Página 1 dos resultados de 945 itens digitais encontrados em 0.012 segundos

Padrão espacial da diversidade genética materna da abelha (Apis mellifera) nos Arquipélagos dos Açores e da Madeira

Henriques, Dora; Chavez-Galarza, Julio; Pinto, M. Alice
Fonte: Sociedade Portuguesa de Ecologia, Associação Portuguesa de Ecologia da Paisagem e Instituto Politécnico de Bragança Publicador: Sociedade Portuguesa de Ecologia, Associação Portuguesa de Ecologia da Paisagem e Instituto Politécnico de Bragança
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Português
Relevância na Pesquisa
46.31%
A abelha melífera, Apis mellifera L., tem como distribuição natural a África, o Médio Oriente e a Europa. A adaptação a diferentes condições ecológicas levou à evolução de 30 subespécies as quais têm sido tipicamente agrupadas em quatro linhagens evolutivas (A, M, C e O). Existem diversos estudos que representam a variação genética materna da subespécie que ocorre na Península Ibérica (abelha Ibérica, Apis mellifera iberiensis). Estes estudos revelaram que a abelha ibérica exibe um padrão muito complexo e único que se deve à coexistência de duas linhagens: a Africana (A), que é predominante na metade sudoeste da Península Ibérica e a da Europa ocidental (M), que é predominante na metade nordeste. Apesar da diversidade materna da abelha ibérica estar bem representada, não há nenhum estudo que se tenha debruçado sobre os padrões de variação genética materna no Arquipélago dos Açores e da Madeira. Com o objectivo de colmatar esta lacuna surge este estudo onde se procedeu à análise genética materna e representação espacial dos haplótipos de 186 colónias dos Açores e 51 da Madeira. Os resultados obtidos mostram que na Ilha da Madeira todos os indivíduos pertencem à linhagem Africana...

Distribuição espacial dos ninhos de Athene cunicularia (coruja-buraqueira) e dinâmica de sua utilização

Adelino, José Ricardo Pires
Fonte: Universidade Estadual Paulista (UNESP) Publicador: Universidade Estadual Paulista (UNESP)
Tipo: Trabalho de Conclusão de Curso
Português
Relevância na Pesquisa
46.31%
A coruja-buraqueira (Athene cunicularia) nidififica no chão e, com frequência, ocorre em ambientes bastante urbanizados como no campus universitário da UNESP em Botucatu, SP região centro-oeste paulista. Os objetivos do estudo foram descrever as características físicas das escavações, distribuição espacial, formas de utilização e avaliar que elementos presentes nas áreas urbanas são importantes para a seleção dos sítios de nidificação. Foram monitorados 6 grupos familiares desde 2011, cuja população e o número de ninhos foram contabilizados e a localização, georeferenciados. Os dados comportamentais foram registrados em caderno de campo, fotografados e filmados. A densidade populacional no câmpus foi de 0,03 indivíduos por Km² com os sítios de nidificação vizinhos tendo a distância mínima de 140,0 metros e máxima de 378 metros. As tocas apresentaram 50,6± 5,6cm de diâmetro, a maioria construída em terreno com declive. As corujas selecionaram sítios de nidificação em áreas abertas e gramadas contendo no entorno poleiros naturais (árvores, arvoretas, arbustos) e artificiais (placas, postes, peitoral de janelas, etc) e próximos a bueiros e postes com iluminação artificial. Estes dois últimos constituíram atrativos paras as suas presas (artrópodes e roedores) e a análise de ergagrópilas revelou a ocorrência de 5 grupos taxonômicos de artrópodes: 65...

