Página 1 dos resultados de 150 itens digitais encontrados em 0.011 segundos

Cursos de língua estrangeira para leitura: teoria e prática, com exemplos para o alemão; Foreign language reading courses: theory and practice, with examples from German

Nascimento, Priscilla Maria Pessutti
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 30/07/2007 Português
Relevância na Pesquisa
70.17116%
Este trabalho busca estabelecer diretrizes teóricas e práticas para a preparação e execução de cursos de língua estrangeira para leitura, com exemplos retirados de um curso de alemão para leitura de textos de Filosofia e Ciências Sociais, realizado através do Centro de Línguas da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo no ano letivo de 2006. Com este trabalho buscamos orientar professores que trabalham com o desenvolvimento da habilidade de leitura em língua estrangeira e levantar questões relacionadas ao tema.; This dissertation tries to establish theoretical and practical guidelines for the preparation and implementation of foreign language reading courses utilizing examples from a German reading course for Philosophy and Social Sciences that took place in 2006 at the Languages Center (Centro de Línguas) of the Faculty of Philosophy, Languages and Social Sciences at the University of São Paulo (Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo). We are attempting to help language teachers who work with the development of foreign language reading skills and to raise questions about this subject.

Aspectos do processamento cognitivo relacionado à produção em língua estrangeira e aprendizagem de falantes não-nativos de alemão: hípótese explicativa; Cognitive processes related to foreign language production and learning of non-native german speakers: explicative hypothesis

Stanich, Kelly
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 30/09/2008 Português
Relevância na Pesquisa
70.101543%
A partir do enfoque da neurociência, a cognição pode ser definida como um processo de aquisição de conhecimento que tem como material a informação do meio em que vivemos e o que já está registrado na nossa memória. Esse processo, que visa à melhor adaptação ao meio, envolve percepção, atenção, memória e ação e nem sempre acontece de forma consciente. Mais do que simplesmente a aquisição de conhecimento, é um processo de conversão de tudo o que é captado pelo aprendiz de acordo com sua identidade e suas experiências. Com base nesse conceito, o presente trabalho propõe um modelo teórico para o processamento cognitivo relacionado à produção em língua estrangeira, fundamentado em teorias recentes da neurociência sobre memória, aprendizagem e processamento de representações de seqüências freqüentes na língua (chunks). Parte-se da hipótese de que os dois níveis ou processos de aprendizagem descritos de várias formas em teorias da linguagem (Krashen 1977, 1982, 1985; McLaughlin 1978; Bialystok 1978; Sinclair 1988; Klein 1992 entre outros) relacionam-se a diferentes sistemas da memória humana, que se diferenciam não pela duração do armazenamento da informação (memórias de curta e longa duração)...

História em quadrinhos na aula de língua estrangeira: proposta de análise de adequação didática e sugestão de exercícios; Comics in the classroom of a foreign language: proposal for analysis of didactics adequacy and suggestions of exercises

Rodriguez, Daví Jaén
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 11/08/2008 Português
Relevância na Pesquisa
70.152114%
O objeto de estudo da presente dissertação é a utilização das histórias em quadrinhos na aula de língua estrangeira, exemplificada a partir da língua alemã. Sua utilização justifica-se por vários motivos: seu caráter motivador e globalizador, a identificação por parte dos aprendizes, sua popularidade e atualidade, a possibilidade de diferentes abordagens, sua capacidade de facilitar os processos de memorização de vocabulário por combinar texto e imagem e porque são autênticos veículos de informações específicas da cultura e do contexto em que se inserem. A didatização das histórias em quadrinhos exige o conhecimento de suas características fundamentais de sistema narrativo composto por dois códigos que interagem (o visual e o verbal) e de uma característica específica: o processo que ocorre na mente do leitor no espaço vazio entre dois quadrinhos, a conclusão. A dissertação apresenta uma introdução a esses conceitos, assim como um procedimento para seleção das histórias em quadrinhos baseado nesses conhecimentos, de forma a otimizar o trabalho do professor de língua estrangeira. O trabalho sugere também um elenco de atividades com histórias em quadrinhos que leva em consideração uma tipologia de exercícios para a aula comunicativa...

