Página 1 dos resultados de 128 itens digitais encontrados em 0.001 segundos

Treatment of colloid cysts of the third ventricle through neuroendoscopic Nd: YAG laser stereotaxis; Tratamento do cisto colóide do terceiro ventrículo por neuroendoscopia estereotática com laser Nd: YAG

PINTO, Fernando Campos Gomes; CHAVANTES, Maria Cristina; FONOFF, Erich Talamoni; TEIXEIRA, Manoel Jacobsen
Fonte: Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO Publicador: Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
37.673564%
OBJECTIVE: Colloid cysts (IIIVT CC) are benign neuroepithelial cysts located in the anterior third ventricle. The authors propose the use of Nd:YAG laser stereotactic neuroendoscopic for guided resection of the third ventricle colloid cysts. METHOD: Eleven patients presented third ventricle colloid cysts and were treated by Nd:YAG laser guided with stereotactic endoscopy (n=7) , stereotactic endoscopy (n=3) or stereotactly guided puncture (n=1). The patients were followed prospectively (average 33 months, range 19-64 months). The clinical data, neuroimaging findings, hospitalization stay, outcomes and complications of the method were evaluated. RESULTS: All patients presented headache; six had papilledema, one had gait disturbance and one had third-nerve palsy. Neuroimaging showed hydrocephalus and a IIIVT CC with 14.4-mm mean diameter. After surgery all patients presented clinical and image improvement. Only two patients presented transient morbidities that were easily treated: One had diabetes insipidus that lasted for two days and was treated with a single dose of DDAVP, and another had chemical aseptic meningitis, probably due to the contact of the cyst content with the CSF. This patient was treated with antibiotics and corticosteroids with complete resolution of the problem without sequels. The other patients were discharged from the hospital 48 h after surgery. CONCLUSION: The stereotactic neuroendoscopy-guided procedure with Nd:YAG laser allowed the complete removal of the third ventricle colloid cysts...

Efeitos cardiovasculares da anestesia dissociativa na reposição volêmica com colóide e solução hipertônica em cães: avaliação biotelemétrica; Cardiovascular effects of dissociative anesthesia in the volemic expansion with colloid and hypertonic solution in dogs: biotelemetric evaluation

OLESKOVICZ, N.; MORENO, J.C.D.; GUIRRO, E.C.P.; VALADÃO, C.A.A.; FANTONI, D.T.
Fonte: Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Publicador: Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
27.482595%
Avaliaram-se os efeitos cardiovasculares por um período de 24 horas, após a administração de solução salina hipertônica (NaCl) 7,5% ou em associação ao hidroxietilamido 130/0,4 (HES), em cães com hipovolemia induzida e tratados com cetamina levógira ou racêmica. Após a indução da hipovolemia, administrou-se NaCl 7,5% (4mL/kg) no grupo hipertônica levógira (GHL) e no grupo hipertônica racêmica (GHR) ou HES 130/0,4 na mesma proporção de sangue retirado, associado a NaCl 7,5% (4mL/kg) no grupo hipertônica colóide levógira (GHCL) e no grupo hipertônica colóide racêmica (GHCR). Após 30 minutos, administrou-se por via intravenosa, cetamina levógira (CL; 5mg/kg) no GHL e GHCL ou cetamina racêmica (CR; 10mg/kg) no GHR e GHCR. A frequência cardíaca (FC) e a pressão arterial sistólica (PAS) foram menores após a hipovolemia e após a CR. A pressão arterial média (PAM) e a pressão arterial diastólica (PAD) foram menores após a hipovolemia e após a administração de CL e CR. Não foram observadas diferenças significativas entre os grupos em relação à FC, PAS, PAM e PAD durante o período de mensuração por biotelemetria desde T210 até T1440. A administração de HES associado ao NaCl 7,5% propiciou restabelecimento imediato da PAM...

