Página 6 dos resultados de 7591 itens digitais encontrados em 0.008 segundos

Educação e políticas públicas para o idoso

Correa, Mariele Rodrigues; Rozendo, Adriano
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
36.82%
The ‘Estatuto do Idoso’ (senior citizen statute), Brazilian federal law promulgated in 2003, defines senior citizen as the person with 60 years old, or more. Revered as a landmark recognition of the senior´s rights, it guarantees, among others, the right of education. According to the statutory provisions, the education is personal right of the elderly person and must be assured with absolute priority by the State, the family, the society, as well by entities. However, in practice, just few senior citizens enjoy the right of education, since this policy has not been developed with focus in the old age, since educational practices are aimed, in most cases, to the younger age groups. Nevertheless, some initiatives seek to invest in the education for the elderly, like happens with the University of the Third Age (U3A). Although this kind of initiatives have been reason of celebration such projects should be enforced and consolidated as an object of better political investment to enlarge the access to the education right to the senior citizens in general. Due to the visibility achieved by the senior population, a possible way to the establishment of services in the area of education, would be the formation of partnerships between educational institutions that understand old age as a potential expansion of cultural goods and production of knowledge.; No Estatuto do Idoso...

Análise sobre uma experiência de apoio matricial especializado em saúde do idoso a uma equipe de saúde da família do município de Piracicaba - SP; Analysis of an experience of matrix support specializing in elderly health to a family health team of Piracicaba - SP

Fabiola Maria Stolses Bergamo Machado
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/02/2014 Português
Relevância na Pesquisa
36.82%
O processo de envelhecimento populacional tem trazido desafios quanto ao cuidado de uma população idosa, na sua maioria com uma alta prevalência de doenças e sendo cuidada por um sistema de saúde que, apesar de amplamente respaldado em leis, apresenta uma escassez de equipes multiprofissionais e interdisciplinares com conhecimento sobre envelhecimento e saúde da pessoa idosa, além de uma baixa integração nestes diversos níveis de atenção. Nesta pesquisa, objetivamos implantar o Apoio Matricial especializado em saúde do idoso a uma Equipe de Saúde da Família da rede SUS de Piracicaba (SP) e gerar subsídios para estimular a implantação desse arranjo no município como um todo. O Apoio Matricial visa oferecer retaguarda assistencial e suporte técnico pedagógico, proporcionar a construção compartilhada de diretrizes clínicas entre os especialistas que oferecem este apoio e os componentes da equipe de Saúde da Família, além de ampliar a construção de vínculo entre profissionais e usuários. Pretende-se, com isso, desviar a lógica de encaminhamentos indiscriminados para uma lógica de co-responsabilização, produzindo uma maior resolutividade à assistência em saúde. Realizamos grupos de intervenção e grupo focal com os membros de uma equipe de Saúde da Família e do NASI (Núcleo de Atenção à Saúde do Idoso)...

O projeto de inclusão digital do idoso no programa Universidade aberta à Terceira Idade – UNATI na UNIOESTE/Campus de Toledo – Paraná: Relato de uma experiência

Odorizzi, Roseli; Tonhato, Alcides Junior
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Português
Relevância na Pesquisa
36.82%
Trabalho apresentado no 31º SEURS - Seminário de Extensão Universitária da Região Sul, realizado em Florianópolis, SC, no período de 04 a 07 de agosto de 2013 - Universidade Federal de Santa Catarina.; O aumento acelerado enfrentado por todos os países da população idosa, bem como, o aumento da sua expectativa de vida, seja pelos progressos da medicina e/ou dos estímulos à manutenção de hábitos mais saudáveis, apresenta uma nova realidade - que é a de idosos cada vez mais ativos e participantes da vida social - ou seja, cidadãos que conseguem manter um ritmo de atividade contínua, que vivem com intensidade e fazem questão de ocupar-se com afazeres produtivos. Estudos apontam que o interesse das pessoas adultas ou idosas pela aprendizagem da tecnologia digital aumenta e está centrado no desejo de inclusão deste segmento social no progresso social e desenvolvimento tecnológico. O trabalho trata das atividades desenvolvidas no Projeto de Inclusão Digital para a Terceira Idade na UNATI/Toledo e tem como objetivo enfatizar os resultados obtidos na inserção e inclusão digital do adulto ou idoso de Toledo e Região. O Projeto se constitui numa atividade vinculada ao Programa de Extensão Universidade Aberta à Terceira Idade – UNATI da UNIOESTE/Campus de Toledo...

