Página 1 dos resultados de 547 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

Influência da homogeneização a alta pressão sobre a retenção de antocianinas presentes na polpa de açaí (Euterpe oleraceae Mart.).; Influence of high pressure homogenization on retention of the anthocyanin in açaí pulp (Euterpe oleraceae Mart.).

Aliberti, Nathalia da Cunha Murasaki
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 17/12/2009 Português
Relevância na Pesquisa
37.830618%
Neste trabalho foi estudada a influência da homogeneização a alta pressão na retenção de antocianinas e na inativação da atividade enzimática da peroxidase e polifenoloxidase presentes naturalmente na polpa de açaí. Este trabalho foi dividido em duas etapas. Na primeira, a polpa de açaí teve suas propriedades físicoquímicas e comportamento reológico determinados. Na segunda etapa, a polpa de açaí passou por um pré-tratamento de filtração e posteriormente, foi tratada por homogeneização a alta pressão, com pressões de (100, 200 e 300) MPa e temperaturas de entrada do produto de (20 e 30) °C. Amostras da polpa de açaí processada foram analisadas quanto às propriedades físico-químicas, composição centesimal, teor de antocianinas, atividade antioxidante, teor de fenólicos totais, atividade enzimática (peroxidase e polifenoloxidase) e análise de cor. Os dados experimentais reológicos das curvas com taxas de cisalhamento ascendente e decrescente foram bem ajustados ao modelo Herschel-Bulkley. Esses dados apresentaram uma curva de histerese em sentido anti-horário, denotando um comportamento anti-tixotrópico. A polpa de açaí, utilizada na segunda parte deste trabalho, apresentou teor de sólidos totais variando entre (11...

Desenvolvimento e avaliação da incorporação e liberação de óleo de açaí em hidrogéis de poli(N-vinil-2-pirrolidona); Açaí oil development and evaluation of immobilization and release in poly (N-vinyl-pyrrolidone) hydrogels

Machado, Ana Carolina Henriques Ribeiro
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/07/2010 Português
Relevância na Pesquisa
37.808674%
O açaí (Euterpe oleracea) é uma palmeira nativa do Brasil, distribuída por toda a bacia amazônica. Rico em ácidos graxos essenciais (principalmente o ácido oleico e o ácido linoleico), o óleo de açaí previne condições anormais da pele, como dermatites, escamações e ressecamento, e auxilia no processo de regeneração do tecido epitelial. Conhecendo-se os benefícios dos hidrogéis como curativos, esse trabalho objetivou desenvolver hidrogéis de poli(N-vinil-2- pirrolidona) (PVP) como um sistema de liberação de óleo de açaí para uso tópico em desordens cutâneas. Desconhecendo-se o comportamento do óleo de açaí frente à radiação, foi avaliada a composição de ácidos graxos do óleo antes e após ser submetido à radiação. Duas diferentes matrizes de hidrogel de PVP foram avaliadas quanto às suas características físicas e químicas por meio de ensaios de intumescimento, fração gel, propriedades mecânicas e citotoxicidade in vitro. As duas matrizes foram consideradas adequadas para serem utilizadas como sistema de liberação. Os dispositivos foram obtidos pela incorporação do óleo de açaí nas matrizes de hidrogel de PVP e submetidos aos ensaios de intumescimento, fração gel, propriedades mecânicas e citotoxicidade in vitro...

Avaliação do potencial mutagênico e antimutagênico da polpa de açaí (Euterpe olereacea Mart) e do óleo de buriti (Mauritia flexuosa) in vivo; Evaluation of the mutagenic and antimutagenic potential of açai pulp (Euterpe olereacea Mart) and buriti oil (Mauritia flexuosa) in vivo