Correlação da pressão coloidosmótica com a evolução clínica de cadelas com sepse submetidas a tratamento intensivo; Correlation of colloid osmotic pressure with clinical progress in female dogs with septicemia submitted to intensive therapy

Caldeira, Juliana de Araujo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/12/2010 Português
Relevância na Pesquisa
27.673564%
Nos quadros de sepse ocorre o aumento da permeabilidade vascular, translocação e perda de albumina para o espaço extravascular, resultando assim em hipoalbuminemia e redução da pressão coloidosmótica plasmática. Desta forma o objetivo deste estudo foi avaliar a relação da pressão coloidosmótica com a evolução clínica de 41 cadelas com sepse grave ou choque séptico decorrente de piometra que foram submetidas a ovariosalpingohisterectomia. Para tanto, os valores da pressão arterial sistólica, do débito urinário, do lactato, do déficit de base venoso e da pressão coloidosmótica foram avaliados a cada três horas ao longo do período de internação. O momento da mensuração da pressão coloidosmótica foi distinto entre os grupos, sendo grupo I (critério clínico) (n= 21) avaliado após o fim do tratamento e no grupo II (critério quantitativo) (n= 20), as amostras foram avaliadas imediatamente após a colheita. As variáveis clínicas utilizadas como guia a administração de coloide no grupo I não apresentaram correlação com os valores de pressão coloidosmótica baixo. A administração de coloide não apresentou impacto sobre os valores de albumina e pressão coloidosmótica, bem como não interferiu na perfusão tecidual. A pressão coloidosmótica apresentou uma correlação não significativa e inversamente proporcional com o SOFA. Desta forma...

Cisto coloide no terceiro ventrículo e morte súbita em jovem

Alencar, Angela Augusta Ferreira de; Alencar Filho, Aristoteles Comte de; Ferreira, Luiz Carlos de Lima; Alencar Neto, Aristoteles Comte de
Fonte: Sociedade Brasileira de Patologia ClínicaSociedade Brasileira de PatologiaSociedade Brasileira de Citopatologia Publicador: Sociedade Brasileira de Patologia ClínicaSociedade Brasileira de PatologiaSociedade Brasileira de Citopatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 495-498
Português
Relevância na Pesquisa
27.482595%
Morte súbita de jovem, sexo masculino, 23 anos, assintomático, suscitou verificação de óbito. Antes queixou-se de cefaleia excruciante, em sala de aula, caindo sobre o computador. Encéfalo apresentou edema e congestão vascular. Sem herniações. Cortes coronais evidenciaram dilatação dos ventrículos laterais e nódulo aderido ao teto do terceiro ventrículo. À microscopia o diagnóstico foi cisto coloide do terceiro ventrículo. A ameaça de morte súbita em portadores de cisto coloide é sério problema diagnóstico na emergência médica. A relevância deste caso está em lembrar aos médicos que esta entidade deve permanecer como diagnóstico diferencial nas cefaleias em crianças, adolescentes e adultos jovens.; Sudden death of 23 year-old asymptomatic male patient led to further investigation into its cause. Previously, he had complained of excruciating headache in the classroom, falling on the computer. His brain showed edema and vascular congestion without herniation. Coronal sections showed dilatation of the lateral ventricles and nodule attached to the roof of the third ventricle. The microscopic diagnosis was colloid cyst of third ventricle. The threat of sudden death among colloid cyst patients is a serious diagnostic problem in medical emergencies. The relevance of this case is to remind doctors that this entity should remain as differential diagnosis in headaches among children...

Efeitos cardiovasculares da anestesia dissociativa na reposição volêmica com colóide e solução hipertônica em cães: avaliação biotelemétrica

Oleskovicz, N.; Moreno, J.C.D.; Guirro, E.C.P.; Valadão, C.A.A.; Fantoni, D.T.
Fonte: Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Escola de Veterinária Publicador: Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Escola de Veterinária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 27-34
Português
Relevância na Pesquisa
27.482595%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Processo FAPESP: 03/01111-9; Processo FAPESP: 03/13671-9; Avaliaram-se os efeitos cardiovasculares por um período de 24 horas, após a administração de solução salina hipertônica (NaCl) 7,5% ou em associação ao hidroxietilamido 130/0,4 (HES), em cães com hipovolemia induzida e tratados com cetamina levógira ou racêmica. Após a indução da hipovolemia, administrou-se NaCl 7,5% (4mL/kg) no grupo hipertônica levógira (GHL) e no grupo hipertônica racêmica (GHR) ou HES 130/0,4 na mesma proporção de sangue retirado, associado a NaCl 7,5% (4mL/kg) no grupo hipertônica colóide levógira (GHCL) e no grupo hipertônica colóide racêmica (GHCR). Após 30 minutos, administrou-se por via intravenosa, cetamina levógira (CL; 5mg/kg) no GHL e GHCL ou cetamina racêmica (CR; 10mg/kg) no GHR e GHCR. A frequência cardíaca (FC) e a pressão arterial sistólica (PAS) foram menores após a hipovolemia e após a CR. A pressão arterial média (PAM) e a pressão arterial diastólica (PAD) foram menores após a hipovolemia e após a administração de CL e CR. Não foram observadas diferenças significativas entre os grupos em relação à FC, PAS, PAM e PAD durante o período de mensuração por biotelemetria desde T210 até T1440. A administração de HES associado ao NaCl 7...

