Página 1 dos resultados de 9238 itens digitais encontrados em 0.046 segundos

GESTÃO DA INFORMAÇÃO E DO CONHECIMENTO EDUCACIONAL: CONTRIBUIÇÕES DO INEP PARA A EDUCAÇÃO BRASILEIRA

Tatagiba, Alessandro Borges; Borges, Eliane Medeiros
Fonte: INPEAU Publicador: INPEAU
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
66.820605%
O presente artigo busca dialogar e refletir sobre a gestão da informação e a gestão do conhecimento com vistas a oferecer contribuições para os trabalhos do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP). Nos últimos anos, as sociedades convivem com transformações cada vez mais rápidas nas suas formas de interagir e de trocar informações e conhecimentos. Nesse sentido, a questão aqui discutida se refere a como promover a gestão sistemática e permanente das informações e dos conhecimentos educacionais no Inep, órgão com mais de 75 anos dedicados à pesquisa, organização, catalogação, preservação e gestão de informações e conhecimentos educacionais. Com a finalidade de desencadear reflexões que possam convergir em perspectivas de ações, o recorte da pesquisa considera o Centro de Informação e Biblioteca em Educação (Cibec), desde seus fundamentos de constituição histórica, lançados na década de trinta, até a época atual, como unidade orgânica em relação às outras do Inep. O trabalho evidencia que, apesar das contingências sofridas pela instituição, a história do Inep se configura, sobretudo, como uma história construída com o compromisso de pessoas que deram respostas aos desafios de cada época ao dialogar com a sociedade por meio de informações e conhecimentos educacionais confiáveis...

Anísio Teixeira entre nós: a defesa da educação como direito de todos

Nunes,Clarice
Fonte: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes Publicador: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2000 Português
Relevância na Pesquisa
66.718804%
O objetivo do artigo é realizar uma reflexão sobre a vida e a obra de Anísio Teixeira (1900-1971), na comemoração do seu centenário de nascimento, destacando momentos decisivos da sua biografia, suas motivações como educador, aspectos da sua apropriação de John Dewey e a atualidade das suas concepções para pensar a educação brasileira contemporânea.

CASEMIRO DOS REIS FILHO E A EDUCAÇÃO BRASILEIRA

Saviani,Dermeval
Fonte: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes Publicador: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2001 Português
Relevância na Pesquisa
66.76749%
O presente artigo procura traçar a trajetória do Prof. Casemiro dos Reis Filho a partir da origem de seus pais, em Portugal, passando pela sua escolarização no interior de São Paulo, sua formação em pedagogia na USP, o doutorado na PUC-SP, sua atuação destacada no magistério do ensino fundamental, médio e superior, na produção científica, na administração universitária e na divulgação de pesquisas educacionais, evidenciando sua relevante contribuição ao desenvolvimento da educação brasileira.

O desenvolvimento meandroso da educação brasileira entre o estado e o mercado

Cunha,Luiz Antônio
Fonte: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes Publicador: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/10/2007 Português
Relevância na Pesquisa
76.93194%
O artigo questiona a imagem da privatização da educação brasileira como um processo generalizado e contínuo. Defende que a privatização consiste num processo cheio de meandros, que não comporta resposta simples, porque as forças que a determinam ora incentivam o crescimento do setor público, ora do setor privado, ora de ambos. Como sustentação da argumentação, é examinada a legislação federal relativa aos incentivos às instituições privadas nas últimas quatro décadas, assim como as estatísticas de alunos dos três níveis de ensino. O autor chama a atenção para o fato de que o aumento do número de alunos do ensino médio público gera uma nova qualidade, que exige um novo currículo. O artigo conclui que o caráter meandroso dessas fronteiras expressa, de um lado, uma crise de hegemonia no que concerne à natureza do Estado republicano e, de outro, o travamento de uma qualidade de que a educação brasileira carece, qual seja, a da clareza na distinção entre o público e o privado, em sua dimensão institucional e curricular.

Educação especial no Brasil: desigualdades e desafios no reconhecimento da diversidade

Kassar,Mônica Carvalho Magalhães
Fonte: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes Publicador: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2012 Português
Relevância na Pesquisa
66.85005%
Abordar a educação especial no Brasil implica considerar a política educacional proposta nos últimos anos pelo governo federal e, especialmente, a presença nas escolas de diversas populações, que constituem o país de formas historicamente desiguais. A partir dessas considerações, este artigo propõe-se, inicialmente, a analisar mudanças registradas na educação das populações marginalizadas do processo escolar, especialmente de pessoas com deficiências e, posteriormente, contribuir com reflexões sobre limites ainda presentes na educação brasileira, incluindo as complexas relações que envolvem os lugares da diferença nas proposições legais e nas práticas escolares.