As colocações verbais em três dicionários bilíngues e bilemáticos de alemão-português; The verbal collocations in three bilingual and bilemmatical german-portuguese dictionaries

Mahler, Nara Cristina Sanseverino
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 06/11/2009 Português
Relevância na Pesquisa
70.17259%
A presente pesquisa pertence à área de conhecimento chamada Lexicografia e trata da inserção de colocações verbais em dicionários bilíngües e bilemáticos de alemão-português. Tendo em vista que a maioria dos livros didáticos de alemão como língua estrangeira não dá um tratamento adequado a elas, é necessário que o aprendiz procure-as nos dicionários, tanto no momento da decodificação, quanto no da codificação de textos. Essa pesquisa levantou certo número de colocações verbais consideradas fundamentais na formação de um vocabulário-base em situações rotineiras de comunicação, verificando em três dicionários se elas ocorrem e como ocorrem, na tentativa de estabelecer até que ponto tais dicionários se constituem numa ajuda efetiva não só na compreensão, como (principalmente) na produção de textos.; This research belongs to the area of knowledge called Lexicography and treats of the insertions of verbal collocations in bilingual and bilemmatical German- Portuguese dictionaries. Considering that the majority of the didactic books of German as foreign language does not treat them properly, it is necessary that the learner looks them up in dictionaries at the moment of the decoding as well as when coding texts. For this research we selected a certain number of verbal collocations considered fundamental to the formation of a basic vocabulary for routine communication situations...

Alemão como segunda língua estrangeira para aprendizes brasileiros: a influência do inglês em um contexto de aprendizagem plurilíngue; German as a second foreign language to Brazilian learners: the influence of English in a plurilingual learning context

Ferrari, Bianca
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 06/12/2012 Português
Relevância na Pesquisa
60.6242%
O presente trabalho tem como objetivo investigar, a partir de uma abordagem plurilíngue, a influência que a língua inglesa exerce no processo de ensino/aprendizagem de alemão como segunda língua estrangeira para aprendizes brasileiros. Os principais questionamentos da pesquisa se concentram nos processos de transferência linguística positiva e de interferência observados na aprendizagem dos alunos em nível inicial, tendo em vista que as línguas anteriormente aprendidas, principalmente a inglesa, possuem grande potencial de influenciar sua(s) língua(s) subsequente(s). A partir de pesquisas nas áreas de ensino/aprendizagem de alemão como L3 e Alemão após Inglês foi elaborado um questionário de pesquisa respondido por 50 informantes dos níveis A1 a B1 do Quadro Europeu Comum de Referência para as Línguas, alunos do curso de línguas Alemão no Campus, ministrado pela Área de Alemão da Universidade de São Paulo. O questionário foi composto de três partes, referindo-se a primeira às informações sobre o repertório linguístico dos aprendizes, a segunda às percepções e crenças sobre seu processo de aprendizagem, em especial quando da aprendizagem de línguas de parentesco comprovado e a terceira parte a uma produção textual...

Progressão de tópicos gramaticais em cursos de alemão língua estrangeira: estudo empírico de processos de ensino-aprendizagem; Grammatical progression in German courses as a foreign language: empiric study of teaching and learning processes

Garcia, André Luiz Ming
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/09/2014 Português
Relevância na Pesquisa
90.80887%
Neste trabalho, a partir de uma proposta de investigação híbrida, ao combinar elementos da pesquisa quantitativa aos da qualitativo-interpretativista, e com base em arcabouços teóricos advindos da área de alemão língua estrangeira e psicolinguística, entre outras, procura-se comparar os produtos do ensino-aprendizagem de alunos brasileiros de alemão língua estrangeira que aprendem as orações relativas do alemão a partir das propostas de progressão de tópicos gramaticais sintética e analítica, assim como descritas por Wilkins (1978). Para tal, realizaram-se coletas de dados junto a aprendentes que tiveram contato com as orações relativas alemãs em meio institucional, onde se adotava os livros didáticos Schritte International 5 e studio d A2. Considera-se que o ensino de tópicos gramaticais em blocos, com a transmissão de grandes volumes de informação de uma só vez, como na abordagem analítica e mediante o emprego de Schritte, possa gerar uma sobrecarga da memória de trabalho dos aprendizes, enquanto que o ensino da gramática em fases ou ciclos, a partir da abordagem sintética, permita o depósito paulatino de informações na limitada memória de trabalho (e de curta duração), com a possibilidade de que dados se assentem na memória de longa duração e possam ser acessados quando do depósito de novos dados relacionados. O trabalho confirma a hipótese inicial de que ambas as perspectivas...

