Página 1 dos resultados de 123 itens digitais encontrados em 0.015 segundos

Uma proposta de modelo de referência para mensuração da sustentabilidade corporativa; A proposal of a reference model to measure corporate sustainability

Delai, Ivete
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 20/10/2006 Português
Relevância na Pesquisa
69.55556%
A mensuração da sustentabilidade corporativa é um tema complexo e fundamental para a operacionalização do desenvolvimento sustentável na rotina diária das organizações. Por isso, inúmeros sistemas para sua mensuração foram desenvolvidos após o alerta apresentado pela Agenda 21 Global quanto à sua importância. Apesar da existência desses vários sistemas, algumas lacunas ainda impedem a inclusão da sustentabilidade na agenda operacional das organizações, dentre elas a falta de congruência em relação ao seu conteúdo apresentada pelos diferentes sistemas. Por isso, o objetivo desta pesquisa é desenvolver um modelo de referência para mensuração da sustentabilidade corporativa que possa ser utilizado pelas organizações como ponto de partida para o desenvolvimento e avaliação de seus atuais modelos de avaliação do desenvolvimento sustentável. Para tanto, faz-se um análise comparativa da complementaridade dos oito principais sistemas de mensuração da sustentabilidade corporativa e nacional - Global Reporting Initiative (GRI), Métricas do Instituto dos Engenheiros da Inglaterra (ICheme), Índice Dow Jones (DJSI), Triple Bottom Line Index System (TBL), Indicadores Ethos de Responsabilidade Social Empresarial...

O peso das palavras, o choque dos ideais: uma análise crítica dos indicadores de sustentabilidade como critérios para a gestão da comunicação organizacional; The weight of words, the clash of ideals: a critical analysis of Indicators of Sustainability criteria for the management of Organizational Communication.

Silva, Eduardo Augusto da
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 23/03/2011 Português
Relevância na Pesquisa
59.11296%
Uma nova ordem mundial está exigindo posturas efetivamente diferenciadas das organizações, de todos os setores e esferas, acompanhadas pela crescente vigilância da sociedade através de mecanismos de avaliação de suas atividades. No intuito de definir parâmetros éticos, foram e estão sendo desenvolvidos modelos de prestação de contas das atividades corporativas. Por meio deles, pretende-se que a sociedade e o mercado assumam o papel de auditores do processo e da transparência nos resultados sociais alcançados. Alguns desses mecanismos são os cada vez mais propagados Indicadores de Responsabilidade Social Corporativa e, mais recentemente, os Indicadores de Sustentabilidade, que parecem buscar responder mais adequadamente aos anseios de uma consciência social, muito assustada com o presente e o futuro do planeta. O objetivo geral desta pesquisa foi analisar se as Políticas de Comunicação Organizacional podem se utilizar dos principais modelos e guias de avaliação das ações corporativas como critérios efetivos de certificação nos âmbitos da RSC e da Sustentabilidade, sem configurar em estratégias reducionistas de promoção da imagem institucional e mercadológica. O método de pesquisa utilizado neste trabalho foi o estudo de caso...

Análise do Índice Brasileiro de Sustentabilidade Empresarial em uma perspectiva de retorno e risco: estudo de eventos da divulgação das carteiras teóricas no período de 2005 a 2010; Analysis of Brazilian Corporate Sustainability Index in a risk and return perspective: event study of theoretical portfolios release from 2005 to 2010

Figlioli, Bruno
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 17/09/2012 Português
Relevância na Pesquisa
99.68398%
Este trabalho investigou o comportamento dos retornos e risco das ações quando da divulgação das carteiras teóricas do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE). Este índice foi implementado em 2005 pela Bolsa de Valores São Paulo e é considerado referência de boas práticas de sustentabilidade e responsabilidade corporativa no Brasil. No entanto, a inclusão de uma empresa em indicadores de sustentabilidade não garante, necessariamente, um melhor desempenho de suas ações. Neste contexto foram utilizadas as metodologias de estudo de eventos, análise de repetições, backtesting, regressão logit e análise envoltória de dados para analisar a reação dos retornos das ações do ISE e verificar se fatores ligados ao desempenho econômico, impacto ambiental e níveis de governança corporativa são fatores que influenciam esses retornos. Foram analisadas as ações pertencentes à carteira teórica do ISE no período de 2005 a 2010. Os resultados sugerem que os retornos das ações que integram o ISE foram influenciados pela divulgação das carteiras teóricas do ISE, uma vez que foi constatado: i) retornos anormais ao mercado; ii) não aleatoriedade dos retornos anormais ao mercado; iii) concentração dos retornos anormais ao mercado após a divulgação das carteiras teóricas e; iv) retornos anormais ao Value at RisK (VaR). Os resultados constataram que...

