Página 1 dos resultados de 918 itens digitais encontrados em 0.006 segundos

Desenvolvimento de metodologias para determinação de resíduos de atrazina em solos e águas naturais empregando técnicas eletroanalíticas.; Development of methodologies for determination of residues of atrazine in soil and natural waters employing electroanalytical techniques.

Santos, Luciana Bagdeve de Oliveira dos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 28/04/2006 Português
Relevância na Pesquisa
66.47%
Esta tese descreve o desenvolvimento de metodologias eletroanalíticas, em especial a voltametria de onda quadrada com o eletrodo de gota pendente de Hg, para determinação de atrazina em águas de rios do Estados de São Paulo e em amostras de solo. A exatidão das metodologias foi avaliada por comparação com HPLC e estudos de recuperação. Inicialmente desenvolveu-se o método em modo estático, no qual a maior sensibilidade foi obtida em pH 2 e freqüência de 400 Hz, com limites de detecção e determinação de 2 e 10 microgramas L-1, respectivamente. O estudo do comportamento eletroquímico revelou que a atrazina comporta-se reversivelmente em altas freqüências de onda quadrada. Dentre os metabólitos da atrazina, a desetilatrazina e desiosopropilatrazina, também são eletroativas nas condições estudadas, sendo possíveis interferentes, ao contrário da hidroxiatrazina e didealquilatrazina. Sistemas em fluxo contínuo e de injeção seqüencial foram desenvolvidos para determinação de atrazina em extrato de solo e águas naturais, bem como em estudos de adsorção. Em águas, os limites de detecção e determinação obtidos por injeção seqüencial foram de 4,5 e 15 microgramas L-1. Estudos de adsorção revelaram que atrazina liga-se mais fortemente a solos em meios ácidos. As metodologias em fluxo permitiram um significativo aumento da velocidade analítica e economia de reagentes...

Estudo estatístico do desempenho analítico das técnicas eletroquímicas VPD, VOQ e MVOQ para a redução do herbicida paraquat em UME-Au e sua quantificação em águas puras e naturais; Statistic study of the analytical performance of DPV, SWV and MSWV electrochemical techniques for the reduction of the paraquat herbicide on an Au-UME and its analysis and quantification in pure and natural waters

Silva, Osmair Benedito da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/01/2008 Português
Relevância na Pesquisa
56.6%
Neste trabalho foi realizado um estudo estatístico do desempenho analítico das técnicas eletroquímicas Voltametria de pulso diferencial (VPD), Voltametria de onda quadrada (VOQ) e Voltametria de múltiplas ondas quadradas (VMOQ) para a redução do herbicida paraquat em ultramicroeletrodo de ouro (UME-Au) e sua análise e quantificação em águas puras e naturais. Os estudos da redução eletroquímica do paraquat foram realizados em eletrólito de suporte Na2SO4 0,1 mol L-1 em pH = 5,5. Os resultados mostraram a presença de dois picos de redução bem definidos , com o pico 1 em -0,64 V e o pico 2 em -0,94 V vs Ag/AgCl 3,0 mol L-1. Para as análises foi utilizado o pico 1 que é referente a uma reação em solução, onde a superfície eletródica serve apenas como intermediadora na transferência eletrônica. Utilizando-se os parâmetros experimentais e voltamétricos otimizados, curvas de trabalho foram construídas em eletrólito de suporte preparado com água ultrapurificada. Para a VPD, VOQ e VMOQ, os limites de detecção encontrados utilizando-se o método descrito em Miller & Miller e considerando-se o pico 1 foram: 55,35 ± 0,18 µg L-1 , 37,50 ± 0,32 µg L-1 e 21,42 ± 0,51 µg L-1, respectivamente. A metodologia foi aplicada em amostras de águas coletadas no Rio Mogi-Guaçu na cidade de São Carlos-SP. A variação da inclinação das curvas de trabalho obtida nas análises destas amostras foi praticamente insignificante em relação àquela obtida utilizando-se o eletrólito de suporte preparado com água ultrapurificada para as três técnicas utilizadas...

