Página 6 dos resultados de 36874 itens digitais encontrados em 0.022 segundos

Um estudo cognitivo das metáforas geradas em um corpus jornalístico da economia; A cognitive study of the metaphors in a journalistic corpus in economics

Costa, Elenice Alves da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 07/08/2007 Português
Relevância na Pesquisa
36.36%
A presente Dissertação tem por objetivo estudar as metáforas geradas em um corpus jornalístico da Economia. Para tanto, esta Dissertação foi realizada na perspectiva teórica de pesquisas que envolvem a metáfora, sobretudo, como fator de cognição, o que permitiu realizarmos uma análise dos termos coletados na Base de Termos da Economia, constituída no âmbito do Projeto Observatório de Neologismos Científicos do Português Contemporâneo. A metodologia empregada na análise dos termos permitiu uma investigação sistemática dos conceitos circunscritos nas unidades referentes ao corpus em análise, a qual resultou em um "mapeamento" cognitivo das unidades compreendidas nesta área, possibilitando, dessa forma, verificar qual é a função da metáfora nesse tipo de especialidade. Para tanto, selecionamos as unidades polissêmicas da Base, a fim de verificarmos quais eram os principais conceitos abrangidos nos termos em estudo. Feitos a seleção e o agrupamento de campos conceituais metafóricos, passamos à análise das unidades, a qual revelou que a metáfora em Economia parece cumprir, sobretudo, uma função didática, facilitando por meio da analogia a compreensão dessa área de especialidade.; The present dissertation aims to study the metaphors in a journalistic corpus in economics. This research was based on the cognitive metaphor theory. The terms were collected in the Base de Termos da Economia (Projeto Observatório de Neologismos Científicos do Português Contemporâneo). The methodology used in the analysis of the terms allowed us make a systematic investigation on the concepts in this kind of terminology...

Aspectos da terminologia da economia internacional; Aspects of the terminology of international economics

Pinto, Thais Lobrigate
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 01/09/2010 Português
Relevância na Pesquisa
36.36%
A presente dissertação pretende analisar a terminologia da Economia Internacional, mais especificamente, estudar sua constituição morfológica e a presença de relações sinonímicas. Para tanto, além de um embasamento teórico inicial referente à Terminologia, aos processos de formação de palavras e às relações sinonímicas, foi necessária a elaboração de um corpus de análise, formado por termos coletados de livros utilizados na disciplina de Economia Internacional da FEA-USP. Em seguida, realizou-se a análise dos processos de formação morfológica das unidades terminológicas coletadas. Conforme foi possível perceber, num domínio especializado, o falante utiliza os mesmos recursos oferecidos pelo sistema para nomear a realidade. Entretanto, alguns processos, como a formação sintagmática, destacam-se pela produtividade. De fato, este estudo demonstra que o processo de formação sintagmática é extremamente fecundo na terminologia da Economia Internacional. Ademais, observou-se também a presença de relações sinonímicas entre os termos e verificamos que esta é bastante recorrente e expressiva. Com isso, comprova-se a existência da sinonímia no léxico especializado, o que era negado pelos adeptos da Terminologia tradicional. Com base na análise dos dados e nas reflexões teóricas apontadas...

Direito e economia: um estudo propedêutico de suas fronteiras; Law and economics: a propaedeutic study of their frontiers

Fischmann, Filipe
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/05/2010 Português
Relevância na Pesquisa
36.36%
A presente dissertação de mestrado apresenta resultados de investigação sobre o relacionamento entre o direito e a economia não só na vertente da análise econômica do direito proposta pela Escola de Chicago, mas também pela corrente teórica do final do século XIX e início do século XX. Para tanto, considerou a relação entre direito e economia especialmente a partir de uma perspectiva da teoria retórica do direito, em que um modelo hermêneutico é desenvolvido a partir da teoria das funções da linguagem de Roman Jakobson. Utilizando este modelo interpretativo, é apresentada uma discussão sobre os limites para uma interpretação pautada pela análise econômica do direito, considerando-se uma análise normativa que buscasse se orientar pelos critérios de Kaldor- Hicks e de Pareto. Quando voltada a exemplos, a presente dissertação destaca o direito concorrencial, tendo em vista o inter-relacionamento de conceitos econômicos e jurídicos neste ramo do direito, o que permite observar com maior clareza os desafios presentes na utilização de conceitos econômicos pelo discurso jurídico.; The present masters thesis presents results of an investigation on Law & Economics, not just based on the economic analysis of law developed by the Chicago School...

