Página 1 dos resultados de 38 itens digitais encontrados em 0.014 segundos

Da colecção ao museu. O coleccionismo privado de arte moderna e contemporânea em Portugal, na segunda metade do século XX. Contributos para a história da museologia

Duarte, Adelaide Manuela da Costa
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
48.34867%
Tese de doutoramento em Letras, área de História, na especialidade de Museologia e Património Cultural, apresentada à Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra

O turismo e os museus nas estratégias e nas práticas de desenvolvimento territorial

Moreira, Fernando João de Matos
Fonte: Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias Publicador: Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias
Tipo: Tese de Doutorado Formato: 12133787 bytes; application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
69.019214%
O objecto de estudo definido para este trabalho é estruturado pelas relações triangulares estabelecidas ao longo dos eixos do tempo e do espaço entre desenvolvimento territorial, turismo e museus. A problematização da geometria dessas relações levou ao estabelecimento de um conjunto limitado de hipóteses de partida, as quais serviram de fio condutor ao desenvolvimento da pesquisa. Duas hipóteses principais, embora de alcance diferenciado, foram definidas: a) Num plano mais geral - As orientações e as dinâmicas do desenvolvimento territorial (nas suas vertentes económicas, políticas, sociais e culturais) têm uma correspondência evidente nas transformações verificadas no âmbito do turismo e dos museus, quer em termos conceptuais, quer ao nível das práticas. b) Num plano mais específico - Os museus podem contribuir para a definição de um novo modelo de desenvolvimento turístico com fortes implicações ao nível da coesão territorial e social. No sentido de melhor operacionalizar as hipóteses de partida, as mesmas foram traduzidas num conjunto de questões que lhes estão intimamente associadas. Destas salientamos: i) Quais as relações entre desenvolvimento...

A comunicação educativa como factor de (re)valorização do Património Arqueológico : boas práticas em museus de arqueologia Portugueses

Antas, Mário Nuno do Bento
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
58.66135%
No presente trabalho de investigação procuramos analisar a comunicação educativa como factor de (re)valorização do património arqueológico através de exemplos de boas práticas em museus de arqueologia portugueses. No enquadramento teórico e metodológico aplicado à tese, descrevemos a arquitectura conceptual e os conceitos estruturantes (comunicação, educação, comunicação educativa e boas praticas educativas em museus, revalorização do património arqueológico e museus de arqueologia). Criámos um novo modelo de estudo, que denominados de museologia arqueológica participativa, baseado na sociomuseologia e nos princípios da musealização da arqueologia e da transversalidade do Património arqueológico. A museologia arqueológica participativa visa a construção de estratégias de comunicação e de ambientes de aprendizagem expressas em acções comunicativas e educativas no sentido de tornar os visitantes participativos, através da mediação, da museografia e dos recursos museográficos. Assim, o objectivo final passa por tornar o museu num centro de aprendizagem e participativo onde os visitantes possam fazer os seus próprios caminhos de aprendizagem e de produção de conhecimento. Elaboramos uma análise reflexiva sobre história dos Museus de Arqueologia. Analisamos a evolução de conceitos e tipologias dos museus de arqueologia. Identificamos vários tipos de espaços museológicos de arqueologia e procedemos ao seu recenseamento até 2013. A nível das estratégicas de comunicação educativa...

Desenvolvimento do público interno : uma proposta de metodologia para um programa educativo direcionado aos funcionários de museu

