Página 9 dos resultados de 16619 itens digitais encontrados em 0.140 segundos

Atenção à saúde reprodutiva e sexual masculina no município de Francisco Morato; Male reproductive and sexual health care in the municipality of Francisco Morato

Ribeiro, Tiago Noel
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 12/09/2008 Português
Relevância na Pesquisa
85.73%
Inserindo-se no campo de discussão da saúde dos homens, esta dissertação apresenta a trajetória da noção de gênero e do conceito de saúde reprodutiva e sexual voltada aos homens na perspectiva teórico-política da saúde coletiva. Teve como objetivo analisar como se configurava, em 2004, a atenção à saúde reprodutiva e sexual masculina no município de Francisco Morato a partir do discurso de profissionais, gerentes e gestores de saúde. Os sujeitos da pesquisa foram oito profissionais, cinco gerentes e três gestores de saúde, tendo-se utilizado a entrevista como método de coleta de dados e a análise temática para o tratamento dos mesmos. Nossa análise constatou que a percepção das diferenças de gênero influencia a construção de discursos nos quais convivem elementos novos e antigos sobre a participação dos homens nos serviços de saúde. Mostramos que as ações gerais, como o planejamento familiar e os atendimentos de rotina, são calcadas em uma visão biomédica. Por outro lado, há ações isoladas que consideram as peculiaridades da vida dos homens para além do seu corpo biológico, como as atividades preventivas em espaços de sociabilidade masculina e a orientação sobre sexualidade em residências. O lugar-comum entre os entrevistados é o discurso de que os homens usam os serviços de saúde de forma seletiva...

O Sistema de Informação da Atenção à Saúde Indígena (SIASI): criação, estrutura e funcionamento

Sousa,Maria da Conceição de; Scatena,João Henrique G.; Santos,Ricardo Ventura
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2007 Português
Relevância na Pesquisa
85.72%
O Sistema de Informação da Atenção à Saúde Indígena (SIASI) foi criado no âmbito do Subsistema de Atenção à Saúde Indígena, a partir de 1999. Visou melhorar a disponibilidade e o acesso às informações sobre saúde, fundamentais para o planejamento, operação e avaliação das ações. Este trabalho analisa o SIASI, contemplando aspectos relativos à sua criação, implantação, funcionamento, potencialidades e limitações. Procedeu-se levantamento documental no Departamento de Saúde Indígena da Fundação Nacional de Saúde, complementado com análises comparativas com outros sistemas de informação em saúde. O SIASI se estrutura em oito módulos, três dos quais em operação. As principais limitações do SIASI referem-se aos instrumentos de coleta, à capacitação dos recursos humanos, à ausência de interface com os demais sistemas nacionais de informação em saúde, à dificuldade de acesso às informações e a não utilização das informações para o planejamento das ações. Entre as potencialidades, destacam-se a simplicidade do sistema, sua integralidade e as possibilidades de desagregações. Frisa-se a importância de um sistema de informação em saúde específico para os povos indígenas em decorrência de suas especificidades socioculturais e demográficas.

Atenção à saúde bucal e a descentralização da saúde no Brasil: estudo de dois casos exemplares no Estado da Bahia

Chaves,Sônia Cristina Lima; Vieira-da-Silva,
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/05/2007 Português
Relevância na Pesquisa
85.72%
Com o objetivo de discutir as relações entre a descentralização da gestão da saúde e as características da atenção à saúde bucal foi realizado um estudo comparado de dois casos exemplares em municípios selecionados do Estado da Bahia, Brasil, em diferentes estágios de descentralização da gestão da saúde. As informações foram obtidas por intermédio de entrevistas semi-estruturadas com informantes-chave, observação das práticas e análise de dados secundários do Sistema de Informação Ambulatorial (SIA-SUS). Os resultados são indicativos da existência de influência de características do governo municipal e da gestão da saúde para a organização da atenção à saúde bucal. Essa influência, contudo, foi inferior ao esperado. O município C, classificado como em estágio avançado da descentralização, apresentou padrão intermediário de implantação das ações de saúde bucal (50%), enquanto o município E, em estágio incipiente em relação à descentralização também se apresentou incipiente no que se refere aos serviços públicos odontológicos, com apenas 11% de implantação. Esse estudo revelou que a descentralização não tem sido acompanhada de melhorias na capacidade de gestão dos serviços odontológicos...

