Página 1 dos resultados de 180 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

Acúmulo de antocianinas e características físicas e químicas de frutos de laranjas sanguíneas durante o armazenamento a frio; Accumulation of anthocyanins and characteristics of fruits of blood oranges during cold storage

LATADO, Rodrigo Rocha; TOGNATO, Paola Christovam; SILVA-STENICO, Maria Estela; NASCIMENTO, Lenice Magali do; SANTOS, Pedro César dos
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
27.716553%
Este trabalho teve como objetivo avaliar o conteúdo de antocianinas no suco e as características físicas e químicas dos frutos de oito variedades de laranjas sanguíneas e de laranja Valência, e, também, verificar os efeitos do armazenamento dos frutos a 10ºC, durante um período de até 60 dias, nos parâmetros avaliados. Os teores de antocianina foram determinados utilizando-se de um método espectrofotométrico, assim como dez características físicas e químicas dos frutos e dos sucos foram avaliadas antes e durante o armazenamento. Todas as variedades de laranja avaliadas apresentaram naturalmente baixos teores ou nenhum teor de antocianina no suco. O armazenamento durante um período de até 60 dias, em baixa temperatura, possibilitou acúmulo significativo de antocianina no suco, porém de maneira desigual nas variedades de laranjas sanguíneas testadas. As variedades Moro foram as que apresentaram suco contendo os maiores teores de antocianina no final do armazenamento. À exceção de duas variedades, Sanguinelli (Marrocos e Polidari), as demais variedades sanguíneas avaliadas podem ser consideradas como semelhantes entre si e adequadas ao consumo. O armazenamento dos frutos a 10ºC, durante o período máximo de 60 dias...

Degradação da antocianina e qualidade sensorial de polpa de Juçara (Euterpe edulis) embalada e submetida à pasteurização ; Degradation of anthocyanin and sensory quality Juçara pulp (Euterpe edulis) packaged and subjected to pasteurization

Silva, Guilherme Mei
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/10/2012 Português
Relevância na Pesquisa
27.105327%
Os objetivos deste trabalho foram obter um processo de pasteurização da polpa de juçara embalada em bolsas plásticas (100 mL) de alta, a fim de minimizar a degradação das antocianinas, mantendo as propriedades nutricionais e organolépticas do produto, com viabilidade técnica e econômica para as comunidades tradicionais e agricultores familiares. Para tanto se avaliou a degradação da antocianina e a atividade enzimática presente na polpa de juçara, submetida à acidificação e pasteurização depois de embalada; armazenada por 60 dias; e monitorou-se a qualidade da polpa mediante análises físicas, químicas e sensoriais. A polpa foi acidificada com ácido cítrico a pH 4,0. A outra parte não sofreu processo de acidificação. Em seguida, a polpa foi embalada em sacos de polipropileno diferenciado. Por fim, as polpas, acidificadas com ácido cítrico a pH abaixo de 4,0 e não acidificada, foram submetidas aos seguintes tratamentos: armazenada sob refrigeração a 6 °C; armazenada sob congelamento a -17 °C; pasteurizada a 80 °C por 5 minutos e armazenada sob refrigeração a 6 °C; pasteurizada a 80 °C por 5 minutos e armazenada sob congelamento a -17 °C; Num segundo momento, após a realização das análises do primeiro processo...

Filme biodegradável à base de fécula de mandioca como potencial indicador de mudança de pH.; Biodegradable film based on cassava starch as patential indicator of pH change.

Zetty Arenas, Ana Maria
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 26/06/2012 Português
Relevância na Pesquisa
27.591172%
A cada dia é mais crescente a necessidade e interesse no desenvolvimento de embalagens competitivas e com maior valor agregado. Visando atender a necessidade de consumidores cada vez mais exigentes e preocupados com o meio ambiente, este trabalho propôs o uso do pigmento natural antocianina no desenvolvimento de filmes biodegradáveis para potencial uso como embalagem inteligente, indicadora de mudança de pH. Os filmes foram elaborados pela técnica de casting tendo como formulação base fécula de mandioca (Manihot esculenta Crantz), argila esmectita sódica, glicerol, etanol e água, e incorporados com duas concentrações de antocianina (0,05 e 0,10) g/100 g de solução filmogênica, e em uma segunda fase, ácido cítrico foi incorporado à matriz polimérica a fim de estudar a influência do pH da solução filmogênica (2,8 e 4,3) sobre o desempenho do filme empregado como embalagem. Os filmes foram avaliados quanto as suas propriedades mecânicas (resistência máxima à tração e porcentagem de elongação na ruptura), físico-químicas (atividade de água, umidade, espessura), de barreira (permeabilidade ao vapor dágua e ao oxigênio) e análise de mudança de cor. Em seguida à caracterização, a atividade indicadora de pH foi testada com peixe cru embalado em recipientes de vidro tampados com o filme. Os recipientes foram acondicionados em temperatura ambiente e sob três temperaturas distintas de refrigeração...