Ultramicroeletrodo de irídio com filme de mercúrio eletrodepositado para medidas in situ de íons metálicos e pesticidas em solos e águas naturais; Iridium based ultramicroelectrodes with an electro-platted mercury film for in situ determination of metallic ions and pesticides in soil and natural waters

Silva Júnior, Paulo Roberto Vieira da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 19/06/2009 Português
Relevância na Pesquisa
66.48%
Neste trabalho foram desenvolvidas metodologias para a determinação de substâncias de interesse, como metais pesados (micronutrientes e contaminantes), macronutrientes e pesticidas em solo e águas naturais com ultramicroeletrodo de irídio recoberto com filme de Hg eletrodepositado (UME Ir-Hg) e técnicas voltamétricas, utilizando uma cápsula porosa de cerâmica como cela eletroquímica. As metodologias de medidas com os ultramicroeletrodos foram desenvolvidas inicialmente em condições controladas e posteriormente aplicadas a medidas in-situ, com experimentos com águas naturais e solos, conduzidos em laboratório e também com posteriores medidas em amostras reais. Segundo os resultados obtidos foi possível explorar as metodologias voltamétricas, principalmente as de pulso e redissolução anódica, como ferramentas para estudos in-situ dos metais Cd(II), Pb(II) e Cu(II) e do inseticida organofosforado paration metílico, substâncias de grande interesse, obtendo-se um bom nível de repetibilidade e sensibilidade, com limites de detecção em amostras reais de centenas de ppb's.; In this work a methodology for determination of metallic ions (micronutrients and contaminants), macronutrients and pesticides in soil and natural waters was developed using an Hg plated iridium based ultramicroelectrode and voltammetric techniques...

Potencialidade da injeção seqüencial no monitoramento em tempo real de indicadores de qualidade de águas naturais e residuais; Potentiality of sequential injection in real-time monitoring of indicators of quality of natural water and waste

Galhardo, Cristiane Xavier
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 04/05/2001 Português
Relevância na Pesquisa
66.43%
O presente trabalho apresenta o desenvolvimento de metodologias baseadas no sistema de Análise por Injeção Seqüencial (SIA) para a determinação de fosfato e silicato, nitrito e nitrato, assim como a especiação de Fe(II) e Fe(III) em amostras de interesse ambiental, com ênfase para sistemas aquáticos. Para todas as determinações utilizou-se a espectrofotometria de absorção molecular na região do visível como técnica de detecção. A determinação de fosfato e silicato foi baseada na reação de ambos os ânions com molibdato de amônio em meio ácido e posterior redução do Mo(VI) à Mo(V) com ácido ascórbico. O procedimento SIA foi desenvolvido para contornar a interferência mútua das duas espécies explorando o efeito de complexação do molibdato pelo ácido oxálico. A determinação de nitrito foi baseada na reação de diazotação com sulfanilamida e diclorato de N-1 naftil etilenodiamina (NED), enquanto a determinação de Fe(II) baseou-se na sua complexação com 1,10 fenantrolina. A determinação de nitrato e Fe(III) foi efetuada pelas mesmas reações após a redução a nitrito e Fe(II) em colunas de cádmio e zinco amalgamado, respectivamente. A estabilidade das curvas analíticas foi avaliada em diferentes dias de trabalho...

Avaliação da diversidade e do perfil de susceptibilidade a antimicrobianos de Enterococcus sp. isolados nas águas do Arroio Dilúvio-Porto Alegre, RS; Evaluation of diversity and antimicrobial susceptibility profile of Enterococcus sp. isolated from Dilúvio stream waters – Porto Alegre, RS

Garbinatto, Gisele Nachtigall
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
46.22%
A contaminação das águas naturais representa um dos principais riscos à saúde pública, sendo conhecida a estreita relação entre a qualidade da água e inúmeras enfermidades. Enterococcus são habitantes da microbiota intestinal humana, podendo ser encontrados em praticamente todos os animais e ambientes. A importância crescente dos enterococos como patógenos oportunistas e a emergência e disseminação de cepas multiresistentes contribuiu para um maior interesse na epidemiologia desses micro-organismos. Os objetivos desse trabalho são caracterizar fenotipicamente e determinar o perfil de susceptibilidade a antimicrobianos de Enterococcus isolados das águas do arroio Dilúvio, em Porto Alegre. Foram coletadas amostras de água em cinco diferentes pontos do arroio, em quatro períodos do ano. Dos 348 isolados, 62,07% foram identificados como E. faecium, 13,50% como E. faecalis, 12,07% como E. casseliflavus e 12,36% como Enterococcus sp. Noventa e quatro por cento dos isolados demontraram resistência a pelo menos uma classe de antimicrobianos e 44,25% a duas classes. E. faecium foi a espécie com maior frequência de cepas resistentes (74,07%) a pelo menos duas classes de antimicrobianos, seguida de E. casseliflavus (66...