Atenção primária à saúde na América do Sul em perspectiva comparada: mudanças e tendências

Pereira,Adelyne Maria Mendes; Castro,Ana Luisa Barros de; Malagón Oviedo,Rafael Antonio; Barbosa,Ludmila Gonçalves; Gerassi,Camila Duarte; Giovanella,Ligia
Fonte: Centro Brasileiro de Estudos de Saúde Publicador: Centro Brasileiro de Estudos de Saúde
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2012 Português
Relevância na Pesquisa
85.72%
Objetivou-se compreender as principais tendências e os desafios para a organização da atenção primária à saúde (APS) na América do Sul, no marco dos processos de mudanças políticas da última década movidos pela chegada ao poder de correntes de esquerda. Trata-se de um estudo de natureza comparada, desenvolvido a partir da análise de quatro casos - Brasil, Venezuela, Bolívia e Uruguai. Evidenciou-se que o novo contexto político deslocou o foco das políticas para a universalização e para modelos assistenciais fundados em uma APS integral. Contudo, permanecem desafios relacionados ao contexto histórico institucional de cada país para a consolidação da APS como estratégia estruturante de seus sistemas de saúde.

A atenção à saúde mental relacionada ao trabalho no SUS: desafios e possibilidades

Bernardo,Marcia Hespanhol; Garbin,Andréia De Conto
Fonte: Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho - FUNDACENTRO Publicador: Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho - FUNDACENTRO
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2011 Português
Relevância na Pesquisa
85.73%
Este ensaio contextualiza a estruturação das áreas de saúde mental e saúde do trabalhador no Sistema Único de Saúde (SUS) com o intuito de discutir as possibilidades de atuação intrassetorial com relação à saúde mental relacionada ao trabalho. Inicia mostrando a complexidade das áreas programáticas de Saúde Mental e de Saúde do Trabalhador e indica que os maiores desafios a serem superados no contexto atual são a integração entre elas e a superação de uma "cultura" ainda presente na sociedade, segundo a qual o trabalho, quase sempre, tem uma conotação positiva e o sofrimento/adoecimento psíquico é visto como um sinal de fraqueza pessoal. A partir do relato de experiências, também aborda as possibilidades e os desafios na atenção à saúde mental relacionada ao trabalho nos diferentes níveis de atenção do SUS. Focaliza, mais especificamente, as ações possíveis na rede básica, o potencial da integração entre serviços especializados de saúde mental e de saúde do trabalhador para o estabelecimento de nexo causal, a importância dos eventos sentinelas e a necessidade da notificação dos agravos à saúde mental relacionados ao trabalho.

As práticas profissionais no campo público de atenção à saúde bucal: o caso de dois municípios da Bahia

Chaves,Sônia Cristina Lima; Silva,Lígia Maria Vieira da
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2007 Português
Relevância na Pesquisa
85.73%
Este estudo visou analisar os meios e processos de trabalho dos cirurgiões-dentistas inseridos na atenção básica em dois municípios da Bahia, buscando identificar em que medida fatores relacionados à gestão da atenção à saúde bucal, formação, inserção e perfil profissional influenciam as práticas desenvolvidas pelos mesmos. Foram realizadas entrevistas semi-estruturadas junto a nove cirurgiões-dentistas em ambos os municípios. Houve um padrão de organização do processo de trabalho mais próximo dos princípios estruturantes do sistema de saúde brasileiro no município C em relação ao município E. Essas diferenças parecem estar relacionadas a características da gestão, onde no município C observou-se uma articulação entre as atividades clínicas individuais, coletivas, preventivas e de planejamento. Apesar dessas diferenças, os profissionais mostraram similitudes quanto à dupla militância e as percepções sobre os campos públicos e privados da saúde. A hegemonia do setor privado parece estar influenciando a prática profissional dos cirurgiões-dentistas no serviço público.

