Página 1 dos resultados de 65 itens digitais encontrados em 0.019 segundos

Abandono e absentismo escolar no concelho de Ponta Delgada

Vasconcelos, Maria de Deus Medeiros Costa
Fonte: [s.n.] Publicador: [s.n.]
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
66.61%
Dissertação apresentada à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para obtenção do grau de Mestre em Ciências da Educação: Educação Especial, área de especialização em Domínio Emocional e da Personalidade; A recomendação da União Europeia, de janeiro de 2011, aos estados europeus para que adotem políticas de prevenção do abandono escolar, que apesar de ter vindo a diminuir, ainda apresentam, em alguns países como Portugal e Malta, valores muito elevados é, de uma forma genérica, o ponto de partida do nosso estudo. Os sucessivos governos têm vindo a promover programas nacionais de combate ao abandono escolar mas, segundo Grilo (2010), estes programas deveriam ser elaborados mais ao nível local e em função das exigências da comunidade educativa envolvente. De acordo com as estatísticas disponíveis, os alunos têm vindo a permanecer mais tempo na escola, com ofertas educativas que vão ao encontro das suas expetativas e experiências vivenciadas. O abandono e absentismo escolares tornaram-se prioridades do atual sistema de ensino. O presente estudo visa caracterizar a dimensão do abandono escolar e absentismo no concelho de Ponta Delgada, no período compreendido entre 2010 e 2011. A taxa de abandono escolar precoce nos Açores tem diminuído...

Perspectivas de continuidade escolar e factores influentes numa amostra de alunos do 9º ano de escolaridade

Lima, Jacqueline Vieira Silva
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
56.39%
Através das respostas de uma amostra de alunos do 9º ano (N=74), utilizando como instrumento um questionário de auto-resposta, procedemos à identificação de algumas variáveis que correlacionam positivamente com as perspectivas de continuidade ou de abandono escolar dos estudantes. Os resultados levam a crer que existem relações significativas entre as perspectivas de continuidade dos estudos e a representação que os estudantes fazem da escola e do sentido que atribuem à escolaridade para o seu futuro. Neste sentido, as representações positivas da escola aparecem correlacionadas com atitudes negativas face ao abandono escolar, sendo observado que as raparigas, tendencialmente, apresentam representações mais positivas da escola, comparativamente aos rapazes. Por outro lado, estabeleceram-se relações significativas entre as perspectivas de continuidade nos estudos e o rendimento escolar, avaliado pelas notas nas disciplinas de Matemática e Língua Portuguesa. O (re)conhecimento das variáveis que influenciam o abandono ou prossecução dos estudos poderá contribuir para um despiste precoce dos riscos de desistência escolar e, na mesma medida, permite observar as conjunturas que constituem factores de suporte ou resiliência que permitem o prosseguimento dos estudos.; We proceeded to identify the several variables...

Fatores intraescolares associados ao abandono escolar no Chile : um estudo de caso

Espinoza, Oscar; Castillo, Dante; González Fiegehen, Luis; Loyola Campos, Javier; Cruz Grau, Eduardo
Fonte: Edições Universitárias Lusófonas Publicador: Edições Universitárias Lusófonas
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
56.34%
O presente artigo tem como objetivo central identificar os fatores de caráter intraescolar que, quando comparados, têm maior incidência no abandono escolar no ciclo primário de crianças de ambos os sexos que vivem em Cerro Navia, uma zona da cidade de Santiago Chile que se caracteriza por elevados índices de pobreza. A informação qualitativa que serve de base a este trabalho foi obtida através de entrevistas semi-estruturadas aplicadas a duas amostras de 25 casos: uma de menores que abandonaram a escola e outra composta por crianças de ambos os sexos com perfil idêntico que permanecem na escola. Esta informação foi analisada segundo os princípios da análise do discurso e refere-se à perceção dos próprios menores, assim como das suas famílias em relação aos fatores intraescolares de abandono escolar e de permanência dos alunos em escolas públicas de Cerro Navia. Os resultados permitem observar diferenças importantes nos percursos educativos dos que abandonaram a escola e dos que permaneceram na escola, o que indicia o tipo de ações que poderiam adotar os próprios estabelecimentos de ensino de modo a prevenir o abandono escolar precoce dos seus estudantes.

