Página 1 dos resultados de 17 itens digitais encontrados em 0.048 segundos

Relações entre aptidão física funcional, variáveis cardiovasculares e qualidade de vida em idosos

Cunha, Daniel Pietko da
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
35.86%
INTRODUÇÃO: A realização das atividades do cotidiano é determinante para a qualidade de vida das pessoas na idade avançada, ganhando a aptidão física importância significativa nesse contexto. As variáveis cardiovasculares têm grande impacto para a morbi-mortalidade na população em geral, com particular relevância na faixa etária geriátrica. O desafio, nos dias atuais, está na compreensão dos fatores que condicionam a qualidade de vida, contribuindo para que o ser humano viva mais tempo com autonomia. OBJETIVOS: Determinar as relações entre a aptidão física funcional, variáveis antropométricas, hemodinâmicas e sanguíneas e a qualidade de vida e determinar variáveis influenciadoras da qualidade de vida das pessoas idosas. MÉTODOS: Vinte participantes do ambulatório do Centro de Especialidades Clínicas de Cachoeirinha-RS / Brasil com idade superior a 60 anos foram submetidas à avaliação da aptidão física, pressão arterial (PA) e índice de massa corporal (IMC). Foi recolhido sangue em jejum para determinação do perfil lipídico e glicêmico. A qualidade de vida foi avaliada com o questionário SF-36v2. Foram utilizadas técnicas de análise multivariada da variância e de regressão linear. RESULTADOS: Os participantes com glicemia normal tiveram IMC inferior (p < 0.05) aos participantes pré-diabéticos e diabéticos. Os idosos com triglicerídeos normais possuíam menor pressão arterial sistólica e diastólica (p < 0.05). Idade...

Valores de referência do índice de massa corpórea para recém-nascidos de acordo com a idade gestacional; Body mass index reference values for newborns according to gestational age

Brock, Romy Schmidt
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 25/07/2006 Português
Relevância na Pesquisa
35.93%
INTRODUÇÃO: A avaliação nutricional do recém-nascido é tarefa complexa e qualquer desvio da normalidade está associada a um aumento do risco de morbi-mortalidade. As medidas antropométricas têm representado o principal método de avaliação nutricional no período neonatal. Elas são importantes tanto para a classificação e diagnóstico do crescimento intra-uterino, quanto para posterior acompanhamento nutricional e de crescimento. Um único parâmetro antropométrico, como a medida simples de peso, não consegue avaliar adequadamente o estado nutricional do recém-nascido. O uso de medidas combinadas permite melhor determinação do estado nutricional e da proporcionalidade corpórea. O índice de massa corpórea (IMC) tem se tornado a medida de escolha na determinação do estado nutricional em crianças por ser uma relação entre peso e o comprimento, entretanto ainda sem padrões de referência para o período neonatal. OBJETIVOS: Proposição de valores normativos do índice de massa corpórea de recém-nascidos em diferentes idades gestacionais em ambos os sexos e elaboração de uma curva de percentis suavizados. METODOLOGIA: Estudo retrospectivo incluindo todos os recém- nascidos vivos admitidos no Berçário Anexo à Maternidade do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo durante o período de janeiro de 1993 a dezembro de 2004...

Risco cardiovascular em indivíduos segurados por planos de saúde privados; Cardiovascular risk in individuals insured by private health plans

Gava, Fabiana Gonçalves Seki
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 22/04/2008 Português
Relevância na Pesquisa
35.97%
As doenças cardiovasculares são uma realidade no país, apresentando um impacto significativo na morbi-mortalidade dos indivíduos e no gasto público relacionado aos tratamentos e aposentadorias precoces. Os altos índices de morte por doença cardiovascular podem ser explicados pela grande incidência de fatores de risco associados a baixos níveis de intervenção sobre esses fatores. O presente trabalho tem como objetivos: caracterizar os indivíduos segurados por planos de saúde privados com relação às variáveis sociodemográficas, antropométrica, comportamental e clínicas; identificar o risco cardiovascular obtido por meio do Escore de Risco de Framingham (ERF) e comparar o ERF entre os indivíduos com relação às referidas variáveis.Trata-se de um estudo transversal comparativo/correlacional, de abordagem quantitativa. A pesquisa foi realizada em uma empresa privada prestadora de serviços de gerenciamento de doentes crônicos para operadoras de planos privados de saúde, em diversos estados do Brasil. Os critérios de inclusão na amostra foram ter pessoas de ambos os sexos; com idade entre 30 e 74 anos e com prontuários eletrônicos completos para a realização do estudo. Foram estudados 2967 associados, sendo 1339 homens e 1628 mulheres. A amostra foi composta em sua maioria por mulheres (54...