Efeitos cardiovascular e metabólico da reposição volêmica com solução salina hipertônica 7,5% associada ou não ao hidroxietilamido 130/0,4 em gatas com hipovolemia induzida

Regalin, Doughlas; Moraes, Aury Nunes de; Flores, Fabíola Niederauer; Corrêa, André Luís; Costa, Bruna Ditzel da; Carneiro, Ruiney; Oleskovicz, Nilson
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) Publicador: Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 1770-1778
Português
Relevância na Pesquisa
27.17227%
A hipovolemia é caracterizada por uma perda de fluido corpóreo, cursando com inadequado fluxo circulatório e consequentemente lesão tecidual. Neste trabalho, objetivou-se comparar a expansão volêmica resultante da administração de solução salina hipertônica (NaCl 7,5%), isolada ou em associação com hidroxietilamido 130/0,4 (HES 130/0,4), em gatas com hipovolemia induzida, sob anestesia geral inalatória com isofluorano. Foram utilizadas 12 gatas, sem raça definida, adultas, com massa corporal média de 3,07±0,56kg. Os animais foram anestesiados com isofluorano e, após a preparação cirúrgica, foram mantidos em 1CAM sob ventilação controlada. Após a estabilização do plano anestésico, foram avaliados os parâmetros basais. em ato contínuo, iniciou-se a fase de hipovolemia, por meio da retirada de 30ml kg-1 de sangue da artéria femoral. Após 60 minutos da estabilização do quadro de hipovolemia, foi realizada nova mensuração dos dados, alocando-se os animais aleatoriamente em dois grupos: GSH (grupo solução hipertônica, n=6), que receberam, na fase de expansão volêmica, NaCl 7,5% isolada, na dose de 4ml kg-1, e GSHC (grupo salina hipertônica associado ao coloide, n=6), que receberam NaCl 7,5%, na mesma dose citada...

Punção biópsia aspirativa de tireóide em região endêmica de bócio colóide

Lima,Marcus A.; Yamada,Adriano F.; Navarro,Fábio C.; Resende,Elisabete M.; Ferreira,Beatriz P.; Borges,Maria F.
Fonte: Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia Publicador: Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2002 Português
Relevância na Pesquisa
27.673564%
Propusemo-nos verificar a freqüência de tireoidopatias em região endêmica de bócio colóide através de punção biópsia aspirativa com agulha fina (PBAAF). Foram avaliados os diagnósticos obtidos por este método em 1265 pacientes portadores de tireoidopatias difusas ou nodulares tratados na cidade de Uberaba, Minas Gerais, no período de 1989 a 2000, correlacionando-os com o sexo e a idade. As tireoidopatias mais freqüentemente encontradas foram bócio colóide (54,38%), tireoidite crônica de Hashimoto (22,70%) e tumor folicular (8,61%), predominantemente no sexo feminino (92%) e na faixa etária entre 30 e 60 anos (64,12%). Em conclusão, além do predomínio de bócio colóide, a tireoidite crônica de Hashimoto apresentou incidência maior que aquelas relatadas em outras regiões endêmicas e não endêmicas de bócio e houve elevada freqüência de tumores foliculares, cerca de treze vezes mais freqüentes que o carcinoma papilífero.