A dinamica da produção tecnologica : integrando as analises da sociologia e da economia; The dynamics of technological production : integrating the analyses of sociology and economics

Cristiane Rodrigues Vianna Silva
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 21/08/2007 Português
Relevância na Pesquisa
36.36%
A proposta dessa dissertação vai ao encontro do reconhecimento recente por parte dos autores das mais diversas tendências de que os enfoques disciplinares para tratar a produção do conhecimento em ciência e tecnologia, em geral, e a mudança tecnológica, em particular, são insuficientes. Como resposta a esse problema, propõe a multidisciplinaridade (ou interatividade) como forma de análise para esse fenômeno. Particularmente parece existir dificuldade de diálogo entre aqueles que estudam a produção do conhecimento científico e tecnológico com abordagens sociológicas e aqueles que o fazem a partir de enfoques econômicos. Aproximar essas duas vertentes de análise, identificando suas diferenças e, principalmente, seus pontos convergentes é do que se trata essa dissertação. Enquanto a Economia tende a não incorporar elementos importantes para a compreensão desse processo, como os determinantes sociais deste tipo de produção - entre eles, os interesses dos atores envolvidos, as estruturas de poder e a influência dos aspectos políticos -, a Sociologia, em contrapartida, desconsidera muitas das características fundamentais para a estrutura econômica de produção tecnológica, como agências, instituições e sistemas econômicos. Esses diferentes aspectos enfocados por cada uma dessas linhas de pensamento permitem que surjam...

Macroeconomia ecológica : o desenvolvimento de abordagens e modelos a partir da economia ecológica; Ecological macroeconomics : the development of approaches and models from ecological economics

Beatriz Macchione Saes
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 04/03/2013 Português
Relevância na Pesquisa
36.36%
O principal objetivo da dissertação é discutir a necessidade de uma estrutura analítica que se pode chamar de macroeconomia ecológica e sistematizar o debate acerca do tema. O trabalho tem como hipótese que existe uma deficiência da economia ecológica, de caráter metodológico, no que diz respeito à discussão de políticas macroeconômicas. A abordagem econômico-ecológica considera o caráter biofísico e entrópico dos processos econômicos, que fundamenta sua crítica paradigmática ao mainstream da economia, mas ainda não consolidou uma macroeconomia correspondente a essa visão. Consideramos que esse seria um avanço importante, pois forneceria bases para a discussão de políticas e reformas macroeconômicas condizentes com a finalidade de viabilizar uma economia ecologicamente sustentável. Essa finalidade depende da compreensão de relações entre os sistemas econômico e ecológico, caracterizadas por grande grau de incerteza e complexidade, e da determinação da escala ótima da macroeconomia - que implica a necessidade de abandono do objetivo de promover o crescimento econômico ilimitado. Tendo em vista a perspectiva da economia ecológica, identificamos que o esforço de construção de uma macroeconomia ecológica tem tomado duas direções. A primeira é de aprofundar e sistematizar duas iniciativas...

Porque a economia não é uma ciência evolucionária : uma hipótese antropológica a respeito das origens cristãs do Homo Economicus; Because economics is not an evolutionary science : an anthropological hypothesis about the christian origins of Homo Economicus

Manuel Ramon Souza Luz
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 31/07/2013 Português
Relevância na Pesquisa
36.36%
Inspirada pelos escritos do antropólogo francês Louis Dumont, a Tese apresenta uma interpretação inovadora para compreender a gênese da ideia de indivíduo econômico. O trabalho procura mostrar como a ideia de indivíduo, que nas ciências econômicas adquiriu o rótulo de Homo Economicus, pode ser entendida como o resultado do avanço e da hegemonia da doutrina cristã no pensamento ocidental. Buscando complementar outras interpretações acerca da construção da ideia de indivíduo na economia, o trabalho se centra na compreensão dos meios pelos quais a "noção de pessoa" ocidental foi sendo elaborada, explicitando sua referência cristã e, no mesmo sentido, mostrando como o indivíduo das elaborações econômicas, especialmente aquele da teorização neoclássica, pode ser entendido como uma manifestação desta referência religiosa. O trabalho mostra que a concepção de indivíduo não é mera constatação objetiva, acessível pela razão, como a economia neoclássica assume. Pelo contrário, a visão econômica e ocidental de indivíduo é entendida aqui como resultado de um hábito de pensamento estritamente religioso.; Inspired by the writings of the French anthropologist Louis Dumont the Thesis presents an innovative interpretation to understand the genesis of the idea of the individual. The work seeks to show that the idea of the individual...