A imagem no ensino do Alemão (língua estrangeira)

Agostinho, Joana
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 Português
Relevância na Pesquisa
69.488066%
Relatório de Unidade Curricular, Mestrado em Ensino - Inglês e Alemão (Estudos Alemães)Universidade de Lisboa, Faculdade de Letras, 2010; O presente trabalho tem como objectivo salientar algumas reflexões e considerações sobre o uso da imagem no âmbito escolar, destacando a leccionação de uma língua estrangeira. Este relatório científico encontra-se dividido em quatro partes. Em primeiro lugar, apresento uma abordagem teórica sobre a aplicação da imagem, onde menciono as suas funções e a sua relevância didáctica. Depois, encontram-se duas descrições (uma que recai sobre os alunos com quem trabalhei e outra sobre a escola onde realizei o meu estágio). A terceira parte justifica as opções e as escolhas tomadas no que concerne o plano de unidade elaborado no quarto semestre de 2010 e consiste em os planos de aula e a descrição das aulas ministradas no decurso do semestre supracitado. Da quarta parte constam duas avaliações: uma auto-avaliação e uma avaliação dos alunos. Este segmento do relatório científico assenta em os aspectos positivos e negativos relativamente à professora estagiária e aos alunos. Por fim, as fichas de trabalho, as apresentações PowerPoint e outros materiais encontram-se reunidos nos anexos.; Abstract: The aim of this project is to provide some reflections and considerations about the use of images in the classroom especially in foreign language teaching. This paper is divided into four chapters. Firstly...

O imaginário (colonial) no ensino de alemão como língua estrangeira no Brasil

Bohunovsky,Ruth
Fonte: UNICAMP. Departamento de Linguística Aplicada Publicador: UNICAMP. Departamento de Linguística Aplicada
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2005 Português
Relevância na Pesquisa
70.313447%
Este artigo discute o papel da ideologia no ensino de alemão como língua estrangeira no Brasil e aborda questões relacionadas a interrelação linguagem, história e ideologia no material didático tradicional para o ensino de alemão como língua estrangeira.

Língua estrangeira e autonomia: um exemplo a partir do ensino de alemão no contexto brasileiro

Meireles,Selma Martins
Fonte: Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná Publicador: Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2002 Português
Relevância na Pesquisa
70.17116%
O artigo mostra, resumidamente, como as mudanças sociais decorrentes da globalização e das novas exigências do mercado de trabalho determinam mudanças no ensino, de modo a conferir aos aprendizes cada vez mais autonomia, criatividade e espírito crítico. Tomando como exemplo as principais abordagens metodológicas de ensino de alemão como língua estrangeira utilizadas no Brasil, mostra como as mesmas acompanham as mudanças na concepção do papel do aprendiz e da importância das línguas estrangeiras na sociedade. Ilustra também como os novos meios de comunicação de massa, como internet e TV a cabo, influenciam a aprendizagem dessas línguas e abrem novas possibilidades para os estudantes da escola pública.

Processamento cognitivo relacionado à produção em língua estrangeira e aprendizagem de falantes não-nativos de alemão

Stanich,Kelly; Meireles,Selma
Fonte: Universidade de São Paulo/Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas/; Programa de Pós-Graduação em Língua e Literatura Alemã Publicador: Universidade de São Paulo/Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas/; Programa de Pós-Graduação em Língua e Literatura Alemã
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2009 Português
Relevância na Pesquisa
80.191016%
A cognição pode ser definida como um processo de aquisição de conhecimento que tem como material a informação do meio em que vivemos e o que já está registrado na nossa memória. Este processo envolve percepção, atenção, memória e ação, e nem sempre acontece de forma consciente. Mais do que simplesmente a aquisição de conhecimento, é um processo de conversão de tudo o que é captado pelo aprendiz de acordo com sua identidade e suas experiências. Com base nesse conceito, propõe-se um modelo teórico para o processamento cognitivo relacionado à produção em língua estrangeira, fundamentado em teorias recentes da neurociência sobre memória, aprendizagem e processamento de representações de seqüências freqüentes na língua (chunks) e ilustrado com dados referentes ao alemão como língua estrangeira. Como resultado, nota-se que o conhecimento teórico sobre a língua estrangeira e a capacidade de utilizá-la são habilidades complementares que interagem na aprendizagem da mesma, mas como saberes distintos, e não estágios do mesmo conhecimento determinados pelo tempo de aprendizagem ou armazenamento na memória, como sugerem alguns teóricos da área.

