Página 1 dos resultados de 40748 itens digitais encontrados em 0.020 segundos

Desenvolvimento do vale do Tietê-Paraná: um enfoque de estoques de capitais.; Development for the Tietê-Paraná valley: focus on stocks of capital.

Bernardes, Elaine Mendonça
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 09/09/2002 Português
Relevância na Pesquisa
36.606738%
O propósito geral deste estudo foi identificar quais fatores estariam limitando o do Vale do Tietê-Paraná. Os planos e projetos enfatizam o estoque de capital físico. Como a ênfase nesse estoque esgotou-se na literatura, as atenções voltaram-se para outras formas de capital. Diante disso, os objetivos específicos foram: (1) avaliar as alternativas propostas para os municípios do Vale do Tietê-Paraná expressas nos projetos e planos para a região; (2) analisar a importância dos estoques de capitais para o desenvolvimento dos municípios paulistas lindeiros aos rios Tietê-Paraná, e (3) verificar possíveis diferenças, entre os fatores determinantes do desenvolvimento, existente entre esses municípios e os outros municípios do Estado. Detectou-se, através do Método da Estrutura Lógica, inconsistência nos planos e projetos existentes para o Vale. Quanto aos estoques de capitais, este estudo utilizou a metodologia dos Componentes Principais para reduzir o número de variáveis levantadas inicialmente para representar os cinco estoques de capitais: natural, físico, financeiro, humano e social. A análise incluiu 625 municípios e criou-se uma variável dummy para diferenciar os lindeiros. Nove fatores são os representativos dos estoques de capitais e foram denominados: capital humano 1 (educação); capital físico; capital social 1 (associativismo); capital humano 2 (saúde); capital financeiro 1 (arrecadação); capital social 2 (desconfiança); capital natural 1 (terra); capital financeiro 2; capital natural 2 (depreciação).A percentagem da variância total explicada por cada um dos estoques foi: 19...

Governança corporativa e custo de capital próprio no Brasil; Corporate governance and cost of equity capital in Brazil

Salmasi, Silvia Vidal
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/10/2007 Português
Relevância na Pesquisa
36.568718%
Os mecanismos de proteção aos acionistas e credores surgiram prometendo às empresas que realizam investimentos em governança corporativa obter valorização da organização. Isto se daria porque os financiadores estariam menos expostos à expropriação do seu capital por meio de mecanismos de governança corporativa que assegurassem os seus direitos, o que facilitaria a comercialização de suas ações e títulos, o acesso ao mercado de capitais e uma redução do custo de capital, levando, assim, à valorização da empresa. Dentro deste contexto, este trabalho busca analisar a relação entre governança corporativa e o custo de capital próprio em empresas brasileiras de capital aberto. O presente estudo investiga se as empresas que adotam práticas de governança corporativa, medida pelos níveis diferenciados de governança corporativa da Bovespa, possuem um menor custo de capital próprio associado quando comparadas às empresas que não adotam tais práticas. Para o cálculo do custo de capital próprio foram utilizados o CAPM e o Modelo de Três Fatores com o intuito de verificar se a relação com as práticas de governança independe do método adotado. Utilizou-se a regressão linear múltipla para as análises estatísticas tendo como variável dependente o custo de capital próprio e as variáveis independentes de governança corporativa...

Estratégia e ação empreendedora em empresas familiares: uma análise sobre capital humano e capital social; Entrepreneurial strategy and action in family business: an analysis of human capital and social capital

Mizumoto, Fabio Matuoka
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 16/12/2009 Português
Relevância na Pesquisa
36.58587%
A ocorrência de desequilíbrio no ambiente econômico impõe ajustes na estratégia e na alocação de recursos pelas firmas. A literatura em estratégia prediz a reação da firma ao desequilíbrio de acordo com seus recursos, as forças competitivas de mercado e os mecanismos para economizar em custos de transação. Entretanto, estas perspectivas assumem homogeneidade nas capacidades gerenciais, habilidades e experiências das firmas; em outras palavras, não há espaço para o empreendedor. De fato, as investigações sobre o empreendedor focam o seu comportamento ao risco, o processo de julgamento relacionado ao seu modelo mental e outros conceitos que não são diretamente observáveis. Esta tese de doutorado propõe um modelo baseado em capital humano e capital social para conectar as teorias isoladas sobre estratégia e empreendedorismo. Ainda mais, este modelo integra a teoria sobre empresas familiares pela sua importância na formação de capital humano e capital social das firmas. O estudo empírico investigou a escolha estratégica e a ação empreendedora de famílias de produtores rurais no Brasil. Especificamente, avaliou os produtores que mudaram de uma estratégia de liderança em custo para uma estratégia de diferenciação...