Integrating anthropic factors into wildcat Felis silvestris conservation in Southern Iberia landscapes

Ferreira, Joaquim Pedro Santos Mercês, 1969-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2010 Português
Relevância na Pesquisa
46.36%
Tese de doutoramento, Biologia (Biologia da Conservação), Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2010; The European wildcat Felis silvestris is a threatened species in Europe, where suitable management of forests has been considered crucial for its conservation. However, this recommendation may not be general due to the lack of studies that test this hypothesis in the Mediterranean area, where landscapes are very different from those of centralnorth Europe. Nowadays, the European wildcat is distributed in Europe in a number of fragmented populations threatened by destruction of their natural habitats, persecution and crossbreeding with free-ranging domestic feral cats. The conservation of wildcat in the constantly changing, human-altered landscapes of Southern Iberia requires therefore a clear understanding of the species limits and capabilities in these environments. My thesis focused on wildcat ecological requirements and constrains imposed by humanrelated activities. In natural areas the wildcat constrains are link to human actions and activities. First step was to build a model that incorporates the advantages of correlative and mechanistic models to develop large-scale determinants that express the local individual requirements for wide range wildcat distribution. The results obtained suggest the importance of small mammals as prey for the species...

Ecologia e conservação do lobo (Canis lupus, L.) no noroeste de Portugal

Álvares, Francisco, 1971-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em //2011 Português
Relevância na Pesquisa
46.31%
Tese de doutoramento, Biologia (Biologia da Conservação), Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências, 2012; O Noroeste de Portugal apresenta uma heterogeneidade de habitats e uma elevada pressão humana, o que impõe um desafio à conservação do lobo. Este trabalho pretendeu obter o diagnóstico dos parâmetros populacionais e ecológicos relativos ao lobo e delinear uma estratégia para a sua conservação, através de um estudo de longa duração e com uma abordagem metodológica multidisciplinar. Os resultados obtidos demonstraram: i) um importante núcleo populacional, estimado em 89 lobos/ano; ii) uma acentuada dinâmica de extinção-recolonização ao nível local, sustentada por um número reduzido de alcateias-fonte com elevado sucesso reprodutor e situadas no Parque Nacional da Peneda-Gerês; iii) uma progressiva diminuição do número de alcateias reprodutoras ao longo de século XX e até 2005; iv) uma forte incidência de mortalidade por causas humanas em toda área de estudo e período temporal analisado; v) uma elevada fidelidade espacial traduzida por distâncias de dispersão curtas e pelo uso regular dos locais de reprodução ao longo de várias décadas; vi) uma elevada dependência trófica de animais domésticos...

Role of the wider Azores region as a nursery ground for North Atlantic blue shark (Prionace glauca)

Vandeperre, Frederic
Fonte: Universidade dos Açores Publicador: Universidade dos Açores
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em 22/04/2014 Português
Relevância na Pesquisa
46.31%
Tese de Doutoramento, Ciências do Mar (Ecologia Marinha); O tubarão azul tornou-se uma importante captura acessória na pescaria de palangre do Atlântico norte ou até, nalguns casos, a espécie alvo da pescaria quando a abundância de espadarte é reduzida. Contudo, a sua complexa estrutura populacional e ciclo de vida permanecem largamente desconhecidos, limitando os actuais esforços de conservação e gestão desta espécie. Em particular, é preocupante a possível sobreposição da pescaria com zonas de maternidade, pois a sobrevivência juvenil foi demonstrada ser essencial para a manutenção das suas populações. O objectivo principal desta dissertação foi, assim, melhorar o conhecimento da ecologia espacial desta espécie no Atlântico norte, centrada no segmento juvenil e na área central desta bacia oceânica. Esta região foi identificada como possível maternidade e tem sido intensamente explorada pelas frontas palangreiras espanhola e portuguesa. A análise detalhada da demografia e abundância sazonal de tubarão azul no Atlântico norte central baseada em dados independentes da pescaria e em dados de observadores demonstrou o papel central da área para a população norte Atlântica. As capturas variaram significativamente ao longo do ano...

