Página 1 dos resultados de 14 itens digitais encontrados em 0.020 segundos

"O plantador de eucaliptos: a questão da preservação florestal no Brasil e o resgate documental do legado de Edmundo Navarro de Andrade" ; "The Eucalyptus Planter: the Forest Preservation Matter in Brazil and the Documental Rescue of the Legacy of Edmundo Navarro de Andrade"

Martini, Augusto Jeronimo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 29/03/2004 Português
Relevância na Pesquisa
96.44%
Este trabalho visa resgatar a memória histórica, documental e científica de Edmundo Navarro de Andrade, cientista contratado pela Companhia Paulista de Estradas de Ferro do Estado de São Paulo, em 1904, para encontrar a espécie florestal que melhor se prestaria ao fornecimento de carvão para as locomotivas e madeira para os dormentes das ferrovias. Navarro começou seu trabalho em Jundiaí, onde organizou o primeiro dos dezoito hortos que fundaria para a Companhia. Suas pesquisas, comparando várias espécies nativas e exóticas, mostraram que as diversas espécies de Eucalyptus seriam a melhor opção tanto para o fornecimento de carvão e dormentes quanto para o reflorestamento das porções de floresta nativa que haviam desaparecido. Entre as obras de Navarro, merecem destaque o Museu do Eucalipto, o único do gênero no mundo, que registra em detalhes todo o trabalho desenvolvido pelo cientista, e o Herbário, que guarda preciosidades, como, por exemplo, a coleção de exsicatas, trazidas da Austrália, presente de Joseph Henry Maiden. Os testemunhos documentais dos 37 anos nos quais Navarro foi diretor do Serviço Florestal da Companhia Paulista estão em sua antiga sede, no Horto Florestal de Rio Claro, onde ele desenvolveu suas experiências de melhoramentos genéticos e entomologia e escreveu diversos livros sobre esses assuntos. Em 1941...

A gênese da agricultura e da silvicultura moderna no estado de São Paulo.; The genesis of forestry and modern agriculture in São Paulo State.

Ferraro, Mário Roberto
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 15/04/2005 Português
Relevância na Pesquisa
56.33%
A modernização da agricultura e o surgimento da silvicultura em sua gênese no início do século XX, no Estado de São Paulo, são abordados e analisados nesta pesquisa. Nossa hipótese é a de que a elite agrária, incluindo Edmundo Navarro de Andrade, considerado um ícone da silvicultura no país, possuía um projeto de modernização da agricultura que se servia de modelos europeus e norte-americanos. Podemos dizer que a elite agrária se impõe ao país porque tinha uma proposta política consistente, bem fundamentada cientificamente, atualizada em relação a outros países e articulada com outros setores da sociedade, tais como os políticos e a mídia, principalmente. São apresentados fatos que mostram que a modernização da agricultura foi um processo mundial, que o Brasil nela se insere elegendo a Europa como modelo intelectual e os Estados Unidos como exemplo concreto a ser imitado em suas realizações, sendo a Sociedade Paulista de Agricultura (SPA) a principal incentivadora no Estado de São Paulo. O governo de Jorge Tibiriçá (1905-1908), cujo secretariado era composto em sua totalidade por membros oriundos da SPA, foi seu primeiro implementador. Esta pode ser considerada a primeira experiência de aplicação da ciência como norteadora de uma política pública bem definida em relação à agricultura. A ferrovia é o principal agente da modernização no campo ao permitir a agricultura avançar para além de duzentos quilômetros do litoral e ao permitir a circulação de mercadorias...

As oficinas da Companhia Mogiana de Estradas de Ferro: arquitetura de um complexo produtivo; Mogiana Railway Workshops: architecture of a production complex