Ribeiro, Juliana Carvalho
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 10/01/2011 Português
Relevância na Pesquisa
37.82025%
Os corantes são amplamente usados como aditivos na indústria alimentícia. Atualmente, diversas pesquisas têm demonstrado que alguns corantes de origem natural, como por exemplo, polifenóis, antocianinas, carotenóides, dentre outros, são dotados de efeitos benéficos, atuando como promotores da saúde, o que desperta o interesse na produção de alimentos com propriedades funcionais. A polpa de açaí é rica em pigmentos polifenóis e antocianinas, e o óleo de buriti é a maior fonte de - caroteno já identificada em frutos até o momento. No entanto, ainda existem poucos estudos evidenciando os seus efeitos bioativos. O objetivo deste estudo foi avaliar o potencial mutagênico e antimutagênico da polpa de açaí e do óleo de buriti, frente aos danos ao DNA induzidos pelo antitumoral doxorrubicina (DXR), em diferentes tecidos de camundongos Swiss. As metodologias envolvem o teste do micronúcleo em células da medula óssea e em sangue periférico e o ensaio do cometa em células sanguíneas, renais e hepáticas em dois diferentes protocolos de tratamento, sendo um agudo (gavagem e eutanásia após 24 horas) e um sub-agudo (gavagem por 14 dias e eutanásia 24 horas após a última gavagem). Em cada protocolo de tratamento...

Avaliação da tensão superficial, parâmetros reológicos e atenuação acústica de suspensões de açaí; Analysis of surface tension, ultrasound attenuation and rheological parameters of açai' suspensions

Trevisan, Bruno Peruchi
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 14/10/2011 Português
Relevância na Pesquisa
37.83996%
Nesta pesquisa teve-se como objetivo estudar as propriedades físicas de polpas de açaí disponíveis comercialmente, tais como: pH, condutividade, viscosidade, tensão superficial e atenuação acústica, em função da temperatura e de particulados presentes na suspensão de açaí. Foram selecionadas quatro marcas comerciais de polpa de açaí originárias da região norte do Brasil. As amostras foram estudadas na forma pura (sem diluição) e diluídas. As análises de tensão superficial foram conduzidas utilizando o tensiômetro da Sensadyne (modelo QC6000) na faixa de temperatura de 15ºC a 60ºC. Observou-se uma variação da tensão superficial entre as marcas estudadas e em todos os casos a polpa de açaí diluída apresentou tensão superficial superior à polpa pura. Para valores de temperatura maiores que 45ºC, a tensão superficial aumentou com a temperatura para duas marcas estudadas. A verificação da atenuação e do tamanho de partículas foi realizada utilizando a técnica de espectroscopia de atenuação acústica com o equipamento APS-100 (Matec Applied Science, Northborough, USA). A polpa diluída apresentou uma menor atenuação com relação à polpa pura. As polpas de açaí, pura e diluída, apresentaram partículas com tamanho inferior a 0...

Desenvolvimento de mix de açaí probiótico, prebiótico e simbiótico; Development of probiotic, prebiotic and symbiotic açai mix

Vasconcelos, Bruno Garcia
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 12/03/2010 Português
Relevância na Pesquisa
37.722344%
Diversos estudos têm mostrado que alimentos adicionados de probióticos e prebióticos, em quantidades suficientes, trazem benefícios à saúde humana. Estes benefícios se devem, fundamentalmente, ao seu efeito na manutenção da microbiota intestinal benéfica. Paralelamente, ocorre aumento do consumo de derivados do açaí em grandes centros urbanos no Brasil e até mesmo no exterior, principalmente a sua polpa e derivados, que se deve, principalmente, ao alto valor calórico da fruta e à presença de pigmentos antioxidantes. O presente trabalho teve como principal objetivo desenvolver um mix de açaí que apresente aspectos nutricionais e sensoriais semelhantes ao produto tradicional, porém com propriedade funcional suplementar, por se tratar de um alimento probiótico, prebiótico ou simbiótico. Quatro tratamentos foram produzidos (três vezes cada um deles), todos contendo mix de açaí congelado: M1 (controle), M2 (com L. acidophilus La-5 + B. animalis subsp. lactis Bb-12), M3 (com inulina) e M4 (com L. acidophilus La-5 + B. animalis subsp. lactis Bb-12 + inulina) e armazenados a -18 °C por até 3 meses. Após 1, 7, 14, 21, 28, 56 e 84 dias de armazenamento, foram determinadas as populações de microrganismos probióticos...