Disposição espacial e injúrias da lagarta-do-cartucho Spodoptera frugiperda (J. E. Smith) (Lepidoptera: Noctuidae) em milho

Melo,Elmo Pontes de; Degrande,Paulo Eduardo; Lima Junior,Izidro dos Santos de; Suekane,Renato; Kodama,Cássio; Fernandes,Marcos Gino
Fonte: Universidade Federal de Viçosa Publicador: Universidade Federal de Viçosa
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2014 Português
Relevância na Pesquisa
46.42%
O conhecimento dos padrões de dispersão populacional de Spodoptera frugiperda (J. E. Smith), a mais importante praga do milho, no Brasil, é fundamental para o estabelecimento de técnicas eficientes de monitoramento e manejo. Este trabalho objetivou conhecer a distribuição espacial da praga na cultura. A distribuição espacial foi avaliada em cinco campos experimentais, de um hectare cada, divididos em 100 unidades experimentais, onde se avaliaram de cinco a dez plantas por parcela. Foi testado o ajuste das frequências observadas às esperadas, de acordo com as distribuições de Poisson, Binomial Negativa e Binomial Positiva. Spodoptera frugiperda ocorreu em elevados índices populacionais na área amostral, com correlação significativa entre a nota de injúria 3 e o número de lagartas médias, o que também ocorreu para o número de plantas infestadas com pelo menos uma lagarta média. Não houve correlação significativa entre a nota de injúria 3 e lagartas pequenas. O modelo que melhor se aproximou dos dados de distribuição da oviposição foi a Binomial Positiva, enquanto a disposição espacial de lagartas, atacando a espiga, foi descrita como aleatória. O modelo de distribuição Binomial Positiva foi o que melhor representou a distribuição espacial da população de plantas infestadas; a distribuição das lagartas de tamanho médio teve padrão de distribuição agregada.

Formação de territórios e estrutura espacial Hylodes heyeri Haddad, Pombal & Bastos 1996 (Anura, Hylodidae)

Beltramin, Amanda Scheffer
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
56.54%
Resumo : Estudos de uso do espaço e padrões de distribuição espacial são componentes fundamentais da ecologia de população animal e contribuem para a descrição de estratégias sociais, tróficas e reprodutivas, alem de cooperarem para uma melhor compreensão das histórias de vida das espécies. Algumas espécies de anfíbios defendem toda ou parte da área de vida, e essa área é denominada território, o qual é defendido através de sinais visuais associados aos acústicos. Considerando que a formação dos territórios molda a estrutura espacial das populações, o objetivo geral deste estudo foi descrever a ecologia espacial e os sinais visuais exibidos na defesa de território de uma população de Hylodes heyeri. Realizamos as amostragens no município de São José dos Pinhais, PR, entre outubro de 2012 e abril de 2013, com visitas semanais de um dia de duração. Em um trecho de 200 m de rio, todos os indivíduos encontrados foram capturados, registrados comprimento rostro-cloacal (CRC), peso, sexo, posição do local da captura e marcados com uma cinta pélvica. As observações comportamentais foram feitas pela amostragem de todas as ocorrências e animal focal. Marcamos 237 indivíduos adultos de H. heyeri (213 machos e 24 fêmeas) e recapturamos 101 indivíduos (98 machos e três fêmeas). O tamanho da área de vida dos machos foi de 13...

Ecologia de capivaras (Hydrochoerus hydrochaeris, Linnaeus, 1766) em região alterada pela formação de um reservatório hidrelétrico.

Rinaldi, Alcides Ricieri
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
56.47%
Resumo: A capivara é o maior roedor herbívoro e possui larga distribuição pela América do Sul. Devido a sua alta capacidade reprodutiva, ecologia e a adaptabilidade a ambientes antropizados, algumas populações desta espécie causam danos as atividade humanas. Os estudos sobre a ecologia circadiana e de uso de habitat da capivara são restritos ao período diurno, e assim pouco se sabe sobre ela no período noturno. No entanto, estas informações são de fundamental importância, uma vez que auxiliam no planejamento do manejo desta espécie na natureza ou no cativeiro. Desta forma, neste trabalho se descreve quantitativamente o perfil circadiano da capivara, avaliando possíveis diferenças sazonais e a influência de variáveis extrínsecas e intrínsecas sobre a atividade circadiana da capivara. Além disto, desenvolveu-se um estudo da ecologia espacial com o uso de colares GPS que permitiram monitorar nove exemplares de capivara, pertencentes a grupos sociais distintos. No capítulo 1 deste trabalho, é possível verificar que capivaras apresentam um padrão circadiano catemeral do ritmo circadiano, com atividade, em menor ou maior intensidade, ao longo do período diurno, crepuscular e noturno. A atividade foi alterada pela variação sazonal...

