Página 6 dos resultados de 12165 itens digitais encontrados em 0.006 segundos

Seleção de estirpes fracas do Passion Fruit Woodiness Virus e tentativas de premunização para o controle do endurecimento dos frutos do maracujazeiro.; Search for mild strains of Passion Fruit Woodiness Virus (PWV) and attempt to control the passion fruit woodiness by preimmunization.

Novaes, Quelmo Silva de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 30/08/2002 Português
Relevância na Pesquisa
36.57293%
Este trabalho teve por objetivo selecionar estirpes fracas do Passion fruit woodiness virus (PWV) e avaliar o seu efeito protetor para o controle do endurecimento dos frutos do maracujazeiro. Foram selecionadas seis estirpes fracas do PWV. Três a partir de plantas de elite, encontradas em pomares severamente afetados pelo vírus (F-101, F-102 e F-103) e três a partir de bolhas formadas em folhas de maracujazeiro com mosaico (F-99, F-144 e F-145). O efeito protetor das estirpes fracas foi avaliado em maracujazeiros, em casa de vegetação e em campo. Em casa de vegetação foi observada uma proteção parcial das estirpes F-101, F-102 e F-144, contra a estirpe severa PWV-SP. Em campo, num primeiro experimento, as seis estirpes fracas selecionadas foram avaliadas e aproximadamente 4 meses após o desafio com a estirpe PWV-SP, todas as plantas apresentaram sintomas severos da doença. Diante da proteção parcial em casa de vegetação e da ausência total de proteção no experimento de campo, duas hipóteses foram apresentadas para explicar a intensificação de sintomas em maracujazeiros premunizados e desafiados com a estirpe severa do virus: a) a ocorrência de baixa concentração e/ou distribuição irregular das estirpes fracas nos tecidos das plantas premunizadas permite a infecção e estabelecimento da estirpe severa posteriormente inoculada e b) as estirpes fracas selecionadas são de uma espécie diferente de Potyvirus...

Estudo analítico dos flavonoides dos frutos do maracujá (Passiflora edulis Sims f. flavicarpa Degener); Analytical studies of the flavonoids in passion fruit (Passiflora edulis Sims f. flavicarpa Degener)

Zeraik, Maria Luiza
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 16/04/2010 Português
Relevância na Pesquisa
36.57293%
Atualmente tem-se dado grande ênfase aos alimentos funcionais, pois atuam na prevenção e auxiliam na recuperação de várias doenças, como doenças inflamatórias crônicas, cardiovasculares e câncer, por apresentarem principalmente flavonoides, que previnem lesões oxidativas, propiciando benefícios à saúde. O Brasil é o maior produtor mundial do maracujá, e em vista disto é de suma importância o desenvolvimento de métodos analíticos e estudos de atividade antioxidante e anti-inflamatória do fruto de maracujá, visando sua possível utilização como alimento funcional e produção de possíveis fármacos. Passiflora edulis Sims. f. flavicarpa Degener, conhecida como maracujá azedo ou amarelo é a espécie mais cultivada e comercializada no Brasil. Desta forma, os objetivos deste trabalho foram: desenvolver e validar um método analítico por CLAE-UV/DAD (cromatografia líquida de alta eficiência acoplada detector de arranjo de fotodiodos) para quantificação da flavona isoorientina, presente na polpa de P. edulis; quantificação dos flavonoides totais desta espécie, usando um padrão de baixo custo (rutina); comparar as técnicas CLAE e CCDAE (cromatografia em camada delgada de alta eficiência) e analisar a isoorientina nas cascas dos frutos de P. edulis infectada com o vírus PWV e cascas sadias por CCDAE; quantificar as proteínas totais e avaliar as atividades antioxidantes e anti-inflamatória dos extratos de cascas de P. edulis e da polpa dos frutos de P. edulis e P. alata...