Baixo peso ao nascer e a poluição do ar no município de São Paulo; Low birth weight and air pollution in the city of São Paulo

Medeiros, Andréa Paula Peneluppi de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 05/07/2004 Português
Relevância na Pesquisa
86.23%
O peso ao nascer é um fator importante na determinação da morbi-mortalidade neonatal e da mortalidade pós-neonatal, sendo assim de grande importância para a saúde pública, dada a freqüência com que o mesmo ocorre. A Organização Mundial de Saúde considera o baixo peso ao nascer (BPN) como o fator isolado mais importante na sobrevivência infantil. Inúmeros fatores de risco têm sido descritos como associados à ocorrência de BPN, por exemplo, o tabagismo materno e o baixo nível sócioeconômico. Mais recentemente, a poluição do ar tem sido investigada como possível determinante do BPN. A distribuição do peso ao nascer na cidade de São Paulo (média 3.160g com 8,9% de BPN) é inferior àquela esperada quando se têm ótimas condições de crescimento fetal (média de 3.400-3.500g com 4-5% de BPN). Esta distribuição tem se mantido estável nos últimos 22 anos, apesar da evolução favorável do estado nutricional das gestantes, da assistência pré-natal e do hábito de fumar durante a gestação. No entanto, são altos os índices de poluição atmosférica em São Paulo, fator que pode estar afetando o desenvolvimento intra-uterino das crianças que aqui nascem. Este estudo foi realizado com a intenção de avaliar uma possível associação do baixo peso ao nascer e a poluição do ar no município de São Paulo. Para tanto foram analisados todos os nascimentos de mães residentes neste município nos anos de 1998 a 2000. As informações sobre esses nascidos vivos foram obtidas do SINASC (Sistema de Informação sobre Nascidos Vivos) através de seu instrumento...

Análise e determinação de custos específicos e consequências econômico-sociais na incorporação da vacina contra meningite e doença meningocócica C conjugada na rotina do Programa Nacional de Imunização/PNI; Analysis and determination of specific costs and socioeconomic consequences in the incorporation of the vaccine against meningitis and Meningococcal Disease C conjugate in the routine national immunization program / NIP

Itria, Alexander
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 14/10/2011 Português
Relevância na Pesquisa
45.86%
As avaliações econômicas em saúde, que se propõe a estudar a alocação mais eficiente de recursos, apresentam expansão nos últimos 20 anos. Para as vacinas especificamente, há crescente surgimento das avaliações econômicas de programas de vacinação dado aumento dos preços das novas vacinas. Nesse cenário tem-se que a doença meningocócica continua sendo um agravo de extrema importância na população mundial, com características peculiares quando se consideram manifestações, morbi-mortalidade e ocorrência nas diferentes regiões. Não são suficientemente conhecidas as causas do início de uma epidemia em um dado momento e lugar, mas sabe-se que são necessários a presença concomitante de múltiplos fatores, como características do agente etiológico, do hospedeiro e do meio ambiente. Isto inclui a susceptibilidade da população, condições climáticas favoráveis, situação socioeconômica precária, tornando a prevenção primária da doença difícil, sendo necessária uma intervenção específica como as vacinas. Há diversas complicações da doença meningocócica, principalmente as sequelas, sendo as mais comuns a perda auditiva, as amputações, necrose de pele e convulsões. O Brasil, através do Programa Nacional de Imunizações / PNI...

