Página 1 dos resultados de 753 itens digitais encontrados em 0.016 segundos

Síndrome da apneia obstrutiva do sono e doença coronária isquémica

Martins, Maria João Gonçalves
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
58.111465%
Introdução: A Síndrome da Apneia Obstrutiva do Sono (SAOS) é um distúrbio respiratório do sono com uma prevalência crescente na sociedade ocidental. Diversos estudos demonstram a associação entre SAOS e doença cardiovascular. A coexistência de hipertensão arterial, obesidade e SAOS, patologias que partilham mecanismos fisiopatológicos, constitui uma constelação de factores de risco cardiovascular frequente. Objectivos: Estudar uma população com patologia coronária isquémica e clínica suspeita de distúrbio respiratório do sono. Pretende-se quantificar a prevalência de SAOS neste grupo e definir o perfil epidemiológico destes doentes. Metodologia: Estudo retrospectivo, a partir da consulta de processos clínicos. Seleccionaram-se doentes com diagnóstico de qualquer forma clínica de patologia coronária isquémica, com internamento no Serviço de Cardiologia dos Hospitais da Universidade de Coimbra, e que fizeram estudo polissonográfico no Laboratório do Sono do mesmo hospital. Resultados: Foram consultados 40 processos clínicos e seleccionados 37 doentes; 94,6% dos doentes eram do sexo masculino, com uma idade média de 65,8 anos e um Índice de Massa Corporal (IMC) médio de 30,9 ± 3,8 kg/m2. Em relação aos hábitos pessoais...

Diabetes mellitus tipo 2 e doença coronária

Sá, Filomena Isabel Faria de
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
68.63957%
A diabetes mellitus tipo 2 é já considerada uma “epidemia mundial”. A sua prevalência está a aumentar rapidamente tanto em países desenvolvidos como em vias de desenvolvimento. Actualmente, há uma tendência para encarar a diabetes mellitus tipo 2 mais como uma ”doença vascular” e não tanto como um distúrbio metabólico, devido ao elevado risco de eventos cardiovasculares que esta doença acarreta. A doença coronária constitui a maior causa de morbilidade e mortalidade entre doentes diabéticos, manifestando-se, nestes, geralmente de forma mais difusa e agressiva do que nos não diabéticos. O objectivo deste artigo de revisão é esclarecer a relação entre diabetes mellitus tipo 2 e doença coronária, quais os factores que nela estão implicados, bem como os avanços recentes a nível de prevenção e tratamento da doença coronária em doentes com diabetes mellitus tipo 2, recorrendo a uma revisão bibliográfica actualizada do tema para alcançar tal objectivo. Existe uma série de factores intervenientes na relação entre diabetes mellitus tipo 2 e doença coronária, nomeadamente: disfunção endotelial, “dislipidémia diabética”, hipercoagulabilidade, comprometimento da fibrinólise, hiperagregação plaquetar...

Progressão da aterosclerose coronária entre os grupos diabéticos e não diabéticos avaliada pela coronariografia, em portadores de doença multiarterial, submetidos ao tratamento clínico, cirúrgico ou angioplastia; Progression of coronary atherosclerosis in diabetic and non diabetic patients assessed by coronariography with multivessel coronary artery disease undergone to clinical treatment, CABG or PCI

