares que esta patologia exibe neste grupo etário. Desenvolvimento Clinicamente, o doente apresenta sintomas cardinais de dispneia, tosse seca, opressão torácica e pieira, de agravamento nocturno, e que surgem maioritariamente após exposição a algum factor desencadeante. Fisiopatologicamente, caracteriza-se por uma obstrução de predomínio expiratório das vias aéreas a condicionar uma diminuição do fluxo expiratório, resultante de uma cascata inflamatória que gere um componente celular dominado pelos eosinófilos...

"A saúde do idoso sob a ótica da equipe do Programa de Saúde da Família" ; The elderly´s health under the Family Health Program Team.

Protti, Simone Teresinha
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 12/03/2003 Português
Relevância na Pesquisa
36.82%
A saúde do idoso sob a ótica da equipe do Programa de Saúde da Família é um estudo realizado nos quatro Núcleos de Saúde da Família, do Centro de Saúde Escola da Faculdade de Medicina e Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto, da Universidade de São Paulo. Neste trabalho procuramos compreender como os trabalhadores das equipes de saúde estão percebendo a temática do idoso no Programa de Saúde da Família, as dificuldades enfrentadas, e quais os recursos utilizados para atender a essa população. Utilizamos como referencial teórico a Transição Demográfica e Epidemiológica, as diretrizes do Ministério da Saúde para o Programa de Saúde da Família e a Política Nacional do Idoso (PNI). Na construção deste trabalho contamos com a participação de 22 (vinte e dois) profissionais de saúde, dentre eles, médicos, enfermeiros, auxiliares de enfermagem e agentes comunitários de saúde. No percurso metodológico, utilizamos a entrevista semi-estruturada, sendo a ordenação dos dados realizada através do Discurso do Sujeito Coletivo a partir da identificação das Idéias Centrais e Expressões Chave presentes nos discursos individuais. Os resultados evidenciaram que nos núcleos com maior demanda de idosos é prioridade a sua assistência...

Capacitação em comunicação não-verbal: um caminho para ações de cuidado efetivo/afetivo ao idoso; Qualification for nonverbal communication: a way for taking effective/affectionate care of elderly people

Prochet, Teresa Cristina
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 05/03/2010 Português
Relevância na Pesquisa
36.82%
As dificuldades dos profissionais em lidar com o idoso tem sido motivo de preocupação no meio técnico e social; isto se dá pela falta de difusão do conhecimento gerontológico e sobre a comunicação humana. Com a justificativa de contribuir na reversão desta problemática e no favorecimento do vínculo entre o binômio idoso-profissional foi proposto e aplicado um programa de capacitação, baseado no referencial teórico da comunicação interpessoal; da codificação não-verbal, valorizando os aspectos próprios do envelhecimento e os princípios educacionais da aprendizagem significativa. Os objetivos foram identificar o conhecimento sobre a comunicação no contexto da gerontologia, verificar o índice de assimilação do conteúdo aplicado nos momentos imediato e mediato, bem como, relacionar a satisfação frente ao programa. Tratou-se de estudo de campo quantitativo-descritivo e exploratório desenvolvido após aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa com Seres Humanos em dois centros hospitalares do interior paulista. A duração da capacitação foi de doze horas, dividida em três encontros de quatro horas cada, aplicada para 117 pessoas divididas em cinco turmas distintas. Os resultados revelaram que o índice de assimilação do conteúdo contido no programa imediatamente após a aplicação da capacitação foi muito satisfatório e satisfatório nos aspectos de: conceito de envelhecimento (68...

Promoção da saúde do idoso: revisão de literatura brasileira; Health promotion for the elderly: revision of the Brazilian literature

Yamamoto, Cintia Missue Kitano
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 07/10/2010 Português
Relevância na Pesquisa
36.82%
O envelhecimento populacional e a mudança no perfil epidemiológico ocorridos nas últimas décadas trazem novos desafios sociais, políticos e culturais tanto no Brasil como no restante do mundo. A nova Promoção da Saúde tem influenciado o setor saúde propondo uma concepção ampla do processo saúde-doença e de seus determinantes, na articulação de saberes técnicos e populares, e na mobilização de todos os setores da sociedade para seu enfrentamento e resolução. Objetivos: Traçar um panorama da produção bibliográfica sobre Promoção da Saúde do Idoso, no Brasil. Identificar o enfoque conceitual de Promoção da Saúde e o tipo de delineamento de pesquisa dos artigos avaliados.Método: Realizou-se um estudo exploratório descritivo, por meio de levantamento bibliográfico no banco de dados LILACS, mediante descritores do vocabulário DECS. O período pesquisado foi de 1994 a 2009, no Brasil; tendo como marco histórico a promulgação da Política Nacional do Idoso. A análise dos dados foi dividida em duas seções: quanto aos periódicos e quanto aos artigos selecionados. Resultados: Foram obtidos 112 registros de publicações; sendo: 26 teses, 21 livros, 63 artigos, 1 (hum) editorial de saúde e 1 (hum) documento Pelos critérios de inclusão foram analisados 31 artigos em 23 revistas da área da saúde. As áreas dos periódicos que mais publicaram artigos sobre a temática da promoção da saúde do idoso...

