Página 1 dos resultados de 32 itens digitais encontrados em 0.022 segundos

Avaliação empírica do modelo CAPM no mercado de capitais brasileiro via método dos momentos generalizados ; Testing CAPM model in Brazilian Capital Market by GMM

Bergmann, Daniel Reed
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 27/04/2006 Português
Relevância na Pesquisa
48.73715%
Escolheu-se o método GMM a fim de testar os modelos CAPM não-condicionais (Sharpe-Litner e zero-beta) no mercado de capitais brasileiro, pois as séries dos log-retornos diários de ações analisadas não se mostraram normais e IID. Este trabalho é pioneiro em testar a validade do modelo CAPM zero-beta via GMM no mercado brasileiro. Constatamos que o modelo CAPM de SL, tanto em termos da SELIC como do CDI, não pode ser rejeitado ao nível de 5% para o período de 2/1/00 até 31/12/04. Já para os períodos de 2/1/95 até 31/12/99 e de 2/1/95 até 31/12/04, tal modelo foi rejeitado ao nível de 5%. Dessa forma, para o modelo CAPM de SL, tanto em termos da SELIC como do CDI, o índice BOVESPA se comportou como um portfólio eficiente somente no período de 2/1/00 até 31/12/04. Já para o modelo CAPM zero-beta, verifica-se a sua não rejeição ao nível de 5% nos três períodos analisados acima.; The GMM method have been chosen in order to test non-conditional CAPM (Sharpe-Lintner and zero-beta) model in Brazilian security market, because the daily log-returns series of the analyzed shares did not showed itselves as normal and IID. This dissertation will be pioneer in testing the validity of the CAPM zero-beta model by GMM. We have realized that the SL CAPM model...

Aplicação do CAPM (Capital Asset Pricing Model) condicional por meio de métodos não-paramétricos para a economia brasileira: um estudo empírico do período 2002-2009; Application of conditional CAPM (Capital Asset Pricing Model) using nonparametrics methods for the Brazilian economy: an empirical study from 2002-2009

Galeno, Marcela Monteiro
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 04/10/2010 Português
Relevância na Pesquisa
69.253306%
Essa dissertação procura analisar se as variações dos retornos de carteiras setoriais formadas por ações do Índice teórico da Bolsa de Valores de São Paulo (Ibovespa), do primeiro quadrimestre de 2010, podem ser explicadas pelo CAPM condicional não-paramétrico proposto por Wang (2002) e também por quatro variáveis de informação disponíveis aos investidores: (i) percentual de variação do nível de produção industrial brasileira; (ii) percentual de variação do monetário agregado M4; (iii) percentual de variação da inflação representada pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA); e (iv) percentual de variação da taxa de câmbio real-dólar, obtida pela cotação do dólar PTAX. O estudo compreendeu as ações listadas na Bolsa de Valores de São Paulo no período de janeiro de 2002 a dezembro de 2009. Utilizou-se a metodologia de teste desenvolvida por Wang (2002) e replicada para o contexto mexicano por Castillo-Spíndola (2006). Foram utilizados os excessos de retornos mensais para as ações, carteiras e prêmio de mercado. Ainda, para estimar a influência das variáveis de informação, foram calculados seus respectivos percentuais de variação mensal, para o período de janeiro de 2002 a novembro de 2009. A fim de validar a aplicação do CAPM condicional não-paramétrico para o mercado acionário brasileiro...

CAPM condicional: impacto da idade da empresa e da inovação na volatilidade do mercado na precificação de ativos financeiros no Brasil; Conditional capm: the impact of firm age and of innovation in market volatility on the capital asset pricing in Brazil

Carrera Junior, José Marcos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/10/2014 Português
Relevância na Pesquisa
38.265115%
O modelo CAPM pressupõe, dentre outros fatores, a existência de informação completa. Entretanto esta é uma premissa extrema, e por isso a análise da interação da disponibilidade e qualidade da informação e dos retornos dos ativos se faz necessária. Uma das medidas de disponibilidade de informação é a idade, e neste sentido quanto maior o tempo de listagem de um ativo, maior seria o volume de informações disponíveis, reduzindo as incertezas e, portanto reduzindo o retorno esperado em função do menor risco. Não obstante mudanças nas condições de mercado, como em sua volatilidade, podem impactar o retorno dos ativos, sendo a magnitude do impacto dependente não somente das características da firma como também do nível de informação a respeito da empresa. Neste contexto este trabalho se propõe a analisar o impacto da idade e da inovação na volatilidade do mercado nos retornos e riscos de ativos financeiros, procurando averiguar a existência de um prêmio pela idade em situações de aumento na volatilidade do mercado. Analisando dados mensais de uma amostra composta por todas as ações listadas na Bolsa de Valores, Mercadorias e futuros de São Paulo entre os anos de 1995 e 2012, verificamos que empresas com menor tempo de listagem apresentaram um maior risco...