Vicissitudes e perspectivas do direito à educação no Brasil: abordagem histórica e situação atual

Saviani,Dermeval
Fonte: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes Publicador: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2013 Português
Relevância na Pesquisa
66.880513%
Partindo da caracterização do significado do direito à educação como direito social proclamado e considerando-se que a cada direito corresponde um dever, examinam-se as vicissitudes decorrentes do conflito entre o direito à educação e o dever de educar na história da educação brasileira. Em seguida, é analisada a persistência do referido conflito na situação atual para, à guisa de conclusão, considerar-se as perspectivas de solução, o que põe em foco o problema da organização do Sistema Nacional de Educação.

Divergências e chão comum: o direito à educação no IV Seminário de Educação Brasileira

Érnica,Maurício
Fonte: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes Publicador: Centro de Estudos Educação e Sociedade - Cedes
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2013 Português
Relevância na Pesquisa
77.03122%
Este artigo aborda debates ocorridos no IV Seminário de Educação Brasileira (IV SEB), promovido pelo Centro de Estudos Educação e Sociedade (Cedes), em fevereiro de 2013, na Unicamp. Seu objetivo é caracterizar alguns temas e posições que estiveram em jogo para, deles, inferir elementos gerais do debate contemporâneo sobre a educação brasileira que possam contribuir para a caracterização do chão comum no qual nos movemos. Dentre os temas tratados no Seminário, foram destacados: a definição de direito à educação de qualidade, as formas de sua verificação e de responsabilização dos agentes que devem assegurá-lo.

A historiografia da educação paranaense no cenário da história da educação brasileira: 10 anos de pesquisa na Universidade Federal do Paraná(1999-2008)

Bencostta,Marcus Levy; Vidal,Diana Gonçalves
Fonte: Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná Publicador: Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/12/2010 Português
Relevância na Pesquisa
66.82924%
Este artigo trata da produção acadêmica da Linha de Pesquisa História e Historiografia da Educação do Programa de Pós Graduação em Educação da Universidade Federal do Paraná, construída em seus primeiros dez anos (1999-2008) de dedicação à formação de pesquisadores. Trata-se de um ensaio cuja cartografia bibliográfica apresenta interesse historiográfico ao analisar a relação estabelecida por esse grupo de investigadores com o cenário das trilhas percorridas pela produção nacional em História da Educação.

Educar para a democracia como fundamento da educação no Brasil do século XX: a contribuição de Anísio Teixeira

Lima,João Francisco Lopes de
Fonte: Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná Publicador: Setor de Educação da Universidade Federal do Paraná
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2011 Português
Relevância na Pesquisa
66.76749%
O presente artigo se inscreve no contexto de uma investigação mais ampla que analisa a questão dos fundamentos da educação brasileira com pretensão de educar para a democracia, formulada ao longo do século XX, verificando a base filosófica e a forma de práxis educativa sugerida para viabilizar o discurso pedagógico enunciado. Neste artigo procedo a análise do papel de Anísio Teixeira para a configuração do ideal de educação para a democracia através da escola. Anísio Teixeira é um dos ícones do movimento escolanovista no Brasil do século XX, com forte atuação no cenário educacional brasileiro enquanto intelectual e também como gestor de sistemas educacionais, implicado em organizar formas práticas de viabilizar as suas ideias. O estudo de caráter bibliográfico verificou a influência do pragmatismo americano e do liberalismo na formação das ideias de Anísio Teixeira, bem como procede a discussão sobre as formas pedagógicas que o autor propõe para viabilizar o ideal de educar para a democracia através da escola. O estudo analisa, ainda, as críticas que o pensamento de Anísio Teixeira recebeu e pondera sobre as chances e o vigor do seu pensamento pedagógico no cenário educacional.

