Página 1 dos resultados de 218 itens digitais encontrados em 0.006 segundos

Mexico 1982 e 1994 : duas crises de balanço de pagamentos

Ehrlich, Denise
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
98.99117%
O estudo trata dos fatores que influenciaram na geração das crises mexicanas de balanço de pagamentos de 1982 e 1994 e os processos de retomada do crescimento econômico do país. A questão é analisada sob o prisma da importância relativa dos fatores político-institucionais na geração e recuperação dessas crises.

Fragilidade financeira e restrição no balanço de pagamentos : ‰b uma abordagem pos-keynesiana

Andre Luis Mota dos Santos
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 19/12/2005 Português
Relevância na Pesquisa
99.63535%
Esta dissertação tem como principal objetivo desenvolver uma família de modelos formais em que sejam consideradas restrição no balanço de pagamentos e fragilidade financeira, sendo esta tomada no sentido minskyano. O trabalho está organizado em cinco capítulos, levando em conta a apresentação e as últimas observações. O segundo capítulo tem por objetivo analisar os dois principais modelos de crescimento com inspiração minskyana, além de revisar aspectos principais da teoria de Minsky e tecer considerações sobre as hipóteses da instabilidade e da fragilidade em uma economia aberta. O terceiro capítulo trata dos principais modelos de crescimento com restrição no balanço de pagamentos, cuja expressão mais conhecida é a Lei de Thirlwall. No capítulo posterior, faz-se uma tentativa de empreender o tratamento de restrição no balanço de pagamentos e de fragilidade financeira num único modelo. Especificações diferentes para a variação do prêmio de risco permitem a construção de uma família de modelos, sendo que dois destes exigem resolução numérica e um é passível de interpretação geométrica (qualitativa). Este, no curto prazo, é capaz de descrever o mecanismo de stop-and-go, que economias com restrição ao crescimento dada pelo balanço de pagamentos enfrentam...

O modelo de crescimento liderado pelas exportações e restringido pelo balanço de pagamentos revisitado; The export-led and balance-of-payments constrained growth model revisited

Rafael Saulo Marques Ribeiro
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 04/05/2012 Português
Relevância na Pesquisa
99.00649%
Este trabalho busca contribuir para a literatura teórica sobre crescimento e desenvolvimento econômico dentro da escola de pensamento keynesiana/kaldoriana por meio de uma estrutura analítica que procura reconciliar ambos os modelos, tanto o de crescimento liderado pelas exportações (Dixon & Thirlwall, 1975) quanto o de crescimento restringido pelo balanço de pagamentos (Thirlwall, 1979) em uma especificação matemática mais geral. Feito isso, partindo do modelo revisitado, faremos algumas considerações acerca do papel da taxa de câmbio como ferramenta de política macroeconômica por meio de simulações como experimento teórico.; This work attempts to contribute theoretically to the literature on growth and development within the Keynesian-Kaldorian school of thought by providing an analytical framework that seeks to reconciliate both the export-led (Dixon & Thirlwall, 1975) and the balance-of-payments constrained growth (Thirlwall, 1979) models into a further general mathematical specification. Provided the revisited model, we will assess the role played by the exchange rate as a macroeconomic policy tool by using computational simulation as a theoretical experiment.

Um modelo tock-flow consistent (SFC) com crescimento restrito pelo balanço de pagamentos; A stock-flow consistent (SFC) model with growth constrained by the balance of payments

Caio Torres Mazzi
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/02/2013 Português
Relevância na Pesquisa
98.99117%
Este trabalho busca integrar dois importantes ramos da literatura pós-keynesiana: a chamada abordagem stock-flow consistent (SFC), cujas origens estão em trabalhos como Godley e Cripps (1983) e Godley (1997), entre outros; e a teoria do crescimento restrito pelo balanço de pagamentos (BPC), inaugurada no modelo seminal de Thirlwall (1979). Após uma breve revisão bibliográfica de ambas as literaturas, são construídas um modelo stock-flow consistent com crescimento e restrição externa. Utiliza-se o modelo para simular diferentes tipos de fluxos internacionais de capitais, que demonstram ter efeitos bastante distintos sobre a economia local.; The aim of this dissertation is the integration of two important branches of the Post Keynesian literature: the so called stock-flow consistent (SFC) approach, with origins that can be found in Godley and Cripps (1983) and Godley (1997), among others; and the theory of balance of payments constrained growth (BPC), initiated in the seminal model of Thirlwall (1979). After a brief review of both literatures, a stock-flow consistent model with growth and a balance of payments constraint is developed. The model is used to simulate international capital flows of various kinds, which demonstrate to have very different effects on the local economy.