Desenvolvimento de metodologia alternativa limpa para análise de nitrito

Lemos, Sahra Cavalcante
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 92 f. : il.
Português
Relevância na Pesquisa
46.2%
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq); Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES); Pós-graduação em Química - IQ; O presente trabalho propõe um novo método para análise de nitrito em amostras de águas naturais e alimentos, por espectroscopia de reflectância difusa combinada com spot test. Neste método, a reação de interesse é procedida em papel de filtro, por meio da adição de 30 μL da solução do reagente cromogênico, seguida da adição de 30 μL da solução de analito. A intensidade da coloração do produto é medida por reflectância difusa, em 532 nm. O desenvolvimento do método passou por uma etapa de planejamento experimental, que permitiu encontrar as concentrações ótimas dos reagentes, para as quais a sensibilidade do método é maior (9,60 × 10-3 mol L-1 para o dicloridrato de naftiletilenodiamina e 5,90 × 10-2 mol L-1 para o ácido sulfanílico). O reagente cromogênico foi preparado misturando-se os dois compostos em uma mesma solução, juntamente com ácido clorídrico, na concentração de 6,00 x 10-2 mol L-1. Uma relação linear (r = 0,997) foi observada na faixa entre 2,90 × 10-4 e 1,74 × 10-3 mol L-1 de ânions nitrito, representando os valores de reflectância obtidos versus o logaritmo da concentração de nitrito. Com o objetivo de trabalhar com quantidades ainda menores do analito...

Sistemas automatizados empregando resina de troca ionica para determinação dos ions amonio, cloreto e sulfato em aguas naturais

Marina Menezes Santos Filha
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em //1991 Português
Relevância na Pesquisa
46.29%
Os íons amônio, cloreto e sulfato foram determinados através de métodos espectrofotométricos em amostras de águas naturais, mediante o uso de sistemas de análises químicas por injeção em fluxo (FIA) acoplado com uma minicoluna de troca iônica. O uso de um injetor automático controlado por um microcomputador permite, mediante a programação do tempo, que diferentes volumes da amostra e do eluente possam ser utilizados nas etapas de pré-concentração e eluição, respectivamente. Uma escolha adequada dos parâmetros operacionais, tais como: vazão e tempo de pré-concentração; vazão e tempo de eluição; natureza e concentração do eluente e condicionamento da resina é necessária para se obter maior eficiência do processo de troca iônica, menor dispersão e maior sensibilidade. Para avaliar a potencialidade da associação FIA com troca iônica, foram realizados experimentos visando determinar o fator de enriquecimento, a eficiência do processo de troca iônica junto com estudos de recuperação com amostras reais ou comparações com métodos estabelecidos como padrão. Matéria orgânica presente nas amostras é eliminada antes da etapa de pré-concentração, usando uma resina polimérica como o Sep-Pak (C18). Em alguns casos utilizou-se também o carvão ativo. Amostras reais foram analisadas obtendo-se uma velocidade analítica de 45 determinações por hora e um limite de detecção de 3 mg.L na determinação do íon amônio...

Protocolo de avaliação do mercurio potencialmente toxico em aguas naturais; Protocol of assessment for species toxity mercury in natural water

Nivea Cristina de Carvalho Guedes
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 24/03/2009 Português
Relevância na Pesquisa
66.67%
Um protocolo para avaliar o mercúrio potencialmente tóxico em águas naturais foi proposto de acordo com as seguintes etapas: (i) investigação de um redutor seletivo para espécies de mercúrio potencialmente tóxicas presentes em sistemas aquáticos; (ii) otimização do método; (iii) calibração experimental do método realizada com soluções contendo 50 mg L de Hg e diferentes ligantes em diferentes razões metal:ligante, utilizando-se ácido húmico (AH), cisteina (Cys), histidina (Hys) e ácido nitrilotriacético (NTA); (iv) aplicação do método em amostras de águas naturais, provenientes de sistemas aquáticos distintos (naturais e impactados), enriquecidas com diferentes concentrações de Hg (5, 10, 25 e 50 mg L), baseado na titulação das amostras de águas com concentrações conhecidas de Hg, seguida da determinação do metal pela técnica proposta; (v) para inferir o potencial tóxico do Hg determinado a partir do metodo proposto, a relação entre os resultados analíticos e respostas dos testes de toxicidade aguda com a bactéria Escherichia coli e o microcrustaceo Daphnia similis foram avaliados. Foi utilizado um espectrofotômetro de absorção atômica do vapor frio acoplado a um sistema FIA com amostragem discreta (o reagente é adicionado na amostra e não em fluxo). Os resultados mostraram que a utilização do ácido ascórbico (AA) como redutor do Hg (HgAA)...