Alcoolização de nódulo tiroidiano em região endêmica de bócio colóide

Lima,Marcus Aurelho; Fagundes,Tales Alvarenga; Raffaelli,Cristiane Mendes; Ferreira,Beatriz Pires; Resende,Elisabete Mantovani; Fonseca,Elvi Cristina Rojas; Borges,Maria de Fátima
Fonte: Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia Publicador: Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2007 Português
Relevância na Pesquisa
37.673564%
A doença nodular tiroidiana é problema clínico comum, principalmente em regiões com carência de iodo. Esse estudo avaliou a eficácia da injeção percutânea de etanol (IPE) no tratamento de nódulos tiroidianos únicos, múltiplos, sólidos, císticos, de diferentes tamanhos com ou sem disfunção glandular, em região endêmica de bócio. Quarenta e dois pacientes com diagnóstico de bócio colóide ou hiperplasia nodular colóide, na punção biópsia aspirativa por agulha fina (PBAAF), foram selecionados para análise após terem sido submetidos a pelo menos duas IPEs. Os nódulos tiroidianos eram múltiplos (sólidos e ou císticos) em 52,4% dos pacientes, únicos e sólidos ou mistos em 35,7% e únicos e císticos em 11,9%. A redução média dos nódulos após injeção de etanol foi de 58,2% para os únicos e 60,8% nos císticos. Nos nódulos múltiplos, avaliou-se a redução de todo o lobo tiroidiano, alcançando 52,4% de redução. Os efeitos colaterais registrados foram decorrentes apenas do desconforto na aplicação. Este estudo indica que a injeção percutânea de etanol (IPE), alcançando reduções médias de volume que variam de 49 a 60%, é método seguro, eficaz e simples para o tratamento de nódulos tiroidianos benignos.

Acesso endoscópico transepto-interforniceal para cistos colóides: relato de caso

VIALOGO,JOSUÉ GUIMARÃES GRANHA
Fonte: Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO Publicador: Academia Brasileira de Neurologia - ABNEURO
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2000 Português
Relevância na Pesquisa
27.17227%
A abordagem endoscópica de cistos colóides ainda é matéria controversa. As opções de tratamento são variadas: observação com exames seriados, tratamento da hidrocefalia, aspiração por estereotaxia, microcirurgia e endoscopia. O autor relata o caso de um paciente com cisto colóide do terceiro ventrículo, localizado em posição retroforaminal, no teto diencefálico, dissecando os dois fornices projetando-se supero-posteriormente em direção ao assoalho do ventrículo lateral, por dentro do cavum do septo pelúcido. A lesão foi alcançada com neuroendoscópio rígido, através de um orifício de trépano pré-coronal situado a 2,5 cm da linha média (ponto de Kocher). Seguindo por via transventricular, a lâmina direita do septo pelúcido foi aberta, posterior à veia septal. A lesão, muito endurecida, situada entre os dois fórnices, foi parcialmente ressecada através da via endoscópica transventricular transepto-interforniceal. Realizamos também septostomia e terceiro ventriculostomia endoscópicas neste paciente. Os diferentes tipos de procedimentos cirúrgicos das patologias situadas no terceiro ventrículo são discutidos com ênfase no papel da endoscopia.

Expansão volêmica em raquianestesia para cesariana: comparação entre cristalóide ou colóide

Cardoso,Mônica Maria Siaulys Capel; Bliacheriene,Sandra; Freitas,Cláudia R C; César,Daniel S; Torres,Marcelo Luís Abramides
Fonte: Sociedade Brasileira de Anestesiologia Publicador: Sociedade Brasileira de Anestesiologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2004 Português
Relevância na Pesquisa
37.896362%
JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: A hipotensão arterial materna é a complicação mais comum após raquianestesia para cesariana. O objetivo deste estudo foi comparar o bem estar materno e fetal de pacientes submetidas à cesariana sob raquianestesia, após expansão volêmica com cristalóide ou colóide (gelatina fluida modificada). MÉTODO: Foram estudadas prospectivamente 50 gestantes de termo, estado físico ASA I, submetidas à cesariana sob raquianestesia. As pacientes foram aleatoriamente divididas em dois grupos que receberam expansão volêmica como segue: Grupo Cristalóide 10 ml.kg-1 de Ringer com lactato e Grupo Colóide, 10 ml.kg-1 de solução coloidal (gelatina fluida modificada). Definiu-se como pressão arterial de controle a média de três valores sucessivos de pressão arterial sistólica (PAS). A PAS foi medida a cada minuto e administrou-se bolus de 0,2 mg de metaraminol, por via venosa, para diminuição de PAS maior que 10% e bolus de 0,4 mg para diminuição de PAS maior que 20%. Ao nascimento avaliou-se o índice de Apgar e realizou-se gasometria da artéria umbilical. A análise estatística foi feita com os testes t de Student modificado e para igualdade de variáveis (p < 0,05). RESULTADOS: A hipotensão arterial 10% (100% e 100% das pacientes); hipotensão arterial 20% (72% e 72% das pacientes)...