Diversidade e estrutura genética espacial de Annona crassiflora MART. (Annonaceae) em área conservada e antropizada do Cerrado; Diversity and spatial genetic structure of Annona crassiflora MART. (Annonaceae) in conservation and disturbed Cerrado area.

GOUVEIA, Felipe Oliveira
Fonte: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Ecologia e Evolução; Ciências Biológicas - Biologia Publicador: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Ecologia e Evolução; Ciências Biológicas - Biologia
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
46.29%
The spatial genetic structure is the non-random distribution of genotypes within a population as the outcome of gene flow, genetic drift and selection. Annona crassiflora (Annonaceae) is a hermaphroditic tree. Pollination is entomophilous, being carried by beetles of the genus Cyclocephala (Scarabeidae). Seed dispersal is zoochorous mainly done by Tapirus terrestris. This study aimed to compare the genetic diversity and spatial genetic structure in two populations of Annona crassiflora, one in a conserved area and other in a disturbed area. We analyzed 97 plants from a population at the Ecological Station of Águas Emendadas (ESECAE) in the Federal District (conserved area) and 87 plants in Padre Bernardo (PBE), Goiás (disturbed area), based on eight microsatellite loci developed for the species. PCR products were electrophoresed in ABI3100 automatic DNA sequencer to obtain the genotypes. For a total of eight loci, the number of alleles ranged from 6 to 23 with an average of 15,75 alleles per locus.The allelic richness per population was larger in ESECAE population than PBE population. Expected and observed heterozygosity values were 0,614±0,145 and 0,499±0,181, significant f values were found for PBE, showing nonrandom mating. In ESECAE population expected and observed heterozygosity values were 0...

Variabilidade e estrutura genética espacial em Glossophaga soricina com ocorrência no cerrado; Variability and genetic structure in Glossophaga soricina from brazilian cerrado

Oprea, Monik
Fonte: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Ecologia e Evolução (ICB); Instituto de Ciências Biológicas - ICB (RG) Publicador: Universidade Federal de Goiás; Brasil; UFG; Programa de Pós-graduação em Ecologia e Evolução (ICB); Instituto de Ciências Biológicas - ICB (RG)
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
46.23%
Microsatellite markers are important tools for molecular ecology studies, particularly for bats, whose information is difficult to obtain through direct observations. In the first chapter, we conducted searches for scientific articles about the use of microsatellite markers in bats in order to evaluate the current knowledge about the genetic patterns and also to unravel sociological aspects of this knowledge. We found that the use of microsatellite markers to study bats is quite new and little spread. Many questions in molecular ecology can be addressed with a limited number of polymorphic markers, such as microsatellites. This will not only contribute to the knowledge of the species biology, but also to design effective strategies for conservation of bat species. In the second chapter, we report the development and characterization of ten microsatellite loci for the bat Glossophaga soricina isolated from a shotgun genomic library. Among 67 individuals, the number of alleles per locus ranged from 2 to 20, and the observed and expected heterozygosity ranged from 0.015 to 0.606 and from 0.016 to 0.915, respectively. The high combined probability of genetic identity (4.369x10-8) and probability of paternity exclusion (0.996) showed that the microsatellite loci are useful for population genetic structure and detailed parentage studies in natural populations of G. soricina. In the third chapter...

