Página 1 dos resultados de 275 itens digitais encontrados em 0.009 segundos

Prática de ensino supervisionada em ensino do 1º ciclo do ensino básico

Alves, Nuno Horácio Afonso
Fonte: Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior de Educação Publicador: Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior de Educação
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
47.960757%
A saúde é o estado em que o organismo realiza com normalidade todas as suas funções. Quando isto não acontece, diz-se que o organismo está doente. Para preservar a saúde mais vale prevenir do que curar e, ainda que não se possam evitar todas as doenças, uma vida saudável diminui o risco do aparecimento de muitas delas. Concorda-se que “Hipócrates (cerca de 460 a.c. a 377 a.c.), nascido na ilha de Cós, o mais ilustre dos médicos da Antiguidade foi o primeiro a promover o exame clínico do doente. As suas prescrições simples - nomeadamente as dietas equilibradas - divergiam das práticas até então utilizadas” (Bourdial, 2004, p.11). Com os novos tempos, novos hábitos alimentares e de consumo se adquiriram, afectando negativamente a saúde das pessoas. Em consequência, é de premente importância conhecer os hábitos alimentares das populações, a fim de se poderem avaliar situações e agir tentando corrigir erros alimentares. Com este estudo pretendeu-se conhecer os hábitos alimentares da turma de 2º Ano (1º Ciclo) da localidade de Vimioso. Para isso, foram elaborados dois questionários, um para as crianças, o outro para os encarregados de educação. As questões visaram conhecer, essencialmente...

Desinstitucionalização do doente mental

Bragança, Orlando dos Anjos
Fonte: Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior de Educação Publicador: Instituto Politécnico de Bragança, Escola Superior de Educação
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
57.72225%
O presente trabalho de dissertação de mestrado objectiva realizar uma reflexão sobre a “desinstitucionalização do doente mental através do acolhimento na família”. Esta temática surgiu-nos na sequência do Plano Nacional de Saúde Mental (2007-2016), que visa a promoção e reabilitação psicossocial do doente mental. O caminho metodológico percorrido foi o de, primeiro, priviligiar uma dimensão de revisão bibliográfica quanto à temática da desinstitucionalização e, segundo, realizar um estudo empírico com o objectivo de compreender exploratoriamente a problemática do ponto de vista dos seus intervenientes directos, para o que procedemos à realização de entrevistas semi-estruturadas a cuidadores formais e informais e a indivíduos institucionalizados e não institucionalizados, de forma a recolhermos as suas percepções sobre a problemática e, através do cruzamento dos dados obtidos, chegarmos a um novo entendimento e perspectivas do mesmo. Reconhecemos a necessidade de analisar a desinstitucionalização para que a emancipação do portador de doença mental possa ser entendida e o consequente acolhimento na família seja uma realidade. Também consideramos que o educador social poderá ter aí um papel importante...

Avaliação da qualidade de vida do doente mental institucionalizado

Geraldes, Maria de Fátima; Anes, Eugénia; Barrios, Sérgio
Fonte: Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Bragança Publicador: Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Bragança
Tipo: Artigo de Revista Científica
Português
Relevância na Pesquisa
57.85427%
É atual e consensual, a preocupação com a qualidade de vida das populações, acrescendo a importância quando falamos em qualidade de vida relacionada com a saúde. A qualidade de vida pode ser entendida como um juízo subjetivo da satisfação alcançada ou um sentimento de bem-estar pessoal, associado a determinados indicadores objetivos biomédicos, psicológicos, comportamentais e sociais (Bayés, 1994). A literatura realça a ideia de que hoje, se torna indispensável considerar não só os indicadores negativos de saúde, baseados na presença de doença, mas também os que têm em conta o estado de saúde de uma forma positiva, caracterizando da melhor forma os níveis de bem-estar de um indivíduo ou grupo. Pois avaliar pela positiva significa avaliar potencialidades e capacidades e não incapacidades e impotências (Anes,2011). A qualidade de vida tem sido o centro de investigações nas áreas da educação/educação especial, cuidados com a saúde, serviços sociais e famílias especialmente a partir da década de 90 (Schalock, 2004). Os estudos auto-respondidos na área da doença mental, investigam a perceção do próprio respondente com a sua própria vida, os seus relacionamentos e o ambiente social, através de entrevistas elaboradas pelo investigador ou através da aplicação de instrumentos genéricos...