Crescimento econômico secular no Brasil, modelo de Thirlwall e termos de troca

Vieira,Fabrício de Assis C.; Holland,Márcio
Fonte: Instituto de Economia da Universidade Estadual de Campinas Publicador: Instituto de Economia da Universidade Estadual de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2008 Português
Relevância na Pesquisa
98.56075%
Explicar o crescimento econômico brasileiro no século XX é realmente desafiador. Como mostrado no trabalho, o Brasil já experimentou melhores taxas de crescimento e atualmente o país se encontra distante da belle époque. Este trabalho analisa o modelo de Thirlwall de restrição no balanço de pagamentos para o crescimento econômico brasileiro no período 1900-2005, destacando a importância dos termos de troca. Os resultados mostraram que os termos de troca são significativos na função de demanda por importações, alterando a elasticidade-renda, especialmente no subperíodo 1900-1970, e, segundo, que quando o modelo mais simples de Thirlwall é controlado pelos termos de troca, parece que tal variável afeta a performance econômica do país através das taxas de crescimento das importações.

Mobilidade de capitais e crescimento econômico: elementos para uma síntese teórica

Meyrelles Filho,Sérgio F.; Jayme Jr.,Frederico Gonzaga; Libânio,Gilberto de Assis
Fonte: Instituto de Economia da Universidade Estadual de Campinas Publicador: Instituto de Economia da Universidade Estadual de Campinas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2009 Português
Relevância na Pesquisa
99.01871%
Este trabalho objetiva analisar teoricamente a conexão entre abertura da conta de capitais e crescimento econômico, analisando em que medida o controle de capitais contribui para o êxito de uma política voltada para o crescimento econômico. A literatura convencional em geral descarta o controle de capitais como a melhor alternativa para garantir o crescimento equilibrado, embora admita, em casos especiais, o uso de controles quantitativos temporários para evitar crises cambiais e financeiras. O approach teórico keynesiano de crescimento econômico, fundamentado na literatura de inspiração kaldoriana dá pistas da desejabilidade de controles como estratégia para garantir crescimento equilibrado no balanço de pagamentos. A evidência empírica também dá suporte a essa alternativa. As conclusões, portanto, conduzem à importância de estratégias de controles de capitais para coadjuvar no crescimento sem restrições no balanço de pagamentos.

Inflação, exportação e crescimento econômico : as experiências do México e Brasil durante o regime de câmbio flutuante

de Oliveira Soares, Ricardo; Baptista Gibertoni, Tatiana (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
Português
Relevância na Pesquisa
98.554375%
Dentro do contexto dos países desenvolvidos, existem muitos trabalhos que analisam o desempenho econômico sob taxas de câmbio flutuante porém, no âmbito dos países em desenvolvimento, existem poucos estudos sobre esse assunto. A finalidade deste trabalho é discutir os programas de estabilização e o regime de câmbio flutuante adotados no México e Brasil. Embora cada experiência apresente as suas peculiaridades, argumenta-se que as economias desses países têm apresentado algumas características importantes, combinando sucesso no combate à inflação com acentuada e persistente apreciação cambial, superávits no balanço de pagamentos e dependência de fluxos voláteis de capital internacional. Durante muitas décadas, o regime escolhido pelos países analisados foi o de âncora cambial deslizante. Mesmo assim, esse sistema parece não ser o mais adequado para os países analisados. Conclui-se que o regime de câmbio flexível parece representar a melhor alternativa, dada abertura da conta capital dos países em ênfase neste trabalho.