Causas de abandono do desporto escolar

Abreu, Miguel Lagos de
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
46.49%
RESUMO: Numa sociedade cada vez mais exigente, onde o acesso a estudos e estatísticas se torna cada vez mais fácil, deve consciencializar-se os intervenientes no contexto desportivo para a falta de actividade física e desportiva dos nossos jovens no seu dia-a-dia, bem como o seu abandono precoce da prática desportiva. Esse abandono apresenta-se como um fenómeno multifactorial, na medida em que são diversos os contextos e motivos que o determinam. Na actividade diária de professores/treinadores, os aspectos relacionados com os factores que conduzem ao abandono dos praticantes devem merecer uma atenção permanente. Torna-se importante responder às perguntas “o abandono surge porquê?”; “Quais as causas?” ou “Quais os factores?”, sendo esse o principal objectivo deste estudo. A amostra foi constituída por alunos de ambos os sexos, de diversas escolas de Lisboa, num total de 174 inquiridos dos ensinos básico e secundário, que abandonaram a prática do desporto escolar durante o ano lectivo 2011/2012. Foi aplicado como instrumento de medida o Questionário de Razões para o Abandono da Prática do Desporto Escolar – QRAPDE versão adaptada para o desporto escolar com base num instrumento similar desenvolvido por Cruz e colaboradores (1988; 1995). Os resultados evidenciam como causas mais importantes para o abandono as questões relacionadas com a dimensão “Falta de tempo” com média de 1...

Fatores do abandono escolar precoce e motivações para o regresso em educação de adultos

Neves, Maria do Rosário Diniz Albernaz
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
86.43%
A presente investigação tem como objetivo analisar e compreender os motivos que levaram um grupo de adultos a frequentar um processo de formação, depois de terem abandonado precocemente a escola formal, quando seria de esperar a sua frequência. Sendo Portugal um país em que se tem verificado um elevado abandono escolar precoce, apesar das melhorias nas últimas décadas, torna-se necessário conhecer as razões desse abandono e, ao mesmo tempo, procurar compreender as motivações dos adultos para o regresso a um percurso educativo. Numa altura em que as experiências e as aprendizagens informais e não formais assumem um lugar de destaque no currículo individual, assim como a aprendizagem ao longo da vida, torna-se pertinente a reflexão acerca da necessidade crescente demonstrada pela população adulta em atualizar os seus conhecimentos e ver formalmente reconhecidas as competências adquiridas ao longo da sua vida. Assim, foi realizada uma análise documental de entrevistas efetuadas aos adultos, antes da frequência da sua formação, num Centro de Novas Oportunidades. Os resultados obtidos foram discutidos à luz da investigação recente neste domínio.; This research aims to analyze and to understand the reasons why a group of adults decided to frequent a process of adults’ education...

Gramática escolar e (in)sucesso : os casos do Projeto Fénix, Turma Mais e ADI

Vieira, Maria Ilídia de Meireles Cabral da Rocha
Fonte: Universidade Católica Portuguesa Publicador: Universidade Católica Portuguesa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em 20/03/2013 Português
Relevância na Pesquisa
56.3%
O problema do insucesso e do abandono escolar precoce em Portugal persiste nos dias de hoje, apesar das sucessivas políticas orientadas para a promoção do sucesso desenvolvidas nas últimas décadas do século XX. Estas políticas tiveram poucos impactos ao nível das práticas educativas, mantendo a gramática escolar inalterada, ou seja, continuando a escola a organizar-se segundo uma uniformização de situações, tempos e espaços de aprendizagem, que não se coaduna com a heterogeneidade dos alunos que habitam hoje as nossas escolas. No início do século XXI, o Ministério da Educação lança, em 2009, o Programa Mais Sucesso Escolar (PMSE), com o objetivo de prevenir o insucesso e o abandono escolar no ensino básico. O PMSE prevê alterações ao nível do modelo escolar tradicional, tornando possíveis diferentes formas de agrupar os alunos e de gerir os tempos e espaços de instrução. Este programa marca o início de uma nova geração de políticas educativas, mais centradas no apoio das iniciativas de cada estabelecimento escolar, e abre caminho para a emergência de outros projetos por parte das escolas (numa lógica bottom up), que se auto organizaram para fazer face aos seus problemas. Neste cenário, quisemos compreender melhor a realidade destas iniciativas...