Francisco, Rita de Cássia
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 23/11/2007 Português
Relevância na Pesquisa
86.19%
Esta dissertação de mestrado versa sobre as oficinas ferroviárias, adotando-se como caso de estudo as "Officinas Companhia Mogyana", da Companhia Mogiana de Estradas de Ferro e Navegação, estabelecidas em Campinas, São Paulo, no início do século XX. A discussão proposta insere-se no campo de estudo do patrimônio industrial e visa contribuir para o reconhecimento, a análise e, em última instância, a preservação de remanescentes da arquitetura ferroviária paulista. O recorte temporal adotado, entre os anos de 1897 e 1908, corresponde ao período de concepção das idéias, do projeto e da execução das oficinas, com a implantação gradual de suas diversas edificações, conformando no pátio ferroviário central de Campinas um verdadeiro complexo industrial destinado ao funcionamento daquela ferrovia. Utilizando fontes documentais diversas, buscou-se investigar as diretrizes internacionalmente difundidas à época para a construção de oficinas ferroviárias, bem como a reinterpretação dessas para a realidade brasileira. Por meio do estudo das "Officinas Companhia Mogyana", foi possível averiguar a repercussão desses preceitos na determinação da planta industrial estabelecida pela companhia, especificamente em relação às decisões projetuais e de partido. Além disso...

Estado e capital ferroviário em São Paulo: a Companhia Paulista de Estradas de Ferro entre 1930 e 1961; State and rail capital in São Paulo: the Companhia Paulista de Estradas de Ferro between 1930 and 1961

Grandi, Guilherme
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 18/03/2011 Português
Relevância na Pesquisa
106.54%
Este estudo tem por objeto a Companhia Paulista de Estradas de Ferro no período de 1930 a 1961. Com o propósito de sanar a lacuna existente na historiografia a respeito da história dessa Companhia após os anos trinta, selecionamos a referida periodização na intenção de ampliar o conhecimento a respeito do tema das ferrovias de São Paulo para além das décadas de 1930 e 1940. Nosso objetivo é analisar o desempenho da Companhia Paulista por meio do exame dos principais indicadores econômicos e financeiros presentes nos relatórios da ferrovia que eram periodicamente apresentados aos acionistas nas assembleias gerais ordinárias. A partir do exame das disputas políticas travadas no âmbito do Estado, busca-se avaliar se a diretoria da Paulista exercia algum tipo de influência sobre as determinações estatais no tocante às políticas de transporte e às políticas voltadas para a promoção do desenvolvimento econômico, especialmente, do estado de São Paulo. Por fim, investigam-se os contornos mais gerais dos principais condicionantes que permearam o processo de estatização da Paulista, ferrovia esta que, a nosso ver, representou o último bastião do transporte privado por trilhos no Brasil, durante o período anterior ao golpe militar de 1964.; The object of this study is the Companhia Paulista de Estradas de Ferro at the period of 1930 to 1961. With the proposal to fulfill the gap in the historiography about the history of the Company after 1930...

Um caminho voltado para dentro: o circuito goiano e o comércio entre Goiás e São Paulo na Primeira República; One way inward: Goiás circuit and trade between Goiás and São Paulo in the First Republic

Oliveira, Paulo Roberto de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 10/02/2014 Português
Relevância na Pesquisa
75.99%
O trabalho apresentado trata do comércio entre os Estados de Goiás e São Paulo durante a Primeira República, comércio este feito por meio de um importante circuito comercial que se intensificou a partir das últimas décadas do século XIX e as primeiras do século XX, com a expansão da economia cafeeira paulista e o desdobramento de seu setor de transportes rumo a Goiás. Por meio da Companhia Mogiana de Estradas de Ferro, continuada pela Estrada de Ferro Goiás, o setor de transportes paulistas se desdobrou, fazendo do Estado de Goiás uma das regiões às quais o complexo cafeeiro ligava-se e recorria em momentos em que a produção paulista passava por algum percalço. Nesse contexto, quando a economia paulista aumentava a demanda por produtos que os goianos podiam fornecer principalmente o gado e o arroz o circuito goiano reagia, aumentando a sua produção. Assim, ao mesmo tempo em que os paulistas podiam recorrer a Goiás, os goianos viram-se ligados à economia regional mais dinâmica do período, onde encontraram grande mercado para os seus produtos, tornando-se um dos maiores produtores de gado e arroz do Brasil na década de 1920. Para a realização do trabalho, foram consultados um amplo grupo de fontes, cujas principais são as Mensagens dos Presidentes de Estado de Goiás...