Análise do modelo de atenção à saúde bucal em municípios do estado de Pernambuco

Martelli,Petrônio José de Lima; Cabral,Amanda Priscila de Santana; Pimentel,Fernando Castim; Macedo,Cícera Lissandra Sá Vieira; Monteiro,Ive da Silva; Silva,Shirley Florêncio da
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2008 Português
Relevância na Pesquisa
85.72%
O presente estudo teve como objetivo analisar o modelo de atenção à saúde bucal em nove municípios do estado de Pernambuco, a partir do relato dos seus coordenadores de saúde bucal. Realizou-se uma entrevista semi-estruturada com cada um dos coordenadores sobre o modelo de saúde bucal adotado pelo município, suas atividades como coordenador, formação e práticas desenvolvidas pelo cirurgião-dentista inserido na Equipe de Saúde da Família, procedimentos de atenção básica e rede de referência e contra-referência. O estudo utilizou uma metodologia qualitativa para avaliar os dados obtidos nas entrevistas e foi criada uma matriz de qualificação dos municípios, em que os mesmos foram classificados, de acordo com o perfil dos profissionais e das ações e serviços oferecidos pelo município. Os resultados mostraram que dos municípios analisados, três enquadram-se na categoria "estruturado", cinco na categoria "semi-estruturado" e apenas um como "não-estruturado", demonstrando que a maioria dos municípios apresenta dificuldades na estruturação da saúde bucal, principalmente nas questões relacionadas à incorporação de novas práticas assistenciais e à qualificação profissional dos cirurgiões-dentistas e dos coordenadores de saúde bucal.

Inserção do tema violência contra a pessoa idosa nas políticas públicas de atenção à saúde no Brasil

Souza,Edinilsa Ramos de; Minayo,Maria Cecília de Souza
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2010 Português
Relevância na Pesquisa
85.73%
Este artigo aborda a inserção do tema violência contra a pessoa idosa nas políticas públicas brasileiras de atenção à saúde. Nele são apresentados os conceitos de violência que se aplicam a esse grupo populacional, dados de mortalidade e de internação por violências e acidentes e são cotejadas, discutidas e comparadas algumas políticas que tratam direta ou indiretamente da atenção aos idosos vítimas de violência, objeto específico do texto. Metodologicamente, primeiramente buscou-se identificar se o tema da violência foi contemplado nos documentos oficiais e, em caso positivo, quais são as diretrizes que orientam a atenção do setor para o cuidado da saúde da pessoa idosa, tanto em relação ao atendimento como no tocante às ações de prevenção. As conclusões a que se chega é que as políticas oficiais, com destaque para o Estatuto do Idoso e para a Política Nacional de Atenção à Pessoa Idosa, muito lentamente vão incorporando esse tema e oferecendo suporte para Redes de Proteção, principalmente nesta primeira década do século XXI.

Entrevista sobre as Redes de Atenção à Saúde

Universidade Aberta do SUS - UNA-SUS, Coordenação UNA-SUS/UFMA; Loyola, Cristina Maria Douat
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Publicado em // Português
Relevância na Pesquisa
85.72%
Apresenta as Redes de atenção à saúde, sua definição, conceitos, fases, organização, metas, que visam a atenção contínua, integral, humanizada, com qualidade e responsabilidade. Também expõe sobre as redes que estão em fase de implantação no Maranhão: Cegonha, Urgência e Emergência, Atenção Psicossocial, Atendimento ao câncer de colo de útero e de mama.