A quimioluminescência na quantificação da penetração de componentes antioxidantes do extrato de açaí na pele; The employment of chemiluminescence to quantify the penetration of the açai extract antioxidant components in the skin

Vaz, Mirela Mara de Oliveira Lima Leite
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/09/2013 Português
Relevância na Pesquisa
37.82025%
A exposição excessiva às radiações UV é capaz de limitar a capacidade dos sistemas de defesa antioxidante em nosso organismo, provocando o estresse oxidativo. Assim, extratos vegetais ricos em compostos antioxidantes são fortes candidatos a serem veiculados em formulações tópicas para a prevenção ou tratamento dos danos causados pela RUV na pele. Dentre a gama de extratos vegetais com atividade biológica, o extrato de açaí, fruto da espécie Euterpe olerecea Mart., tem se destacado por apresentar grande quantidade de antioxidantes na sua composição. Geralmente, a quantidade de ativos que consegue penetrar na pele é pequena, exigindo métodos analíticos muito sensíveis. Assim, o presente trabalho teve como objetivo avaliar o emprego do método de quimioluminescência para a quantificação da penetração dos componentes do extrato de açaí na pele por medida da atividade antioxidante. Os resultados mostraram que o IC50 do extrato de açaí para o ensaio de inibição da quimioluminescência gerada no sistema xantina/luminol/xantina oxidase foi de 0,63 ?g/mL. Além disso, a quantificação do extrato de açaí utilizando esse método foi possível para porcentagens de inibição obtidas até o valor de 60%. Ainda...

Açaí (Euterpe oleracea Mart.) como importante fonte de alguns elementos químicos essenciais potencialmente biodisponíveis e efeito neuroprotetor de seu extrato frente à neurotoxicidade do Manganês em astrócitos; Açaí (Euterpe oleracea Mart.) as an important source of potentially bioavailable essential chemical elements and neuroprotective effect of its extract on Manganese induced neurotoxicity in astrocytes

Santos, Vívian da Silva
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 21/01/2014 Português
Relevância na Pesquisa
37.863154%
O açaí é uma fruta da amazônia brasileira de consumo emergente no Brasil e outras regiões do mundo. Primordialmente consumida na sua forma de polpa e estabelecida como uma "superfruta" graças ao seu potencial antioxidante e anti-inflamatório. No entanto, pouco se sabe sobre sua composição em relação aos elementos químicos essenciais. No presente estudo, a análise sistemática de 12 polpas produzidas com frutos de diferentes localidades demonstrou que a polpa de açaí é naturalmente rica nos elementos Ca, Cu, Fe, Mg, Zn, com destaque para as concentrações encontradas de Mn que foram notoriamente maiores do que as comumente observadas em alimentos considerados como fonte principal deste elemento químico essencial na dieta. Cabe destacar que em valores médios, todos os elementos químicos estudados no açaí apresentaram-se em concentrações que contribuem significativamente para as suas necessidades diárias preconizadas. Entretanto, a análise do fracionamento químico da polpa de açaí demonstrou que o ferro está em uma forma potencialmente indisponível; enquanto que cerca de 40% dos elementos cálcio, magnésio, manganês e zinco estão quelados a um composto não fenólico de alta solubilidade em água e que pode aumentar suas biodisponibilidades. Diferentemente dos demais...

Efeito metabólico do consumo de açaí (Euterpe oleracea Mart.) em bebidas comerciais.; Metabolic effect of the consumption of acai (Euterpe oleracea MART.) in commercial beverages.

Rosa, Fernando de Oliveira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 31/10/2013 Português
Relevância na Pesquisa
37.744841%
A alimentação não é mais vista apenas como uma fonte de calorias e nutrientes, mas sim como agente capaz de induzir benefícios na prevenção de doenças, bem como na promoção de bem estar físico e mental. Assim, uma boa alimentação da população contribui com a redução de custos em cuidados com a saúde e com o aumento da longevidade. Estratégias nutricionais podem, por exemplo, como no caso da adição de antioxidantes, reduzir o risco de doenças, melhorar a qualidade de vida e aumentar o próprio tempo de vida do indivíduo. O dano oxidativo é um fator causador do desenvolvimento de doenças e os antioxidantes têm a capacidade de prevenir ou atenuar estes processos. Sendo assim, há crescente interesse na ingestão de alimentos naturais e produtos orgânicos, na forma de alimentos funcionais e suplementos dietéticos. Entre os alimentos que, comprovadamente, exercem efeito antioxidante, está o açaí, Euterpe oleracea MARTIUS, fruta nativa da região amazônica consumida rotineiramente pela população na forma de polpa, suco, vinho e em outras variedades. Nos últimos anos o açaí tem sido objeto de muita atenção devido ao seu alto potencial antioxidante, anti inflamatório e seu papel como alimento funcional. Sendo assim...