Crescimento econômico secular no Brasil: uma investigação empírica a partir da abordagem do crescimento com restrição externa

Vieira, Fabrício de Assis Campos
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
99.02464%
A presente dissertação tem como objetivo estudar o crescimento econômico de longo prazo brasileiro utilizando a abordagem keynesiana do crescimento com restrição no Balanço de Pagamentos. Além de destacar a importância dos termos de troca para o crescimento econômico brasileiro nos períodos 1900-2005 e 1900-1970, este trabalho também analisa o papel do fluxo de capitais para o crescimento do Brasil no período pós-70. O procedimento econométrico a ser utilizado neste trabalho é a técnica de cointegração, que permite estudar o comportamento de variáveis cointegradas. Serão estimadas as funções de demanda por importação para os períodos 1900-2005, 1900- 1970 e 1971-2005, com o intuito de calcular as respectivas elasticidades-renda. Além disso, tais elasticidades serão utilizadas na estimação das taxas de crescimento econômico compatíveis com o equilíbrio da conta comercial brasileira, expresso pela “regra simples”, além das versões estendidas do modelo que incluem termos de troca, fluxo de capitais e pagamento líquido de juros internacionais ao exterior. ________________________________________________________________________________ ABSTRACT; The main goal of this work is to study the Brazilian long run economic growth using the Keynesian approach of Balance-of-Payments Constrained Growth. Besides highlighting the importance of the terms of trade to the Brazilian economic growth in the periods 1900-2005 and 1900-1970...

Volatilidade da conta financeira do balanço de pagamentos: os casos do Brasil, México, Argentina e Chile

Kobayashi, Thiago Callado
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
98.766%
O propósito central deste estudo é analisar o comportamento da Conta Financeira do balanço de pagementos do Brasil, México, Argentina e Chile. O objetivo específico é levantar quais são os fluxos de capitais mais voláteis dessas Contas Financeiras no período de câmbio administrado e no período de câmbio flexível. Além disso, busca-se a inter-relação desses fluxos com variáveis macroeconômicas internas e semelhenças e disparidades entre as experiências de cada país. Para tanto, partiu-se da concepção econômica pós-keynesiana, onde parte dos fluxos de capitais respondem às dinâmicas especulativas e expectacionais, pois trabalham em um mundo não ergódigo, onde há incerteza quanto ao futuro e a moeda não é neutra, exercendo influência sobre variáveis reais. Dessa forma, é pesquisada a abertura financeira de cada país estudado, pois evidentemente quanto mais aberta financeiramente uma economia, mais propensa à recepção de fluxos especulativos ela será. Por fim, foi realizado um estudo de volatilidade para identificar quais sub-contas da Conta Financeira de cada país são as mais voláteis e como elas se comportaram em diferentes experiâncias cambiais. O resultado empírico indicou que há grande similaridade entre as experiências brasileira...

O Plano Real e o balanço de pagamentos do Brasil; The Real Plan and the Brazilian Balance of Payments

Silveira, Thais Hae Ok Brandini Park
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 09/06/2015 Português
Relevância na Pesquisa
98.55793%
Este trabalho tem como objetivo analisar o Plano Real e o Balanço de Pagamentos do Brasil. O que se pretende verificar é se o Plano Real é consentâneo ao sistema de Direito Brasileiro. Para tanto, a análise foi dividida em três blocos. No primeiro, que compreende os Capítulos I e II, foram apresentadas noções indispensáveis para a compreensão do assunto: de preço, poder de compra da moeda e taxa de câmbio. Na oportunidade, também se esclareceu que o Plano Real tinha como principal objetivo combater a inflação no país causada, segundo seus idealizadores, pela indexação da economia e pelo déficit público. A partir deste diagnóstico, o Plano Real é elaborado com base em três principais medidas: ajuste fiscal, criação da Unidade Real de Valor (URV) e adoção de uma âncora cambial. O segundo bloco deste trabalho, integrado pelos Capítulos III a V, vai esmiuçar esta última medida e seus efeitos, bem como as alterações legislativas provocadas pelo Plano Real (principalmente Emendas Constitucionais nº 5 a 9, todas de 1995, e Lei nº 9.069/1995). Aqui também se demonstrará como o Plano Real consagrou a ideologia preconizada pelo Consenso de Washington. No último bloco, composto pelo Capítulo VI, são analisados os efeitos provocados no nível de endividamento público decorrentes das medidas adotadas pelo Plano Real e a alteração das regras jurídicas que tratam da dívida pública que vieram ao encontro dele (principalmente Lei Complementar n° 101/2000). Neste ponto...