O processo de aprendizagem do cuidador informal do doente queimado: implicações educativas no planeamento da alta e na continuidade dos cuidados

Gomes, Mónica Alexandra Trindade
Fonte: Universidade de Coimbra Publicador: Universidade de Coimbra
Tipo: Dissertação de Mestrado
Português
Relevância na Pesquisa
48.24119%
As lesões por queimadura constituem um dos traumas mais severos que o ser humano pode experienciar, com grande impacto biopsicossocial, deixando na maior parte das vezes marcas físicas e psicológicas com as quais a pessoa terá que aprender a lidar até ao fim da sua vida. Encarada como um acontecimento súbito e inesperado, a queimadura vai desencadear alterações significativas na estrutura e dinâmicas familiares. Após a alta hospitalar, a família, uma referência na prestação dos cuidados informais, confronta-se com a necessidade de um dos seus elementos assumir o papel de cuidador, que terá que realizar novas aprendizagens assim como a aquisição de competências para bem cuidar do seu familiar no domicílio. Com a realização deste estudo, é nosso propósito principal compreender como se desenvolve o processo de aprendizagem do familiar cuidador do doente queimado relativamente aos cuidados a prestar no domicílio, no sentido de se poder enriquecer e melhorar este processo, encarando o cuidador como um adulto aprendente com uma vasta panóplia de experiências vivenciadas. Pretendemos, ainda, que o presente estudo constitua uma ferramenta útil em Enfermagem, no que concerne à preparação para a alta e à garantia da continuidade dos cuidados do doente queimado no domicílio. Para tal...

Educação profissional: vivência do educando de enfermagem no cuidado ao doente crítico; Professional education: the nursing student's education in the cares for critical patients

Appolinário, Renata Silveira
Fonte: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP Publicador: Biblioteca Digitais de Teses e Dissertações da USP
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em 18/10/2007 Português
Relevância na Pesquisa
48.08791%
A proposta deste estudo é compreender a experiência vivida pelo educando do curso profissionalizante de enfermagem no aprendizado do cuidado no cenário da terapia intensiva, refletindo sobre essa formação, tendo em vista as perspectivas atuais para a educação de trabalhadores para a saúde e a necessidade de construir o atendimento integral, no contexto do Sistema Único de Saúde (SUS). Fundamenta-se em algumas idéias da abordagem fenomenológica de pesquisa. Foram realizadas observação das experiências no cenário de aprendizagem e entrevistas com onze estudantes de uma Escola Profissionalizante em Enfermagem do município de Ribeirão Preto, SP, que participavam do estágio em terapia intensiva em um hospital público no período de 31 de julho a 11 de outubro de 2006. A entrevista aberta foi conduzida a partir da questão norteadora: "Como tem sido para você cuidar de pacientes críticos nesse momento de sua formação?". A compreensão da experiência enfatiza o estágio de caráter essencialmente técnico, valorizando a realização de procedimentos mediante a inserção do estudante na rotina do setor, caracterizada pelo modelo biologicista predominante. Apesar disso, em algumas situações, o educando começa a perceber a pessoa internada para além da doença e da técnica...