Comportamento territorial de Callicebus nigrifrons Spix, 1823 (Pitheciidae) : influência da disponibilidade de frutos e possíveis funções das vocalizações de longo alcance; Territorial behavior of Callicebus nigrifrons Spix, 1823 (Pitheciidae) : influence of fruits availability and possible functions of long calls

Christini Barbosa Caselli
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 29/01/2013 Português
Relevância na Pesquisa
36.649038%
A territorialidade corresponde a uma forma de competição na qual competidores expulsam uns aos outros de áreas contendo recursos, os territórios. A defesa de territórios pode ser flexível, sendo manifestada apenas quando existirem recursos críticos que limitem o crescimento da população (frequentemente representados pela disponibilidade de alimento) e quando estes forem economicamente defensáveis. Os primatas do gênero Callicebus são geralmente descritos como territoriais, embora esta caracterização baseie-se em estudos focados em apenas três das 30 espécies conhecidas desse gênero diverso de primatas Neotropicais. Ainda, a manifestação de comportamentos relacionados à territorialidade se mostrou bastante variável em estudos anteriores, podendo estar relacionada à curta duração desses trabalhos, os quais não contemplaram os efeitos da variação sazonal de recursos alimentares na manifestação desses comportamentos. Nesse contexto, investigamos o comportamento territorial de Callicebus nigrifrons, analisando a influencia da variação na disponibilidade de frutos sobre este comportamento. Buscamos também analisar o papel das vocalizações de longo alcance, geralmente associadas à defesa conjunta de território...

Extração de macro e micronutrientes por frutos de quatro variedades de manga (Mangifera indica L.)

Haag,H.P.; Souza,M.K.P.; Carraello,Q.A.C.; Dechen,A.R.
Fonte: Universidade de São Paulo; Escola Superior de Agricultura Publicador: Universidade de São Paulo; Escola Superior de Agricultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/1990 Português
Relevância na Pesquisa
36.649038%
Determinou-se o crescimento e a extração de nutrientes pelos frutos das variedades, Haden, Sensation, Tommy-Atkins e Edward, colhidos em sete épocas distintas, de um pomar de nove anos situado sobre uma "terra roxa estruturada" em Piracicaba, SP. Os frutos foram lavados, pesados e analisados para macro e micronutrientes. O crescimento dos frutos nas variedades obedece a seguinte ordem decrescente: Edward, Haden, Tommy-Atkins e Sensation. O conteúdo total de nutrientes nas variedades foi em ordem decrescente: Haden , Tommy-Atkins, Edward e Sensation.

Caracterização física e química de frutos de mamey

Nascimento,Vivian Elias; Martins,Antonio Baldo Geraldo; Hojo,Ronaldo Hissayuki
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2008 Português
Relevância na Pesquisa
36.649038%
O mamey (Pouteria sapota) é originário do México e América Central, sendo comum em Cuba, Norte da América do Sul e nas Índias Ocidentais. Porém somente após sua introdução na Flórida passou a ser mais conhecido e procurado, principalmente pelos latino-americanos. Para diversas fruteiras, a distinção entre variedades pode ser realizada com base em características dos frutos, permitindo a diferenciação dessas plantas. Diante disso, realizou-se o presente trabalho, verificando a possibilidade da distinção de plantas de mamey pertencentes à coleção do Banco Ativo de Germoplama, da FCAV, Câmpus de Jaboticabal-SP, através de características físicas e químicas dos frutos. Foram avaliadas: massa (g), comprimento (cm), diâmetro (cm), rendimento de polpa (%), acidez titulável (AT), sólidos solúveis (SS), ácido ascórbico (AA), pH e relação sólidos solúveis/acidez titulável de frutos de treze plantas de mamey. Com base nos resultados obtidos, pode-se concluir que existem diferenças significativas para todas as variáveis avaliadas entre as diferentes plantas de mamey, possibilitando a seleção de matrizes promissoras, para implantação de pomares comerciais.