Desenvolvimento de um carvão adsorvente para remoção de íons ferro em águas naturais

Madeira, Vivian Stumpf
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 83 f.| il., grafs., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
46.47%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico, Programa de Pós-graduação em Engenharia Química, Florianópolis, 2003; Este trabalho teve como objetivo o desenvolvimento de um carvão adsorvente a partir do carvão mineral de Santa Catarina, para ser utilizado para o tratamento de águas naturais. Foram testados vários tipos de carvão mineral, com diferentes concentrações de cinzas, e carvões minerais submetidos a diferentes processos de beneficiamento. Foi desenvolvido um carvão mineral beneficiado que apresentou bons resultados para a remoção de íons metálicos em águas, com ênfase na remoção de íons ferro. A elevada concentração de íons ferro é uma característica comum das águas subterrâneas no Estado de Santa Catarina. Foram realizados testes para utilização do carvão adsorvente para a remoção de íons ferro em águas naturais, em escala de bancada, escala piloto e em larga escala.

Determinação de iodo e metais pesados em águas naturais

Duarte, Sónia Alexandra Morais
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 Português
Relevância na Pesquisa
66.47%
Sabe-se que a deficiência de iodo no ambiente está relacionada com disfunções da glândula tiróide provocando o bócio. Assim, esta dissertação reside na necessidade de medir, através de um método analítico adequado, o iodo na água destinada ao consumo humano, e relacionar o seu teor, que se supõe ser baixo, com as doenças associadas à IDD. Para atingir este objectivo procedeu-se à validação do método, “leuco cristal violeta”, através de avaliação directa e indirecta. As amostras de água são provenientes de várias localidades: Matosinhos, Póvoa de Varzim, Covilhã, Castelo Novo, Capinha, Penhas da Saúde, Guarda e Monte Real. O método foi aplicado na análise de 47 amostras de água tratada e 41 amostras de água bruta. Verificou-se que as concentrações de iodo variaram entre 7,43±1,92 e 18,81±4,85 μg·L-1 para a água tratada, e 6,20±1,47 e 17,90±2,84 μg·L-1 para a água bruta. Sendo que foi no Porto que se registaram os maiores teores de iodo e na Covilhã os menores. Considerando que o LD e o LQ encontrados são 14,5 e 46,4 μg·L-1 respectivamente, nenhuma das amostras analisadas pode ser quantificada. A legislação Portuguesa indica a espectrofotometria de absorção atómica como metodologia analítica de referência para análise e quantificação de diversos metais em águas de consumo humano (DL 236/98). Este é o caso de metais como cobre...

Influência de um aterro sanitário e de efluentes domésticos nas águas superficiais do rio Tarumã e afluentes - AM

Santos,Izaias Nascimento dos; Horbe,Adriana Maria Coimbra; Silva,Maria do Socorro Rocha da; Miranda,Sebastião Átila Fonseca
Fonte: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia Publicador: Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2006 Português
Relevância na Pesquisa
46.25%
O rio Tarumã e seus afluentes, os igarapés Matrinchã e da Bolívia (Manaus-AM) estão impactados por resíduos provenientes de um aterro sanitário e secundariamente por esgotos domésticos. Com o intuito de determinar as conseqüências desse impacto foram estudadas as características físicas e químicas e quantificados os metais potencialmente tóxicos nas águas em três períodos pluviométricos. Foi constatado que há alterações consideráveis nas características químicas, especialmente em NH4+, Ni, Pb, Cu e Zn, quando comparados às águas naturais da região. A condutividade, dureza, alcalinidade, PO4(3-), NH4+, K+, Na+, Ca2+, Fe3+ e Mg+ que foram os índices que melhor qualificaram as águas estudadas, indicam que sua qualidade tende a ser um pouco melhor no início das chuvas no igarapé da Bolívia, mas não há diferenças marcantes à sua montante. Essas variações mostram que o período de amostragem afeta as características da água, mas não por igual e que apesar da tendência de diluição ser maior no final do período chuvoso, não há significativa melhora na qualidade da água nesse período. Não foram constatadas variações químicas na composição das águas em função da contaminação ser proveniente do aterro ou diretamente dos esgotos.