Atenção à saúde da criança no primeiro ano de vida

Universidade Aberta do SUS da Universidade Federal do Maranhão - UNA-SUS/UFMA
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Publicado em // Português
Relevância na Pesquisa
85.72%
Unidade 1 do Curso Autoinstrucional de Capacitação em Atenção Integral à Saúde da Criança II, produzido pela UNA-SUS/UFMA é voltado para médicos atuantes na Atenção Básica. . Reúne informações importantes acerca das ações relacionadas ao acompanhamento do crescimento e desenvolvimento da criança no âmbito da Atenção Básica, abordando desde os cuidados com o recém-nascido, a avaliação do crescimento e as etapas do desenvolvimento normal. Além disso, esquematizamos todos os aspectos a serem abordados nas sete consultas médicas que devem ser realizadas no primeiro ano de vida da criança.

Análise situacional: questionário sobre a atenção à saúde da criança

Silveira, Denise; Fassa, Anaclaudia Gastal; Fassa, Maria Elizabeth Gastal; Tomasi, Elaine; Facchini, Luiz Augusto
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Publicado em // Português
Relevância na Pesquisa
85.72%
Questionário que compõe o Módulo 1 “Análise Situacional” do curso de Especialização em Saúde da Família da UNA-SUS/UFPel. Permite uma visão da estrutura e do processo de trabalho da Unidade Básica de Saúde em relação ao Programa de Atenção à Saúde da Criança, incluindo a organização da oferta de ações preventivas e dos registros e a avaliação e o monitoramento das ações.

Análise situacional: questionário sobre atenção à saúde dos idosos

Silveira, Denise; Fassa, Anaclaudia Gastal; Fassa, Maria Elizabeth Gastal; Tomasi, Elaine; Facchini, Luiz Augusto
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Publicado em // Português
Relevância na Pesquisa
85.72%
Questionário que compõe o Módulo 1 “Análise Situacional” do curso de Especialização em Saúde da Família da UNA-SUS/UFPel. Permite uma visão da estrutura e do processo de trabalho da Unidade Básica de Saúde em relação ao Programa de Atenção à Saúde dos Idosos, incluindo a organização da oferta de ações preventivas e dos registros e a avaliação e o monitoramento das ações.

Percepção e realidade da política de atenção à saúde do idoso nas equipes de profissionais do programa de saúde da família do estado da Paraíba

Oliveira, Maria das Mercês
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde; Ciências da Saúde Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde; Ciências da Saúde
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
85.73%
Investigar os fatores relacionados á percepção que os profissionais das equipes do Programa de Saúde da Família (PSF) possuem frente à realidade da política de atenção à saúde do idoso nas Unidades Básicas de Saúde dos municípios litorâneos do Estado da Paraíba. Trata-se de um estudo observacional descritivo com uma amostra constituída por 120 profissionais de saúde de três categorias distintas (enfermeiro, médico e odontólogo), sendo 104 respondentes como profissionais e 16 respondentes como coordenadores de equipes. A coleta de dados foi realizada através de um questionário auto-aplicável de avaliação fechada e de questões de múltiplas escolhas. Os dados foram processados e armazenados no Programa Estatístico SPSS versão 15.0 e analisados à luz da estatística descritiva. Os resultados indicaram que os profissionais tiveram dificuldade em perceber a realidade da política integral e integrada de saúde do idoso junto aos serviços de saúde em que atuam. O estudo revelou ainda a necessidade de uma definição de estratégias para qualificação dos profissionais garantindo à atenção integral à saúde do idoso sob uma nova visão de atuação

Formação acadêmica e atuação profissional de nutricionistas de núcleos de apoio à saúde da família de Goiás; Academic performance and professional of the nutritionists from centers of support for family health of Goiás