Alternativas de controle pós-colheita da podridão-parda e da podridão-mole em frutos de pessegueiro

Carvalho,Vicente Luiz de; Cunha,Rodrigo Luz da; Chalfun,Nilton Nagib Jorge; Moura,Pedro Henrique Abreu
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2009 Português
Relevância na Pesquisa
36.649038%
As exigências do consumidor são cada vez maiores com relação à qualidade de produtos in natura. As podridões, além de causar perdas na produção, reduzem a qualidade final do fruto, interferindo significativamente na comercialização. Objetivou-se, com este trabalho, avaliar a eficiência de produtos alternativos, aplicados na pós-colheita, no controle da podridão-parda (Monilinia fructicola) e da podridão-mole (Rhizopus spp.) em pêssegos. O experimento foi conduzido no município de Nepomuceno-MG, em talhão de pessegueiro da cultivar Diamante, com 10 anos de idade. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado, com 7 tratamentos e 3 repetições. Para o estudo, foram selecionados frutos sem lesões e sem sintomas das doenças. Os frutos foram mergulhados por 30 segundos em solução contendo os seguintes tratamentos: 1-Óleo de cravo 0,01%; 2-Dióxido de cloro 0,1%; 3-Dióxido de cloro 0,05%; 4-Cloreto de benzalcônio 0,25%; 5-Dicloran 0,12%; 6-Iprodione 0,15% e 7-Testemunha (somente água). Após os tratamentos, os frutos, em número de 10, foram colocados em bandejas esterilizadas, em três repetições. O experimento foi conduzido em condições de ambiente não controlado, sendo feitas avaliações do desenvolvimento das doenças aos 3 e aos 5 dias após os tratamentos em 2005 e aos 3; 6 e aos 9 dias após o tratamento em 2006. O iprodione controlou a incidência e a severidade de M. fructicola e Rhizopus spp. O dicloran foi o tratamento mais eficiente para o controle do Rhizopus spp. e intermediário para M. fructicola. Os tratamentos com óleo de cravo e dióxido de cloro...

Caracterização morfolóica de frutos e sementes de cataia (Drimys brasiliensis Miers. - Winteraceae)

Abreu,Daniela Cleide Azevedo de; Kuniyoshi,Yoshiko Saito; Medeiros,Antonio Carlos de Souza; Nogueira,Antonio Carlos
Fonte: Associação Brasileira de Tecnologia de Sementes Publicador: Associação Brasileira de Tecnologia de Sementes
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2005 Português
Relevância na Pesquisa
36.649038%
Este trabalho teve como objetivo caracterizar morfologicamente as estruturas externas e internas dos frutos e das sementes de cataia (Drimys brasiliensis Miers.). Para a descrição dos frutos foram observados detalhes externos e internos do pericarpo, referentes à textura, consistência, pilosidade, brilho, forma, número de sementes por fruto e deiscência. Para as sementes foram analisadas as seguintes variáveis externas: dimensões, cor, textura, consistência, forma, posição do hilo e da micrópila. Para as características internas, verificou-se a presença ou ausência de endosperma, o tipo, a forma, a cor, o desenvolvimento embrionário e posição dos cotilédones, do eixo-hipocótilo-radícula e da plúmula. Durante o desenvolvimento embrionário, foram encontrados embriões que variaram de acordo com a diferenciação celular, evidenciando seus aspectos morfológicos, nos estágios de coração, torpedo e maduro. Os frutos de D. brasiliensis são múltiplos, livres, constituídos por cinco frutíolos, bagas, indeiscentes e polispérmicos. As sementes são reniformes e têm grande quantidade de endosperma, e apresentam dormência por imaturidade embrionária.

Alelopatia em extratos de frutos de juazeiro (Ziziphus joazeiro Mart. - Rhamnaceae)