Método computacional para correção da alcalinidade de águas para fertirrigação

Egreja Filho,F. B.; Maia,C. E.; Morais,E. R. C.
Fonte: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo Publicador: Sociedade Brasileira de Ciência do Solo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/1999 Português
Relevância na Pesquisa
46.43%
A alcalinidade excessiva das águas destinadas à fertirrigação pode criar uma série de inconvenientes, que vão desde o entupimento dos emissores, pela precipitação de carbonatos, até a redução da disponibilidade dos micronutrientes para as culturas. Com o propósito de auxiliar a tomada de decisão quanto ao manejo da alcalinidade dessas águas, desenvolveu-se o ALKA 1.0, um software em CLIPPER 5.2, que pode ser rodado em microcomputadores IBM-PC/XT/AT/PENTIUM ou outros 100% compatíveis. A partir do fornecimento do pH original da água de irrigação, da sua alcalinidade total ou subdividida em CO3(2-) e HCO3- (em mmol L-1), e da lâmina de irrigação utilizada durante o ciclo da cultura, o ALKA 1.0 fornece as quantidades de HCl, HNO3, H2SO4 e H3PO4 que devem ser adicionadas à água de irrigação para que o seu pH atinja o valor estipulado pelo usuário. Além do volume de cada ácido a ser adicionado, o programa fornece a quantidade de nutrientes introduzidas pelos ácidos, na dosagem recomendada, bem como o custo total de cada uma das possíveis escolhas. Para tal, cadastram-se, inicialmente, a densidade e a pureza (%p/p) de cada ácido, bem como seu custo por litro. O ALKA 1.0 oferece, ainda, a opção de adições mistas dos diversos ácidos...

Desenvolvimento e avaliação de sensores baseados em difusão de filmes finos por gradiente de concentração(DGT)para o estudo da especiação de metais em Águas Naturais

Anjos, Vanessa Egea dos
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Teses e Dissertações Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
46.29%
Resumo: Desde seu desenvolvimento em meados dos anos 1990, a difusão em filmes finos por gradiente de concentração (DGT) vem se tornando um procedimento eficiente na análise de especiação dinâmica de metais em ambientes aquáticos. Medidas conduzidas com dispositivos DGT baseiam-se na difusão dos elementos através de uma camada difusa (hidrogel) e acumulação em uma fase ligante (resina Chelex). O método possibilita realizar medidas in situ de espécies lábeis em ambientes aquáticos. Neste trabalho, foi investigada a utilização de uma fase ligante alternativa de baixo custo baseada no uso de argilominerais, montmorilonita e vermiculita, como sorvente em dispositivos DGT. Essa escolha foi baseada no fato de que argilominerais apresentam baixo custo, grande disponibilidade, pouca utilização em aplicações analíticas e elevada capacidade de troca iônica. A especiação de Cu2+, Cd2+, Pb2+ e Zn2+ em sistema modelo, amostra sintética de água natural, foi avaliada comparativamente usando voltametria de edissolução anódica (ASV), difusão em filmes finos por gradiente de concentração (DGT) e modelo computacional. As frações lábeis quantificadas de Cu e Zn através do método DGT foram similares aquelas determinadas por ASV. As espécies lábeis de Cd e Pb não foram determinadas experimentalmente...

Desenvolvimento e validação de metodologia de análise de bisfenol a em amostras de águas naturais por CG-EM

Costa, Luiz Antonio
Fonte: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul Publicador: Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
46.48%
O bisfenol A (BFA) é um monômero amplamente utilizado na fabricação de policarbonato e resinas epóxi. O policarbonato por sua vez é usado largamente numa série de produtos plásticos e sua liberação para o meio ambiente ocorre principalmente durante a sua manufaturação. O método proposto neste trabalho foi aplicado satisfatoriamente para determinação e quantificação desse composto em amostras de águas naturais usando Extração em Fase Sólida (EFS), derivação com anidrido trifluoracético - TFAA e análise por Cromatografia a Gás acoplada à Espectrometria de Massas. A calibração da curva analítica foi linear com um coeficiente de correlação (R) > 0,999, numa faixa de 5 a 50 pg.VL-1. As médias das recuperações de BFA obtidas em amostras de águas naturais fortificadas com 5; 15 e 25 pg.VL-1foram 83; 93 e 105% respectivamente. O tempo de retenção do BFA derivado com TFAA foi de 11,47 min e os limites de detecção e de quantificação para essas amostras foram de 1,5 e 5,0 pg. VL-1 (ppb), respectivamente. Os resultados obtidos garantem que o BFA pode ser facilmente detectado e quantificado em amostras de águas naturais usando o método proposto, que se mostrou seletivo, exato e preciso.; Bisphenol A (BPA) is widespread used as a monomer in the fabrication of polycarbonate an and epoxide resins. Polycarbonate...