Tests of conditional asset pricing models in the Brazilian stock market

Bonomo, Marco Antônio Cesar; Garcia, René
Fonte: Escola de Pós-Graduação em Economia da FGV Publicador: Escola de Pós-Graduação em Economia da FGV
Tipo: Relatório
Português
Relevância na Pesquisa
58.993013%
In this paper, we test a version of the conditional CAPM with respect to a local market portfolio, proxied by the Brazilian stock index during the period 1976-1992. We also test a conditional APT modeI by using the difference between the 3-day rate (Cdb) and the overnight rate as a second factor in addition to the market portfolio in order to capture the large inflation risk present during this period. The conditional CAPM and APT models are estimated by the Generalized Method of Moments (GMM) and tested on a set of size portfolios created from individual securities exchanged on the Brazilian markets. The inclusion of this second factor proves to be important for the appropriate pricing of the portfolios.

Conditional alphas and realized betas

Corradi, Valentina; Distaso, Walter; Fernandes, Marcelo
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Português
Relevância na Pesquisa
58.65896%
This paper proposes a two-step procedure to back out the conditional alpha of a given stock using high-frequency data. We rst estimate the realized factor loadings of the stocks, and then retrieve their conditional alphas by estimating the conditional expectation of their risk- adjusted returns. We start with the underlying continuous-time stochastic process that governs the dynamics of every stock price and then derive the conditions under which we may consistently estimate the daily factor loadings and the resulting conditional alphas. We also contribute empiri- cally to the conditional CAPM literature by examining the main drivers of the conditional alphas of the S&P 100 index constituents from January 2001 to December 2008. In addition, to con rm whether these conditional alphas indeed relate to pricing errors, we assess the performance of both cross-sectional and time-series momentum strategies based on the conditional alpha estimates. The ndings are very promising in that these strategies not only seem to perform pretty well both in absolute and relative terms, but also exhibit virtually no systematic exposure to the usual risk factors (namely, market, size, value and momentum portfolios).

Testes multivariados do capital asset pricing model com variabilidade dos prémios de risco ao longo do tempo : aplicação ao mercado accionista português

Miranda, Domingos Lopes de
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //1995 Português
Relevância na Pesquisa
29.3067%
O objectivo desta investigação empírica consiste em examinar vários testes multivariados do Capital Asset Pricing Model (CAPM) Condicional desenvolvido por Ng (1989 e 1991), com diferentes representações do modelo Multivariate Simultaneous Generalized Autoregressive Conditional Heteroscedasticity In Mean (GARCH-M) e diferentes técnicas de construção de portfólios, baseadas no beta de mercado, na dimensão da empresa e no sector da actividade, para todas as empresas que mantiveram as suas acções listadas na Bolsa de Valores de Lisboa durante o período de Janeiro de 1988 a Agosto de 1995. Os testes multivariados do CAPM Condicional que permitem a variabilidade dos prémios de risco esperados ao longo do tempo e do risco, dado pela covariância condicional que assume um processo GARCH Multivariado, representada pelo operador VECH [Bollerslev, Engle e Wooldridge, 1988] ou pela representação BEKK [Engle e Kroner, 1995], incorporam a correlação Cross- Sectional contemporânea dos erros de previsão do prémio de risco e permitem a eficiência total com a estimação multivariada simultânea. Por outro lado, os testes são realizados com base nas variações temporais e nas variações Cross-Sectional dos prémios de risco esperados e risco das acções. Esta técnica aumenta o poder dos testes...