Góis, Aécio Flávio Teixeira de
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 09/08/2007 Português
Relevância na Pesquisa
48.61649%
Introdução: Estudos clínicos e epidemiológicos têm revelado aumento do risco de doença coronária nos pacientes portadores de diabetes mellitus. A progressão da aterosclerose coronária documentada angiograficamente é identificada e utilizada com freqüência na prática clínica. Entretanto, o seu significado prognóstico ainda é pouco conhecido. Neste estudo, analisamos o significado dessa progressão em uma amostra de pacientes diabéticos e não diabéticos, portadores de doença arterial coronária e submetidos ao tratamento clínico, angioplastia ou cirurgia. Métodos. Foram avaliados 392 pacientes com cineangiocoronariografia inicial e após cinco anos de seguimento. A progressão foi definida como o surgimento de uma nova lesão ou o aumento em cerca de 20% de uma lesão prévia. A identificação da progressão foi realizada em pacientes submetidos previamente aos tratamentos clínico, cirúrgico e angioplastia. A progressão da doença foi analisada nos territórios correspondentes das artérias descendente anterior, circunflexa e coronária direita. A amostra englobou um grupo de 138 pacientes diabéticos e 254 pacientes não diabéticos. Dos 392 pacientes da amostra, formaram-se os seguintes grupos de intervenção: RCM (n=136) - 57 diabéticos e 79 não diabéticos; ATC (n=146) - 42 diabéticos e 104 não diabéticos; TM (n=110) - 38 diabéticos e 72 não diabéticos. Também se analisou também o percentual de progressão da doença...

Análise da prevalência de chlamydia pneumoniae e mycoplasma pneumoniae em diferentes formas de apresentação da doença coronária obstrutiva; Analyses of Clamydia pneumoniae and Mycoplasma pneumoniae in different forms of Coronary Heart Diseases

Maia, Irineu Luiz
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 21/08/2006 Português
Relevância na Pesquisa
57.965713%
Introdução: recente estudo brasileiro detectou a presença concomitante do Mycoplasma pneumoniae e Chlamydia pneumoniae em lesões ateromatosas coronárias estáveis e instáveis. O objetivo do presente estudo foi testar a associação entre títulos sorológicos de anticorpos anti-Chlamydia pneumoniae e anti-Mycoplasma pneumoniae e as Síndromes Isquêmicas Miocárdicas Instáveis. Métodos: foram incluídos de forma prospectiva, 138 pacientes divididos em 4 grupos: 34 pacientes com Síndrome Isquêmica Miocárdica Instável com supradesnível do segmento ST, 40 pacientes com Síndrome Isquêmica Miocárdica Instável sem supradesnível ST, 30 pacientes com aterosclerose crônica assintomática e 34 doadores de sangue sem doença coronária conhecida. Nos dois primeiros grupos, as amostras sorológicas foram colhidas durante o evento agudo e com seis meses de seguimento, enquanto nos outros dois (aterosclerose crônica e controle) as mesmas foram colhidas uma única vez. Em todas as amostras foram dosados anticorpos da classe IgG anti-Chlamydia pneumoniae e anti-Mycoplasma pneumoniae utilizando a técnica de imunoflorescência indireta.. Resultados: seis meses após a internação, os pacientes com síndrome isquêmica miocárdica instável com supradesnível ST apresentaram significativa redução dos títulos sorológicos...

Estudo randomizado da intervenção coronária percutânea após administração da rosuvastatina para prevenção de infarto do miocárdio periprocedimento; Randomized trial of percutaneous coronary intervention after administration of rosuvastatin for the prevention of periprocedural myocardial infarction

Martins, Kleber Bomfim Araújo
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 28/04/2014 Português
Relevância na Pesquisa
58.424126%
Introdução: Embora a intervenção coronária percutânea esteja associada a baixos índices de complicações, o infarto do miocárdio periprocedimento tem sido apontado como um fator negativo nos resultados clínicos. Os ensaios clínicos randomizados e as revisões sistemáticas recentes confirmaram que uma alta dose de estatina antes da intervenção coronária percutânea eletiva reduz o risco para a ocorrência do infarto do miocárdio periprocedimento. Objetivos: O objetivo desta pesquisa foi aferir a eficácia da pré-administração de uma dose de ataque de rosuvastatina na redução do infarto do miocárdio periprocedimento em pacientes submetidos à intervenção coronária percutânea eletiva com stent coronário. Métodos: De março de 2011 a dezembro de 2013, um total de 528 pacientes portadores de doença coronária estável em uso de estatina (há mais de 7 dias), submetidos à intervenção coronária percutânea eletiva em artéria coronária nativa (e lesão não reestenótica) foram randomizados prospectivamente em único centro, para receberem dose única de ataque de rosuvastatina (40 mg via oral, 2 a 6 horas prévio ao procedimento; grupo rosuvastatina; n=264) versus tratamento padrão (ausência da administração de rosuvastatina; grupo controle; n=264). O objetivo primário foi analisar a incidência intra-hospitalar de infarto do miocárdio periprocedimento (elevação da fração miocárdica da creatina-quinase massa maior que 3 vezes o limite superior do normal). Os objetivos secundários foram analisar a incidência da elevação da fração miocárdica da creatina-quinase massa acima de 1 vez o limite superior do normal e a incidência de eventos adversos graves como infarto agudo do miocárdio com supra desnível do segmento ST...