Avaliação da degradação de pelargonidina durante a secagem de morangos

Venencio, Gaspar
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
27.105327%
O morango tem uma composição química rica em vitaminas e minerais essenciais para o corpo humano, e também proporciona compostos minoritários de enorme importância na saúde, como são as antocianinas. As antocianinas têm sido estudadas devido ao seu provável papel na redução das doenças coronarianas, câncer, diabetes, efeitos anti-inflamatórios, melhoramento da acuidade visual e comportamento cognitivo. Contudo, estes compostos são sensíveis ao calor e a luz ultravioleta. Na indústria do morango, a secagem é utilizada para prolongar a vida de prateleira, assim como diminuir o risco de doenças alimentares, agregar valor e conservar o produto sem a necessidade de tecnologias de frio. Entretanto, esse processo pode provocar alterações indesejáveis no fruto, como a degradação de antocianinas. O seguinte trabalho estudou a degradação de antocianinas em morangos durante o processo de secagem a temperaturas de 50, 60 e 65°C, apresentando uma correlação com os modelos matemáticos, logarítmico (50 e 65°C) e de dois termos exponenciais (60°C). A antocianina presente em maior quantidade no fruto é a pelargonidina-3- glicose. Durante o processo se observou uma degradação de pelargonidina em torno de 40% nas temperaturas de 60 e 65°C...

Estudo da cinética de degradação de antocianina em suco de mirtilo durante o tratamento térmico

Guimarães, Pâmela Virgínia Ramos; Kechinski, Carolina Pereira; Tesaro, Isabel Cristina; Noreña, Caciano Pelayo Zapata
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
27.105327%

Acúmulo de antocianinas e características físicas e químicas de frutos de laranjas sanguíneas durante o armazenamento a frio

Latado, Rodrigo Rocha; Tognato, Paola Christovam; Silva-Stenico, Maria Estela; Nascimento, Lenice Magali do; Santos, Pedro César dos
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 604-610
Português
Relevância na Pesquisa
27.716553%
Este trabalho teve como objetivo avaliar o conteúdo de antocianinas no suco e as características físicas e químicas dos frutos de oito variedades de laranjas sanguíneas e de laranja Valência, e, também, verificar os efeitos do armazenamento dos frutos a 10ºC, durante um período de até 60 dias, nos parâmetros avaliados. Os teores de antocianina foram determinados utilizando-se de um método espectrofotométrico, assim como dez características físicas e químicas dos frutos e dos sucos foram avaliadas antes e durante o armazenamento. Todas as variedades de laranja avaliadas apresentaram naturalmente baixos teores ou nenhum teor de antocianina no suco. O armazenamento durante um período de até 60 dias, em baixa temperatura, possibilitou acúmulo significativo de antocianina no suco, porém de maneira desigual nas variedades de laranjas sanguíneas testadas. As variedades Moro foram as que apresentaram suco contendo os maiores teores de antocianina no final do armazenamento. À exceção de duas variedades, Sanguinelli (Marrocos e Polidari), as demais variedades sanguíneas avaliadas podem ser consideradas como semelhantes entre si e adequadas ao consumo. O armazenamento dos frutos a 10ºC, durante o período máximo de 60 dias...