O conforto do doente idoso crónico em contexto hospitalar: contributos para uma revisão sistemática da literatura

Ribeiro, Patrícia; Costa, Arminda
Fonte: Escola Superior de Enfermagem de Coimbra Publicador: Escola Superior de Enfermagem de Coimbra
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em /07/2012 Português
Relevância na Pesquisa
36.82%
Este artigo constitui o relatório de um estudo com contributos para uma revisão sistemática da literatura (RS), centrado na temática do conforto na prática de cuidados de enfermagem ao doente idoso crónico hospitalizado. Diretamente relacionado com o fenómeno de conforto do doente idoso crónico hospitalizado, não se encontrou qualquer trabalho em contexto nacional, verificando-se a existência de poucos trabalhos de investigação em contexto internacional, em amostras de doentes ou prestadores de cuidados/enfermeiros que procuram perceber as perspetivas/vivências dos diferentes atores. O objetivo é determinar a melhor evidência disponível relativamente ao processo de conforto – estrutura, construção e resposta do conforto - do doente idoso crónico hospitalizado – incluindo como participantes doentes idosos e enfermeiros/prestadores de cuidados, divulgando assim aspetos fundamentais da literatura. Na condução desta RS foi utilizada a metodologia PI[C]OD e a técnica de análise e integração de dados por metasumário. Foram identificados apenas quatro estudos, cujos achados foram analisados e sintetizados. Embora os achados revelem algumas pistas, não são suficientemente conclusivos e específicos para dar resposta à questão central do estudo. Recomenda-se o desenvolvimento de investigação que possibilite a compreensão da natureza do processo de conforto do doente idoso com vivência de uma situação crónica num contexto situacional de hospitalização.; This article constitutes the report of a study which contributes to a systematic analysis review of the literature (RS) centred on the theme of comfort in the nursing care of the hospitalized older long-term patient. No work was found at the national level which directly connected with the comfort process of the hospitalized older long-term patient...

Estratégias comunitárias para um envelhecimento ativo: projeto de promoção da saúde mental do idoso

Marques, Isabel Maria Maia da Silva Bento
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
36.82%
O Programa Nacional para a Saúde das Pessoas Idosas estabelece como estratégias de intervenção a promoção do envelhecimento ativo, valorizando a autonomia, a aprendizagem ao longo da vida e manter-se ativo. O presente relatório profissional visa descrever e refletir sobre as atividades realizadas no âmbito do projeto de promoção da saúde mental do idoso, no concelho de Redondo, Alentejo. Incluiu estratégias de educação para a saúde, a comemoração do Dia Internacional das Pessoas Idosas, a participação na criação de uma rede informal de “Voluntariado de Afetos”, o planeamento e calendarização do evento “II Feira do Idoso”, a aplicação do Instrumento de Avaliação Integrado (IAI) aos idosos, com análise dos dados, e avaliação da satisfação dos idosos. Da observação efetuada e pelas expressões de satisfação registadas, observou-se que as atividades realizadas favorecem a promoção da saúde mental do idoso e contribuem para o desenvolvimento de competências específicas do enfermeiro; ABSTRACT:The National Program for the Health of Older People sets as intervention strategies the promotion of active ageing, valuing autonomy, lifelong learning and keeping active. This professional report aims to describe and reflect on the activities carried out under the project to promote the mental health of the elderly in the municipality of Redondo...

Influência do perfil funcional e da autoavaliação do idoso na saúde mental e emocional