Avaliação prognóstica em longo prazo de pacientes diabéticos portadores de insuficiência renal crônica leve a moderada e doença coronária multiarterial submetidos aos tratamentos clínico, cirúrgico ou angioplastia; Long-term outcomes of patients with coronary artery disease and type 2 diabetes mellitus with chronic kidney disease undergoing surgery, angioplasty, or medical treatment

Lima, Eduardo Gomes
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 05/12/2014 Português
Relevância na Pesquisa
58.16683%
Introdução: Entre pacientes portadores de doença arterial coronária (DAC), o Diabetes mellitus indica um pior prognóstico. A associação com doença renal crônica parece conferir risco cardiovascular adicional a essa população. Há poucos estudos comparando os diferentes tratamentos para DAC na população de diabéticos com insuficiência renal crônica (IRC). Objetivo: Comparar diferentes tratamentos para DAC em uma população portadora de diabetes tipo 2 estratificada por níveis de função renal. Métodos: Estudo observacional, prospectivo do tipo registro, selecionou do Registro Geral do Grupo MASS pacientes portadores de Diabetes tipo 2 com doença coronariana crônica submetidos aos tratamentos medicamentoso exclusivo (TM), cirúrgico (CRM) ou percutâneo (ICP). Todos os pacientes eram portadores de doença coronária multiarterial, função ventricular preservada, sendo a função renal estimada pelo método de Cockroft-Gault e grupada em três estratos: 1) função renal preservada (clearance de creatinina > 90 mL/min), 2) IRC discreta (60-89 mL/min) e 3) IRC moderada (30-59 mL/min). Os desfechos primários foram uma combinação de morte, infarto do miocárdio não fatal ou necessidade de intervenções adicionais. Resultados: Foram selecionados em um período entre 1995 e 2010...

Factores de risco prevalentes em doentes com doença coronária : trabalho de investigação : prevalence of risk factors in patients with coronary heart disease

Figueira, Wiliam Pestana
Fonte: Porto : edição de autor Publicador: Porto : edição de autor
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 2 vols.(tese + relatório); 30 cm
Português
Relevância na Pesquisa
58.39993%
Resumo da tese: Introdução: A doença coronária é, actualmente, reconhecida como uma patologia de etiologia multifactorial amplamente influenciada pelo estilo de vida e, particularmente pelos hábitos alimentares. A avaliação dos factores de risco constitui uma ferramenta indispensável na implementação de estratégias de redução do risco de doença coronária e na identificação de subgrupos alvo. Objectivos: Determinar os factores de risco prevalentes numa amostra de doentes sujeitos ao primeiro episódio de doença coronária e avaliar a adequação da ingestão alimentar com base em algumas recomendações do Adult Treatment Panel III e da Organização Mundial de Saúde. Métodos: A amostra é constituída por 70 doentes internados na Unidade de Cuidados Intermédios - Cardiologia do Hospital S. João do Porto. Foram recolhidas informações relativas ao historial clínico, caracterização psicológica, nível sócio-económico, actividade física, hábitos tabágicos e ingestão alimentar, através da aplicação de questionários específicos. Resultados: No presente estudo verificou-se a presença dos seguintes factores de risco (por ordem decrescente de prevalência): dislipidemia (97,14%), “idade” (70,00%)...

