Página 1 dos resultados de 10232 itens digitais encontrados em 0.022 segundos

Nova economia política internacional e a propriedade dos hidrocarbonetos na América Latina : teoria e prática

Fiori, Tomás Pinheiro
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Sul Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
67.469136%
O presente trabalho trata da utilização dos métodos contemporâneos que combinam as Ciências Política e Econômica para o estudo dos regimes de propriedade dos hidrocarbonetos na América Latina. O ponto de partida é uma discussão ontológica e epistemológica sobre a produção teórica da chamada Nova Economia Política Internacional e suas raízes. O que torna os hidrocarbonetos tão importantes do ponto de vista estratégico é o fato de, com o carvão mineral, constituírem o conjunto dominante de fontes primárias de energia no mundo contemporâneo, inclusive para a geração elétrica. Além do alcance global como commodity comercializável, os combustíveis fósseis representam um estoque de riqueza finito e geograficamente concentrado, impactando as relações econômicas domésticas e internacionais dos Estados envolvidos. A pergunta central é: por que os governos optam por políticas energéticas “orientadas para a estratégia” ou “orientadas para o mercado”? Políticas orientadas ao mercado têm o objetivo de promover a competitividade, minimizando suas falhas para alcançar a eficiência sob iniciativa privada. Já as políticas orientadas para estratégia são caracterizadas pelo controle efetivo da atividade do setor por parte do Estado...

Comunicação e sociedade : economia política da comunicação e dos media [7, 2005]

Universidade do Minho. Instituto de Ciências Sociais. Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade
Fonte: CECS - Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade, Universidade do Minho Publicador: CECS - Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade, Universidade do Minho
Tipo: Outros
Publicado em /06/2005 Português
Relevância na Pesquisa
67.498643%
[Nota de abertura] O presente número da revista Comunicação Sociedade é dedicado à Economia Política da Comunicação e dos Media. Ainda que no nosso país esta área esteja a dar os seus primeiros passos no contexto mais amplo das Ciências da Comunicação, há muito que a Economia Política deixou de ser marginal no estudo da comunicação e dos media, tanto nos Estados Unidos como na Europa. O desenvolvimento dos mercados associados às indústrias culturais e a crescente internacionalização das industriais mediáticas e das tecnologias da informação têm demonstrado a relevância teórica da Economia Política e têm apresentado igualmente um conjunto de novos desafios que importa equacionar. O estudo das comunicações e dos media não é, de facto, mais pensável sem a tentativa de compreensão das estruturas de mercado e das suas articulações com a esfera política, sem a interrogação da propriedade das empresas e dos actores que dominam os mercados nas chamadas sociedades livres, sem a análise cuidada das tendências e das contratendências, das forças e das tensões que sistematicamente reorganizam o poder comunicacional de que as esferas públicas estão dependentes. A Economia Política da Comunicação e dos Media é uma porta de entrada no campo que pode contribuir fortemente para a contextualização de outros saberes e de outras narrativas. Com este volume da Revista Comunicação e Sociedade...

Economia Política dos Direitos Humanos

Branco, Manuel
Fonte: Editorial Sílabo Publicador: Editorial Sílabo
Tipo: Livro
Português
Relevância na Pesquisa
67.45287%
A economia e os direitos humanos são talvez os dois conceitos que mais terão contribuído para o progresso da humanidade, a economia para a libertar da necessidade e os direitos humanos para a libertar do medo. Para além de partilharem um objectivo comum, nós, estão intimamente ligados por outros motivos ainda. Com efeito, existe uma inequívoca dimensão económica nos direitos humanos assim como uma incontornável dimensão de direitos humanos na economia. Por um lado, a promoção dos direitos humanos exige a mobilização de recursos e, por outro lado, a eficácia e a eficiência das decisões económicas pressupõem um significativo grau de liberdade do agente económico. Porque será então que economia e direitos humanos parecem sentir tanta dificuldade em comunicar? Economia Política dos Direitos Humanos pretende contribuir para responder a esta questão. Em primeiro lugar aborda um vasto conjunto de direitos humanos, sobretudo económicos, sociais e culturais, e a sua articulação com os princípios económicos. Em segundo lugar examina o papel desempenhado pela ciência económica, na desconstrução da sociedade dos direitos humanos. Com efeito, depois ter sido durante largos anos um instrumento ao serviço da sociedade...