Qualidade de vida em idosos desenvolvimento e aplicação do módulo WHOQOL-OLD e teste do desempenho do instrumento WHOQOL-BREF em uma população idosa brasileira

Chachamovich, Eduardo
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
25.84%
Introdução: A presente dissertação de mestrado tem como foco a investigação de qualidade de vida em idosos. Não somente à expectativa de vida e à morbi-mortalidade, o interesse científico tem-se voltado a conferir qualidade aos anos de vida de uma população de idosos crescente em países desenvolvidos e em desenvolvimento. A definição do construto qualidade de vida não desfruta de consenso até o momento. Entretanto, é consensual que a população de idosos apresenta particularidades que, por conseguinte, se refletem na conceituação de qualidade de vida e na determinação de quais fatores contribuem para sua composição. Entretanto, diversos instrumentos utilizados em estudos de qualidade de vida em idosos não abrangem tais especificidades ou não apresentam propriedades psicométricas adequadamente testadas para esta população. Objetivos: Os objetivos principais desta dissertação são dois. Primeiramente, desenvolver a versão em português do módulo de aferição de qualidade de vida em idosos da Organização Mundial de Saúde WHOQOL-OLD e descrever suas propriedades psicométricas em uma amostra de idosos brasileiros. Em segundo lugar, realizar a testagem do desempenho psicométrico do instrumento genérico de avaliação de qualidade de vida WHOQOL-BREF...

Avaliação clínica, morbi-mortalidade e desenvolvimento de bezerros da raça Brahman produzidos por fertilização in vitro e inseminação artificial

Oliveira, Andreza Pimenta de
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: 66 f.
Português
Relevância na Pesquisa
56.06%
Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP); Pós-graduação em Medicina Veterinária - FMVZ; O Brasil é líder mundial na produção de embriões por fertilização in vitro (FIV). A FIV contribui para o melhoramento genético do rebanho, contudo, alguns trabalhos indicam que os bezerros nascidos por FIV são mais susceptíveis à doença neonatal e têm maiores taxas de mortalidade neonatal quando comparados a outras técnicas de produção de bezerros como a inseminação artificial (IA) e monta natural. Portanto, o objetivo desta pesquisa foi avaliar a influência da forma de concepção, FIV e IA, na sanidade e desenvolvimento de bezerros Brahman nascidos por FIV (Grupo FIV, n = 80) e IA (Grupo IA, n = 20) do nascimento à desmama. Todos os bezerros amostrados eram provenientes de uma mesma propriedade e mamaram o colostro de forma direta ou indireta até seis horas após o nascimento. Amostras sanguíneas destinadas à determinação da atividade sérica da gamaglutamiltransferase (GGT), da gamaglobulina e da concentração sérica de proteína total (PT) foram colhidas de todos os bezerros às 24 horas de vida com o objetivo de avaliar a transferência de imunidade passiva. A duração da gestação e o peso ao nascimento foram significantemente maiores nos bezerros do grupo FIV. Contudo...

Trabalho medico e o desgaste profissional

Marta Maria Alves da Silva
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em //2001 Português
Relevância na Pesquisa
46.06%
Partindo-se de algumas inquietações vivenciadas em minha atividade profissional, procurou-se estudar o trabalho médico e o desgaste profissional. Concebeu-se o trabalho como uma categoria analítica central no processo de determinação social do estado de saúde e de doença dos homens, pois ao operar-se a ação do homem sobre a natureza, transformando-a, há um processo de transformação também do homem. Dentro do trabalho, o processo de trabalho é um elemento central na determinação do processo saúde-doença, pois produz um consumo da força de trabalho, gerando um desgaste no homem. Este desgaste expressa-se sob diferentes formas, como o sofrimento psíquico, o estresse, as doenças psicossomáticas, os transtornos mentais e as neuroses. A conjuntura atual decorrente do neoliberalismo e suas conseqüências sobre o mercado de trabalho, como a reestruturação produtiva, têm determinado modificações que repercutem no mercado de trabalho médico, como o assalariamento, o multi-emprego, os baixos salários, a perda do status quo e do poder médico. Estas modificações têm reflexos sobre o processo de trabalho dos médicos, como as super-especializações, a tecnologização do cuidado médico, a perda da autonomia e da criatividade...