Desenvolvimento de sorvete simbiótico de açaí (Euterpe oleracea) com Lactobacillus rhamnosus GG e resistência do probiótico em um modelo de digestão gastrintestinal in vitro; Development of synbiotic açaí (Euterpe oleracea Mart.) ice cream with Lactobacillus rhamnosus GG and probiotic resistance in an in vitro digestion gastrointestinal model

Costa, Mayra Garcia Maia
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 13/11/2014 Português
Relevância na Pesquisa
37.808674%
O objetivo do presente trabalho foi avaliar o efeito da adição de inulina (I-X1), concentrado proteico de soro de leite (WC-X2) e/ou isolado proteico de soro de leite (WI-X3) em sorvete simbiótico de açaí (Euterpe oleracea Mart.) sobre a viabilidade do probiótico L. rhamnosus GG e a sua sobrevivência frente às condições encontradas no trato gastrintestinal simuladas in vitro, bem como sobre as características tecnológicas e a aceitabilidade sensorial dos produtos resultantes, ao longo de seu armazenamento a -18°C por até 112 dias. Adicionalmente, os sorvetes de açaí foram caracterizados quanto à sua composição centesimal, ácidos graxos insaturados e potencial antioxidante. Por último, objetivou-se a otimização do sorvete simbiótico de açaí a partir dos parâmetros de dureza instrumental e fração de derretimento. Para este fim, foi empregado um delineamento experimental para misturas simples (centroid simplex) incluindo um ponto axial, utilizando diferentes proporções dos fatores X1, X2 e X3. No total, 9 formulações foram avaliadas por um período de até 112 dias de armazenamento congelado. As populações de L. rhamnosus GG permaneceram estáveis e entre 8 e 9 log ufc/g para todas as formulações e ao longo de todo o período de armazenamento. Entretanto...

The obstacles to açaí exportation in Brazil

Binois, Damien
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
37.722344%
Esta dissertação teve como objetivo compreender os obstáculos que enfrenta a exportação de açaí do lado da oferta e dar recomendações às autoridades públicas e empresas de polpa sobre como superá-los. Com uma análise qualitativa baseada em entrevistas com as partes da cadeia de suprimentos, o estudo explica esses problemas através de um quadro de cinco variáveis principais: oferta de produto, preço, logística, legislação e qualidade. Açaí, fruto da Euterpe Oleracea, tem estadono centro da dieta tradicional das populações do estuário do Amazonasdurante séculos. Devido as suas propriedades nutritivas, tornou-se famoso no Brasil nos anos 2000 e a demanda cresceu. Exportações começaram a ser significativas um pouco mais tarde e aumentaram rapidamente depois. No entanto, a cadeia produtiva do açaí é complexa e levanta muitas questões que dificultam a exportação. A oferta não conseguiu acompanhar o ritmo da demanda e os preços dispararam. Isto porque a produção é difícil de aumentar, altamente sazonal e a cadeia de fornecimento conta muitos intermediários. Além disso, a disponibilidade de açaí é instável porque as empresas de polpa lutam para enfrentar problemas de sazonalidade, falta de financiamento e tendem a ser mal geridas. Logística é um desafio porque o açaí é altamente perecível e produzido em regiões remotas. Por isso deve ser processado rapidamente e transportado congelado. A qualidade é um problema muito forte: não há controle claro sobre a segurança e a concentração do produto. Finalmente...