A economia política do modelo econômico chinês: o estado, o mercado e os principais desafios

Guimarães,Alexandre Queiroz
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/11/2012 Português
Relevância na Pesquisa
67.462197%
O artigo explora algumas características do modelo chinês a partir de sua particularidade institucional, a relação entre o Estado e o mercado. Pretende-se esclarecer as razões dos bons resultados econômicos, destacar o papel essencial da variável internacional e apontar os principais desafios enfrentados pelo modelo chinês. Uma preocupação central é destacar as implicações, realizações e riscos de uma combinação muito particular entre o mercado e o Estado, tocando em um tema caro à Economia Política desde Adam Smith. Para esse intuito, o artigo dialoga com teorias da Economia Política e do desenvolvimento econômico, com destaque para o debate sobre os estados desenvolvimentistas. Argumenta-se que o sucesso do milagre chinês está relacionado à liberalização das forças de mercado, mas deve-se também ao papel do Estado Desenvolvimentista, que desempenhou um papel importante na transição para a economia de mercado e vem contribuindo significativamente para o fortalecimento da capacidade produtiva e tecnológica. Entretanto, a falta de demarcação entre o Estado e o mercado também implica dificuldades, que se manifestam na intervenção excessiva do partido e nas deficiências do sistema financeiro e do sistema de direitos de propriedade. De um lado...

Teoria comparada e a economia política da expansão dos gastos públicos

Rezende,Flávio da Cunha
Fonte: Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2008 Português
Relevância na Pesquisa
77.200923%
O artigo desenvolve uma análise comparativa de teorias sobre o fenômeno da expansão dos gastos públicos produzidos pela Economia Política nos últimos 25 anos. A análise busca identificar os principais mecanismos causais e as variáveis utilizadas pelas explicações rivais e complementares que integram a matriz de argumentações contemporâneas sobre tal fenômeno.

O processo de acumulação na economia política clássica: uma interpretação não convencional a partir da leitura dos ricos detalhes comumente inexplorados

Bezerra, Márcia Maria de O.; Lourenço, André Luís Cabral de; Macedo, Luziene Dantas de; Silva, Marconi Gomes da; Pereira, William Eufrásio Nunes
Fonte: Encontro Nacional de Economia Política Publicador: Encontro Nacional de Economia Política
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
77.500684%
LOURENÇO, André Luís Cabral de ; Macedo, Luziene Dantas de ; SILVA,Marconi Gomes da ; BEZERRA, Márcia Maria de Oliveira ; PEREIRA, W. E. N. . O processo de acumulação na economia política clássica: uma interpretação não-convencional a partir da leitura dos ricos detalhes comumente inexplorados. In: Encontro Nacional de Economia Política, 14., 2009, São Paulo. Anais... São Paulo, 2009.; O presente artigo tem por objetivo o estudo do processo de acumulação na economia política clássica, a partir da investigação de detalhes econômicos à luz da geopolítica do desenvolvimento. A hipótese de pesquisa é que uma leitura detalhada dos clássicos permite constatar que, sobretudo quando enfocam aspectos normativos, esses autores repõem algum nível da politização não considerada na “parte dura” dessa elaboração teórica, que foi fortemente difundida e amplificada pelas interpretações convencionais. O trabalho está estruturado considerando três pontos centrais no debate econômico entre os clássicos. O primeiro, refere-se ao confronto entre a concepção mercantilista sobre o Estado, o comércio exterior e desenvolvimento e a visão da economia política clássica sobre o livre comércio. O segundo diz respeito à discussão da lei de Say e do princípio da demanda efetiva e às conseqüências teóricas da adoção de cada um desses princípios para as concepções dos clássicos sobre a acumulação do capital. O terceiro enfoca peculiaridades inerentes à contribuição teórica dos autores clássicos para o crescimento econômico e a distribuição de renda na sociedade capitalista...

Desenvolvimento nacional, desenvolvimento regional e moeda: notas teóricas à luz da economia política do desenvolvimento

Santos, Herberth Lima dos
Fonte: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Economia; Economia Regional Publicador: Universidade Federal do Rio Grande do Norte; BR; UFRN; Programa de Pós-Graduação em Economia; Economia Regional
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
77.29912%
This work analyses the ability of National States and regions have to formulations development strategies. Redeeming the initial development concept as a conflictual process, the hypothesis is that it presents internal and external constraints, as the latter have a higher preponderance, revealed the role played by money. In this case, one can point to as sub-hypothesis that the growth models with external constraint, mainly through the balance of payments, may illustrate the fact that countries are subject to international economic interactions that limit the possibility of bringing acylating strategies well successful in overcoming backwardness. For the specific case of regions, indicates that the external constraint remains an element of embarrassment for regional development, but redeems itself the center-periphery relations in this context to discuss the role of monetary and financial system as an explanation for the disparities regional income. On the domestic front, we highlight the importance of social structures of accumulation as an element of internal cohesion necessary to achieve successful development trajectories. It points also to the importance of the State in the process rescuing some of the main theoretical contributions of the political economy of development...