Genotipagem RHD fetal atraves da analise do plasma materno

Isabela Nelly Machado
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 11/08/2004 Português
Relevância na Pesquisa
45.87%
A Doença Hemolítica Perinatal ainda contribui para as taxas de morbi-mortalidade perinatal, a despeito do amplo uso da imunoprofilaxia. A determinação da tipagem sanguínea RhD fetal é útil para o acompanhamento pré-natal das gestantes RhD-negativo sensibilizadas e para a profilaxia da Doença Hemolítica Perinatal, evitando-se desnecessários procedimentos invasivos, investigações sorológicas e administração da imunoglobulina humana nos casos de fetos RhD-negativo. A análise molecular do plasma matemo abriu novas possibilidades para o diagnóstico pré-natal não invasivo, onde a genotipagem RHD fetal é uma das aplicações clínicas mais relevantes até o momento. Objetivo: Avaliar o desempenho da genotipagem RHD fetal através da análise do plasma matemo como método diagnóstico pré-natal não invasivo. Método: Foi conduzido um estudo de validação de teste diagnóstico a partir de 81 amostras sangüneas obtidas de gestantes RhD-negativo, entre 4 e 41 semanas de gestação. O DNA fetal foi extraído dos respectivos plasmas matemos utilizando kits comercialmente disponíveis. As regiões exon 10 e intron 4 do gene RHD foram testadas através da reação em cadeia da polimerase alelo- específica (AS-PCR) convencional. Os resultados da genotipagem fetal foram comparados com a tipagem sanguínea neonatal e os dados analisados pelo softwware SAS - versão 8.2@ (1999-2001). Resultados: 15 amostras foram obtidas no primeiro trimestre...

Influência da talidomida sobre a infecção murina por Plasmodium berghei anka em modelos susceptíveis ou não à malária cerebral

Tabanez, Paulo Cesar Rodrigues
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
35.96%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Medicina, 2006.; A talidomida é uma droga imunomoduladora que tem sido utilizada experimentalmente em muitas condições clínicas, porém seu uso na malária ainda é insipiente. A malária é uma doença com alta morbi-mortalidade presente em todas as regiões tropicais do mundo. As manifestações severas da doença, possivelmente, estão ligadas à excessiva resposta imunitária, principalmente à produção de fator de necrose tumoral e radicais de oxigênio e nitrogênio. A talidomida diminui a produção de FNT por aumentar a degradação do seu ARNm e diminuir a ativação do NFκB. O presente trabalho avaliou a influência da talidomida sobre a evolução da malária e sobre as funções dos macrófagos em camundongos susceptíveis ou não à malária cerebral. Camundongos Balb/C e CBA foram infectados com 106 eritrócitos parasitados por Plasmodium berghei ANKA, tratados a partir do terceiro dia de infecção com 150 mg/Kg de talidomida diluída em solução a 0,8M de sacarose, por via oral, uma vez ao dia, em um volume de 100 μL. Outros dois grupos não foram infectados, mas foram tratados da mesma forma. No oitavo dia de infecção, o sangue foi obtido para a determinação do FNT e os macrófagos foram recuperados da cavidade abdominal para avaliação...

Influência da pentoxifilina sobre a infecção murina por Plasmodium berghei ANKA em modelos susceptíveis ou não à malária cerebral

Borges, Tatiana Karla dos Santos
Fonte: Universidade de Brasília Publicador: Universidade de Brasília
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
36%
Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Faculdade de Medicina, 2006.; A malária é um dos problemas mais importantes de saúde pública mundial, devido sua grande morbi-mortalidade e sua ampla distribuição geográfica. As manifestações clínico-patológicas observadas na malária decorrem da hiperativação do sistema imunitário com produção aumentada de citocinas, particularmente do FNT, que participa da ativação do sistema imunitário e da defesa antiplasmódio, mas por outro lado, está envolvido nos mecanismos imunopatogênicos. A pentoxifilina é um inibidor da via de sinalização e transcrição do NF- B que promove a transcrição de vários componentes da resposta imune, inclusive do FNT, podendo modular algumas funções do sistema imunitário. Este trabalho avaliou a influência da pentoxifilina sobre a evolução da malária e sobre as funções dos macrófagos em camundongos susceptíveis ou não à malária cerebral. Foram estudados camundongos Balb/C e CBA infectados com 106 eritrócitos parasitados por Plasmodium berghei ANKA, tratados a partir do terceiro dia de infecção com 8 mg/kg/dia de pentoxifilina ou com NaCl 0,9%. Outros dois grupos não infectados foram tratados com 8 mg/kg/dia de pentoxifilina ou com NaCl 0...