Um estudo empírico de crescimento sob equilíbrio do balanço de pagamentos e elementos de teoria kaldoriana

Costa, Dorlan Gerardo Silva da
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 71 p. | tabs., ils., grafs.
Português
Relevância na Pesquisa
119.30791%
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro Sócio-Econômico, Programa de Pós-Graduação em Economia, Florianópolis, 2014.; A presente dissertação tem como objetivo contribuir para literatura empírica sobre crescimento do produto com restrição do balanço de pagamentos por meio do estudo de como o desempenho do crescimento é afetado pelas elasticidades-preço e renda das importações e exportações, e de como as variáveis que figuram nos modelos de equilíbrio externo encontram explicação e respaldo empírico na literatura pós-keynesiana seguindo o modelo de Blecker (2009). Para tanto, elementos teóricos da linha de pesquisa da restrição do balanço de pagamentos e crescimento liderado pelas exportações foram resgatados; uma revisão da literatura empírica, que testou a restrição externa ao crescimento nas suas múltiplas concepções foi também realizada a título de estudo da literatura. As evidências empíricas foram levantadas com o uso de métodos em painéis para uma amostra de 17 países da América Latina no período que vai de 1980 a 2011. Por meio do teste da regressão, segundo o método de McGregor e Swales (1985), as taxas teóricas de crescimento obtidas a partir das estimações sobre painéis de efeitos fixos e aleatórios foram confrontadas com o crescimento efetivo dos países analisados...

Impacto do investimento estrangeiro direto sobre renda, emprego, finanças públicas e balanço de pagamentos; Texto para Discussão (TD) 1561: Impacto do investimento estrangeiro direto sobre renda, emprego, finanças públicas e balanço de pagamentos; Impact of FDI on income, employment, public finance and balance of payments; Texto para Discussão Cepal Ipea 43: Impacto do investimento estrangeiro direto sobre renda, emprego, finanças públicas e balanço de pagamentos

Gonçalves, Reinaldo
Fonte: Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL); Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL); Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
Português
Relevância na Pesquisa
109.47799%
Desenvolve análise voltada para o impacto do investimento estrangeiro direto (IED) e das empresas estrangeiras (ETs) na economia brasileira. O foco de análise são os efeitos sobre renda, emprego, finanças públicas e contas externas. A principal fonte de dados é o conjunto dos três Censos realizados pelo Banco Central do Brasil (Bacen) – anos-base 1995, 2000 e 2005. O texto divide-se em três seções distintas e complementares. A primeira seção apresenta breve discussão sobre fundamentos analíticos. A segunda trata da análise empírica dos efeitos diretos e parciais do IED e das ETs. Mais especificamente, a questão central é quantificar a importância relativa do IED e das ETs com foco na geração de renda e emprego, finanças públicas e balanço de pagamentos. A terceira seção abarca o impacto macroeconômico direto e indireto das ETs no Brasil e tem como base um modelo macroeconômico que permite calcular efeitos a em nível agregado e em nível setorial. Esse modelo, que é apresentado no anexo I, permite calcular separadamente os efeitos do IED nos setores tradeables em que o país possui nítida vantagem comparativa (e.g., agricultura e mineração) e diferenciá-los dos setores (tradeables e non-tradeables) em que o país possui desvantagem comparativa. Outra distinção importante...

Considerações sobre a nova metodologia de apuração do balanço de pagamentos; Considerations on the new methodology of the balance of payments counting

Ribeiro, Fernando J.
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Carta de Conjuntura - Artigos
Português
Relevância na Pesquisa
109.3798%
Esta nota visa avaliar o impacto da nova metodologia sobre os valores apurados no balanço de pagamentos, tomando como referência o ano de 2014, o único ano fechado para os quais se dispõe de dados completos segundo as duas metodologias.; 10 p.

Crescimento econômico, industrialização e balanço de pagamentos: o Brasil dos anos 70 aos anos 80; Crescimento econômico, industrialização e balanço de pagamentos: o Brasil dos anos 70 aos anos 80: Textos para Discussão Interna (TD) 60; Economic growth, industrialization and balance of payments: Brazil '70s to the 80s

Malan, Pedro Sampaio; Bonelli, Regis
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
Português
Relevância na Pesquisa
109.25821%
O presente texto concentra-se na dimensão econômica, com ênfase nas características do crescimento, da industrialização e do desequilíbrio do balanço de pagamentos, considerando a experiência da economia brasileira ao longo dos anos 60 e 80 como um drama em três atos, com uma abrupta queda do pano em agosto/setembro de 1982.; 84 p. : il.