Aplicação e análise do modelo CAPM condicional na bolsa de valores portuguesa

Bruno, Marlene Sofia Falcão
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
59.341865%
O CAPM estático é o modelo mais utilizado para avaliar o trade-off entre rentabilidade esperada e risco, baseando-se apenas num único período de tempo. No entanto, numa economia dinâmica deve-se admitir que o risco e o prémio de risco variam ao longo do tempo. Com o intuito de testar aquela variabilidade, Jagannathan e Wang (1996) desenvolveram o modelo CAPM condicional, na qual incluíram as variáveis: prémio de risco de mercado, rentabilidade do capital humano e tamanho das empresas. O objetivo principal desta dissertação é aplicar este modelo ao mercado acionista português. Estimou-se o modelo e concluiu-se que as únicas variáveis capazes de explicar a rentabilidade esperada do portfolio são a variável tamanho e a variável da rentabilidade do capital humano, e que o CAPM condicional é preferível ao CAPM estático. Os resultados são consistentes com os de Jagannathan e Wang (1996); ### Abstract: Application and analysis of the conditional CAPM model in the portuguese stock exchange The static CAPM is the most widely used model to evaluate the trade-off between expected return and risk, based on only a single period model. However, in a dynamic economy one must assume that the systematic risk and the risk premium vary over time. In order to test that variability...

The Conditional CAPM Does Not Explain Asset-pricing Anomalies

LEWELLEN, JONATHAN; NAGEL, STEFAN
Fonte: MIT - Massachusetts Institute of Technology Publicador: MIT - Massachusetts Institute of Technology
Tipo: Trabalho em Andamento Formato: 318782 bytes; application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
69.25551%
Recent studies suggest that the conditional CAPM might hold, period-by-period, and that time-varying betas can explain the failures of the simple, unconditional CAPM. We argue, however, that significant departures from the unconditional CAPM would require implausibly large time-variation in betas and expected returns. Thus, the conditional CAPM is unlikely to explain asset-pricing anomalies like book-to-market and momentum. We test this conjecture empirically by directly estimating conditional alphas and betas from short-window regressions (avoiding the need to specify conditioning information). The tests show, consistent with our analytical results, that the conditional CAPM performs nearly as poorly as the unconditional CAP

Análise comparativa e teste empírico da validade dos modelos CAPM tradicional e condicional: o caso das ações da Petrobrás; Comparative analysis and empiric test of the validity of tradicional CAPM model: the case of Petrobrás shares

Alves, Janaína da Silva
Fonte: Revista Ciências Administrativas Publicador: Revista Ciências Administrativas
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
49.585806%
ALVES, Janaína da Silva. Análise comparativa e teste empírico da validade dos modelos CAPM tradicional e condicional: o caso das ações da Petrobrás. Revista Ciências Administrativas, Fotaleza, v. 13, n. 1, p.147-157, ago. 2007.; O objetivo deste artigo é fazer uma análise comparativa e testar empiricamente a validade dos modelos CAPM tradicional e condicional utilizando as ações preferenciais da Petrobrás. A metodologia empregada foi a de estimar primeiramente o modelo CAPM tradicional, através do método dos mínimos quadrados ordinários e, posteriormente estimou-se o modelo condicional, chamado também de GARCH-M. Em ambos os modelos aplicou-se o teste de Black, Jensen e Scholes para verificar a validade do modelo. Os resultados obtidos mostram que o modelo CAPM tradicional teve sua validade comprovada, mas detectou-se neste a presença de heterocedasticidade condicional, através do teste ARCH-LM. Então, estimou-se o CAPM condicional, o qual também foi válido, embora o efeito GARCH tenha sido não significativo na equação da média. Contudo, através do teste ARCH-LM constatou-se que os efeitos ARCH do CAPM condicional foram reduzidos significativamente em relação ao CAPM tradicional, ou seja, estes efeitos foram controlados pela inclusão da variância condicional. Por fim...

Tests of Conditional Asset Pricing Models in the Brazilian Stock Market

BONOMO, Marco; GARCIA, René
Fonte: Université de Montréal Publicador: Université de Montréal
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 430395 bytes; application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
59.192314%
In this paper, we test a version of the conditional CAPM with respect to a local market portfolio, proxied by the Brazilian stock index during the 1976-1992 period. We also test a conditional APT model by using the difference between the 30-day rate (Cdb) and the overnight rate as a second factor in addition to the market portfolio in order to capture the large inflation risk present during this period. The conditional CAPM and APT models are estimated by the Generalized Method of Moments (GMM) and tested on a set of size portfolios created from a total of 25 securities exchanged on the Brazilian markets. The inclusion of this second factor proves to be crucial for the appropriate pricing of the portfolios.; Dans cet article, nous testons une version du CAPM conditionnel par rapport au portefeuille de marché local, approximé par un indice boursier brésilien, au cours de la période 1976-1992. Nous tenons également un modèle APT conditionnel en utilisant la différence entre les taux d’intérêt sur les dépôts de 30 jours (Cdb) et le taux au jour le jour comme deuxième facteur en plus du portefeuille de marché pour capter l’important risque inflationniste présent durant cette période. Les modèles conditionnels CAPM et APT sont estimés par la méthode généralisée des moments (GMM) et testés sur un ensemble de portefeuilles construits selon la taille à partir d’un total de 25 titres échangés sur les marchés boursiers brésiliens. L’incorporation de ce deuxième facteur se révèle cruciale pour une juste valorisation des portefeuilles.