Qualidade de vida dos idosos sujeitos a angioplastia coronária

Couto, Paula Cristina Beja
Fonte: Universidade de Aveiro Publicador: Universidade de Aveiro
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
58.48725%
O envelhecimento humano é um dos grandes problemas da sociedade actual, a esperança de vida teve um aumento significativo, acarretando o aumento do aparecimento de doenças crónicas, nomeadamente da doença coronária, que ocupa os primeiros lugares da lista de causas de morte em Portugal. A doença coronária no idoso reveste-se de uma importância capital, porque o envelhecimento trás maior vulnerabilidade e gravidade à doença coronária, devido ao processo natural de deterioração das estruturas orgânicas, em conjunto com os factores de risco que possam existir. Com a angioplastia coronária foi possível revolucionar o tratamento dos doentes coronários, tendo como resultados ganhos incontestáveis em vidas salvas, anos de vida ganhos e qualidade de vida alcançada. O presente trabalho apresenta-se como um estudo quantitativo, descritivo-correlacional, com dois momentos de avaliação mediados por um intervalo de tempo de três meses e realizado no laboratório de Hemodinâmica do Centro Hospitalar de Coimbra, EPE. A amostra é constituída por 67 idosos doentes coronários que realizaram angioplastia coronária no referido laboratório. Para a recolha de informação, foi elaborado um questionário com duas partes, a primeira parte...

Estratégias de coping e adesão ao tratamento farmacológico na doença coronária isquémica

Antunes, Carla Sofia Simões
Fonte: Instituto Politécnico de Viseu, Escola Superior de Saúde de Viseu Publicador: Instituto Politécnico de Viseu, Escola Superior de Saúde de Viseu
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 Português
Relevância na Pesquisa
68.20115%
Título: Estratégias de Coping (EC) e Adesão ao tratamento farmacológico (ATF) na Doença Coronária Isquémica (DCI). Introdução: A DCI constitui a segunda causa de morte em Portugal. A não adesão ao tratamento é considerada uma das principais razões para a obtenção de resultados clínicos insatisfatórios. Torna-se pertinente estudar factores que possam influenciar a adesão, nomeadamente o Coping, no sentido de a melhorar. Objectivos: Descrever o perfil sociodemográfico e de saúde do doente com DCI; Relacionar as variáveis: sociodemográficas, Stress e Esquema terapêutico complicado com as EC; Relacionar as EC com a ATF. Metodologia: Estudo não-experimental, quantitativo, transversal, descritivo e correlacional, desenvolvido no Centro Hospitalar Cova da Beira. Amostra probabilística por acessibilidade, constituída por 110 indivíduos (68,2% homens, 31,8% mulheres; idade média=66,3 anos, dp=9,78 anos) com diagnóstico de DCI. Questionário que inclui questões para caracterização sociodemográfica e de saúde; Versão portuguesa do Teste de Medida de Adesão aos Tratamentos e do Questionário Brief COPE. Resultados: As variáveis analisadas influenciam a adopção de várias EC (p<0,05). Não foi determinada uma correlação estatisticamente significativa entre as EC e a ATF nos doentes com DCI (p-value>0...

Adesão terapêutica, auto-conceito e doença coronária

Cardoso, Ana Catarina Couto; Dias, António Madureira, orient.
Fonte: Instituto Politécnico de Viseu, Escola Superior de Saúde de Viseu Publicador: Instituto Politécnico de Viseu, Escola Superior de Saúde de Viseu
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2011 Português
Relevância na Pesquisa
68.46792%
É universalmente aceite a importância dos factores psicológicos, nomeadamente o auto-conceito, na doença coronária. O modo como a pessoa se vê a si própria poderá exercer influência no indivíduo contribuindo para uma melhor e mais rápida reabilitação, onde a adesão à terapêutica assume um papel primordial. Objectivos: este estudo pretende a) determinar a prevalência da adesão terapêutica; b) associar o auto-conceito com as características sócio-demográficas, sócio-familiares, clínicas, características relacionadas com os serviços de saúde e com a terapêutica farmacológica e c) avaliar a influência do auto-conceito na adesão terapêutica no indivíduo com doença coronária. Metodologia: estudo quantitativo, descritivo-correlacional e transversal em que participaram 96 indivíduos, utilizadores da consulta externa de cardiologia do Centro Hospitalar Tondela Viseu e do Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro, sendo que 78,1% são do sexo masculino, com idade média de 66,54±10,51anos, 75% casados, 60,4% reformados, 54,2% completou o ensino primário, 53,5% reside na aldeia, 43,8% aufere de um rendimento mensal inferior a 485€, 36,5% referindo ter algumas dificuldades financeiras. Resultados: têm elevada adesão ao tratamento 43...