Influencia do anel B na estabilidade das antocianidinas e antocianinas

Maria do Carmo Guedes
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 11/01/1994 Português
Relevância na Pesquisa
27.40609%
Os extratos metanólicos da berinjela, amora e morango foram fracionados e as principais antocianinas das frações foram identificadas e usadas para estudar sua estabilidade. Cada aniocianína foi identificada por cromatografia em papel, características espectrocópicas e reações químicas especificas, A estabilidade de cada antocianina e sua agi i cona, assim como seus complexos com ácido tânico e ácido gálico, foi estimada determinando-se a perda de absorbância no λmax em função do tempo sob irradiação à luz e no escuro a diferentes pHs. A partir dos vai ores de absorbância foram calculadas as constantes de velocidade de reação de pseudo primeira ordem assim como d tempo de meia vida para cada sistema. As seguintes aniocianinas foram identificadas a partir da berinjela, amora e morango; deifinidina 3-rutinosídeo, cianidina 3-glicosídeo e pelargonidina 3-glicosídeo, respectivamente. Enquanto a complexação de cada antocianina e a aglicona com ácido tânico (1:2 mols) produziu uri considerável aumento nos valores do tempo de meia vida dos pigmentos, a complexação com ácido gálico nla aumentou a resistência da delfinidina 3-rutinosideo à luz e ao aumento do pH de 1,5 para 2,0. Luz foi o efeito mais destrutivo para a cor dos pigmentos...

Extração de antocianina de casca de uva Isabel

Mezaroba, Maria Elizabeth de Paula Cançado
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 91 f.| il., grafs., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
37.591172%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Tecnológico. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química; Este estudo objetivou avaliar a concentração de antocianina (corantes naturais) presentes no suco extraído da casca de uva da variedade Isabel . No processo de extração de antocianinas foram utilizados água e condensado vegetal com dióxido de enxofre a diferentes concentrações (1200, 1500, 2000ppm) com e sem enzima e etanol acidificado a 1% com e sem enzima. O suco da casca de uva com a maior concentração de antocianina ocorreu na extração utilizando como solvente água com concentração de 2000 ppm de dióxido de enxofre, para a casca da safra 2001, e que a mistura de 5% do suco da extraído da casca com condensado vegetal com o suco integral apresentou resultados de analises dentro dos padrões da legislação para suco de uva. Em escala industrial sugerimos a utilização, como solvente para a extração do suco da casca o condensado vegetal com dióxido de enxofre a 2000 ppm.

Microencapsulação do corante natural antocianina em matriz polimérica de quitosana e quitosana/alginato através das técnicas de impregnação, coacervação e spray drying

Horst, Bethânia Luiza
Fonte: Florianópolis, SC Publicador: Florianópolis, SC
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 79 f.| il., grafs., tabs.
Português
Relevância na Pesquisa
37.591172%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências Físicas e Matemáticas. Programa de Pós-Graduação em Química; Este estudo investiga o potencial das matrizes poliméricas de quitosana e quitosana/alginato como agentes encapsulantes para o corante natural antocianina. O corante foi microencapsulado em matriz polimérica de quitosana através das técnicas de impregnação e spray drying e em matriz polimérica de quitosana/alginato através das técnicas de impregnação, coacervação e spray drying. Os produtos resultantes da microencapsulação do corante foram caracterizados por: IV, TGA, DSC e MEV sendo que, tais técnicas comprovaram a eficiência dos métodos empregados no preparo das amostras. As análises de IV e DSC para as amostras de quitosana e quitosana/alginato contendo antocianina sugerem a presença de interações entre corante e matriz polimérica. Análises de MEV revelam que as amostras microencapsuladas apresentaram-se sem poros ou fissuras aparentes, garantindo desta forma, a preservação das características do corante. No estudo de microencapsulação, pela técnica de spray drying, observou-se a influência da temperatura de secagem na produção das amostras, sendo escolhida a temperatura de 160 oC para a produção das partículas. As amostras produzidas por spray drying consistem em pós coloridos e bastante solúveis em água sendo observado o tempo de dissolução total em torno de dez (10) minutos. Após análise morfológica das partículas produzidas através desta técnica...