Estructura espacial, dinámica temporal y hábitat del poblamiento de peces litorales mediterráneos

García Charton, José Antonio
Fonte: Universidad de Murcia Publicador: Universidad de Murcia
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
46.36%
En esta tesis se aborda la cuantificación, mediante censos visuales, de las pautas de variación espacial y temporal de los poblamientos de peces que viven en los fondos rocosos infralitorales del Mediterráneo occidental, a varias escalas espaciales, y se estima la importancia relativa de la estructura del hábitat rocoso para explicar dichas variaciones. En sucesivos estudios, utilizándose técnicas de análisis espacial, se muestra que riqueza, abundancia y diversidad de peces responden a las variaciones del hábitat estructural (distinguiéndose entre complejidad y heterogeneidad), tanto a escala local como a múltiples escalas espaciales jerarquizadas. Por otra parte, el poblamiento de peces muestra una notable estabilidad temporal, aunque ésta depende de las escalas taxonómica, espacial o analítica considerada, pudiendo esta estabilidad ser debida al efecto del hábitat sobre las poblaciones. La influencia de la estructura del hábitat rocoso puede enmascarar, e incluso contrarrestar, los beneficios esperados de la protección pesquera.

Space and species: on the relationships between spatial processes and diversity patterns of trees

Montoya Terán, Daniel
Fonte: Universidade de Alcalá Publicador: Universidade de Alcalá
Tipo: info:eu-repo/semantics/doctoralThesis; info:eu-repo/semantics/acceptedVersion Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
56.64%
Texto en Inglés y en Español; A pesar de que el mundo es inevitablemente espacial, y que cada organismo es una entidad discreta que existe e interacciona con su entorno más inmediato, estas realidades han sido tradicionalmente ignoradas durante mucho tiempo por la mayoría de los ecólogos debido a que pueden complicar bastante tanto el trabajo de campo como el ejercicio de modelización. Sin embargo, varias líneas de investigación han destacado en las últimas dos décadas el papel potencialmente crítico del espacio a la hora de entender una gran diversidad de patrones biológicos, desarrollando un interés creciente por la Ecología Espacial. Esta tesis se enmarca dentro de este cuerpo de conocimiento, centrándose en el estudio de procesos que poseen una estructura espacial determinada y que afectan directamente a patrones de diversidad en árboles en dos zonas de estudio: Europa y Norte América, y la Península Ibérica (excluyendo Portugal). En un primer capítulo, se estudia un proceso espacial que ha tenido lugar a lo largo de un periodo de tiempo y que, por tanto, presenta una estructura espacio-temporal (i.e. retirada de los glaciares en el post-Pleistoceno). De modo similar, la pérdida y fragmentación de hábitat influye de forma directa en los patrones de presencia/ausencia...

Ecología de laderas restauradas de la minería de carbón a cielo abierto: interacciones ecohidrológicas. [Ecology of restored slopes from opencast coal mining : ecohydrologycal interactions]

Merino Martín, Luis
Fonte: Universidade de Alcalá Publicador: Universidade de Alcalá
Tipo: info:eu-repo/semantics/doctoralThesis; info:eu-repo/semantics/acceptedVersion Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
46.39%
Textos en español e inglés, y resúmenes en español e inglés; La restauración de espacios afectados por la minería de carbón a cielo abierto es una labor muy compleja. La creación de nuevos ecosistemas implica la activación de numerosos procesos naturales en el marco de la sucesión ecológica. Los procesos ecohidrológicos resultan claves en el funcionamiento de estos nuevos sistemas. Son ya conocidas las claves de la dinámica ecohidrológica de laderas mineras restauradas con régimen de escorrentía en regueros, caracterizadas por un avance limitado de la sucesión. Sin embargo, es muy escaso el conocimiento de laderas con régimen de escorrentía laminar y un mayor potencial de sucesión ecológica. La presente Tesis Doctoral tiene como objetivo estudiar las interacciones entre vegetación e hidrología superficial y su relación con los patrones de sucesión ecológica, haciendo especial énfasis en el efecto que tiene en ello el volumen de escorrentía circulante por la ladera. La hipótesis de partida es que la interacción entre la escorrentía superficial y la vegetación es un fenómeno clave para explicar la estructura espacial y el funcionamiento de estos sistemas y, en particular, que la escorrentía es una fuerza directriz de la sucesión ecológica (agradación). En un primer estudio a escala regional...