Afeto, viés otimista e percepção de consumidores sobre riscos e benefícios à saúde relacionados ao consumo de açaí (Euterpe precatoria); Affection, optimistic bias and perception of the health risks and benefits to health related to the consumption of açaí (Euterpe precatoria)

Geina Faria dos Santos
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/02/2012 Português
Relevância na Pesquisa
37.913384%
O açaí faz parte do hábito alimentar especialmente da população amazônica. E, seu consumo tem aumentado em outras regiões do Brasil e do exterior nos últimos anos, devido às suas propriedades nutricionais e funcionais. Em paralelo, ocorrências apontaram o açaí como veículo de transmissão oral da Doença de Chagas Aguda (DCA). Assim, objetivou-se analisar a percepção de consumidores adultos do município de Coari sobre os riscos e benefícios à saúde provenientes do consumo de açaí. Entre os objetivos específicos desta pesquisa, destacam-se a identificação do nível de afeto e do viés otimista relacionados ao açaí, além da verificação da relação entre percepções de risco, benefício, nível de afeto e viés otimista com características socioeconômicas e demográficas. Informações sobre locais de compra, formas e frequência de consumo do açaí também foram avaliadas. Elaborou-se um instrumento de coleta de dados contendo perguntas relacionadas ao consumo de açaí, afeto e a caracterização dos indivíduos. Ainda, investigou-se as percepções de risco, de benefício e do conhecimento sobre risco e benefício relacionado ao consumo de açaí, abordando os conceitos: pessoal, amazonas e conhecidos. Estes conceitos foram investigados com a finalidade de verificar a avaliação do entrevistado para si próprio (pessoal)...

Investigação das etapas para o processo de produção de etanol de segunda geração a partir da biomassa do caroço de açaí (Euterpe oleracea); Investigation of steps for ethanol production of second generation from açaí seeds biomass (Euterpe oleracea)

Johnatt Allan Rocha de Oliveira
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 09/12/2014 Português
Relevância na Pesquisa
37.76417%
O aproveitamento de resíduos lignocelulósicos para a produção de etanol combustível tem se tornado um foco de pesquisas em diversas partes do mundo. Cada região do mundo focou em um resíduo de sua indústria local o que é típico da industria de biocombustíveis. Entretanto o Brasil é um país de imensa produção agroindustrial e com diferentes resíduos que podem ser explorados para cada região, como é o caso do caroço de açaí na região norte do Brasil. Dentro deste contexto o objetivo desse trabalho é propor e investigar as etapas de processos para a obtenção de etanol a partir do caroço de açaí (Euterpe oleracea). Para tanto foi realizado um planejamento experimental central composto rotacional 23 para a avaliação do pré-tratamento do caroço de açaí com H2SO4 diluído, e as condições do estudo foram: concentração de H2SO4 (0,5 - 1,5% m/v), carga de sólidos (5-15% m/v) e o tempo (30-90 min). Em seguida a deslignificação do caroço de açaí pré-tratado foi avaliada através de um planejamento experimental do tipo 22 nas seguintes condições: 1% de NaOH (m/v), carga de sólidos (10-40% (m/v), temperatura (50-100 °C) e tempo de 60 minutos. Ambos os materiais foram hidrolisados enzimaticamente (carga enzimática de 15FPU/g de caroço e 25CBU/g de caroço) e caracterizados quimicamente via HPLC (cromatografia líquida de alta eficiência). As melhores condições obtidas para o pré-tratamento e deslignificação foram utilizadas para avaliar o efeito da carga de sólidos (5-15%) e agitação (100-200 rpm) na hidrólise enzimática (em reator) através de um planejamento experimental 32. A fermentação dos hidrolisados obtidos foi realizada e os hidrolisados e fermentados foram caracterizados via HPLC. As condições consideradas ótimas para o pré-tratamento com H2SO4 diluído foi de 1% de ácido...

Avaliação bioquímica de compostos fenólicos in vitro e biológica do extrato purificado de açaí (Euterpe oleracea) em modelo in vivo de carcinogênese de cólon induzida; Biochemistry evaluation of phenolics in vitro and biologic of açaí (Euterpe oleracea) purified extract in model in vivo of induced colon carcinogenesis