Oliveira,Andreya Kalyana de; Diógenes,Francisco Ésio Porto; Coelho,Maria de Fátima Barbosa; Maia,Sandra Sely Silveira
Fonte: Sociedade Botânica do Brasil Publicador: Sociedade Botânica do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2009 Português
Relevância na Pesquisa
36.649038%
O objetivo deste trabalho foi avaliar o potencial alelopático do extrato de frutos de juazeiro (Ziziphus joazeiro Mart.) sobre as sementes de alface (Lactuca sativa). O experimento foi conduzido em delineamento inteiramente casualizado com 4 repetições e cinco tratamentos (0%, 25%, 50%, 75% e 100% de concentração do extrato bruto). O extrato bruto foi obtido após a extração manual da polpa do fruto e agitação com água em liquidificador utilizando-se 50g de polpa para 500ml de água, e o mesmo foi feito com a casca do fruto. Os resultados mostraram efeito do extrato dependendo da concentração. As maiores concentrações do extrato (100%, 75% e 50%) da polpa dos frutos Z. joazeiro apresentaram efeito alelopático desfavorável sobre a germinação de alface, reduzindo-a em 100%, 98,75% e 82,5% respectivamente. O extrato das cascas dos frutos nas concentrações de 75% e 100% reduziu a germinação da alface em 28,75% e 78,75%.

Qualidade e compostos fenólicos em sementes de mamão alterados pela colheita e maturação dos frutos

Dias,Maristela Aparecida; Dias,Denise Cunha Fernandes dos Santos; Borges,Eduardo Euclydes de Lima e; Dias,Luiz Antônio dos Santos
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2015 Português
Relevância na Pesquisa
36.649038%
A presença de compostos fenólicos nas estruturas das sementes de mamão pode interferir no processo de germinação, de forma que o objetivo no estudo foi avaliar o efeito da época de colheita e da maturação dos frutos sobre a ocorrência de compostos fenólicos e qualidade de sementes de mamão. Os frutos foram colhidos em abril e outubro de 2010 e as sementes extraídas nos estádios 1, 3, 5 e final da maturação, correspondendo a cerca de 15, 50, 75 e 100% da casca amarela, respectivamente. Em cada estádio, sementes com e sem sarcotesta foram avaliadas quanto à porcentagem de germinação, primeira contagem, envelhecimento acelerado, sementes dormentes e conteúdo de fenóis nas sementes pelo método de Folin-Ciocalteau em delineamento inteiramente ao acaso. As sementes com maior porcentagem de germinação e nível de vigor foram as dos frutos no estádio 5 e final da maturação; a sarcotesta contém maior concentração de fenóis em relação às demais estruturas

Controle de lagartas dos frutos do tomateiro pelo ensacamento das pencas

Jordão,Alexandre L.; Nakano,Octávio
Fonte: Sociedade Entomológica do Brasil Publicador: Sociedade Entomológica do Brasil
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2000 Português
Relevância na Pesquisa
36.649038%
Visando o controle das pragas dos frutos Neoleucinodes elegantalis (Guenée), Helicoverpa zea (Boddie) e Tuta absoluta (Meyrick), pencas de tomates, Lycopersicon esculentum Mill., foram ensacadas com papel-manteiga. Além do efeito do ensacamento testaram-se dois repelentes, pastilhas desodorizantes e dentes de alho em pedaços de aproximadamente 90 mm³, colados no interior dos saquinhos. Foram realizados três ensaios com delineamento experimental em blocos ao acaso. O primeiro e o segundo ensaios foram realizados em campo experimental, utilizando-se tomateiros da variedade Santa Clara. O terceiro ensaio foi realizado em campo comercial, utilizando-se o híbrido Carmen. Cada ensaio foi constituído por cinco tratamentos: saquinhos contendo pastilha desodorizante, saquinhos contendo dente de alho, saquinhos vazios, testemunha e controle químico com o inseticida metamidofós. A eficiência do ensacamento e dos repelentes foi verificada por meio do número médio de lagartas encontradas por tratamento. Os resultados demonstraram que o ensacamento, associado ou não aos repelentes de insetos, reduz o ataque das lagartas N. elegantalis e H. zea aos frutos. Entretanto, o ensacamento dos frutos não foi suficiente para protegê-los dos danos causados por T. absoluta...