Estrutura espacial de duguetia furfuracea (A. ST.-HIL.) BENTH & HOO. (Annonaceae) em um campo sujo no município de Caiapônia, GO, Brasil; Spatial distribution of duguetia furfuracea (A. ST.-HIL.) BENTH. & HOOK. (Annonaceae) in a shrub-cerrado at Caiapônia country, GO, Brazil

LIMA-RIBEIRO, Matheus de Souza
Fonte: brasil; UFG; Pós-Graduação em Ecologia e Evolução Publicador: brasil; UFG; Pós-Graduação em Ecologia e Evolução
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
46.39%
v. 23, n. 2, p. 96-104, set. 2007; Vários fatores ambientais são responsáveis pela estruturação das populações vegetais e animais, influenciando sua dinâmica ao longo do tempo e espaço. O presente estudo tem por objetivo identificar a estrutura espacial de D. furfuracea (Annonaceae) em um Campo Sujo na região sudoeste do estado de Goiás. Foram demarcadas 165 parcelas de 3x3 m (9 m2), totalizando 1.485 m2 de área amostrada. Para detectar o padrão espacial da população, foram utilizadas a Distribuição de Poisson (para padrão aleatório) e a Distribuição Binomial Negativa (para padrão agregado), bem como a razão variância/média (I), o coeficiente de Green (Ig) e o índice de Morisita padronizado (Ip). O tamanho médio dos agrupamentos foi obtido através da variância entre parcelas, por meio dos métodos TTLQV e PQV. Foi detectado um padrão de distribuição espacial agregado na população de D. furfuracea (G = 45,54, g.l. = 8, p < 0,001 para o modelo de Poisson e G = 11,14, g.l. = 8, p = 0,3878 para o modelo Binomial Negativo), com grupos apresentando raio médio de 30 m, porém com índices de dispersão relativamente baixos (I = 1,94, d = 7,17, Ig = 0,002 e Ip = 0,501). Isso se deve às diferenças ambientais observadas no local...

Estrutura espacial da assembleia de cupins (Isoptera) em uma área de cerrado sensu stricto do Parque Estadual da Serra de Caldas Novas, Goiás; Spatial structure of the termites assemblage (Isoptera) in an area of cerrado sensu stricto in the Serra de Caldas Novas State Park, Goiás State

OLIVEIRA, Danilo Elias de
Fonte: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Ecologia e Evolução; Ciências Biológicas - Biologia Publicador: Universidade Federal de Goiás; BR; UFG; Mestrado em Ecologia e Evolução; Ciências Biológicas - Biologia
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
46.56%
One of the major community ecology's objectives is to understand the factors that determine the spatial distribution of populations of different species belonging to an assembly. Works that investigate these causal factors on the termite fauna are rare, and to the Cerrado region, non-existent. This work aims to 1) describe the spatial structure of the termite assembly in a cerrado sensu stricto area, 2) verify whether there is spatial autocorrelation in the composition of termites and 3) whether the species are distributed on a checkerboard, and if so, what cause this distribution. On the plateau of Parque Estadual da Serra de Caldas Novas (PESCAN), I sampled the termites on 123 10m2 plots with distances to each other varying from 5 m to 3.5 km. This plots were divided into two sets, One of those arranged into 3 transects of 28 plots each and the other arranged into 13 triads distant 1 km to the next. I Identified the species and grouped them into food guilds. I made a Mantel s autocorrelogram with 10 distance classes to assess the changes in the similarity of the composition in function of space. I compared the C-score index, using the entire assembly and each guild alone, with a null distribution (with 5000 randomizations) to check whether there is a checkerboard distribution in the assembly and what its cause. I found 579 colonies of 57 species of termites...