Aguiar, Camilla Botêga
Fonte: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Ensino na Saúde (FM); Pró-Reitoria de Pós-graduação (PRPG) Publicador: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Ensino na Saúde (FM); Pró-Reitoria de Pós-graduação (PRPG)
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
85.73%
The current model of Health Care in Brazil prioritizes health promotion, prevention, control and treatment of health problems of individuals and families with integrity and continues. These actions are directly or indirectly related to food , requiring the insertion of a nutritionist in Primary Health The aim of this study was to analyze the academic performance and nutritionists professionals of the Centers of Support for Family Health of the State of Goiás, from the perspective of the researched, with a descriptive, exploratory, cross-sectional. For data collection we used a self-administered questionnaire with open and closed questions to characterize and study the academic and professional performance of the nutritionists. The data was tabulated in Excel and made a descriptive analysis of variables. The participants were 22 nutritionists , female , representing 88 % of the nutritionists from Centers of Support for Family Health of the State of Goiás. From these , 59.1 % had less than three years of graduation; 13.6 % had made a specialization in Health Family , 27.3 % felt qualified to work professionally with reflection on the socioeconomic , political and cultural territory. Regarding performance, 80 % are hired temporarily...

A criação da Secretaria Especial de Saúde Indígena; The creation of the special Secretariat for Indigenous Health; La creación de la Secretaría Especial de la Salud Indígena

Ferreira, Luciana Benevides; Cordón Portillo, Jorge Alberto; Nascimento, Wanderson Flor do
Fonte: Universidade de Brasília - Núcleo de Estudos de Saúde Pública - Unidade de Tecnologia de Informação e Comunicação em Saúde Publicador: Universidade de Brasília - Núcleo de Estudos de Saúde Pública - Unidade de Tecnologia de Informação e Comunicação em Saúde
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
85.73%
O Subsistema de Atenção à Saúde Indígena foi criado em 1999 proporcionando aumento da cobertura das ações de saúde para os povos aldeados, mas a dificuldade de gestão e a insatisfação dos usuários levaram o governo brasileiro a transferir a responsabilidade sobre as ações de saúde indígena da Fundação Nacional de Saúde para o Ministério da Saúde. Esse processo foi marcado por uma ampla participação de representantes da população indígena, pelo diálogo intercultural e por várias rodadas de negociação no governo, culminando na criação, em 2010, da Secretaria Especial de Saúde Indígena. O objetivo deste artigo é descrever esse processo. O conhecimento do contexto e o acompanhamento de mudanças ocorridas na Política Nacional de Atenção à Saúde dos Povos Indígenas foram proporcionados pela participação em eventos relacionados ao tema e pela realização de entrevistas com presidentes dos Conselhos Distritais de Saúde Indígena. ______________________________________________________________________________________________ ABSTRACT; The Subsystem for Indigenous Health Care was established in 1999, increasing the coverage of health for people villagers, but the difficulty of management and users’ dissatisfaction led the Brazilian government to transfer responsibility for the actions of indigenous health from National Foundation of Health to the Ministry of Health. This process was marked by a broad participation of delegates of indigenous peoples...

O papel do terapeuta ocupacional na rede de atenção à saúde da pessoa idosa

Universidade Aberta do SUS da Universidade Federal do Maranhão - UNA-SUS/UFMA
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Formato: Material interativo em formato HTML contendo imagens coloridas e botões de ação.
Português
Relevância na Pesquisa
85.73%
O material é componente do Curso de Especialização em Saúde da Pessoa Idosa da UNA-SUS/UFMA. Trata-se de um recurso educacional interativo que apresenta as ações que o terapeuta ocupacional pode desenvolver como membro efetivo da rede de atenção à saúde da pessoa idosa.; Ministério da Saúde

Rede de atenção à saúde da pessoa idosa e a inserção do terapeuta ocupacional

Universidade Aberta do SUS da Universidade Federal do Maranhão - UNA-SUS/UFMA
Fonte: Universidade Aberta do SUS Publicador: Universidade Aberta do SUS
Formato: Material interativo em formato HTML contendo imagens coloridas e botões de ação.
Português
Relevância na Pesquisa
85.73%
O material é componente do Curso de Especialização em Saúde da Pessoa Idosa da UNA-SUS/UFMA. Trata-se de um recurso educacional interativo que apresenta as ações que o terapeuta ocupacional pode desenvolver como membro efetivo da rede de atenção à saúde da pessoa idosa.; Ministério da Saúde