Factores associados com o baixo peso ao nascer

Araújo, Lúcia Margarida Correia Reis Sousa; Coutinho, Emília Carvalho, orient.; Duarte, João Carvalho, co-orient.
Fonte: Instituto Politécnico de Viseu. Escola Superior de Saúde de Viseu Publicador: Instituto Politécnico de Viseu. Escola Superior de Saúde de Viseu
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
35.84%
Enquadramento: O baixo peso ao nascer é um fator de risco para a morbi-mortalidade neonatal, e um indicador geral do nível de saúde de uma população. Associa-se a baixos níveis de desenvolvimento socioeconómico, características maternas e de assistência materno-infantil. Objectivos: Analisar a influência das variáveis sociodemográficas, obstétricas e de assistência pré-natal ao baixo peso ao nascer. Métodos: Estudo transversal, descritivo correlacional e prospetivo. A amostra é não probabilística intencional, constituída por 1846 puérperas, em que 161 apresentam recémnascidos de baixo peso ao nascer. Foi utilizado um questionário aplicado entre Março de 2010 e Maio de 2012, em 26 instituições de saúde públicas portuguesas. Resultados: O baixo peso ao nascer, teve associado: idade gestacional ≥41semanas (p=0,000), sem risco obstétrico(p=0,001), sem risco obstétrico/gravidez não planeada (p=0,036), risco obstétrico/idade materna de risco(p=0,007), risco obstétrico/primeira consulta tardia (p=0,036), sem risco sociodemográfico/Idade gestacional de termo(p=0,000), Risco sociodemográfico/Idade gestacional de termo(p=0,007), risco na assistência prénatal/ idade materna de risco(p=0,020)...

A transição epidemiológica no Brasil

Prata,Pedro Reginaldo
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/1992 Português
Relevância na Pesquisa
66.08%
Tendo como referência a teoria da transição epidemiológica, o autor descreve a evolução da mortalidade no Brasil, avaliando criticamente a modificação do perfil epidemiológico ocorrida no Brasil nos últimos 50 anos. O autor revê, situando no contexto brasileiro, a determinação da mortalidade, seja pelo desenvolvimento econômico ou pela introdução de medidas de saúde pública. Argumenta que as doenças cardiovasculares e as neoplasias estariam também relacionadas com fatores ambientais e sócio-culturais, não devendo ser consideradas doenças crónico-degenerativas, mas sim preveníveis. Estes grupos de causas de moibi-mortalidade também são considerados com prevalência desigual e maior entre as populações mais pobres. O autor faz referência a uma transição epidemiológica que não se completou graças à persistência das doenças infecciosas.

Tuberculose associada à AIDS: características demográficas, clínicas e laboratoriais de pacientes atendidos em um serviço de referência do sul do Brasil

Boffo,Maria Marta Santos; Mattos,Ivo Gomes de; Ribeiro,Marta Osório; Oliveira Neto,Isabel Cristina de
Fonte: Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia Publicador: Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2004 Português
Relevância na Pesquisa
56.06%
INTRODUÇÃO: A sinergia entre a tuberculose e o vírus da imunodeficiência humana é responsável pelo aumento da morbi-mortalidade dos pacientes com AIDS. OBJETIVO: Delinear o perfil de pacientes com tuberculose e AIDS na cidade de Rio Grande (RS) relacionando dados demográficos, clínicos e laboratoriais. MÉTODO: A amostra foi constituída por todos os casos de tuberculose confirmados pelo isolamento de Mycobacterium tuberculosis ocorridos no Serviço de AIDS do Hospital Universitário/FURG entre setembro de 1997 e dezembro de 2000, em 31 pacientes reportados como casos definidos de AIDS. Foram examinados 33 materiais clínicos pulmonares e extrapulmonares através da cultura pelo método de Ogawa-Kudoh e da baciloscopia pelo Kinyoun. A identificação de M. tuberculosis foi feita pelos métodos fenotípicos usuais. Para determinação da resistência das cepas isoladas foi empregado o método das proporções. RESULTADOS: A média de idade foi de 33,8 ± 9,9 anos, com uma relação homem/mulher de 2,87:1. Eram brancos 80,7% dos pacientes. Todos os pacientes apresentavam manifestações clínicas gerais e/ou específicas de tuberculose no momento da suspeita diagnóstica. Em 20 deles foram constatados fatores de risco: uso de droga endovenosa...