Abandono e regresso à escola: olhares sobre as novas oportunidades

Silva, Carlos Alberto de Freitas
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
56.44%
Na era pós–industrial, a nova estruturação do mundo avança a um ritmo alucinante. Assim, a chamada globalização vem-nos revelar a sociedade do conhecimento que contém na educação um grande recurso de desenvolvimento económico e social. Portugal não é alheio a este facto e, como membro da União Europeia (dos 27), reconheceu como lacuna os elevados índices de abandono escolar (precoce) que o posicionam quase na cauda daquela organização internacional. Cientes daquele constrangimento, considerámos pertinente efectuar um estudo que tem como objectivo reflectir sobre os factores que influenciam os jovens a abandonar e a regressar à escola. Sabendo que a iniciativa Novas Oportunidades foi considerada pelo Governo Português uma estratégia para combater o abandono escolar/insucesso, incentivando o regresso à escola, pareceu-nos pertinente procurar analisar as razões que levaram os “desertores” que perderam a primeira oportunidade aquando da sua passagem pelo sistema de ensino a regressar ao mesmo. Tendo como enquadramento teórico a Administração Escolar, as Políticas Educativas e alguns referenciais das Ciências Sociais, efectuámos nos três primeiros capítulos abordagens relacionadas com a compreensão do abandono escolar...

A problemática do insucesso escolar: a Educação Física como estratégia de combate ao insucesso e abandono escolar: uma abordagem teórica

Silva, Carlos Alberto Costa
Fonte: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro Publicador: Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
56.28%
Dissertação de Mestrado em Ensino de Educação Física nos Ensinos Básico e Secundário; O insucesso escolar é nos nossos dias um fenómeno social, este deixou de ser encarado como uma característica individual, do ponto de vista do aluno, passando a ser cada vez mais considerado como um fenómeno com implicações socias e económicas. Apesar de ser um problema que acompanha todo o processo de ensino, desde o primeiro ciclo até ao ensino superior, o seu enfoque está nos resultados a nível da escolaridade obrigatória, sendo a avaliação do processo educativo centrada em resultados palpáveis (aquisição de competências e conhecimentos que preparam o indivíduo para o mundo do trabalho) e não tanto na experiência de vida. Contudo, definir insucesso escolar apresenta-se uma tarefa complexa, visto que além deste conceito encerrar uma multiplicidade de entendimentos, o seu estudo apresenta uma enorme polissemia, notória nas tentativas efectuadas pelas diferentes áreas disciplinares para a sua compreensão e definição. Para Fernandes (1991), a definição oficial do insucesso escolar, advém do regime anual de passagem/reprovação dos alunos, inerente à estrutura de avaliação característica do sistema de ensino. Este estudo procura dar a conhecer a realidade portuguesa relativamente àquilo que é o insucesso e abandono escolar...

A implementação de políticas públicas na prevenção e combate ao abandono escolar

Coimbra, Bruno Alexandre Miranda
Fonte: Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas Publicador: Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 29/06/2012 Português
Relevância na Pesquisa
76.39%
Dissertação de Mestrado em Administração Pública na Especialização em Administração da Educação; Em Janeiro de dois mil e onze a comissão europeia propôs, através de uma proposta de recomendação aos estados europeus, que os estados adoptassem políticas de prevenção de um fenómeno que apesar de ter vindo a diminuir ainda apresenta, em alguns países como Portugal e Malta, valores muito elevados. Os governos sucessivos têm vindo a promover programas nacionais de combate ao abandono escolar mas segundo Grilo (2010) os programas acima citados deveriam ser elaborados mais ao nível local e em função das exigências da comunidade educativa envolvente. De acordo com as estatísticas disponíveis, os alunos têm vindo a permanecer mais tempo na escola com ofertas educativas que vão ao encontro das suas expectativas e vivências experienciadas. Desta forma, procederemos à caracterização da organização escola, na sua relação triangular ESCOLA-ESTADO-MERCADO, reportando à missão principal da escola, tentando responder às perguntas: PARA QUEM? O QUÊ? COMO? QUANDO? COM QUEM? PARA QUÊ? (Cardim, 2010) e tentar explicar as causas do fenómeno do abandono escolar através do processo de formulação das políticas públicas...