A presença dos cinco capitais no índice de sustentabilidade empresarial (ISE); The presence of the five capitals in the corporate sustainability index

Guimarães, Ricardo Galvão
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 12/08/2013 Português
Relevância na Pesquisa
79.570366%
Esta pesquisa é um estudo exploratório-descritivo que relaciona avaliação de desempenho organizacional, sustentabilidade e o questionário do Índice de Sustentabilidade Empresarial. A avaliação de desempenho organizacional é um importante instrumento de gestão, que por meio de diferentes modelos teóricos pode auxiliar empresas a realizarem seus objetivos. A incorporação da sustentabilidade na gestão é uma realidade, e têm-se realizado esforços no sentido de aprimorar a gestão socioambiental das organizações. Neste contexto, foi elaborado o modelo de avaliação de desempenho organizacional SIGMA Sustentabilidade, o qual analisa a empresa sob a ótica de cinco diferentes capitais: natural, social, humano, manufaturado e financeiro. A criação do Índice de Sustentabilidade Empresarial, que visa reunir as organizações com destaque em governança corporativa, responsabilidade social e sustentabilidade, também é reflexo deste contexto. O índice utiliza um questionário, enviado à um conjunto de empresas que possuem ações negociadas na bolsa de valores, para avaliar e selecionar as companhias que se encaixam no perfil descrito. Este estudo pretende identificar e descrever a presença dos cinco capitais no questionário do Índice de Sustentabilidade Empresarial. Para tal...

Insights on corporate sustainability and share value: an event study for Brazilian market

Dick, Carol Inoue
Fonte: Fundação Getúlio Vargas Publicador: Fundação Getúlio Vargas
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
89.09326%
Em meio ao crescente volume de publicações sobre sustentabilidade e finanças, diversas pesquisas internacionais e brasileiras têm abordado a relação entre empresas classificadas como sustentáveis e o retorno de suas ações. Nesta mesma linha, este trabalho utilizou o método de estudos de eventos para verificar se entre 2005 e 2013 houve retornos anormais quando as empresas entraram e saíram do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE). Além de contemplar um período mais atualizado do que seus precedentes, este estudo difere-se dos demais ao analisar o as observações individualmente e ao buscar estabelecer uma relação dos retornos anormais acumulados com as variáveis governança corporativa, tamanho, rentabilidade e alavancagem. Os resultados mostraram que embora não haja evidências conclusivas quando os casos são tomados individualmente, em conjunto eles indicam que a inclusão e a exclusão do ISE geram retornos anormais significativos, positivos e negativos respectivamente, em linha com a teoria dos stakeholders. Quanto às variáveis de controle, nenhuma apresentou relação com os retornos anormais acumulados.; Among the growing volume of publications about sustainability and finance, several international and Brazilian studies regarding the relationship between companies classified as sustainable and the return of their shares have been published. Following this course...

Desempenho da sustentabilidade empresarial no Brasil

Ribeiro, Mabel Nyland do Amaral
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
69.226006%
A sustentabilidade nas corporações vem sendo debatida tanto no meio acadêmico como no meio empresarial. Para alguns teóricos, os sistemas econômicos estão interligados com o meio ambiente e por isso as organizações devem contemplar em suas estratégias as questões econômicas e de sustentabilidade ambiental. Diante desse contexto, a bolsa de valores do Brasil criou o Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) em 2005. O ISE foi criado com o objetivo de representar o retorno de uma carteira de ações de empresas que incluem em sua estratégia o desenvolvimento com eficiência ambiental e responsabilidade social. O presente trabalho investigou, por meio de metodologias estatísticas, se o ISE possui desempenho superior ao índice de mercado, representado pelo Índice Bovespa (Ibovespa). Os resultados encontrados indicam que o ISE entre 2005 e 2010 não foi estatisticamente superior ao Ibovespa. Esses resultados podem servir de apoio para a melhoria do processo de seleção das empresas do ISE e uma reflexão acerca da influência da questão ambiental e da sustentabilidade na tomada de decisão dos investidores.; The sustainability in the corporations has been discussed in the academy and in the entrepreneurial community as well. According to some theoretician...