Validação da associação entre SNPs e a doença coronária

Eça, Joana Horta Osório da Cunha de, 1985-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 Português
Relevância na Pesquisa
57.89714%
Tese de mestrado. Biologia (Biologia Humana e Ambiente). Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2010; As doenças das artérias coronárias (CAD do inglês coronary artery disease), incluindo a sua forma aguda (o enfarte agudo do miocárdio), são uma das maiores causas de mortalidade e morbilidade a nível mundial. O avanço substancial na compreensão da base genética da aterosclerose aumentou a esperança de desenvolvimento de novas estratégias de prevenção e de terapias. Torna-se importante pois, para este desenvolvimento, a identificação do perfil genético de moléculas associadas a uma maior susceptibilidade a estas doenças. Actualmente, os polimorfismos nucleotídicos simples (SNPs do inglês single nucleotide polymorphism) são os marcadores de eleição na análise populacional com base em DNA nuclear. Já foram identificados SNPs que afectam a expressão ou que servem como marcadores para variantes funcionais dos produtos de genes de interesse nas doenças cardiovasculares, nomeadamente para a doença das artérias coronárias. Contudo a sua validade nem sempre foi confirmada. Assim sendo é objectivo deste trabalho verificar a existência de associação entre diversos SNPs e a ocorrência de CAD na população portuguesa...

A função endotelial e actividade da placa na doença coronária

Veloso, Sérgio Ricardo Silva, 1985-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 Português
Relevância na Pesquisa
57.836377%
Tese de mestrado. Biologia (Biologia Humana e Ambiente). Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2010; As doenças cardiovasculares representam hoje a maior causa singular de morte no mundo ocidental. A aterosclerose é o processo patológico mais importante na génese de doença cardiovascular, marcada genericamente por uma obstrução do vaso e alteração das suas propriedades elásticas e reactivas. Embora as suas causas não sejam inteiramente conhecidas, acredita-se que terá uma base inflamatória e uma progressão contínua ao longo de vários anos. O endotélio é o principal responsável pela regulação do tonus vascular. À sua incapacidade em modelar este processo chama-se disfunção endotelial, uma condição que precede o desenvolvimento de lesões sintomáticas e como tal, um candidato a marcador precoce de doença cardiovascular. A placa de ateroma não é uma entidade inerte e a sua actividade pode ser avaliada através de elementos solúveis. O VEGF é considerado um dos principais responsáveis pela neovascularização da placa que favorece o processo inflamatório e deposição de lípidos. A Catepsina-L é uma enzima proteolítica expressa por macrófagos na zona da lesão, com a capacidade de destruir a matriz fibrótica que protege o ateroma...

Fas Ligando como indicador de apoptose na doença coronária

Borges, Anabela de Sousa, 1986-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2009 Português
Relevância na Pesquisa
67.9725%
Tese de mestrado. Biologia (Biologia Humana e Ambiente). Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2009; A progressão da aterosclerose leva ao desenvolvimento do ateroma na parede arterial, o qual por erosão e/ou ruptura súbita pode conduzir à formação de trombo com oclusão total ou parcial das artérias coronárias e consequente enfarte do miocárdio. Estudos in vitro revelaram que a apoptose das células constituintes da parede vascular está associada à expressão do receptor Fas e do seu ligando FasL assim como da interacção entre eles. Admite-se que a expressão do FasL pelas células endoteliais possa contribuir para os níveis de concentração da forma solúvel de FasL (sFasL) em circulação. Com este trabalho pretendeu-se relacionar a concentração do sFasL, determinada pelo método de ELISA, com as características da placa de ateroma identificadas em pacientes com doença coronária, confirmada por angioplastia e caracterizados por VH IVUS (do inglês, Virtual Histology Intravascular Ultrasound), juntamente com os parâmetros antropomórficos, bioquímicos e fisiológicos dos doentes. Embora não se tenham encontrado correlações significativas entre o sFasL e as características biológicas da placa de ateroma...