A espiritualidade no manejo da doença crônica do idoso; Spirituality in the self-management of the elderly chronic disease

Rocha, Ana Carolina Albiero Leandro da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/11/2011 Português
Relevância na Pesquisa
36.82%
Considerando a espiritualidade como parte do conceito de saúde do indivíduo e suas repercussões no viver a doença crônica, realizou-se o presente estudo. Trata-se de um estudo exploratório, com metodologia quanti-qualitativa que teve como objetivo principal identificar e compreender o papel da espiritualidade no manejo da doença crônica do idoso. Procurou-se ainda conhecer o perfil dos idosos participantes do estudo, as mudanças de vida ocasionadas pelo diagnóstico da doença crônica e a compreensão de como a religião/espiritualidade/fé interfere neste processo. O método da análise de conteúdo de Bardin foi escolhido para interpretação dos discursos. O estudo foi realizado com 20 idosos portadores de doença crônica atendidos no Instituto Paulista de Geriatria e Gerontologia José Ermírio de Moraes (IPGG), instituição que tem como missão promover o envelhecimento saudável e a integração social do idoso. A coleta de dados foi realizada em outubro de 2010, através de entrevistas semiestruturadas. Os idosos possuíam entre 60 e 81 anos, sendo 65% mulheres e 35% homens, 65% casados, 20% viúvos e 15% divorciados. Quanto à ocupação, 80% são aposentados, 10% do lar/donas de casa, 10% estão ativos no mercado de trabalho. Com relação às condições de moradia...

Perfil do cuidador domiciliar de idoso no município de Taquaritinga-SP; Profile of home carers of older people in the city of Taquaritinga-SP.

Caetano, Fatima Terezinha Balsani
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/09/2012 Português
Relevância na Pesquisa
36.82%
Previsões da Organização Mundial de Saúde (OMS) apontam que entre os anos de 2006 e 2030, o número de pessoas idosas nos países de baixa e média renda está projetado para aumentar em 140% em relação ao aumento nos países de renda alta que será de 51% e, pela primeira vez na história, em 2050 haverá mais idosos do que crianças (0 14 anos), configurando-se um novo panorama demográfico. A assistência à saúde do idoso, em conjunto com a prevenção de doenças crônicas e degenerativas, e o preparo adequado de quem presta cuidado são imprescindíveis para a manutenção da autonomia e qualidade de vida do idoso. O presente estudo foi realizado com 113 cuidadores não familiares de idosos, que prestam cuidado no âmbito domiciliar, residentes na zona urbana do município de Taquaritinga (SP). Teve como objetivo identificar o perfil dos cuidadores na prestação de cuidados domiciliares, bem como suas principais dificuldades, responsabilidades e tarefas assumidas, perante o paciente e a família, no ato de cuidar. Foram aplicados questionários, contendo perguntas abertas e fechadas, a 113 cuidadores, em locais diferentes de onde exerciam a função, após contato prévio, no período de julho a setembro de 2011. Os cuidadores eram predominantemente do sexo feminino (85%)...

O processo de envelhecimento natural da pele do idoso : diagnósticos e intervenções de enfermagem

Freitas, Letícia Delfino Oliveira de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.82%
Trata-se de um estudo com o objetivo de identificar diagnósticos e intervenções de enfermagem relacionados com as alterações de pele do idoso, próprias do processo de envelhecimento. A metodologia utilizada foi a Revisão Integrativa da literatura proposta por Cooper (1982). Os procedimentos metodológicos se deram em cinco etapas: formulação do problema, coleta de dados, avaliação dos dados, análise e interpretação dos dados e apresentação dos resultados. A coleta de dados ocorreu através da busca dos artigos científicos nas bases de dados LILACS, MEDLINE, SCIELO e CINAHL. Foram selecionados 16 artigos científicos, conforme os critérios de inclusão e exclusão. Constatou-se que dentre os diagnósticos de enfermagem identificados nos artigos que 22 relacionavam-se com as alterações fisiológicas da pele do idoso. Foram propostas 36 intervenções de enfermagem para os diagnósticos formulados. Foram identificadas 15 alterações de pele relacionadas ao envelhecimento. Os resultados dos artigos foram comparados entre si. Verificou-se que oito estudos (50%) responderam plenamente à questão de pesquisa, pois formularam diagnósticos de enfermagem, propuseram intervenções e identificaram alterações cutâneas próprias do envelhecimento. Quatro artigos (25%) formularam diagnósticos de enfermagem e identificaram alterações de pele...

