Página 1 dos resultados de 3 itens digitais encontrados em 0.012 segundos

Estudos anatômicos e fisiológicos de frutos de caquizeiro (Diospyros kaki L.) quanto ao acúmulo de taninos e aos processos de destanização; Anatomical and physiological studies of persimmon fruits (Diospyros kaki L.) on the tannin accumulation and deastringency processes

Tessmer, Magda Andréia
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 25/04/2014 Português
Relevância na Pesquisa
49.946113%
O presente trabalho visou analisar comparativamente as alterações fisiológicas e estruturais de caquis adstringentes (PVA) e não adstringentes (PCNA) desde o início do desenvolvimento até a maturação avançada. Além disso, na pós-colheita, foram realizados tratamentos de destanização e testadas diferentes condições de armazenamento para "Giombo". Este trabalho está sendo apresentado em seis capítulos, sendo que os últimos cinco capítulos referem-se aos experimentos realizados entre 2010 a 2013. No capítulo 2 é apresentado o desenvolvimento de caquis "Giombo" (PVA) e "Fuyu"(PCNA). Foi possível observar que a diferenciação das células taníferas e o processo de acúmulo de taninos no vacúolo não variou entre as cultivares, porém houve diferença significativa em relação à densidade de células taníferas e aos teores de taninos solúveis. O capítulo 3 apresenta o estudo comparativo de sete estádios de maturação de caquis "Giombo" e "Rojo Brillante"(PVA) e "Fuyu" e "Hana Fuyu" (PCNA). A redução da firmeza do mesocarpo de caquis de ambos os grupos está relacionada ao avanço da maturação e não à perda natural da adstringência. A capacidade antioxidante e o teor de sólidos solúveis em caquis dos dois grupos indicam que pode haver relação com a perda natural da adstringência...

Anatomia foliar de leguminosas arboreas de cerrado com enfase nas estruturas secretoras; Leaf anatomy of cerrado Leguminosae trees with emphasis on secretory sctructures

Glaucia Morelli Alves
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 06/02/2006 Português
Relevância na Pesquisa
28.225278%
Este trabalho aborda a anatomia foliar (limbo foliolar, peciólulo e raque) de quatro espécies arbóreas de Papilionoideae visando reinvestigar a anatomia foliolar de Acosmium subelegans, A. dasycarpum e Bowdichia virgilioides; descrever a anatomia foliar de Dalbergia miscolobium bem como do peciólulo e da raque das outras três espécies; efetuar um levantamento das estruturas secretoras foliares identificando as principais classes de substâncias presentes no exsudato por meio de testes microquímicos e histoquímicos; verificar a ocorrência de padrões anatômicos entre as leguminosas arbóreas de cerrados. Os tipos de estruturas secretoras observados nas quatro espécies estudadas foram a epiderme da face adaxial e os idioblastos no mesofilo. Hipoderme da lâmina foliolar, anel de células taníferas no peciólulo e idioblastos na raque foram estruturas encontradas apenas nas espécies de Acosmium e em B. virgilioides. O conteúdo da epiderme da face adaxial da lâmina foliolar de A. dasycarpum, A. subelegans e B. virgilioides é constituído por mucilagem; a hipoderme e os idioblastos do mesofilo e da raque de A. dasycarpum produzem compostos fenólicos. A secreção dos idioblastos (mesofilo e raque) e da hipoderme de A. subelegans e B. virgilioides é heterogênea...

Morfo-anatomia do fruto e semente de Oenocarpus minor Mart. (Arecaceae)

Mendonça,Maria Silvia de; Oliveira,Andréia Barroncas de; Araújo,Maria Gracimar Pacheco de; Araújo,Lídia Medina
Fonte: Associação Brasileira de Tecnologia de Sementes Publicador: Associação Brasileira de Tecnologia de Sementes
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2008 Português
Relevância na Pesquisa
29.38853%
Foi feita a caracterização morfo-anatômica de frutos e sementes de Oenocarpus minor Mart. Frutos maduros foram coletados de vários indivíduos, em floresta densa antropizada no município de Itacoatiara, Amazonas. Foram feitas mensurações de tamanho, do peso do fruto e da semente e grau de umidade da semente. O estudo anatômico foi feito pelo método de inclusão em parafina. Foi feito um estudo complementar da análise de sais minerais do fruto pelo método de digestão ácida. O fruto é séssil, monospérmico, variando de globoso-ovóide a elipsóide, com epicarpo fino, coriáceo e glabro, formado por uma epiderme de células cutinizadas e região subepidérmica com células taníferas de diferentes formas. Mesocarpo fibro-carnoso e oleaginoso constituído por idioblastos taníferos, freqüentemente agrupados, entre células parenquimáticas. Feixes fibrovasculares localizam-se entre o mesocarpo e o endocarpo. Endocarpo fibroso, delimitado pela epiderme locular composta de uma única camada de células esclerificadas. Semente de globosa a elipsóide, com tegumento fino, formado por várias camadas de células taníferas; com endosperma sólido e homogêneo, com células longas de paredes espessas. Embrião do tipo capitado. A análise dos componentes minerais da polpa apresenta 0...