Olhares brasileiros e alemães: um estudo sobre percepção, interculturalidade e ensino de língua e cultura estrangeira

Ferreira,Mergenfel A. Vaz
Fonte: Universidade de São Paulo/Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas/; Programa de Pós-Graduação em Língua e Literatura Alemã Publicador: Universidade de São Paulo/Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas/; Programa de Pós-Graduação em Língua e Literatura Alemã
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2011 Português
Relevância na Pesquisa
59.71071%
O presente artigo tem por objetivo apresentar um estudo comparativo da percepção de textos multimodais, mais especificamente, anúncios publicitários impressos em revistas brasileiras e alemãs, por aprendizes brasileiros de ALE (Alemão como Língua Estrangeira) e por aprendizes alemães de PLE (Português como Língua Estrangeira), com especial atenção para a dimensão intercultural envolvida neste processo. Através da análise desenvolvida no estudo, puderam ser identificados tanto os aspectos culturais mais diretamente relacionados a usos linguísticos (uso de pronomes pessoais e formas de tratamento, por exemplo), quanto de aspectos culturais mais subjetivos (a percepção de estados emocionais, a visão de trabalho, entre outros). Este estudo também discute as implicações do vínculo entre as escolhas linguísticas e a cultura para o ensino de LCE (Língua/ Cultura Estrangeira).

Aprendizagem intercultural na formação de professores de Alemão como Língua Estrangeira no Brasil

Monteiro,Maria
Fonte: Universidade de São Paulo/Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas/; Programa de Pós-Graduação em Língua e Literatura Alemã Publicador: Universidade de São Paulo/Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas/; Programa de Pós-Graduação em Língua e Literatura Alemã
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2012 Português
Relevância na Pesquisa
80.481074%
Uma reflexão básica sobre o objetivo da aprendizagem intercultural parece ainda não estar presente nas publicações brasileiras, principalmente na área de Alemão como Língua Estrangeira. Embora a aprendizagem intercultural seja tema de muitos trabalhos da área, o conteúdo e os objetivos parecem ainda ser fixados pelo material didático mais recente do catálogo das editoras alemãs, e isso se reflete na formação dos futuros professores. A solução seria uma integração consequente e sistemática, desde o início do curso, dos conteúdos específicos relativos ao Alemão como Língua Estrangeira no Curso universitário de alemão, através de uma real interdisciplinaridade entre as áreas de Letras e de Ciências Humanas.

A área de alemão como língua estrangeira: desenvolvimento histórico e perspectivas atuais

Dörthe,Uphoff
Fonte: Universidade de São Paulo/Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas/; Programa de Pós-Graduação em Língua e Literatura Alemã Publicador: Universidade de São Paulo/Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas/; Programa de Pós-Graduação em Língua e Literatura Alemã
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2013 Português
Relevância na Pesquisa
80.181367%
O artigo apresenta as linhas gerais do desenvolvimento histórico da área de Alemão como Língua Estrangeira (ALE), desde os anos de 1950 até os dias de hoje, focalizando principalmente o processo de sua institucionalização na Alemanha bem como a crescente projeção da área no âmbito internacional, através de medidas de política linguística e cultural do governo alemão e a comercialização de livros didáticos produzidos para o mercado global.

Aprendizagem do Português como língua não materna na Alemanha: relato de uma experiência no Ensino Básico Alemão

Fortunato, Isabel Maria Pinela
Fonte: Universidade Nova de Lisboa Publicador: Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /06/2015 Português
Relevância na Pesquisa
59.932583%
Esta dissertação de mestrado pretende centrar-se no ensino da Língua Portuguesa como língua não materna. Como suporte de dados e de experiência, irá ser inicialmente desenvolvido o contexto de ensino de Língua Portuguesa a alunos não nativos e não falantes da mesma, focando particularmente o caso do Ensino Básico na Alemanha. Neste ponto inicial, serão revelados alguns dados mais teóricos sobre o ensino de Língua Portuguesa em contextos com alunos não nativos, problematizando pontos críticos no ensino de uma língua estrangeira. Num segundo momento será descrito todo o desenvolvimento do projeto Europeu que promoveu a apresentação de Portugal e da Língua e Cultura Portuguesas a crianças oriundas dos mais diversos países europeus e africanos. Como exemplo, apresenta-se uma experiência pessoal vivida na Alemanha, num estágio numa Escola Básica; assim irão ser confrontadas as anteriormente mencionadas problematizações acerca do ensino de uma Língua Estrangeira num contexto de ensino estrangeiro. É igualmente por essa via que se fará uma ligação com o tópico seguinte, onde se irá explorar a variedade e, sobretudo, a importância de recursos / jogos didácticos e pedagógicos em contexto de sala de aula de Língua Estrangeira. Aqui serão expostas as várias actividades desenvolvidas para promover a aprendizagem da língua através de jogos interativos e lúdicos...