The state of Portuguese research in economics : an analysis based on publications in international journals

Guimarães, Paulo
Fonte: Universidade do Minho. Núcleo de Investigação em Microeconomia Aplicada Publicador: Universidade do Minho. Núcleo de Investigação em Microeconomia Aplicada
Tipo: Trabalho em Andamento
Publicado em /09/2001 Português
Relevância na Pesquisa
36.36%
Publicado em “Portuguese Economics Journal”. 1 (2002) 3-25.; In this paper I analyze the state of Portuguese research in Economics based on publications in international journals for the period of 1986 to 2000. I find that scientific production is increasing but productivity remains low. I also provide a revealing characterization of the production habits of Portuguese researchers by answering the following questions: where do Portuguese researchers publish? who are the most active publishers? how often do they publish? how much do they collaborate? what is their background? Finally, I analyze the impact of that research based on citation counts.; Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT)

Economia das mudanças climáticas : uma avaliação dos principais modelos; Economics of climate change : an evaluation of the main models

Petterson Molina Vale
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 02/07/2010 Português
Relevância na Pesquisa
36.41%
A dissertação discute a maneira como o ferramental analítico da economia é aplicado ao estudo das mudanças climáticas. A determinação de quanto, quando e onde investir em mitigação das emissões de gases-estufa, e em adaptação às mudanças inevitáveis que decorrem do aquecimento global, é o papel central dos modelos econômico-climáticos. Trata-se de uma área de pesquisa relativamente nova, mas duas correntes já se delineiam: a gradualista, liderada por William Nordhaus, que adota modelos de otimização para o cálculo de custos e benefícios dos citados investimentos, e propõe uma taxa de mitigação linearmente crescente; e a precaucionista, encabeçada por Nicholas Stern, que utiliza um leque bem mais amplo de instrumentos de decisão, inclusive métodos não quantitativos, e que sugere a aplicação imediata do princípio da precaução. Depois de estudar detidamente os dois enfoques, fazemos uma avaliação crítica com base na literatura especializada, e concluímos que as recomendações divergentes de políticas climáticas de Nordhaus e de Stern decorrem, em primeiro lugar, da maneira como avaliam os resultados dos modelos (regra de decisão), além de decisões éticas quanto ao procedimento de desconto...

On some criticisms of critical realism in economics

Moura, Mário G.; Martins, Nuno O.
Fonte: Oxford University Press Publicador: Oxford University Press
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /10/2007 Português
Relevância na Pesquisa
36.41%
Copyright © The Author 2007. Published by Oxford University Press on behalf of the Cambridge Political Economy Society. All rights reserved.; Methodological comments on critical realism in economics have proliferated over the past decade - typically focusing on Tony Lawson's Economics and Reality and Reorienting Economics, which constitute the core of this project. In the present paper we select a series of important, mostly very recent arguments against critical realism in economics and assess their merits and demerits.

Internet Economics: What Happens When Constituencies Collide?

Bailey, Joseph P.; McKnight, Lee
Fonte: MIT - Massachusetts Institute of Technology Publicador: MIT - Massachusetts Institute of Technology
Formato: 42872 bytes; application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.41%
This paper describes the emerging field of Internet Economics and some of the constituencies which are shaping it. It defines the motivating factors for looking at this area, reviews some recent research results, and explores areas of overlapping interest. The paper concludes with six recommendations for further work. different academic disciplines which have done work related to Internet economics: technology, economics, and policy. Each of these areas has important contributions to make to the field but there has been little consensus across disciplines (or even within disciplines) on which direction to take. Figure 1 shows a Venn diagram which tries to characterize the constituencies' current motivation to look at Internet economics.