Reposição volêmica intraoperatória: cristaloides versus coloides em revascularização cirúrgica do miocárdio sem circulação extracorpórea

Soares,Raquel Reis; Ferber,Leonardo; Lorentz,Michelle Nacur; Soldati,Marjorie Taboada
Fonte: Sociedade Brasileira de Anestesiologia Publicador: Sociedade Brasileira de Anestesiologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2009 Português
Relevância na Pesquisa
27.17227%
JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: O uso de cristaloides ou coloides na reposição volêmica de intervenções cirúrgicas de grande porte é assunto controverso. O objetivo deste trabalho foi comparar os efeitos do cristaloide (solução fisiológica a 0,9% SF) com coloide (gelatina fluida modificada) quando administrados no intraoperatório de revascularização cirúrgica do miocárdio (RVCM) sem circulação extracorpórea (CEC). MÉTODO: Quarenta pacientes submetidos à RVCM sem CEC foram divididos aleatoriamente em dois grupos similares. O primeiro grupo recebeu gelatina fluida modificada e SF e o segundo grupo recebeu somente SF. Registrou-se a diurese, nível da hemoglobina, sangramentos intra e pós-operatórios, valores de glicemia e lactato do intraoperatório em quatro medidas distintas. Foram avaliados a morbimortalidade pós-operatória, o tempo de internação na unidade de terapia intensiva (UTI) e o tempo de internação hospitalar. RESULTADOS: O tempo de extubação do grupo da gelatina foi de 6,6 horas contra 7,3 horas do grupo do SF. O tempo de internação no CTI foi de 2,4 dias no grupo da gelatina contra 3,3 dias no grupo do SF. O tempo de internação hospitalar no grupo da gelatina foi de 10,3 dias contra 6,8 dias no grupo do uso exclusivo de SF. A ocorrência de complicações renais...

Expressão citofotométrica do fator de proliferação celular ki-67 no bócio colóide e no carcinoma papilífero da tireóide

Souza,Gleim Dias de; Czeczko,Nicolau Gregori; Moreira,Hamilton; Ribas Filho,Jurandir Marcondes; Mafafaia,Osvaldo; Czeczko,Leticia Elizabeth Augustin; Thiele,Edilson Schwansee; Aguiar,Luiz Roberto Farion de
Fonte: Colégio Brasileiro de Cirurgiões Publicador: Colégio Brasileiro de Cirurgiões
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2009 Português
Relevância na Pesquisa
28.02229%
OBJETIVO: Comparar a expressão citofotométrica quantitativa do fator de proliferação celular Ki-67 no bócio colóide com o do carcinoma papilífero da tireóide. MÉTODOS: Foram estudadas a expressão da proteína Ki-67, em 12 casos de bócio colóide da tireóide e 20 casos de carcinoma papilífero da tireóide. Os núcleos celulares imunomarcados foram quantificados através do software SAMBA 4000 ® e do software IMMUNO®, analisando o índice de marcagem e densidade óptica. Foi estimado o coeficiente de correlação de Spearmane e o teste não-paramétrico de Mann-Whitney. RESULTADOS: Foi rejeitada a hipótese nula para o índice de marcagem. confirmando que existe diferença significativa entre o bócio colóide e o carcinoma papilífero da tireóide, quanto ao índice de marcagem do Ki-67, que são maiores nos carcinomas papilíferos da tireóide. Não foi encontrada diferença quanto à densidade óptica. Quanto ao bócio colóide, o coeficiente de correlação estimado entre o índice de marcagem e a densidade óptica do Ki-67 foi igual a 0,78. No bócio colóide, houve associação positiva e significativa entre o índice de marcagem e a densidade ótica do Ki-67. Para o carcinoma papilífero da tireóide o coeficiente de correlação estimado entre o índice de marcagem e a densidade ótica do Ki-67 foi igual a 0...