A arquitetura da Companhia Paulista de Estradas de Ferro: tipologia de remanescentes do seu tronco oeste; The architecture of the Companhia Paulista Rail Ways: typology of remnantes of its trunk western

Silva, Ana Lucia Arantes da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 07/05/2014 Português
Relevância na Pesquisa
106.26%
O patrimônio industrial ferroviário de São Paulo, que está entre os mais ricos e significativos do Brasil, hoje está, em grande parte, legado ao abandono. Apesar da sua importância econômica, social e cultural para a formação do Estado, não tem recebido reconhecimento e apoio oficial suficientes para sua preservação, apenas começando a merecer estudos mais aprofundados. No entanto, as edificações que fazem parte do sistema ferroviário introduziram inovações na construção, materiais e técnicas, nos programas e nas tipologias arquitetônicas. O desenvolvimento e a riqueza paulista, a partir do século XIX, são tributários das ferrovias em todos os aspectos, inclusive o tecnológico e o cultural, o que justifica todos os estudos e pesquisas aprofundados que possam colaborar com a sua preservação. Este trabalho pretende contribuir para a preservação do patrimônio ferroviário paulista através da pesquisa documental, inventário, levantamento, registro e análise dos edifícios destinados às estações de passageiros, identificando sua tipologia, a luz de suas características formais e funcionais - implantação, programa, composição formal, organização espacial, materiais e técnicas construtivas, bem como discutiu-se o estado atual destas edificações e o processo de incompreensão...

A Companhia Paulista de Estradas de Ferro, o Grêmio Recreativo e o município de Rio Claro: relações de trabalho e lazer : um estudo exploratório

Valdanha Netto, Américo
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 122 f.
Português
Relevância na Pesquisa
106.46%
Pós-graduação em Ciências da Motricidade - IBRC; Este trabalho tem como foco as relações do Grêmio Recreativo dos Empregados da Companhia Paulista de Estradas de Ferro (GRECPEF) com a história do Município de Rio Claro, tendo como objeto de estudo a questão do tempo livre relacionado ao esporte e lazer do ferroviário. A escolha dessa temática ocorreu após constatação de que na história social e política da cidade há uma lacuna quando se busca informações e estudos sobre os esportes, em geral, na cidade, bem como carência de estudos que tratem das atividades referentes ao tempo livre do trabalhador da Companhia Paulista de Estradas de Ferro (CPEF) e do GRECPEF nas atividades do tempo livre dos trabalhadores da empresa. Dentro deste contexto este trabalho teve como objetivo identificar as relações entre o GRECPEF, a CPEF e o Município de Rio Claro, no período compreendido entre 1940 e os dias atuais, a partir de três categorias de análise. Como procedimento metodológico adotou-se a pesquisa de natureza qualitativa, do tipo exploratório, tendo como técnica de coleta de dados a fonte documental e a fonte oral (entrevista). Na busca dos dados foram selecionados como participantes do estudo seis ferroviários. Entre os resultados coletados constatou-se que a CPEF constitui-se como um espaço social de trabalho e tempo livre. Nesta prática social do trabalhador ferroviário cabe ao GRECPEF registros de uma história social do tempo liberado vinculada à construção da família ferroviária. No âmbito desse cenário o esporte e o lazer representaram não só a entrada da cidade e do clube nos modos de produção da modernidade...

O processo de envelhecimento e a transição demográfica na cidade de Rio Claro - SP

Munhoes, Leonardo Buldrini de Oliveira Neves
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 31 f.
Português
Relevância na Pesquisa
115.99%
The proposed work aims to analyze the due process of demographic transition and pronounced population aging present in the city of Rio Claro-SP and the implications that such situation entails the locality. Given that the city is at an advanced point of this phenomenon is noticed a large contingent of people aged over 65 years living on site, so they depend on actions in order to live with dignity. Therefore, the project has the aim of investigating the evolution of population, mainly focusing on the plot elderly, verifying the importance of state enterprises that were present in the town in the lives of citizens, for example, FEPASA and Cesp; O trabalho proposto visa analisar o processo de transição demográfica e de acentuado envelhecimento demográfico presente na cidade de Rio Claro-SP e as implicações que tal situação acarreta à localidade. Tendo em vista que a cidade encontra-se em um nível avançado desse fenômeno, é notado um grande contingente de pessoas com idade superior a 65 anos residindo no local, que assim dependem das ações do poder público e de suas famílias para conseguir viver dignamente. Sendo assim, o projeto possui o intuito de investigar a evolução da população, focando principalmente na parcela idosa...