Ecologia espacial da Cobra-de-água-viperina (Natrix maura) num sistema ripícola

Alves, Bruno Moura Pereira
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em //2009 Português
Relevância na Pesquisa
46.22%
Tese de mestrado em Biologia (Biologia da Conservação) Universidade de Lisboa, Faculdade de Ciências; Terrestrial habitats around wetlands are important in wetland conservation because many vertebrates use them during part of their life cycle. Natrix maura (Linnaeus, 1758) is a common species in the Iberian Peninsula, however there is a lack of studies that focus on its spatial ecology, particularly in riparian streams. Home range, movement patterns, activity and habitat choice at different scales of two viperine snakes were studied at Serra de Grândola (Portugal), using radiotelemetry and geographic information systems (SIG). Two methods of home range estimation were applied producing similar estimates: the minimum convex polygon (MCP) resulted in home range sizes of 308 and 587 m2 while the 95% Kernel estimate produced multiple home ranges totalizing 323 and 525 m2. Core areas obtained by the 50% Kernel estimate showed a strong association with water bodies persisting during the dry season. Snakes didn't move on a daily basis as the overall movement rate (OMR) 33,04 and 36,01 m/day was lower than the actual movement rate (AMR) 38,55 and 52,01 m/day. Also, a high level of inactivity following consecutive fixes (60,0 and 46...

Mapping multi-species habitat use for marine conservation planning

Schmiing, Mara
Fonte: Universidade dos Açores Publicador: Universidade dos Açores
Tipo: Tese de Doutorado
Publicado em 21/04/2014 Português
Relevância na Pesquisa
46.42%
Tese de Doutoramento, Ciências do Mar (Biologia Marinha); As áreas marinhas protegidas (AMPs) desempenham um papel chave na preservação da biodiversidade e dos habitats, e na gestão sustentável dos recursos naturais. Um desenho representativo, conectado, resiliente e adequado das redes de AMPs requere uma boa compreensão da distribuição das espécies e da sua preferência de habitats. No entanto, um conhecimento detalhado está geralmente concentrado em apenas alguns locais de amostragem e espécies. A presente tese está direcionada para os peixes marinhos em habitats costeiros até os 40 m. A abordagem que foi desenvolvida foca-se no desenho de redes de AMPs planeadas para otimizar benefícios ecológicos. Para esta finalidade, previsões preditivas de um conjunto de variáveis dos peixes foram mapeadas para identificar áreas prioritárias para a conservação de múltiplos espécies e objetivos. A dissertação está organizada em sete capítulos. O capítulo 1 dá uma introdução geral ao estado do conhecimento da ciência das AMPs, modelos de distribuição de espécies (MDEs) e ao ecossistema marinho da área de estudo, que integra duas ilhas vizinhas do arquipélago dos Açores (Nordeste Atlântico). Uma visão geral da rede existente de AMPs e das pescas regionais está descrita. O capítulo conclui com a motivação e objetivos desta dissertação. O capítulo 2 apresenta o método de amostragem para aquisição dos dados de ictiofauna...

Ecologia populacional de Paepalanthus polyanthus (Bong.) Kunth: variação temporal da distribuição espacial; .

Scherer, Karla Zanenga; Departamento de Ecologia e Zoologia - UFSC; Castellani, Tânia Tarabini; Departamento de Ecologia e Zoologia - UFSC
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2004 Português
Relevância na Pesquisa
46.45%
A variação na densidade e no padrão de distribuição espacial de Paepalanthus polyanthus (Bong.) Kunth (Eriocaulaceae) foi avaliada ao longo de cinco anos em três parcelas permanentes de 25 m2, em uma area de baixada úmida de dunas (Praia da Joaquina, Florianópolis, SC). Ocorreram fortes oscilações populacionais neste período, com densidades iniciais de 10,4, 2,2 e 1,8 plantas/m2 e densidades finais de 75,8, 11,4 e 45,6 plantas/m2 nas Areas 1,2 e 3, respectivamente. Na área 3, mais seca, a densidade declinou a zero em dezembro de 1989, atingindo 102,2 plantas após recrutamento em maio de 1990. Apesar das flutuações de densidade, o padrão de distribuição espacial manteve-se sempre agregado (Id> 1, P<0,05). Os maiores valores de agregação ocorreram em períodos de baixa densidade e não naqueles de maior densidade, gerados pelo recrutamento de plantulas. A elevada produção de sementes com baixa dispersão, um padrão de germinação maciça em anos de maior umidade, uma mortalidade acentuada em trechos alagáveis e nos trechos mais elevados e secos do micro-relevo podem gerar tal padrão agregado e acentuá-lo ao longo do desenvolvimento das plantas.; Population ecology of Paepalanthus polyanthus (Bong.) Kunth: temporal variation in the pattern of spatial distribution. The temporal variation in density and pattern of spatial distribution of Paepalanthus polyanthus (Bong.) Kunth (Eriocaulaceae) were evaluated at a determinate sand dune. This study was carried out over a period of five years...