Essays in Local Labor Economics

Diamond, Rebecca
Fonte: Harvard University Publicador: Harvard University
Tipo: Thesis or Dissertation
Português
Relevância na Pesquisa
36.41%
This dissertation consists of three independent chapters. Chapter 1 examines the determinants and welfare implications of the increased geographic of workers by skill from 1980 to 2000. I estimate a structural spatial equilibrium model of local labor demand, housing supply, labor supply, and amenity levels. The estimates indicate that cross-city changes in firms' demands for high and low skill labor were the underlying forces driving the increase in geographic skill sorting. I find that the combined effects of changes in cities' wages, rents, and endogenous amenities increased well-being inequality between high school and college graduates by a significantly larger amount than would be suggested by the increase in the college wage gap alone.; Economics

Socio-economics of biosecurity four essays on bioinvasions and genetically modified agriculture/

Binimelis Adell, Rosa
Fonte: Bellaterra : Universitat Autònoma de Barcelona, Publicador: Bellaterra : Universitat Autònoma de Barcelona,
Tipo: Tesis i dissertacions electròniques; info:eu-repo/semantics/doctoralThesis Formato: application/pdf
Publicado em //2009 Português
Relevância na Pesquisa
36.41%
Consultable des del TDX; Títol obtingut de la portada digitalitzada; La tesis doctoral «Socio-economics of biosecurity: Four essays on bioinvasions and genetically modified agriculture» (Socio-economia de la bioseguretat: Quatre assaigs sobre bioinvasions i l'agricultura modificada genèticament) analitza dos processos altament controvertits -la introducció d'espècies invasores i d'organismes modificats genèticament (OMG)-, sota el concepte paraigua de la bioseguretat. Bioseguretat far referència a un enfocament estratègic i integrat que reuneix els marcs polítics i reguladors per analitzar i gestionar riscos en les àrees de la seguretat alimentària i la vida i sanitat animal i vegetal, incloent el risc ambiental associat. El concepte cobreix la introducció de plagues de plantes, plagues i malalties d'animals i zoonosis, la introducció i alliberament d'organismes modificats genèticament i els seus productes i la introducció i la gestió d'espècies i genotips exòtics invasors. A pesar de la voluntat de tenir un enfocament integrat, els aspectes socio-econòmics de la bioseguretat han estat molt menys estudiats que aquells aspectes tècnics. En part això és degut al model científic modern, que estableix una clara distinció entre l'avaluació del risc...

Behavioral Economics and the Affordable Care Act: What States Should Know As They Design Health Insurance Exchanges

Khan, Zarak
Fonte: Universidade Duke Publicador: Universidade Duke
Tipo: Masters' project
Publicado em 17/04/2013 Português
Relevância na Pesquisa
36.41%
EXECUTIVE SUMMARY One of the signature pieces of legislation passed under the Obama administration, the Patient Protection and Affordable Care Act (hereafter referred to as “ACA”) is a vast expansion of the healthcare system in the United States. Part of the law requires that states set up a health insurance exchanges. These exchanges are a key element of expanding coverage to those currently uninsured--particularly people who will be purchasing insurance on their own--and will be responsible for implementing several key aspects of the ACA. The ACA will bring many changes starting January 1, 2014 to people who don’t currently get their health coverage through their job. Part of the law requires that states set up health insurance exchanges. These exchanges are a key element of expanding coverage to those currently uninsured--particularly people who will be purchasing insurance on their own since they work in a small business that doesn’t offer coverage or are self-employed. A health insurance exchange is a governing body that sets standards for what health insurance plans are offered in a state. It is not itself an insurance company and does not offer any insurance plans, rather it ensures that the insurance market in a state is fair...

Is there a New Development Economics?; Há uma nova Economia do Desenvolvimento?