Valoração de dano ambiental causado por lançamento de efluentes sanitários em águas superficiais

Raupp, Alexandre Bacellar
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 157 p. | il., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
46.25%
Dissertação (mestrado profissional) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Biológicas, Programa de Pós-Graduação em Perícias Criminais Ambientais, Florianópolis, 2013.; A poluição das águas dos rios pelos esgotos domésticos é crime de acordo com a legislação ambiental brasileira e deve ser penalizada por sanções (Lei no. 9605/98), como as sentenças pecuniárias. Neste processo é necessário desenvolver ferramentas para valorar o dano ao meio ambiente, as quais devem ser aplicáveis para o sistema legal. O trabalho da criminalística forense é o caminho legal para estimar o dano ao meio ambiente e o seu valor. Porém, os principais métodos que existem para valorar o dano ambiental não focam nas sanções criminais, o que dificulta a definição das sentenças pecuniárias. O objetivo deste trabalho foi desenvolver uma metodologia para estimar o valor do dano ambiental causado pela poluição hídrica como ferramenta para fins criminais, atendendo a lei brasileira e tendo como base o Método indireto de Custo de Reposição. A metodologia proposta calcula o custo dispendido para tratar as águas naturais poluídas, pelo sistema de tratamento de esgoto convencional, com o objetivo de recompor as concentrações das variáveis selecionadas para o atendimento do limite legal. Em seguida aponta o valor do dano ambiental...

Determinação de iodo e metais pesados em águas naturais

Duarte, Sónia Alexandra Morais
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 Português
Relevância na Pesquisa
66.47%
Sabe-se que a deficiência de iodo no ambiente está relacionada com disfunções da glândula tiróide provocando o bócio. Assim, esta dissertação reside na necessidade de medir, através de um método analítico adequado, o iodo na água destinada ao consumo humano, e relacionar o seu teor, que se supõe ser baixo, com as doenças associadas à IDD. Para atingir este objectivo procedeu-se à validação do método, “leuco cristal violeta”, através de avaliação directa e indirecta. As amostras de água são provenientes de várias localidades: Matosinhos, Póvoa de Varzim, Covilhã, Castelo Novo, Capinha, Penhas da Saúde, Guarda e Monte Real. O método foi aplicado na análise de 47 amostras de água tratada e 41 amostras de água bruta. Verificou-se que as concentrações de iodo variaram entre 7,43±1,92 e 18,81±4,85 μg·L-1 para a água tratada, e 6,20±1,47 e 17,90±2,84 μg·L-1 para a água bruta. Sendo que foi no Porto que se registaram os maiores teores de iodo e na Covilhã os menores. Considerando que o LD e o LQ encontrados são 14,5 e 46,4 μg·L-1 respectivamente, nenhuma das amostras analisadas pode ser quantificada. A legislação Portuguesa indica a espectrofotometria de absorção atómica como metodologia analítica de referência para análise e quantificação de diversos metais em águas de consumo humano (DL 236/98). Este é o caso de metais como cobre...

Teor de iodo em águas naturais

Gonçalves, Frederico Gabriel Tavares
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 Português
Relevância na Pesquisa
66.51%
Obter água em quantidade suficiente e com qualidade adequada para o consumo humano sempre foi uma grande preocupação para o homem. A carência de iodo na água ainda hoje afecta cerca de um terço da população mundial. Em Portugal não há qualquer controlo desta problemática por parte das entidades governamentais. Neste trabalho fez-se o doseamento de iodo pelo método espectrofotométrico Leuco Cristal Violeta, em águas destinadas ao consumo humano, superficiais, subterrâneas e ainda de águas recolhidas em ETA1, antes e após o processo de cloragem. Simultaneamente determinou-se o pH e a condutividade. A concentração de iodo foi medida em águas provenientes de várias localidades das seguintes regiões: Guarda, Gouveia, Nelas, Covilhã, Aveiro e Póvoa de Varzim. Em duas estações de tratamento de água, Capinha, Aveiro e Póvoa de Varzim recolheu-se água para análise, antes e depois do tratamento. Águas comerciais engarrafadas foram também analisadas. Os valores obtidos de pH e condutividade para todas as amostras de água foram inferiores ao valor paramétrico, indicado no decreto-lei 306/2007. A partir dos resultados obtidos, pode-se concluir que o teor de iodo em águas naturais portuguesas, quer em regiões do interior quer do litoral...