Expressão citofotométrica da Caspase-3 no carcinoma papilífero da tireóide e no bócio colóide

Souza,Luciana Rodrigues Queiroz de; Ribas-Filho,Jurandir Marcondes; Malafaia,Osvaldo; Czeczko,Nicolau Gregori; Ribas,Carmen Australia Paredes Marcondes; Souza,Glein Dias de; Marinho-Junior,Carlos Hespanha
Fonte: Colégio Brasileiro de Cirurgiões Publicador: Colégio Brasileiro de Cirurgiões
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2010 Português
Relevância na Pesquisa
38.02229%
OBJETIVO: Descrever a expressão citofotométrica quantitativa do marcador caspase-3 no bócio colóide e no carcinoma papilífero da tireóide e comparar a imunoexpessão entre as doenças. MÉTODOS: Realizou-se estudo imunoistoquímico da proteína caspase-3 em 17 blocos de parafina de carcinoma papilífero da tiróide e 20 de bócio colóide, através do sistema SAMBA 4000 - (Sistema de análise microscópica de busca automática), objetivando-se analisar duas variáveis: índice de marcagem e densidade óptica. RESULTADOS: Houve diferença significativa quanto ao índice de marcagem da caspase-3, entre o bócio colóide e o carcinoma papilífero, sendo maior no carcinoma, e não foi encontrada diferença significativa quanto à densidade óptica. Para o bócio colóide, o coeficiente de correlação estimado entre o índice de marcagem e a densidade óptica foi igual a 0,72, indicando assim, a rejeição da hipótese nula (p <0,001), afirmando-se que existe associação positiva e significativa entre o índice de marcagem e a densidade óptica da caspase-3. Para o carcinoma papilífero da tiróide, o coeficiente de correlação estimado entre o índice de marcagem e a densidade óptica 3 foi de 0,34. O resultado do teste estatístico indicou que não se pode afirmar que existe associação entre esses parâmetros. CONCLUSÃO: Para o bócio colóide existe associação positiva e significativa entre as duas variáveis...

Efeitos cardiovasculares da anestesia dissociativa na reposição volêmica com colóide e solução hipertônica em cães: avaliação biotelemétrica

Oleskovicz,N.; Moreno,J.C.D.; Guirro,E.C.P.; Valadão,C.A.A.; Fantoni,D.T.
Fonte: Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária Publicador: Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Veterinária
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/02/2009 Português
Relevância na Pesquisa
27.482595%
Avaliaram-se os efeitos cardiovasculares por um período de 24 horas, após a administração de solução salina hipertônica (NaCl) 7,5% ou em associação ao hidroxietilamido 130/0,4 (HES), em cães com hipovolemia induzida e tratados com cetamina levógira ou racêmica. Após a indução da hipovolemia, administrou-se NaCl 7,5% (4mL/kg) no grupo hipertônica levógira (GHL) e no grupo hipertônica racêmica (GHR) ou HES 130/0,4 na mesma proporção de sangue retirado, associado a NaCl 7,5% (4mL/kg) no grupo hipertônica colóide levógira (GHCL) e no grupo hipertônica colóide racêmica (GHCR). Após 30 minutos, administrou-se por via intravenosa, cetamina levógira (CL; 5mg/kg) no GHL e GHCL ou cetamina racêmica (CR; 10mg/kg) no GHR e GHCR. A frequência cardíaca (FC) e a pressão arterial sistólica (PAS) foram menores após a hipovolemia e após a CR. A pressão arterial média (PAM) e a pressão arterial diastólica (PAD) foram menores após a hipovolemia e após a administração de CL e CR. Não foram observadas diferenças significativas entre os grupos em relação à FC, PAS, PAM e PAD durante o período de mensuração por biotelemetria desde T210 até T1440. A administração de HES associado ao NaCl 7,5% propiciou restabelecimento imediato da PAM...

Efeitos cardiovascular e metabólico da reposição volêmica com solução salina hipertônica 7,5% associada ou não ao hidroxietilamido 130/0,4 em gatas com hipovolemia induzida