A redução do capital social (em companhias abertas e fechadas); The reduction of capital stock (on private and publicity held companies)

Garcia, Alexandre Hildebrand
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/05/2009 Português
Relevância na Pesquisa
36.57855%
A presente dissertação faz uma abordagem do tema da redução do capital de companhias abertas e fechadas no Brasil, apresentando-o em duas partes. Na primeira parte, composta pelos Capítulos 1 e 2, são tratados aspectos gerais e, na segunda parte, composta pelos Capítulos 3 e 4, são tratados aspectos específicos das reduções do capital social. No Capítulo 1, é apresentado um breve histórico do capital social, em que se procura estalecer a sua origem e relação com a função de produtividade das primeiras companhias, afastando-se do pensamento tradicional de que o capital social tenha tido a sua origem relacionada com a função de proteção de credores. Além disso, é apresentada uma noção geral de capital social, suas classificações, princípios mais relevantes e funções, sempre com o foco de preparar a discussão para a sua redução. No Capítulo 2, é apresentada uma noção geral da redução do capital e a visão do autor dos dois principais princípios que a informam: o da igualdade e o da proteção aos credores. A análise prossegue, para apresentar uma classificação das reduções do capital de acordo com as suas causas ou de acordo com os efeitos que produzem no patrimônio das companhias. Por fim...

Efeitos do market timing sobre a estrutura de capital de companhias abertas brasileiras; Market timing effects on capital structure of Brazilian public companies

Albanez, Tatiana
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 16/10/2012 Português
Relevância na Pesquisa
36.57682%
De acordo com a teoria de market timing, as empresas aproveitam janelas de oportunidade para a captação de recursos, com a intenção de explorar flutuações temporárias no custo de fontes alternativas de financiamento. Assim, a estrutura de capital seria determinada por tentativas passadas de emitir títulos em momentos considerados favoráveis para a emissão. O presente trabalho teve por objetivo examinar o comportamento de market timing em companhias abertas brasileiras, buscando verificar a existência e persistência de um comportamento oportunista quando da escolha dentre diferentes fontes de financiamento. Para tanto, foram desenvolvidos dois estudos complementares. Primeiramente, investiga-se o comportamento de market timing por meio da análise da influência de valores de mercado históricos sobre a estrutura de capital de companhias brasileiras que realizaram IPO no período 2001-2011. Como principal resultado, verifica-se uma relação negativa entre valores de mercado históricos e alavancagem, evidenciando que, em momentos de altos valores de mercado, as empresas reduzem o endividamento, por ser mais vantajosa a emissão de ações, e vice-versa, o que pode indicar um comportamento oportunista na captação de recursos. No entanto...

Teoria do capital humano e a qualidade da educação nos estados brasileiros

Andrade, Rita de
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.568718%
A Teoria do Capital Humano afirma que investimentos em educação e saúde podem aprimorar as aptidões e habilidades dos indivíduos, tornando-os mais produtivos, o que em larga escala pode influenciar positivamente as taxas de crescimento dos países. Diferentes níveis de Capital Humano também seriam os responsáveis pelos diferentes níveis salariais. Esse “fator humano” é considerado capital pois é capaz de gerar incrementos na produtividade do trabalhador, logo gastos com saúde, educação e treinamento são considerados investimentos em capital. Os indivíduos decidem investir em Capital Humano baseados nos custos e ganhos futuros desse investimento, consideram também a taxa de retorno do investimento e a taxa de juros de mercado. Por ser considerado um tipo de capital o Capital Humano passou a ser mais um componente da função de produção e também um fator relevante para explicação do crescimento econômico. Modelos de crescimento como os de Lucas (1988) e Romer (1990) consideram o Capital Humano como um fator determinante do crescimento econômico, juntamente com o capital físico, a população empregada e o progresso tecnológico. Porém esses modelos consideram o Capital Humano apenas como uma média de escolaridade...