Figurelli, Gabriela Ramos
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
48.104966%
Este estudo aborda questões de relevância e de pertinência ao tema da tese - elaboração de metodologia para um programa educativo voltado para o público interno do museu - e reforçam o entendimento de que o caráter educativo do museu deve ser praticado nas diferentes esferas da instituição. As reflexões propostas baseiam-se, sobretudo, nas idéias de Paulo Reglus Neves Freire (1988), da museóloga Waldisa Rússio Camargo Guarnieri (1984), da museóloga e educadora Maria Célia Teixeira Moura Santos (2008). Propõe-se a criação de uma metodologia para um programa educativo direcionado aos funcionários de museu que privilegie o desenvolvimento profissional e pessoal, através de ações educativas pensadas em conjunto, a partir de um diagnóstico, objetivos comuns e práticas avaliativas. Busca-se elaborar uma metodologia que sirva como um roteiro experimentado, visando facilitar a ação, minimizar os erros, auxiliar a comunicação e a compreensão sobre as ações; composta por referências, procedimentos e etapas que viabilizem seu planejamento, desenvolvimento e sua avaliação, e que contribua para a construção de um diálogo entre os funcionários. A metodologia foi aplicada no Museu Nacional de História Natural e da Ciência...

Energias renováveis e novas tecnologias : sustentabilidade energética nos museus

Ferreira, Francisco Faria
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
48.56218%
O presente estudo faz parte do programa de curso do terceiro ciclo de Museologia da Universidade Lusófona. O tema seleccionado para desenvolver foi “Energias renováveis e novas tecnologias. Sustentabilidade energética nos Museus”. Fruto da consciência que a todos nós presentemente não nos deve ser alheia, da importância das energias, sua sustentabilidade, salvaguarda das condições ambientais e da biodiversidade, surgiu com clareza a escolha do tema “Energias renováveis” acrescentando desde logo uma ferramenta essencial, “novas tecnologias”, para se alcançarem os objectivos propostos. Dada a abrangência do tema e a sua inserção na problemática da Museologia fez-se uma abordagem generalizada sobre a origem histórica dos museus, o seu estado de arte e a sua relação com as energias. E ainda antes de entrarmos no estudo principal da tese “ Energias renováveis e novas tecnologias” para os museus, achou-se por bem investigar as condições que devem existir no interior dos mesmos, a influência que lhe advém do exterior e a relação funcional dos seus serviços. Posteriormente abordaram-se de forma muito sintética as condições de alguns museus visitados na óptica das energias e tecnologias. As matérias principais do tema ”Energias renováveis e novas tecnologias” foram desenvolvidas de uma forma transversal...

Os museus de calçada do centro histórico de Porto Alegre na atualidade

Rangel, Vera Maria Sperandio
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
48.278984%
Nessa pesquisa, tenho como foco central a comunicação entre museus e público. Parto da hipótese de que a comunicação é fator essencial para facilitar a integração entre público, patrimônio e museu, o que consequentemente influencia o processo educativo. A partir disso, levanto a hipótese principal, segundo a qual no museu que apresenta como tema o futebol, a comunicação entre instituição e público é mais eficiente, em função do que o tema representa, para a sociedade brasileira, o que não ocorre nas outras tipologias de museus, ou de outros tipos de patrimônio. A relevância deste estudo está em chamar a atenção sobre a forma como os museus pesquisados, nesta tese, estão organizados atualmente e o quanto estão distantes do paradigma contemporâneo definido pela sociomuseologia. Em primeiro lugar, realizo um estudo da comunicação desenvolvida pelos museus selecionados através de suas narrativas expositivas. Em segundo lugar, são analisados os perfis dos públicos destes museus. Em terceiro lugar, avalio o processo de comunicação entre estes museus e seus públicos, onde são observados aspectos como profissionalismo, divulgação midiática e ludicidade, frequência, preferência do público e aproveitamento da visita. Embora todos esses elementos sejam importantes...

O uso de energias renováveis em edifícios de museus

Mendes, Manuel Cardoso Furtado
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
58.168496%
O uso de energias renováveis em edifícios de museus.; Orientação : Mário Moutinho

Museu da cidade de São Paulo: um novo olhar da sociomuseologia para uma megacidade