A educação do doente com diabetes mellitus tipo 2

Silva, Carla Maria Ferreira Lourenço da
Fonte: Porto : edição de autor Publicador: Porto : edição de autor
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: 2 vols. (tese+relatório); 30 cm
Português
Relevância na Pesquisa
78.47854%
Resumo da tese: A diabetes é uma patologia crónica que afecta praticamente todos os aspectos da vida do doente. Requer um tratamento contínuo, essencialmente ao nível comportamental, que inclui alimentação, exercício físico, tarapêutica farmacológica, monitorização da glicemia, entre outros. O estilo de vida do indivído é um dos factores que pode contribuir para o aparecimento da Diabetes Mellitus (DM) tipo 2. Como tal, o doente necessita de uma aprendizagem, no sentido de adquirir conhecimentos e habilidades para o seu auto-tratamento. A educação alimentar (EA), é parte integrante da educação do indivído, tendo como objectivo aumentar os seus conhecimentos ao nível alimentar e motivar para a formação de novos hábitos e comportamentos alimentares saudáveis. Actualmente sabe-se que a educação do doente diabético é eficaz na reducão do número de hospitalizações, na melhoria do controlo metabólico e na prevenção ou atraso do aparecimento de complicações associados à diabetes. Este tipo de programas que tem como objectivo fundamental o doente diabético, vai assim de encontro às suas necessidades, fornecendo-lhe a informação necessária para agir, aumentando a sua motivação, aderência e, finalmente...

A educação para a saúde na Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados : um estudo exploratório sobre as percepções de doentes e enfermeiros

Rodrigues, Sílvia Manuela Leite
Fonte: Universidade do Minho Publicador: Universidade do Minho
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 16/12/2009 Português
Relevância na Pesquisa
48.228784%
Dissertação de mestrado em Educação (área de especialização em Educação para a Saúde); Este estudo pretende dar a conhecer diversos aspectos da Educação para a Saúde, e em particular, a percepção dos doentes e enfermeiros relativamente às práticas de Educação para a Saúde. O trabalho é constituído por duas partes: o enquadramento teórico e o estudo empírico, onde se incluem as conclusões. A pesquisa realizada está no âmbito da investigação qualitativa, utilizando-se uma entrevista semi-estruturada como instrumento de colheita de dados, num total de entrevistas realizadas a oito doentes e a dezassete enfermeiros. A análise de conteúdo foi a técnica escolhida para o tratamento dos dados que emergiram das entrevistas. Tratamos da exploração do significado das percepções das práticas de Educação para a Saúde para os enfermeiros e doentes em fase de reabilitação no seio da Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados, com a finalidade de, aproveitando os dados proporcionados, conhecer as percepções sobre as práticas e definir orientações para a conduta dos enfermeiros perante tais situações. Na realidade, o acidente vascular cerebral acarreta múltiplas alterações no quotidiano do doente e dos seus familiares...

[Ventilatory dysfunction in motor neuron disease: when and how to act?]; DISFUNÇÃO VENTILATÓRIA NA DOENÇA DO NEURÓNIO MOTOR: Quando e Como Intervir?

Rocha, J.; Miranda, M.
Fonte: Centro Editor Livreiro da Ordem dos Médicos Publicador: Centro Editor Livreiro da Ordem dos Médicos
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2007 Português
Relevância na Pesquisa
57.095645%
A esclerose lateral amiotrófica é uma doença neurodegenerativa devastadora, envolvendo neurónios motores do córtex cerebral, tronco cerebral e medula espinhal. A sobrevida média após o diagnóstico é de 15 meses, sendo as complicações pulmonares responsáveis por mais de 85% das mortes. Apesar da inevitabilidade da disfunção ventilatória e da morte a curto prazo, protocolos de intervenção estandardizados permitem atrasar ou evitar a necessidade de suporte ventilatório invasivo, melhorando a qualidade de vida e prolongando a sobrevida. Os autores apresentam um protocolo de intervenção baseado na progressão clínica e em parâmetros respiratórios objectivos. A decisão sobre o início da ventilação não invasiva (VNI) e de técnicas adjuvantes, como o recrutamento de volume pulmonar (RVP) e tosse assistida mecânica, é dependente do aparecimento de sintomas de hipoventilação e da deterioração dos parâmetros respiratórios especialmente os respeitantes à função bulbar. Estes incluem a capacidade inspiratória máxima (CIM), diferença entre a CIM e CV (CIM-CV) e o fluxo pico associado à tosse (PCF). Um programa de educação do doente e seus cuidadores quanto ao uso destas técnicas terapêuticas não invasivas tituladas pelo biofeedback com oximetria...