Frutos e sementes consumidos pelo tambaqui, Colossoma macrompum (Cuvier, 1818) incorporados em rações: digestibilidade e velocidade de trânsito pelo trato gastrointestinal

Silva,Jorge Antonio Moreira da; Pereira Filho,Manoel; Oliveira-Pereira,Maria Inês de
Fonte: Sociedade Brasileira de Zootecnia Publicador: Sociedade Brasileira de Zootecnia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2003 Português
Relevância na Pesquisa
36.649038%
O objetivo do presente trabalho foi estudar o efeito da incorporação de duas espécies de frutos e de duas espécies de sementes em uma dieta referência sobre a digestibilidade dos nutrientes e a velocidade de trânsito do alimento pelo trato gastrointestinal do tambaqui. Utilizando-se uma dieta de referência, 55% do fubá de milho foi substituído, em igual proporção, por farinhas elaboradas a partir do frutos jauari (Astrocaryum jauari) e embaúba (Cecropia sp.) e das sementes de munguba (Pseudobombax munguba) e seringa barriguda (Hevea spruceana). Foram utilizados 15 tanques redondos de cimento amianto de 250 L, com circulação contínua de água e aeração permanente. Sessenta peixes de 1627±112,8 g de peso médio foram distribuídos nas unidades experimentais em grupos de quatro peixes. O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado, com cinco tratamentos e três repetições. Os peixes receberam, durante o período experimental, duas refeições diárias, 9 e 16 h, até a saciedade. O tempo de trânsito foi calculado tomando-se o tempo de início da ingestão da dieta (T0) e o tempo do início do aparecimento das primeiras fezes com coloração verde (Tfinal), devido à presença de óxido de cromo (Cr2O3) incluído na ração como indicador inerte. Os peixes foram sacrificados por choque térmico a 4ºC. As amostras foram coletadas no estômago e em três partes do intestino. A incorporação de frutos e sementes alterou significativamente os teores dos nutrientes e os coeficientes de digestibilidade de todas as dietas experimentais. A composição das dietas influenciou significativamente o tempo de trânsito do alimento pelo trato gastrointestinal.

Influência da sazonalidade sobre a fenologia e oferta de frutos em Buíque - Pernambuco

Fonseca, Christianne Farias da; Pereira, Eugênia Cristina (Orientadora); Oliveira, Marcondes (Coorientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
36.649038%
Buíque é considerado um Complexo Vegetacional por possuir exemplares de ambientes úmidos e secos. Localiza-se no Agreste pernambucano, está inserido na unidade geoambiental do Planalto da Borborema, que é composta por maciços e outeiros altos; já no centro e a noroeste de Buíque encontram-se a Depressão Sertaneja e a Bacia Sedimentar do Jatobá. Com clima semiárido de baixas latitudes, responsável por grande parte da vegetação Caatinga, em outros pontos de Buíque a vegetação é mais densa, diversificada em número de espécies e famílias também ocorrentes em Mata Atlântica, como Myrtaceae (Psidium sp., Eugenia sp.) e Sapindaceae (Matayba sp.), encontradas com frequência em Buíque Centro. Foram analisadas quatro localidades: Amaro, Ponta da Vagem, Brejo São José/Sítio Alcobaça e Buíque Centro, com precipitações anuais que variaram de 436, 676, 674, 845 mm, respectivamente, com o objetivo de analisar e correlacionar os eventos fenológicos dos frutos e climáticos, tendo como base as bibliografias existentes, assim como os dados de precipitação e observações mensais de campo, realizadas de junho de 2010 a maio de 2011. Constatou-se que os frutos carnosos e zoocóricos ocorreram com maior representatividade em ambientes mais úmidos...

Produção de frutos de espécies da floresta de Várzea da Amazônia Central importantes na alimentação de Peixes