A cultura escolar como categoria de análise e como campo de investigação na história da educação brasileira

Faria Filho,Luciano Mendes de; Gonçalves,Irlen Antônio; Vidal,Diana Gonçalves; Paulilo,André Luiz
Fonte: Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo Publicador: Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/04/2004 Português
Relevância na Pesquisa
66.820605%
A preocupação com a problemática da cultura escolar despontou no âmbito de uma viragem dos trabalhos históricos educacionais e de uma aproximação cada vez mais fecunda com a disciplina de história, seja pelo exercício de levantamento, organização e ampliação da massa documental a ser utilizada nas análises, seja pelo acolhimento de protocolos de legitimidade da narrativa historiográfica. O artigo representa uma síntese das investigações que vêm sendo realizadas pelos pesquisadores e pretende apreender como cultura escolar vem sendo apropriada pela área da História da Educação brasileira enquanto categoria de análise e campo de investigação. Para tanto foi dividido em três partes. Na primeira, aborda as definições de cultura escolar mais utilizadas. Trabalhos de Dominique Julia, André Chervel, Jean-Claude Forquin e António Viñao Frago são visitados, procurando-se estabelecer similitudes e diferenças entre as concepções dos autores. Discorre, também, sobre a disseminação desses textos no Brasil. Na segunda parte, sem pretender realizar uma revisão bibliográfica completa nem um exaustivo levantamento de títulos e autores, chama a atenção para algumas das dimensões da realidade educacional brasileira às quais os pesquisadores têm buscado entender com o concurso da noção de cultura escolar. Ao final...

Sociogênese do conceito de etnia negra na educação brasileira

Maria Martins da Silva, Auxiliadora; Fernandes de Souza, Edilson (Orientador)
Fonte: Universidade Federal de Pernambuco Publicador: Universidade Federal de Pernambuco
Tipo: Outros
Português
Relevância na Pesquisa
67.005024%
Nesta tese, discutimos a Sociogênese do Conceito de Etnia Negra na Educação Brasileira, na perspectiva da autobiografia de mestres/as e de um doutor negro. O que se constituiu como motivação primordial para esse estudo foram as perguntas lançadas cotidianamente acerca das possibilidades da emergência de uma pedagogia que considere os saberes científicos historicamente construídos pelos africanos e seus descendentes no Brasil, país construído na base do escravismo e, ainda hoje, atravessado por relações sociais pautadas pelo racismo institucional. Essa realidade estudada, interpretada e analisada não poderia deixar de fora a importância do protagonismo do Movimento Social Negro que, numa leitura de longo prazo, demonstrou funcionar, em nossa sociedade, como sujeito histórico e coletivo na luta contra o racismo, luta que incorporou e ressignificou o conceito de raça e, nos últimos anos, de acordo com os dados levantados na pesquisa, observa-se a introdução do conceito de etnia negra na educação oficial brasileira, promulgando leis acerca da questão racial e a introdução, nos currículos escolares, dos saberes africanos e afrodescendentes. Investigamos, nesse sentido, autobiografias e documentos acerca dos referenciais históricos...

A formação docente na educação de jovens e adultos: uma análise discursiva; The teacher training in education for youth and adults : a discursive analysis.

Almeida, Claudia Cristina Medeiros de
Fonte: Universidade Federal de Alagoas; BR; Educação brasileira; Programa de Pós-Graduação em Educação; UFAL Publicador: Universidade Federal de Alagoas; BR; Educação brasileira; Programa de Pós-Graduação em Educação; UFAL
Tipo: Dissertação Formato: application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
66.880513%
This work is the result of the research, developed in the Master's in the Education Brazilian Federal University of Alagoas, about the speeches of teacher training of professionals involved in the Education for Youth and Adults (EYA). It s intended on that research to understand and to analyze the speeches of the teachers of EYA, with regard to educational practice, unveiling the discursive marks that show the training they have undergone and presenting clear marks of repetition of imobility postures adopted in the teaching-learning process for students of this modality. Thus, it was used the theoretical reference of the theory listing on bakhtiniana s side and the French school Analysis, rescuing the theoretical assumptions of Pêcheux, and the Marxist reference to intervene in matters structures for the production of speech. By this way stablished a dialogue with the education on the intermittence with the theory of the speech, so to be able to reflect on the meanings of the social formation neoliberal speeches. The corpus is made of a series of discursive sequences that were produced by several speakers that points toward to a dominated class. These speeches belonged to the day-by-day school and clippings of documents and publications of politicians texts which make references and legitimize the historical incopetence of learners...