Franco, Maria Ignez Mantovani 
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
48.496914%
Este estudo preocupa-se em discutir como a Sociomuseologia poderá se apropriar de um objeto de musealização mais amplo e abrangente, como o território de uma megacidade – no caso, São Paulo, Brasil. O Museu da Cidade de São Paulo, como objeto de estudo e de problematização museológica, busca explicitar uma metodologia interdisciplinar que enuncia a concepção de um novo modelo de museu de cidade, que tem como objeto de análise a grande metrópole, que se articula sobre as premissas de coleta contemporânea de acervo, empreendida por meio de métodos de mobilização social, em interlocução com as lógicas próprias do mundo globalizado, porém canonicamente erigida sobre os preceitos fundadores da Sociomuseologia. No cenário dos museus de território, este modelo busca fomentar um caminho novo e alternativo, que observa e interage em relação a uma realidade inerente à contemporaneidade, às megacidades, na medida em que busca problematizar e compreender as dinâmicas próprias da vida humana nestes imensos e complexos territórios. No século XXI, eleito como o ‘século das cidades’, abre-se, portanto, um novo campo teórico para a Museologia; como exercício fundador para este pretendido diálogo interdisciplinar...

El Patrimonio Cultural Inmaterial y la Sociomuseología: un estudio sobre inventarios

Sancho Querol, Mª Lorena
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
48.4513%
A tese que defendo inscreve-se no âmbito da Sociomuseología e tem como eixo central de referência o conceito de Património Cultural Imaterial definido pela UNESCO em 2003: um conceito onde as dimensões material e imaterial do nosso Património coexistem e são trabalhadas de forma indissociável. Tomando como ponto de partida o panorama museológico português, realizo um estudo em torno da função do inventário, tendo como objectivo demonstrar a forma como lhe é atribuído um lugar central na construção social da nossa herança cultural e da nossa memória colectiva. De acordo com esta perspectiva, abordo a história e o processo de evolução do conceito de inventário desde o século XIV até à atualidade; descrevo a experiência de um projecto internacional de desenvolvimento cultural centrado no inventário participativo e na intervenção das comunidades locais; analiso os procedimentos de elaboração do inventário, a figura do inventariante e o circuito de inventariação em onze museus portugueses. Finalmente, procedo a uma reflexão de carácter essencialmente teórico acerca do papel e da dimensão da participação local enquanto eixo de construção do inventário museológico e cenário de democratização da memória.; Esta tesis se desarrolla en el ámbito de la Sociomuseología tomando como eje central de referencia el concepto de Patrimonio Cultural Inmaterial definido por la UNESCO en 2003: un concepto moderno en el que lo material y lo inmaterial se manifiestan y abordan de forma indisociable. Partiendo del panorama museológico portugués...

Museus da imagem e do som: o desafio do processo de musealização dos acervos audiovisuais no Brasil

Mendonça, Tânia Mara Quinta Aguiar de
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
48.168496%
A tese Museus da Imagem e do Som: o desafio do processo de musealização dos acervos audiovisuais no Brasil apresenta os caminhos percorridos em busca da compreensão de como esses museus realizam a pesquisa, a preservação e a comunicação dos acervos audiovisuais e qual o envolvimento da comunidade nesse processo. A investigação foi sistematizada como contributo para a reflexão sobre o redimensionamento das estratégias desses museus, de forma que eles não se limitem a realizar exposições de apurada tecnologia, relegando a segundo plano a potencialidade das coleções e a riqueza da ação compartilhada, mas que se transformem em espaços de construção do conhecimento e de cidadania. Durante o percurso, foi constatada a influência da Política Nacional de Museus nas ações de musealização dos MISes, evidenciada nos projetos patrocinados através dos mecanismos de fomento e financiamento do IBRAM/MinC. A viagem prossegue. A determinação é preencher lacunas deixadas, estimular outras investigações, suscitar o debate, reorientar o percurso e dar sentido à vida.; This thesis, Museums of Image and Sound: the challenge of the musealisation of audiovisual collections in Brazil, presents the paths travelled in search of understanding how these museums carry out the research...