Uma contribuição ao desenvolvimento da Economia Política Internacional do Brasil

Racy,Joaquim Carlos; Moura Júnior,Álvaro Alves de; Falsarella,Bruno; Gonçalves,Laura
Fonte: Nova Economia Publicador: Nova Economia
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2015 Português
Relevância na Pesquisa
77.389883%
Este artigo tem por objetivo elencar alguns aspectos críticos da Economia Política Internacional - EPI em sua atual configuração, isto é, enquanto pretenso campo de reflexão e interpretação da realidade econômica e política internacional, bem como destacar brevemente elementos fundamentais do pensamento econômico para a compreensão das relações entre a economia e a política na esfera internacional emanados de autores clássicos. É o caso de Smith, Ricardo, List e Keynes, que tiveram forte envolvimento com questões com tal recorte. Nesse sentido, o trabalho tem caráter eminentemente exploratório e busca somente estimular um debate com o sentido de promover a construção de um marco fundamental para o desenvolvimento dessa área de pensamento e sua aplicabilidade no Brasil, resgatando inclusive seu conteúdo interdisciplinar. Por essa razão, exclui-se do escopo do artigo a análise marxista da realidade internacional que, por razões metodológicas, já se coloca nessa perspectiva.

Uma visão de progresso : a influência da economia politica na transição da ordem escravista ( A Sociedade Auxiliadora da Indústria Nacional, 1850-1877); A vision of progress : the influence of political economy in the transition from slavery system ( A Sociedade Auxiliadora da Indústria Nacional, 1850-1877)

André Luiz Alípio de Andrade
Fonte: Biblioteca Digital da Unicamp Publicador: Biblioteca Digital da Unicamp
Tipo: Tese de Doutorado Formato: application/pdf
Publicado em 18/12/2013 Português
Relevância na Pesquisa
67.431064%
A Sociedade Auxiliadora da Indústria Nacional foi uma entidade cuja existência atravessou todo o período do Brasil Império, 1827 a 1894. Seu objetivo principal era a aplicação dos conhecimentos científicos e técnicos na atividade produtiva, buscando a sua maior racionalização com a finalidade da promoção do progresso econômico. Entre seus membros mais ativos estavam profissionais com formação em cursos de ciências naturais, matemática, física, médicos e engenheiros. A influência da economia política nas propostas de reformas socioeconômicas de alguns desses membros é o tema principal desse trabalho. O período a partir de 1850 é de grande importância, pois com a disponibilização do dinheiro antes utilizado no tráfico de escravos, abriu-se a possibilidade de dar maior ênfase às propostas de reformas socioeconômicas. A corrente de pensamento da economia política que teve maior influência aqui foi a de um grupo francês que se caracterizava pelo liberalismo econômico, que se preocupava com a formação de uma sociedade baseada na economia de mercado. Destacamos André Rebouças neste trabalho e fazemos um estudo mais aprofundado da influência da economia política em suas propostas reformistas, por ser ele...

16 Tesis de Economía Política. Tesis I: Ciclo vital. Necesidad, valor de uso y consumo; Curso. Ética y Filosofía de la Economía

Dussel Ambrosini, Enrique
Fonte: Universidade Nacional Autônoma do México Publicador: Universidade Nacional Autônoma do México
Tipo: Conferencia
Português
Relevância na Pesquisa
67.486562%
Curso /// 16 Tesis de Economía Política. Tesis I: Ciclo vital. Necesidad, valor de uso y consumo. Dr. Enrique Dussel Ambrosini. 30 de enero de 2013. /// Universidad Nacional Autónoma de México, Facultad de Filosofía y Letras. //// Audio. Duración: 1 hora 47 minutos. //// Descarga: Pulse botón derecho del ratón sobre el archivo de audio "mp3" que elija y seleccione "Guardar Destino Como... //// Video: http://www.youtube.com/watch?v=wFTPHCmwtVw&feature=share&list=UUoJTbBpkkpwA3ScUD83VvCQ //// Reseña: http://www.filos.unam.mx/2013/02/resena-curso-etica-filosofia-economia/; Este curso está basado un trabajo inédito del Dr. Dussel, pues como él mismo ha comentado, son tesis que están por publicarse y a las que ha denominado Dieciséis Tesis de Economía Política, las cuales, a diferencia de sus Veinte tesis de Política, buscan ofrecer una perspectiva filosófica del problema económico (relegado en las 20 tesis) del mundo contemporáneo. Esta primera parte del curso se ha ocupado de dos aspectos: el primero, una introducción histórico-conceptual del problema que ha consistido en una revisión de ciertas categorías centrales en la obra de Marx (y presentes en tradiciones aún más remotas) contrastadas con la peculiaridad propia de las condiciones económicas del siglo XXI; segundo...