Educação e desenvolvimento: As consequências do abandono escolar precoce na inserção na vida activa. Estudo de caso sobre o ensino básico no concelho de Beja

Mendes, Sandra Maria Carvalho
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2007 Português
Relevância na Pesquisa
86.59%
Nesta dissertação de mestrado, aborda-se a temática do abandono escolar precoce (saída de alunos do sistema educativo antes da conclusão da escolaridade obrigatória), na perspectiva da relação que se estabelece entre o incumprimento dos nove anos de escolaridade obrigatória e a forma como este problema afecta o desenvolvimento duma região, no que respeita ao trabalho e ao mercado de emprego. Este trabalho pretende estabelecer relações entre o abandono escolar precoce e a inserção de jovens desqualificados na vida activa, tendo como estudo de caso a situação num concelho da região do Baixo Alentejo. O objecto de estudo são os jovens que foram alvo de processo administrativo de abandono escolar ao longo de três anos lectivos nas escolas do concelho de Beja. É analisada a actuação das diversas entidades legalmente intervenientes nestes processos administrativos, bem como as características e percursos destes alunos, tendo sido investigado o tipo de actividade que passaram (ou não) a exercer após o abandono da escola.; In this master thesis it is made an approach to premature school dropout theme (students leaving before the nine years normal school system), to the relationship between not fulfiling the normal school of nine years and the way as this problem affects a region development...

Construção de um Instrumento de Diagnóstico de Crianças e Jovens em Risco de Abandono Escolar

Melo, Carina Filipa Pereira
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2008 Português
Relevância na Pesquisa
76.46%
Mestrado em Intervenção Comunitária e Protecção de Menores; No presente estudo, e numa perspectiva de prevenção, analisa-se o problema do abandono escolar precoce, identificando e recolhendo factores de risco a ele associados. Estuda-se e caracteriza-se a situação de Portugal face ao problema, enumerando estratégias de intervenção e prevenção criadas. Tendo em atenção o objectivo do estudo, construção de um instrumento de diagnóstico de crianças e jovens em risco de abandono escolar, elaborou-se a partir da literatura um questionário de avaliação e gestão do risco de abandono escolar que foi aplicado a uma amostra de 102 professores do Ensino Básico (1º, 2º e 3º ciclos), com o intuito de identificar os principais factores de risco atribuídos pelos professores. Feito o tratamento de dados identificaram-se os indicadores que em média os participantes atribuem maior importância: relações parentais negligentes ou abusivas, absentismo escolar, falta de interesse, o fraco investimento na vida escolar e a vida familiar disfuncional. Feita a análise factorial foram identificadas quatro grandes categorias: escolar e social; familiar e cultural; serviços de apoio; e individual, à semelhança das apontadas pela literatura. Deste procedimento resultou a proposta final do instrumento de diagnostico de risco de abandono escolar.; In the present study...

O abandono escolar: uma realidade açoriana

Gaspar, Vanessa M. Leite Ribeiro
Fonte: Instituto Universitário de Lisboa Publicador: Instituto Universitário de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 22/03/2011 Português
Relevância na Pesquisa
76.39%
Mestrado em Educação e Sociedade; A pertinência deste estudo prende-se com o facto de haver um grande número de crianças/jovens açorianas desprovidas de escolaridade mínima obrigatória que se encontram fora da escola e em situação de risco de pré-delinquência. Para o efeito, pretende-se compreender o abandono escolar precoce das crianças açorianas. Em particular, procura-se identificar e analisar as dinâmicas que contribuem para o elevado número de crianças açorianas que abandonam a escola no início do segundo ciclo de ensino, explorando um território em que este fenómeno tem uma incidência forte: o município de Vila Franca do Campo. Marcando como indicadores destas variáveis os níveis de aprovação e de retenção dos alunos, os níveis de aproveitamento, de interesse, de indisciplina, de assiduidade e até as condições socioeconómicas da família de origem e o seu grau de participação na vida escolar dos filhos. Analisando as perspectivas e/ou estratégias de futuro destas crianças, ou seja, até quando pensam estudar, que profissão pensam ter, em que idade se pensam começar a trabalhar. Especula-se que o problema reside na falta de valorização escolar por parte dos progenitores e comunidade local...