Bonente, Bianca Imbiriba; IE - UFU; Almeida Filho, Niemeyer; IE - UFU
Fonte: Editora UFPR Publicador: Editora UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 23/06/2008 Português
Relevância na Pesquisa
36.41%
the terms of Albert Hirschman, a discipline in the interior of theeconomics known as Development Economics, was born in the postwar period.However, if “economic development” emerged as a theme of extreme success, in arelatively short period of time it has faded. Absent from economic debate for sometime, economic development came back in the 1980s, incorporating new issues byrescuing the historical mutations of development economics into a fragmentedquarrel and analyzing the nature of this process. The present article aims to debate whether New Development Economics exists or not.; Nos termos de Albert Hirschman, nasce no período do pós-guerra umadisciplina no interior da ciência econômica conhecida como Economia do Desenvolvimento.Entretanto, se por um lado o “desenvolvimento econômico” emergiucomo uma temática de extremo sucesso no campo da economia, por outro, em umperíodo relativamente curto de tempo, assiste-se ao seu declínio. Após alguns anosde ausência, o desenvolvimento econômico volta a ser debatido nos anos de 1980,incorporando novas temáticas. Nesse sentido, o presente artigo busca, através de umresgate da transmutação histórica da discussão de desenvolvimento econômico numadiscussão fragmentada e de uma análise da natureza mesma dessa fragmentação...

Spatial economy: high-tech glossary or new regional economics?; Spatial economy: high-tech glossary or new regional economics?

Ruiz, Ricardo Machado
Fonte: Nova Economia; Nova Economia Publicador: Nova Economia; Nova Economia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 26/05/2009 Português
Relevância na Pesquisa
36.41%
The Spatial Economy – Cities, Regions and International Trade, by Masahisa Fujita, Paul Krugman and Anthony J. Venables, has been seen as the best synthesis of the so-called new economic geography. The purpose of this paper is twofold: first, to review the book; and second, to place it in the current debate on regional economics. The first part of the paper is a brief introduction that situates the book in the history of regional economics. In the second part, a description and analysis of the basic models, their variations and applications are presented. The debate on regional economics concerning the theory proposed in the book is in the third part. Two aspects are stressed: the criticisms on the core-periphery model and how it incorporates regional diversity The fourth topic is a critical assessment of the achievements and originality of the new economic geography analysis...; The Spatial Economy – Cities, Regions and International Trade, escrito por Masahisa Fujita, Paul Krugman e Anthony J. Venables, tem sido considerada a melhor síntese da denominada “Nova Geografia Econômica”. Dois são os objetivos desse trabalho: primeiro, apresentar uma resenha do livro; e, segundo, localizá-lo no atual debate da economia regional. A primeira parte do texto é uma breve introdução que situa o livro na história da economia regional. Na segunda parte são apresentadas uma descrição e uma análise dos modelos básicos...

Experiences in solidarity economics and its multiple meanings; Experiências em economia solidária e seus múltiplos sentidos

Gonçalves, Alicia Ferreira; UFC - Fortaleza - CE
Fonte: Editora da Universidade Federal de Santa Catarina (Edufsc) Publicador: Editora da Universidade Federal de Santa Catarina (Edufsc)
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2008 Português
Relevância na Pesquisa
36.41%
This article presents ethnographic reports of experiences in economic solidarity in Ceará State. The reports of these experiences were revealed by means of participant observation, through analysis of official documents supplied by entities, qualitative interviews, that used questionnaires and informal conversations conducted with various actors in the field of solidarity economics in Ceará during the three years of ethnographic research. The article maintains that concepts such as solidarity economics, solidarity and reciprocity assume multiple meanings in the contemporary experiences of the agents linked to the field of solidarity economics in Ceará State1. The ethnographies reveal that each agent activates in his reports the concepts of solidarity economics, solidarity and reciprocity, in a way that gives them new meanings according to strategic interests, specific situations and values linked to particular traditions to which they are linked, articulating, therefore, two dimensions: structure and process.; Este artigo apresenta relatos etnográficos de experiências em economia solidária no estado do Ceará. Os relatos dessas experiências foram revelados por meio de observação participante, de documentos oficiais fornecidos pelas entidades...