Uma Crítica das teorias do capital financeiro

Carvalho, Wolney Roberto
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
36.57855%
Tese (doutorado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-graduação em Sociologia Política, Florianópolis, 2011; O presente trabalho de pesquisa parte de uma análise do conceito de capital financeiro. Este tem sido utilizado com freqüência para designar as transformações no capitalismo contemporâneo, sobretudo, a verificada no âmbito das grandes empresas e o seu forte entrelaçamento com os grandes bancos. Constata-se, que os grandes monopólios e oligopólios, assumiram os principais setores econômicos, e isto, tanto em nível nacional quanto internacional. A reprodução do capital vai se concentrando e centralizando, cada vez mais, na forma das sociedades anônimas. Mas, se isto se confirma na práxis, entendeu-se como necessidade teórica, voltar ao seio do materialismo histórico para uma melhor compreensão do conceito de capital industrial, em especial pelo fato de Marx não trabalhar em sua obra com o conceito de capital financeiro. Neste sentido, foi através de uma revisão teórica do conceito de capital industrial, que se tornou possível apreender o movimento de valorização do capital, em seu ciclo de reprodução, qual seja, o ciclo do capital industrial. Verificou-se que o capital ao se reproduzir...

Venture Capital in Portugal : investments selection criteria, intervention forms and impact on venture capital backed firms

Lopes, Maria Luísa Fernandes
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 Português
Relevância na Pesquisa
36.574983%
Dissertação de mestrado em Management; Venture Capital is a source of funding that promotes both firms’ development and competitiveness, not only by providing capital but also by supporting management in a variety of fields. The Portuguese Venture Capital market is a recent one and there are few studies regarding it. Our survey attempts to contribute to a deeper understanding of this activity in Portugal, through a current view about the selection criteria of investment opportunities, the Venture Capital firm intervention during the partnership and the impact on the Venture Capital backed companies after the divestment. We intend to study the Venture Capital evolution over the last years, by comparing our findings with those obtained by Correia (2004). Furthermore, we aim to examine the impact that the financial crisis has had on Venture Capital. The study was conducted through a content analysis of ten semi-structured interviews with Portuguese Venture Capital managers. We find evidence that there is a positive development in the Venture Capital broadening in Portugal. The Portuguese Venture Capital market has firms with several investment profiles that determine their preferences in the projects’ selection. Nevertheless...

Projeto de Lei nº 671 autorizando o Poder Executivo a realizar estudos definitivos sobre a localização da Nova Capital da República

Comissão Especial de Mudança da Capital
Fonte: Câmara dos Deputados do Brasil Publicador: Câmara dos Deputados do Brasil
Tipo: outros Formato: Textual; 1 pç., 322 f., 449 p.; 34 x 23cm.
Português
Relevância na Pesquisa
46.422563%
Acompanha mensagem do presidente da República; ofício da Presidência da República encaminhando mensagem do presidente; ofício da Comissão de Estudos para Localização da Nova Capital do Brasil encaminhando relatório técnico ao presidente da República; avulso do relatório da Comissão Especial da Mudança da capital; mapas com àreas propostas para o Distrito Federal; justificação do substitutivo; votos e emendas de deputados; discurso do Deputado Jales Machado; parecer da Comissão Especial de Mudança da Capital; pareceres sobre emendas; esquema de ante-projeto de planejamento da construção da nova capital; Diário do Congresso Nacional com publicação do projeto de lei; ofício encaminhando ao Senado Federal autógrafo do projeto de lei; redação final do projeto de lei; avulso do projeto de lei; avulso de pareceres do Senado Federal; ofício do Senado Federal informando a Câmara dos Deputados aprovação do projeto de lei; emendas do Senado Federal; requerimento de urgência; ofício da Presidência da República encaminhando mensagem do presidente e autógrafo do projeto de lei; avulso de emendas; requerimento de destaque; correspondências recebidas pelo Deputado Jales Machado; recortes de jornais; discursos.; Descrição do item documental. Documento pertence ao Arquivo da Câmara dos Deputados.