Marques, Rosa Maria; Duarte, João Carvalho, orient.; Gonçalves, Amadeu Matos, co-orient.
Fonte: Instituto Politécnico de Viseu. Escola Superior de Saúde de Viseu Publicador: Instituto Politécnico de Viseu. Escola Superior de Saúde de Viseu
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
36.82%
O envelhecimento da população é um dado incontornável do presente, em todo o mundo. Portugal não é exceção, sendo um dos países da UE a envelhecer mais depressa: em 30 anos, a percentagem de portugueses com mais de 65 anos passou de 11% para 17,5%. Em 2050, cerca de 80% da população portuguesa apresentar-se-á envelhecida e dependente (INE, 2011). A Saúde Mental influência o bem-estar do idoso e da população, integrando um recurso essencial para a adaptação às exigências da vida. A vulnerabilidade dos idosos às perturbações mentais justifica a relevância da investigação das manifestações psicopatológicas que apresentam, para orientar as intervenções necessárias à promoção da saúde mental de forma a associar qualidade aos anos vividos (Motta e Aguiar, 2007). Neste sentido, delinearam-se as seguintes questões de investigação e os objetivos: quais as características sociodemográficas que influenciam a Saúde Mental e Emocional dos Idosos?, qual a influência do Perfil Funcional e da Autoavaliação da Saúde Mental e Emocional do idoso? Delinearam-se ainda, os seguintes objetivos de estudo: identificar as variáveis sociodemográficas que influenciam a Saúde Mental e Emocional dos Idosos; analisar o Perfil Funcional e a Autoavaliação da Saúde Mental e Emocional dos Idosos. Este estudo centrando-se no grupo mais idoso da nossa população (idade igual ou superior a 65 anos)...

Institucionalização do idoso e identidade : estudo de caso de idosos institucionalizados

Lourenço, Paulo Manuel da Rocha
Fonte: Repositório Comum de Portugal Publicador: Repositório Comum de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 Português
Relevância na Pesquisa
36.82%
O envelhecimento é um fenómeno natural, um processo irreversível e com efeitos em toda a esfera da sociedade. A institucionalização do idoso é muitas vezes uma realidade, consequência da falta de uma resposta satisfatória às suas necessidades existenciais no seio da sua comunidade. Com a ida para o lar, este vai ao encontro de um ambiente coletivo de regras e imposições que poderão não ser consonantes, com a sua história de vida, onde tudo funciona de igual modo para todos. A Identidade de um indivíduo é aquilo que ele tem de mais precioso, a sua perda é sinónimo de alienação, sofrimento, angústia e mesmo de morte. Como questão de partida: - De que forma o processo de institucionalização do idoso influência a sua reconfiguração identitária? E objetivo geral: - Compreender as implicações da institucionalização na reconfiguração identitária do idoso. Optou-se por um estudo de caso com uma abordagem fenomenológica. A população em estudo, foram idosos residentes no lar de uma região da Beira Baixa. Dos resultados obtidos, concluiu-se que a institucionalização é o último recurso para a garantia da continuidade do ciclo de vida, com alguma qualidade e dignidade. Constituiu uma forma de fuga à solidão...

Abordagem farmacoepidemiológica da terapêutica no idoso: um ensaio em meio hospitalar

Catarino, Maria Helena Beirão
Fonte: Faculdade de Ciências Médicas. Universidade Nova de Lisboa Publicador: Faculdade de Ciências Médicas. Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2006 Português
Relevância na Pesquisa
36.82%
Introdução: O envelhecimento demográfico e o aumento da esperança de vida, criam condições para uma maior incidência de doenças degenerativas. Vários aspectos críticos envolvem a medicação no idoso, tais como: polimedicação frequente, com risco acrescido de ocorrência de reacções adversas, relacionadas com interacções medicamentosas e eventual medicação desaconselhada, em que o risco pode ser superior ao benefício. Estes aspectos são particularmente críticos no idoso hospitalizado. Objectivo: Este estudo teve como objectivo estimar a prevalência da polimedicação em idosos hospitalizados e analisar a medicação considerada inadequada nesta população. Participantes e metodologia: Seguiu-se um modelo retrospectivo descritivo transversal, reportando-se os dados a um período de um ano e meio, incidindo sobre o último internamento. A natureza da medicação, foi analisada de acordo com o Formulário Terapêutico Nacional, Resumo das Caracteristicas do Medicamento e com critérios de Beers-2002.Englobou 100 idosos (>65 anos) utentes do Hospital Cuf Descobertas, em regime de internamento. Os dados pessoais e clínicos e respectivo mapa farmacoterapêutico, foram introduzidos em base de dados construída para este estudo...