Implementação, validação e controlo da qualidade da determinação de metais em águas naturais por ICP-OES

Cordeiro, Rui Miguel da Silva
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2015 Português
Relevância na Pesquisa
66.52%
Tese de mestrado em Química, apresentada à Universidade de Lisboa, através da Faculdade de Ciências, 2015; Neste trabalho descreve-se o desenvolvimento, validação e controlo da qualidade da análise de 8 metais (Ca, Cu, Cr, Fe, Mg, Mn, K, Na) em águas naturais por Espectrometria de Emissão Atómica com Plasma acoplado Indutivamente recorrendo a 13 gamas de calibração analítica. Neste estudo foram considerados os critérios de evidência da competência técnica para realização de ensaios descritos na Norma NP EN ISO/IEC 17025:2005. A validação dos métodos envolveu a determinação dos limiares analíticos, a avaliação da linearidade da resposta instrumental, a quantificação da precisão, a avaliação da veracidade da medição, através de ensaios de recuperação e a quantificação da incerteza da medição. Foram desenvolvidas ferramentas e definidos critérios para o controlo diário do desempenho do método. Este controlo de qualidade passa por ensaios branco. Um padrão de otimização da resposta instrumental, a análise de padrões de controlo ao limite de quantificação e a meio da gama de calibração, a análise de amostras em duplicado e através da realização de estudos de recuperação de analito adicionado a amostras reais. A incerteza da medição foi estimada considerando os princípios da abordagem supra-analítica da reconciliação...

Estudos microbiológicos da Ria Formosa. Qualidade sanitária de águas e moluscos bivalves

Dionísio, Lídia Adelina Pó Catalão
Fonte: Universidade do Algarve Publicador: Universidade do Algarve
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //1996 Português
Relevância na Pesquisa
46.29%
Tese de doutoramento, Ciências Biológicas, Unidade de Ciências e Tecnologias dos Recuros Aquáticos, Universidade do Algarve, 1996; O presente trabalho teve como objectivo principal a monotorizaçào das águas da Ria Formosa com vista a contribuir para um melhor conhecimento deste importante ecossistema e para selecção de indicadores microbiológicos da qualidade de águas naturais poluídas.; The main objective of the present work was to monitor Ria Formosa waters in order to acquire a better knowledge of this importam ecosystem and for the selection of microbiological indicators of the quality of polluted waters.

Interferentes Endócrinos em Águas Naturais: Determinação Voltamétrica de 17alfa-Metiltestosterona; Endocrine Interfering in Natural Waters: Voltammetric Determination of 17alpha-methyltestosterone

Luciane Miranda; Universidade Estadual do Centro Oeste; Andressa Galli; Universidade Estadual do Centro Oeste; Sueli P. Quináia; Universidade Estadual do Centro Oeste
Fonte: Revista Virtual de Química Publicador: Revista Virtual de Química
Tipo: ; Formato: application/pdf
Publicado em 28/02/2014 Português
Relevância na Pesquisa
66.38%
Os hormônios sexuais incluindo o 17a-metiltestosterona (MT) pertencem ao grupo de compostos considerados disruptores endócrinos.  No entanto, poucos estudos reportam o hormônio MT em amostras ambientais. Nesse contexto, este trabalho descreve a determinação direta de MT em amostras de águas naturais baseado na electroredução, empregando o eletrodo de gota pendente de mercúrio e a voltametria de onda quadrada. DOI: 10.5935/1984-6835.20140029; The sex hormones including 17a-methyltestosterone (MT) are within a group of compounds considered as endocrine disruptors. However, few studies report the presence of hormone MT in environmental samples. In this context, this paper describes the direct determination of MT in water samples based on electroredution and employing the electrode hanging mercury drop and square wave voltammetry. DOI: 10.5935/1984-6835.20140029