A cultura escolar como categoria de análise e como campo de investigação na história da educação brasileira; School culture as an analysis category and as a field of study in the History of Brazilian Education

Faria Filho, Luciano Mendes de; Gonçalves, Irlen Antônio; Vidal, Diana Gonçalves; Paulilo, André Luiz
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Educação Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Educação
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/04/2004 Português
Relevância na Pesquisa
66.820605%
A preocupação com a problemática da cultura escolar despontou no âmbito de uma viragem dos trabalhos históricos educacionais e de uma aproximação cada vez mais fecunda com a disciplina de história, seja pelo exercício de levantamento, organização e ampliação da massa documental a ser utilizada nas análises, seja pelo acolhimento de protocolos de legitimidade da narrativa historiográfica. O artigo representa uma síntese das investigações que vêm sendo realizadas pelos pesquisadores e pretende apreender como cultura escolar vem sendo apropriada pela área da História da Educação brasileira enquanto categoria de análise e campo de investigação. Para tanto foi dividido em três partes. Na primeira, aborda as definições de cultura escolar mais utilizadas. Trabalhos de Dominique Julia, André Chervel, Jean-Claude Forquin e António Viñao Frago são visitados, procurando-se estabelecer similitudes e diferenças entre as concepções dos autores. Discorre, também, sobre a disseminação desses textos no Brasil. Na segunda parte, sem pretender realizar uma revisão bibliográfica completa nem um exaustivo levantamento de títulos e autores, chama a atenção para algumas das dimensões da realidade educacional brasileira às quais os pesquisadores têm buscado entender com o concurso da noção de cultura escolar. Ao final...

Fernando de Azevedo: um humanista na educação

Venâncio Filho, Alberto
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Educação Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Educação
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/12/1994 Português
Relevância na Pesquisa
66.80265%
O artigo situa Fernando de Azevedo na perspectiva da história da educação brasileira, dando ênfase à sua participação no movimento de reforma educacional, exercendo importante liderança entre os chamados “pioneiros da Educação Nova”. Destaca a trajetória humanista do educador e sociólogo, tanto em sua produção teórica, particularmente na educação e nas ciências sociais, quanto em sua ação prática como administrador e reformador do ensino.

Para uma história da educação brasileira

Caeiro, Francisco da Gama
Fonte: Universidade de São Paulo. Faculdade de Educação Publicador: Universidade de São Paulo. Faculdade de Educação
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; ; ; ; ; Formato: application/pdf
Publicado em 01/06/1978 Português
Relevância na Pesquisa
66.76749%
Incorporando ao acervo documental da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo cópias fotográficas de documentos referentes à educação brasileira, cujos originais se conservam em arquivos portugueses, o autor desenvolve considerações em torno da pesquisa histórico-pedagógica, no intuito de esclarecer questões de caráter teórico e prático que a esta são atinentes. Após salientar o muito que ainda se encontra por estudar nessa área da história pedagógica, dado o escasso conhecimento das fontes, o imperfeito levantamento bibliográfico e a deficiente organização dos acervos documentais, estabelece as bases para uma metodologia apropriada de pesquisa. Ocupa-se no comentário analítico e da apreciação histórico-pedagógica e, em sentido lato, cultural também, da documentação agora integrada ao referido acervo. Salienta em especial, o conjunto de textos inexplorados das teses do colégio jesuíta do Maranhão, o espistolário inédito de Frei Manuel do Cenáculo e a inda a documentação de natureza cultural, refletindo preocupações do Iluminismo e Regalismo da segunda metade de Setecentos, nomeadamente no que toca ao bispo de São Paulo, Frei Manuel da Ressureição e ao governador Morgado Mateus.

O positivismo e a educação brasileira na 1.ª República

A. M. Ferreira, Evaldo; W. M. Garcia, Alfeu; Dativa S. Gonçalves, Maria; S. C. da Silva, Maura
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 02/02/2014 Português
Relevância na Pesquisa
66.993687%
O objeto do presente estudo é “O Positivismo e a Educação Brasileira na Primeira República”, que a partir do levantamento bibliográfico efetivado e reunido foi possível uma atividade, primeiramente, individual, de análise do contexto geral do positivismo desde suas primeiras manifestações para, posteriormente uma consolidação de idéias, características e perspectivas com uma manifestação educacional, no sentido genérico e, ainda, brasileiro. Como plano do trabalho foi adotado o seguinte sumário: positivismo, suas origens e características; positivismo e a educação; o positivismo no brasil, influências gerais; positivismo e a educação brasileira conseqüências e reflexos na política educacional e, por último, uma apreciação do contexto global, imagem formulada pela pesquisa e análise efetivadas.

FILOSOFIA DA EDUCAÇÃO BRASILEIRA, ORIGEM E IMPORTÂNCIA

Henning, Leoni Maria Padilha; Maurano, Laura Maria dos Santos
Fonte: Revista Sul-Americana de Filosofia e Educação Publicador: Revista Sul-Americana de Filosofia e Educação
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Artigo Avaliado pelos Pares Formato: application/pdf
Publicado em 30/01/2014 Português
Relevância na Pesquisa
66.82924%
Este artigo é fruto de uma pesquisa bibliográfica, pautada no pensamento reflexivo deweyano, que teve como objetivo encontrar subsídios teóricos para analisar a origem e a importância da Filosofia à Educação brasileira, enquanto atividade problematizadora voltada à mudança,  devendo estar sempre vinculada à prática. Verificou-se que a Educação só passou a ser um problema para a Filosofia a partir da formação de professores com a implantação das escolas normais.