Resistências e transformações da organização agrária e histórico-cultural do bairro do Sobrado, Rio Claro/SP

Oliveira, Stephan Cabrini de
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: 42 f.
Português
Relevância na Pesquisa
95.9%
O município de Rio Claro, localizado na região central do estado de São Paulo, durante o auge da era do café, da imigração tanto estrangeira como regional e da instalação de várias empresas, dentre elas a Companhia Paulista de Estradas de Ferro se urbanizou num acelerado ritmo, assim como tantas outras cidades do Brasil. Como resultado o aglomerado urbano cresceu, necessitando que seu perímetro expandisse para a zona rural, comprometendo tanto o seu patrimônio histórico quanto o cultural. Antigas propriedades datadas do final do século XIX que resistem à ação do tempo e mantém viva a riqueza e a cultura da época dão lugar à cidade. Esse processo é observado no bairro rural do Sobrado, localizado na região norte de Rio Claro, que vem sofrendo diretamente com a expansão urbana através da criação de novos loteamentos residenciais e comerciais. Portanto, o avanço da urbanização tem provocado à degradação e/ou desaparecimento dos fatos históricos e culturais ainda presentes nos bairros rurais do município

Para além do Rio Grande: os impactos da economia paulista sobre O Triângulo Mineiro

Oliveira,Paulo Roberto de
Fonte: Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho Publicador: Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2008 Português
Relevância na Pesquisa
85.9%
Neste trabalho propomos a investigar os impactos da economia cafeeira paulista sobre o Triângulo Mineiro, onde chegou por meio da extensão da Companhia Mogiana de Estradas de Ferro em 1889. Tentamos entender os impactos causados pela extensão de uma ferrovia do café para uma região onde este produto praticamente inexistia e as mudanças ocorridas no panorama econômico da região. Para tanto, tomamos como exemplo a cidade de Uberaba, a mais importante da região na época.

O Grêmio da Paulista e o lazer do ferroviário rio-clarense

Netto,Américo Valdanha; Souza Neto,Samuel de; Hunger,Dagmar Aparecida Cynthia França
Fonte: Universidade Estadual Paulista Publicador: Universidade Estadual Paulista
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2010 Português
Relevância na Pesquisa
95.91%
Este artigo resgata a memória de um passado não muito distante, para investigar os indícios do desenvolvimento de uma cultura de lazer no Município de Rio Claro, evidenciada no Grêmio Recreativo dos Empregados da Companhia Paulista de Estradas de Ferro (GRECPEF), identificando as atividades de lazer dos ferroviários e a relação dessas com o clube. Para as pretensões da pesquisa foi utilizado um modelo de investigação de natureza exploratória, tendo como foco as relações do GRECPEF com a história social da cidade de Rio Claro. Os dados foram coletados através de revisão bibliográfica e de entrevistas semi-estruturadas, realizadas com ferroviários aposentados, que fazem parte do quadro de sócios do grêmio. No âmbito desse contexto pode-se constatar que o clube é referência para as atividades de lazer do trabalhador ferroviário, e tem significativa importância e influência na construção de uma cultura de lazer na cidade.

Postillas de pratica: colleção completa das licções de pratica do anno de 1865, precedidas de cinco licções de hermeneutica juridica e seguidas de dez de processo criminal, inteiramente correctas