Crenças de saúde sobre a doença coronária em profissionais das tecnologias da saúde

Guimarães, Teresa Maria Duarte Carvalho de
Fonte: Instituto Superior de Psicologia Aplicada Publicador: Instituto Superior de Psicologia Aplicada
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2003 Português
Relevância na Pesquisa
68.385815%
Dissertação de Mestrado em Psicologia da Saúde; Este estudo tem como objectivo identificar e descrever as atitudes e crenças dos técnicos de diagnóstico e terapêutica, no que se refere à doença coronária / enfarte do miocárdio e aos comportamentos de saúde / prevenção da doença que lhes estão associados, bem como em relação à intervenção dos profissionais de saúde nas áreas da promoção da saúde / prevenção da doença. A amostra é constituída por 246 técnicos das diferentes áreas profissionais, 74% do sexo feminino e 26% do sexo masculino, de idades compreendidas entre os 21 e os 56 anos (M=32,41). O questionário utilizado foi elaborado para este estudo e é composto por um conjunto de itens para avaliação do nível de conhecimentos dos elementos da amostra e escalas para avaliação das atitudes e crenças, nos domínios referidos. Os resultados encontrados estão na linha das investigações desenvolvidas nesta área, apontando para a existência, nos profissionais de saúde, de crenças partilhadas pela maioria e que são elaboradas a partir dos conhecimentos que lhes são próprios mas, igualmente, de crenças diferenciadas, que resultam da influência de outro tipo de factores, nomeadamente dos dados provenientes da sua experiência profissional e do modo como essa mesma experiência é vivenciada por cada um. Das crenças e atitudes evidenciadas pelos profissionais por nós abordados...

Caracterização da aterosclerose sub-clínica e doença coronária em doentes com síndrome metabólica e diabetes mellitus

Timóteo, Ana Teresa de Matos
Fonte: Faculdade de Ciências Médicas. UNL Publicador: Faculdade de Ciências Médicas. UNL
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
48.915195%
RESUMO- Introdução: A obesidade e a Síndrome Metabólica (SM) são atualmente um importante problema de saúde pública, com prevalências crescentes, que se acompanham também por aumento da prevalência de Diabetes Mellitus (DM).Estudos prévios demonstram associação destas entidades com o aumento de risco de eventos cardiovasculares, em particular a DM. A SM tem sido uma entidade muito debatida nos últimos anos, com aparecimento de diversas definições, contribuindo para resultados díspares no que diz respeito à influência da SM nas doenças cardiovasculares. Também têm sido descritas variações étnicas e regionais. Para além de alguns estudos epidemiológicos na população geral, a informação relativamente à sua influência na presença de doença cardiovascular é desconhecida em Portugal, em particular em populações com suspeita de doença coronária. Objetivos - Esclarecimento de questões relacionadas com a prevalência de SM e a sua influência na evolução de doença ateroclerótica arterial por avaliação de uma população com suspeita de doença coronária. População e Métodos - Estudo observacional, transversal, com inclusão prospetiva de indivíduos admitidos letivamente para realização de angiografia coronária por suspeita de doença coronária...