Análise do índice de sustentabilidade empresarial da Bolsa de Valores de São Paulo sob os aspectos de risco e retorno

Waldow, Meinel
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
58.98876%
Acredita-se que empresas listadas em índices de sustentabilidade empresarial tenham melhor desempenho que as listadas em índices de mercado tradicional. Este trabalho teve como objetivo analisar a evolução do índice de sustentabilidade empresarial de janeiro de 2006 a dezembro de 2011. Para tanto foi analisado o seu comportamento no período em relação aos índices Ibovespa e de Governança Corporativa Diferenciada. Foram utilizados indicadores de retorno, risco, performance, além de análises das suas médias móveis de 63, 126 e 252 dias para a verificação do desempenho dos índices estudados. Os resultados encontrados indicam um desempenho menos interessante nas médias móveis do ISE quando comparado ao Ibovespa, mas mais interessante quando comparado ao IGC.; It is believed that the listed companies in corporate sustainability indexes have better performance than those listed in the traditional market indexes. This work had as objective to analyze the evolution of the corporate sustainability index (ISE) from January 2006 to December 2011. For this purpose, its behavior was examined in relation to that period of Ibovespa and Differentiated Corporate Management (IGC) indexes. It were used indicators of return, risk, performance and analysis of its moving averages of 63...

Análise de indicadores da demonstração do valor adicionado para empresas integrantes do índice de sustentabilidade empresarial – ISE - BMF&BOVESPA; Analysis of indicators of statement of value added for business members of corporate sustainability index - ISE - BMF & BOVESPA

Giusti, Cristiane
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
99.42208%
O Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE), divulgado pela BM&FBovespa elenca, por meio de uma carteira teórica de ações, as empresas que melhor atendem as práticas de sustentabilidade empresarial. A empresa por sua vez, utiliza-se de diversos meios para divulgar as suas ações de sustentabilidade. Uma fonte relevante de informações nesse sentido é a Demonstração do Valor Adicionado (DVA), por meio da qual a empresa divulga como adicionou valor e como distribuiu esse valor entre os stakeholders. Por meio de levantamento de dados e realização de uma pesquisa documental, este artigo objetiva analisar e evidenciar as informações contidas na Demonstração do valor adicionado, por meio da aplicação de indicadores de desempenho, na tentativa de identificar um padrão de comportamento de tais índices ara as empresas integrantes da carteira de 2012 do Índice de Sustentabilidade Empresarial divulgado pela BM&FBovespa. Os resultados obtidos demonstram que, ao se segregar os resultados por setores, as empresas integrantes do ISE possuem comportamentos semelhantes quanto aos índices extraídos da DVA. Também foi possível encontrar diferenças entre o comportamento dos índices ao se segregar as empresas entre grupos de maior ou menor participação no ISE.; The Corporate Sustainability Index (ISE)...

Redefining Value : The Future of Corporate Sustainability Ratings

White, Allen L
Fonte: World Bank, Washington, DC Publicador: World Bank, Washington, DC
Português
Relevância na Pesquisa
69.42661%
Corporate sustainability ratings are a potentially powerful but still underused tool for building a competitive, socially purposeful, and financially sound enterprise. In a globalizing world replete with business opportunities and risk, corporate boards continually need to reappraise what constitutes good governance. Traditional board duties pertaining to strategic oversight, executive compensation, and financial auditing will remain integral for the foreseeable future. But these alone will not suffice in a time when the prosperity of companies is inextricably linked to issues such as reputation, brands, supply chain management, quality and quantity of human and intellectual capital, protection of human and labor rights, and climate change. Such emergent issues are part of a historical moment in which the role of companies in fostering societal and ecological well-being at the global, national, and local levels is under increasing scrutiny. These are conditions that fuel intensifying public discourse concerning corporate social responsibility...