Ser humano idoso estomizado e ambientes de cuidado: reflexão sob a ótica da complexidade

Barros,Edaiane Joana Lima; Santos,Silvana Sidney Costa; Lunardi,Valéria Lerch; Lunardi Filho,Wilson Danilo
Fonte: Associação Brasileira de Enfermagem Publicador: Associação Brasileira de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2012 Português
Relevância na Pesquisa
36.82%
Trata-se de discussão acerca da relação ser humano idoso estomizado e seus ambientes de cuidado sob o olhar da Complexidade de Edgar Morin. Um eixo sustenta a reflexão: ambientes de cuidado para o ser humano idoso com estomia. Nesse sentido, apresentam-se três tipos de ambiente que circundam o contexto de estomização do ser humano idoso: ambiente domiciliar, ambiente grupal e ambiente hospitalar. A reflexão traz como contribuição social um novo olhar acerca do redimensionamento do cuidado ao ser humano idoso estomizado em seu ambiente. Considera-se que o ambiente que abriga esse ser humano comporta uma diversidade de sentimentos, emoções, experiências, vincula múltiplos significados da relação do ambiente e o processo de cuidado a partir da Complexidade.

A prescrição medicamentosa sob a ótica do paciente idoso

Teixeira,Jorge Juarez Vieira; Lefèvre,Fernando
Fonte: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2001 Português
Relevância na Pesquisa
36.82%
INTRODUÇÃO: Os medicamentos modernos beneficiam em muito os pacientes idosos, porém seu uso por esse grupo etário apresenta maior risco. Os idosos são particularmente vulneráveis, utilizam múltiplos medicamentos e, conseqüentemente, apresentam mais reações adversas. O objetivo do estudo foi identificar a relação do paciente idoso com a prescrição de medicamentos. MÉTODOS: Desenvolveu-se um estudo descritivo de corte qualitativo mediante entrevistas semi-estruturadas, numa amostra intencional de 30 pacientes idosos, residentes da região urbana de Maringá, PR. Empregou-se a técnica de análise temática de discurso, utilizando-se três figuras metodológicas -- a Idéia Central, as Expressões-chave e o Discurso do Sujeito Coletivo. RESULTADOS: O consumo médio de medicamentos por idoso foi de 3,6 num intervalo entre 1 a 8. As idéias centrais apresentadas pelos sujeitos coletivos foram: consigo tomar sozinho; alguém me ajuda; eu tomo mais tarde; eu nunca esqueço; tem que ir no médico; nunca fez mal; eu costumo; às vezes eu leio, às vezes não; eu sempre dei um jeito de compra; já deixei. CONCLUSÕES: Formas mais eficientes para o seguimento da terapia instituída e o acompanhamento farmacoterapêutico do paciente idoso devem ser investigados.

Perfil do familiar cuidador de idoso fragilizado em convívio doméstico da grande Região do Porto, Portugal

Pimenta,Graça Maria Ferreira; Costa,Maria Arminda da Silva Mendes Carneiro da; Gonçalves,Lucia Hisako Takase; Alvarez,Ângela Maria
Fonte: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem Publicador: Universidade de São Paulo, Escola de Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2009 Português
Relevância na Pesquisa
36.82%
Estudo descritivo com o objetivo de caracterizar o perfil do familiar cuidador, cujo método foi a aplicação dos instrumentos QPFC e WHOQOL-Bref da OMS a uma amostra de 120 familiares cuidadores de idosos dependentes, representantes da população referida de três Centros de Saúde da Região do Porto, Portugal. Os dados foram coletados durante o período de 01/2005 a 03/2005. Destacou-se, como cuidador principal, a mulher na idade em torno de 55 anos, que tem aos seus encargos, além do idoso, outros dependentes da família. As circunstâncias de cuidado, sejam pelas necessidades do idoso, ou requerimentos familiares, impunham conseqüências negativas à vida e à saúde. Contudo, ao mesmo tempo, esses cuidadores manifestavam suas percepções e sentimentos positivos da sensação confortadora, da dignificação de suas vidas, ao assumirem o papel de cuidador do idoso. Em conclusão, como enfermeiros, é essencial considerar o binômio cuidador e idoso dependente, pois exige atenção especial de cuidados da vida e saúde por parte dos serviços de saúde.