Adesão ao regime terapêutico na pessoa com diabetes mellitus tipo 2 : A importância da educação terapêutica

Correia, Carla Isabel Silva
Fonte: Instituto Politécnico de Viseu Publicador: Instituto Politécnico de Viseu
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em 14/05/2014 Português
Relevância na Pesquisa
57.886523%
Introdução: É expectável que as pessoas com diabetes, tal como acontece com a generalidade das doenças crónicas, ao longo das suas vidas, integrem, cumpram e sequenciem um leque de ações comportamentais, terapêuticas ou preventivas, o que sugere o risco confirmado de ocorrer uma falta de adesão globalizada, deteriorando a sua qualidade de vida e exponenciando o impacto económico. Face a este enquadramento, o objetivo central deste trabalho pretende determinar a prevalência da adesão ao esquema terapêutico prescrito, com o intuito de reconhecer a educação terapêutica como fornecedora de ferramentas essenciais ao empowerment do doente. Métodos: Conceptualizámos um estudo de natureza quantitativa, transversal, descritivocorrelacional, recorrendo a uma amostra não probabilística constituída por 102 pessoas com diabetes tipo 2, com idades compreendidas entre 40 e 85 anos (M=63,24 ±10,47Dp) e maioritariamente do sexo masculino (51,96%). Utilizámos instrumentos de medida validados para a população portuguesa: Escala de Adesão ao Tratamento, Escala de Autocuidados com a Diabetes, Questionário de Conhecimentos sobre a Diabetes, Escala de Ansiedade Depressão e Stress (EADS-21). Recorremos também aos valores de HbA1c para avaliar diretamente a adesão. Resultados: Os inquiridos apresentam uma média de adesão ao tratamento de 67...

Educação do doente com Síndrome de Apneia Obstrutiva do Sono

Martinho, Cristina Maria Sardinha Canhão, 1976-
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 Português
Relevância na Pesquisa
58.3095%
Tese de mestrado, Educação (Formação e Aprendizagem ao Longo da Vida), Universidade de Lisboa, Instituto de Educação, 2010; A Síndrome de Apneia Obstrutiva do Sono (SAOS) é considerada uma doença crónica com risco para a saúde pública, requerendo uma gestão dos sintomas e do tratamento a longo prazo. A educação tem desempenhado um papel cada vez mais importante na gestão de doenças crónicas, capacitando o doente para que possa autogerir a sua doença, adoptando os procedimentos correctos. Que programa educativo seria apropriado para capacitar os doentes com SAOS a fim de gerirem a sua doença, foi a questão de partida desta investigação. Neste sentido, procedeu-se à avaliação de um programa educativo, para os doentes com SAOS que iniciam tratamento com CPAP. Para este efeito optou-se por uma metodologia qualitativa, seguindo o método da teoria fundamentada (grounded theory). A investigação foi conduzida em meio hospitalar, sendo os seis participantes, utentes da consulta de patologia do sono. Os dados foram recolhidos através de análise documental, entrevista e observação directa. O tratamento dos dados foi realizado usando a técnica da análise de conteúdo e no caso da análise das entrevistas recorreu-se à ajuda de um software informático...