Realidade aumentada aplicada à museologia

Moutinho, Ana Maria Bule de Oliveira Caneva
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
58.522695%
A presente tese centra-se na relação entre o visitante/participante e as instalações museológicas. Parte-se do princípio que o objetivo principal das instalações museológicas é o de potenciar a criação de conhecimento. Neste sentido, explora-se uma série de recursos expositivos, em particular a Realidade Aumentada – RA, que possibilita diferentes leituras de um mesmo elemento/objeto e, desta forma, amplia o conjunto de interações possíveis. Para a produção e desenvolvimento das instalações museológicas, teve-se em consideração um processo de design iterativo e participativo combinado com a avaliação in the wild, no sentido de desenvolver as instalações de acordo com o feedback dos visitantes/participantes em diferentes fases do seu desenvolvimento e verificar se os objetivos propostos estavam a ser atingidos. No Petrie Museum of Egyptian Archaeology desenvolveu-se uma instalação que tinha por base o reconhecimento gestual e centrou-se a investigação no processo de design iterativo; por outro lado, na exposição Baixa em Tempo Real, apesar de ter-se executado também alterações com base no feedback dos visitantes/participantes, centrou-se na avaliação in the wild, para identificar diferentes padrões de interação...

Sustentabilidade transdisciplinar-inteira como sociomuseologia. A tensão na urbanização/remoção na favela de Santa Marta, Rio de Janeiro

Oliveira, Delambre Ramos de
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
48.56218%
A pesquisa analisa o processo de Urbanização/Remoção na favela de Santa Marta, Botafogo, Rio de Janeiro, a partir da ‘Sustentabilidade Transdisciplinar-Inteira (STI)’ em diálogo com a Sociomuseologia. Construímos o referencial, mostrando a ‘tensão criativa de sentido’ na História Oral, Memória, Ecomuseologia e Nova Museologia. Essa abordagem teórica foi importante porque a urbanização/remoção revelou semelhante tensão na relação entre a comunidade local e governo. Os moradores reivindicavam participação e preservação da identidade, construída na relação com o significado do território. Com um laudo de área de risco, o governo propunha um modelo de urbanização vigente na cidade, que incluía a remoção dos moradores de um local histórico da favela. Portanto, na primeira parte, pesquisamos os contextos de tensão em História Oral, Memória, Ecomuseologia e Nova Museologia. Assim construímos a ‘Sustentabilidade Transdisciplinar-Inteira’. Na segunda parte, apresentamos os testemunhos dos moradores e os argumentos do governo sobre a urbanização/remoção. No final, mostramos como a participação poderia ser uma nova forma de construção equitativa da cidade que uniria os interesses da comunidade local e os objetivos do governo. Na favela Santa Marta...

Museologia da Arte Sacra em Portugal (1820-2010). Espaços, Momentos, Museografia

Costa, António Manuel Ribeiro Pereira da
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
48.847637%
A arte sacra cristã constitui uma categoria muito própria da produção artística, enquanto evidência material do Homem e da sua relação com o Sagrado, caracterizada quer pela temática e simbologia, quer pela peculiar aplicação ritual. Atendendo à importância do legado histórico e artístico eclesiástico no património cultural português, o presente estudo analisa as práticas museológicas em torno dos bens da Igreja Católica afectos ao culto e à devoção, nomeadamente a sua inclusão na esfera dos museus e a utilização em exposições, desde o início do período liberal, momento de afirmação do museu como instituição de utilidade pública, até à actualidade, marcada por uma crescente dinâmica neste domínio. Em termos estruturais, radica em dois objectivos distintos que se complementam num avanço convergente do histórico para o teórico e do geral para o particular, procurando compreender o fenómeno da museologia da arte sacra em Portugal através das suas dimensões permanente e temporária. Num âmbito histórico, traça-se a evolução da museologia da arte sacra, a partir do inventário e estudo dos museus e das exposições temporárias, determinando os momentos-chave e a sua relação com a História do País...