Balanço de pagamentos brasileiro: um modelo de simulação; Textos para Discussão Interna (TD) 74: Balanço de pagamentos brasileiro: um modelo de simulação; Balance of payments: a simulation model

Moreira, Ajax Reynaldo Bello
Fonte: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Publicador: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea)
Tipo: Texto para Discussão (TD)
Português
Relevância na Pesquisa
109.490205%
A crise da capacidade do Brasil cumprir seus compromissos externos, precipitada pela "quebra" do Méxido em setembro de 1982, ressaltou a necessidade de um instrumento que ajudasse a avaliar se a ruptura com os credores externos era inexorável, com todas suas nefastas consequências ou se haveria espaço para a crise ser contornada. Este instrumento, de representação do balanço de pagamentos, deveria ter dois ingredientes básicos: considerar o recente esforço de substituição de importações, principalmente as de petróleo, e sugerir qual a margem de manobra que as autoridades teriam nos próximos anos para administrar a crise. Isto é, avaliar se um crescimento doméstico mínimo implicaria montantes de dívida externa estáveis ou decrescentes, sob diversas situações hipotetizáveis da economia internacional, envolvendo, por exemplo, o crescimento dos países da OCDE, a permanência de altas taxas de juros reais, a queda do preço das matérias-primas etc. Com esse objetivo foi desenvolvido um modelo matemático do balanço de pagamentos a partir da "Variante IV do modelo macroeconômico da economia brasileira".; 77 p. : il.

Câmbio flutuante e balanço de pagamentos: uma análise preditiva

Pechman, Clarice; Grandi, Rodolfo
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 28/05/1991 Português
Relevância na Pesquisa
109.62881%
The paper is divided into four parts. The first one investigates the empirical evidence for the balance of payments and the free floating exchange rate market. A historical analysis of the data on tourism according to the Brazilian balance of payments is followed by the analysis of the seasonal pattem of the data and by considerations on a free floating exchange rate for tourism. The second part investigates the correlation between the inflow of tourists and the receipts from international travel. The third part of the paper is an attempt to forecast the inflow of foreign tourists to Brazil; we discuss the estimates obtained. Finally the conclusions are pointed out and suggest that the next step is to forecast the balance of the tourism account in the balance of payments as a tool for policymakers to decide on the development of the tourism industry in Brazil.; O artigo se divide em quatro itens. No primeiro aborda-se o balanço de pagamentos e o câmbio flutuante; apresenta-se inicialmente um histórico dos dados de viagens internacionais no balanço de pagamentos do Brasil, seguido da análise da característica sazonal do turismo e de considerações sobre o câmbio turismo. O segundo item trata da correlação entre a entrada de turistas e as receitas de viagens internacionais. O terceiro item apresenta uma tentativa de previsão para a entrada de turistas estrangeiros no Brasil e comenta os resultados alcançados. Finalmente as conclusões são apontadas...

Turismo e balanço de pagamentos: considerações e simulações para o Brasil

Flores Júnior, Renato Galvão
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 28/05/1991 Português
Relevância na Pesquisa
109.29577%
The relationships between (foreign) tourism and the balance of payments are explored, for Brazil, with the aid of an econometric model for the net tourism exports. A better exports performance depends on a series of policies directed at several sector shortcomings. These policies are translated into changes in selected exogenous variables and, consequently, can have their impacts evaluated. Relations between the incoming and exiting tourists flows, to secure the attainment of specific balance of payments targets within a given time horizon, are also established. The results and corresponding weaknesses, the latter largely due to data problems, are discussed.; As relações entre o turismo externo e o balanço de pagamentos são analisadas, para o Brasil, mediante um modelo econométrico do processo de geração de saldos da conta turismo. Melhores desempenhos de tais saldos dependem de um conjunto de políticas que dinamizem pontos fracos da exportação turística como hoje se apresenta. Estas políticas são traduzidas em alterações de variáveis exógenas do modelo e, conseqüentemente, pode-se avaliar o seu impacto sobre o saldo. O modelo também permite estabelecer relações entre as velocidades de entrada e saída de turistas...