Patrícia Brito Sampaio
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 16/04/2014 Português
Relevância na Pesquisa
37.830618%
O açaí (Euterpe oleracea) é um fruto amazônico com elevado teor de compostos fenólicos, principalmente antocianinas, e alta capacidade antioxidante. O consumo médio diário de fenóis, polifenóis e taninos pode variar de menos de 100 mg a mais de 2 g. Mais de 95% deste consumo consegue atingir o cólon e é fermentado pela microflora intestinal, portanto após sua captação através da dieta, grande parte desses compostos sofre transformações pelas bactérias intestinais. Para avaliar a ação bioquímica "in vitro" foram testados 11 (onze) padrões de compostos fenólicos presentes e não presentes no açaí mais o ácido ascórbico como antioxidante de referência, além do extrato purificado de polifenóis do açaí (Amazon Dreams Ltda) contendo 16.000 mg/100g de antocianinas e 47.478 mg de equivalentes de ácido gálico/100g de fenólicos totais. Na análise de potencial redox por voltametria cíclica e capacidade antioxidante ORAC não foi encontrada relação dos valores mais altos com os compostos que apresentaram efeito inibitório nos testes em microplacas com bactérias enteropatogênicas, os quais foram os ácidos fenólicos (cafeíco e gálico) e ácido ascórbico. Porém a delfinidina que teve os maiores valores de MIC encontrados coincidiu também com um alto valor ORAC. Os compostos e extrato estudados não tiveram influência negativa no crescimento dos micro-organismos probióticos (Bifidobacterium animalis subsp. Lactis Bb12®. E Lactobacillus rhamnosus ). A fim de verificar a influência do extrato de açaí em parâmetros biológicos e de prevenção do câncer colorretal...

Composição em ácidos graxos do açaí (Euterpe edulis) de diversas regiões de Santa Catarina

Schirmann, Gabriela da Silva
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 91 p.| il., grafs., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
37.82025%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias, Programa de Pós-Graduação em Agroecossistemas, Florianópolis, 2009.; O açaí, ou juçara, é uma emulsão de água com a polpa dos frutos de palmeiras do gênero Euterpe Martius. No estado de Santa Catarina é comum a existência de diferentes arranjos de quintais agroflorestais nas propriedades onde o E. edulis é um dos componentes associados a outras espécies florestais, agrícolas e pequenos animais domésticos. A estreita relação entre dieta e saúde vem aumentando a preocupação da população em ingerir alimentos nutritivos e com qualidade. Por isso, a quantificação dos nutrientes nos alimentos é de grande importância. O objetivo do presente trabalho foi caracterizar o açaí proveniente de diferentes espécies do gênero Euterpe Martius com relação ao seu teor de sólidos totais, lipídios totais e composição em ácidos graxos. As amostras analisadas foram obtidas a partir de açaí in natura por despolpamento mecânico com adição de água. Parte das amostras foi seca em estufa com circulação de ar a 105° para determinação de sólidos totais. Outra fração das amostras foi seca na mesma estufa a 60° para extração e quantificação do teor lipídico. O óleo obtido por este método foi esterificado e analisado por Cromatografia Gasosa para identificação da composição em ácidos graxos. De acordo com os resultados obtidos as amostras de E. edulis apresentaram de 8...

A produção de açai a partir do processamento dos frutos do palmiteiro (Euterpe edulis Martius) na mata atlântica

Mac Fadden, Joana
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 1 v.| il., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
37.722344%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Agrárias. Programa de Pós-Graduação em Agroecossistemas.; O objeto de estudo do presente trabalho é a produção do açaí no litoral norte do Estado de Santa Catarina. O açaí é um produto obtido a partir do processamento dos frutos de palmeiras do gênero Euterpe, da família Arecaceae. No Norte do país o açaí é extraído de palmeira multicaules açaizeiro ou juçara (Euterpe oleracea Martius) e também de uma palmeira monocaule açaizeiro (Euterpe precatoria Martius) muito parecida com o palmiteiro (Euterpe edulis Martius). Em 1998, o Laboratório de Biotecnologia Neolítica UFSC iniciou o trabalho de utilização dos frutos do palmiteiro para a produção de açaí a partir da valorização do conhecimento ecológico local de uma tiradeira tradicional na Mata Atlântica. A dinâmica de difusão deste conhecimento é objeto de estudo da etnobotânica, que é uma ciência interdisciplinar. A metodologia utilizada foi: 1. entrevistas semi estruturadas para o levantamento do conhecimento de tiradeiras de açaí; 2. reuniões participativas para integração de conhecimentos; 3. quantificação da produção de frutos do palmiteiro em quintal agroflorestal e consórcio banana e palmito...