Análise da relação entre normas de sistemas de gestão (ISO 9001, ISO 14001, OHSAS 18001 e NBR 16001) e a sustentabilidade empresarial; Analysis of the relation between management system standards (ISO 9001, ISO 14001, NBR 16001 and OHSAS 18001) and corporate sustainability

Ferreira, Camila dos Santos
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 19/08/2015 Português
Relevância na Pesquisa
79.38136%
A sustentabilidade está sendo inserida no contexto empresarial como uma forma de minimizar os impactos causados pelos processos produtivos. Empresas estão deixando de considerar somente questões econômicas e passaram a atentarem-se as questões socioambientais. Diante desse contexto, as organizações utilizam ferramentas como normas de sistemas de gestão para auxiliar a satisfazer os anseios das partes interessadas e introduzir a sustentabilidade em seus contextos. No cenário científico não identificou-se estudos que abordassem a relação existente entre normas de sistemas de gestão e a sustentabilidade empresarial. Sendo assim, esse estudo teve como objetivo analisar a relação entre normas de sistemas de gestão (ISO 14001, ISO 9001, OHSAS 18001 e NBR 16001) e a sustentabilidade empresarial. Para isso realizou-se uma revisão bibliográfica com o intuito de identificar os requisitos da sustentabilidade empresarial. Esses foram extraídos do Índice de Sustentabilidade Empresarial, Indicadores Ethos e Global Reporting Initiative, pois agrupam os principais elementos da sustentabilidade empresarial. Posteriormente foi construída matriz de relação contendo os requisitos da sustentabilidade empresarial e os requisitos de cada norma de sistema de gestão estudada. Essa matriz foi preenchida pela pesquisadora e por 6 especialistas que utilizam essas normas diariamente. Posteriormente as respostas foram consolidadas gerando a Matriz de Relação Consolidada (MRC) que foi analisada e interpretada. As relações foram classificadas como forte...

How does the market value corporate sustainability performance?

Lourenço, I.; Branco, M.; Curto, J.; Eugénio, T.
Fonte: Springer Verlag Publicador: Springer Verlag
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2012 Português
Relevância na Pesquisa
68.861567%
WOS:000305465400001 (Nº de Acesso Web of Science); This study provides empirical evidence on how corporate sustainability performance (CSP), as proxied by membership of the Dow Jones sustainability index, is reflected in the market value of equity. Using a theoretical framework combining institutional perspectives, stakeholder theory, and resource-based perspectives, we develop a set of hypotheses that relate the market value of equity to CSP. For a sample of North American firms, our preliminary results show that CSP has significant explanatory power for stock prices over the traditional summary accounting measures such as earnings and book value of equity. However, further analyses suggest that we should not focus on corporate sustainability itself. Our findings suggest that what investors really do is to penalize large profitable firms with low level of CSP. Firms with incentives to develop a high level of CSP not engaging on such strategy are, thus, penalized by the market.

A compensação dos gestores, a sustentabilidade empresarial e os impactos no desempenho, valor e risco das empresas brasileiras

Guimarães, Thayse Machado
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
59.229634%
Em um ambiente de negócios competitivo, como o atual, os temas governança corporativa e sustentabilidade empresarial surgem como forma de melhorar a imagem e aumentar a credibilidade das empresas. Entende-se que o estudo da compensação dos gestores e da sustentabilidade empresarial proporciona reflexões sobre os problemas decorrentes da teoria de agência, bem como permite visualizar a teoria dos stakeholders e a busca pelo valor no longo prazo. Nesse sentido, esta pesquisa analisa a influência da sustentabilidade empresarial na compensação dos gestores e destas variáveis nos indicadores de desempenho, valor e risco das empresas brasileiras listadas na BM&FBovespa. A investigação envolveu o período de 2009 a 2013, pois com a instrução da CVM 480 de 2009, as empresas de capital aberto foram obrigadas a apresentar informações detalhadas sobre a remuneração dos administradores. Supõe-se, dessa forma, que as empresas que estão listadas no Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da BM&FBovespa, preocupam-se com o bem estar não só dos acionistas, mas também dos funcionários, fornecedores e demais parceiros. Desse modo, espera-se que estas empresas também concedam melhor compensação a seus administradores. Em relação à esse último aspecto...