Fragilidade em idosos : evidências e fatores de risco para o desenvolvimento do diagnóstico de enfermagem "Síndrome da fragilidade no idoso" e "Risco para a fragilidade no idoso"

Souto, Gabriela Doebber
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.82%
A fragilidade é conceituada como uma síndrome clínica cujos sinais e sintomas são preditores de diversas reações adversas como: hospitalização, declínio funcional, institucionalização e morte. Esta pode ser caracterizada por fraqueza, sensação de cansaço, perda de peso, desnutrição, falta de atividade física e anormalidades na marcha e no equilíbrio, que pode estar associada com a presença de morbidades crônicas não transmissíveis. Essas condições clínicas, acredita-se podem caracterizar diagnósticos de enfermagem específicos da população idosa, tais como as categoria diagnósticas síndrome da fragilidade no idosos e risco para fragilidade no idosos. Trata-se de uma pesquisa caracterizada por apresentar uma abordagem quantitativa do tipo transversal e descritiva, que teve por objetivo geral analisar as evidências e os fatores de risco que possam contribuir para o desenvolvimento do diagnóstico de enfermagem “síndrome da fragilidade no idoso” e do diagnóstico de enfermagem “risco para fragilidade no idoso”. E como objetivos específicos, identificar o perfil sócio-demográfico, de morbidades preexistentes e morbidades ou motivos de internação, verificar a ocorrência da SFI por meio da Escala de Fragilidade de Edmonton...

Fatores de risco para a fragilidade em idosos hospitalizados : contribuições para o diagnóstico de enfermagem "Risco para a Síndrome da Fragilidade no Idoso"

Antunes, Michele
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.82%
INTRODUÇÃO: No Brasil, os dados do censo demográfico revelam o crescimento da população idosa sendo que os indivíduos com idade de 60 anos ou mais, são hoje, 10,8% da população. Sendo assim, constata-se o aumento da prevalência das enfermidades crônicas não transmissíveis e dos riscos para complicações especificas do idoso, as quais podem potencializar a ocorrência de incapacidade em idoso e propiciar o surgimento das chamadas síndromes geriátricas, destacando-se a Fragilidade. A SFI pode ser definida como a presença de cinco fenótipos: perda de peso não intencional, auto-relato de fadiga, diminuição da força de preensão, redução das atividades físicas e diminuição na velocidade da marcha. OBJETIVO GERAL: Analisar os fatores de risco para a Síndrome da Fragilidade em idosos hospitalizados visando subsidiar a elaboração do DE “Risco para SFI”. Objetivos específicos: a) Caracterizar os perfis sócio-demográficos, morbidades preexistentes e de morbidades motivos de internação de idosos hospitalizados; b) Identificar os fatores contribuintes considerados de risco para a Síndrome da Fragilidade apresentados pelos idosos hospitalizados a partir dos perfis sóciodemográficos, de morbidades preexistentes e de morbidades motivos de internação com os níveis de fragilidade identificados por meio da aplicação da Escala de Fragilidade de Edmonton (EFE); c) Verificar a associação entre os níveis de fragilidade e os dados do perfil sócio demográfico...

O idoso na contemporaneidade: a necessidade de se educar a sociedade para as exigências desse novo ator social, titular de direitos

Whitaker, Dulce Consuelo Andreatta
Fonte: Centro de Estudos Educação e Sociedade (CEDES) Publicador: Centro de Estudos Educação e Sociedade (CEDES)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 179-188
Português
Relevância na Pesquisa
36.82%
Este artigo descreve o quadro de transformações históricas do Brasil, na segunda metade do século XX, para inserir aí a questão do idoso, numa perspectiva do envelhecimento da população. Situa as mudanças sociais, a perda de poder do idoso, fruto da urbanização e da modernização, com sua estrutura de empregos que transformou o antigo chefe da família extensa no aposentado. Propõe então medidas para recuperação da dignidade dessa importante categoria sociológica, a partir da educação da nova sociedade. Sugere ainda que, para os professores de crianças e adolescentes que receiam lidar com o Estatuto da Criança e do Adolescente, talvez um bom caminho para enfrentar a complexa área dos direitos humanos seja trabalhar com seus alunos na valorização da memória do idoso, o que significa ao mesmo tempo fazê-los adquirir conhecimentos e valorizar os mais velhos, reconhecendo-os como titulares de direitos.; This paper explores the historical framework of social changes, in the second half of the 20th century, in Brazil. It highlights the issue of the elderly within an ageing population. It then locates social changes as the power loss of the elderly, due to the urbanization and modernization whose new job structure has transformed ex-heads of extended families into retired people. Next...