Acompanhamento domiciliar de idoso de Unidade da Saúde da Família de Botucatu

Boas,Paulo José Fortes Villas; Souza,Milena Luckesi de; Augusto,Mariana Cristina; Floripes,Tricia M. Feitosa
Fonte: Associação Brasileira de Educação Médica Publicador: Associação Brasileira de Educação Médica
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2012 Português
Relevância na Pesquisa
36.82%
INTRODUÇÃO: Um dos projetos desenvolvidos pelo Programa de Educação pelo Trabalho para a Saúde (PET-Saúde) da Faculdade de Medicina de Botucatu - Unesp é voltado à atenção integral à saúde do idoso: Acompanhamento Domiciliar (ACO). OBJETIVOS: Realizar ACO em idosos de USF, mensurando o impacto de medidas, e descrever a percepção de acadêmicos quanto ao ACO. METODOLOGIA: A equipe era composta por um tutor, três preceptores e 12 acadêmicos. Cada aluno realizou o acompanhamento de um idoso, aplicando a Avaliação Geriátrica Ampla, com ênfase na capacidade funcional. Após cada visita, eram realizadas discussões e propostos planos terapêuticos intervencionais não medicamentosos. RESULTADOS: Avaliaram-se 15 idosos e foram acompanhados 12, com média etária de 84,3 (± 2,6) anos, sendo 75% do sexo feminino. Tinham dependência para AVD (atividades de vida diária) 67% e para AIVD (atividades instrumentais de vida diária) 85%. Durante o ACO, nenhum idoso necessitou de internação. Os acadêmicos relataram melhor compreensão do envelhecimento populacional e a adequação do ACO como forma de atenção à saúde dos idosos. CONCLUSÕES: As atividades permitiram o estabelecimento de vínculo entre a equipe. O interesse do acadêmico na atenção à saúde do idoso foi atingido. A metodologia facilitou o processo de integração ensino-serviço.

O idoso na contemporaneidade: a necessidade de se educar a sociedade para as exigências desse "novo" ator social, titular de direitos

Whitaker,Dulce Consuelo Andreatta
Fonte: Centro de Estudos Educação e Sociedade Publicador: Centro de Estudos Educação e Sociedade
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2010 Português
Relevância na Pesquisa
36.82%
Este artigo descreve o quadro de transformações históricas do Brasil, na segunda metade do século XX, para inserir aí a questão do idoso, numa perspectiva do envelhecimento da população. Situa as mudanças sociais, a perda de poder do idoso, fruto da urbanização e da modernização, com sua estrutura de empregos que transformou o antigo chefe da família extensa no aposentado. Propõe então medidas para recuperação da dignidade dessa importante "categoria sociológica", a partir da educação da nova sociedade. Sugere ainda que, para os professores de crianças e adolescentes que receiam lidar com o Estatuto da Criança e do Adolescente, talvez um bom caminho para enfrentar a complexa área dos direitos humanos seja trabalhar com seus alunos na valorização da memória do idoso, o que significa ao mesmo tempo fazê-los adquirir conhecimentos e valorizar os mais velhos, reconhecendo-os como titulares de direitos.

O estado da arte sobre cuidado ao idoso: diagnóstico da produção científica em enfermagem

Castro,Magda Ribeiro de; Figueiredo,Nébia Maria Almeida de
Fonte: IMS-UERJ Publicador: IMS-UERJ
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2009 Português
Relevância na Pesquisa
36.82%
Este artigo tem como objetivos: identificar, nos resumos de pesquisas científicas, como o cuidado ao idoso foi abordado; e discutir o cuidado retratado nessas pesquisas. Trata-se de estudo bibliográfico, quantitativo, realizado através de 53 resumos científicos abordando o cuidado ao idoso, publicados no período de 1993 a 2005 nas bases de dados Lilacs, Medline, BDENF e Capes. Como resultado, foi possível identificar que o cuidado ao idoso foi abordado sob várias vertentes, com destaque para o "cuidador familiar no domicílio", a necessidade de investir na "formação/qualificação profissional", a importância da "atuação do enfermeiro" e a aplicabilidade da "teoria transcultural" no cuidado ao idoso. As evidências deste estudo apontam medidas necessárias e adequadas para o momento de transição que vivemos, envolvendo a necessidade premente de investimento na qualificação profissional de trabalhadores que cuidam dessa clientela e no conhecimento e esclarecimento da população em geral sobre questões pertinentes ao envelhecimento.