Maturity and Challenges of Water Sustainability across the Supply Chain

Spear, Emily
Fonte: Universidade Duke Publicador: Universidade Duke
Tipo: Masters' project
Publicado em 29/04/2011 Português
Relevância na Pesquisa
49.342896%
Corporate engagement in water sustainability from a supply chain perspective is limited but growing, as a clear business case is manifesting. Increasingly, water is becoming a serious risk for companies with global operations, since water stress and water access problems are growing. To date, companies have cited water as a sustainability priority but often fall short of reporting sufficient data and progress on goals. However, the food and beverage industry has been active in this space, because water is an integral part of their business and touches most aspects of the supply chain. This project attempts to map the current landscape where companies are engaging in water sustainability across their supply chains and to identify various types of engagement, in order to draw out leading practices that will help companies better understand ways of advancing their level of engagement. Three companies were chosen for analysis – Nestlé Waters North America, PepsiCo, Inc., and The Coca-Cola Company – as they met the criteria of being engaged for two or more years, were within the food and beverage industry, and were willing to be interviewed. I created my own Sustainable Value Chain Collaboration Index to map out the companies’ maturity levels based on my own research and corporate interviews. The Index encompasses four key indicators (“Corporate...

Organizational Legitimacy: Different Sources - Different Outcomes?

Hawn, Olga
Fonte: Universidade Duke Publicador: Universidade Duke
Tipo: Dissertação
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
48.602744%

An abstract of a dissertation that examines different dimensions of legitimacy stemming from different sources, and how they condition the effects of each other. The traditional literature studies organizational legitimacy as a uni-dimensional phenomenon, however, there are multiple audiences with different systems of values that evaluate organizations and based on the fit with their values grant or withdraw legitimacy from the firm. This dissertation examines three different dimensions of legitimacy (i.e. social, market, and home country) and shows that they may substitute each other in affecting organizational outcomes. This is shown in a financial event study of additions and deletions from the Dow Jones Sustainability Index, a qualitative study of the nature of corporate social responsibility (CSR) in the emerging market of Russia, and a large-scale quantitative analysis of M&A deals, where the acquirer comes from Brazil, Russia, India, China and South Africa (BRICS).

; Dissertation

O índice de sustentabilidade empresarial (ISE) e os impactos no endividamento e na percepção de risco; The corporate sustainability index (CSI) and the impacts on indebtedness and risk perception

Teixeira, Evimael Alves; Nossa, Valcemiro; Funchal, Bruno
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/04/2011 Português
Relevância na Pesquisa
99.14045%
Este estudo investigou se a forma de financiamento das empresas é afetada pela participação das firmas no Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE). Como objetivo complementar, foi analisada a relação entre o ISE e o risco. A fundamentação partiu da teoria da sinalização que apresenta possíveis soluções para mitigar problemas de adverse selection causados pela assimetria de informações e usada no caso de haver necessidade de tomada de decisões sobre investimentos em ambientes de incerteza. Foi utilizado um Experimento Natural, a partir de uma amostra de 378 empresas, divididas em dois grupos: um de tratamento e outro de controle, com dados em painel e duplo efeito fixo. Os resultados encontrados indicam, estatisticamente, que empresas que sinalizaram Responsabilidade Social Corporativa (RSC) tiveram uma relação negativa com o endividamento e o risco, quando comparadas com aquelas que não sinalizam. Esses resultados ajudam a entender a relevância dos índices de sustentabilidade como um canal de informação crível do comprometimento da empresa com a RSC.; This study investigated whether the way firms fund themselves is affected by their participation in the Corporate Sustainability Index (CSI). As a complementary objective...