Educação terapêutica numa perspectiva comunitária em saúde mental

Campos, C; Galante, J
Fonte: Serviço de Psiquiatria do Hospital Prof. Dr. Fernando Fonseca Publicador: Serviço de Psiquiatria do Hospital Prof. Dr. Fernando Fonseca
Tipo: Artigo de Revista Científica
Publicado em //2012 Português
Relevância na Pesquisa
67.42085%
Este trabalho pretende ser uma análise reflexiva das intervenções de enfermagem relativamente à adesão terapêutica na Unidade Funcional Comunitária da Equipa da Amadora, do Serviço de Psiquiatria do Hospital Prof. Doutor Fernando Fonseca. Em primeiro lugar iremos fazer uma revisão teórica acerca dos vários conceitos relacionados com o tema, tendo em vista a melhor compreensão do fenómeno da adesão em todas as suas dimensões. É feita uma análise quantitativa relativamente à evolução dos utentes que beneficiam da supervisão terapêutica; é realizada uma caracterização desta população referente à faixa etária, género, diagnósticos e relação entre o início da supervisão terapêutica e ocorrências hospitalares em três utentes. A educação terapêutica na reabilitação comunitária tem sido um objectivo primordial nas nossas intervenções e verificamos que o número de utentes com supervisão terapêutica tem vindo a aumentar; os benefícios que daí advêm vão de encontro a um decréscimo de internamentos e episódios de urgência, melhorando de forma significativa a qualidade de vida dos utentes e suas famílias, reforçando a aliança terapêutica com a equipa.

Intervenção educativa junto de um grupo de enfermeiros de um serviço de medicina : impacto na prática da terapêutica inalatória

Cordeiro, Maria do Carmo Oliveira
Fonte: Universidade Nova de Lisboa Publicador: Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 Português
Relevância na Pesquisa
57.148076%
RESUMO: O presente estudo, enquadra-se, no domínio do exercício profissional dos enfermeiros e na formação em serviço destes profissionais e teve por objectivo avaliar, num grupo de enfermeiros de um serviço de medicina, o impacto de uma intervenção educativa na melhoria dos procedimentos a executar na prática da terapêutica inalatória. A amostra do estudo (amostra por conveniência) foi constituída por oito enfermeiros do serviço de medicina do Hospital Curry Cabral (idades compreendidas entre os 24 a 43 anos de idade), sem anterior formação específica na área da terapêutica inalatória, mas com experiencia profissional prévia com doentes respiratórios. O estudo decorreu em dois momentos de avaliação: avaliação 0 (antes da intervenção educativa) e avaliação 1 (após a intervenção educativa). Entre estes dois momentos, foi ministrada, a todos os enfermeiros, uma acção de formação sobre terapêutica inalatória, com componente teórico-prática. Antes e depois da intervenção educativa foram aplicados dois instrumentos: para avaliação dos conhecimentos teóricos, construi-se e aplicou-se, um questionário de auto-avaliação de conhecimentos sobre terapêutica inalatória ao grupo dos enfermeiros...

Validação para a população portuguesa do instrumento C3 e da escala PPOS e caracterização do currículo oculto da FCS-UBI em relação ao cuidado centrado no paciente

Leão, Leonor do Rosário Carneiro
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /05/2012 Português
Relevância na Pesquisa
57.74462%
Introdução: O cuidado centrado no paciente tem vindo a ser proposto como um método clínico com contribuição fundamental para a qualidade dos serviços de saúde. Assim, ao longo do tempo, tem-se vindo a constatar a importância de transmitir aos estudantes de medicina conceitos relacionados com este tipo de cuidado no seu relacionamento com os doentes. No entanto, vários estudos demonstram um declínio nos comportamentos e atitudes centradas no paciente em estudantes de medicina ao longo do seu percurso académico. Por trás destes achados poderá estar a influência negativa do currículo oculto. Conhecer e reflectir sobre o currículo oculto de uma escola médica é o primeiro passo no caminho para o modificar e/ou minimizar os seus potenciais efeitos negativos na formação médica. Assim, em 2005, foi desenvolvido e validado em língua inglesa o Instrumento C3, um questionário que pretende caracterizar o currículo oculto de uma escola médica no que diz respeito ao cuidado centrado no paciente; sempre que se aplicou este questionário, foram também avaliadas as atitudes dos estudantes face à relação médico-paciente, através da escala PPOS. Objectivos: validar e adaptar para a população portuguesa o Instrumento C3 e a escala PPOS; caracterizar o Currículo Oculto da FCS-UBI no domínio dos cuidados centrados no paciente. Material e métodos: após autorização dos autores de ambos os questionários para os validar e aplicar...