Objetos Biográficos: A poética da intersubjectividade em museologia; Biographical Glances: The intersubjectivity poetery on museology

Leite, Pedro Pereira
Fonte: Marca D'Agua Publicador: Marca D'Agua
Tipo: Livro
Português
Relevância na Pesquisa
68.62776%
Olhares Biográficos é uma proposta metodológica para a sociomuseologia com base na teoria critica. Esta proposta surge no âmbito do nosso pós-doutoramento em museologia, efectuado durante o ano de 2011 na Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias. Não poderemos deixar de agradecer os contributos de todos os que concorreram para a sua concretização, nomeadamente os amigos do CES Summer Course realizado em Julho de 2011 na Lousã, e aos participantes no Curso de Museologia, realizado em Novembro de 2011 na Cidade de Assomada em Cabo Verde, no âmbito da XV Conferencia Internacional do MINOM. Uma palavra final para Elsa Lechner do CES da Universidade de Coimbra que tão bem tem trabalhado as questões das Histórias de Vida e os olhares biográficos.; Casa Muss-amb-ike

Museologia e Método Biográfico

Leite, Pedro Pereira
Fonte: Marca D'Agua Publicador: Marca D'Agua
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
48.498647%
O método Biográfico na museologia é uma aproximação metodológica que temos vindo a trabalhar desde 2011. Na altura apresentamos uma proposta a que chamamos “Olhares Biográfico: a poética da intersubjetividade na museologia”, que constitui o relatório de pós-doutoramento em sociomuseologia. Posteriormente, no âmbito da exposição “Lisboa em tempo real” propusemos a abertura, no espaço expositivo duma oficina biográfica, para recolher “short stories” dos visitante. O objetivo era recolher material complementar de análise da exposição e dos seus visitantes. Por diversas razões, essa oficina não se concretizou, e a experiencia tem ficado circunscrita ao mundo académico.; FCT

Diz-me como ages, dir-te-ei quem és’: João Couto e a génese do Museu -Biblioteca Condes de Castro de Guimarães, em Cascais

Almeida, Maria Mota
Fonte: Edições Universitárias Lusófonas Publicador: Edições Universitárias Lusófonas
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
58.168496%
Este artigo baseia-se, parcialmente, na investigação elaborada no âmbito da Tese de Doutoramento em Museologia. Centra-se no ‘estudo de caso’ de um processo museológico de raiz local: o Museu - Biblioteca Condes de Castro Guimarães, única instituição museal no concelho de Cascais durante meio século. Tendo como base epistemológica o campo de investigação da Sociomuseologia, partindo de fontes primárias, secundárias e de bibliografia complementar, procurou-se apreender a forma como o primeiro responsável desta instituição pensou, percebeu e construiu, na sua génese, a função museológica. A pesquisa orientou-se numa dupla vertente: por um lado, estudou-se, mediante a metodologia de análise de conteúdo, o pensamento e a ação do conservador João Couto; por outro, procedeu-se ao historial do museu, dos anos 30 aos anos 40 do século XX, o que permitiu compreender que, desde muito cedo, a função social e educativa esteve presente através de uma proposta que se foi construindo ao longo das décadas. Demonstrou-se a relevância do contributo do conservador para a construção de uma instituição cultural mais próxima da comunidade, destacando o pioneirismo das práticas de cariz social, cultural e educativo que...

Um museu-biblioteca em Cascais : pioneirismo mediado pela ação cultural e educativa

Almeida, Maria Mota
Fonte: Repositório Científico Lusófona Publicador: Repositório Científico Lusófona
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
58.207593%
A presente investigação centrou-se no ‘estudo de caso’ de um processo museológico de raiz local: o Museu - Biblioteca Condes de Castro Guimarães, única instituição museal no concelho de Cascais durante meio século. Tendo como base epistemológica o campo de investigação da Sociomuseologia e partindo de fontes primárias, secundárias e de bibliografia complementar, procurámos apreender a forma como os responsáveis desta instituição pensaram, perceberam e construíram, na sua génese, a função museológica. A pesquisa orientou-se numa dupla vertente: por um lado, estudámos, mediante a metodologia de análise de conteúdo a que submetemos os textos doutrinais, o pensamento e a ação dos Conservadores João Couto e Branquinho da Fonseca; por outro, procedemos ao historial do museu, numa perspetiva diacrónica, dos anos 30 aos anos 80 do século XX, o que nos permitiu compreender que, desde muito cedo, a função social e educativa esteve presente através de uma proposta que se foi construindo ao longo das décadas. Foi nosso propósito demonstrar a relevância do contributo de ambos os conservadores para a construção de uma instituição cultural mais próxima da comunidade, destacando o pioneirismo das práticas de cariz social...