Um índice de avaliação da qualidade da governança corporativa no Brasil; An index for corporate governance quality assessment in Brazil

Correia, Laise Ferraz; Amaral, Hudson Fernandes; Louvet, Pascal
Fonte: Universidade de São Paulo. Escola de Economia, Administração e Contabilidade Publicador: Universidade de São Paulo. Escola de Economia, Administração e Contabilidade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/04/2011 Português
Relevância na Pesquisa
58.479946%
O objetivo deste artigo foi construir um índice para medir a qualidade da governança das empresas brasileiras e validá-lo, mediante confronto com indicadores da confiança dos investidores quanto à boa gestão dos seus fundos pelas empresas. Esse índice foi composto pelos critérios de eficiência de um conjunto de mecanismos de redução dos problemas de agência, integrantes das dimensões: composição do Conselho de Administração, estrutura de propriedade e de controle, modalidades de incentivo aos administradores, proteção dos acionistas minoritários e transparência das informações publicadas. Ele foi, em seguida, validado, em uma amostra de empresas com ações negociadas na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) entre 1997 e 2006, mediante o confronto com indicadores que refletem a confiança dos investidores quanto à boa governança dos seus recursos pelas empresas como a performance financeira das empresas. O índice de governança foi obtido mediante a técnica de componentes principais, o que consistiu em calcular a média ponderada de todos os componentes gerados, sendo as ponderações representadas pelas suas respectivas variâncias. A análise do comportamento desse índice revelou uma tendência efetiva de incremento na qualidade da governança das empresas brasileiras no período estudado. Em termos de validação externa...

CORPORATE SUSTAINABILITY INDEX (ISE) AND FINANCIAL PERFORMANCE OF COMPANIES PULP AND PAPER COMPANIES; ÍNDICE DE SUSTENTABILIDADE EMPRESARIAL (ISE) E DESEMPENHO FINANCEIRO DAS EMPRESAS DO SETOR DE PAPEL E CELULOSE

Melo, Emanuelle Cristine de; Universidade Federal de Viçosa - UFV; Almeida, Fernanda Maria de; Universidade Federal de Viçosa - UFV; Santana, Gislaine Aparecida da Silva; Universidade Federal de Viçosa - UFV
Fonte: UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ - ACCOUNTING DEPARTMENT Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ - ACCOUNTING DEPARTMENT
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 20/12/2012 Português
Relevância na Pesquisa
99.34289%
Due to the increasing demand of the government, society and other stakeholders, by socio-political and environmental sustainability, the adoption of these policies within companies became an unquestionable important issue of the adoption of these policies within companies. In this aspect, came the Corporate Sustainability Index (ISE), which is an indicator that measures the return on a portfolio composed of stocks of companies classified as socially responsible and broad corporate sustainability. The companies included in this index are recognized for their commitment to sustainable development and practices in social projects, and also considered the inclusion of the topic in their organizational strategies. Owing to the importance of the forest sector in the Brazilian economy, the present study aimed to analyze the effects of the financial performance of companies in this sector (pulp and paper industries) about the probability that they are part of the ISE. For this, we used a regression model that includes logistics, as explanatory variables, different financial indicators 20 branch companies forest in 2010. The results indicate that financial performance indicators as the Current Ratio and EBITDA positively influence the likelihood of a company that produces pulp and paper part of the ISE. Thus...

Environmental costs disclosure in the company formed the Sustainability Index (ISE); Evidenciação dos custos ambientais nas empresas que compõem o Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE)DOI:10.5007/2175-8069.2010v7n14p159

Silva, Júlio Orestes da; Universidade Regional de Blumenau - FURB; Cunha, Paulo Roberto da; Universidade Regional de Blumenau - FURB; Klann, Roberto Carlos; Universidade Regional de Blumenau - FURB; Scarpin, Jorge Eduardo; Universidade Regional de Blumen
Fonte: UFSC Publicador: UFSC
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 07/01/2011 Português
Relevância na Pesquisa
78.361494%
The study aims to analyze the information related to environmental costs reported through management reports and explanations of the companies that make up the Corporate Sustainability Index (ISE), according to the categorization proposed by Rover, Borba and Borgert (2008). The research is characterized as descriptive, with a qualitative approach, carried out through desk research, using content analysis. The sample consisted of companies that make up the ISE of Bovespa 2009/2010. The results show that over 50% of companies in the ISE show in the management report or in the notes at least one of the categories analyzed. It was found that companies showed 49 observations, which corresponds to 9% of the total possible disclosure of environmental costs on the model proposed. We conclude that the information in the environmental costs highlighted refer to the “cost to control environmental impacts”.; O estudo objetiva identificar as informações relacionadas aos custos ambientais mais evidenciadas nos relató­rios de administração e notas explicativas das empresas que compõe o Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE), segundo a categorização proposta por Rover, Borba e Borgert (2008). A pesquisa caracteriza-se como descritiva...