ΜΑΙΑ,Lúcia Alencar; CHALCO,Fiorella Perotti
Fonte: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia Publicador: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2002 Português
Relevância na Pesquisa
36.649038%
Com o objetivo de quantificar a contribuição que quatro espécies, Cassia leiandra Benth., Crescentia amazonica Ducke, Macrolobium acaciifolium (Benth.) Benth. e Vitex cymosa Bert. ex Spreng., oferecem através de seus frutos à alimentação dos peixes, foram marcados, aleatoriamente, dez indivíduos adultos destas quatro espécies da floresta de várzea na ilha da Marchantaria - Amazônia Central. O período de maior produção de frutos dá-se no período do alto nível das águas, entre janeiro e maio. A espécie Cassia leiandra apresentou a maior produção com 1.836 kg/ha e amplo consumo pela população local. Os principais peixes consumidores de frutos são tambaqui (Colossoma macropomum), matrinxã (Brycon cephalus), pirapitinga (Piaractus brachypomus), pirarara, (Phractocephalus hemioliopterus), bacu (Lithodoras dorsalis, Megalodoras sp.), pacu (Mylossoma sp., Myleus sp., Metynnis sp., Mylesinus sp.) e sardinha (Triportheus elongatus). As espécies de plantas estudadas apresentam potencial de aproveitamento como fonte de alimento para peixes.

Previsão de bitter pit em maçãs por meio da infiltração de Mg2+ e da aplicação de ethephon nos frutos; Prediction of bitter pit in apples through Mg2+ infiltration and ethephon application on fruits

SESTARI, Ivan; NEUWALD, Daniel Alexandre; WEBER, Anderson; BRACKMANN, Auri
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
36.649038%
Estudou-se o efeito da infiltração de magnésio e cálcio no desenvolvimento de sintomas de bitter pit de maçãs 'Gala'. Examinou-se, também, a eficiência da infiltração de magnésio e da aceleração da maturação de maçãs 'Royal Gala' como métodos de previsão da ocorrência de bitter pit após o armazenamento. No primeiro experimento, maçãs 'Gala' foram infiltradas com MgCl2; CaCl2 ou MgCl2 mais CaCl2. No segundo experimento, maçãs 'Royal Gala' foram infiltradas com MgCl2; ou imersas em solução contendo ethephon por cinco minutos. Como controle, frutos de cada cultivar foram armazenados em atmosfera controlada por seis meses mais 18 dias a 20°C. Frutos infiltrados com MgCl2 apresentaram significativo acréscimo na incidência e severidade de bitter pit, proporcional à concentração de MgCl2 na solução. Frutos infiltrados com CaCl2 não apresentaram sintomas de bitter pit. A aceleração da maturação de maçãs 'Royal Gala' na colheita foi efetiva na previsão de bitter pit após o armazenamento.; The effect of magnesium and calcium infiltration on bitter pit symptoms development in Gala apples was studied. It was also examined the efficiency of magnesium infiltration and the ripening hastening of Royal Gala apples as a predictive methods of bitter pit occurrence after storage. In the first experiment...

Seleção de progênies e genitores de pessegueiro com base nas características dos frutos

Wagner Júnior,Américo; Bruckner,Claudio Horst; Cantín,Celia María; Sánchez,María Angeles Moreno; Santos,Carlos Eduardo Magalhães dos
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2011 Português
Relevância na Pesquisa
36.649038%
Melhorar a qualidade do fruto é um dos principais objetivos dos programas de melhoramento genético do pessegueiro, tendo relação direta com as preferências de mercado e do consumidor. Quando se fala em qualidade, busca-se obter plantas produtivas, com frutos grandes e firmes, com ótimos sabor e coloração. Porém, o pêssego produzido no Brasil ainda deixa a desejar, principalmente em firmeza, quando comparado aos padrões internacionais. Os objetivos deste trabalho foram avaliar, selecionar e indicar genótipos que apresentem frutos de boa qualidade e com polpa não fundente, para utilização futura como genitor masculino no programa de melhoramento de pessegueiro da Universidade Federal de Viçosa. Os trabalhos foram desenvolvidos na Estação Experimental de Aula Dei (CSIC), Zaragoza - Espanha, durante o período de maio a agosto de 2006, sendo analisados cerca de 687 indivíduos, pertencentes a 17 populações de pessegueiro. Com base nos resultados obtidos, pólen de 'Crown Princess' e dos seedlings VADAC 0027, VADAC 0052, VADAC 0063 e VADAC0065 podem ser recomendados para utilização como genitores no programa de melhoramento do pessegueiro da UFV, visando a obter frutos de boa qualidade e com textura não fundente.

Raleio manual de frutos em tangerineiras 'Montenegrina'.