A medição e intervenção do abandono escolar precoce: desafios na investigação de um objeto esquivo

Estêvão, Pedro; Álvares, Maria
Fonte: CIES-IUL Publicador: CIES-IUL
Tipo: Trabalho em Andamento
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
96.74%
O indicador de abandono escolar precoce possui uma longa tradição ao nível europeu. É utilizado pelo Eurostat para medir o fenómeno do abandono escolar e pela União Europeia no estabelecimento de metas de política de educação e formação. Corresponde, nesta aceção, à proporção de jovens que não concluíram o nível de ensino secundário (ISCED 3) e que, num dado período de tempo, não se encontram a frequentar qualquer ação formal ou informal de educação ou formação. É, pois, um indicador que tem como referência a certificação de um nível de escolaridade e por isso se trata de uma medida de sucesso escolar que se baseia numa perspetiva abrangente do que são atividades educativas/formativas, incluindo a educação não formal. Até à adoção deste indicador, o abandono escolar em Portugal era medido em função de uma idade legalmente estabelecida para a escolaridade obrigatória. Um jovem encontrava-se em situação de abandono se tivesse saído do sistema de educação/formação antes da idade de referência definida legalmente. Tratava-se, assim, de uma medida de acesso ao sistema formal e não de sucesso escolar, pois não tinha em conta nem o grau de escolaridade atingido nem reconhecia a educação/aprendizagem não formal como parte essencial da educação em geral. Consideramos tratar-se de diferenças muito relevantes que remetem para distintas conceções de educação e formação e do seu papel...

Integração escolar e sucesso educativo na perspectiva de uma comunidade cigana: estudo de caso

Maia, Armanda de Oliveira
Fonte: Universidade Portucalense Publicador: Universidade Portucalense
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2006 Português
Relevância na Pesquisa
56.16%
O estudo que apresentamos inscreve-se num estudo de caso, no campo da educação intercultural. Tem como principal objectivo investigar a integração escolar dos adultos ciganos, a relação entre a cultura escolar e a cultura cigana e o sucesso escolar desses alunos. No processo de investigação usou-se a metodologia quantitativa correlacionada com a qualitativa uma vez que esta se enquadra num estudo etnográfico. Esta pesquisa desenvolveu-se numa escola de 1º ciclo do distrito do Porto, frequentada por um grande número de crianças ciganas. Observamos a situação escolar destas crianças, num período de 5 anos (no período de 2001 até 2006); focamo-nos na análise dos questionários distribuídos a uma amostra de docentes/alunos e encarregados de educação. Analisamos ainda registos de frequência de alunos que atingiram o limite de idade sem terem terminado o 1º ciclo. De um modo geral, verifica-se que estes alunos apresentam elevado absentismo escolar e frequentes problemas de adaptação. É significativo o número de retenções no 2º ano de escolaridade e o abandono escolar precoce das raparigas. É de referenciar ainda, que muitas crianças não frequentam o ensino pré-escolar. Nesta abordagem mostramos como é fundamental a utilização de metodologias adequadas e de uma formação de professores centrada numa abordagem inter/multicultural.

Um olhar sobre o abandono escolar; da compreensão à prevenção e intervenção

Silva, Ana Rita Azevedo Correia
Fonte: [s.n.] Publicador: [s.n.]
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2014 Português
Relevância na Pesquisa
56.34%
Dissertação apresentada à Universidade Fernando Pessoa como parte dos requisitos para a obtenção do grau de Mestre em Serviço Social; O abandono escolar precoce é um grave problema que afeta os alunos, as escolas e o país. Para isso deve ser identificado atempadamente e intercetado por profissionais que atuam diretamente na área. Este trabalho apela à compreensão de quem são os alunos em risco de abandonar a escola, quais os fatores que estão na base deste problema e quais as repercussões a que estes jovens estão sujeitos. Para além desta compreensão, visa também a discussão do que é feito pelas instituições que preveem e promovem a irradicação do abandono da escolaridade à luz dos contributos de diferentes profissionais que trabalham diretamente com esta problemática. O desenho metodológico deste estudo é de carácter exploratório e baseia-se numa pesquisa qualitativa. A técnica escolhida para a recolha de dados foi uma entrevista mediante a aplicação de um guião criado especificamente para este estudo. A amostra deste estudo foi formada por técnicos que trabalham esta problemática, pertencentes a Estabelecimentos de Educação, Ensino e Formação e à Comissão de Proteção de Crianças e Jovens da Área Metropolitana do Porto. Em termos gerais...