Tests of Conditional Asset Pricing Models in the Brazilian Stock Market

BONOMO, Marco; GARCIA, René
Fonte: Université de Montréal Publicador: Université de Montréal
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 149496 bytes; application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
58.82218%
In this paper, we test a version of the conditional CAPM with respect to a local market portfolio, proxied by the Brazilian stock index during the 1976-1992 period. We also test a conditional APT model by using the difference between the 30-day rate (Cdb) and the overnight rate as a second factor in addition to the market portfolio in order to capture the large inflation risk present during this period. the conditional CAPM and APT models are estimated by the Generalized Method of Moments (GMM) and tested on a set of size portfolios created from a total of 25 securities exchanged on the Brazilian markets. the inclusion of this second factor proves to be crucial for the appropriate pricing of the portfolios.

A best choice among asset pricing models? The conditional CAPM in Australia.

Durack, Nick; Durand, Robert B; Maller, Ross A
Fonte: Universidade Nacional da Austrália Publicador: Universidade Nacional da Austrália
Tipo: Working/Technical Paper Formato: 331681 bytes; 350 bytes; application/pdf; application/octet-stream
Português
Relevância na Pesquisa
48.14424%
We use Australian data to test the Conditional CAPM (Jagannathan and Wang, 1996). Our results are generally supportive: the model performs well compared with a number of competing asset pricing models. In contrast to Jagannathan and Wang’s study, however, we find that the inclusion of the market for human capital does not ‘save’ the concept of the time-independent market beta (it remains insignificant). We find support for the role of a “small-minus-big” factor (Fama and French, 1993) in pricing the cross-section of returns and find grounds to disagree with Jagannathan and Wang’s argument that this factor proxies for misspecified market risk.; no

CAPM-like formulae and good deal absence with ambiguous setting and coherent risk measure

Balbás, Beatriz; Balbás, Raquel
Fonte: Universidade Carlos III de Madrid Publicador: Universidade Carlos III de Madrid
Tipo: Trabalho em Andamento Formato: application/pdf
Publicado em //2011 Português
Relevância na Pesquisa
38.094285%
Risk measures beyond the variance have shown theoretical advantages when addressing some classical problems of Financial Economics, at least if asymmetries and/or heavy tails are involved. Nevertheless, in portfolio selection they have provoked several caveats such as the existence of good deals in most of the arbitrage free pricing models. In other words, models such as Black and Scholes or Heston allow investors to build sequences of strategies whose expected return tends to in nite and whose risk remains bounded or tends to minus in nite. This paper studies whether this drawback still holds if the investor is facing the presence of multiple priors, as well as the properties of optimal portfolios in a good deal free ambiguous framework. With respect to the rst objective, we show that there are four possible results. If the investor uncertainty is too high he/she has no incentives to buy risky assets. As the uncertainty (set of priors) decreases the interest in risky securities increases. If her/his uncertainty becomes too low then two types of good deal may arise. Consequently, there is a very important di¤erence between the ambiguous and the non ambiguous setting. Under ambiguity the investor uncertainty may increase in such a manner that the model becomes good deal free and presents a market price of risk as close as possible to that re ected by the investor empirical evidence. Hence...

Compatibility between pricing rules and risk measures: the CCVaR

Balbás, Alejandro; Balbás, Raquel
Fonte: Universidade Carlos III de Madrid Publicador: Universidade Carlos III de Madrid
Tipo: info:eu-repo/semantics/acceptedVersion; info:eu-repo/semantics/article
Publicado em /06/2009 Português
Relevância na Pesquisa
28.144236%
This paper has considered a risk measure? and a (maybe incomplete and/or imperfect) arbitrage-free market with pricing rule p. They are said to be compatible if there are no reachable strategies y such that p (y) remains bounded and ?(y) is close to - 8. We show that the lack of compatibility leads to meaningless situations in financial or actuarial applications. The presence of compatibility is characterized by properties connecting the Stochastic Discount Factor of p and the sub-gradient of ?. Consequently, several examples pointing out that the lack of compatibility may occur in very important pricing models are yielded. For instance the CVaR and the DPT are not compatible with the Black and Scholes model or the CAPM. We prove that for a given incompatible couple (p,?) we can construct a minimal risk measure ?p compatible with p and such that ?p = ? . This result is particularized for the CVaR and the CAPM and the Black and Scholes model. Therefore we construct the Compatible Conditional Value at Risk (CCVaR). It seems that the CCVaR preserves the good properties of the CVaR and overcomes its shortcomings.; Research partially supported by “RD Sistemas SA”, “Comunidad Autónoma de Madrid” (Spain), Grant s-0505/tic/000230...