Discursividade de uma lingua "estrangeira" que ja "foi materna" : o alemão de Santa Catarina

Heidi Soraia Berg
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 29/03/2000 Português
Relevância na Pesquisa
60.332754%
No presente trabalho estuda-se o discurso e as representações das línguas alemã e portuguesa em aprendizes de alemão como língua estrangeira em escolas municipais de Blumenau, Santa Catarina. Parte-se da consideração de fatores históricos relativos à imigração alemã no Sul do Brasil. Em seguida, tratam-se questões sobre a situação do ensino da língua alemã nos dias atuais. Para tanto, problematizam-se noções como as de língua materna e língua estrangeira e de identidade lingüística-cultural. Este trabalho está pautado na perspectiva transdisciplinar no campo da linguística Aplicada. Em nossa abordagem, esse percurso transdisciplinar se realiza com a Análise do Discurso e conceituações de estudos recentes na área de Aquisição da Linguagem. O corpus, constituído seguindo lineamentos da proposta AREDA - Análise de Ressonâncias Discursivas em Depoimentos Abertos, é composto por registros de depoimentos obtidos com jovens que tem ou tiveram alemão como língua estrangeira da 5ª até a 8ª série do 1° grau na rede municipal de ensino de Blumenau. A análise discursiva de ressonâncias de modo de dizer "comparativista" e de ressonâncias em torno de itens lexicais ("aprender/ ensinar" , "esquecer/ perder" e "trabalho/ trabalhar') permitiu observar a condensação de sentidos que dizem respeito à configuração de formações discursivas.; Not informed

O poder do livro didatico e a posição do professor no ensino de alemão como lingua estrangeira; The power of the coursebook and the teacher's position in German as a foreign language

Dorthe Uphoff
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 21/08/2009 Português
Relevância na Pesquisa
70.304053%
Esta tese focaliza a relação de poder entre o professor e o livro didático no ensino de alemão como língua estrangeira ("Deutsch als Fremdsprache", "DaF"). Partindo da observação de que os processos de ensino e aprendizagem do idioma costumam ser mediados, no Brasil, por livros didáticos de orientação pós-comunicativa, produzidos na Alemanha para o mercado global, procura-se identificar os motivos dessa prática, bem como seus efeitos para a posição discursiva do professor. Para operacionalizar a proposta, busca-se apoio teórico em ferramentas conceituais oriundas da analítica do poder de Foucault, em especial as noções de poder, resistência, saber e discurso. Com base em uma concepção de poder como um movimento que visa a estruturar o campo de ação do outro, o livro didático usual é descrito como um instrumento de poder que conduz o fazer pedagógico do professor de forma rigorosa e duradoura, ao preestabelecer e hierarquizar os objetos de ensino e determinar a linha metodológica. Uma análise dos discursos que circulam na área de "DaF", a respeito do livro didático, mostra que esse formato convencional do dispositivo é justificado por uma descrença no saber-fazer pedagógico do professor local, além de uma visão crítica das condições de trabalho que o mesmo enfrenta em seu ofício. Assim...

Aprendizagem intercultural na formação de professores de Alemão como Língua Estrangeira no Brasil; Intercultural Learning in the Training of Teachers of German as a Foreign Language in Brazil

Monteiro, Maria
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2012 Português
Relevância na Pesquisa
70.409834%
A reflection on the goal of intercultural learning does not seem to be present in Brazilian publications, especially in the area of German as a Foreign Language. Although intercultural learning is the subject of many papers, contents and objectives seem still to be determined by courseware of German publishers, and this is reflected in the training of future teachers. The solution would be a consistent and systematic integration, since the beginning of the academic studies, of the specific content related to German as a Foreign Language in the undergraduate programs in German, through a real interdisciplinarity of the areas of Language and Literature and the Humanities.; Uma reflexão básica sobre o objetivo da aprendizagem intercultural parece ainda não estar presente nas publicações brasileiras, principalmente na área de Alemão como Língua Estrangeira. Embora a aprendizagem intercultural seja tema de muitos trabalhos da área, o conteúdo e os objetivos parecem ainda ser fixados pelo material didático mais recente do catálogo das editoras alemãs, e isso se reflete na formação dos futuros professores. A solução seria uma integração consequente e sistemática, desde o início do curso, dos conteúdos específicos relativos ao Alemão como Língua Estrangeira no Curso universitário de alemão...