Crescimento econômico secular no Brasil, modelo de Thirlwall e termos de troca

Vieira, Fabrício de Assis C.; Holland, Márcio
Fonte: Universidade Estadual de Campinas - Instituto de Economia - Setor de Publicações Publicador: Universidade Estadual de Campinas - Instituto de Economia - Setor de Publicações
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares; Formato: application/pdf
Publicado em 08/01/2016 Português
Relevância na Pesquisa
98.56194%
Explicar o crescimento econômico brasileiro no século XX é realmente desafiador. Como mostrado no trabalho, o Brasil já experimentou melhores taxas de crescimento e atualmente o país se encontra distante da belle époque. Este trabalho analisa o modelo de Thirlwall de restrição no balanço de pagamentos para o crescimento econômico brasileiro no período 1900-2005, destacando a importância dos termos de troca. Os resultados mostraram que os termos de troca são significativos na função de demanda por importações, alterando a elasticidade-renda, especialmente no subperíodo 1900-1970, e, segundo, que quando o modelo mais simples de Thirlwall é controlado pelos termos de troca, parece que tal variável afeta a performance econômica do país através das taxas de crescimento das importações.Abstract  Explaining the Brazilian economic growth performance during the 20th is a challenging task to academics. As shown, Brazil had already experienced faster growth and recently it is far from such belle époque. Most explanations are based on conventional frameworks. This paper assesses the Balance-of-Payments constraint model to Brazilian economic growth in the period 1900-2005, highlighting the importance of the terms of trade. The results show...

Mobilidade de capitais e crescimento econômico: elementos para uma síntese teórica

Meyrelles Filho, Sérgio F.; Jayme Júnior, Frederico Gonzaga; Libânio, Gilberto de Assis
Fonte: Universidade Estadual de Campinas - Instituto de Economia - Setor de Publicações Publicador: Universidade Estadual de Campinas - Instituto de Economia - Setor de Publicações
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares; Formato: application/pdf
Publicado em 08/01/2016 Português
Relevância na Pesquisa
99.019795%
Este trabalho objetiva analisar teoricamente a conexão entre abertura da conta de capitais e crescimento econômico, analisando em que medida o controle de capitais contribui para o êxito de uma política voltada para o crescimento econômico. A literatura convencional em geral descarta o controle de capitais como a melhor alternativa para garantir o crescimento equilibrado, embora admita, em casos especiais, o uso de controles quantitativos temporários para evitar crises cambiais e financeiras. O approach teórico keynesiano de crescimento econômico, fundamentado na literatura de inspiração kaldoriana dá pistas da desejabilidade de controles como estratégia para garantir crescimento equilibrado no balanço de pagamentos. A evidência empírica também dá suporte a essa alternativa. As conclusões, portanto, conduzem à importância de estratégias de controles de capitais para coadjuvar no crescimento sem restrições no balanço de pagamentos.Abstract This paper aims at exploring theoretically the literature regarding capital flows liberalization and economic growth. Precisely, we intend to analyze the role of capital controls over economic growth. Mainstream literature discard capital controls as an alternative to foster economic growth...

Mobilidade de capitais e crescimento econômico: elementos para uma síntese teórica

Meyrelles Filho, Sérgio F.; Jayme Júnior, Frederico Gonzaga; Libânio, Gilberto de Assis
Fonte: Universidade Estadual de Campinas - Instituto de Economia - Setor de Publicações Publicador: Universidade Estadual de Campinas - Instituto de Economia - Setor de Publicações
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares; Formato: application/pdf
Publicado em 08/01/2016 Português
Relevância na Pesquisa
99.019795%
Este trabalho objetiva analisar teoricamente a conexão entre abertura da conta de capitais e crescimento econômico, analisando em que medida o controle de capitais contribui para o êxito de uma política voltada para o crescimento econômico. A literatura convencional em geral descarta o controle de capitais como a melhor alternativa para garantir o crescimento equilibrado, embora admita, em casos especiais, o uso de controles quantitativos temporários para evitar crises cambiais e financeiras. O approach teórico keynesiano de crescimento econômico, fundamentado na literatura de inspiração kaldoriana dá pistas da desejabilidade de controles como estratégia para garantir crescimento equilibrado no balanço de pagamentos. A evidência empírica também dá suporte a essa alternativa. As conclusões, portanto, conduzem à importância de estratégias de controles de capitais para coadjuvar no crescimento sem restrições no balanço de pagamentos.Abstract This paper aims at exploring theoretically the literature regarding capital flows liberalization and economic growth. Precisely, we intend to analyze the role of capital controls over economic growth. Mainstream literature discard capital controls as an alternative to foster economic growth...