O idoso na contemporaneidade: a necessidade de se educar a sociedade para as exigências desse novo ator social, titular de direitos

Whitaker, Dulce Consuelo Andreatta
Fonte: Centro de Estudos Educação e Sociedade Publicador: Centro de Estudos Educação e Sociedade
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 179-188
Português
Relevância na Pesquisa
36.82%
This paper explores the historical framework of social changes, in the second half of the 20th century, in Brazil. It highlights the issue of the elderly within an ageing population. It then locates social changes as the power loss of the elderly, due to the urbanization and modernization whose new job structure has transformed ex-heads of extended families into retired people. Next, it proposes measures to rescue the dignity of this important sociological category, based on the education of the new society. It suggests that, for teachers who do not dare to deal with the Children and Adolescent Statute (CAS), a good path to confront the complex area of Human Rights could be working with their students to value the elderly memories. This thus means that children and teenagers should get knowledge and value the elderly, acknowledging them as rights owners.; Este artigo descreve o quadro de transformações históricas do Brasil, na segunda metade do século XX, para inserir aí a questão do idoso, numa perspectiva do envelhecimento da população. Situa as mudanças sociais, a perda de poder do idoso, fruto da urbanização e da modernização, com sua estrutura de empregos que transformou o antigo chefe da família extensa no aposentado. Propõe então medidas para recuperação da dignidade dessa importante categoria sociológica...

Fundo Nacional do Idoso e as políticas de gestão do envelhecimento da população brasileira

Rozendo, Adriano da Silva; Justo, José Sterza
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 283-296
Português
Relevância na Pesquisa
36.82%
Demographic census from the last decades of the twentieth century began to reveal a tendency concerning the increasing average age of the population. The Brazilian government began introducing ways to manage the effects and consequences of this trend, the most recent being the creation of the "Fundos do Idoso" (Funds for seniors) in the Federal, state and municipal spheres. That law allows transferring federal taxes from common citizens and companies to the funds. This article is specifically written as a critical examination of this governmental initiative towards the problem of an ageing population from the point of view as to how the law has been implemented. With the creation of the funds there will be the enlargement and improvement of services destined for seniors. However, the law mentioned above does not predict an active participation of the seniors in the management of this funds and policies that will come as result.; La investigación demográfica de las décadas pasadas del siglo XX había comenzado a divulgar una tendencia de la población brasileña: el crecimiento del cociente de los más viejos. Desde entonces, los gobiernos habían tenido eso para movilizar esfuerzos de manejar las consecuencias diversas de tal fenómeno...

Elderly health policy: initiatives verified in the city of City of Rio Grande-RS; Política de salud de la persona mayor: iniciativas identificadas en municipio de Rio Grande–RS; POLÍTICA DE SAÚDE DO IDOSO: INICIATIVAS IDENTIFICADAS NO MUNICÍPIO DE RIO GRANDE-RS

Tier, Cenir Gonçalves; Bulhosa, Michele Salum; Flores S, Maria Cristina; Santos, Silvana Sidney Costa; Baisch, Ana Luiza Muccillo; Cestari, Maria Elizabeth
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 14/09/2006 Português
Relevância na Pesquisa
36.87%
Esta es una investigación exploratoria y descriptiva/reflexiva, con datos obtenidos por medio de informaciones acerca de la población mayor y identificación de iniciativas desarrolladas con personas mayores. El objetivo fue conocer la implementación de la Política Nacional de la Salud de la Persona Mayor en Rio Grande–RS. Los datos fueron comparados con lo que fue establecido por la “Portaría 1.395/ 99”, la cual rige la Política Nacional de Salud de la Persona Mayor, siendo identificados: en el área de la Promoción de la Salud y Manutención de la Capacidad Funcional, la vacunación contra la influenza y tétanos, el Núcleo Universitario de Tercera Edad, los Grupos de Convivencia y otras iniciativas del Programa deApoyo alAnciano; en el área deAsistencia a las Necesidades de Salud de la Persona Mayor, el atendimiento domiciliario por el Programa de Salud de la Familia; en el área de Apoyo al Desarrollo de Cuidados Informales, el Grupo deAyuda Mutua para familiares de personas mayores portadoras de Enfermedad de Alzheimer; en el área de Apoyo a Estudios y Investigación, el Grupo de Estudio y Investigación en Enfermería Gerontogeriátrica; en el área de capacitación de recursos humanos especializados, las disciplinas específicas acerca de la salud del aciano (graduación y maestrazgo en Enfermería de la FURG) y el curso de sensibilización al cuidado de la persona mayor. Se verificó que las acciones son hechas...