Análisis espacial del paisaje como base para muestreos dendrocronológicos: El caso de la Reserva de la Biosfera Mariposa Monarca, México

Carlón-Allende,Teodoro; Mendoza,Manuel E.; Villanueva-Díaz,José; Pérez-Salicrup,Diego R.
Fonte: Instituto de Ecología A.C. Publicador: Instituto de Ecología A.C.
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2015 Português
Relevância na Pesquisa
46.23%
El análisis espacial del paisaje, con técnicas de Percepción Remota (PR) y herramientas de Sistemas de Información Geográfica (SIG), es un procedimiento poco usado en la identificación de sitios potencialmente idóneos para el muestreo dendrocronológico. En el presente trabajo se diseñó un protocolo para identificar áreas con árboles climáticamente sensibles, empleando un análisis espacial de variables biofísicas. El diseño consistió en el análisis de la pendiente del terreno, la orientación de laderas y la distribución de Cobertura Vegetal y Uso de Suelo (CVUS), mediante el uso de técnicas de PR y herramientas de SIG. El protocolo se validó mediante un muestreo dendrocronológico en dos sitios adyacentes. Los análisis estadísticos del ancho de anillos de crecimiento se realizaron mediante los programas COFECHA y dplR. Los resultados indicaron que 18% de la Reserva de la Biosfera Mariposa Monarca presenta características aptas para colectar muestras dendrocronológicas sensibles a variación climática. Los análisis estadísticos indican que existen diferencias entre los dos sitios en edad de árboles, diámetro y ancho de los anillos. La propuesta del diseño de muestreo permitió ubicar sitios con árboles longevos y sensibles...

Relación entre la riqueza de mamíferos medianos en cafetales y la heterogeneidad espacial en el centro de Veracruz

García-Burgos,Jorge; Gallina,Sonia; González-Romero,Alberto
Fonte: Instituto de Ecología A.C. Publicador: Instituto de Ecología A.C.
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/01/2014 Português
Relevância na Pesquisa
46.23%
Los cafetales son agrosistemas de gran importancia biológica y económica a nivel nacional e internacional, y forman parte de los principales cultivos en el centro de Veracruz, que en muchos casos han sustituido al bosque mesófilo de montaña, no obstante, son capaces de mantener parte de la biodiversidad original de la región. Para analizar la relación entre los patrones de diversidad alfa, beta y gamma de mamíferos medianos, y la heterogeneidad espacial de los cultivos de café con distinto grado de manejo, se registraron los rastros, se utilizaron cámaras fotográficas automatizadas, trampas Tomahawk, y además se tomó en cuenta la información proporcionada por los habitantes de la zona, en cinco fincas cafetaleras (1 cafetal rústico, 3 cafetales con policultivo y 1 finca sin sombra) y dos fragmentos de bosque mesófilo como control en dos zonas de montaña: Coatepec y Huatusco. Para medir la heterogeneidad espacial, se utilizaron las variables del paisaje de población humana, densidad de caminos, Índice de Vegetación Diferencial Normalizado y la entremezcla de hábitats en un área de influencia de 2 km alrededor de los sitios de muestreo. La diversidad alfa se ve afectada por la heterogeneidad espacial, ya que se encontraron correlaciones negativas entre la riqueza de mamíferos medianos con la población humana total y con el porcentaje de zonas abiertas...