Latent Variable Models for Stochastic Discount Factors.

GARCIA, René; RENAULT, Éric
Fonte: Université de Montréal Publicador: Université de Montréal
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 712174 bytes; application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
28.99301%
Latent variable models in finance originate both from asset pricing theory and time series analysis. These two strands of literature appeal to two different concepts of latent structures, which are both useful to reduce the dimension of a statistical model specified for a multivariate time series of asset prices. In the CAPM or APT beta pricing models, the dimension reduction is cross-sectional in nature, while in time-series state-space models, dimension is reduced longitudinally by assuming conditional independence between consecutive returns, given a small number of state variables. In this paper, we use the concept of Stochastic Discount Factor (SDF) or pricing kernel as a unifying principle to integrate these two concepts of latent variables. Beta pricing relations amount to characterize the factors as a basis of a vectorial space for the SDF. The coefficients of the SDF with respect to the factors are specified as deterministic functions of some state variables which summarize their dynamics. In beta pricing models, it is often said that only the factorial risk is compensated since the remaining idiosyncratic risk is diversifiable. Implicitly, this argument can be interpreted as a conditional cross-sectional factor structure...

Essays on empirical asset pricing

Zhang, X.
Fonte: [Barcelona] : Universitat Autònoma de Barcelona, Publicador: [Barcelona] : Universitat Autònoma de Barcelona,
Tipo: Tesis i dissertacions electròniques; info:eu-repo/semantics/doctoralThesis Formato: application/pdf
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
29.294565%
Descripció del recurs: 16 de gener de 2014; This thesis consists of three essays on empirical asset pricing around three themes: evaluating linear factor asset pricing models by comparing their misspecified measures, understanding the long-run risk on consumption-leisure to investigate their pricing performances on cross-sectional returns, and evaluating conditional asset pricing models by using the methodology of dynamic cross-sectional regressions. The first chapter is ``Comparing Asset Pricing Models: What does the Hansen-Jagannathan Distance Tell Us?''. It compares the relative performance of some important linear asset pricing models based on the Hansen-Jagannathan (HJ) distance using data over a long sample period from 1952-2011 based on U.S. market. The main results are as follows: first, among return-based linear models, the Fama-French (1993) five-factor model performs best in terms of the normalized pricing errors, compared with the other candidates. On the other hand, the macro-factor model of Chen, Roll, and Ross (1986) five-factor is not able to explain industry portfolios: its performance is even worse than that of the classical CAPM. Second, the Yogo (2006) non-durable and durable consumption model is the least misspecified...

A best choice among asset pricing models? The conditional capital asset pricing model in Australia

Durack, Nick; Durand, Robert; Maller, Ross
Fonte: Blackwell Publishing Ltd Publicador: Blackwell Publishing Ltd
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
47.785845%
We use Australian data to test the Conditional Capital Asset Pricing Model (Jagannathan and Wang, 1996). Our results are generally supportive: the model performs well compared with a number of competing asset pricing models. In contrast to the study by Jagannathan and Wang, however, we find that the inclusion of the market for human capital does not save the concept of the time-independent market beta (it remains insignificant). We find support for the role of a small-minus-big factor in pricing the cross-section of returns and find grounds to disagree with Jagannathan and Wang's argument that this factor proxies for misspecified market risk.