Impregnação do corante natural antocianina em Matriz polimérica de quitosana e quitosana/ alginato E estudos de liberação

LEIDENS, Karen
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 55 f.
Português
Relevância na Pesquisa
37.40609%
TCC (graduação) - Universidade Federal de Santa Catarina. Centro de Ciências Físicas e Matemáticas. Curso de Química.; Novas fontes de corantes naturais tem sido motivo de intensas pesquisas realizadas com intuito de substituir os corantes sintéticos utilizados pela indústria de alimentos. Porém, a instabilidade dos corantes naturais frente a fatores como pH, oxigênio, luz e temperatura, torna necessário o desenvolvimento de técnicas para reduzir a instabilidade e prolongar o tempo de vida útil destes compostos. O aparecimento progressivo de restrições na utilização de corantes sintéticos, devido a problemas toxicológicos e/ou alérgicos, favorece o desenvolvimento de novas formas de proteção aos produtos naturais. Neste trabalho, foi investigada a eficiência dos biopolímeros quitosana e quitosana/ alginato no processo de microencapsulação do corante natural antocianina. Foram preparadas microesferas de quitosana e quitosana/ alginato pelo método de separação de fases via coacervação simples. O corante foi impregnado nas microesferas de quitosana e quitosana/ alginato a partir do método de impregnação através, da técnica de adsorção por contato. A quantidade de corante impregnado foi determinada por espectrometria eletrônica de UV-Vis. As diferentes amostras de microesferas foram caracterizadas por IV...

Herança da pigmentação com antocianina em Crotalaria juncea L.

Miranda,Manoel Albino Coelho de; Bulisani,Eduardo Antonio; Teixeira,João Paulo Feijão; Mascarenhas,Hipólito Assunção Antonio
Fonte: Instituto Agronômico de Campinas Publicador: Instituto Agronômico de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/1989 Português
Relevância na Pesquisa
37.40609%
Com a finalidade de obter informações sobre genes marcadores, foram hibridadas, manualmente, linhagens de crotalária contrastantes em relação à cor no hipocótilo, na base das asas das flores e das sementes. As sementes das gerações paternais, de F1, F2 e do retrocruzamento para o pai recessivo, foram semeadas em casa de vegetação para o estudo da segregação. Verificou-se que a presença é dominante em relação à ausência de pigmentação com antocianina, que a herança deste caráter é monogênica e que há efeito pleiotrópico entre sementes pigmentadas, pinta púrpura na base das asas das flores e hipocótilo roxo. Aventou-se a existência de polimeria na geração F2, uma vez que dentro das plantas com sementes pigmentadas foi possível a separação das sementes em cinco classes de intensidade de coloração. Sugeriu-se o símbolo Aa - para presença e aa aa - para ausência de pigmentação como discriminante do referido lócus.

Acúmulo de antocianinas e características físicas e químicas de frutos de laranjas sanguíneas durante o armazenamento a frio

Latado,Rodrigo Rocha; Tognato,Paola Christovam; Silva-Stenico,Maria Estela; Nascimento,Lenice Magali do; Santos,Pedro César dos
Fonte: Sociedade Brasileira de Fruticultura Publicador: Sociedade Brasileira de Fruticultura
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2008 Português
Relevância na Pesquisa
27.716553%
Este trabalho teve como objetivo avaliar o conteúdo de antocianinas no suco e as características físicas e químicas dos frutos de oito variedades de laranjas sanguíneas e de laranja Valência, e, também, verificar os efeitos do armazenamento dos frutos a 10ºC, durante um período de até 60 dias, nos parâmetros avaliados. Os teores de antocianina foram determinados utilizando-se de um método espectrofotométrico, assim como dez características físicas e químicas dos frutos e dos sucos foram avaliadas antes e durante o armazenamento. Todas as variedades de laranja avaliadas apresentaram naturalmente baixos teores ou nenhum teor de antocianina no suco. O armazenamento durante um período de até 60 dias, em baixa temperatura, possibilitou acúmulo significativo de antocianina no suco, porém de maneira desigual nas variedades de laranjas sanguíneas testadas. As variedades Moro foram as que apresentaram suco contendo os maiores teores de antocianina no final do armazenamento. À exceção de duas variedades, Sanguinelli (Marrocos e Polidari), as demais variedades sanguíneas avaliadas podem ser consideradas como semelhantes entre si e adequadas ao consumo. O armazenamento dos frutos a 10ºC, durante o período máximo de 60 dias...