Utilidade da tomografia computorizada cardíaca na avaliação da doença coronária

Gonçalves, Pedro Alexandre Castro de Araújo
Fonte: Universidade Nova de Lisboa Publicador: Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
48.72295%
RESUMO: Apesar de toda a evolução farmacológica e de meios complementares de diagnóstico possível nos últimos anos, o enfarte agudo do miocárdio e a morte súbita continuam a ser a primeira manifestação da aterosclerose coronária para muitos doentes, que estavam previamente assintomáticos. Os exames complementares de diagnóstico tradicionalmente usados para avaliar a presença de doença coronária, baseiam‐se na documentação de isquémia do miocárdio e por este motivo a sua positividade depende da presença de lesões coronárias obstrutivas. As lesões coronárias não obstrutivas estão também frequentemente implicadas no desenvolvimento de eventos coronários. Apesar de o risco absoluto de instabilização por placa ser superior para as lesões mais volumosas e obstrutivas, estas são menos prevalentes do que as placas não obstrutivas e assim, por questões probabilísticas, os eventos coronários resultam com frequência da rotura ou erosão destas últimas. Estudos recentes de imagiologia intracoronária avançada forneceram evidência de que apesar de ser possível identificar algumas características de vulnerabilidade em placas associadas ao desenvolvimento subsequente de eventos coronários, a sua sensibilidade e especificidade é muito baixa para aplicação clínica. Mais do que o risco associado a uma placa em particular...

Fisiopatologia da microcirculação coronária e perfusão do miorcárdio : ecocardiografia de contraste do miocárdio e doppler transtorácico

Martins, José Augusto Coucello Tito
Fonte: Universidade Nova de Lisboa Publicador: Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2007 Português
Relevância na Pesquisa
48.714736%
RESUMO: Este trabalho tentou contribuir para a caracterização da fisiopatologia da microcirculação coronária em diferentes formas de patologia com o auxílio da ecocardiografia transtorácica. Com a aplicação da ecocardiografia Doppler transtorácica foi efectuado o estudo da reserva coronária da artéria descendente anterior e com a ecocardiografia de contraste do miocárdio foram analisados parâmetros de perfusão do miocárdio como a velocidade da microcirculação coronária, o volume de sangue miocárdico e a reserva de fluxo miocárdico. Estas técnicas foram utilizadas em diferentes situações fisiopatológicas com particular interesse na hipertrofia ventricular esquerda de diferentes etiologias como a hipertensão arterial, estenose aórtica e cardiomiopatia hipertrófica. Também na diabetes mellitus tipo 2 e na doença coronária aterosclerótica, estudámos as alterações da microcirculação coronária. Com a mesma técnica de ecocardiografia de contraste do miocárdio foi analisada a perfusão do miocárdio num modelo experimental animal sujeito a uma dieta aterogénica. Além das conclusões específicas em relação a cada um dos trabalhos efectuados há a referir como conclusões gerais a sua fácil aplicabilidade e exequibilidade em âmbito clínico...

Impacto de stents farmacológicos em pacientes com doença arterial coronária estável submetidos a intervenção coronária percutânea na prática diária do mundo real

Tavares,Sergio; Sousa,Amanda G. M. R.; Costa,Ricardo A.; Moreira,Adriana; Costa Jr.,J. Ribamar; Maldonado,Galo; Cano,Manoel; Romano,Edson; Egito,Enilton T. do; Feres,Fausto; Pavanello,Ricardo; Magnoni,Daniel; Jardim,Cesar; Abizaid,Alexandre; Sousa,J. Edua
Fonte: Sociedade Brasileira de Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista - SBHCI Publicador: Sociedade Brasileira de Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista - SBHCI
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2010 Português
Relevância na Pesquisa
48.699814%
INTRODUÇÃO: Estudos recentes incluindo pacientes portadores de doença coronária estável sugerem ausência de benefício clínico da estratégia inicial de intervenção coronária percutânea com stents não-farmacológicos associada a terapia medicamentosa otimizada vs. terapia medicamentosa otimizada isolada. No entanto, o tratamento ideal para pacientes com doença coronária estável no mundo real permanece controverso. Reportamos o impacto dos stents farmacológicos (SF) em pacientes portadores de doença coronária estável tratados na prática clínica diária. MÉTODO: Entre maio de 2002 e novembro de 2009, 1.814 pacientes portadores de doença coronária estável (angina estável ou isquemia silenciosa) foram prospectivamente incluídos no Registro DESIRE, e o seguimento clínico de até 8 anos (média de 3,9 ± 2 anos) foi realizado em 98% desses pacientes. RESULTADOS: A média das idades era de 64,2 ± 10,8 anos, 28% tinham diabetes melito, 21% tinham infarto do miocárdio prévio e 51,7%, revascularização prévia. A artéria descendente anterior foi o vaso-alvo mais tratado (42%), e, considerando-se o total de lesões (n = 2.701), 66,3% delas eram de elevada complexidade (tipos B2/C). Ao final do procedimento, o sucesso angiográfico foi de 99%. No seguimento clínico tardio...