Experiência do estudante de semiologia médica em aulas práticas com o paciente à beira do leito

Sousa-Muñoz,Rilva Lopes de; Silva,Isabel Barroso Augusto; Maroja,José Luis Simões
Fonte: Associação Brasileira de Educação Médica Publicador: Associação Brasileira de Educação Médica
Tipo: Artigo de Revista Científica Formato: text/html
Publicado em 01/09/2011 Português
Relevância na Pesquisa
57.338213%
O objetivo deste estudo foi identificar as percepções de estudantes de Medicina que cursaram a disciplina de Semiologia Médica em relação ao contato com os pacientes à beira do leito em aulas práticas no Hospital Universitário Lauro Wanderley, da Universidade Federal da Paraíba. Pesquisa observacional e descritiva com entrevistas por meio de autoaplicação de questionário semiestruturado elaborado pelos autores e pré-testado. Participaram do estudo 105 alunos com idade entre 20 e 24 (21 ± 1,1) anos, 56,2% do sexo masculino. A grande maioria declarou dificuldade na abordagem clínica inicial do doente (89/84,8%) e 72 (68,6%) referiram insegurança ou medo. Houve aumento de respostas positivas em momentos posteriores da disciplina, porém 34,3% ainda reportaram sentimentos negativos. Observou-se maior constrangimento no questionamento do paciente sobre temas mais íntimos por alunos do sexo masculino. Esses achados reforçam a necessidade de valorizar questões éticas, humanísticas e psicopedagógicas no início da graduação nas escolas médicas.

Cuidados farmacêuticos na diabetes tipo 2: educação ao doente diabético

Ferreira, Sara Balesteros Dias
Fonte: Universidade do Algarve Publicador: Universidade do Algarve
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2013 Português
Relevância na Pesquisa
58.126953%
A diabetes mellitus surge, neste início do século XXI, como um dos maiores e principais problemas de saúde pública atingindo, atualmente, mais de 371 milhões de pessoas em todo o mundo. A diabetes tipo 2 é a forma mais frequente da doença, e as suas complicações agudas e crónicas são maioritariamente influenciadas pelo estilo de vida e nível de autocuidados do diabético, tanto a nível farmacológico como não-farmacológico. Por este motivo torna-se imperativo a educação terapêutica do doente diabético, de modo a melhorar os seus conhecimentos, a autoeficácia e autodeterminação perante os autocuidados na diabetes mellitus. O objetivo principal desta dissertação consistiu na avaliação e determinação do papel do farmacêutico na prestação de educação para a gestão terapêutica ao doente com diabetes mellitus tipo 2. Para tal, realizou-se uma revisão bibliográfica com suporte em livros e artigos, pesquisados através de motores de busca científicos como o PubMed, ScienceDirect, UpToDate e B-On. A seleção dos artigos teve como critérios a sua relevância e pertinência para o desenvolvimento do trabalho. Foi possível concluir que o farmacêutico possui uma posição privilegiada no que toca à proximidade com o diabético e nos conhecimentos de farmacoterapia...