RODRIGUES, L.R.; SCHWARZ, S.F.; RECKZIEGEL, V.P.; KOLLER, O.C.
Fonte: Pesquisa Agropecuaria Brasileira, Brasilia, v.33, n.8, p.1315-20, ago.1998. Publicador: Pesquisa Agropecuaria Brasileira, Brasilia, v.33, n.8, p.1315-20, ago.1998.
Tipo: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Português
Relevância na Pesquisa
36.649038%
Utilizando-se o desbaste manual de 66,6% e de 83,3% dos frutos jovens em diferentes periodicidades, procurou-se eliminar a alternancia de producao e melhorar a qualidade de frutos da tangerineira 'Montenegrina' (Citrus deliciosa Tenore). O experimento envolveu quatro safras de plantas com 10 anos de idade, enxertadas sobre limoeiro 'Cravo', com espacamento 3X6 m, em pomar situado na Estacao Experimental Agronomica da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, municipio de Eldorado do Sul, RS. O raleio nas duas intensidades testadas reduziu a alternancia de producao. O desbaste na intensidade de 66,6% foi o mais eficiente na estabilizacao da producao de frutos comercializaveis em plantas com carga inicial mediana, e o raleio na intensidade de 83,3% proporcionou melhores resultados em plantas com carga inicial alta, ambos exigindo repeticao a cada dois anos.; 1998

Controle da pinta preta dos frutos cítricos em cultivo orgânico com agentes de biocontrole e produtos alternativos

Bernardo,Eduardo Roberto A.; Bettiol,Wagner
Fonte: Sociedade Brasileira de Fitopatologia Publicador: Sociedade Brasileira de Fitopatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2010 Português
Relevância na Pesquisa
36.649038%
Bacillus subtilis, Trichoderma harzianum e leite foram avaliados no controle da pinta preta de laranja 'Pêra' orgânica, nas safras 2004/2005 e 2005/2006. Os tratamentos estudados foram: Bacillus (10(7) e 10(8) ufc/mL), meio de cultura para fermentação de Bacillus, Trichoderma (10(6) conídios/mL), leite (5%) e testemunha (biofertilizante a 3%). Os produtos, exceto biofertilizante (pulverizado mensalmente), foram pulverizados 28, 56, 84, 112, 140 e 168 dias depois da primeira pulverização (08/12/2004 e 09/12/2005, respectivamente). A severidade da doença foi avaliada utilizando escala de notas de 1 a 6 em 50 frutos/repetição. Na safra 2004/2005, as plantas pulverizadas com leite e Bacillus (10(8) ufc/mL) apresentaram maior número de frutos com nota 1 (26,3 e 19,4%, respectivamente) e menor com notas de 3 a 6 (29,8 e 35,6%, respectivamente). Na safra 2005/2006, o maior número de frutos com nota 1 (7,4 e 3,7%) e o menor na faixa de 3 a 6 (64,4 e 71,0%) foram observados nas plantas pulverizadas com leite e Bacillus (10(7) ufc/mL), respectivamente. O índice de doença (ID), na safra 2004/2005, foi de 0,36 para os tratamentos com leite e Bacillus 10(8) ufc/mL, e de 0,43 para o tratamento com biofertilizante. Em 2005/2006, os IDs foram 0...

Previsão de bitter pit em maçãs por meio da infiltração de Mg2+ e da aplicação de ethephon nos frutos

Sestari,Ivan; Neuwald,Daniel Alexandre; Weber,Anderson; Brackmann,Auri
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2009 Português
Relevância na Pesquisa
36.649038%
Estudou-se o efeito da infiltração de magnésio e cálcio no desenvolvimento de sintomas de bitter pit de maçãs 'Gala'. Examinou-se, também, a eficiência da infiltração de magnésio e da aceleração da maturação de maçãs 'Royal Gala' como métodos de previsão da ocorrência de bitter pit após o armazenamento. No primeiro experimento, maçãs 'Gala' foram infiltradas com MgCl2; CaCl2 ou MgCl2 mais CaCl2. No segundo experimento, maçãs 'Royal Gala' foram infiltradas com MgCl2; ou imersas em solução contendo ethephon por cinco minutos. Como controle, frutos de cada cultivar foram armazenados em atmosfera controlada por seis meses mais 18 dias a 20°C. Frutos infiltrados com MgCl2 apresentaram significativo acréscimo na incidência e severidade de bitter pit, proporcional à concentração de MgCl2 na solução. Frutos infiltrados com CaCl2 não apresentaram sintomas de bitter pit. A aceleração da maturação de maçãs 'Royal Gala' na colheita foi efetiva na previsão de bitter pit após o armazenamento.