La economía política de la agricultura chilena: un enfoque econométrico

Ortíz Viedma, Jaime Alejandro
Fonte: Universidad de Chile. Facultad de Economía y Negocios Publicador: Universidad de Chile. Facultad de Economía y Negocios
Tipo: Artículo de revista
Português
Relevância na Pesquisa
77.200923%
Las implicancias de las políticas de precios agrícolas en el financiamiento de la investigación agropecuaria son explícitamente capturadas a partir de un conjunto de ecuaciones estructurales que cubre un importante período del acontecer político de Chile. El modelo de economía política incluye cuatro bloques de ecuaciones estimadas simultáneamente como un sistema interdependiente. El nivel de las políticas de precios y gastos públicos en investigación resulta de la acción colectiva ejercida sobre el gobierno por grupos de productores, consumidores y contribuyentes involucrados en la producción, consumo y financiamiento de la agricultura.

La economía política del cine /

Wasko, Janet
Fonte: Universidade Autônoma de Barcelona Publicador: Universidade Autônoma de Barcelona
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: application/pdf
Publicado em //2006 Português
Relevância na Pesquisa
67.431064%
Este artículo parte de la base de que el cine es una forma de comunicación mediada, por lo que se le puede aplicar muchos de los análisis utilizados en estudiar otros medios. Primero, se presenta un breve análisis de la Economía Política de la Comunicación, sus principios teóricos y sus diferencias con la escuela de los ‘media economics’; luego, se centra de manera más específica en la Economía Política del cine, destacando la pertinencia de esta perspectiva, así como los métodos utilizados y las principales cuestiones que emanan de este tipo de análisis, dejado de lado frecuentemente por los economistas políticos. Por ello se plantea ampliar el objeto de estudio haciendo que reúna a los distintos medios, incluida la industria del cine, además de integrar aportaciones de otros enfoques críticos; This paper is based on the assumption that film is a form of mediated communication, thus appropriate for many of the approaches used in studying other forms of media. The article begins with a brief discussion of the Political Economy of Communication, their tehoretical principle and their main differences with media economics, and then focusses more specifically on the Political Economy of film, pointing to the significance of the approach...

Teoria comparada e a economia política da expansão dos gastos públicos

Rezende, Flávio da Cunha
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de RP Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de RP
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/2008 Português
Relevância na Pesquisa
77.200923%
O artigo desenvolve uma análise comparativa de teorias sobre o fenômeno da expansão dos gastos públicos produzidos pela Economia Política nos últimos 25 anos. A análise busca identificar os principais mecanismos causais e as variáveis utilizadas pelas explicações rivais e complementares que integram a matriz de argumentações contemporâneas sobre tal fenômeno.; This paper develops a comparative analysis of key political economic approaches about the growth of public expenditures in the last 25 years. The main purpose of the analysis is to identify the key causal mechanisms and variables embedded in these theoretical frameworks in order to construct a main typology of explanatory possibility about the expansion of public expenditures in modern societies.

Economía y democracia. Una difícil convivencia. Reflexiones para seguir creyendo que otro mundo es posible.