Da doutirna à regra: repensando o Conselho Federal de Educação e a definição do discurso sobre a educação

Martins, Maria do Carmo
Fonte: ETD - Educação Temática Digital Publicador: ETD - Educação Temática Digital
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; ; bibliográfica Formato: application/pdf
Publicado em 08/01/2009 Português
Relevância na Pesquisa
67.03122%
Trata-se de uma revisão historiográfica sobre o CFE, sua formação e suas funções como órgão assessor ao Estado brasileiro e seu papel político e doutrinário durante a reforma educacional realizada na ditadura militar brasileira (1964 - 1985). Palavras-chave Reforma Educacional; Ditadura Militar; Conselho Federal de Educação (CFE); Historiografia da educação brasileira Abstract This work corresponds to a historical review studies about the Education Federal Council (CFE), its organization and its function in the Brasilian Governament during the military dictatorship in Brazil (1964 - 1985). Keywords Educacional Reform; Education Federal Council; Military Dictatorship; Educacional History

A ATUAÇÃO JESUÍTICA NAS PROPOSTAS DE PERIODIZAÇÃO DOS MANUAIS DE HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO BRASILEIRA

Ruckstadter, Vanessa Campos Mariano; Toledo, Cezar de Alencar Arnaut de
Fonte: Revista HISTEDBR On-line Publicador: Revista HISTEDBR On-line
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 18/04/2015 Português
Relevância na Pesquisa
67.098887%
Este artigo apresenta uma análise comparativa das propostas de periodização da atuação jesuítica no Brasil apresentadas por três manuais de História da Educação Brasileira. Os manuais escolhidos são História da Educação no Brasil, da autora Otaíza Romanelli, História da Educação Brasileira, escrito por Maria Luiza Santos Ribeiro, ambos publicados em 1978, e História das Idéias Pedagógicas no Brasil (2007), de Dermeval Saviani. A escolha dos dois primeiros manuais se deve tanto ao número de reedições e ampla utilização nos cursos de Pedagogia há mais de três décadas, quanto à importância de sua publicação no final dos anos de 1970 no que concerne à ruptura com o modelo de periodização tradicional existente. O manual escrito por Saviani justifica-se por ser uma das obras mais atuais sobre História da Educação no Brasil. A discussão permeará uma análise do debate referente à relação entre História e História da Educação, especialmente sobre o estatuto científico da última.

CONTRIBUIÇÃO PARA A HISTÓRIA E A HISTORIOGRAFIA DA EDUCAÇÃO BRASILEIRA: os manuais escolares das bibliotecas públicas municipais de Campinas – SP (1889-1970)

Noronha, Olinda Maria
Fonte: Revista HISTEDBR On-line Publicador: Revista HISTEDBR On-line
Tipo: info:eu-repo/semantics/article; info:eu-repo/semantics/publishedVersion; Formato: application/pdf
Publicado em 18/08/2012 Português
Relevância na Pesquisa
67.04019%
O presente estudo é resultado de uma pesquisa financiada pela FAPESP que teve como o objetivo realizar um inventário dos manuais escolares existentes nas bibliotecas públicas municipais da cidade de Campinas/SP. Insere-se na Linha de Pesquisa do Histedbr que trata do “Levantamento e Catalogação de novas fontes sobre a História da Educação Brasileira”. A pesquisa tem como referência metodológica o pressuposto de que as fontes documentais expressam idéias, que por sua vez, são manifestações das relações materiais de existência e do modo como estas relações são constituídas e organizadas historicamente. Fica subentendido, portanto, que estas expressões humanas (manuais e livros didáticos) são formas concretas de organização do trabalho escolar em uma determinada época, sendo, portanto, históricas. Desta forma só podem ser captadas em referência à forma social e histórica que determinou o seu surgimento como decorrência de necessidades específicas dos homens naquele momento histórico. A partir do pressuposto de que os manuais escolares se constituem como expressão de praticas hegemônicas fundamentando as formas estruturação do mundo e de ordenação da cultura determinados historicamente, indica-se alguns enunciados orientadores deste pressuposto: a) os manuais escolares não surgem apenas porque a população escolar aumentou tornando-se necessário um instrumento que facilite o ensino...