Efeito regulatório de flavonóides e de carmim nos níveis de lipídeos em ratos Wistar

Oliveira,T.T.; Pereira,W.L.; Nagem,T.J.; Pinto,A.S.; Santos,C.A.
Fonte: Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Publicador: Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2002 Português
Relevância na Pesquisa
27.40609%
Estudou-se a ação de biochanina A isolada e em associação com os corantes naturais antocianina e carmin sobre o metabolismo lipídico de ratos. Foram dosados colesterol, colesterol-HDL e triacilgliceróis após administração de duas doses dos compostos isoladamente e em misturas, sendo a primeira imediatamente após a administração do triton e a segunda 20 horas depois. O sangue foi analisado 43 horas após a administração do triton. Os resultados mostraram que a associação biochanina A + antocianina e biochanina A + carmin apresentaram os melhores resultados para colesterol total e triacilglicerol.

Embalagens e recobrimento em lichias (Litchi chinensis Sonn.) armazenadas sob condições não controladas

Lima,Rafaella Araújo Zambaldi; Abreu,Celeste Maria Patto de; Asmar,Simone Abreu; Corrêa,Angelita Duarte; Santos,Custódio Donizete dos
Fonte: Editora da Universidade Federal de Lavras Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2010 Português
Relevância na Pesquisa
27.40609%
A lichia (Litchi chinensis Sonn.) é um fruto subtropical de alto potencial comercial devido ao seu sabor levemente acidificado, excelente aroma, alto valor nutritivo e atrativa cor vermelha da casca. Ainda no campo, a cor da casca altera-se facilmente, tornando-se escurecida em resposta a estresses (alterações da umidade relativa e ataque de patógenos). Após colhida, a casca da lichia perde rapidamente sua cor vermelha. O escurecimento da casca tem sido atribuído a rápida degradação da antocianina, assim como: à rápida perda de umidade pelo fruto e à atividade de enzimas oxidativas como polifenoloxidases e peroxidases. Dada essa alta perecibilidade, o controle do escurecimento é fundamental para o aumento na vida útil pós-colheita, visando ao mercado interno e à exportação de frutas. Avaliou-se, neste trabalho, o comportamento pós-colheita de lichias da cv. Bengal quanto ao escurecimento da casca e às modificações relacionadas com a qualidade da polpa de lichias submetidas a diferentes embalagens: bandeja recoberta com filme de polietileno de baixa densidade com e sem perfurações e frutos recobertos com película de fécula de mandioca (3%). Os frutos foram mantidos em temperatura ambiente (25,1ºC±1,5ºC; 69...

Avalia??o dos par?metros sang??neos de hepatotoxicicidade em coelhos normais submetidos a tratamentos com antocianina e antocianina + naringenina

Ribeiro, Joselito Nardy; Oliveira, T?nia Toledo de; Nagem, Tanus Jorge; Ferreira J?nior, Davilson Bragine; Pinto, Alo?sio da Silva
Fonte: Universidade Federal de Ouro Preto Publicador: Universidade Federal de Ouro Preto
Tipo: Artigo publicado em periodico
Português
Relevância na Pesquisa
37.591172%
Diversos trabalhos t?m atribu?do aos flavon?ides in?meras propriedades farmacol?gicas. Dentre esses flavon?ides a antocianina (extra?da da uva roxa) e a naringenina (extra?da da laranja) demonstraram redu??o dos n?veis sang??neos de glicose e triacilglicerol em coelhos diab?ticos. Apesar de, segundo relatos na literatura, a toxicidade em rela??o flavon?ides parecer rara, s?o citadas rea??es adversas, quando usa-das doses farmacol?gicas cr?nicas, como hepatite e perda de peso de alguns ?rg?os como o f?gado. O presente ensaio teve como objetivo investigar se as subst?ncias testadas nessas doses terap?uticas ocasionavam algum efeito adverso no metabolismo hep?tico de coelhos normais. O experimento teve 30 dias de dura??o, sendo as medidas de peso e dosagens dos constituintes do sangue (prote?nas totais, alanina aminotransferase, aspartato aminotransferase, gama glutamiltranspeptidase) realizadas a 0, 15 e 30 dias. Os resultados indicaram que, de modo geral, as subst?ncias teste n?o ocasionaram altera??es relevantes no metabolismo desses animais saud?veis. ____________________________________________________________________________________________________