Um olhar sobre o (in)sucesso escolar na diversidade cultural: estudo de caso

Martins, Lina Susana Trindade Rodrigues
Fonte: Universidade Aberta de Portugal Publicador: Universidade Aberta de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 3621287 bytes; application/pdf
Publicado em //2007 Português
Relevância na Pesquisa
56.27%
Dissertação de Mestrado em Relações Interculturais apresentada à Universidade Aberta; Resumo - O estudo que apresentamos inscreve-se num estudo de caso, no campo da Educação Intercultural. Tem como principal objectivo investigar se o meio influencia o sucesso escolar dos alunos ciganos, africanos e lusos, a relação entre a cultura escolar e a cultura destes alunos, bem como, as expectativas destes grupos culturais face à escola. No processo de investigação usou-se a metodologia qualitativa correlacionada com a quantitativa uma vez que esta se enquadra num estudo etnográfico. Esta pesquisa desenvolveu-se numa escola de 1.º ciclo do distrito do Porto, frequentada por alunos pertencentes ao grupo cultural cigano, africano e luso, predominando actualmente o grupo cultural cigano. Observamos a situação escolar destas crianças, num período de 4 anos (no período de 2002 até 2006); focamo-nos na análise dos questionários distribuídos a uma amostra de docentes e nas entrevistas realizadas com uma amostra de alunos dos vários grupos culturais considerados com insucesso e sucesso escolar. De um modo geral, verifica-se que os alunos ciganos apresentam elevado absentismo escolar e frequentes problemas de adaptação, o que não se verifica nos alunos lusos e nos alunos africanos. É significativo o número de retenções no 2.º ano de escolaridade e o abandono escolar precoce dos alunos ciganos. Nesta abordagem mostramos como é fundamental a utilização de metodologias adequadas e de uma formação de professores centrada numa abordagem inter/multicultural; Résumé - L'étude que nous présentons s'inscrit dans une étude de cas...

O papel do projecto “Academia Escola Mais” na mediação familiar

Silva, Filomena da
Fonte: Repositório Comum de Portugal Publicador: Repositório Comum de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 18/07/2013 Português
Relevância na Pesquisa
46.43%
Do envolvimento dos pais na vida escolar dos filhos, depende, em boa parte, também o envolvimento e aproveitamento escolar dos alunos (Henderson, 1987, Epstein, 1987, Davies, 1993, Zenhas, 2006, Sanches, 2007). Muitas crianças e jovens imigrantes têm insucesso escolar porque os currículos e os professores não estão preparados para respeitar e valorizar as diferenças linguísticas e culturais (Marques, 1997). Como consequência dessa inadaptação escolar, surge a desmotivação, o insucesso escolar, a ausência e o abandono escolar precoce. Para que o sucesso escolar dessas crianças e jovens se concretize é necessária a intervenção e colaboração de várias parcerias no processo do desenvolvimento da aprendizagem. O presente trabalho desenvolve-se no âmbito da implementação de um projecto de mediação familiar em contexto escolar. O objecto deste estudo é a análise de um estudo de caso - um Projecto de mediação familiar em curso numa escola de Amadora, num Território Educativo de Intervenção Prioritária (TEIP) em que se enquadram alunos provenientes de famílias imigrantes de diversas nacionalidades e de vários níveis socioeconómicos e culturais -. Tem como objectivos conhecer compreender, identificar, descrever e aprofundar as estratégias e actividades desenvolvidas e implementadas com vista à promoção do maior envolvimento das famílias na vida escolar dos alunos...

Deserción escolar en Chile: un estudio de caso en relación con factores intraescolares; School Dropout in Chile: A Study Case in Relation to Intra-school Factors; Deserção escolar no Chile: um estudo de caso sobre fatores intraescolares