Caracterização e avaliação da qualidade de polpas de açaí industrializadas e perfil de ácidos graxos do fruto do açaizeiro

Pontes Loio Vaz, Aurenice; Pinheiro de Faro, Zelyta (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
Português
Relevância na Pesquisa
37.744841%
O açaizeiro (Euterpe oleracea Mart.) é uma planta nativa da região Amazônica no qual se extrai o vinho de açaí , produto que tem despertando interesse por seu potencial energético, especialmente por praticantes de atividade física. A fim de avaliar a qualidade nutricional e microbiológica, foram analisadas sete marcas de polpas de açaí comercializadas na Região Metropolitana do Recife, bem como do fruto do açaizeiro (epicarpo e mesocarpo) e a determinação da composição dos ácidos graxos do fruto por cromatografia gasosa. Os procedimentos analíticos padronizados e validados foram baseados no AOAC, Adolfo Lutz e Folch, Less, Stanley (1957).Dentre as polpas comercializadas na Região Metropolitana do Recife, três foram classificadas como açaí tipo médio e quatro em açaí tipo fino, de acordo com a Legislação vigente. Dentre as polpas comercializadas na Região Metropolitana do Recife, três foram classificadas como açaí tipo médio e quatro em açaí tipo fino, de acordo com a Legislação vigente. Quanto aos valores médios, as polpas apresentaram os valores: umidade (87.56g%); proteína (1,33g%); lipídeos (5,65g%); carboidratos (5,03g%); cinzas (0.42g%); cálcio (57,0mg%); ferro (0.73mg%); VCT (76,32kcal/100g); acidez (3...

Composição nutricional e práticas higiênicossanitárias na produção de açaí na tigela: diagnóstico e intervenção; Nutritional composition and hygienic sanitary practices in the production of acai in the bowl: diagnosis and intervention

Moura, Eveline Gomes Rosa de
Fonte: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Nutrição e Saúde (FANUT); Faculdade de Nutrição - FANUT (RG) Publicador: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Nutrição e Saúde (FANUT); Faculdade de Nutrição - FANUT (RG)
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
37.830618%
Why be manipulated during the entire production chain, the product derived from acai may contain a high microbial load, which favors contamination of food. This study aimed to analyze the chemical composition and microbiological quality of acai in the bowl sold in the city of Goiânia and the impact of training on Good Manufacturing Practices. Study conducted in three stages was conducted in 23 stores. In the first and third step two samples with 300 mL of acai in the bowl were collected, prepared with acai pulp, guarana syrup and banana and another with acai pulp, guarana syrup and strawberry. Were also collected swabs from surfaces of hands and nasal cavities of 34 handlers involved in the preparation of acai and applied the checklist based on RDC 216/2004, to assess the physical and functional conditions of the establishments. In the second stage, training in Good Manufacturing Practices with applicable pre and post test was performed. The microbiological protocol was based on the RDC 12/2001 and the American Public Health Association. The chemical composition was determined by the method established by the Association of Official Analytical Chemists. Of the 46 samples collected in the first stage, 15.2 % had more than the maximum limit for coliform count at 45 ºC...

Açaí (Euterpe oleraceae Mart.) berry extract exerts neuroprotective effects against β-amyloid exposure in vitro; Acai (Euterpe oleraceae Mart.) berry extract exerts neuroprotective effects against beta-amyloid exposure in vitro