Factores de risco da doença coronária e qualidade de vida : estudo exploratório no Concelho de Odivelas

Pires, Maria José Garcia Gonçalves
Fonte: Universidade Aberta de Portugal Publicador: Universidade Aberta de Portugal
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2009 Português
Relevância na Pesquisa
48.752173%
Dissertação de Mestrado em Comuniação em Saúde apresentada à Universidade Aberta; A doença Coronária surge ligada a um leque infindável de problemas, os quais ultrapassam o modelo biomédico, salientando-se a necessidade de intervenção das várias ciências humanas, pela importante contribuição a dar, quando da mudança de comportamento e de estilos de vida nos factores de risco clínicos e comportamentais da mesma. O sofrimento e os custos causados pelas D.C., deram-lhes uma marcada preponderância, de tal forma que estas doenças se podem considerar, hoje, como verdadeiras doenças sociais: doenças com génese e com repercussão social. O objectivo deste estudo foi avaliar de que forma os estilos de vida, contextos de vida e vivências têm influencia no aparecimento de factores de risco da doença coronária e ou doença coronária e condicionam a qualidade de vida dos indivíduos da amostra, residentes no Concelho de Odivelas. A presente investigação consiste num estudo exploratório e descritivo, utilizando uma amostra não probabilística de conveniência, tendo sido usado o método quantitativo. A amostra foi constituída por 100 participantes, definindo-se os critérios de selecção da mesma e as variáveis consideradas para o estudo. A colheita de dados foi feita através dos inquéritos: Questionário Factores de Risco da Doença Coronária...

Métodos não invasivos para identificação da doença aterosclerótica: desafios para prevenção da doença e eventos clínicos; Noninvasive detection of coronary artery disease: challenges for prevention of disease and clinical events

Luz, Protásio Lemos da; Bertini, Paulo José; Favarato, Desiderio
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/10/2005 Português
Relevância na Pesquisa
57.94102%
A aterosclerose é uma doença inflamatória crônica que afeta essencialmente todas as artérias incluindo a aorta, coronárias, carótidas e artérias periféricas. É a causa principal de morte no hemisfério ocidental, devido as síndromes cardiovasculares, tais como o infarto do miocárdio, insuficiência cardíaca e acidentes cerebrovasculares. Quantidades enormes de recursos econômicos e humanos são usadas em tratamentos de suas complicações, inclusive estudos de imagem, cirurgias coronárias, intervenções com cateteres, marcapasso e tratamentos médicos. Tratar complicações, entretanto, são ações a posteriori. Uma alternativa melhor seria prevenir o desenvolvimento da aterosclerose, ou pelo menos identificar os pacientes que tenham risco de eventos agudos e intervir antes de sua ocorrência. O objetivo desta revisão é discutir o valor prognóstico dos fatores de riscos tradicionais e emergentes, e o papel dos métodos diagnósticos não invasivos para a doença coronária - teste de esforço, eco estresse, ultra-sonografia dúplex, tomografia computadorizada e a ressonância magnética. A combinação de marcadores biológicos e de métodos não invasivos, é de grande utilidade na identificação precoce da doença aterosclerótica. Futuros desenvolvimentos logo aperfeiçoarão nossa capacidade de identificar o paciente vulnerável e nos permitir um manejo mais individualizado.; Atherosclerosis is a chronic inflammatory disease that affects essentially all arterial beds including the aorta...