Book review: Behavioural economics and finance

Grodecka, Anna
Fonte: Blog post from London School of Economics & Political Science Publicador: Blog post from London School of Economics & Political Science
Tipo: Website; NonPeerReviewed Formato: application/pdf
Publicado em 26/06/2013 Português
Relevância na Pesquisa
36.41%
"Behavioural Economics and Finance. Michelle Baddeley. Routledge. 2013. --- Standard models in economics usually assume that people are rational, self-interested maximisers, effectively co-ordinated via the invisible hand of the price mechanism. Whilst these approaches produce tractable, simple models, they cannot fully capture the uncertainties and instabilities that affect our everyday choices. Behavioural Economics and Finance brings economics and finance together with psychology, neuroscience and sociology, aiming to introduce the reader to some of the key concepts and insights from this rich, inter-disciplinary approach to real-world decision-making. Reviewed by Anna Grodecka.

Book review: Economics and HIV: the sickness of economics

Brown, Sally
Fonte: Blog post from London School of Economics & Political Science Publicador: Blog post from London School of Economics & Political Science
Tipo: Website; NonPeerReviewed Formato: application/pdf
Publicado em 19/08/2013 Português
Relevância na Pesquisa
36.41%
"Economics and HIV: The Sickness of Economics." Deborah Johnston. Routledge. May 2013. --- This book explains how, and why, economics has been applied to a terrible pandemic, using a range of examples mostly drawn from the region most affected, sub-Saharan Africa. Author Deborah Johnston argues that a political economy approach can bring meaningful insights to our understanding of the spread and impact of HIV/AIDS where both microeconomic and traditional mainstream macroeconomics approaches have failed. Sally Brown finds that this is an important and useful for read.

Economics and the laboratory: some philosophical and methodological problems facing experimental economics

Guala, Francesco
Fonte: London School of Economics and Political Science Thesis Publicador: London School of Economics and Political Science Thesis
Tipo: Thesis; NonPeerReviewed Formato: application/pdf
Publicado em //1999 Português
Relevância na Pesquisa
36.41%
Laboratory experimentation was once considered impossible or irrelevant in economics. Recently, however, economic science has gone through a real ‘laboratory revolution’, and experimental economics is now a most lively subfield of the discipline. The methodological advantages and disadvantages of controlled experimentation constitute the main subject of this thesis. After a survey of the literature on experiments in philosophy and economics (chapter one), the problem of testing normative theories of rationality is tackled (chapter two). This philosophical issue was at the centre of a famous controversy in decision theory (the ‘Allais controversy’), during which a methodology of normative falsification was first articulated and used to assess experimental results. In the third chapter, the methodological advantages of controlled experimentation are illustrated and discussed with examples taken from the experiments on the so-called ‘preference reversal’ phenomenon. Laboratory testing allows to establish with a high degree of certainty that certain phenomena lie behind the experimental data, by means of independent testing, elimination of alternative hypotheses, and the use of different instruments of observation. The fourth chapter is devoted to a conceptual analysis of the problem of ‘parallelism’. This is the problem of inferring from the occurrence of a phenomenon in the laboratory...

Ethics and the economics of Adam Smith and J.S. Mill: On the moral significance of classical economics.

Witztum, Amos
Fonte: London School of Economics and Political Science Thesis Publicador: London School of Economics and Political Science Thesis
Tipo: Thesis; NonPeerReviewed Formato: application/pdf
Publicado em //1992 Português
Relevância na Pesquisa
36.41%
This work examines some of the effects that developments in economic theory might have had on concepts of economic justice that are associated with it. Classical economics, as represented by Adam Smith and J.S. Mill is a good example of models of general equilibrium where moral responsibility cannot be evaded. Indeed, in the ethical analysis of these models- conducted by the same people who suggested them- the role of desert was prominent. Contrary to the general belief that classical economists advocated natural liberty for its moral goodness as much as for its economic efficiency, analysis by desert reveals a serious moral inadequacy of natural liberty. This, in turn, may explain the discrepancy between the received view and the fact that the works of classical economists are sometimes full with moral apprehensions about natural liberty. To reach such conclusions there is a need to re-interpret the works of Smith and Mill at both levels of economics and ethics. The bulk of this work is devoted to that purpose. A new interpretation of Smith's ethics is being offered. It is based on the consistency of human character and on the existence of some 'rationalistic' considerations in his work. Such an interpretation offers an alternative (and more comprehensive) solution to what became to be known as the Adam Smith's problem (old and new). Also...