Regalin,Doughlas; Moraes,Aury Nunes de; Flores,Fabíola Niederauer; Corrêa,André Luís; Costa,Bruna Ditzel da; Carneiro,Ruiney; Oleskovicz,Nilson
Fonte: Universidade Federal de Santa Maria Publicador: Universidade Federal de Santa Maria
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/08/2010 Português
Relevância na Pesquisa
27.17227%
A hipovolemia é caracterizada por uma perda de fluido corpóreo, cursando com inadequado fluxo circulatório e consequentemente lesão tecidual. Neste trabalho, objetivou-se comparar a expansão volêmica resultante da administração de solução salina hipertônica (NaCl 7,5%), isolada ou em associação com hidroxietilamido 130/0,4 (HES 130/0,4), em gatas com hipovolemia induzida, sob anestesia geral inalatória com isofluorano. Foram utilizadas 12 gatas, sem raça definida, adultas, com massa corporal média de 3,07±0,56kg. Os animais foram anestesiados com isofluorano e, após a preparação cirúrgica, foram mantidos em 1CAM sob ventilação controlada. Após a estabilização do plano anestésico, foram avaliados os parâmetros basais. Em ato contínuo, iniciou-se a fase de hipovolemia, por meio da retirada de 30ml kg-1 de sangue da artéria femoral. Após 60 minutos da estabilização do quadro de hipovolemia, foi realizada nova mensuração dos dados, alocando-se os animais aleatoriamente em dois grupos: GSH (grupo solução hipertônica, n=6), que receberam, na fase de expansão volêmica, NaCl 7,5% isolada, na dose de 4ml kg-1, e GSHC (grupo salina hipertônica associado ao coloide, n=6), que receberam NaCl 7,5%...

Cisto coloide no terceiro ventrículo e morte súbita em jovem

Alencar,Angela Augusta Ferreira de; Alencar Filho,Aristoteles Comte de; Ferreira,Luiz Carlos de Lima; Alencar Neto,Aristoteles Comte de
Fonte: Sociedade Brasileira de Patologia Clínica; Sociedade Brasileira de Patologia; Sociedade Brasileira de Citopatologia Publicador: Sociedade Brasileira de Patologia Clínica; Sociedade Brasileira de Patologia; Sociedade Brasileira de Citopatologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2010 Português
Relevância na Pesquisa
27.482595%
Morte súbita de jovem, sexo masculino, 23 anos, assintomático, suscitou verificação de óbito. Antes queixou-se de cefaleia excruciante, em sala de aula, caindo sobre o computador. Encéfalo apresentou edema e congestão vascular. Sem herniações. Cortes coronais evidenciaram dilatação dos ventrículos laterais e nódulo aderido ao teto do terceiro ventrículo. À microscopia o diagnóstico foi cisto coloide do terceiro ventrículo. A ameaça de morte súbita em portadores de cisto coloide é sério problema diagnóstico na emergência médica. A relevância deste caso está em lembrar aos médicos que esta entidade deve permanecer como diagnóstico diferencial nas cefaleias em crianças, adolescentes e adultos jovens.

Síntese e propriedades ópticas de sistemas coloidais contendo nanopartículas de ouro dispersas em óleo de mamona; Synthesis and optical properties of colloidal systems containing gold nanoparticles dispersed in castor oil

Silva, Eid Cavalcante da
Fonte: Universidade Federal de Alagoas; BR; Química; Biotecnologia; Programa de Pós-Graduação em Química e Biotecnologia; UFAL Publicador: Universidade Federal de Alagoas; BR; Química; Biotecnologia; Programa de Pós-Graduação em Química e Biotecnologia; UFAL
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
27.17227%
This dissertation of master s degree presents the results and discussions related to the synthesis, characterization, and stability of a new colloidal system containing gold nanoparticles (AuNP) dispersed in castor oil. In parallel, the stability of the system against agglomeration, after addition of other organic solvents in the medium was evaluated. In collaboration with the Laboratory of Optics and Materials of the Institute of Physics of the Federal University of Alagoas, the non linear optical properties of the new colloidal system were evaluated. The colloids were synthesized via wet chemistry, using a two-phase method, which consists of a mixture of an aqueous solution of HAuCl4, castor oil, ethanol, and an aqueous solution of KOH. Several colloid syntheses had been carried out, using ratios of Au/OH⎯/castor oil, in order to establish the convenient concentration ratio of the components to lead the formation of relative stable colloids. The AuNPs had been characterized by Transmission Electronic Microscopy (TEM), ultraviolet-visible spectroscopy (UV-Vis), and the quantification of gold content in the colloid was done by Inductively Coupled Plasma-Atomic Emission Spectrometry (ICP-AES). The new colloidal system of nanoparticles of gold dispersed in castor oil presented interesting non linear optical properties. These properties had been evaluated via z-scan technique; Neste trabalho de dissertação de mestrado são apresentados e discutidos os resultados obtidos com relação à síntese...