Política nacional de atenção ao idoso e a contribuição da enfermagem

Rodrigues,Rosalina Aparecida Partezani; Kusumota,Luciana; Marques,Sueli; Fabrício,Suzele Cristina Coelho; Rosset-Cruz,Idiane; Lange,Celmira
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós Graduação em Enfermagem Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina, Programa de Pós Graduação em Enfermagem
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2007 Português
Relevância na Pesquisa
36.82%
Este estudo objetivou descrever e avaliar a Política Nacional de Atenção ao Idoso no Brasil e sua relação com a enfermagem. Foi realizada uma revisão bibliográfica do tema, o que permitiu a sua caracterização sob a forma de leis, decretos, textos e artigos em periódicos e livros. Os atores sociais envolvidos na Política Nacional de Atenção ao Idoso foram os idosos, as famílias, a comunidade e a equipe de saúde, com destaque para a enfermagem. Após análise da literatura consultada, concluiu-se que esta política tem proporcionado, aos atores sociais envolvidos, conscientização para justiça social e garantia plena dos direitos aos idosos. Concluiu-se, também, que a inserção da enfermagem na Política Nacional de Atenção ao Idoso envolve o processo de cuidar no ciclo de vida e nos vários níveis de atenção à saúde, onde se inclui a saúde do idoso, assim como a participação na elaboração e implementação dessa política.

Trauma no idoso

SOUZA,JOSÉ ANTONIO GOMES DE; IGLESIAS,ANTONIO CARLOS R.G.
Fonte: Associação Médica Brasileira Publicador: Associação Médica Brasileira
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2002 Português
Relevância na Pesquisa
36.82%
O crescimento populacional de idosos, associado a uma forma de vida mais saudável e mais ativa, deixa este grupo de pessoas mais exposto ao risco de acidentes. Em alguns países, o trauma do idoso responde por uma elevada taxa de mortalidade, a qual se apresenta de forma desproporcionalmente maior do que a observada entre a população de adultos jovens. Tal fato acarreta um grande consumo de recursos financeiros destinados à assistência da saúde e um elevado custo social. As características fisiológicas próprias do idoso, assim como a presença freqüente de doenças associadas, faz com que estes pacientes se comportem diferentemente e de forma mais complexa do que os demais grupos etários. Estas particularidades fazem com que o atendimento ao idoso vítima de trauma se faça de forma diferenciada. A presente revisão aborda aspectos da epidemiologia, da prevenção, da fisiologia, do atendimento e da reabilitação do idoso vítima de trauma.

A formação de profissionais para a atenção integral à saúde do idoso: a experiência interdisciplinar do NAI - UNATI/UERJ

Motta,Luciana Branco da; Caldas,Célia Pereira; Assis,Mônica de
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2008 Português
Relevância na Pesquisa
36.82%
A capacitação de profissionais para atuar na área de envelhecimento e saúde do idoso é uma das ações prioritárias da política nacional do idoso no Brasil, em função do acelerado envelhecimento populacional do país. O Núcleo de Atenção ao Idoso, serviço do Hospital Universitário Pedro Ernesto, vinculado à Universidade Aberta da Terceira Idade/UERJ, desenvolve programa de ensino nesta área, a partir da experiência assistencial, tendo como eixo a integralidade da atenção e o trabalho interdisciplinar. O programa inclui modalidades de ensino em nível de residência, especialização, treinamento profissional e estágio de graduação. A programação teórica inclui um curso de Introdução à Saúde do Idoso, comum às diversas áreas profissionais. A capacitação teórica e prática específica é coordenada pelos preceptores das respectivas áreas. As atividades práticas ocorrem em diferentes cenários, incluindo o acolhimento, a promoção da saúde, a atenção ambulatorial, a hospitalar e a de longa permanência. A interdisciplinaridade é um exercício contínuo que supõe abertura a estratégias inovadoras. A experiência representa uma contribuição à demanda social crescente de capacitação profissional em um modelo de atenção comprometido com princípios do SUS e com o cuidado integral.