Inserção do tema violência contra a pessoa idosa nas políticas públicas de atenção à saúde no Brasil

Souza,Edinilsa Ramos de; Minayo,Maria Cecília de Souza
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2010 Português
Relevância na Pesquisa
85.73%
Este artigo aborda a inserção do tema violência contra a pessoa idosa nas políticas públicas brasileiras de atenção à saúde. Nele são apresentados os conceitos de violência que se aplicam a esse grupo populacional, dados de mortalidade e de internação por violências e acidentes e são cotejadas, discutidas e comparadas algumas políticas que tratam direta ou indiretamente da atenção aos idosos vítimas de violência, objeto específico do texto. Metodologicamente, primeiramente buscou-se identificar se o tema da violência foi contemplado nos documentos oficiais e, em caso positivo, quais são as diretrizes que orientam a atenção do setor para o cuidado da saúde da pessoa idosa, tanto em relação ao atendimento como no tocante às ações de prevenção. As conclusões a que se chega é que as políticas oficiais, com destaque para o Estatuto do Idoso e para a Política Nacional de Atenção à Pessoa Idosa, muito lentamente vão incorporando esse tema e oferecendo suporte para Redes de Proteção, principalmente nesta primeira década do século XXI.

As práticas profissionais no campo público de atenção à saúde bucal: o caso de dois municípios da Bahia

Chaves,Sônia Cristina Lima; Silva,Lígia Maria Vieira da
Fonte: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva Publicador: ABRASCO - Associação Brasileira de Saúde Coletiva
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2007 Português
Relevância na Pesquisa
85.73%
Este estudo visou analisar os meios e processos de trabalho dos cirurgiões-dentistas inseridos na atenção básica em dois municípios da Bahia, buscando identificar em que medida fatores relacionados à gestão da atenção à saúde bucal, formação, inserção e perfil profissional influenciam as práticas desenvolvidas pelos mesmos. Foram realizadas entrevistas semi-estruturadas junto a nove cirurgiões-dentistas em ambos os municípios. Houve um padrão de organização do processo de trabalho mais próximo dos princípios estruturantes do sistema de saúde brasileiro no município C em relação ao município E. Essas diferenças parecem estar relacionadas a características da gestão, onde no município C observou-se uma articulação entre as atividades clínicas individuais, coletivas, preventivas e de planejamento. Apesar dessas diferenças, os profissionais mostraram similitudes quanto à dupla militância e as percepções sobre os campos públicos e privados da saúde. A hegemonia do setor privado parece estar influenciando a prática profissional dos cirurgiões-dentistas no serviço público.

SISTEMA DE INFORMAÇÃO: UMA FERRAMENTA PARA QUALIDADE DA ATENÇÃO A SAÚDE DAS DETENTAS EM SERGIPE – BRASIL

Oliveira, Luiz Eduardo; Marques, Verônica Teixeira; Oliveira, Cristiane Costa da Cunha
Fonte: Serviço Social & Saúde Publicador: Serviço Social & Saúde
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 06/01/2016 Português
Relevância na Pesquisa
85.73%
O valor de uma política pública para efetivação da ação governamental é questão relevante na atenção à saúde e dos serviços disponibilizados pelo Estado. Este estudo teve como objetivo principal investigar como as políticas públicas em saúde para as presas estão sendo implementadas dentro do Sistema Penitenciário de Sergipe-Brasil e também analisar se existem novas tecnologias e se estão sendo disponibilizadas pelas políticas de saúde prisional. As mulheres privadas de liberdade do presídio feminino responderam a um questionário semiestruturado e revelaram que havia necessidades de saúde não preenchidas, inclusive no acesso aos serviços de saúde e profissionais em saúde, o que sugere que a Política Nacional para a Saúde Prisional não vem sendo cumprida com efetividade, havendo urgência de melhorias na rede de atenção à saúde no sentido de efetivar ações preventivas e curativas.