Landriscini, Graciela; Cátedra Economía Social- Facultad de Economía y Administración.-Universidad Nacional del Comahue
Fonte: Universidad Nacional del Comahue Publicador: Universidad Nacional del Comahue
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artículo revisado por pares Formato: application/pdf
Publicado em 27/06/2014 Português
Relevância na Pesquisa
67.46896%
El presente documento plantea reflexiones en torno a la dificultad de articulación de la economía de los mercados, particularmente, en la forma actual de su desenvolvimiento, con la democracia como forma política de inclusión y desarrollo ciudadano. La reflexión llega hasta el propio papel de los economistas contrastando economía de mercados y economía social.El documento señala que la función del economista como científico social, no debe constreñirse al análisis de los fundamentos nacidos de la elección individual racional. Asimismo, la investigación económica no puede perder de vista su objetivo central, que no es otro que el de ofrecer y testar la validez de teorías útiles, capaces de describir de manera convincente las experiencias, las acciones económicas individuales y colectivas de los hombres viviendo en sociedad, sino, también, servir de guía en la búsqueda de soluciones prácticas para los problemas económicos específicos de todo hombre y de todos los hombres.Finalmente, el documento señala que todo análisis en términos de economía social, tiende a reanudar la tradición más antigua y quizás la más noble de la economía política: concebir las actividades productivas del hombre en función del sentido que ellas pueden tener para la colectividad en su conjunto.

A ECONOMIA POLÍTICA DO MODELO ECONÔMICO CHINÊS: O ESTADO, O MERCADO E OS PRINCIPAIS DESAFIOS

Guimarães, Alexandre Queiroz; PUC-MG
Fonte: UFPR Publicador: UFPR
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 21/11/2013 Português
Relevância na Pesquisa
67.462197%
O artigo explora algumas características do modelo chinês a partir de sua particularidade institucional,a relação entre o Estado e o mercado. Pretende-se esclarecer as razões dos bons resultados econômicos,destacar o papel essencial da variável internacional e apontar os principais desafios enfrentados pelomodelo chinês. Uma preocupação central é destacar as implicações, realizações e riscos de uma combinaçãomuito particular entre o mercado e o Estado, tocando em um tema caro à Economia Política desde AdamSmith. Para esse intuito, o artigo dialoga com teorias da Economia Política e do desenvolvimento econômico,com destaque para o debate sobre os estados desenvolvimentistas. Argumenta-se que o sucesso do milagrechinês está relacionado à liberalização das forças de mercado, mas deve-se também ao papel do EstadoDesenvolvimentista, que desempenhou um papel importante na transição para a economia de mercado evem contribuindo significativamente para o fortalecimento da capacidade produtiva e tecnológica.Entretanto, a falta de demarcação entre o Estado e o mercado também implica dificuldades, que semanifestam na intervenção excessiva do partido e nas deficiências do sistema financeiro e do sistema dedireitos de propriedade. De um lado...

Uma contribuição ao desenvolvimento da Economia Política Internacional do Brasil

Racy, Joaquim Carlos; PUC-SP, Universidade Presbiteriana Mackenzie; de Moura Jr., Alvaro Alves; Universidade Presbiteriana Mackenzie; Falsarella, Bruno; PUC-SP; Gonçalves, Laura; PUC-SP
Fonte: Nova Economia; Nova Economia Publicador: Nova Economia; Nova Economia
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 13/08/2015 Português
Relevância na Pesquisa
77.431064%
Este artigo tem por objetivo elencar alguns aspectos críticos da Economia Política Internacional – EPI em sua atual configuração, isto é, enquanto pretenso campo de reflexão e interpretação da realidade econômica e política internacional, bem como destacar brevemente elementos fundamentais do pensamento econômico para a compreensão das relações entre a economia e a política na esfera internacional emanados de autores clássicos. É o caso de Smith, Ricardo, List e Keynes, que tiveram forte envolvimento com questões com tal recorte. Nesse sentido, o trabalho tem caráter eminentemente exploratório e busca somente estimular um debate com o sentido de promover a construção de um marco fundamental para o desenvolvimento dessa área de pensamento e sua aplicabilidade no Brasil, resgatando inclusive seu conteúdo interdisciplinar. Por essa razão, exclui-se do escopo do artigo a análise marxista da realidade internacional que, por razões metodológicas, já se coloca nessa perspectiva.

Observações sobre a perspectiva metodológica da Economia Política a partir de Max Weber

Campana, Samya
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 01/01/2005 Português
Relevância na Pesquisa
67.42837%
A finalidade deste artigo é compreender a constituição da perspectiva metodológica da Economia Política. A partir de um clássico artigo de Weber (1998) A “objetividade” do conhecimento da ciência social e na ciência política se explicitará que a perspectiva metodológica da Economia Política se constituiu inspirando-se na perspectiva das Ciências da Natureza. O artigo está ordenado em três partes principais: a seção 1 trata da formação da perspectiva metodológica da Economia Política; a seguinte seção traz uma explanação acerca da concepção racionalista do séc. XVIII e do procedimento do pesquisador decorrente; a seção 3 trata sobre o principal resultado dos pontos de vista do naturalismo sobre as disciplinas econômicas; finalmente a seção 4 traz um resumo explicativo.