Relatório anual Comissão de Localização da Nova Capital Federal, 1955

Comissão de Cooperação para Mudança da Capital Federal; Albuquerque, José Pessoa Cavalcanti de
Fonte: Câmara dos Deputados do Brasil Publicador: Câmara dos Deputados do Brasil
Tipo: livro
Português
Relevância na Pesquisa
46.36329%
Traz as conclusões da primeira fase dos trabalhos da Comissão de Localização da Nova Capital Federal.; Título retirado da exposição de motivos.

Potential Gains from Capital Flight Repatriation for Sub-Saharan African Countries

Fofack, Hippolyte; Ndikumana, Leonce
Fonte: Banco Mundial Publicador: Banco Mundial
Português
Relevância na Pesquisa
36.58018%
Despite the recent increase in capital flows to Sub-Saharan Africa, the region remains largely marginalized in financial globalization and chronically dependent on official development aid. And with the potential decline in the level of official development assistance in a context of global financial crisis, the need to increase domestic resources mobilization as well as non-debt generating external resources is critical now more than ever before. However, the debate on resource mobilization has overlooked an important untapped source of funds consisting of the massive stocks of private wealth stashed in Western financial centers, a substantial part of which left the region in the form of capital flight. This paper argues that the repatriation of flight capital should take a more prominent place in this debate from a moral standpoint and for clear economic reasons. On the moral side, the argument is that a large proportion of the capital flight legitimately belongs to the Africans and therefore must be restituted to the legitimate claimants. The economic argument is that repatriation of flight capital will propel the sub-continent on a higher sustainable growth path while preserving its financial stability and without mortgaging the welfare of its future generations through external borrowing. The analysis in the paper demonstrates quantitatively that the gains from repatriation are large and dominate the expected benefits from other sources such as debt relief. It is estimated that if only a quarter of the stock of capital flight was repatriated to Sub-Saharan Africa...

Are Price-Based Capital Account Regulations Effective in Developing Countries?

David, Antonio C.
Fonte: World Bank, Washington, DC Publicador: World Bank, Washington, DC
Português
Relevância na Pesquisa
36.570947%
The author evaluates the effectiveness of policy measures adopted by Chile and Colombia, aiming to mitigate the deleterious effects of pro-cyclical capital flows. In the case of Chile, according to his Generalized Method of Moments (GMM) analysis, capital controls succeeded in reducing net short-term capital flows but did not affect long-term flows. As far as Colombia is concerned, the regulations were capable of affecting total flows and also long-term ones. In addition, the co-integration models indicate that the regulations did not have a direct effect on the real exchange rate in the Chilean case. Nonetheless, the model used for Colombia did detect a direct impact of the capital controls on the real exchange rate. Therefore, the results do not seem to support the idea that those regulations were easily evaded.

Social Capital, HIV Risk Behavior and Substance Use among Recent Latino Immigrants in South Florida

Cyrus, Elena
Fonte: FIU Digital Commons Publicador: FIU Digital Commons
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
36.568718%
Social capital, or social cohesion or group connectedness, can influence both HIV risk behavior and substance use. Because recent immigrants undergo a change in environment, one of the consequences can be a change in social capital. There may be an association among changes in social capital, and HIV risk behavior and substance use post immigration. The dissertation focused on the interface of these three variables among recent Latino immigrants (RLIs) in South Florida. The first manuscript is a systematic review of social capital and HIV risk behavior, and served as a partial background for the second and third manuscripts. Twelve papers with a measure of social capital as an independent variable and HIV risk as the dependent variable were included in the analysis. Eleven studies measured social capital at the individual level, and one study measured social capital at the group level. HIV risk was influenced by social capital, but the type of influence was dependent on the type of social capital and on the study population. Cognitive social capital, or levels of collective action, was protective against HIV in both men and women. The role of structural social capital, or levels of civic engagement/group participation, on HIV risk was dependent on the type of structural social capital and varied by gender. Microfinance programs and functional group participation were protective for women...

The impact of changes of capital regulations on bank capital and portfolio risk decision: a case study of Indonesian banks.