Loyola Campos, Javier Ignacio; Centro de Investigación en Educación (CIE), Universidad Ucinf; Espinoza-Díaz, Óscar; Universidad Diego Portales; González, Luis Eduardo; Universidad Ucinf; Santa Cruz-Grau, Eduardo; Programa Interdisciplinario de Inve
Fonte: Universidad de la Sabana Publicador: Universidad de la Sabana
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; cualitativo; info:eu-repo/semantics/publishedVersion
Português
Relevância na Pesquisa
46.43%
Las tasas de abandono escolar que se registran entre la población más pobre de Chile obligan a reponer el fenómeno de la deserción en la agenda de las políticas educativas, ya que de la solución de este problema depende que logre romperse el círculo de la exclusión a fin de poder garantizar un mejor futuro para los adolescentes y jóvenes de sectores vulnerables. El presente artículo tiene como objetivo central identificar los factores de carácter intraescolar que comparativamente tienen una mayor incidencia en el abandono escolar en el ciclo primario de niños y niñas pertenecientes a Cerro Navia, un sector de la ciudad de Santiago de Chile que se caracteriza por sus altos niveles de pobreza. La información cualitativa que sirve de base a este trabajo se obtuvo de entrevistas a dos muestras de 25 casos: una de menores desertores y otra compuesta de niños y niñas de idéntico perfil que permanecen en la escuela. Dicha información fue analizada siguiendo los principios de la Grounded Theory y se refiere a la percepción de los menores y de sus familias en torno a los factores intraescolares de deserción y de retención del alumnado en escuelas públicas de Cerro Navia. Los resultados obtenidos permiten establecer importantes diferencias en los itinerarios educativos de desertores y no desertores...

PREMATURE PREGNANCY: ONE OF THE CONSEQUENCES OF SCHOOL DROPOUT AND UNEMPLOYEMENT; MATERNIDADE PRECOCE: UMA DAS CONSEQÜENCIAS DO ABANDONO ESCOLAR E DO DESEMPREGO

Fonseca, Ana Lucia Barreto da; Araújo, Neuraci Gonçalves de
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 19/08/2004 Português
Relevância na Pesquisa
46.4%
Este estudo teve como objetivos conhecer a condição de educação e trabalho das jovens que vivenciam a maternidade precoce e estabelecer uma relação entre gravidez adolescente e abandono escolar, comparando a realidade educacional e de trabalho de jovens mães de comunidades da Bahia e Sergipe. Para tanto, foram realizadas visitas domiciliares à oitenta adolescentes gestantes ou mães em comunidades carentes das duas capitais. Os resultados apontaram que mais da metade já estavam fora da escola quando engravidaram, e muitas deixaram a escola após saber da gestação. Poucas continuavam os estudos, mesmo tendo uma rede de suporte favorável. A maioria das adolescentes não trabalhava antes de engravidar, algumaspassaram a trabalhar após a maternidade, a maioria exercendo atividades domésticas. Pode-se supor que a educação não esta vinculada à cultura dessas comunidades. O valor social da mulher se restringe ao exercício da maternidade, valorizado no grupo, e que Ihe institui 0 status de adulto. A maternidade precoce, portanto, denota ser mais uma consequência do abandono social a que as jovens de classe baixa estão sujeitas do que provocadora de uma exclusão.; This research aimed lo investigate lhe education and employment situation of young girls who experience prematuro maternity and to establish a relation between teenager pregnancy and school dropout...

Fatores intraescolares associados ao abandono escolar no Chile: um estudo de caso

Díaz,Oscar Espinoza; Guajardo,Dante Castillo; Fiegehen,Luis González; Campos,Javier Loyola; Grau,Eduardo Santa Cruz
Fonte: Centro de Estudos e Intervenção em Educação e Formação (CeiEF); Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias Publicador: Centro de Estudos e Intervenção em Educação e Formação (CeiEF); Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2012 Português
Relevância na Pesquisa
66.37%
O presente artigo tem como objetivo central identificar os fatores de caráter intraescolar que, quando comparados, têm maior incidência no abandono escolar no ciclo primário de crianças de ambos os sexos que vivem em Cerro Navia, uma zona da cidade de Santiago do Chile que se caracteriza por elevados índices de pobreza. A informação qualitativa que serve de base a este trabalho foi obtida através de entrevistas semi-estruturadas aplicadas a duas amostras de 25 casos: uma de menores que abandonaram a escola e outra composta por crianças de ambos os sexos com perfil idêntico que permanecem na escola. Esta informação foi analisada segundo os princípios da análise do discurso e refere-se à perceção dos próprios menores, assim como das suas famílias em relação aos fatores intraescolares de abandono escolar e de permanência dos alunos em escolas públicas de Cerro Navia. Os resultados permitem observar diferenças importantes nos percursos educativos dos que abandonaram a escola e dos que permaneceram na escola, o que indicia o tipo de ações que poderiam adotar os próprios estabelecimentos de ensino de modo a prevenir a abandono escolar precoce dos seus estudantes.