Processamento cognitivo relacionado à produção em língua estrangeira e aprendizagem de falantes não-nativos de alemão

Stanich, Kelly; Meireles, Selma
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2009 Português
Relevância na Pesquisa
70.152114%
Aus der Sicht der Neurowissenschaft kann Kognition als ein Wissenserwerb-Prozess definiert werden, der sowohl Informationen aus der Umwelt als auch aus unserem Gedächtnis verwendet. Der Prozess baut auf Perzeption, Aufmerksamkeit, Gedächtnis und Handeln auf und läuft nicht immer bewusst ab. Es handelt sich dabei aber nicht nur um Wissenserwerb, sondern um die Umwandlung all dessen, was vom Lerner anhand seiner Identität und Erfahrungen wahrgenommen wird. Davon ausgehend wird hier ein theoretisches Modell der Wissensverarbeitung im Rahmen der Produktion in einer Fremdsprache vorgestellt, das auf neuen neurowissenschaftlichen Theorien über Gedächtnis, Lernen und die Verarbeitung von Repräsentationen häufiger linguistischer Sequenzen (chunks) basiert und mit Daten aus dem Bereich Deutsch als Fremdsprache illustriert wird. Aus dem Modell ergibt sich, dass theoretisches Wissen über eine Fremdsprache und die Fähigkeit, die Sprache erfolgreich zu verwenden, als einander ergänzende, während des Lernprozesses miteinander interagierende Fähigkeiten anzusehen sind, und nicht als zwei Phasen einer durch Lernzeit und Speicherung im Gedächtnis bestimmten einheitlichen Kenntnis, wie von manchen Autoren vorgeschlagen wird.; A cognição pode ser definida como um processo de aquisição de conhecimento que tem como material a informação do meio em que vivemos e o que já está registrado na nossa memória. Este processo envolve percepção...

Língua estrangeira e autonomia: um exemplo a partir do ensino de alemão no contexto brasileiro

Meireles, Selma Martins
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 29/11/2004 Português
Relevância na Pesquisa
70.17116%
O artigo mostra, resumidamente, como as mudanças sociais decorrentes da globalização e das novas exigências do mercado de trabalho determinam mudanças no ensino, de modo a conferir aos aprendizes cada vez mais autonomia, criatividade e espírito crítico. Tomando como exemplo as principais abordagens metodológicas de ensino de alemão como língua estrangeira utilizadas no Brasil, mostra como as mesmas acompanham as mudanças na concepção do papel do aprendiz e da importância das línguas estrangeiras na sociedade. Ilustra também como os novos meios de comunicação de massa, como internet e TV a cabo, influenciam a aprendizagem dessas línguas e abrem novas possibilidades para os estudantes da escola pública. Foreign language and autonomy: an example from German teaching in Brazilian context Abstract This paper portrays, in a summarized way, how social changes caused by globalization and new demands from the work market induce changes in the education such as to increase the students’ capacity for autonomy, creativity and critical judgment. The several methodological approaches for teaching German as a foreign language employed in Brazil are used to demonstrate how they follow the changes in the concepts of student’s role and social importance of foreign languages. It also illustrates how new mass media such as internet and cable TV affect the learning of foreign languages and open new possibilities for public school students.

O QUE SABEMOS SOBRE O USO DE ESTRATÉGIAS NO ENSINO DE ALEMÃO COMO LÍNGUA ESTRANGEIRA?

SCHLENKER, Adriana; Celin - UFPR
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 17/05/2013 Português
Relevância na Pesquisa
60.32526%
Este relato tem como foco o uso de estratégias para o estudo e ensino do Alemão como Língua Estrangeira. Aprender uma segunda língua ou uma língua estrangeira, exige, entre outras atividades, o uso de estratégias que facilitem o aprimoramento do idioma. Considerando que cada aluno tem determinado tipo de estudo, é possível que eles se utilizem das estratégias, que aprimorem seu desempenho nos estudos. Ao conhecer seu estilo e o mecanismo das estratégicas, o aluno poderá desenvolver uma forma mais autônoma e segura no aprendizado da língua estrangeira. As considerações aqui relatadas e propostas, visam não somente repensar o uso das estratégias quanto à aplicação destas em sala de aula, mas também em abrir diálogo entre os professores de alemão.