Wong, D.; Musgrave, I.; Harvey, B.; Smid, S.
Fonte: Elsevier Sci Ireland Ltd Publicador: Elsevier Sci Ireland Ltd
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
37.744841%
The native South American palm açaí berry (Euterpe oleraceae Mart.) has high polyphenolic and antioxidant levels. This study examined whether açaí berry extract afforded protection against β-amyloid (Aβ)-mediated loss of cell viability and oxidative stress associated with anti-fibrillar effects. PC12 cells were exposed to either Aβ1-42, Aβ25-35 or tert butyl hydroperoxide (t-BHP), alone or in the presence of açaí extract (0.5-50μg/ml). Thioflavin T (ThT) binding assay and transmission electron microscopy were used to determine effects of açaí extract on Aβ1-42 fibril morphology and compared to açaí phenolics gallic acid, cyanidin rutinoside and cyanidin glucoside. Exposure to Aβ1-42, Aβ25-35 or t-BHP decreased PC12 cell viability. Pretreatment with açaí extract significantly improved cell viability following Aβ1-42 exposure, however Aβ25-35 or t-BHP-mediated viability loss was unaltered. Açaí extract inhibited ThT fluorescence and disrupted Aβ1-42 fibril and aggregate morphology. In comparison with other phenolics, açaí was most effective at inhibiting Aβ1-42 aggregation. Inhibition of β-amyloid aggregation may underlie a neuroprotective effect of açaí.; Daphne Yiu San Wong, Ian Francis Musgrave, Benjamin Scott Harvey...

Tratamentos de aquecimento, inativação térmica e virulência do Trypanosoma cruzi (Chagas, 1909) de vetores e reservatório em polpa in natura de açaí (Euterpe oleraceae Martius) na doença de Chagas aguda de transmissão alimentar no Estado do Pará, Brasil; Heat treatment, thermal inactivation and virulence of Trypanosoma cruzi (Chagas, 1909) from vectors and reservoir in in natura açai pulp (Euterpe oleraceae Martius) about foodborne acute Chagas' disease at Pará State, Brazil

Rodrigo Labello Barbosa
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 30/10/2014 Português
Relevância na Pesquisa
37.84842%
Na amazônia brasileira, microepidemias de doença de Chagas aguda (DCA) humana são notificadas por meio de caracterização clínica e epidemiológica após associação ao consumo de polpa in natura de açaí contaminada com Trypanosoma cruzi. Dada a sua relevância econômica, cultural e considerando que a refrigeração e o congelamento não são métodos eficientes à prevenção da DCA de transmissão alimentar, os objetivos desse estudo foram determinar um binômio "temperatura x tempo" mínimo necessário à inativação ou morte do T. cruzi em polpa de açaí e avaliar a possibilidade experimental da transmissão dessa parasitose, proveniente de vetores e reservatório de diferentes localizações do Estado do Pará, por contaminação acidental no alimento. Na primeira etapa, 105 tripomastigotas da cepa Y de T. cruzi foram misturadas à polpa in natura de açaí e submetidas a tratamentos térmicos entre 37ºC e 49ºC em um banho ultratermostático de alta precisão, por até uma hora, sob homogeneização constante. Na segunda etapa, 105 tripomastigotas de T. cruzi (TcI) de diferentes fontes e localizações do Pará, comparando-se à cepa Y de T. cruzi (TcII), foram misturadas, à temperatura ambiente, à polpa in natura de açaí. Em ambas etapas...

Transmissão oral do Trypanosoma cruzi pela polpa de açaí em camundongos; Oral transmission of Trypanosoma cruzi by açai pulp in mice

Rodrigo Labello Barbosa
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 11/06/2010 Português
Relevância na Pesquisa
37.76417%
Em virtude de seu alto grau de impacto socioeconômico, a doença de Chagas está entre as mais importantes doenças parasitárias das Américas Central e do Sul. Entre as vias de transmissão, a forma oral tem contribuído para o surgimento de novos casos e se dá principalmente pela ingestão de formas tripomastigotas metacíclicas de Trypanosoma cruzi presentes em diferentes alimentos. A polpa de açaí possui excelentes propriedades nutricionais e é muito consumida em todo o Brasil e no exterior. Entretanto, ela vem sendo associada nos últimos anos a microepidemias da doença de Chagas aguda, especialmente na região Norte do país, onde esse fruto é o principal suplemento da dieta alimentar da população e movimenta uma parcela significativa da economia local. O objetivo desse trabalho foi a avaliação da sobrevivência in vitro e da virulência do T. cruzi em polpa de açaí mantida por diferentes períodos de incubação e submetida a diferentes tratamentos térmicos, por meio de infecções experimentais. Alíquotas de polpa in natura de açaí proveniente de Belém (PA) foram misturadas a 105 formas tripomastigotas de T. cruzi obtidas do plasma de camundongos CBA/JUnib. As amostras, devidamente homogeneizadas, foram mantidas à temperatura ambiente...