Efeito de antocianina e pr?polis em diabetes induzida em coelhos

Oliveira, T?nia Toledo de; Nagem, Tanus Jorge; Pinto, Alo?sio da Silva; Message, Dejair; Tinoco, Adelson Luiz Ara?jo; Magalh?es, Neuza Maria de; Silva, Jos? Francisco da; Huertas, Alfredo Alcides Goicochea; Pinto, Jos? Geraldo; Pezerico, Graciela Bergamas
Fonte: Universidade Federal de Ouro Preto Publicador: Universidade Federal de Ouro Preto
Tipo: Artigo publicado em periodico
Português
Relevância na Pesquisa
37.807104%
A s?ndrome cl?nica da diabetes ? caracterizada pela redu??o da capacidade de metaboliza??o de carboidratos e gorduras, resultando em aumento dos n?veis s?ricos de glicose (hiperglicemia) e lip?dios (hiperlipidemia), acarretando em degenera??o vascular prematura. O objetivo do presente trabalho foi testar os efeitos da antocianina e do pr?polis ministrados nas doses de 20mg e 150mg, respectivamente, em coelhos diab?ticos para a verifica??o dos efeitos sobre os n?veis de glicose e triacilglicerol. Os grupos experimentais de coelhos estudados foram: Grupo 1- grupo controle que somente recebeu ra??o; Grupo 2- grupo diab?tico que recebeu ra??o mais aloxano; Grupo 3- grupo diab?tico que recebeu ra??o, aloxano e 1 c?psula de antocianina (20mg) diariamente; Grupo 4- grupo diab?tico que recebeu ra??o, aloxano e 1 c?psula de pr?polis (150mg) diariamente. Os Grupos 3 e 4 foram submetidos a vinte e oito dias de tratamento, com dosagem semanal dos n?veis sangu?neos de glicose e de triacilglicerol. De acordo com os resultados obtidos, pode-se observar que, durante todo o per?odo experimental, a antocianina foi mais eficaz, em induzir a queda dos n?veis de glicose, com redu??es de 10,78% aos 7 dias, 10,54% aos 14 dias, 17,33% aos 21 dias e 28...

Associations of flavonoids and natural dyes in the control of lipidic metabolism

Santos, Kelly Fabiane Ricardo; Oliveira, T?nia Toledo de; Nagem, Tanus Jorge; Pinto, Alo?sio da Silva; Stringheta, Paulo C?sar
Fonte: Universidade Federal de Ouro Preto Publicador: Universidade Federal de Ouro Preto
Tipo: Artigo publicado em periodico
Português
Relevância na Pesquisa
27.716553%
El presente trabajo estudia el efecto de rutina y naringenina, administradas en forma aislada o asociadas con antocianina y monascus, sobre el metabolismo lip?dico de ratas. Para eso, dichos compuestos fueron disueltos en propilenglicol y suministrados dos veces por v?a intraperitoneal a la dosis de 5 mgkg de peso. La primera dosis fu? administrada inmediatamente despu?s de la administraci?n de Tnt?n, sustancia responsable por La inducci?n de la hiperlipidemia, y la segunda veinte horas despu?s. Despu?s de 43 horas de la administraci?n de la primera dosis y del Triton, se extrajo sangre y se determin? el contenido de colesterol total, colesterol-HDL y triacilglic?ridos. Los resultados han evidenciado mayores porcentajes de reducci?n del colesterol para naringenina + monascus y naringenina + antocianina, rutina + monascus y rutina + antocianina. En el caso del colesterol-HDL los mejores resultados fueron obtenidos con naringenina sola y finalmente para los triacilglic?rjdos las mayores reducciones fueron halladas con naringenina, naringenina + monascus y rutina + antocianina. ____________________________________________________________________________________________________; ABSTRACT: The present work evaluates the effects of rutin and naringenin...

Embalagens e recobrimento em lichias (Litchi chinensis Sonn.) armazenadas sob condições não controladas