The French sociological tradition versus Political Economy; A tradição francesa de crítica sociológica à Economia Política

Steiner, Philippe; Universidade de Paris IV (Sorbonne)
Fonte: Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) Publicador: Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; Formato: application/pdf
Publicado em 29/10/2009 Português
Relevância na Pesquisa
67.389883%
This paper argues that there is a tradition - starting from Comte, moving through Durkheim and the Durkheimians and including the contemporary Bourdieu- which is of a intellectual nature. The text begins with a presentation of the three main forms of sociological critique of Political Economy that have unfolded since the end of the 19th century. It then goes on to show that the position developed by these three leading French sociologists cannot be explained solely on the basis of common background or of their (distant) relationship from Political Economy. Rather, it emphasizes the intellectual affinities running from Comte to Bourdieu and their common interest in delegitimizing Political Economy as a science, given the role attributed to social representations, whether the latter arise from economic activity itself or from social construction through educational institutions. Keywords: Economic Sociology, critique of Political Economy, social representations.; http://dx.doi.org/10.5007/2175-7984.2009v8n15p13 O texto defende a tese segundo a qual existe uma tradição que vai de Comte a Bourdieu passando por Durkheim e durkheimianos e que esta tradição é de natureza intelectual. O texto parte de uma apresentação das três principais formas de crítica sociológica da Economia Política que existem desde o final do século XIX. A seguir mostra que a posição defendida pelos três sociólogos franceses não pode ser explicada somente por sua formação ou por sua relação (distanciada) com a Economia Política e ressalta a filiação intelectual dos três...

Economía política del desarrollo, análisis poscolonial y "malos samaritanos"

López Castellano,Fernando
Fonte: Universidad Nacional Autónoma de México, Instituto de Investigaciones Económicas Publicador: Universidad Nacional Autónoma de México, Instituto de Investigaciones Económicas
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/06/2012 Português
Relevância na Pesquisa
67.431064%
El propósito de este trabajo es presentar los aspectos más relevantes de la explicación neoinstitucionalista del desarrollo económico y sus críticas. A tal fin, se da cuenta de las principales argumentaciones de la "Nueva economía política del desarrollo" y de la "Economía política de la colonización". A continuación se exponen las reflexiones de analistas vinculados a los estudios poscoloniales, que ponen en duda la validez de los esquemas de análisis político que subyacen a las interpretaciones del conflicto en el África poscolonial, y las realizadas por los teóricos latinoamericanos ligadas al rechazo a la occidentalización. El estudio finaliza con unas reflexiones críticas sobre la reconstrucción histórica del proceso de desarrollo realizada por la economía ortodoxa y su excesivo énfasis en la relación entre instituciones y desarrollo.

Continuidade e ruptura em economia política ou quantidade e qualidade na teoria do valor

Lopes, Tiago Camarinha
Fonte: Universidade Estadual de Campinas - Instituto de Economia - Setor de Publicações Publicador: Universidade Estadual de Campinas - Instituto de Economia - Setor de Publicações
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares; Formato: application/pdf
Publicado em 03/12/2015 Português
Relevância na Pesquisa
77.52505%
O artigo mostra no que consiste a continuidade e a ruptura entre a Economia Política Clássica e o Capital. É defendido que o âmbito da crítica de Marx aos economistas clássicos abrange tanto o lado quantitativo quanto qualitativo do valor com a ressalva de uma diferença importante: enquanto a análise sobre a quantidade do valor corresponde a uma crítica construtiva e a linha de continuidade, a qualidade do valor representa a ruptura e a Crítica da Economia Política em sentido mais estreito e que encaminha a ciência econômica para o materialismo histórico. O artigo propõe que as controvérsias recorrentes sobre Marx e os economistas clássicos devem ser solucionadas a partir da explicitação de duas perguntas básicas relativas à teoria do valor que ajudam a capturar plenamente o efeito de Marx sobre a Economia Política Clássica. Abstract In this paper, continuity and rupture between the classical political economy and Capital is shown. The author defends the idea that Marx’s critique covers both the quantitative and qualitative aspects of the classical theory of value. While quantitative analysis corresponds to a constructive critique and to the line of continuity, the qualitative aspect of value represents the rupture and the critique of political economy in its narrower sense...