Ramalho, Joaquim Ignácio; Baptista, Francisco de Paula; Souza Filho, Clemente Falcão de
Fonte: Typographia Americana Publicador: Typographia Americana
Tipo: Livro
Português
Relevância na Pesquisa
45.99%
Joaquim Ignácio Ramalho foi Conselheiro e Barão, político e Diretor da Faculdade de Direito de São Paulo, presidente da província de Goiás, além de autor de diversas obras de Direito. Foi um dos fundadores e o primeiro presidente do Instituto dos Advogados de São Paulo. Nasceu na cidade de São Paulo, em 06.01.1809, onde faleceu em 15.08.1902.; Francisco de Paula Baptista nasceu em Recife, a 04.02.1811. Em 1834 obteve o grau de Bacharel em Ciências Jurídicas e Sociais. Foi juiz de Direito no Recife, deputado por nove legislaturas (a primeira em 1835), advogado e professor da Faculdade de Direito do Recife. Em 1855, publicou um "Compêndio de Teoria e Prática do Processo Civil para uso das Faculdades de Direito do Império", primeira obra do gênero editada no Brasil. Em 1860, publicou o "Compêndio de Hermenêutica Jurídica". Foi considerado o mais importante cultor do Direito Processual no século XIX. Nos primeiros anos de sua vida pública, defendia idéias conservadoras, mas depois viria a mudar de opinião, filiando-se ao Partido Liberal. Morreu em Recife, no dia 25.05.1881.; Clemente Falcão de Souza Filho nasceu em 18.10.1834. Foi lente na Faculdade de Direito de São Paulo, advogado, um dos fundadores da Companhia Paulista de Estradas de Ferro...

Memória e ferrovia: diferentes gerações relembrando a experiência da Cia. Paulista de Estradas de Ferro em Rio Claro; Memories and railway: different generations remembering Cia Paulista Raliways in Rio Claro.

Nunes, Andréa Batista
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 23/02/2015 Português
Relevância na Pesquisa
86.1%
A presente pesquisa é um estudo sobre a memória ferroviária na qual buscamos verificar como a memória da ferrovia, especificamente o conjunto ferroviário da Cia. Paulista de Estradas de Ferro em Rio Claro-SP, se reproduz e é ressignificada no contexto urbano atual pelas novas gerações, que tiveram pouco ou nenhum contato com a ferrovia, mas se deparam cotidianamente com os símbolos dessa época. Por meio de entrevistas individuais semiestruturadas com ex-operários da companhia, jovens e adultos buscamos identificar se esta memória coletiva se mantém na atualidade. Pudemos perceber a permanência de uma identidade ferroviária, tão reforçada no passado, que ainda se perpetua nas novas gerações, mostrando como os vínculos entre a memória e o espaço, memória e grupos, memória e tempo, favorecem a construção das memórias na atualidade e perpassam diferentes gerações que atribuem diferentes significados aos acontecimentos do passado.; This research is a study on the railway memory in which we verify how the memory of the railroad, specifically rail assembly Cia. Paulista Railways at Rio Claro-SP, reproduces and is re-signified in the current urban context by new generations have had little or no contact with the railroad...

Territorial Disputes in Railway Building in the Province of São Paulo: the Paulista Railway Company and the Question of Privileged Zone, 1868-1892; Disputas Territoriais na Implantação Ferroviária da Província de São Paulo: a Companhia Paulista de Estradas de Ferro e a Questão da Zona Privilegiada, 1868-1892

Silva, Marcelo Werner da; Universidade Federal Fluminense
Fonte: Programa de Pós Graduação em Geografia - UFRJ Publicador: Programa de Pós Graduação em Geografia - UFRJ
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 05/12/2012 Português
Relevância na Pesquisa
86.02%
Railway construction in the province of São Paulo in the second half of theNineteenth Century involved several competing companies vying to provide transport service, especially the Paulista, Mogiana, Ituana and Rio Claro Companies. This happened because the activity in this region was very profitable due to the presence of coffee cultivation. The competition to provide transport services became territorial disputes through mechanisms such as right-of-way monopolies over land located thirty-one miles of each side of railways. Concession contracts favored companies that signed first, which ended up stifling subsequent railway construction to the detriment of the regions served. Here some of the right-of-way disputes are presented, particularly those involving the Paulista Company. This was one of the largest railroad companies of the time, which sought to preserve its right-of-way in order to expand its railways and to increase the profitability of its business at the expense of rival companies.; A implantação ferroviária na província de São Paulo, na segunda metade doséculo XIX, contou com diversas companhias disputando o serviço de transporte, destacando-se as companhias Paulista, Mogiana, Ituana e Rio Claro. Isto aconteceu porque a atividade nesta região era muito rentável no período...