A Influência da Participação no Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) no Desempenho Financeiro das Empresas; The Influence of Participation in Sustainability Index (ISE) in the Financial Performance of Business

Vital, Juliana Tatiane; UFSC; Cavalcanti, Marília Martins; Dalló, Sarita; Moritz, Gilberto de Oliveira; Costa, Alexandre Marino
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 08/12/2009 Português
Relevância na Pesquisa
58.602744%
http://dx.doi.org/10.5007/2175-8077.2009v11n24p11 Este artigo tem como objetivo comparar o desempenho, através de determinados indicadores financeiros, entre empresas listadas no Guia das 500 maiores e melhores empresas da Revista Exame que fazem parte do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) e das empresas que não fazem. O principal objetivo do ISE é constatar o retorno de uma carteira composta por ações de empresas comprometidas com a responsabilidade social e a sustentabilidade empresarial. Essa pesquisa classifica-se como sendo descritiva e predominantemente qualitativa. Os indicadores financeiros analisados nessa pesquisa foram: Vendas (em valor e crescimento), Lucro Líquido, Rentabilidade, Capital Circulante Líquido, Liquidez Geral, Endividamento Geral, Endividamento de Longo Prazo, EBITDA e Indicadores de exportação. Após a análise pode-se concluir que as empresas que participam do ISE possuem maior potencial de vendas e exportação. Empresas que não fazem parte do ISE apresentam melhor desempenho financeiro.; This article aims to compare the performance, through certain financial indicators, including companies in the guide of the 500 biggest and best companies of Exame Magazine, forming part of the Corporate Sustainability Index (ISE) and companies who do not. The primary purpose of ISE is to see the return of a portfolio composed of shares of companies committed to social responsibility and corporate sustainability. This research is classified as being descriptive and largely qualitative. The financial indicators examined in this study were: sales (value and growth)...

Analysis of the relationship between social and environmental investment and inclusion of companies in corporate sustainability index of BM&FBOVESPA; Análise da relação entre investimentos socioambientais e a inclusão de empresas no Índice de Sustentabilidade Empresarial - (ISE) da BM&FBovespa

Machado, Márcio André Veras; Universidade Federal da Paraíba; Macedo, Marcelo Álvaro da Silva; Universidade Federal do Rio de Janeiro; Machado, Márcia Reis; Universidade Federal da Paraíba; de Siqueira, José Ricardo Maia; Universidade Federal do Ri
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Pesquisa Teórico-empírica; Formato: application/pdf
Publicado em 26/04/2012 Português
Relevância na Pesquisa
99.02356%
DOI: http://dx.doi.org/10.5007/2175-8077.2012v14n32p141This paper aims to investigate the relationship between social and environmental investments and the inclusion of companies in the Corporate Sustainability Index of BM&FBOVESPA, by applying logistic regression. For this, we analyzed information relating to internal and external social and environmental investments, from the social balance of companies.The sample consisted of companies eligible for inclusion in the portfolio ISE in the period of December 2009 to December 2010. According to the results, we can conclude that there is a relationship between environmental investments and entry of firms in the portfolio ISE of BM&FBOVESPA, showing that investment made and evidenced in social and environmental issues is a sign of real commitment to social responsibility and sustainability and not simply a form of accountability of the funds invested. As the variables used, internal social investment (II), External (IE) and environmental (IA), we found that IE is the best proxy to explain this relationship. In other words, the results suggest that companies that invest resources in favor of community, either voluntarily or through taxes, which is or should be a resource applied in society...