Educação para a Saúde e Literacia do Doente com experiência de doença mental

Dias, Carlos Manuel de Melo; Loureiro, Cândida Rosalinda Exposto da Costa; Figueiredo, Graça Maria de Oliveira; Conceição, Susana Sofia Marques da
Fonte: Escola Superior de Enfermagem de Coimbra Publicador: Escola Superior de Enfermagem de Coimbra
Tipo: Conferência ou Objeto de Conferência
Publicado em 15/04/2015 Português
Relevância na Pesquisa
57.76478%
Lidar com as transições (Meleis, 2010) ou a satisfação das necessidades humanas fundamentais (Henderson, 2001) é uma exigência para cada um de nós. Os enfermeiros são capazes de fazê-lo, mas precisam saber claramente o que os/as doentes sabem sobre si mesmos e sobre a doença? E sobre como lidar com isso? Como os enfermeiros ensinam e treinam os doentes? E sobre o quê? Quais as estratégias e métodos que preferem e são prática baseada em evidências? É nosso ponto de vista que a Literacia do Doente com Experiência de Doença Mental (DEDM) é fortemente sensível a intervenções de enfermagem, e portanto a preocupação intrínseca é sobre o estabelecimento de uma base para o desenvolvimento do conhecimento em enfermagem e aprimorar a prática focada em métodos e estratégias de educação em saúde. Utilizamos a investigação reflexiva crítica estruturada para examinar as descrições de pensamentos, sentimentos, circunstâncias e características sobre as situações de cuidar dos DEDM. No final, apresentaremos novos conhecimentos através desta investigação de conhecimento incorporado na prática, contribuindo para desenvolver Enfermeiros/as, e ajudar no raciocínio de forma crítica e construtiva, aumentando a confiança...

Influência do acto de cuidar na qualidade de vida do cuidador famíliar do doente oncológico

Coelho, Marina Isabel Figueiredo
Fonte: Universidade de Lisboa Publicador: Universidade de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado Formato: application/pdf
Publicado em //2009 Português
Relevância na Pesquisa
48.00297%
Tese de mestrado, Psicologia (Psicologia Clínica e da Saúde - Núcleo de Psicologia da Saúde e da Doença), Universidade de Lisboa, Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação, 2009; A vivência da doença oncológica proporciona sofrimento, preocupações e perdas tanto no doente como nos membros da sua família e em particular naquele que tem a responsabilidade da prestação de cuidados ao seu familiar doente. Neste estudo o cuidador é concebido como o elemento familiar que assegura a maior parte dos cuidados que o doente oncológico requer. A experiencia de cuidar de outrem é um fenómeno complexo que interfere em vários aspectos da vida do cuidador, incluindo a sua saúde física, emocional e psicológica. Neste sentido, a presente dissertação tem como propósito estudar a influência do acto de cuidar na QdV do cuidador familiar do doente oncológico. Em particular, compreender como e em que medida determinados factores relacionados com o acto de cuidar influencia a sua QdV. A amostra, constituída por 30 cuidadores, foi recrutada no Instituto Português de Oncologia de Lisboa, Francisco Gentil. Os participantes completaram um conjunto instrumentos de medida: o Questionário socio-demográfico e clínico, a Escala da Qualidade de Vida do Cuidador/Familiar Oncológico...

Impacto da aplicação de um programa de educação em doentes com DOPC em fase estável

Churro, Tânia Susel Abreu
Fonte: Universidade Nova de Lisboa Publicador: Universidade Nova de Lisboa
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em //2010 Português
Relevância na Pesquisa
48.031113%
RESUMO: Relevância e Objectivos: A educação focada na auto-gestão tem sido cada vez mais valorizada como parte integrante da abordagem terapêutica dos doentes com DPOC. No entanto poucos resultados se encontram na literatura. Este estudo investiga se um programa de educação contribui para a melhoria da funcionalidade e do estado de saúde associados à DPOC estável. Metodologia: A amostra incluiu 18 indivíduos portadores de DPOC ligeira a moderada, de acordo com os critérios GOLD, com uma média de idades de 71 ± 8 anos. Os doentes foram distribuídos por 2 grupos: um grupo experimental, constituído por 10 doentes do sexo masculino, a receber os cuidados habituais e submetidos a um programa de educação, e um grupo de controlo formado por 7 doentes do sexo masculino e uma do sexo feminino, a receber apenas os cuidados habituais. Foram avaliados os dados sócio-demográficos relativos à amostra, o nível de conhecimentos sobre a patologia e a sua auto-gestão, a dispneia, o impacto nas AVD’s, a qualidade de vida relacionada com a saúde, a ansiedade e a depressão. Foram aplicados 8 questionários, 2 realizados pela invesstigadora, um destinado a recolher dados sociodemográficos e clínicos, outro para avaliar o conhecimento da doença pelo doente e os 6 restantes estandardizados: Medical Research Council...