Derina, Ratna
Fonte: Universidade de Adelaide Publicador: Universidade de Adelaide
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2011 Português
Relevância na Pesquisa
36.594358%
Research Objectives: This thesis studied bank risk taking behaviour with regards to capital and asset portfolio adjustments. It also evaluated the impact of economic uncertainty and capital regulations on banks’ risk taking behaviour. There were two objectives of this thesis. The first objective was to investigate the impact of adverse shocks in the economy on a bank’s decisions regarding capital and asset portfolio management. The second objective was to examine the interrelationship between decisions on capital and asset portfolios. Further, the impact of economic uncertainty and changes in capital regulations on this relationship was also examined. This thesis was motivated by several issues. First, even though supervisory authorities and banks are aware of the importance of capital in the prevention of bank failures, empirical studies are inconclusive on the effectiveness of capital regulations in controlling bank risk taking behaviour. Second, the contradictory conclusions in current literature regarding the effectiveness of capital regulations in controlling bank risk taking attitudes do not incorporate economic shocks. Therefore, the existing studies do not examine the impact of economic uncertainty on capital and portfolio risk decisions...

Flight Capital as a Portfolio Choice

Collier, Paul; Hoeffler, Anke; Pattillo, Catherine
Fonte: Washington, DC: World Bank Publicador: Washington, DC: World Bank
Tipo: Journal Article; Publications & Research :: Journal Article; Publications & Research
Português
Relevância na Pesquisa
36.58018%
This article sets flight capital in the context of portfolio choice, focusing on the proportion of private wealth that is held abroad. There are large regional differences in this proportion, ranging from 5 percent in South Asia to 40 percent in Africa. The authors explain cross-country differences in portfolio choice using variables that proxy differences in the risk-adjusted rate of return on capital. They apply the results to three policy issues: how the East Asian crisis affected domestic capital outflows; the effect of the International Monetary Fund-World Bank debt relief initiative for heavily indebted poor countries on capital repatriation; and why so much of Africa's private wealth is held outside the continent.

Fatores determinantes da manutenção de buffers de capital regulatório nas instituições bancárias brasileiras

Belém, Vinícius Cintra
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
36.58456%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Universidade Federal da Paraíba, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Programa Multiinstitucional e Inter-Regional de Pós-Graduação em Ciências Contábeis, 2012.; Esta pesquisa tem como objetivo identificar os fatores determinantes da manutenção de buffers de capital regulatório pelas instituições financeiras brasileiras. A pesquisa utilizou uma amostra de 121 bancos, durante o período de 2001 a 2011, sendo as informações obtidas do relatório do Banco Central do Brasil “50 Maiores Bancos e o Consolidado do Sistema Financeiro Nacional”. A pesquisa utilizou o modelo estatístico Generalised Method of Moments (GMM) devido à presença de uma variável dependente defasada na regressão, causando correlação entre essa variável e o termo de erro. O buffer de capital regulatório é definido na literatura como a quantidade de capital regulatório mantido pelos bancos acima do mínimo regulatório exigido. Os motivos pelos quais os bancos mantêm esse buffer estão relacionados à existência de um custo de ajustamento, devido os bancos não conseguirem obter capital imediatamente...

Capital social organizacional : a "confiança" nas instituições de ensino superior em Brasília

Borda, Gilson Zehetmeyer
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Tese
Português
Relevância na Pesquisa
36.57303%
Tese (doutorado)—Universidade de Brasília, Instituto de Ciências Sociais, Departamento de Sociologia, 2007.; O trabalho busca refletir as questões: O que mantém as organizações vivas? Quais elementos são fundamentais para a perpetuação desses singulares agrupamentos sociais os quais têm crescido tanto em quantidade quanto em tamanho e poderio? As organizações fazem parte dos grupos sociais denominados “instituições”, que atuam no sistema social. Temos como principais eixos de análise teórica:A reflexão sobre o capital, inicialmente por meio de Weber e Marx – destaque do capital econômico. Daí, ancorados em Bourdieu, analisamos o capital cultural, principalmente em sua manifestação denominada capital intelectual. Seguimos com Putnam, Coleman e outros no crescimento e desenvolvimento do capital social, baseado em relacionamentos; já percebido, embora não com essa denominação, por Tocqueville, na primeira metade do século XIX, como fundamental para uma maior coesão social, a partir de normas de relacionamentos bem definidas, sistemas de participação social e confiança. Seguimos analisando o Capital Social Organizacional: a confiança, inicialmente a partir de Simmel e seu destaque de elementos racionais...