Extração de macro e micronutrientes por frutos de quatro variedades de manga (Mangifera indica L.); Quantities of nutrients removed by the fruits of four mango varieties

Haag, H.P.; Souza, M.K.P.; Carraello, Q.A.C.; Dechen, A.R.
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz Publicador: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/1990 Português
Relevância na Pesquisa
36.649038%
Determinou-se o crescimento e a extração de nutrientes pelos frutos das variedades, Haden, Sensation, Tommy-Atkins e Edward, colhidos em sete épocas distintas, de um pomar de nove anos situado sobre uma "terra roxa estruturada" em Piracicaba, SP. Os frutos foram lavados, pesados e analisados para macro e micronutrientes. O crescimento dos frutos nas variedades obedece a seguinte ordem decrescente: Edward, Haden, Tommy-Atkins e Sensation. O conteúdo total de nutrientes nas variedades foi em ordem decrescente: Haden , Tommy-Atkins, Edward e Sensation.; Quantities of nutrients removed by the harvest of mango fruits (Mangifera indica L.) of four varieties (Haden, Sensation, Tommy-Atkins and Edward) are presented. The orchard was nine years old, situated on an alfison in Piracicaba, SP, Brazil. The fruits were harvested 39, 55, 97, 108, 125 and 144 days from the initial stage of growth. The fruits were rinsed, dried, weighed, and analyzed for nutrient content by laboratory conventional methods. The authors concluded: Fruit growth followed the decreasing order: Edward, Haden, Tommy-Atkins and Sensation; The total amount of nutrients (macro and micronutrients) removed by each variety for the production of 15,000kg of fresh fruits by hectare amounted to: Haden 44kg...

Detección de Xanthomonas cucurbitae (Bryan) Vauterin et al. afectando frutos de zapallo coreano en Mendoza y San Juan, Argentina

Laf,Jorge G; Linardelli,Clara E
Fonte: Revista de la Facultad de Ciencias Agrarias. Universidad Nacional de Cuyo Publicador: Revista de la Facultad de Ciencias Agrarias. Universidad Nacional de Cuyo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2011 Português
Relevância na Pesquisa
36.649038%
Durante las campañas 2007/08 y 2008/09, en explotaciones comerciales de zapallo coreano (Cucurbita moschata Duch) de las zonas hortícolas de Mendoza y San Juan, se observaron sobre los frutos numerosas lesiones circulares, de 3 a 6 mm de diámetro, de aspecto húmedo, algo deprimidas hacia el centro, con un exudado gomoso color ámbar. Cuando las lesiones superficiales se unían, se desarrollaba una podredumbre gelatinosa hacia el interior de los tejidos, que podía profundizar hasta la cavidad seminal. El resultado final de la afección era una podredumbre seca y costrosa, que abarcaba gran parte del fruto, inutilizándolo para ser comercializado. En follaje también se observaron síntomas de la enfermedad, como manchas cloróticas angulares de 2 a 3 mm de lado, que en ocasiones se fusionaban. El objetivo del presente trabajo fue determinar la etiología de la enfermedad. Para ello, se tomaron y analizaron muestras de frutos y hojas afectadas, durante ambas temporadas. Se concluyó que la sintomatología es causada por una bacteria, que de acuerdo con los estudios morfobioquímicos y patogénicos es Xanthomonas cucurbitae (Bryan) Vauterin et al. Esta investigación constituye la primera cita de este patógeno afectando frutos en Argentina.