Validação para a população portuguesa do instrumento C3 e da escala PPOS e caracterização do currículo oculto da FCS-UBI em relação ao cuidado centrado no paciente

Leão, Leonor do Rosário Carneiro
Fonte: Universidade da Beira Interior Publicador: Universidade da Beira Interior
Tipo: Dissertação de Mestrado
Publicado em /05/2012 Português
Relevância na Pesquisa
57.74462%
Introdução: O cuidado centrado no paciente tem vindo a ser proposto como um método clínico com contribuição fundamental para a qualidade dos serviços de saúde. Assim, ao longo do tempo, tem-se vindo a constatar a importância de transmitir aos estudantes de medicina conceitos relacionados com este tipo de cuidado no seu relacionamento com os doentes. No entanto, vários estudos demonstram um declínio nos comportamentos e atitudes centradas no paciente em estudantes de medicina ao longo do seu percurso académico. Por trás destes achados poderá estar a influência negativa do currículo oculto. Conhecer e reflectir sobre o currículo oculto de uma escola médica é o primeiro passo no caminho para o modificar e/ou minimizar os seus potenciais efeitos negativos na formação médica. Assim, em 2005, foi desenvolvido e validado em língua inglesa o Instrumento C3, um questionário que pretende caracterizar o currículo oculto de uma escola médica no que diz respeito ao cuidado centrado no paciente; sempre que se aplicou este questionário, foram também avaliadas as atitudes dos estudantes face à relação médico-paciente, através da escala PPOS. Objectivos: validar e adaptar para a população portuguesa o Instrumento C3 e a escala PPOS; caracterizar o Currículo Oculto da FCS-UBI no domínio dos cuidados centrados no paciente. Material e métodos: após autorização dos autores de ambos os questionários para os validar e aplicar...

Gestão do cuidado da tuberculose : integrando um hospital de ensino a atenção primária à saúde

Coelho, Ana Paula Cunha
Fonte: Universidade Federal do Paraná Publicador: Universidade Federal do Paraná
Tipo: Dissertação Formato: 123f. : il. algumas color., grafs., tabs.; application/pdf
Português
Relevância na Pesquisa
57.549004%
Orientadora: Profª Drª Liliana Müller Larocca; Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Paraná, Setor de Ciências da Saúde, Programa de Pós-Graduação em Enfermagem. Defesa: Curitiba, 10/12/2014; Inclui referências; Resumo: Mesmo diante de inúmeras estratégias para o controle da tuberculose, os indicadores desse agravo ainda preocupam e apesar da importante redução dos casos na última década, os índices de abandono persistem como um desafio. Portanto, percebe-se uma insuficiência nos atuais programas de saúde voltados ao seu controle, necessitando de novas estratégias no combate de uma doença queaflige a humanidade há tanto tempo. Esse estudo de cunho qualitativo, exploratório e intervencionista, com dados coletados entre março e maio de 2014, teve como objetivo propor um modelo de Gestão do Cuidado da Tuberculose no momento da alta hospitalar para integrar um Hospital de Ensino à Atenção Primária à Saúde (APS) do município em que está localizado, buscando promover maior adesão ao tratamento. Tendo como referencial teórico e metodológico a Teoria da Intervenção Práxica da Enfermagem em Saúde Coletiva (TIPESC), foram desenvolvidas as três primeiras etapas propostas pela autora da teoria - captação e interpretação da realidade objetiva e construção do projeto de intervenção. As duas primeiras etapas foram desenvolvidas por meio de duas perspectivas: uma com a utilização de dados secundários provenientes do Serviço de Epidemiologia Hospitalar...