Testando empiricamente o CAPM condicional dos retornos esperados de carteiras dos mercados brasileiro, argentino e norte-americano; Empirical test of the conditional CAPM model using expected returns of brazilian, argentine and north-american portfolios

Tambosi Filho, Elmo; Garcia, Fabio Gallo; Bertucci, Luiz Alberto
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2007 Português
Relevância na Pesquisa
59.357017%
Nas últimas décadas, o modelo CAPM tem despertado grande interesse na comunidade científica. Apesar das críticas, o aprimoramento do CAPM estático, que dá origem a novos modelos dinâmicos, traz maior segurança para o investidor ao longo do ciclo de negócios. O CAPM e suas versões estáticas foram e são de grande importância em finanças. Nos dias de hoje, encontramos adaptações mais complexas do modelo CAPM, as quais nos permitem obter respostas sobre questões em finanças que por muito tempo permaneceram não solucionadas. Diante desse panorama e considerando toda essa grande discussão acerca da validade do CAPM, este trabalho procura apresentar as vantagens dos modelos condicionais em relação ao modelo estático. Para constatar tais fatos, estudar-se-ão os testes dos modelos condicionais (beta variando ao longo do tempo) com e sem capital humano, que não são comumente estudados na literatura. Esses testes são convenientes para incorporar variâncias e co-variâncias que se alteram ao longo do tempo.; The CAPM model has attracted great interest from the scientific community over the last decades. Despite criticism, improvement of the static CAPM has given origin to new dynamic models providing investors with more safety along the business cycles. The CAPM and the static versions continue to be of great importance in Finance and now more complex adaptations provide answers to some questions in finance for which solutions were not yet available. Therefore considering this situation and the discussion of CAPM validity...

Análise do "efeito tamanho" nos retornos das ações de empresas listadas na Bovespa

Antunes, Gustavo Amorim; Lamounier, Wagner Moura; Bressan, Aureliano Angel
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/04/2006 Português
Relevância na Pesquisa
38.265115%
Neste estudo, o desempenho das ações negociadas na Bovespa foi analisado entre 17 de março de 1998 e 3 de agosto de 2004. Primeiramente, foram feitos testes de estacionariedade para se verificar se as ações seguiram o modelo de passeio aleatório. Verificou-se que todos os retornos foram estacionários. Em relação aos preços, 90% das ações tiveram preços com raiz unitária, ou seja, apresentaram passeio aleatório no nível. Constatou-se que as 10% restantes foram ilíquidas. Esses resultados sugerem que o mercado brasileiro é eficiente na forma fraca. Em seguida, a eficiência do mercado brasileiro em sua forma semiforte também foi verificada em relação ao tamanho da empresa, através da estimação de um CAPM condicional. A proxy tradicional para medir o tamanho da empresa é o valor de mercado, mas também foram utilizados o valor patrimonial e o lucro. Os resultados revelam que, independente da proxy utilizada, nenhum portfolio, baseado no tamanho, foi capaz de gerar retornos anormais sistemáticos. Por fim, observou-se que o tamanho está, significativamente, correlacionado com o beta apenas quando se utiliza o valor patrimonial como proxy, porém os coeficientes de correlação apurados foram baixos e apresentaram sinais inconsistentes. Esses resultados...

Testing the Non-Parametric Conditional CAPM in the Brazilian Stock Market; Avaliação do CAPM Condicional Não Paramétrico no Mercado de Ações do Brasil

Bergmann, Daniel Reed; Universidade Nove de Julho - Uninove; Galeno, Marcela Monteiro; Universidade de São Paulo; Securato, José Roberto; Universidade de São Paulo; Savoia, José Roberto Ferreira; Universidade de São Paulo
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Pesquisa empírica; modelo econométrico; Formato: application/pdf
Publicado em 14/04/2014 Português
Relevância na Pesquisa
48.98555%
This paper seeks to analyze if the variations of returns and systematic risks from Brazilian portfolios could be explained by the nonparametric conditional Capital Asset Pricing Model (CAPM) by Wang (2002). There are four informational variables available to the investors: (i) the Brazilian industrial production level; (ii) the broad money supply M4; (iii) the inflation represented by the Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA); and (iv) the real-dollar exchange rate, obtained by PTAX dollar quotation.This study comprised the shares listed in the BOVESPA throughout January 2002 to December 2009. The test methodology developed by Wang (2002) and retorted to the Mexican context by Castillo-Spíndola (2006) was used. The observed results indicate that the nonparametric conditional model is relevant in explaining the portfolios’ returns of the sample considered for two among the four tested variables, M4 and PTAX dollar at 5% level of significance.; http://dx.doi.org/10.5007/2175-8077.2014v16n38p213Esse artigo analisa a evolução do retorno e risco sistemático das carteiras de 11 setores da economia brasileira através do modelo do CAPM condicional não paramétrico, proposto por Wang (2002). São utilizadas quatro variáveis explicativas: (i) o nível da produção industrial brasileira; (ii) o agregado monetário M4; (iii) a inflação...