Colecções, gabinetes e museus em Portugal no século XVIII

Brigola, João Carlos Pires
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Tese de Doutorado
Português
Relevância na Pesquisa
48.797085%
"Sem resumo feito pelo autor"; - A ideia de que em Portugal, ao longo do séc. XVIII, não teriam existido verdadeiras realizações museais (colecções privadas ou museus de iniciativa institucional) encontra-se mais divulgada do que se poderia supor, mesmo em alguns meios universitários ligados à história, à história da arte e à literatura. Esta ocorrência encontra expressão no facto de os raros estudos de conjunto elaborados nos últimos anos - quase exclusivamente firmados em fontes secundárias - terem revelado óbvias dificuldades heurísticas, exibindo, talvez por esta limitação documental, uma dimensão narrativa pouco ambiciosa' . A desvalorização historiográfica do tema museológico é igualmente comprovável pela quase total ausência de referências nas sucessivas histórias de Portugal que, desde a monumental história 'de Barcelos' (1928-1938) até à dirigida por José Mattoso (1992-1993), se têm vindo a editar, bem como no facto de não ser matéria de publicação habitual nas revistas especializadas da área das ciências humanas e sociais, sabendo-se como não tem sido possível até hoje assegurar a publicação periódica de uma revista de estudos museológicos. As razões de tal alheamento podem ser múltiplas mas relacionam-se em grande medida com o facto de ser muito recente entre nós o estatuto universitário da museologia ou...

Decifrando Conceitos em Museologia: Entrevista com Mário Caneva Moutinho

Carvalho, Ana
Fonte: Universidade de Évora Publicador: Universidade de Évora
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
58.877334%
Mário Caneva Moutinho fez a sua formação em Paris, primeiro em Arquitectura e depois com um doutoramento em Antropologia Cultural (1983). Ao voltar a Portugal na década de 80 deu-se a descoberta pelo património local, pela procura de soluções na defesa e resgate desse património que o vai levar até ao mundo dos museus. A reflexão sobre os museus e o seu papel na sociedade levou-o a tomar partido de abordagens menos convencionais, conhecidas então como Nova Museologia. É no mundo académico que tem feito carreira, sendo um dos precursores da introdução da Museologia como curso universitário de pós-graduação em Portugal. É desde 2007 reitor da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (Lisboa), cargo que ocupa com perseverança em tempo de crise(s). Foi no seu local de trabalho habitual que encontrámos Mário Caneva Moutinho para esta entrevista.

Decifrando Conceitos em Museologia: Entrevista com Mário Caneva Moutinho

Carvalho, Ana; Centro Interdisciplinar de História, Culturas e Sociedades (CIDEHUS) da Universidade de Évora
Fonte: Revista Museologia & Interdisciplinaridade Publicador: Revista Museologia & Interdisciplinaridade
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 09/12/2015 Português
Relevância na Pesquisa
68.92075%
Mário Caneva Moutinho fez a sua formação em Paris, primeiro em Arquitectura e depois com um doutoramento em Antropologia Cultural (1983). Ao voltar a Portugal na década de 80 deu-se a descoberta pelo património local, pela procura de soluções na defesa e resgate desse património que o vai levar até ao mundo dos museus. A reflexão sobre os museus e o seu papel na sociedade levou-o a tomar partido de abordagens menos convencionais, conhecidas então como Nova Museologia. É no mundo académico que tem feito carreira, sendo um dos precursores da introdução da Museologia como curso universitário de pós-graduação em Portugal. É desde 2007 reitor da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (Lisboa), cargo que ocupa com perseverança em tempo de crise(s). Foi no seu local de trabalho habitual que encontrámos Mário Caneva Moutinho para esta entrevista.