Escala de acolhimento de enfermagem para trauma

Giacomozzi, Letícia Morgana
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Teses e Dissertações Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
35.87%
Resumo: O impacto trazido pelo trauma é amplamente discutido no meio profissional da saúde, no Brasil. Seja pela repercussão econômica e social demandada, como pelas alterações no âmbito emocional, familiar e de trabalho da vítima de trauma. Os altos índices de morbi-mortalidade e o perfil de acometimento, o tornam um problema de cunho político e social. Entretanto, as propostas de trabalho no tema não integram o atendimento hospitalar de trauma as necessidades psicosocioemocionais da vítima. Diante disso e baseado no conceito de acolhimento, entendido como o ato de receber e escutar, o presente estudo tem por objetivo: criar um instrumento de acolhimento de enfermagem para auxiliar no atendimento à vítima de trauma, no ambiente hospitalar. Trata-se de uma pesquisa metodológica, desenvolvida, de junho de 2007 a agosto de 2008, em três hospitais de referência para trauma, em Curitiba; dividida em duas etapas: a avaliação e validação do instrumento e a coleta, análise e avaliação dos dados. A primeira, realizada com 7 profissionais da área, através de um roteiro estruturado, contendo os itens a serem avaliados no instrumento; a segunda com 344 vítimas de trauma, entre 18 e 65 anos, conduzidas pelo SIATE à um dos três hospitais...

Tolerância ao esforço de hipertensos em tratamento farmacológico

Ribeiro, Ives Eliana Avelar
Fonte: Universidade Federal de Uberlândia Publicador: Universidade Federal de Uberlândia
Tipo: Dissertação
Português
Relevância na Pesquisa
35.84%
A hipertensão arterial sistêmica é uma doença de elevada prevalência e uma das principais causas de morbi-mortalidade cardiovascular. Dentre as medidas terapêuticas recomendadas para a hipertensão está a modificação do estilo de vida e a prática de atividade física regular. Sabe-se que alguns medicamentos anti-hipertensivos têm efeitos sobre a tolerância ao esforço, o que poderia interferir negativamente na adesão à prática destas atividades físicas. O objetivo deste estudo foi aferir a tolerância ao esforço de pacientes hipertensos controlados com medicamentos e, especificamente, em uso regular de enalapril, hidroclorotiazida ou enalapril associado à hidroclorotiazida, comparando-se os resultados aos obtidos em um grupo de normotensos utilizado como controle. Foram incluídos 59 adultos de ambos os gêneros, sendo 22 normotensos do grupo controle (C=22) e 37 hipertensos. Os hipertensos foram divididos em três grupos assim distribuídos: em uso de enalapril (E=11), hidroclorotiazida (H=11) e hidroclorotiazida e enalapril (H/E=15). A tolerância ao esforço foi estimada pela determinação do consumo máximo de oxigênio, equivalente metabólico e lactato durante teste ergométrico empregando-se o protocolo de Bruce. Paralelamente aferiram-se os valores da pressão arterial sistêmica e da frequência cardíaca. Também foram verificados os níveis plasmáticos de colesterol total...

A transição epidemiológica no Brasil

Prata,Pedro Reginaldo
Fonte: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz Publicador: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/1992 Português
Relevância na Pesquisa
66.08%
Tendo como referência a teoria da transição epidemiológica, o autor descreve a evolução da mortalidade no Brasil, avaliando criticamente a modificação do perfil epidemiológico ocorrida no Brasil nos últimos 50 anos. O autor revê, situando no contexto brasileiro, a determinação da mortalidade, seja pelo desenvolvimento econômico ou pela introdução de medidas de saúde pública. Argumenta que as doenças cardiovasculares e as neoplasias estariam também relacionadas com fatores ambientais e sócio-culturais, não devendo ser consideradas doenças crónico-degenerativas, mas sim preveníveis. Estes grupos de causas de moibi-mortalidade também são considerados com prevalência desigual e maior entre as populações mais pobres. O autor faz referência a uma transição epidemiológica que não se completou graças à persistência das doenças infecciosas.