THE FAMILYAS THE SUPPORT FOR CONTROLLINGANCIENT’S BLOOD PRESSURE; LA FAMILIA COMO AYUDA PARA EL ANCIANO EN EL CONTROL DE PRESIÓN ARTERIAL; A FAMÍLIA COMO SUPORTE PARA O IDOSO NO CONTROLE DA PRESSÃO ARTERIAL

Lima, Francisca Elisângela Teixeira; Lopes, Marcos Venícios de Oliveira; de Araujo, Thelma Leite
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 02/05/2006 Português
Relevância na Pesquisa
36.87%
Our goal’s to identify the family members’ behavior of families that has hypertensive ancient people, releting it to the need of bllod pressure monitoring with or without following the medicines procedure. It’s a descriptive study, developed in the homes of ancient inscripted on a Assistencial Center for the old, in Fortaleza- CE. One family member that lives with a hypertensive ancient is picked to form the population used, in a total of 18 participants. During the speeches analysis, it was found as categories: ancient importance to the family, noticing the close relationship inside the family; family’s participation on the treatment, seeing that some families adopt a treatment based on a diet; and life style’s change influenced by the family, noticing the family participation on the life style. It comes to conclusion that the family has a direct influence on the therapeutic treatment of the hypertensive ancient, acting as a support to the ancient selfcare.; Los objetivos del estudio fueron: identificar los comportamientos de los familiares de ancianos portadores de hipertensión arterial (HA), frente a la necesidad de monitorización de la presión arterial y cumplimiento, o no, de la terapia farmacológica. Se trata de un estudio descriptivo...

Atenção à Saúde do Idoso: Políticas públicas e “saber local”

Oliveira, Bernadete de; Concone, Maria Helena Villas Bôas; Lodovici, Flamínia Manzano Moreira; Lopes, Ruth Gelehrter da Costa
Fonte: Programa de Pós-Graduação em Política Social da UFES Publicador: Programa de Pós-Graduação em Política Social da UFES
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 15/08/2014 Português
Relevância na Pesquisa
36.87%
Este artigo é um recorte de um extenso trabalho de investigação realizado na região metropolitana de São Paulo tendo como sujeitos os representantes de Conselhos Municipais (de Saúde e do Idoso). O trabalho de campo realizado entre janeiro de 2011 e dezembro de 2012 contou com entrevistas e aplicação do método Delphi. Tomamos para considerações somente os resultados do Delphi: apresentamos e analisamos as opiniões daqueles representantes, a respeito das recomendações das políticas que auxiliam a consolidação da Atenção à Saúde do idoso no Sistema Único de Saúde (SUS). Nossa consideração final é a de que a concretização e o fortalecimento das políticas de saúde voltadas para o idoso no âmbito do SUS deveriam se traduzir no cumprimento das diretrizes estabelecidas por essas mesmas políticas sociais de saúde direcionadas ao segmento. Entretanto, encontramos nos municípios pesquisados um significativo desconhecimento, seja por parte dos servidores públicos, seja por parte dos usuários, dessas normas que compõem a Atenção à Saúde do idoso.

Abordagem do idoso em programas de saúde da família

Silvestre,Jorge Alexandre; Costa Neto,Milton Menezes da
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/05/2003 Português
Relevância na Pesquisa
36.87%
Discorre-se sobre a Política Nacional de Saúde do Idoso cujo propósito basilar reside na promoção do envelhecimento saudável, na manutenção e melhoria, ao máximo, da capacidade funcional dos idosos, na prevenção de doenças, na recuperação da saúde dos que adoecem e na reabilitação daqueles que venham a ter a sua capacidade funcional restringida, de modo a garantir-lhes permanência no meio em que vivem, exercendo de forma independente suas funções na sociedade. O cuidado do idoso deve basear-se, fundamentalmente, na família com o apoio das Unidades Básicas de Saúde sob a Estratégia de Saúde da Família, as quais devem representar para o idoso, o vínculo com o sistema de saúde. Após, são listados alguns dos problemas de saúde do idoso em que os programas de saúde da família podem causar um impacto importante. Se analisa a Estratégia de Saúde da Família no Brasil em relação à atenção ao idoso, além das competências, habilidades e atribuições necessárias da equipe.