Síntese e propriedades ópticas de sistemas coloidais contendo nanopartículas de ouro dispersas em óleo de mamona; Synthesis and optical properties of colloidal systems containing gold nanoparticles dispersed in castor oil

Silva, Eid Cavalcante da
Fonte: Universidade Federal de Alagoas; BR; Química; Biotecnologia; Programa de Pós-Graduação em Química e Biotecnologia; UFAL Publicador: Universidade Federal de Alagoas; BR; Química; Biotecnologia; Programa de Pós-Graduação em Química e Biotecnologia; UFAL
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
27.17227%
This dissertation of master s degree presents the results and discussions related to the synthesis, characterization, and stability of a new colloidal system containing gold nanoparticles (AuNP) dispersed in castor oil. In parallel, the stability of the system against agglomeration, after addition of other organic solvents in the medium was evaluated. In collaboration with the Laboratory of Optics and Materials of the Institute of Physics of the Federal University of Alagoas, the non linear optical properties of the new colloidal system were evaluated. The colloids were synthesized via wet chemistry, using a two-phase method, which consists of a mixture of an aqueous solution of HAuCl4, castor oil, ethanol, and an aqueous solution of KOH. Several colloid syntheses had been carried out, using ratios of Au/OH⎯/castor oil, in order to establish the convenient concentration ratio of the components to lead the formation of relative stable colloids. The AuNPs had been characterized by Transmission Electronic Microscopy (TEM), ultraviolet-visible spectroscopy (UV-Vis), and the quantification of gold content in the colloid was done by Inductively Coupled Plasma-Atomic Emission Spectrometry (ICP-AES). The new colloidal system of nanoparticles of gold dispersed in castor oil presented interesting non linear optical properties. These properties had been evaluated via z-scan technique; Neste trabalho de dissertação de mestrado são apresentados e discutidos os resultados obtidos com relação à síntese...

Células C em bócio colóide; C-cells in colloid goiter

Lima, Marcus A.; Tiveron, Fabiana S.; Santos, Vitorino M.; Lima, Lilian M. B.; Silva, Gilberto P.; Borges, Maria F.
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2003 Português
Relevância na Pesquisa
37.896362%
OBJETIVO: Pesquisar, quantitativamente, as células C em bócio colóide com o propósito de investigar a relação destas células na patogênese do bócio. MÉTODO: Foram analisadas 35 tiróides obtidas de tiroidectomia, sendo 24 de pacientes com bócio colóide e 11 tiróides normais de adulto usadas como controle. Seis diferentes áreas foram amostradas em média e coradas com o anticorpo monoclonal anticalcitonina. As células C foram contadas em campos de 1 cm² e o número médio de células/campo foi calculado. Os dados foram estudados estatisticamente pelo teste de Kruskal-Wallis. RESULTADOS: O número de células C variou de 0 a 23/cm² em bócio colóide e em tiróides normais de 20 a 148/cm². CONCLUSÕES: Os resultados demonstraram redução significativa no número de células C em bócio colóide comparando com tiróides normais, indicando que o processo hiperplásico é restrito às células foliculares em detrimento das células C, as quais, provavelmente, deixam de receber estímulos tróficos e se degeneram.; PURPOSE: The aim of this investigation was to quantitatively evaluate C-cells in colloid goiters, analyzing 36 thyroids that were obtained through thyroidectomy from 24 patients with goiter and 12 normal glands from adult patients without thyroid disease...

Quiste coloide del tercer ventrículo

Dávila Meneses,Juan
Fonte: Medicina Legal de Costa Rica Publicador: Medicina Legal de Costa Rica
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2012 Português
Relevância na Pesquisa
27.482595%
Los quistes coloides son lesiones intracraneales con una incidencia calculada en tres individuos por millón de personas en un año. Son tumores benignos de la porción anterosuperior del tercer ventrículo. El flujo normal del líquido cefalorraquídeo puede ser interrumpido por un gran quiste que obstruya el foramen de Monro. Los signos y síntomas asociados engloban un espectro amplio de características, desde una cefalea no específica hasta datos de hipertensión intracraneal; algunos quistes coloides se dan en el comienzo agudo de una hidrocefalia y pueden llevar a una muerte súbita. Caso: presentamos el caso de un adolescente masculino de 13 años de edad, de raza negra, quien dos días antes de su fallecimiento había manifestado cefalea. Al examen de autopsia se evidenció un quiste coloide del tercer ventrículo que produjo una hidrocefalia aguda obstructiva, con edema cerebral severo y herniación de amígdalas cerebelosas. En este artículo comentamos las características principales del quiste coloide y realizamos una breve revisión bibliográfica