Capital humano e capital social: construir capacidades para o desenvolvimento dos territórios

Silva, Sandra Sofia Brito da
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/06/2010 Português
Relevância na Pesquisa
36.570947%
Tese de mestrado em Geografia Humana apresentada à Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, 2008; Nesta tese estuda-se o Capital Social e o Capital Humano associado ao Desenvolvimento territorial. O objectivo central deste trabalho consiste em tentar perceber se o capital humano e o capital social dos territórios do interior de Portugal podem constituir factores determinantes para o seu processo de desenvolvimento, em contexto de globalização? E partindo do pressuposto que sim, que mecanismos e instrumentos podem potenciar o papel desses factores? Este estudo pretende ainda contribuir para uma melhor compreensão dos conceitos de capital humano e capital social, conceitos relativamente recentes mas que têm demonstrado uma relevância cada vez maior nos actuais contextos sociais e económicos, assim como para os processos de desenvolvimento territorial. A estrutura da tese traduz o trabalho elaborado para a concretização destes objectivos. Na primeira parte do trabalho faz-se uma apresentação das principais teorias, modelos e conceitos para a análise e o entendimento da problemática exposta. Numa segunda parte apresentamos o estudo de caso onde são analisadas as condições do concelho de Castelo Branco no que diz respeito ao capital humano e ao capital social...

Las relaciones sociales como recurso estratégico para el desarrollo de la sociedad. El capital social disponible en Andalucía y en Cataluña

Camarero Rioja, Mercedes
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em //2010 Português
Relevância na Pesquisa
36.570947%
En este trabajo se contabiliza el capital social disponible en Andalucía y en Cataluña, y se detalla cuánto contribuye, cada una de las dos formas de capital —vinculante y aglutinante—, a la producción de dicho stock. El interés último es dar cuenta de los recursos disponibles como medida de la calidad de la sociedad. El instrumento analítico del que nos servimos es un índice sintético, el índice sintético de capital social (ISCS), y dos índices específicos. Estos índices contribuyen a describir tres sistemas de producción de capital: el modelo europeo, el modelo de la Europa del Este y el modelo español al que pertenecen las comunidades autónomas de Cataluña y Andalucía. Este sistema se caracteriza por un elevado índice de capital social (ISCS España = 4,08) equivalente al europeo (ISCS Europa = 3,96) y por el menor peso relativo del capital social cívico. Aunque el capital social disponible en Andalucía es prácticamente igual al ISCS de Cataluña, algunas de las diferencias encontradas nos conducen a describir dos variantes del modelo; Social Capital is an informal rule which promotes cooperation between individuals. This reciprocity rule, based on trust, is useful for individuals as well as for society. In fact...

La generación y reconstrucción del capital social en empresas cooperativas sociales de multistakeholders: un enfoque dinámico del sistema; The generation and re-generation of social capital and enterprises in multi-stakeholders social cooperative enterprises: a system dynamic approach; A construção e reconstrução de capital social em empresas cooperativas sociais de multi-staheholders: uma abordagem dinâmica do sistema

Travaglini, Claudio
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 01/09/2012 Português
Relevância na Pesquisa
36.57855%
Teorias sobre o capital social e o empreendedorismo social têm dado destaque à iniciativa do capital social em gerar e nutrir boas relações entre o Terceiro Setor e o Setor Público. Neste trabalho, considera-se o capital social como um ativo do Terceiro Setor; as cooperativas sociais de multi-stakeholders são vistas como fruto do capital social e, ao mesmo tempo, suas criadoras e propagadoras. Para representar essa dinâmica, emprega-se a abordagem sistêmica do ponto de vista qualitativo, associada à análise das redes sociais como ferramentas para reconstrução e modelagem de processos dentro das empresas sociais da comunidade e dos sistemas de negócios conectados. A cooperação entre voluntários, clientes, líderes da comunidade e os empreendimentos locais do Terceiro Setor é fundamental para o estabelecimento da confiança nas relações entre as autoridades públicas locais e as cooperativas. Essas relações ajudam as cooperativas a manter contratos de longo prazo com as autoridades locais, como fornecedoras de serviços sociais, e possibilitam-lhes trazer inovação aos seus serviços, desenvolvendo experiências, administrando modelos e mantendo um intercâmbio com os servidores públicos. No longo prazo, essas relações unem as empresas cooperativas sociais entre si e ao setor público...