Fonte: Editora da Universidade Federal de Lavras Publicador: Editora da Universidade Federal de Lavras
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Português
Relevância na Pesquisa
27.40609%
A lichia (Litchi chinensis Sonn.) é um fruto subtropical de alto potencial comercial devido ao seu sabor levemente acidificado, excelente aroma, alto valor nutritivo e atrativa cor vermelha da casca. Ainda no campo, a cor da casca altera-se facilmente, tornando-se escurecida em resposta a estresses (alterações da umidade relativa e ataque de patógenos). Após colhida, a casca da lichia perde rapidamente sua cor vermelha. O escurecimento da casca tem sido atribuído a rápida degradação da antocianina, assim como: à rápida perda de umidade pelo fruto e à atividade de enzimas oxidativas como polifenoloxidases e peroxidases. Dada essa alta perecibilidade, o controle do escurecimento é fundamental para o aumento na vida útil pós-colheita, visando ao mercado interno e à exportação de frutas. Avaliou-se, neste trabalho, o comportamento pós-colheita de lichias da cv. Bengal quanto ao escurecimento da casca e às modificações relacionadas com a qualidade da polpa de lichias submetidas a diferentes embalagens: bandeja recoberta com filme de polietileno de baixa densidade com e sem perfurações e frutos recobertos com película de fécula de mandioca (3%). Os frutos foram mantidos em temperatura ambiente (25,1ºC±1,5ºC; 69...

EFEITO DE ANTOCIANINA E PRÓPOLIS EM DIABETES INDUZIDA EM COELHOS; EFFECTS OF ANTHOCYANIN AND PROPOLIS IN DIABETIC RABBITS

Oliveira, Tânia Toledo de; Nagem, Tanus Jorge; Pinto, Aloísio Silva; Message, Dejair; Tinoco, Adelson Luiz Araújo; Magalhães, Neuza Maria; Silva, José Francisco; Huertas, Alfredo Alcides Goicochea; Pinto, José Geraldo Pinto Geraldo; Pezerico, Gracie
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 30/12/2002 Português
Relevância na Pesquisa
27.716553%
A síndrome clínica da diabetes é caracterizada pela redução da capacidade de metabolização de carboidratos e gorduras, resultando em aumento dos níveis séricos de glicose (hiperglicemia) e lipídios (hiperlipidemia), acarretando em degeneração vascular prematura. O objetivo do presente trabalho foi testar os efeitos da antocianina e do própolis ministrados nas doses de 20mg e 150mg, respectivamente, em coelhos diabéticos para a verificação dos efeitos sobre os níveis de glicose e triacilglicerol. Os grupos experimentais de coelhos estudados foram: Grupo 1- grupo controle que somente recebeu ração; Grupo 2- grupo diabético que recebeu ração mais aloxano; Grupo 3- grupo diabético que recebeu ração, aloxano e 1 cápsula de antocianina (20mg) diariamente; Grupo 4- grupo diabético que recebeu ração, aloxano e 1 cápsula de própolis (150mg) diariamente. Os Grupos 3 e 4 foram submetidos a vinte e oito dias de tratamento, com dosagem semanal dos níveis sanguíneos de glicose e de triacilglicerol. De acordo com os resultados obtidos, pode-se observar que, durante todo o período experimental, a antocianina foi mais eficaz, em induzir a queda dos níveis de glicose, com reduções de 10,78% aos 7 dias, 10,54% aos 14 dias...

Mudanças físicas e químicas durante a maturação de frutos de amora preta; Physical and chemical changes during ripening of blackberry fruits

Tosun, Ilkay; Ustun, N. Sule; Tekguler, Belkis
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz Publicador: Universidade de São Paulo. Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/02/2008 Português
Relevância na Pesquisa
27.40609%
Amora preta (blackberry, Rubus L.) é uma fruta que cresce naturalmente na península de Anatolia. O consumo de suas frutas frescas ou congeladas aumentou nos últimos anos na Turquia. Este estudo teve por objetivo analisar amoras pretas colhidas em três níveis de maturação, levando em conta propriedades físicas e químicas das frutas (cor, matéria seca, sólidos solúveis, açúcar total, acidez titulável, pH, fenóis totais, antocianina total e sais minerais) para melhor compreender o processo de maturação. As frutas foram colhidas nos estágios verde, vermelho e maduro. A determinação do estágio maduro foi baseada na cor da superfície das frutas. A materia seca, os fenóis totais e os valores de Hunter L, b diminuiram mas os sólidos solúveis, açúcares totais e total de antocianina decresceram em função do nível de maturação. Nos estágios iniciais de maturação, o pH decresceu, a acidez titulável e o valor a de Hunter aumentaram enquanto nos estágios posteriores o pH aumentou, a acidez titulável e o valor a de Hunter decresceram consideravelmente. A análise de variância revelou diferenças nestes parâmetros (P < 0,01), baseada nos estágios de maturação. Não houve mudanças marcantes nos conteúdos de potássio...