A configuração do trabalho da enfermeira na atenção ao idoso na Estratégia de Saúde da Família

Pinheiro,Gleide Magali Lemos; Alvarez,Angela Maria; Pires,Denise Elvira Pires de
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2012 Português
Relevância na Pesquisa
36.82%
Este artigo teve como objetivo descrever a configuração do trabalho da enfermeira com o idoso na Estratégia de Saúde da Família (ESF), destacando as ações nas quais se concentram a sua atuação. Caracterizou-se como um estudo exploratório-descritivo de natureza qualitativa que teve como informantes enfermeiras que atuam na ESF do município de Florianópolis/SC. As informações foram coletadas por meio da entrevista narrativa e os resultados foram submetidos à técnica de Análise de Conteúdo, originando três categorias temáticas e suas respectivas subcategorias: O cuidado individual: a consulta de enfermagem com o idoso; O cuidado coletivo: a atuação em grupos; e, O Cuidado no domicílio: a visita como espaço de atuação. Os resultados mostram que o trabalho da enfermeira na promoção da saúde do idoso na ESF vem estruturando-se com as demandas que emergem no cotidiano da população, apresentando algumas contradições em relação ao modelo de atenção em curso, situação que a coloca diante do desafio de revisar suas práticas e repensar os modos de operar o trabalho na atenção ao idoso, com vistas a desenvolver instrumentos e metodologias fundamentados em conhecimentos políticos e socialmente instituídos no intuito de conquistar e demarcar seu espaço de atuação no campo da saúde coletiva.

Significados atribuídos ao envelhecimento: idoso, velho e idoso ativo

Ferreira,Olívia Galvão Lucena; Maciel,Silvana Carneiro; Silva,Antonia Oliveira; Sá,Roseane Christina da Nova; Moreira,Maria Adelaide Silva P.
Fonte: Universidade de São Francisco, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Psicologia Publicador: Universidade de São Francisco, Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Psicologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2010 Português
Relevância na Pesquisa
36.82%
O presente estudo teve como objetivo apreender os significados atribuídos ao envelhecimento elaborados por idosos funcionalmente independentes. Utilizando o aporte teórico das representações sociais, tratou-se de priorizar as falas dos participantes, a fim de salientar as dimensões simbólicas acerca do envelhecimento. O estudo foi realizado na Unidade de Saúde da Família (USF) localizada no bairro Alto do Mateus, na cidade de João Pessoa, PB. A amostra foi constituída por 100 idosos funcionalmente independentes, com idades entre 60 e 93 anos. Como instrumentos para a coleta de dados foram utilizados o MIF e o Teste de Associação Livre de Palavras, sendo os resultados submetidos à análise do software Tri-Deux-Mots. Com base nos resultados, observou-se que os estímulos idoso e velho foram associados a aspectos com conotações mais negativas. No entanto, para o estímulo idoso ativo, embora existissem as conotações negativas, os significados positivos foram mais enfocados pelos idosos investigados.

Pé doloroso do idoso associado à incapacidade funcional

Prato,Sabrina Canhada Ferrari; Santos,Fânia Cristina; Trevisani,Virgínia Fernandes Moça
Fonte: Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor Publicador: Sociedade Brasileira para o Estudo da Dor
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/03/2012 Português
Relevância na Pesquisa
36.82%
JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: O pé doloroso no idoso pode interferir no equilíbrio e no ciclo da marcha podendo ser um fator contribuinte para a incapacidade funcional na população geriátrica. O objetivo deste estudo foi avaliar a frequência de incapacidade funcional associada ao pé doloroso no idoso. MÉTODO: Cem participantes, com idade > 60 anos, dor no pé de intensidade > 30 mm pela escala analógica visual (EAV) de dor. Foram analisados os tipos de pés e suas lesões, tipos de calçados, ocorrência de queda, sua circunstância e consequência. Aplicado o Índice Manchester de Incapacidade Associada ao Pé Doloroso no Idoso (MFPDI) e a EAV ao repouso e movimento, Índice de Marcha Dinâmica (DGI), e Escala de Atividade Instrumental de Vida Diária (AIVD). Análise estatística com os testes de Spermann e regressão múltipla, com nível de significância em 5% (p < 0,05). RESULTADOS: Foi observada prevalência de incapacidade funcional associada ao pé doloroso maior que 50%. Na análise univariada houve correlações significantes da incapacidade funcional associada ao pé doloroso com intensidade de dor no pé ao movimento (p < 0,002), o nível de independência funcional para as AIVD (p < 0,001), e a funcionalidade de marcha...